Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Janot denuncia Aécio Neves ao STF por corrupção e obstrução da Justiça

André Richter – Repórter da Agência Brasil
Brasília - Senador Aécio Neves, após encontro com o presidente Michel Temer, fala sobre a reforma da Previdência no Palácio do Planalto (Valter Campanato/Agência Brasil)
 Senador afastado Aécio Neves é denunciado pela PGRValter Campanato/Agência Brasil

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, apresentou hoje (2) denúncia ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra o senador afastado Aécio Neves (PSDB) pelos crimes de corrupção e obstrução da Justiça. Na denúncia, a PGR acusa Aécio Neves de solicitar R$ 2 milhões ao empresário Joesley Batista, um dos delatores da JBS.

A irmã do parlamentar, Andrea Neves, o primo de Aécio, Frederico Pacheco, e Mendherson Souza Lima, ex-assessor do senador Zezé Perrela (PMDB-MG), também foram denunciados. Todos foram citados na delação premiada da JBS. De acordo com o procurador, o recebimento do valor teria sido intermediado por Frederico e Mendherson, que teria entregue parte dos recursos em uma empresa ligada ao filho de Perrella. A denúncia está baseada em gravações feitas pela Polícia Federal, durante uma ação controlada.

A denúncia será analisada pelo ministro Marco Aurélio e julgada pela Primeira Turma do Supremo, composta pelos ministros Alexandre de Moraes, Rosa Weber, Luís Roberto Barroso e Luiz Fux. A data ainda não foi definida.

Sobre a acusação de obstrução da Justiça, Janot sustenta na denúncia que o senador afastado tentou embaraçar as investigações da Operação Lava Jato, na qual também é investigado, ao “empreender esforços” para interferir na distribuição dos inquéritos dentro da Polícia Federal. Ao fim, o procurador solicitou ao STF que Aécio e sua irmã sejam condenados ao pagamento de R$ 6 milhões por danos decorrentes dos casos citados de corrupção.

Em nota, a defesa do senador afastado disse que recebeu “com surpresa a notícia” da denúncia. Os advogados apontam que “diversas diligências de fundamental importância”, entre elas o depoimento de Aécio e a perícia nas gravações, ainda não foram realizadas. “Assim, a defesa lamenta o açodamento no oferecimento da denúncia e aguarda ter acesso ao seu teor para que possa demonstrar a correção da conduta” de Aécio.

*texto atualizado às 19h06 para incluir o posicionamento da defesa do senador afastado

Edição: Amanda Cieglinski
 
Agência Brasil
 
Anúncios

junho 4, 2017 Posted by | Política | , , , | Deixe um comentário

Combate à corrupção não pode ser único projeto da sociedade, diz Gilmar Mendes

André Richter – Repórter da Agência Brasil
Brasília - Gilmar Mendes participa da Conferência Internacional de Ciências Forenses e reúne peritos criminais, médicos legistas, policiais civis e federais, juízes, membros do Ministério Público, defensores pú
Gilmar Mendes afirmou que há abuso de poder por parte de integrantes do Judiciário e do Ministério Público.Antônio Cruz/Agência Brasil

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes disse hoje (31) que o combate à corrupção não pode ser o único projeto da sociedade. A declaração do ministro foi proferida no discurso de abertura de um evento realizado no início da noite em Brasília.

“É preciso ressaltar que, por mais importante que o combate à corrupção seja, ele não pode instituir-se como único projeto da sociedade, sob pena de paralisarmos o país, o funcionamento da Administração e a implementação de suas políticas públicas”, declarou.

No discurso, Mendes também afirmou que há abuso de poder por parte de integrantes do Judiciário e do Ministério Público. “O Judiciário e o Ministério Público, portanto, são espécies de árbitros do processo político, mas não devem substituir os jogadores principais. Se permitirmos essa inversão de papéis, tangenciaremos a transformação do país em um estado policial, do qual o estado judicial pode ser apenas um eufemismo”, concluiu.

Edição: Amanda Cieglinski
 
Agência Brasil
 

junho 1, 2017 Posted by | Política | , , | Deixe um comentário

Diferença entre testamento e doação

nova lenda do cangaço

Cabeça de jagunços

Diante da possibilidade de vir aumento de imposto estadual em cima das questões de herança, o que já está provocando a escolha da doação de bens em vida, no lugar do inventário depois da morte, com ou sem testamento, que é feito em vida, podendo ser aberto ou fechado, o Em Conta desta terça-feira (1º) tem como convidado na Entrevista de Valor o presidente da Associação dos Notários e Registradores do Brasil (Anoreg-BR), Rogério Portugal Bacellar. Afinal, qualquer caminho que for o escolhido pelos herdeiros, sempre vai ter que passar por um cartório.

00:00
19:34
Entenda a diferença entre testamento e doação em vida, por luanda.lima
A prosa, bem detalhada, começa pela escolha dos pais doarem em vida os seus bens, tomando sempre o cuidado de que isto aconteça com a garantia do usufruto da moradia até a morte deles e, também, da incomunicabilidade dos bens, ou seja, mesmo doados, a metade podendo ser até para estranhos, desde que eles estejam lúcidos e capazes, se houver a cláusula da incomunicabilidade, os herdeiros não podem usar os bens, mesmo que doados, para servir de garantia em financiamentos e muito menos serem vendidos.

Por isso, o conselho do especialista: “antes de fazer a doação em vida, os pais precisam ter muita confiança nos filhos porque eles podem casar e a situação mudar e, que acontece muitas vezes, começar a pressionar os pais, em vida, para que assinem um documento autorizando a venda do bem doado, mas com cláusulas de usufruto e incomunicabilidade. Infelizmente, isto acontece”.

No caso do tradicional testamento, também existem muitos detalhes a serem seguidos, segundo Rogério Bacellar. Pode ser aberto, no cartório, na presença de duas testemunhas, todo mundo sabendo de seu conteúdo, ou então cerrado, ou seja, fechado e costurado, quando nem o cartório conhece o que tem dentro, ainda que possa ser mudado pela pessoa que fez o testamento ainda em vida. Metade dos bens precisam ser divididos por igual entre os filhos, mas a outra metade pode ser destinada até mesmo a estranhos, sem problemas.

Depois da morte da pessoa que herda bens, aí começa o caminho do inventário, com pagamento de altos impostos, taxas de cartório e tal. Se não houver herdeiro menor de idade, quando é preciso a participação do Ministério Público, e se todos estiverem de acordo, o melhor caminho é o inventário extrajudicial, feito em cartório e que se resolve no máximo em 15 dias. Mas se a família não se entender na divisão dos bens, principalmente se não houver testamento, aí o problema vai para a Justiça, onde demora muitos anos, sem contar as custas todas.

EBC

Creative commons 3.0

janeiro 5, 2017 Posted by | Judiciário | , , , , | Deixe um comentário

A história obscura de Aécio Neves

novembro 23, 2016 Posted by | Política | , , , | Deixe um comentário

Como FHC escondeu a corrupção

julho 15, 2016 Posted by | Política | , | Deixe um comentário

Pedido anti-corrupção para Russomano e Crivella

Russomanno e Crivella podem influenciar a maneira como o PRB votará sobre a cassação de Cunha do Conselho de Ética. Ambos são candidatos a prefeitos este ano.Vamos dizer a eles que partido que apoia corrupção não ganha eleição. Assine agora a petição com apenas um clique e compartilhe com todos:

ASSINE A PETIÇÃO
Queridos amigos do Brasil,

Numa nova reviravolta dessa novela brasileira, Eduardo Cunha provavelmente convenceu a liderança do PRB a salvar sua cabeça no Conselho de Ética da Câmara. Mas o voto crucial foi adiado para semana que vem e nós temos um plano para fazer o PRB mudar de lado.

Os rumores de que o PRB teria se vendido para Cunha nos deixaram quase sem esperança por um Brasil livre de corrupção, mas o ato também mostrou as desavenças dentro do próprio partido.

Pessoas-chave do partido, comoCelso Russomanno e Marcello Crivella, estão preparando suas campanhas para as prefeituras de São Paulo e Rio de Janeiro, e as chances deles ganharam cairiam drasticamente se eles fossem vistos como apoiadores de Cunha.

O voto acontece na semana que vem. Vamos conseguir milhares de assinaturas antes disso e entregar para sua equipe. Assine a petição abaixo com apenas um clique e deixe claro para Russomanno e Crivella que partido que apoia corrupção não ganha eleição. Depois envie para todos que você conhece:

https://secure.avaaz.org/po/prb_ou_cunha_ou_nossos_votos/?bMcjrkb&signup=1&cl=10167971409&v=77664

Para Celso Russomanno, Marcelo Crivella e cúpula do PRB:
Como cidadãos brasileiros e potenciais eleitores nós estamos acompanhando como o Partido Republicano Brasileiro está se posicionando no Conselho de Ética. Esperamos que seu partido, que defende integralmente a cidadania, escute a voz do povo e vote SIM pela cassação de Cunha e fim da corrupção.

https://secure.avaaz.org/po/prb_ou_cunha_ou_nossos_votos/?bMcjrkb&signup=1&cl=10167971409&v=77664

O PRB é o partido da deputada Tia Eron – representante do partido no Conselho – que apesar de declarar que estava sentindo a pressão e ouviria os cidadãos brasileiros, acabou se tornando refém do seu partido e não compareceu à sessão do Conselho de Ética.

O presidente do Conselho, José Carlos Araújo, ao perceber que Tia Eron não apareceria para a votação estrategicamente conseguiu adiar a sessão para semana que vem. E isso nos dá exatamente o tempo que precisamos para pressionar o PRB a aconselhar Tia Eron a ficar do lado certo da história.

Celso Russomanno e Marcelo Crivella são os grandes puxadores de votos do PRB e eles escutam o que eles têm para dizer. Vamos dizer à eles que estamos monitorando como seu partido está se posicionando à esta questão e o quanto isso influenciará nossos votos. Assine a petição:

https://secure.avaaz.org/po/prb_ou_cunha_ou_nossos_votos/?bMcjrkb&signup=1&cl=10167971409&v=77664

Este é um processo que parece nunca ter fim. Mas tem. Foi assim quando lutamos pelo fim do voto secreto e pelo fim do financiamento de empresas em campanhas políticas. Foram meses, quase anos. E de votação em votação, em cada etapa, estávamos presente, pressionando até o fim. E vamos de novo, mostrar que somos incansáveis, que só paramos quando vencemos.

Um abraço com esperança e resiliência,

Carol, Diego, Joseph, Luis, Débora e toda equipe da Avaaz.

Mais informações:

Destino de Cunha está nas mãos do PRB de Russomanno (Folha de S. Paulo)
http://www1.folha.uol.com.br/poder/2016/06/1777767-destino-de-cunha-esta-nas-maos-do-prb-de-russomanno.shtml

Voto de Tia Eron no Conselho de Ética provoca divisão interna no PRB (Bahia Notícias)
http://www.bahianoticias.com.br/noticia/191623-voto-de-tia-eron-no-conselho-de-etica-provoca-divisao-interna-no-prb.html

Russomanno defende que Tia Eron vote por cassação de Cunha (Folha de S. Paulo)
http://www1.folha.uol.com.br/poder/2016/06/1779582-russomanno-defende-que-tia-eron-vote-por-cassacao-de-cunha.shtml

Líder do PRB contraria Russomanno e deixa voto sobre cassação de Cunha em aberto (IG)
http://ultimosegundo.ig.com.br/politica/2016-06-08/lider-do-prb-contraria-russomanno-e-deixa-voto-sobre-cassacao-de-cunha-em-aberto.html

junho 14, 2016 Posted by | Policia, Utilidade Pública | , , , , | Deixe um comentário

Campanha pela cassação de Cunha

Impressionante! Em poucos dias, passamos de 1 milhão de assinaturas — vamos chegar a 2 milhões antes de entregá-las no Conselho de Ética da Câmara. Adicione seu nome e compartilhe via Facebook, Twitter… em todas as redes

Queridos amigos,

Diante do possível cenário de um governo liderado por Michel Temer e Eduardo Cunha como presidente e vice-presidente respectivamente, e dadas as investigações atuais sobre as alegações de que Eduardo Cunha recebeu milhões de reais em propina, achamos que vocês se interessariam por esta campanha criada por um membro da Avaaz:


Pela cassação do mandato de Eduardo Cunha

Assine

Eduardo Cunha, o presidente da Câmara dos Deputados do Brasil, que nada mais é que o lugar onde o povo brasileiro é representado, é suspeito de esconder contas bancárias na Suíça e acusado de envolvimento no esquema de corrupção da Petrobras.

Cunha nega, mas a imprensa divulgou cópias de seu passaporte que teriam sido usadas na abertura das contas, assim como documentos contendo sua assinatura.

Sendo assim, foi iniciada uma representação contra Cunha no Conselho de Ética da Câmara por quebra de decoro parlamentar que pode levar à cassação do mandato. No início de março, depois de quatro meses de manobras de Cunha e aliados para adiar a decisão – o que tornou este o mais longo processo de cassação da história do legislativo – o Conselho votou por aceitar o pedido de investigação.

No dia 22 de março, Cunha apresentou sua defesa. Agora, o Conselho tem 40 dias para apresentar o relatório final, que pode recomendar ou não a cassação de Cunha. Vamos pressioná-lo para escolher o caminho certo, concluir o processo o quanto antes e colocar na presidência da casa alguém que espelhe melhor o povo brasileiro.

Clique aqui para assinar a petição e envie para todos:

https://secure.avaaz.org/po/petition/Conselho_de_Etica_da_Camara_Pela_cassacao_do_mandato_de_Eduardo_Cunha/?bMcjrkb&v=75573&cl=9880202671


Um abraço cheio de esperança e determinação,

Caroline, Diego, Débora, Oliver e toda a equipe da Avaaz

PS: Esta petição foi criada no site Petições da Comunidade da Avaaz. É rápido e fácil começar uma petição sobre um assunto que você se preocupa, clique aqui: http://avaaz.org/po/petition/start_a_petition/?32110

 

maio 26, 2016 Posted by | Política, Utilidade Pública | , , , , | Deixe um comentário

Globo e a força do PT

 

dinheiro do brasil

Brasil no Museu

O jornal nacional se transformou em um diário do Lava a Jato, isso não vai resolver nada, mas também não importa. Isso é muito importante porque a direita não faz nada errado, afinal, a direita não recebe propina, fazer aeroportos particulares é legal, máfias do metro, asfalto, etc., isso tudo é normal, sem falar do cachoeira, Arruda… mas, tudo bem.

Na reta final das últimas eleições, a Rede Globo desceu do muro e atacou a candidata do governo, que era a própria presidente, mesmo assim a presidente ganhou novamente. Como a Dilma é bem diferente do Lula, quando o assunto é acertar as contas. cortou as verbas bilionárias em publicidade da televisão e provocou uma das maiores crises da história financeira da Globo.

Passar por uma crise é diferente de falir, a Rede Globo é uma das maiores máfias da história do Brasil e, apesar de já ter elegido e derrubado presidentes, já não tem mais essa força, continua impondo a sua ditadura, ou tentando impor, criando empresas laranjas para negociar músicas roubadas, negociatas com a CBF e com os próprios políticos, o museu do futuro é uma dessas incoerências que ninguém entende e quem entende não aceita. Afinal de contas, o museu do futuro foi feito para quem? Talvez devesse ter sido feito na região da cracolândia. A Rede Globo também tornou-se a segunda maior rede de TV do mundo, deixando claro que enviar dinheiro para os paraísos ficais deixou de ser um bom negócio, pelo menos enquanto os democratas estiverem no poder nos EUA.

Quando a Rede Globo decidiu transformar o jornal nacional em diário da lava a jato, deve ter apostado que seria possível derrubar o Governo do PT em pouco tempo. A situação piorou, afinal de contas, sem a verba da publicidade, o governo não é tão viável para o corporativismo midiático, por outro lado, com a imagem tão desgastada, o governo já não precisa de publicidade, vai ter de fazer acontecer. Quando eu digo fazer acontecer, não estou falando de uma gestão primorosa, falo de agradar o povão, e isso o PT sabe fazer muito bem.

Quando a Globo tenta derrubar o governo do PT, certamente, pretende repetir a história da geração Collor, Itamar, FHC, ou seja, tira o presidente e coloca o vice, que por sinal é do PMDB. Eu até poderia dizer que eles se esquecem que quem manda no governo é o PMDB mas a realidade é que a Globo é “puta velha” nessa história.

A internet também fala da sonegação de impostos da Globo todo dia, além de suas empresas laranjas que negociam com a CBF e criam monopólio pelo país, mas isso não adianta muita coisa, a justiça é elitizada.

Durante muito tempo a esquerda sofreu nas mãos da direita, aprendeu apanhando e, hoje, consegue manter relações amigáveis com as forças armadas, evitando um golpe durante 13 anos, consegue manter boa parte da burguesia na dúvida, já que foi FHC quem acabou com a força dos aposentados ricos, inclusive das forças armadas. Se fosse outro partido, talvez tivesse alguma chance, mas o PSDB está muito queimado. O PSDB tentou criar um Brasil de primeiro mundo com a ajuda da pobreza, globalização, privatização e corte de custos, muitos burgueses não esqueceram isso, pior, não existe mais partido de direita no Brasil, a direita veste pele de cordeiro, Democratas, PSDB, só tem o nome da esquerda.

O PT conseguiu blindar os presidentes, ministros e agora desistiu das presidências do senado e câmara dos deputados, já que esses são os alvos principais de ataque da direita. Como o PMDB é o partido mais forte do país, ninguém consegue cassar um político desse partido de acordo com a constituição. Ser membro do PMDB é ser intocável, prova disso é que ninguém conseguiu derrubar o Renan Calheiros em um dos piores escândalos envolvendo um senador, atualmente, Cunha demonstra a força do partido. Muita gente sonha em ter Michel Temer na presidência, o que tornaria o partido quase absoluto, mas as lideranças do partido sabem que isso não é necessário.

By Jânio

Corporativismo midiático

PT atira no próprio pé

Rede Globo 50 anos

A história da Rede Globo

 

janeiro 27, 2016 Posted by | Política | , , , , | Deixe um comentário

PGR quer bloquear contas de Cunha

Corrupção do Governo

Corrupção do Governo

PGR pede bloqueio e sequestro de contas atribuídas a Cunha na Suíça

André Richter – Repórter da Agência Brasil

A Procuradoria-Geral da República (PGR) pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) o bloqueio e o sequestro de 2,4 milhões de francos suíços, equivalentes a R$ 9 milhões, atribuídos ao presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), em contas na Suíça.

Leia mais

Indicador que antecipa tendência econômica cai 1,4% em setembro

Bruno Bocchini – Repórter da Agência Brasil

O Indicador Antecedente Composto da Economia (Iace) para o Brasil, que agrega componentes econômicos para medir a atividade econômica do país, caiu 1,4% em setembro, para 86,2 pontos. O dado foi divulgado hoje (16) pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV) e pela instituição The Conference Board (TCB).

 Leia mais:

PGR afirma que Cunha recebeu propina até setembro do ano passado

André Richter – Repórter da Agência Brasil
A Procuradoria-Geral da República (PGR) informou ao Supremo Tribunal Federal (STF) que o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), recebeu propina de contratos da Petrobras até 11 de setembro de 2014.

Leia mais

Intelectuais lançam manifesto contra impeachment de Dilma em São Paulo

Daniel Mello – Repórter da Agência Brasil

Um grupo de intelectuais lançou hoje (16) um manifesto contra as propostas deimpeachment da presidenta Dilma Rousseff. No documento, intitulado A Sociedade Brasileira Precisa Reinventar a Esperança, o impedimento é apontado como um risco à “constitucionalidade democrática” e uma violação do Estado de Direito. Segundo o manifesto, não há base jurídica para os pedidos. “Impeachment foi feito para punir governantes que efetivamente cometeram crimes. A presidenta Dilma Rousseff não cometeu qualquer crime”, enfatiza o texto. A ideia do grupo é, a partir de agora, continuar a articulação contra o impeachment com movimentos sociais.

Leia mais

Sobe para 100 número de cidades afetadas pela chuva no Rio Grande do Sul

Ivan Richard – Repórter da Agência Brasil
A Defesa Civil do Rio Grande do Sul informou hoje (16) que subiu para 100 o número de cidades atingidas pelas chuvas registradas desde a última quarta-feira (7). Ao todo, 132,7 mil pessoas foram atingidas, 2.431 famílias estão desalojadas, 1.517 estão desabrigadas e mais de 31,6 mil casas foram danificadas.
 
Textos relacionados

outubro 17, 2015 Posted by | Política | , , , | Deixe um comentário

Interesses nos protestos do Brasil

Protestos Corrupção

Protestos Corrupção

Naturalmente, a forma imparcial como a televisão mostrava os atos, dando ênfase aos excessos e deixava o principal objetivo de lado, irritou os manifestantes e deixou também a Rede Globo no alvo secundário dos protestos.

Desta vez foi diferente… ou será que não? A televisão parece seguir outro ditado: “Se você não pode com eles, junte-se a eles”… ou será que não?

Se antes a televisão dava ênfase aos “baderneiros” e “marginais”, deixando os manifestantes de lado, agora a primeira página vai para o inpeachment da presidente Dilma. Será que há interesses por trás disso?

Na última grande manifestação de protestos no país, os blogueiros chamaram a atenção para as semelhanças com a teoria de conspiração que levou ao golpe de 64, quando a Rede Globo manipulava o governo militar, o impeachment de Collor também me veio a cabeça.

Quando Collor caiu, assumiu Itamar Franco; se Dilma fosse derrubada, entraria Michel Temer e a história se repetiria.

Quando Itamar Franco entrou, as ideias revolucionárias e populares de Collor ficaram de lado e o partido camaleão, PMDB, adotou medidas de direita. Quando a direita assume nós sabemos o que acontece: não tivemos mais ideias revolucionárias ou exageradas, por outro lado, PC Farias tornou-se um marco nesse novo sistema. No escândalo de Carlinhos Cachoeira eu notei isso: começou com um ataque do governo em retaliação pelo mensalão, a investigação que deveria parar em Demóstenes Torres voltou-se contra o governo e, quando a situação saiu de controle, atingindo tanto direita quanto esquerda, juízes começaram a abandonar os processos, aterrorizados, e pelo menos um investigador importante, responsável pela prisão de Carlinhos Cachoeira, foi assassinado.

Ao invés de ficarmos incendiando a população com as chamas da revolta, devemos convidá-los a refletir, perguntando o que queremos, justiça e cadeia para os corruptos ou fazer o joguinho bipartidário, saindo da panela para cair no fogo.

Será que alguém sabe há quanto tempo ocorreram as eleições e quem foi o vencedor(a)? Será que alguém sabe que os escândalos citam supostos crimes da presidente antes de seu mandato, portanto contra a lei e levando o eleitor ao papel de tolo, já que esse tipo de notícia deveria ser dado antes da eleição?

As notícias do aeroporto do Aécio foram noticiadas antes e um suposto escândalo contra Dilma levaria Marina Silva a vitória. Quem está sendo feito de bobo nesse joguinho bipartidário? Quais são os interesses? Quem morreu antes da eleição num acidente que poderia ter eliminado o terceiro candidato e o seu vice, fortalecendo o sistema bipartidário?

Por que as histórias sempre se repetem nesse país? Por que nossa memória é tão curta?

By Jânio

Citados no Lava-jato

A história suja da Rede Globo

Protestos no RJ superam dia histórico

Investigador que prendeu Carlinhos Cachoeira é assassinado

A política torta do Brasil

Eu não acredito em teoria da conspiração

Mortes misteriosas de celebridades

Presidentes do Brasil

A história de José Sarney

PT acerta o próprio pé

Políticos com problemas na justiça

O massacre do sítio caldeirão

A crise da PPP

Ficha Limpa

Trinta anos de escândalos no Brasil

março 16, 2015 Posted by | Política | , , , | 1 Comentário

Sistemas corrompem

Poder e Dinheiro

Poder e Dinheiro

A globalização foi uma forma disfarçada de liberdade econômica que nunca houve. Foi inevitável para a Europa, lembrando o beco sem saída em que a Inglaterra empurrou a Alemanha, durante a primeira e segunda guerra mundial.

No Brasil, a globalização serviu para mostrar a hipocrisia dos socialistas: o PSDB defendeu abertamente a liberdade de mercado, a privatização, etc. O PT manteve seu discurso nacionalista, mas não pensou duas vezes para privatizar os aeroportos, pensando em construir novos aeroportos em cidades de médio porte.

Só há um sistema temido pela burguesia brasileira, o comunismo.

Nem mesmo o nazismo assustou tanto os ricos brasileiros, como aconteceu com o comunismo, o comunismo não deu certo e a maioria de seus militantes migraram para o socialismo.

Os banqueiros e super-bilionários gostaram do sistema bipartidário, afinal, sua experiência com a unanimidade política, no regime militar, não os agradou.

O curioso é que eles tinham muito medo da tal reforma agrária – e nós podemos imaginar porque – por isso criaram a teoria da conspiração comunista, entregando o governo para os militares.

Naturalmente, os militares acabaram se arrependendo de terem assumido tal tarefa, afinal, o presidente era militar, mas o restante da administração pública era civil. Nota-se claramente a tentativa de manipulação das forças armadas, por parte da burguesia.

Como um país auto-sustentável que se preze, o Brasil deve evitar ao máximo a importação e exportação, isso torna o país muito mais independente. Eu imagino que a Argentina deva ter planejado sua independência muito bem, essa estratégia é rara no mundo inteiro, principalmente para países que dependem muito do comércio internacional.

Se a crise mundial não tivesse afetado a China, que continua impressionando o mundo, esse país teria criado o maior império da história, e em tempo recorde.

Quem decidiu frear o crescimento da China, foram as agências classificadoras de risco, que não gostaram da falta de estrutura e protecionismo dos BRICS, criando um novo grupo, o MIST.

Os EUA pareciam o paraíso dos sonhos de muita gente, mas caíram, mesmo com o monopólio da comunicação. O fato de seus maiores credores serem os próprios banqueiros americanos, não melhora a sua situação.

Se ao invés de bombas, os EUA tivessem jogado livros com informações para os povos desinformados; se ao invés de boicote econômico, tivessem oferecido educação; se tivessem exigido distribuição de renda, em países como o Brasil, ao invés de promover a corrupção, hoje, estaríamos em um mundo muito melhor.

Nenhum sistema político-econômico é igual: o comunismo chinês não é igual ao russo, o socialismo brasileiro não é igual ao alemão, assim como o partido dos trabalhadores também não é. Eu vejo essa mania de adotar sistemas alheios, como uma forma de servidão.

Nem mesmo a tão falada globalização é isenta de problemas, na realidade, esse é o sistema mais problemático que existe, e que varia muito de um país para o outro.

O primeiro mercado comum do mundo, pelo menos que eu conheço, foi a BENELUX, formado pela Bélgica, Holanda e Luxemburgo, os chamados países baixos. Esses são considerados, ao lado dos escandinavos, os países mais desenvolvidos do mundo.

Os países da BENELUX tem boa distribuição de renda e um IDH que o Brasil sequer sonha. Mesmo no auge da crise, eles continuam na lista dos melhores países do mundo para viver.

Canadá e Austrália também são dois bons exemplos de países que estão acima da crise. O sucesso desses países depende de como o gigantesco império chinês se comportará depois da crise.

Eu, pessoalmente, acredito que o poder americano poderia passar a ser chinês, mas isso dependeria de como a China lidaria com suas relações internacionais. Não faria sentido que populações estrangeiras vivessem melhor que a potência do momento.

Assim, os americanos poderiam recuperar o poder na metade rica do planeta, enquanto a China ficaria com a parte pobre.

… mas isso dependerá da decisão dos credores americanos, que também são americanos.

A globalização espalhou o poder dos Bilderbergers pelo mundo, resta saber qual será a sua nova ordem, pior ou melhor que a chinesa.

A china, por sua vez, tem se saído muito melhor que a Rússia comunista do século XX, chegando a oferecer crédito em sua moeda e acordos bilaterais aos seus parceiros. A crise dificilmente derrubará a China, resta saber até onde descerá.

Lembrando que toda crise é benéfica para quem está com mais problemas, já que a crise é um preço que se paga pelo ajuste do que estava errado.

By Jânio

Lista de presidentes e mortos

A farsa da falsa democracia

Filosofia anti-democrática

Maldita burocracia

Veneno Bipartidário

Corporativismo midiático

Políticos que apoiaram o golpe de 64

Cidades com mais homicídios no planeta

PT acerta o próprio pé

O jogo do poder

Uma vergonha para os corruptos brasileiros

Arquivo vivo pode ser preso

Policial federal é assassinado

Marcos Valério é preso novamente

Daniel Dantas – A história da corrupção

Trinta anos de corrupção

Lula para governador

Carlinhos Cachoeira – culpado útil

Demóstenes torres é flagrado pela polícia federal

Privataria tucana

janeiro 5, 2013 Posted by | Política | , , , , , , | Deixe um comentário

A grande moeda

Dois Lados

Dois Lados

Pior que o bipartidarismo, só a unanimidade política, quando políticos e pessoas ligadas aos políticos começam a morrer, como vem acontecendo ao longo da história do Brasil.

Estamos passando por um momento histórico em nossa política, de um lado a democracia defendida até por socialistas de direita, como FHC, de outro, a dura realidade de quinhentos anos.

Eu achei curioso ver como as TVs estatais criticam e denunciam o governo, baseando-se em fofocas de jornais e revistas, claramente tendenciosas aos donos do poder quando, normalmente, deveriam no máximo manter-se neutras e moderadas.

Isso demonstra um ambiente perigoso, a um passo de um golpe de estado, podendo ser tanto um golpe de direita, quanto um golpe de esquerda.

Golpes de estado geralmente acontecem quando um grupo forte de políticos, com interesses, conseguem convencer os militares que a situação está incontrolável e que o governo deve ser derrubado, mesmo quando o povo pensa o contrário. Antigamente era fácil fazer isso, já que o monopólio da comunicação era fácil de ser obtido – com o surgimento da internet, isso é praticamente impossível.

Vamos ver como está o ambiente político nesse momento?

A presidente Dilma dispara nas pesquisas, deixando de ser a sombra de Lula e ameaçando o sistema favorito da aristocracia brasileira – bipartidarismo – formado principalmente por uma ou duas centenas de super bilionários, aliados aos burgueses, donos de redes de TVs, rádios, revistas, sindicatos, associações e outros tipos de instituições burguesas.

Perder as eleições justamente no maior centro metropolitano da América Latina, São Paulo, no momento em que o principal aliado do PSDB, o DEM, passa por sua pior crise, deixou a oposição ao governo sem rumo. Em momentos como esse, os eleitores escolhem o lado que lhes oferecem mais oportunidades a curto e a longo prazo.

Pessoas mais necessitadas, contentam-se com cestas básicas, bolsas escolas e outros benefícios sociais a curto prazo, entretanto, a classe média baixa é mais exigente, mas fica satisfeita com bolsas de estudo, empregos, concursos, financiamento da habitação, etc.

A presidente Dilma tem planos de construir vários aeroportos em cidades de médio porte, pelo menos segundo algumas notícias que eu li na internet. Isso significa que um dos problemas trágicos de infraestrutura poderia ser resolvido, o transporte interestadual e intermunicipal.

Fica faltando resolver o problema crônico da saúde que, sendo crônico, dificilmente será resolvido; segurança, ironicamente controlado pelo crime organizado – pior que isso só privatizando; educação, que envolve gestões estaduais, municipais e até a iniciativa privada.

Eu fiquei chocado com a lista de cidades com mais homicídios no país, principalmente por ver o paraíso brasileiro, Curitiba, entre as cidades que mais matam.

Essa é uma herança da corrupção de Jaime Lerner e que nem Requião conseguiu resolver, mas também pode refletir a oposição que os estados do Sul vem fazendo ao governo federal, o que tem deixado estados como o Paraná e Rio Grande do Sul em situações precárias.

Como chegamos a essa crise?

Tudo começou com a misteriosa reunião de FHC, chamando Serra e Lula, então candidatos, para conversar sobre a especulação do dólar que estava ocorrendo no Brasil, entre outros problemas. Lula corria o mundo em busca de apoio e tinha mais força que o PSDB, já que era garantido pela China.

Quando venceu a eleição, Lula liberou a polícia federal, que durante muitos anos ajudara a desmascarar a corrupção nos governos anteriores, ao lado do PT e oposição. As maiores vítimas foram os próprios companheiros do PT, durante o escândalo do mensalão.

Apesar do PT não ter barrado a PF, que continuou trabalhando contra a corrupção, ninguém foi preso, já que a justiça brasileira é falha e a constituição é menos confiável que os acordos de facções criminosas.

No primeiro ano o governo Lula conseguiu uma façanha de uma reserva gigantesca, o que deixou a impressão que antes alguém estava roubando, pior, roubando dentro da lei, já que o PT e aliados caíram em várias enrascadas de seus próprios corruptos. Curiosamente, José Sarney, PMDB, aliado do governo, revelou-se mais forte que o todo-poderoso do PT, José Dirceu, já que Sarney não foi processado e Dirceu foi.

Antes disso, logo no início do governo PT, os petistas mais radicais foram expulsos do partido. Antes disso, só havia um registro de expulsão, quando um vereador petista votou pelo processo de Maluf, aliado do PT.

E o PT não parou por aí, depois dos radicais, vários outros dissidentes do partido formariam, com os radicais, o PSOL. Enquanto isso, uma disputa interna no PSDB, dividia o partido, impedindo campanhas sérias, íntegras e eficientes.

A ala formada por Serra conseguiu com que ele fosse candidato várias vezes, vencendo sem cumprir o mandato, tornando-se a principal peça do partido, no jogo do poder. Como consequência, o partido começou a ficar desgastado e o principal aliado, DEM, com seus vários escândalos, desde o mensalão de Brasília até o escândalo de cachoeira, piorou a reputação da oposição.

A privataria tucana encerrava a série de vitórias de Serra e, apesar de ninguém saber o porquê do processo ter sido engavetado, uma coisa é ficou clara: o escândalo que pretendia derrubar a oposição, cachoeira, acabou afetando o próprio PT, pior, escândalo de direita trás consequências inesperadas, como a morte de policiais federais, lembrando a morte de PC Farias.

Parece que o PT aprendeu a lição – Ou não? – porque Marcos Valério está fazendo ameaças na mídia, mas não está preocupando a presidente que continua a crescer nas pesquisas.

O que aconteceria se Lula fosse candidato a governador de São Paulo? Todos nós sabemos que Lula possui argumentos para vencer qualquer crítica ou denúncia, mas os poderosos não iriam gostar nada da unanimidade política.

By

Lista de presidentes e mortos

A farsa da falsa democracia

Filosofia anti-democrática

Maldita burocracia

Veneno Bipartidário

Corporativismo midiático

Políticos que apoiaram o golpe de 64

Cidades com mais homicídios no planeta

PT acerta o próprio pé

O jogo do poder

Uma vergonha para os corruptos brasileiros

Arquivo vivo pode ser preso

Policial federal é assassinado

Marcos Valério é preso novamente

Daniel Dantas – A história da corrupção

Trinta anos de corrupção

Lula para governador

Carlinhos Cachoeira – culpado útil

Demóstenes torres é flagrado pela polícia federal

Privataria tucana

dezembro 15, 2012 Posted by | Política | , , , , , , , | Deixe um comentário

Chega de proteger corruptos

Fim do Secretismo

Caros amigos do Brasil,

Em 24 horas, o Congresso pode desistir de vez do voto secreto e tornar o processo de votação público. É nossa melhor chance de garantir que políticos corruptos não poderão mais proteger a si mesmos. Assine a petição agora e envie para todos!

Em 24 horas, o Congresso pode desistir de vez do voto secreto e tornar o processo de votação público. É nossa melhor chance de garantir que políticos corruptos não poderão mais proteger a si mesmos e podemos fazer a diferença se agirmos agora! Se fizermos um gigantesco apelo público agora, os congressistas que concorrerão às eleições este ano não terão opção a não ser aprovar o projeto de lei.

Quando o Congresso faz uma votação para caçar o mandato de um dos membros corruptos da Casa, o voto é secreto e nunca conseguimos saber quais legisladores estão protegendo os corruptos. Uma proposta que vai ser colocada em votação na quarta-feira, dia 13, pode mudar isso, e jogar luz sobre uma das práticas mais corruptas existentes na política brasileira. A pressão sobre a votação está aumentando, sendo que vários parlamentares já declararam apoio à medida. Mas precisamos de mais. Se fizermos um gigantesco apelo público agora, os congressistas que concorrerão às eleições este ano não terão opção a não ser aprovar o projeto de lei.

Assine a petição agora e envie para todos — se alcançarmos 50.000 assinaturas, o juiz Márlon Reis, um dos heróis da Ficha Limpa, vai entregar a petição para o presidente do Senado, José Sarney, fundamental para essa decisão na quarta-feira antes da votação:

Petição

Você assinaria um cheque em branco para um deputado ou senador? O voto secreto é exatamente isso. Eles votam e nunca são responsabilidades pela posição que eles assumem. Há menos de um ano, Jaqueline Roriz foi absolvida de uma série de acusações de corrupção na Câmara dos Deputados. Naquela ocasião o voto foi secreto, e ela escapou facilmente, apesar de ter sido filmada colocando dinheiro sujo dentro de sua bolsa. Se no caso dela o voto fosse público, e os deputados tivessem sido obrigados a cumpri-lo, isso jamais teria acontecido.

O voto secreto não apenas vai jogar luz sobre as alianças políticas no Congresso, mas vai abrir caminho para uma reforma política mais ambiciosa e ampla no Brasil, na qual o poder popular triunfa sobre todos os outros tipos de interesses espúrios. Se conseguirmos que os senadores aprovem esse projeto de lei, estaremos um pouco mais perto de verdadeiramente expor as brechas usadas pela corrupção e impunidade para triunfarem nesse país.

Vamos criar uma onda enorme de poder popular e trazer isso para mais perto da realidade. Assine a petição abaixo e exija que os senadores votem a favor da proposta de lei agora:

Ajude-nos

Com as mobilizações passadas, conseguimos mudar a direção do governo brasileiro. Ajudando a aprovar a Ficha Limpa, demos um golpe forte contra a corrupção. Unindo-se mais uma vez, poderemos arrancar de vez a corrupção desse país.

Com esperança e determinação,

Pedro, Diego, Ian, Ricken, Carol, e toda a equipe da Avaaz

junho 19, 2012 Posted by | Utilidade Pública | , , , , , | Deixe um comentário

Política – A pirâmide dos malditos

maldita_corrupção

Há muitos políticos corruptos interessados em roubar, sem medir as consequências de seus atos para si e para seus descendentes. A burguesia sem ter noção do que é certo e errado, posiciona-se ao lado da aristocracia e se esquece que é o povo que deveria ter a força num sistema democrático.

Acontece que esse sistema elitizado tende a se afunilar – Eu penso comigo que pior do que não ter uma Democracia, é ter uma falsa democracia.

Nossos sistemas de controle populacional são baseados na sociedade egípcia, mas agora é pior, qualquer pessoa pode explorar as classes imediatamente inferiores e é isso que causa a fome e a miséria.

A elite não está subordinada a nenhum tipo de lei, Direito ou obrigação, podendo burlar qualquer regra, sem nenhum organismo capaz de puni-la.

Parece tudo muito simples no papel, mas na prática nem tanto.

Essa mudança de comando na política não mudou em nada os poderes obscuros comandados por banqueiros, lobistas, chantagistas e pela mídia de massa, mas a forma de conquistar o povo mudou. A esquerda sabe como é fácil comprar os votos dos pobres, assim, ao invés de conseguir fiéis escudeiros mais ricos, formadores de opinião, a esquerda vai direto ao ponto que lhe interessa, distribuindo bolsas de estudos, cestas básicas, etc.

Como podemos ver, é muito fácil de se conseguir votos.

Na administração também muda pouco, baseada em análises financeiras, contábeis e econômicas, basta ver o orçamento do ano anterior, para saber para onde deverão ser destinados os recursos do Governo.

Mas quando um país é auto-sustentável como o Brasil, podendo ditar as suas próprias regras, independente de opiniões internacionais, os políticos ficam sem ter o que fazer. Com o pretexto de reformar a constituição, criar projetos sociais, medidas de incentivo, isenção e investimentos em projetos de desenvolvimentos, criam mecanismos que lhes permitem vantagens, tornando-se mais fortes e imunes aos poderes das próprias leis que criam.

Na medida em que o tempo passa, esses políticos se tornam monstros, seres bizarros sem nenhuma emoção, responsabilidade ou ideal, o que não é bem visto lá fora.

Nenhum governo, ONG ou qualquer tipo de instituição internacional vê o Brasi com bons olhos no exterior. Isso se deve a desigualdade econômica, uma má distribuição de renda terrível, além da própria corrupção e desmandos políticos, onde não se nota nenhuma ordem ou infra-estrutura razoável, capaz de dar esperanças às pessoas.

Se já não bastava a corrupção política, agora são as igrejas que roubam verdadeiras fortunas, tornando pessoas insignificantes e desimportantes em verdadeiras celebridades. E o pior é o que não vemos, roubos que são ocultos das pessoas através de lavagem dinheiro e infernos fiscais.

Quando Sarney foi presidente, ele simplesmente disse que não ia pagar a dívida externa e deu o calote. Parece simples para quem governa um país subdesenvolvido, mas Sarney complicou a vida do próximo presidente, Collor, e os juros para o Brasil se tornaram caríssimos, até países com catástrofes naturais, como o Japão, tem juros mais baixos.

Como Bom malandro, Lula perdoou dívidas de país sul americano e africano e nem se importou com estatizações de empresas brasileiras no exterior. Quando todos achavam que já tinham visto de tudo, eis que Lula resolve emprestar dinheiro para o FMI.

Tudo o que o Brasil faz é para tentar ganhar credibilidade mas, vez por outra, algo sai errado.

Foi isso o que aconteceu com o escândalo da FIFA, esse fato só veio confirmar a fama dos corruptos brasileiros. Ricardo Teixeira tem relações estreitas com a Rede Globo de televisão e com os políticos.

Os funcionários da Globo dizem que precisam viver e que trabalham para a empresa e não para a família Marinho, essa é a mesma desculpa dos funcionários da segunda maior rede televisão do Brasil a Rede Record. É isso o que acontece na política também, ninguém tem ideal e nem se importa com o que está acontecendo.

O Governo ataca a oposição e a oposição revida, enquanto os banqueiros que financiam todo esse sitema se divertem.

Todo país se transforma em uma imensa pirâmide dos malditos, onde, quanto maior é a maldade das pessoas, maior a sua escalada nessa pirâmide. Na base dela, estão os pobres que sofrem com todo o peso sobre suas costas, num purgatório destinado aos que não tem coragem de lutar contra a opressão e a criminalidade do sistema.

By Jânio

A política torta do Brasil

Eu não acredito em teoria da conspiração

Mortes misteriosas de celebridades

Presidentes do Brasil

A história de José Sarney

PT acerta o próprio pé

Políticos com problemas na justiça

O massacre do sítio caldeirão

A crise da PPP

Ficha Limpa

Trinta anos de escândalos no Brasil

maio 3, 2012 Posted by | Política | , , , , , , , | 3 Comentários

Carlinhos Cachoeira – O culpado útil

imprensa inútil

Eu nem ia falar do escândalo do Carlinhos Cachoeira, essa ideia de participar do joguinho bipartidário me causa náuseas, parece a briga do Edir Macedo contra o Santiago, Globo contra Record, etc.

Isso está acontecendo por pura falta de organização do crime desorganizado no Brasil.

Notem a quantidade de escândalos que ocorrem, envolvendo muitas autoridades, políticas ou não. O curioso é que, apesar da quantidade de pessoas envolvidas, sempre tem um novo grupo para o próximo escândalo.

No caso do escândalo de Demóstenes Torres, tudo parecia ser apenas um presente de um mafioso para um líder político que não considera os jogos ilegais uma contravenção. A força do governo e seus aliados conseguiu investigar mais a fundo e descobriu um mundo de chantagens que reinava nos submundos do poder.

Não foi surpresa para ninguém, o envolvimento da mídia de massa, Veja, no escândalo. A surpresa foi a forma como a revista obtinha suas informações.

É interessante destacar que eu sempre fui a favor de qualquer denúncia, como forma de se chegar a verdade, mas o envolvimento com o crime organizado sempre traz consequências e a revista Veja foi além disso. Sua maneira parcial de divulgação levou a crer que a revista atende a interesses de um grupo, ou seja, não está apenas recebendo denúncias anônimas, está fazendo um acordo com criminosos.

Sempre que falamos de política, sempre destacamos os perigos das informações oportunistas das mídias de massa. A mídia de massa age de acordo com um grupo muito poderoso que decide qual a verdade que deve ser divulgada.

A investigação da relação entre o bicheiro e o líder Demóstenes torres mostrou de onde vinham as informações da revista. Arapongas, ex-agentes da ABIN, Agência Brasileira de Inteligência, faziam os grampos que resultavam em informações ou desinformações públicas.

O processo chegou ao goveno Agnelo Queirós, PT, o que animou aos ex-companheiros de partidos de Demóstenes Torres, já que o PT tem dificuldades para abandonar o “osso”, por isso tem mais a perder. Demóstenes já está afastado do partido e, supostamente, o escândalo não afetaria mais o partido DEM.

Os crimes são sempre os mesmos: cobrança de propinas, empresas criminosas que trabalham para o governo, caixa 2, 3, 4, etc.

O escândalo de Carlinhos cachoeira começa a revelar uma série de farsas, criadas pela oposição, divulgadas pela revista, para derrubar o governo.

Todos nós sabemos que fofocas como financiamento de campanha com dinheiro de Cuba, Farc, etc., ocorrem muito na política, mas a sua divulgação de maneira parcial, favorecendo um determinado grupo, isso é golpe e é considerado um crime grave, mesmo num país pobre como o Brasil.

As mesmas pessoas que acusavam Hugo Chaves de dar um golpe, fechando as TVs e outros veículos de comunicação que conspiravam contra seu governo, faziam a mesma coisa por aqui. Fico surpreso de ainda haver democracia e internet no país.

Agora, o que temos: De um lado, o crime atrapalhado do governo, com Renan Calheiros, Sarney, STF (jogando dos dois lados) e do outro, um grupo que sabe muito bem o que faz, inclusive afastar criminosos pegos em flagrante, como Arruda e o próprio Demóstenes, censurar a internet, etc.

Durval Barbosa, PC Farias e Carlinhos Cachoeira, foram elementos importantes da direita política, enquanto Marcos Valério reinou absoluto no mensalão da esquerda. O que esses escândalos tem em comum? Nenhum bandido fica muito tempo na cadeia, isso porque os seus mandantes políticos não foram presos, se fossem, todos os empresários e banqueiros do Brasil estariam em maus lençóis.

By Jânio

abril 13, 2012 Posted by | Política | , , , , , , , , , | 8 Comentários

Blindagem da economia brasileira

Natureza de Brasileiro

Guerra Cambial:

Comentário: Esse é um processo econômico inverso ao protecionismo e funcionou muito bem durante muito tempo, até a crise da globalização. Como um país auto-sustentável, o Brasil sempre teve o privilégio de manter a economia fechada, explorando o próprio povo.

Os emergentes se beneficiaram da crise da globalização e assumiram posições estratégicas, inclusive tirando vantagens da própria globalização, mas sem expor suas economias. Os países emergentes tem a desigualdade social e o descaso com seus cidadãos(baixo IDH) em comum.

Com esse novo cenário econômico mundial, o Brasil resolveu reclamar da guerra cambial, mas sem falar de sua alta taxa de juros, que sempre foi criticada pelos países ricos. Curiosamente, os mais prejudicados com a alta taxa de juros nunca reclamaram.

A alta taxa de juros sempre escondeu a cadeia corrupta que se esconde por trás da política econômica brasileira. Enquanto os países ricos exploravam o mundo inteiro com a economia aberta, o Brasil explorava o próprio povo, que sendo sustentável, resistiu.

A crise dos países ricos e do dólar, trouxe um novo questionamento aos emergentes que não querem ter suas economias afetadas pelo fim do imperialismo proporcionado pelo dólar. Como o valor do dólar esta atrelado ao depósito de ouro desses países, seria preciso criar uma nova moeda, bancada pela economia mais forte e é aqui que começa o problema.

Em minha modesta opinião, as economias emergentes tem uma forte influência da economia brasileira e a economia brasileira, como nós sabemos, é planejada para encobrir a corrupção.

A China tem feito o possível para desacelerar sua economia, pois sabe que essa bolha não vai durar muito tempo. O Brasil, por sua vez, já taxou a entrada de investimentos estrangeiros na bolsa e, como se isso não bastasse, taxou em 6% os financiamentos empresariais no estrangeiro, com menos de três anos, para evitar a especulação.

O que isso significa? A Cada medida, como essas, adotada pelo governo brasileiro, mais fechada, blindada, torna-se a nossa economia e mais forte os políticos que trabalham para os banqueiros também.

Os países ricos que tentam se segurar em qualquer ajuda econômica que possam conseguir, agora tem a segunda maior economia do mundo controlando os vilões fictícios e a sexta maior economia muito próxima de se tornar a quinta, sem falar dos outros emergentes, Rússia, Índia e South Africa.

A ganância dos banqueiros levou-os a decretar o fim do império do dólar, como seu dinheiro está em dólar, correm o risco de perder tudo. A saída para eles agora, seria investir em riquezas que não sejam intangíveis, como o ouro, mas melhor mesmo seria criar uma nova moeda com a ajuda dos emergentes.

Os altos executivos brasileiros vivem de corrupção, por isso tem muita experiência em economia internacional, infernos fiscais, etc., e serão eles os encarregados de criar essa nova moeda para os bilderbergers, talvez uma moeda baseada em outros bens de valores inigualáveis, como foi o ouro, e isso o Brasil também tem.

A Rússia é encrenqueira e anti-capitalista demais, a China é estatal. Como a África do Sul e a Índia tem muitos problemas, ainda mais que o Brasil, o Brasil apresentará o seu admirável mundo novo ao Club de Bilderberg, inclusive com o seu próprio Club incubado.

Comentário: Na medida em que a crise foi se agravando, pudemos notar que o texto acima foi se concretizando. Quando maior a crise, mais visível se tornou a corrupção e os problemas de países ricos, até então eles só viviam da exploração externa.

Problemas tão comuns da corrupção brasileira, puderam ser notados nas economias ricas, nem a poderosa Inglaterra conseguiu disfarçar seus problemas. A máscara caiu.

Comentário: Em nenhum momento os textos acima falam da economia brasileira como um todo, e de sua rede de problemas em série, por isso apresentamos um aspecto mais genérico, relacionado a tal guerra cambial.

O problema começa nos impostos altos, impossibilitando a concorrência.

Altos impostos são a maior fonte de corrupção, instabilidade e, consequentemente, lucro fácil para os bancos.

Falta de concorrência, traz a inflação.

Para controlar a inflação, ao invés de diminuir os impostos, o governo utiliza a taxa de juros.

Esse controle econômica custa caro para os cofres públicos, já que o governo emite títulos de uma dívida com juros muito altos.

Com a taxa de juros altas, aumentam os grandes investidores em dívida pública e encarece o crédito bancário.

A falta de dinheiro nos bancos, leva o governo a injetar mais dinheiro na economia, sem resolver problema algum, a não ser aumentar a dependência do governo ao capital privado e proteger a corrupção.

… e não é só isso, os juros altos atraiu mais dólares, comprometendo a política cambial do governo, já que o dólar caiu. A queda do dólar proporcionou um aumento de exportação e diminuição de exportação.

A blindagem econômica, cada vez mais forte, poderá levar as empresas estrangeiras a se aliarem aos corruptos daqui, para criar meios de participar desse mercado emergente. Alguns anos atrás, a receita descobriu um esquema de mercadorias que entravam ilegalmente no país, ganhando selo da Zona Franca, o mesmo esquema Brasil-Paraguai.

Conclusão: Fica claro que o governo não conseguirá manter essa blindagem, haverá uma reação dos países ricos que não aceitarão competir com nosso sistema escravista.

O próprio governo já começa a baixar as tão criticadas taxas de juros, que já foram muito mais altas, além disse, após o simulado ataque de 11 de setembro, a pressão aos corruptos aumentou em infernos fiscais.

Recentemente, pudemos testemunhar o confisco de dinheiro de ditadores, líbio e egípcio.

Será que o Brasil se tornará o novo oásis para investidores?

Se continuar o protecionismo, não. Apenas a elite brasileira terá direito aos lucros desse novo milagre econômico, mesmo assistindo ao campo de concentração nas filas de hospitais públicos, e massacres em favelas.

Como disseram os leitores e passaremos a repetir, precisamos de educação e informação, principalmente de informação. Para isso, precisamos proteger a internet.

Fonte de informações: Wikipedia

Comentários: By Jânio

março 5, 2012 Posted by | Política | , , , , , , , , , , , , | 5 Comentários

Escândalos no judiciário

juiz nicolau

Escândalo do TRT

Essa história de movimentação financeira ilegal do judiciário brasileiro, tem dividido opiniões de magistrados, tudo graças à tal da quebra de sigilo. Acontece que a lei brasileira é tão burocrática que fica quase impossível fazê-la funcionar.

Eu fico pensando comigo, ou esses investigadores não sabem nada de lei, ou fazem de propósito.

Desde o caso PC Farias, ficou claro que uma investigação mal feita compromete todo o andamento do processo, o que não se sabe é se isso é proposital ou não.

Recentemente, o STF anulou todo o processo de investigação das movimentações financeiras da família Sarney, implicando em ter de começar todo o processo investigativo novamente. Com a morosidade de nosso sistema judiciário, isso significa mais uns dez anos de nova investigação.

O Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) identificou 369 pessoas com movimentações atípicas nos últimos dez anos, mas o número inicial era bem maior e mais antigo. Em 2.002, houve uma movimentação de 282 milhões de reais, feita por um funcionário suspeito que até agora não foi identificado, o que não quer dizer que não saibam quem é.

A confusão aumenta porque alguns funcionários públicos, além de poder, tem muito dinheiro, ou seja, tem empresas, e todos nós sabemos que uma boa lavagem dinheiro só funciona se houver empresas no meio. Isso complica a vida da polícia e as vezes impossibilita a comprovação do crime.

A movimentação em 2.002 teria sido feita por um ex-doleiro, mas o tal doleiro nunca foi identificado em processo e lembra grandes máfias de lavagem como Paulo Maluf, Jaime Lerner, Banestado e Nagi Hahas, etc.

A desapropriação do terreno da massa falida da empresa de Nagi Nahas, Pinheirinho, em São José dos Campos, mostra que a lei está, sim, muito preocupada em defender os mafiosos brasileiros.

Não é a primeira vez que o judiciário se vê envolvido em escândalos, e foi justamente o TRT o pivô do escândalo do juiz Lalau e Luis estevam. Lalau foi preso, Luis estevam não, e isso já faz muito tempo.

Talvez esse seja o motivo para a escolha dos membros do STF ser tão rígida, pois são justamente eles que suspendem ou anulam investigações, libertam mafiosos e banqueiros, são eles os responsáveis pela burocracia ser tão Im(perfeita). Sem o STF, sempre haveria o risco de algum juiz optar pela ética, ao invés das leis maquiadas de nossá constituição.

As notícias sobre esses escândalos, que já, desde 2.002, parecem mais uma novela sobre a burocracia jurídica que um processo de fato, com direito a liminares suspensas e processos interrompidos devido a quebra de sigilo, invasão de privacidade, etc.

No Brasil é assim, a justiça foi criada para os bandidos, porque os honestos tem que seguir a lei. Quebrar sigilo de mafioso? Jamais, e a sua privacidade está acima de tudo.

Viva a República Federativa Militar do Brasil.

By Jânio

janeiro 26, 2012 Posted by | Política | , , , , , , | 18 Comentários

Casos policiais para brasileiro ver

acreditando na injustiça

Deputada Assassinada

O depoimento do primeiro dos acusados de assassinar Ceci Cunha, deputada alagoana, já foi polêmico. O acusado denunciou a Polícia Federal de tê-lo torturado.

O acusado afirmou estar em outra cidade, na hora do assassinato, e disse que foi forçado a acusar os outros envolvidos, chegando a citar o senador Renan Calheiros.

Além da deputada Ceci Cunha, outros três membros da família também foram mortos.

Esquecendo os assassinos e considerando-se os culpados pelo crime, o suplente da deputada teria sido o mandante, portanto crime político.

Enquanto isso, o policial que matou o operário durante uma operação policial, confundindo sua furadeira com uma arma, foi julgado inocente. Esse julgamento abre um precedente para outros processos no futuro. Pelo menos nesse caso, não ouvi falar nada em recurso, o que me leva a crer que o advogado da viúva era um defensor público.

O escândalo das movimentações financeiras, efetuadas pelo judiciário do Brasil, principalmente no Rio de Janeiro, mostra como está o nosso sistema.

Autoridades do judiciário, responsáveis pela região, afirmaram não ter notado nenhuma operação financeira suspeita, o que é mais estranho ainda.

Não há dúvidas que haja um testa de ferro nessa história, mas acreditar que haja apenas um culpado, aí, já seria pedir demais, não é mesmo?

Depois de se envolver em mais um escândalo, coisa de famosos ricos, o jogador Adriano se disse inocente, apesar de acusado pela mulher que estava no carro. Naturalmente, ele acusou a mulher pelo disparo acidental da arma e, nesse jogo de empurra empurra, sobrou para os peritos.

Parece que os perítos não identificaram nenhum vestígio de pólvora, nem na mulher e nem no jogador, mas como a mulher voltou atrás e disse estar mentindo, confessando que brincava com a arma, sobrou para ela.

Observação: Não eram só os dois que estavam no carro, e eu também não ouvi falar nada em apelação. Parece que a polícia prefere que fique assim.

O Rio de Janeiro continua lindo, São Paulo também. Alagoas, Brasil…

BY Jânio

janeiro 20, 2012 Posted by | Policia | , , , , , , | 1 Comentário

Organização secreta do voto

cara da corrupção

Organização Secreta

A instituição do voto secreto tinha por finalidade dar poder ao povo mas, num país como o Brasil, o povo nunca deverá ter poder, por isso há uma inversão de valores, onde o público torna-se privado e o privado torna-se público, numa (i)legítima PPP.

Essa inversão de valores fica evidente também na desigualdade social, onde noventa por cento das riquezas que deveriam ser públicas, ficam nas mãos de dez por cento dos ricos (privado), e o povo, noventa por cento da população, fica com dez por cento das riquezas, criando uma guerra para ver quem não vai morrer de fome. Observando melhor, notamos que a pirâmide do poder é inversamente proporcional aos direitos do povo.

Assim, foi só uma questão de tempo, até que os donos do poder decidissem que o voto na câmara dos deputados deveria ser secreto, mesmo sendo eles “homens” públicos que deveriam dar satisfação aos seus eleitores.

Em minha pequena cidade, uma máfia de mesários faz questão de tirar toda a privacidade dos eleitores na hora do voto. Todas a pessoas supostamente respeitáveis aderem ao obscuro sistema: Bancários, professores, comerciantes,etc. O pior de tudo é que não há onde procurar justiça, os políticos são influentes e tem autoridade para transferir policiais, juízes e promotores para onde desejarem, caso não obedeçam ao sistema, demonstrando o seu “mando” político.

Resumindo: O povo tem o seu voto público, enquanto o político tem o voto privado.

…e quando alguém lhe disser que vivemos sob um sistema diabólico, acredite, não é força de expressão. O diabo é cínico, perverso e brincalhão, adora inverter tudo, transformando a alegria em sofrimento, a ordem em anarquia, saúde em doença e o poder em escravidão.

…e a única maneira de escapar dessa armadilha é invertendo tudo de volta, portanto, um anarquista na realidade é coerente com a lógica, pelo menos num sistema caótico como o nosso.

As ONGs eram a última esperança do povo, mas os magnatas tomaram também essa ferramenta, transformando boa parte delas em verdadeiras máquinas de lavar dinheiro, principalmente as ONGs internacionais. No momento em que a África mais necessita das ONGs e da ONU, não há recursos para atendê-los.

Jaqueline Maria Roriz provou ser (in)digna da herança maldita da corrupção da família, um vídeo da deputada Jaqueline Roriz ao lado do marido Manuel Neto recebendo maço de dinheiro (50 mil reais) das mãos de Durval Barbosa, foi divulgado por um jornal. Um processo foi instaurado, mas rejeitado em votação secreta, sob alegação de que, na época, Jaqueline ainda não tinha o mandato.

Traduzindo: A ética está sob a lei, sob o sistema obscuro que eles mesmo defendem, enquanto isso, nada poderá afetá-los.

As manifestações de Brasília, que serviram de exemplo para outras pelo Brasil, foram fortemente reprimidas, e a eleição de Jaqueline mostrou que os eleitores estão perdidos e já não sabem para quem votar. A polêmica votação secreta só serviu para confirmar o que todos já sabiam, está tudo diabolicamente dominado.

…e que Deus tenha piedade de nós…

By Jânio

setembro 6, 2011 Posted by | Política | , , , , , | 6 Comentários

A solução para endireitar o Brasil

guerra ao crime

Boicote às Empresas

Já sabemos que os crimes relacionados à política, estão se tornando cada dia mais sofisticados. Antes, eram as empresas de publicidades que movimentavam quantias infinitamente superiores ao que elas poderiam legalmente movimentar, agora são os bancos, tornando tudo mais complicado.

Há um ditado que diz: “O Diabo manda fazer as coisas erradas, mas não ensina como.” Esse ditado ensina aos bandidos, que, além de não haver crime perfeito, não há transação segura, quando se trata de altas somas ilícitas.

Depois que o FBI, CIA, Scotland Yard e a Interpol começaram a rastrear movimentações de grandes somas de dinheiro não declaradas, as ações dos corruptos brasileiros se tornaram muito mais difíceis. Lavar todo o dinheiro aqui, sem a ajuda do próprio Governo, que controla a Polícia Federal, STJ, STF, Procuradores, Receita Federal, etc., é praticamente impossível; surgiram também os empresários “caras-de-pau”, daqueles que dizem: “Minha dívida de 2,5 bilhões foi perdoada, minhas empresas, dadas de garantia, estão liberadas. Traduzindo: “Eu ganhei aqueles 2,5 bilhões, para cobrir um rombo de quatro bilhões que foram desviados, estou muito feliz.”

Recentemente nós testemunhamos a força popular, quando o “Ficha Limpa” derrubou mais de 95 %  dos políticos com problemas na Justiça. Isso foi um duro golpe na máfia brasileira, já que a fonte de poder da máfia eram os fichas sujas, ou seja, quem não seguisse as regras, tinha a sua ficha suja desengavetada, como sempre acontece com o ambicioso Anthony Garotinho.

Com o “Ficha Limpa, os grandes coronéis perderam sua capacidade de controlar os fichas sujas, alguns, grandes líderes do Governo e da Oposição. Os mercenários finalmente foram banidos da política, com raras exceções.

Agora, sem a possibilidade de lavagem de dinheiro nos paraísos fiscais, todos os crimes podem ser esclarecidos, desde que a Polícia Federal faça sua parte, cabendo a nós boicotarmos essas empresas, para que todos os empresários sintam o peso de sua responsabilidade, julgados pela vontade popular.

Eu já havia pensado em medidas drásticas, como sair às ruas, revoluções, golpes, mas cheguei a conclusão de que isso são práticas de burgueses que não tem o que fazer. É preciso mostrar para os criminosos do colarinho branco, a importância da reputação.

A reputação anda em alta na internet, em redes sociais como Twitter, Facebook e Orkut, agora chegou a hora de transpormos essa realidade virtual para o mundo real.

Será um processo muito mais simples que o “Ficha Limpa”, muito mais transparente, infalível.

Vamos boicotar as empresas brasileiras criminosas, que praticam crimes contra o patrimônio público, contra a economia popular.

By Jânio

fevereiro 4, 2011 Posted by | Política | , , , , , , , , | 13 Comentários

Sessenta ex-governadores causam um rombo de 31 milhões

excesso de gastos

Governadores Aposentados

O escândalo das aposentadorias poderá ser um dos fatos mais marcantes, transformadores, da política dos últimos dias ou semanas. Eu fico me perguntando como um fato tão corriqueiro – Vai dizer que você não sabia? – pode gerar tantos protestos.

Eu diria que a corrupção exige criatividade, depois de algum tempo, todos querem “beber” da fonte, encarecendo muito essa prática. Assim, uma lei é criada para acabar com a farra, forçando os mais criativos a procurar outra forma de desviar dinheiro público.

A aposentadoria vitalícia dos ex-governadores é uma dessas práticas obscuras das quais falamos.

No estado de Minas Gerais, por exemplo, essa forma de apropriação indevida do dinheiro público, começou em 1.957, criado pela lei 1.657.

A legislação brasileira proíbe a divulgação dessas  despesas, mas é uma legislação estadual, ou seja, cada grupo político é dono de seu “cocô”, eu quero dizer, crime. O mais interessante nessa lei, é que, proibindo essa divulgação de gastos públicos – Há muito mais gasto, pode ter certeza – essa lei vai contra a própria constituição de 1.988, que proíbe a prática de atos secretos – Esses atos secretos já estão sendo chamados de caixa preta.

Mas porque essas práticas “comuns” agora se tornam escandalosas? – Devem haver vários motivos, além dos motivos mais claros, aumento excessivo dos gastos – Engana-se quem pensa que são só os governadores, os beneficiados por essa prática ilegal. Há políticos (governadores e seus vices, suplentes, presidentes e seus vices, suplentes, deputados, etc.), militares, herdeiros, filhos e adoções obscuras de políticos, viúvas, etc – também há a síndrome do traído.

Já notaram que por trás de um crime político, sempre tem alguma pessoa traída? – Vamos fazer uma pequena retrospectiva:

01 – Palocci foi considerado um avarento que convenceu o Presidente a trancar a porta do cofre, com o objetivo de aumentar as reservas, que chegaram a 250 bilhões só no primeiro mandato. A oposição soube usar a inexperiência política do partido do Governo, para preparar uma armadilha com o caseiro, um “laranja” que nem sabia o que estava acontecendo, para derrubar o Ministro forte do Governo.

02 – PC Farias foi um generoso “empresário” que cuidava muito bem do Presidente Collor, alguns descuidos contábeis abriram a caixa de pandora, envolvendo toda a elite da política brasileira. Havia muita gente envolvida, portanto muitos traídos: Pedro Collor foi o primeiro a denunciar, depois de saber que iria morrer de um doença fatal, mas houve uma traição; a esposa de PC Farias sabia que era traída, mas amava o marido; tanto a família de collor, quanto a família do próprio PC e milhões de outros políticos, foram traídos por PC, sua esposa avisou em todas as mídias, que ele iria morrer, mas a perícia disse que foi suicídio, mesmo com dezenas de homens na segurança de PC, ninguém ouviu nada, nem é bom continuar.

03 – Genoíno, um herói da resistência à ditadura, caiu como um pato, quando avaliou empréstimo para publicitários lobistas, foi o início de uma lista de mensalões, além de uma guerra declarada contra a oposição, o que culminaria em um mensalinho.

04 – O Juíz Lalau foi traído pelo seu genro, que divulgou a foto de um de seus apartamentos de luxo. Lalau era apenas um Juiz traído, mas Luiz Estevam, o  político que organizava todo os desvio do dinheiro, para a construção do prédio público, ficou livre e teve que criar um time, Brasiliense, para melhorar sua imagem.

05 – Maluf é o maior corrupto da história desse país. Mesmo sem nunca ter passado pela presidência, pela suas mãos passaram todas as classes burguesas de São Paulo; até a seleção brasileira foi premiada com um fusca, depois de ganhar a copa. Seu sucessor, Pita, foi traído, alí terminavam os anos de vacas gordas, e suas tetas maravilhosas – No final da vida, Pita foi flagrado recebendo propinas, bem ao estilo José Roberto Arruda.

06 – José Roberto Arruda poderia entrar para o Guiness Book: Primeiro arrumou uma grande encrenca para um dos maiores coronéis que a política brasileira já teve, depois de Sarney, ACM,  enquanto ACM, traído na votação, por Heloisa Helena, partiu dessa para a pior, Arruda voltou triunfante, tornando-se Governador de Brasília, até Durval Barbosa traí-lo, ou será que foi o contrário?

07 – Antônio Carlos Magalhães e José Roberto Arruda foram traídos por Heloísa Helena, por isso disseram que ela era do terceiro sexo, mas, no calor da discussão, deixaram vazar que sabiam do voto da senadora. A denúncia da senadora, levou a uma investigação, descobrindo a quebra do sigilo dos votos por fraude eletrônica.

08 – O banqueiro Daniel Dantas ia muito bem, até que Chico lopes fosse acusado de vazar informações sigilosas, mostrando que os empresários emprestavam dinheiro do Governo para especular contra o governo, mas o pior estava nas fraudes contábeis dos bancos. Se não fosse a ajuda do STF, os banqueiros estariam todos presos – … mas Henrique Meirelles já avisou que tudo está na lei. Para quem será que nossos legisladores trabalham?

09 – Roberto Jefferson foi pego no flagra, alguém disse que era armação de José Dirceu, pronto, a oposição finalmente conseguia derrubar o todo-poderoso do PT.

10 – Lembram-se do mensalão? – Pois é, o PT também não esqueceu. Investigando a fundo, chegaram até o coordenador internacional de campanha, Duda Mendonça, confesso que senti que ele ia morrer.

 Bom, esse é apenas um pequeno resumo, para mostrar que sempre tem uma traição, para se descobrir um crime. Como vale tudo para chegar ao poder, isso desencadeia muitas traições, o que leva muitos políticos a abrirem a caixa preta e exporem os atos secretos dos Governos, uma das maiores organizações secretas do mundo.

Só no Paraná, o custo de aposentadorias chega a 4,5 milhões, com mensalidades de até 24 mil reais mensais para ex-políticos, até o dia de sua morte.

Você já fez festa, depois da morte de um político? – Eu também já – Como somos ingênuos.

Depois que o político aposentado morre, sua viúva, filhos, amantes, herdeiros adotados, todos recebem uma aposentadoria  de 50%, mesmo sem nunca terem contribuído.

Na Paraíba, a aposentadoria não é tão diferente do Paraná, com ceca de 20 mil reais mensais.  O estado do Rio Grande do sul gasta cerca de 200 mil mensais com aposentadorias, a prática é tão comum que até os políticos que nunca se envolveram com escândalo, aderiram a prática.

No Mato-Grosso do sul já há denúncias desde 2.007, quando um Juiz considerou a prática ilicita, parece que não mudou muito por lá não.

Cerca de 60 ex-governadores estão envolvidos nesse escândalo, envolvendo uma quantia de 31 milhões de reais. Até governadores que governaram apenas dez dias recebem o tal benefício – Pelo menos agora, eu sei porque alguns governadores do Paraná, em final de mandato, pediam afastamento, deixando alguém em seu lugar, garantindo-lhe uma boa aposentadoria.

Vale destacar aqui os políticos conhecidos como íntegros, esses políticos tentaram se esquivar da denúncia, recusando a aposentadoria, ou dizendo que esse dinheiro seria doado. Vejam bem: Se recusarem esse dinheiro, ele volta para o governo, sendo gasto em outras atividades; se forem doados, constitui-se crime, utilizando verba do governo.

Políticos atuantes,  além de seu salário, recebem aposentadoria do governo – Vamos deixar bem claro que esse não é, nem de longe, o maior rombo nas contas públicas, tem muito mais.

Obs: Eu sei o que você estava esperando – Uma lista – acontece que nenhum político vai querer ficar fora desse tipo de corrupção, se ainda não entrou, vai entrar – E não adianta falar que vai doar, ou recusar o dinheiro. Esse dinheiro é pedido por ordem judicial, e será através dela que a prática deve ser encerrada, de preferência com cadeia, mas isso já é um sonho.

By Jânio

janeiro 31, 2011 Posted by | Política | , , , , , , , , , , , , | 11 Comentários

As moscas do Panamericano

escandalo financeiro

Fraude Bancaria

Vamos  conhecer um pouco a corrupção, e a política, brasileira? – Essa pergunta é estratégica, tanto pelo fato de a corrupção não estar limitada à política, como  divulga a mídia, quanto pelo fato de alguns leitores não terem estômago para conhecer tantos podres.

Isso me faz lembrar uma discussão de duas enfermeiras: Quando uma disse que não podia ver xixi e cocô – ficava com nojo do serviço – a outra enfermeira disse, imediatamente, que tinha muito mais medo de sangue, sugerindo que fizessem um acordo, enquanto uma limpava o sangue, a outra limparia o cocô e o xixi.

A indignação à proposta foi grande: “Aqui tem muito mais paciente sujo de sangue do que paciente sujo cocô e xixi. Você está pensando que eu sou idiota?

Enquanto a PPP espalha seu cocô por toda parte – Dessa vez o cocô é figura de linguagem, para os desavisados de plantão – esses vagabundos nem imaginam o sangue da população carente que jorra por essa  terra abençoada por Deus – vagabundos também é figura de linguagem, Deus me perdoe se for blasfêmia o resto.

Vamos interromper a narrativa, para fazer uma pergunta estratégica: “Quanto vale os bens de uma empresa falida?” – vamos aproveitar para fazer mais uma: “O que você pensaria de uma pessoa que vende seus bens, em seguida, utiliza esses mesmos bens como garantia de um financiamento, mesmo já não sendo seus esses bens.

Todas essas questões estão presentes no escândalo do Panamericano/CEF, um escândalo que começou quando  a Caixa Econômica comprou parte do Banco, para evitar sua quebra, mas sem assumir o controle do banco – valor da transação: 700 milhões. O rombo aumentou, chegando a 900 milhões, aí, o Grupo Silvio Santos, controlador do Panamericano, teve uma pequena ajudinha de “mais” 2,5 bilhões – A soma é tão alta que precisamos simplificar os números, para economizar  no texto.

Assim, com todo o sistema bipartidário envolvido na corrupção, resta a corrupta justiça fazer a sua parte, fazendo uso de uma legislação que nem merece uma reforma, já que sempre fica pior, onde só uma revolução resolveria esses problemas, e eu não estou falando de armas de fogo, que fique bem claro.

Como é inconstitucional prender um político corrupto, resta-nos a pena de morte, para nos dar a sensação de justiça, não aquela pena de morte proibida por lei, mas a pena de morte do destino; Quando um Juiz é morto por criminosos, quando a polícia mata a própria polícia – Já é a terceira notícia que eu vejo sobre isso, me faz até lembrar de um comentário que eu fiz, para um policial amigo meu: “Você confia em seu parceiro, mesmo estando ele armado?” – Ele me respondeu: “Claro, eu nunca fiz nada para ninguém, porquê eu não confiaria?”

Lembrei-me também da declaração da Prefeita de Jandira, algo como: “Meu Deus, como chegamos a esse ponto, discutir política com armas de fogo?” – Crise Na PPP? – Há mil formas de matar o povo, mas a elite não morre em filas de SUS, Prefeitura, quaisquer conflitos, serão resolvidos de outras formas.

Se não há justiça no país, para que se preocupar? – Até criminosos se entregam, quando precisam de um bom tratamento de saúde, faz parte do princípio da PPP.

Quando vi a reprise da audiência do ex-Presidente do Banco Central, lembrei-me de PC Farias, o mártir dos corruptos, e sua máxima, em filosofia política – “Vocês são todos hipócritas” – frase corajosa, mas que pode ter custado muito caro – Em sua tradução livre: “Eu comprei todos vocês.”

Henrique Meireles, homem forte do Governo, responsável pelos cerca de duzentos e cinquenta bilhões de dólares, acumulados no primeiro mandato de Lula, insistia na argumentação preferida dele, algo como: “Toda a investigação foi feita sob sigilo, como manda a lei criada pelos Senhores. o Banco Central não poderia revelar dados sigilosos do processo, antes da conclusão e análise do processo em questão” – Concluía ele, com algo como – “Se me perguntarem se a lei deveria ser mudada, eu diria que sim, diria que não concordo com a forma como está, mas devemos seguir a lei; quando a lei for mudada, então o processo ocorrerá, como passará a exigir a lei” – Mais um filósofo político.

Henrique Meireles não quer passar para a história como uma pessoa descuidada, ou sem inteligência, nas entrelinhas, escancara os podres do sistema, mostrando todo o “cocô”,  mesmo sem dar nomes aos “bois”.

Eu também poderia traduzir um pouco das mazelas do que está ocorrendo, apresentar os motivos/consequências de tudo isso.

Já passou da hora da classe média alta entender que, na Democracia, o poder deve estar com o povo. O poder estará mais seguro nas mãos do povo, já que o povo age de acordo com a barriga, mas é crente; o povo não esquece o que é feito de bom; o povo não aumenta impostos; o povo quer mais trabalho do que dinheiro…

É preciso que a classe média alta entenda de uma vez por todas, que oitenta por cento das riquezas está indo para as mãos de poucos coronéis.

O povo precisa de informações verdadeiras, sem falsas ideologias bipartidárias; precisa ouvir informações verdadeiras e sem interesses. Não há mais volta, não dá para mentir, enganar, em época de internet, o povo sabe muito mais do que se pensa ou diz.

O jovem camelô venceu na vida, finalmente mostrou de forma escancarada como consegue jogar dinheiro para o povo – como diz o ditado: “Vem fácil, vai fácil.”

O Empresário ofereceu seu patrimônio falido como garantia, tudo como forma de retardar o processo, ganhar tempo para encontrar uma saída num sistema burocrático que chega ao limite, mas com uma dinâmica assustadora.

Primeiro, o banco estatal ofereceu 700 milhões por parte do patrimônio do Panamericano – sem assumir o controle, a dívida aumentou; ofereceu um financiamento de 2,5 bilhões – um valor maior que o valor real do banco; foram verificadas fraudes bancárias, para conseguir esse financiamento, levando o BC a investigar outros bancos menores, que participavam de negócios com o Grupo Silvio Santos.

Silvio santos declarou que pretende processar gerentes e auditoria. Henrique Meireles deixou bem claro que a auditoria é feita segundo a lei, por uma empresa privada,  especializada.

Traduzindo: É como planejar um crime bilionário, usando um laranja “analfabeto” – o “alfabeto” é figura de linguagem também. Os políticos não tem culpa, pois a responsabilidade é de uma instituição bancária; a instituição bancária não tem culpa, pois a auditoria foi feita por uma empresa privada; o Grupo Silvio Santos também não tem culpa, pois a responsabilidade de contratar a tal empresa de auditoria era de responsabilidade da Caixa Econômica Federal.

A Declaração de Sílvio Santos de processar diretores do banco e a auditoria, faz parte de um processo burrocrático normal – Erros de português serão perdoados, em nome dos erros da Justiça brasileira – deixando a pergunta: Em todo grande roubo, pergunta-se onde está o dinheiro roubado; seria impossível lavar 2,5 bilhões, em curto espaço de tempo, mas como bom filósofo político – É! Eu também sou! –  a corrupção rompe a barreira do tempo e do espaço: O dinheiro já havia sido roubado, para descobrir o roubo é preciso viajar no tempo – Eu sei que isso é tecnicamente impossível, com as atuais tecnologias, mas a Física já entrou no campo da Filosofia há muito tempo, meu(a) caro(a) amigo(a), ah ah ah.

O dinheiro já vem sendo roubado há muito tempo, desde o descobrimento do Brasil – É! O Descobrimento do Brasil foi um roubo, roubaram metade, até o Tratado de Tordesilhas, depois roubaram o resto – mas isso não é desculpa para continuarem roubando, agora estamos falando do suor e do sangue do povo.

Se voltarmos no tempo, descobriremos que os 2,5 bilhões, mais os 700 bilhões, já vem sendo roubado há muito tempo, sendo descobertos só agora, na hora de “tapar o buraco”.

“Dizem” que um cliente de nome Adalberto Salgado, Juiz de Fora – MG,  possuiria um investimento de 400 milhões, com juros, gentilmente ofertados pelo banco, de 30% ao ano.

Eu lembrei de um amigo meu, ele tinha cerca de 1,5 milhão no Banco do Brasil, com rendimentos generosos de 2% ao mês, 24% ao ano. Segundo ele, esse dinheiro servia estrategicamente para o banco, para suas atividades normais – A poupança pagava, nessa época, 0,5% ao mês, cerca de 6% ao ano, enquanto a taxa de juros do BC girava em torno de 19%, em plena era FHC.

Isso poderia explicar o generoso rendimento do CDB, Certificado de Depósito Bancário, do sortudo cliente? – Estamos falando de 400 milhões,  na era Lula, quando a taxa do BC fica na faixa de 10%, para 30% há uma diferença considerável, não é mesmo? – Não há estratégia empresarial que explique uma aplicação tão alta.

O rombo relativo ao financiamento do FGC, Fundo Garantidor de Créditos, foi comunicado no dia 11 de setembro, véspera de eleição – 11 de setembro te lembra alguma coisa? – Haveria alguma insinuação implícita? – Notem que eu não falei em conspiração.

Politicamente, esse fato não pode ser aproveitado nas campanhas, todos os (dois) partidos estavam até o pescoço de cocô, se o sistema não fosse bipartidário, se a mídia de massa não estivesse envolvida, poderíamos até pensar em mudanças a partir desses fatos, mas o jogo de poder brasileiro continua muito forte.

Se as pessoas soubessem quanto dinheiro é roubado no Brasil, através de artimanhas dos coronéis da política, não protestariam contra seus aumentos de salários, protestariam contra os impostos, isso poderia até unir, finalmente, a classe média à classe baixa.

…eu também posso sonhar, não posso?

By Jânio

janeiro 9, 2011 Posted by | Política, Policia | , , , , , , , , , , | 3 Comentários

Tiririca elege o ex-Delegado da Polícia Federal

 

Proibido de assumir

Deputado Cassado

Eu estava curioso para saber quem eram os políticos eleitos por Tiririca, um deles eu descobri na Wikipedia, trata-se de Protógenes Queiróz, ex-Delegado da PF, responsável por várias operações famosas.

Entre as grandes operações deflagradas pela PF, sob o comando de Protógenes Queiróz estão:

O Caso corinthians/MSI, por suposta lavagem de dinheiro e evasão de divisas, fraudes da arbitragem do futebol brasileiro, no ano de 2.005.

Remessas, ilegais, de dinheiro para paraisos fiscais. Nessa operação, estavam envolvidos os ex-prefeitos, Paulo Maluf e Celso Pitta.

Operação contra o contrabandista chinês Law king chong. Além de contrabando, havia denúncias de souborno no processo.

Operação satiagraha, envolvendo Daniel Dantas, Naji Nahas e Salvatore Cacciola, onde foram denunciados: lavagem, corrupção e desvio de dinheiro público. Foi nessa operação que a Justiça brasileira foi colocada em cheque, onde o futuro réu, Daniel Dantas, já havia entrado com pedido de Habeas Corpus antes do início da operação da PF.

A operação da Polícia Federal, depois de denúncias e/ou investigações prévias, executa prisões preventivas e verifica a possibilidade inciar processos contra os prováveis criminosos, sempre acompanhada de um Procurador.

Quem acompanhou esses casos de perto, viu a dificuldade que a justiça enfrenta diante da lei, onde o Ministro do Supremo libertou Daniel dantas, mesmo sem ouvir os outros juíses, provocando uma grande polêmica, inclusive de procuradores  de São Paulo.

Normalmente, o processo teria que passar pelas mãos de outras autoridades, inclusive pelo STJ, antes da soltura do réu, caso essa fosse a decisão da Justiça. O Ministro do Supremo “adiantou” o processo.

“Os senadores Arthur Virgílio (PSDB-AM), e Tasso Jereissati (PSDB-CE) acompanhados por outros quatro senadores, manifestaram desacordo com a marcha das operações e elogiaram as declarações do presidente do STF, Gilmar Mendes que, em entrevista à rede nacional de TV, e mais de uma semana antes de prolatar sua sentença nos autos, classificou de “espetacularização” a atuação de agentes da PF (que qualificou publicamente de “gângsteres”) nas prisões de Dantas, Pitta e Nahas.”

Não é à toa que o homem do jatinho e o defensor dos fracos e oprimidos perderam a eleição, eu até retiro a opinião que eu tinha de “grandes políticos”.

A grande quantidade de pessoas envolvidas a Naji Nahas e Nelson Dandas, era tamanha que o Delegado virou réu, e os réus passaram a acusação, com o apoio da autoridade máxima do judiciário, Gilmar Mendes, Presidente do STF.

Foi nessa época que o então Delegado da PF foi acusado de irregularidades na operação, fraude processual e violação de sigilo, inclusive de escuta ilegal de envolvidos no caso e acusação de ter grampeado o próprio então Presidente do STF.

Apesar da operação ter sido acompanhada por autoridade jurídica federal, o Delegado foi condenado por se utilizar de meios ilícitos, inclusive de atividades típicas de polícia secreta. Protógenes se defendeu alegando que a participação de serviços da inteligência seria normal, em casos como esse.

Com isso, o ex-Delegado foi condenado, impossibilitado de exercer o cargo de Deputado Federal, no qual foi eleito, mesmo tendo obtido apenas 94.906 votos. O Delegado foi eleito com a ajuda de outro candidato que está sendo processado,  depois de obter um milhão e trezendos mil votos, o palhaço Tiririca.

A palhaçada voltou as manchetes, já que a possibilidade de  condenação do ex-Delegado da PF, depois da soltura de Daniel Dantas, seu investigado,  seria difícil de se explicar para a sociedade. Então, nada mais (in)justo do que sentenciá-lo a mesma pena de seu investigado Daniel Dantas.

Salvatore Cacciola, outro famoso mafioso brasileiro, descobriu que não deve sair do Brasil, já que foi preso lá fora.

Protógenes foi eleito pelo PCdoB, depois de obter 94,906 votos, com a ajuda do palhaço Tiririca, do PR, recordista de votos para Deputado Federal.

Fontes:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Opera%C3%A7%C3%A3o_Satiagraha

By Jânio

novembro 13, 2010 Posted by | Política | , , , , , , , , , , , , , , , | 13 Comentários

A corrupção e a grande questão das eleições

calculo

Grande Questão

Eu estava procurando alguma boa notícia, relacionada às eleições 2.010, para publicar. Para os defensores da democracia, a boa notícia é que ela vai prevalecer.

Depois de manipular corações e mentes durante dezenas de anos, a mídia ficou desacreditada. O grande apocalipse e as ameaças anunciadas no passado não aconteceram, e as pessoas pararam de seguir seus patrões.

Muitas coisas estranhas ainda acontecem no Brasil, mas nada que possa abalar seus rumos, o sistema bipartidário está firme e forte.

Não haverá choque, nem surpresas, o que as pesquisas estão divulgando deverá se confirmar, ou seja, saberemos dos resultados das eleições bem antes dela se realizar.

O povo não tem mais medo dos candidatos, finalmente, tudo vai ficando mais claro: São dois lados da mesma moeda, de um mesmo sistema, controlado pelo nosso bom e velho sistema capitalista.

O que é bloqueado pelas mídias de massa, acaba vazando na internet. A esquerda tornou-se direita, a direita é a oposição, e o povo ficou perdido.

A direita tenta mostrar o lado podre do poder, mas se esquece que foi ela quem criou todos esses problemas de que tanto fala.

Nem mesmo Hugo Chaves ou Fidel Castro conseguem evitar que a internet espalhe as informações pela população, isso acontece porque um bom hacker, e o mundo esta cheio deles, consegue montar um sistema de internet com muita facilidade.

A internet via telefônica poderia ser controlada, mas aí veio a internet via rádio, satélite e elétrica, Não dá mais para tapar os olhos, nem os ouvidos do povo.

As grandes empresas, principalmente as de comunicações, continuam as mesmas: Tendenciosas, confundem informação com manipulação – não é a toa que fazem tanta questão de funcionários com formação em comunicação social.

Isso também pode explicar o porque do fim da exigência dos diplomas: A internet mostrou que as informações e os conhecimentos não tem dono, todos podem repassar através de seus sites.

Não fiquem com medo, a verdadeira disputa aconteceu no primeiro turno, o segundo turno será apenas para dividir o bolo, para escolher entre a panela e o fogo – Advinha quem vai ganhar?

Estamos acostumados com isso há muito tempo, sabemos que nada deverá mudar, já que esse sistema não permite.

De um lado, um candidato com histórico de corrupção; de outro, um candidato tapando o sol com a peneira, esquecendo-se que a Polícia Federal nunca pode trabalhar antes.

…mas nós ainda continuamos sonhando, olhando para nosso futuro, com o aumento de instituições, organizações preocupadas em mostrar o sentimento do povo, essa é a única maneira de mudarmos o mundo.

Mudanças a curto prazo  não teremos – Alguém ouviu algum candidato falando em planos para baixar o imposto?

O único sinal de que alguma coisa iria mudar, seria o anúncio de um plano para baixar os impostos. Baixar os impostos implicaria em um processo constituído por uma série de medidas: Baixar os impostos significa diminuir a corrupção; melhorar a infra-estrutura; aumentar o IDH; enfim, melhorar a vida dos brasileiros.

Nenhum dos candidatos teve sequer a dignidade de sinalizar para uma tendência nesse sentido. Ambos tem oito anos no governo, passado socialista, cometem os mesmos erros e não conseguem se livrar da corrupção que os cerca.

Não pedimos que os impostos caiam imediatamente, mas que, pelo menos, diminua aos poucos, para que um dia, quem sabe, possamos nos livrar dessa corja que sonha em ser político, polícial ou bandido.

Alguns anos atrás, havia um humorista que falava sobre as operações de combate ao contrabando.  Ele dizia: “Contrabando significa contra o bando, portanto, quem compra no Paraguai está agindo contra o bando.”

È isso, imposto alto sustenta um bando de safados, políticos sem-vergonha que nunca vão abrir mão do poder e de enganar seus eleitores.

By Jânio

outubro 27, 2010 Posted by | Política | , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 9 Comentários

A farsa da falsa Democracia

fonte da força

Excesso de Poder

O segundo turno das eleições no Brasil não apresentou nenhuma surpresa, de um lado o representante  da classe operária, supostamente identificado com os pobres, de outro, um candidato com passado socialista, mas com dificuldade em conquistar as camadas mais pobres da população.

As mídias de massa, mais do que nunca, tentam manter as aparências de neutralidade, mas a internet, através dos blogueiros, responsáveis por cerca de cinquenta por cento dos leitores do país, denuncia o que acontece por trás das cortinas das eleições 2.010. O que acontece, o que não acontece, o que acontece mas que a mídia faz parecer que não aconteceu.

Não espere temas polêmicos como aborto, movimento sem terra, pena de morte, comunismo, socialismo, democracia, direitos humanos, idh,  etc. Ambos os candidatos sabem que não precisam chegar a esses temas, desenvolveram uma técnica de fugir do assunto que – Se fosse crime fugir do assunto, seriam presos em flagrante,  durante o debate.

No primeiro turno já havia uma guerra não declarada, entre os formadores de opinião dos dois candidatos, mas foi no segundo turno que essa briga se acirrou.

No segundo turno, ficou difícil poder se manifestar sem mostrar o seu lado. Se de um lado, os eleitores de um determinado partido estão mais moderados, para não se identificar, do outro, seus eleitores iniciaram uma grande campanha, seguindo a estratégia de seu candidato.

Um detalhe interessante nessas eleições, é o papel dos candidatos, líderes que expressam através de suas ações, suas estratégias de campanha, levando com eles uma legião de eleitores a se manifestarem de acordo com o discurso estipulado.

As pessoas que realmente queriam mudanças, a essas alturas, já não estão na disputa, então o panorama fica muito mais claro.

Eleitores atacam seu adversário, apesar de não apresentarem claramente suas propostas. Os eleitores não sabem exatamente o que querem, mas sabem muito bem o que não querem.

Dilma e Serra são dois lados de uma mesma moeda,  de um mesmo sistema, o sistema bipartidário – O que ganharemos com isso? –  nada – também é verdade que temos pouco a perder.

Para satisfazer a elite, onde o topo da sociedade é a própria classe política, o IDH é constantemente comprometido, assim, o sistema tributário cobra uma alta taxa de impostos, oferece formas para que os grandes empresários utilizem o sistema à sua maneira, custeados por leis favoráveis a eles, onde até o Banco Central tem sua participação.

Enquanto as empresas estruturam mecanismos e fortalecem um sistema adequado aos seus propósitos, os políticos corruptos são convidados a participar desse processo. Político corrupto é mais “útil” ao sistema, fora que dentro da prisão – Bem diferente de um traficante, vocês não acham?

Quando os democratas dizem que o poder emana do povo, eles podem ser tão cínicos quanto os comunistas que eles tanto temem. Os comunistas, aqueles que supostamente deixariam o pais nas mãos do povo, usam as forças armadas para manter a “ordem”.

No Brasil, as forças armadas supostamente temem o comunismo, mas são as forças armadas que sustentam o comunismo na China. O comunismo da China só é usado para manter o poder, porque o sistema é capitalista – Entendeu? – eu também não.

As mudanças no pais não são feitas por pessoas honestas, são feitas pelos próprios membros insatisfeitos desse sistema decadente.

Durante a nossa história política, são raros os casos de líderes políticos que se destacam, ao invés disso, nomes de famosos ligados ao crime organizado, vão escrevendo nossa história, inspirados pelo mestre da sujeira e do nojo, Marquês de Sade.

A eleição obrigatória nos obriga a sair de casa, muitas vezes sob chuva, para votar em candidatos que sequer acompanhamos, pelo menos no primeiro turno.

No segundo turno, em meio a fezes e outros dejetos trazidos pela internet, vamos enfim, como o Marquês de Sade, visualisando o melhor que podemos encontrar no sistema bipartidário – a sujeira – é através dela que escreveremos a história de nosso pais.

Você pode votar em branco se quiser, mas não seja tão pretensioso, se você pensa que pode escapar desse circo, andar fora da lama e se esquivar desse lixo, está muito enganado. Votando em branco não estará fora desse circo, ninguém pode fugir desse espetáculo.

Dizem que a Democracia é o poder que emana do povo, isso é uma grande mentira –   “A Democracia é o poder que emana das minorias organizadas e legitimamente constituídas”. Não pode haver Democracia enquanto as mídias de massa controlarem o poder, também não pode haver Democracia com instituições de grande porte, com muitas pessoas, controlando o poder, isso geraria manipulação.

Regiões onde as associações de moradores e instituições de pequeno porte atuam, tendem a se desenvolverem mais aceleradamente que outras localidades.

Cuba é formado por uma organização política, liderada por Fidel Castro, mas não é legitimamente constituída; Getúlio Vargas criou uma organização, um sistema a sua maneira, mas seu sistema nunca foi legitimado pelo povo.

Os grandes controladores de nosso sistema não tem interesse na proliferação de pequenas instituições sociais organizadas, isso porque todas as grandes instituições de nosso país são movidas a interesses, interesses da elite.

Não temos nenhum interesse em ensinar a pescar, nosso interesse é monopolizar a tecnologia, o conhecimento, a informação. Preferimos dar o peixe, mantendo o nosso “gado” no curral.

“Welcome to Brazil”.

By Jânio

outubro 16, 2010 Posted by | Política | , , , , , , , , , , , , , , , | 23 Comentários

A crise da PPP

começo da crise

Briga de Gente Grande

A PPP é a base do marketing, onde são identificadas as áreas onde um empreendedor deve ficar atento, para que seu empreendimento obtenha o sucesso desejado.

Eu criei uma nova PPP, uma versão para os donos do poder, incluindo os políticos, a polícia e os pilantras. Há muito mais elementos que poderiam  ser identificados com o P, mas não seria certo, principalmente porque alguns são mais vítimas que algozes, como é o caso das prostitutas, por exemplo.

É evidente que a política reflete, em parte, o comportamento do povo. Mesmo sendo elitizada, a medida em que o povo assume uma postura mais séria, alguns políticos menos corruptos tendem a aparecer.

Há algum tempo atrás, a compra de votos e os mensalões, bem como megashows de celebridades, durante as grandes campanhas, era uma prática normal, não só tolerada pelo povo, como apoiado por ele.

O povo queria acompanhar a política, mas os velhos discursos eram muito enfadonhos, a saída eram os shows.

No escândalo da assembléia do Paraná, o máximo que eu ouvi foi: “O dinheiro desviado terá de ser devolvido”, eu fiquei pensando, mas, e a cadeia?

Nos últimos meses, acompanhamos vários pequenos escândalos, mostrando que a corrupção está bem mais próxima do povo do que parece.

O escândalo de Brasília deixou a impressão de que não havia a quem apelar, foi preciso a intervenção da terceira instância da “Justiça”. Mais tarde, outro escândalo  em Dourados, mostrou que a corrupção no baixo escalão pode ser muito maior que no topo da hierarquia.

Agora, às vésperas das eleições, estamos às voltas com mais um crime político, em Amapá.

A principal característica desses crimes, é que não há separação entre governo e oposição, não há possibilidade de corrupção sem a participação da oposição.

Uma estátua deveria ser erguida em homenagem à resistência a corrupção, por meia dúzia de heroicos manifestantes em Brasília. Em Dourados, parece que o povo está provando que prender corruptos não é inconstitucional, é questão de vergonha na cara.

Normalmente, para se prender um político criminoso, é preciso cassar seu mandato. Enquanto esse político não é expulso de seu próprio partido, sua cassação fica muito mais difícil.

A prisão de toda a polícia, em Campo Largo, é um sinal de que há uma luz no fim do túnel.

Em minha cidade, quando se faz uma denúncia, essa pessoa é vista como inimigo público número um, supostamente sujou o nome da cidade, mas, na realidade, as mudanças dependem de denúncias. Quando há conivência de autoridades, ou da população,  no crime, a corrupção e a organização criminosa se tornam muito mais fortes.

Cidades onde estão ocorrendo essas pequenas revoluções, no futuro, terão a sua chance de crescer. Tudo o que começou com denúncias, desde que as autoridades não atrapalhem a ação da justiça, iniciarão um processo de cidadania, onde o futuro das próximas gerações estará assegurado.

O grande “pecado” dos políticos, até aqui, para a nossa sorte, foi a vaidade. Foi pela vaidade que Roberto Jefferson entregou todo o esquema de mensalão, uma armadilha que jogou Roberto Jefferson contra José Dirceu.

Durval Barbosa entrou para a história, como o primeiro político digital, derrubando a alta cúpula de Brasília.

Ainda há muitos problemas na justiça brasileira, burocracias que dificultam separar um ladrão de galinhas de um grande mafioso. Quando isso acontece, não é o ladrão de galinhas que é solto, é o mafioso.

Fora isso, o povo está fazendo a sua parte, é em meio a essas pequenas revoluções que deverão surgir grandes políticos do futuro, educados, honestos e conscientes de suas responsabilidades sociais.

By Jânio

Textos relacionados:

A política torta do Brasil

Eu não acredito em teoria da conspiração

Mortes misteriosas de celebridades

Presidentes do Brasil

A história de José Sarney

PT acerta o próprio pé

Políticos com problemas na justiça

O massacre do sítio caldeirão

A crise da PPP

Ficha Limpa

Trinta anos de escândalos no Brasil

setembro 15, 2010 Posted by | Política | , , , , , , , , , , , , | 43 Comentários

Durval Barbosa prendeu Arruda e ainda ameaça

Arquivo vivo

Dono da verdade

Eu sempre digo que a corrupção brasileira é um jogo de gente grande, o povo sempre assiste alheia a tudo. A democracia, no Brasil, surgiu quando a burguesia descobriu que era mais fácil controlar o povo do que a  aristocracia.

Segundo a burguesia, o controle do povo deve ser feito de maneira completa, qualquer notícia, precisa ser averiguada e verificado os efeitos que essa notícia terá sobre o sistema. Como fazer isso? – Talvez preparando as notícias e apresentando-as à imprensa através de assessores de imprensa, deixando os veículos de divulgação bem preguiçosos.

É muito comum, até entre as maiores empresas de notícias do país, comprar as notícias de agências, até as imagens. As faculdades de comunicação social, certamente, devem alertar seus pupilos para o risco do que se divulga.

Assim, a internet se transforma em um veículo perfeito para divulgações de informações verdadeiras, isso é bom, mas as farsas são corriqueiras na rede também, é preciso calcular os riscos, ser precavido; em alguns casos podemos chegar às verdadeiras notícias antes dos grandes veículos de comunicação, evitando a manipulação dessas informações.

O que não faltam, nesses casos, são ferramentas para verificar a autenticidade das informações. há câmeras, celulares e filmadoras portáteis por toda parte, algumas pessoas fazem qualquer coisa para conseguir seus quinze minutos de fama, outras acidentalmente, e há aqueles que são doentes mesmo, precisam de um tratamento psiquiátrico.  Todos registrando os fatos em tempo real.

O que sabemos é que as informações se transformaram em armas, em mãos erradas e nas mãos certas também. É preciso estar ciente de que estamos sendo filmado, toda vez que se está em ambientes públicos, ou  na própria casa, caso se esteja envolvido em questões importantes; todos deveríamos estar envolvidos na questões importantes. Através da parabólica e  dispositivos de audiência, pode-se  invadir a privacidade de qualquer pessoa, até os traficantes estão sendo filmados.

Durval Barbosa, o homem que denunciou o chamado mensalão do DEM. em Brasília, vem ameaçando autoridades importantes, dizendo ter mais informações relevantes sobre corrupção. Até onde eu sei, chantagem é crime, portanto o Senhor Durval estaria, na minha modesta opinião, infringindo a lei.

Eu me lembro que PC Farias, ex-tesoureiro de Collor (ex-presidente do Brasil) afirmou,  frente aos parlamentares: “Vocês são hipócritas!” – dando a entender que todo mundo tinha problemas com a justiça, e ele sabia disso.

As informações importantes, quando relacionadas a crimes, podem resultar em tragédias, mas algumas pessoas, como o Sr. Durval, não se importam com isso, calculam muito bem o perigo que correm. Roberto Jefferson fez isso quando denunciou o primeiro mensalão, sabendo que a “teta” tinha secado e sua carreira terminada, entregou todo mundo.

No caso de Durval Barbosa, ele age como se conhecesse muita coisa e como se pretendesse negociar essas informações. Ele tem uma vantagem sobre Roberto Jefferson, não é tão hipócrita; também sobre PC Farias, sua família não é tão desunida;  PC pagou muito caro pelo isolamento.

Finalmente, podemos dizer que Brasília não é Alagoas. Brasília não tem sua taxa de analfabetismo tão alta, não tem grandes coronéis dominando o “mando político” e as comunicações, através de suas redes de comunicação. Definitivamente, Brasília é diferente, menos a corrupção.

Os possíveis envolvidos sabem que é preciso cautela. Se na primeira vez que Durval fez a ameaça, ele cumpriu, aqui vale o ditado popular: “Cachorro mordido por cobra, tem medo de linguiça.”

Durval não é fraco, como PC, nem é kamikaze como Roberto Jefferson; Durval é um político da era moderna, o primeiro a se utilizar de ameaças e chantagens, colocar políticos e a imprensa em xeque, ou em cheque mesmo, sem que a polícia possa fazer nada.

By Jânio

abril 2, 2010 Posted by | Política | , , , , , , , , , | 17 Comentários

Trinta anos de escândalos na política brasileira

abertura política

trinta anos de escândalos

O Brasil é um país riquíssimo, prova disso é que faz parte do G20, o que não significa força do Estado cujo anarquia não permite que isso ocorra. O G20 envolve as vinte maiores potências de interesse dos capitalistas, países de potencial econômico muito grande e que não impõe restrições burocráticas de modo a inviabilizar futuros investimentos.

Apesar do Brasil estar confortavelmente entre os vinte maiores interesses internacionais, sua estrutura é de um pais subdesenvolvido, sua incompetência para gerir projetos importantes ligados à educação, transporte, saúde, saneamento básico, segurança e criação de empregos, deixa os membros do G20 constrangidos, prova disso é a luta do Brasil pela tão sonhada cadeira permanente no conselho de segurança da ONU.

É como se o setor público não tivesse o menor compromisso com a questão administrativa, onde o aumento de gastos é constante, a queda na produtividade é visível. Dessa forma, aumento de impostos que atingem os últimos recursos de sobrevivência dos cidadãos comuns, do setor privado, são uma afronta a dignidade humana, um convite a uma sub-classe informal, invisível ao estado, em comunidades abandonadas das favelas ou regiões distantes desse imenso pais chamado Brasil.

Ser rico, no Brasil, quase sempre implica em ser desonesto, já que o sistema é claramente escravista. Chamar um empresário de rico, significa afrontá-lo, a grande maioria se sente extremamente constrangidos ao serem chamados de ricos.

A ambição é grande. Primeiro criam-se formas que facilitem a corrupção, leis que protejam os políticos, em seguida criam-se projetos e mais projetos, sem a menor competência para geri-los, afinal é dinheiro público, dinheiro fácil.

Há uma inversão clara de números onde oitenta por cento implicam em pagamentos de impostos, de alguns produtos, enquanto vinte por cento refletem o valor real do produto. As referências para tal desrespeito com as pessoas são os países ricos, são dos países ricos que vem a base de cálculo para os salários dos marajás brasileiros.

Enquanto uma dezena de políticos agem em seu próprio benefício, a grande maioria dos politicos não sabe sequer o que fazem ali, a única coisa que tem certeza é que seus salários deverá ser igual ao de seus companheiros. Eles pensam que o seu mal é menor, não sabem que uma pessoa que desvia um centavo daquelas que morrem nas portas dos hospitais, estão condenadas a apodrecer no inferno.

Não tenho a menor vocação para julgá-las, sei que para o Todo-Poderoso com poder absoluto, tudo é possível, inclusive os seu perdão, só a ele cabe o julgamento, mas alguém tem que dizer para onde vão os covardes; esse mundo não teria nenhum sentido, caso esses malditos políticos fossem todos para o céu.

Qualquer político que não sinta vergonha de ser político, que não assuma essa condição perante o seu eleitorado, não é digno de voto, nem de compaixão de seus eleitores, deve ser considerado um traidor do povo, o povo que não vê saída para sua vida a não ser uma vida marginalizada, prostituindo o corpo e a mente para conseguir sobreviver e não enlouquecer em seguida.

A Wikipedia é uma luz na razão de muitos países subdesenvolvidos que, como o Brasil, perderam completamente a noção do certo e errado, aplaudindo velhos políticos em palanques, sem saber que os mesmos estarão para sempre de mãos dadas com o sistema, seja ele militar ou civil, social ou democrático, capitalista ou comunista, sempre estarão do lado certo do lado errado.

A lista que vem a seguir, é um pedido da Wikipedia para que você abra seus olhos, o que significa o oposto do voto em branco. Devemos escolher entre dois candidatos, não com referência entre o honesto e o criminoso, mas de acordo com nossas informação e a nossa consciência. Nós sabemos que, até o dia da eleição, todos os corruptos estarão com sua ficha limpa, vestidos em peles de cordeiro, é nesse momento que seu olhar e sua consciência devera recriminá-lo, mostrar a sua força e o poder de seu voto.

Em nossa cultura, apesar da falta de tradição, é possível identificar muitas famílias através de seus nomes, o corrupto brasileiro não só não acredita na punição perante a justiça, como não acredita na punição perante o povo, aí é o ponto fraco dele.

Podemos obter um raio-x de um político brasileiro, com uma simples pesquisa pela internet, em sites especializados em política ou com a ajuda da Wikipedia que é muito mais que um simples dicionário online, é uma enciclopédia de tudo o que se refere a conteúdo em forma de texto.

Há casos em que o povo pode ajudar a fiscalizar, outros, apenas a Polícia Federal tem os meios necessários e ainda há os casos tão sofisticados que nem a Polícia Federal tem conhecimento, nesses casos, só com denúncia mesmo.

De um modo geral, os crimes são os mesmos, desvio de verba de um setor para atender a outro, enriquecimento (há quem diga que toda forma de enriquecimento, no Brasil, é ilícita, não há como enriquecer com as atuais taxas de impostos. Há também os investimentos em localidades distante do domicílio.

Veja a lista dos escândalos ao longo dos últimos 30 anos e faça uma pesquisa a respeito deles e dos envolvidos nessas corrupções.

Anos 70

Caso Wladimir Herzog (outubro de 1975) – Esse foi o primeiro dos casos de denúncia, após um período negro de ditadura, onde era proibido a cor vermelha, em roupas ou em qualquer tipo objeto. Provocou um grande escândalo, o início da abertura política, quando o regime militar apresentava a cara a tapa.

Caso Lutfalla

Caso Atalla

Caso Abdalla – Parecem até ter algo em comum, os três casos acima, eu me lembro das notícias pelo rádio, ainda havia medo nas denúncias.
Cassações dos Parlamentares no Governo Geisel (1975-1977)

Caso Manuel Fiel Filho (janeiro de 1976)

Primeiro Caso Econômico (Ministro Ângelo Calmon de Sá acusado de passar um gigantesco cheque sem fundos)

Lei Falcão (1976)

Pacote de Abril (1977)

Grandes Mordomias dos Ministros no Governo Geisel

Caso Halles

Caso BUC

Caso Eletrobrás

Caso Áurea

Caso UEB/Rio-Sul

Caso Lume

Caso Ipiranga

Caso Dow Química

Caso Nigeriano

Caso Tama

Caso Cobec

Caso Coscafé

Anos 80

Caso Capemi

Caso do Grupo Delfim

Caso Baumgarten

Escândalo da Mandioca

Escândalo da Proconsult

Escândalo das Polonetas

Escândalo do Instituto Nacional de Assistência Médica do INAMPS

Caso Coroa-Brastel

Escândalo das Jóias

Escândalo do Ministério das Comunicações (grande número de concessões de rádios e TVs para políticos aliados ou não ao Sarney. A concessão é em troca de cargos, votos ou apoio ao presidente)

CPI da Corrupção (1988)

Caso Chiarelli (Dossiê do Antônio Carlos Magalhães contra o senador Carlos Chiarelli ou “Dossiê Chiarelli”) (1988)

Caso Vale

Caso Imbraim Abi-Ackel

Escândalo da Administração de Orestes Quécia

Escândalo do Contrabando das Pedras Preciosas

Escândalo Rabo-de-Palha (Tentativa de fraude eleitoral montada pelo então Governador do Rio Grande do Norte, José Agripino Maia nas Eleições Municipais de 1985.)

Anos 90

Escândalo do INSS (ou Escândalo da Previdência Social)

Escândalo do BCCI (ou caso Sérgio Corrêa da Costa)

Escândalo da Ceme (Central de Medicamentos)

Escândalo da LBA

Caso Georgina de Freitas

Esquema PP

Esquema PC (Caso Collor)

Escândalo da Eletronorte

Escândalo do FGTS

Escândalo da Ação Social

Escândalo do BC

Escândalo da Merenda

Escândalo das Estatais

Escândalo das Comunicações

Escândalo da Vasp

Escândalo da Aeronáutica

Escândalo do Fundo de Participação
Escândalo do BB

Centro Federal de Inteligência (Criação da CFI, primeira Medida Provisória do governo Itamar Franco para combater corrupção em todas as esferas do governo federal) (1992)

Caso Edmundo Pinto (1992)

Escândalo do DNOCS (Departamento Nacional de Obras contra a Seca) (ou caso Inocêncio Oliveira)

Escândalo da IBF (Indústria Brasileira de Formulários)

Escândalo do INAMPS (Instituto Nacional de Assistência Previdência Social)

Caso Nilo Coelho

Caso Eliseu Resende

Caso Queiroz Galvão (em Pernambuco)

Escândalo da Telemig (Minas Gerais)

Jogo do Bicho (ou Caso Castor de Andrade) (no Rio de Janeiro)

Caso Ney Maranhão

Escândalo do Paubrasil (Paubrasil Engenharia e Montagens)

Escândalo da Administração de Roberto Requião

Escândalo da Cruz Vermelha Brasileira

Caso José Carlos da Rocha Lima

Escândalo da Colac (no Rio Grande do Sul)

Escândalo da Fundação Padre Francisco de Assis Castro Monteiro (em Ibicuitinga, Ceará)

Escândalo da Administração de Antônio Carlos Magalhães (Bahia)

Escândalo da Administração de Jaime Campos (Mato Grosso)

Escândalo da Administração de Roberto Requião (Paraná)

Escândalo da Administração de Ottomar Pinto (em Roraima)

Escândalo da Sudene de Pernambuco

Escândalo da Prefeitura de Natal (no Rio Grande do Norte)

CPI do Detran (em Santa Catarina)

Caso Restaurante Gulliver (tentativa do governador Ronaldo Cunha Lima matar o governador antecessor Tarcísio Burity, por causa das denúncias de Irregularidades na Sudene de Paraíba)

CPI do Pó (em Paraíba)

Escândalo da Estacom (em Tocantins)

Escândalo do Orçamento da União (ou Escândalo dos Anões do Orçamento ou CPI do Orçamento)

Compra e Venda dos Mandatos dos Deputados do PSD

CPI da TV Jovem Pan (investigações sobre a compra da emissora que deve ao governo federal) (também conhecido como Caso TV Jovem Pan)

Caso Rubens Ricupero (também conhecido como “Escândalo das Parabólicas”).

Escândalo do Banco Econômico (ou Segundo Caso Econômico)

Escândalo do Sivam (Primeira grave crise do governo FHC)

Escândalo da Pasta Rosa

Escândalo da CONAN

Escândalo dos Gafanhotos (ou Máfia dos Gafanhotos)[1]

Escândalo da Administração de Paulo Maluf (na cidade de São Paulo)

Escândalo do BNDES (verbas para socorrerem ex-estatais privatizadas)

Caso PC Farias

Escândalo da Compra de Votos Para Emenda da Reeleição

Escândalo da Previdência

Escândalo da Administração do PT (primeira denúncia contra o Partido dos Trabalhadores desde a fundação em 1980, feito pelo militante do partido Paulo de Tarso Venceslau)

Escândalo dos Precatórios

Escândalo do Banestado

Escândalo da Encol

Escândalo da Mesbla

Escândalo do Banespa
Escândalo dos Medicamentos (grande número de denúncias de remédios falsificados ou que não curaram pacientes)

Escândalo da Desvalorização do Real

Escândalo dos Fiscais de São Paulo (ou Máfia dos Fiscais)

Escândalo da Mappin

Escândalo do Banco Marka (ou Caso Salvatore Cacciola)

Dossiê Cayman (ou Escândalo do Dossiê Cayman ou Escândalo do Dossiê Caribe)

Escândalo dos Grampos Contra FHC e Aliados

Escândalo do Judiciário (ou CPI do Judiciário)

Escândalo dos Bancos

CPI do Narcotráfico

CPI do Crime Organizado

Escândalo da Banda Podre (no Rio de Janeiro)

Quebra do Monopólio do Petróleo (criação da ANP)

Escândalo da Transbrasil

Escândalo da Pane DDD do Sistema Telefônico Privatizado (o “Caladão”)

Escândalo dos Desvios de Verbas do TRT-SP (Caso Nicolau dos Santos Neto, o “Lalau”)

Escândalo da Administração da Roseana Sarney (no Maranhão, 1995-2002)

Corrupção na Prefeitura de São Paulo (ou Caso Celso Pitta, 1997-2000)

Escândalo da Sudam

Escândalo da Sudene

Escândalo do Banpará

Escândalo da Administração de Mão Santa (no Piauí, 1999-2001)

Acidentes Ambientais da Petrobrás

Abuso de Medidas Provisórias (5.491)

Escândalo do Abafamento das CPIs no Governo do FHC

Escândalo de Corrupção dos Ministros no Governo FHC

CPI do Banestado

Escândalo do Proer

Caso Marka/FonteCindam

Escândalo Ganhe Já (Escândalo fiscal ocorrido no 2o Governo de José Agripino Maia1991-1994.)

Quebras do BANDERN e do BDRN (Quebras e má-gestão de bancos estatais do Rio Grande do Norte ocorridas no 2o Governo de José Agripino Maia1991-1994.)

Década de 2000

Caso Luís Estêvão

Escândalo da Quebra do Sitio do Painel do Senado (envolvendo os presidentes do Senado, Antônio Carlos Magalhães e Jader Barbalho)

Escândalos no Cerrado em 2001 [carece de fontes?]

Caso Toquinho do PT

Caso Celso Daniel

Caso Lunus (ou Caso Roseana Sarney)

Operação Anaconda

Caso José Eduardo Dutra

Escândalo do Propinoduto

Escândalo do Valerioduto

CPI da Pirataria

Escândalo dos Bingos(ou Caso Waldomiro Diniz)

Caso Luiz Augusto Candiota

Caso Cássio Caseb

Caso Kroll

Escândalo dos Vampiros

Irregularidades na Bolsa-Família

Escândalo dos Correios – Também conhecido como Caso Maurício Marinho)

Escândalo do IRB

Escândalo da Novadata

Escândalo da Usina de Itaipu ou Operação Castores

Escândalo das Furnas

Escândalo do Mensalão

Escândalo do Leão & Leão

Escândalo da Secom

Escândalo do Brasil Telecom (Também conhecido como Escândalo do Portugal Telecom ou Escândalo da Itália Telecom)

Escândalo da CPEM

Mensalão Tucano

Escândalo dos Dólares na Cueca

Escândalo do Banco Santos

Escândalo Daniel Dantas – Grupo Opportunity (ou Caso Daniel Dantas)

Escândalo do Banco BMG (Empréstimos para aposentados)

Escândalo dos Fundos de Pensão

Escândalo dos Grampos na Abin

Escândalo do Foro de São Paulo

Escândalo do Mensalinho

Caso Toninho Barcelona

Doação de Roupas da Lu Alckmin (esposa do Geraldo Alckimin)

Escândalo da Nossa Caixa

Escândalo da Quebra do Sigilo Bancário do Caseiro Francenildo (Também conhecido como Caso Francenildo Santos Costa)

Escândalo das Cartilhas do PT

Escândalo dos Gastos de Combustíveis dos Deputados

Escândalo das Sanguessugas (Inicialmente conhecida como Operação Sanguessuga e Escândalo das Ambulâncias)

Operação Confraria

Operação Dominó

Operação Saúva

Escândalo do Vazamento de Informações da Operação Mão-de-Obra

Mensalinho nas Prefeituras do Estado de São Paulo

Escândalo do Dossiê

Escândalo da Renascer em Cristo

Operação Testamento

CPI da Ampla

CPI da Crise Aérea (Senado Federal e Câmara dos Deputados)

Operação Hurricane (também conhecida Operação Furacão)

Operação Octopus

Operação Navalha

Operação Carranca

Operação Xeque-Mate

Operação Moeda Verde

Caso Renan Calheiros

Escândalo das Concessões (Concessões de Emissoras de Rádio e TV no Caso Renan Calheiros}

Operação Sétimo Céu

Operação Hurricane II (também conhecida Operação Furacão II)

Caso Joaquim Roriz

Operação Babilônia

Operação Firula

Escândalo do Corinthians (ou caso MSI)

Caso de Fraudes em Exames da OAB

Operação Águas Profundas (também conhecida como Caso Petrobras)

Caso Cássio Cunha Lima (em Paraíba)

Operação Nove

CPI da Pedofilia

Escândalo dos cartões corporativos

Escândalo da Bancoop

Esquema de desvio de verbas no BNDES

Máfia das CNH’s (Fraudes no DETRAN de São Paulo)

Caso Álvaro Lins, no Rio de Janeiro

Operação Satiagraha Prisão de Daniel Dantas

Dossiê Revista VEJA

Crise Ética da Imprensa Potiguar (Atingiu seu auge nas eleições municipais de 2008)

Operação Selo

Operação Deja Vu

Escândalo das passagens aéreas

Escândalo dos atos secretos

Escândalo dos falsos currículos de Dilma e Mercadante

Escândalo da Receita Federal – Lina Vieira

Censura ao jornal O Estado de São Paulo

Escândalo do BNDES – Paulinho da Força Sindical

Escândalo do conselho do FAT

Escândalo da compra de caças franceses Rafale

Escândalo José Sarney – Compra de apartamentos por empreiteira

Escândalo do filho de Lula – Gamecorp

Escândalo da venda da Brasil Telecom

Escândalo dos Fundos de Pensão – Luiz Gushiken

Escândalo da Petrobras – Refinarias

Escândalo da Petrobras – ONGs

Escândalo da Petrobras – patrocínio de festas juninas

Escândalo do financiamento do MST

Escândalo do INCRA

Escândalo dos gastos dos jogos Panamericanos Rio

Escândalo da ferrovia Norte-Sul

Escândalo da falência da VARIG

Escândalo da VARILOG e Dilma Roussef

Escândalo do Dossiê da Casa Civil – Dilma Roussef

Escândalo das obras do PAC

Escândalo da expropriação de ativos da Petrobras na Bolívia

Escândalo do “Apagão Aéreo”

Escândalo das licitações da INFRAERO

Escândalo dos Correios

Escândalo do IPEA – desestruturação e politização do órgão

Escândalo da IURD – Igreja Universal do Reino de Deus

Escândalo da pane do Speedy – Banda Larga de Internet

Escândalo da SECOM – gastos de publicidade do governo federal

Escândalo da gasolina batizada

desestruturação das agências reguladoras

CPI da Coelce

CPI da Enersul

CPI da Conta de Luz

CPI das ONGs

Escândalo da privatização das rodovias federais

Gripe Suína e os dados oficiais

Escândalo do trem bala Rio – São Paulo – TAV

Operação Boi Barrica

Escândalo da Fundação José Sarney

Vereadores de Cornelio Procopio Utilizam diarias falsas

Datas Desconhecidos (1964-1994)

Escândalos do Regime Militar e pré-era FHC/Lula, a serem ainda analisados e datados aqui:

Ferrovia do Aço

Transamazônica

Projeto Jaíba

Projeto Carajás

Serra do Navio

Doação de terras amazônicas a multinacionais

Projeto Jari

Hidrelétrica de Balbina

Usinas nucleares em Angra – Projeto Nuclebrás

Reserva do Mercado de Informática

Esquema ACM-Globo-NEC

Esquema Globo-Grupo Time Life (1965 ou 1968?)

Hidrelétrica de Tucuruí

Projeto Alcan-Alcoa no Maranhão.
Fonte da lista – Wikipedia

Texto – By Jânio

A política torta do Brasil

Eu não acredito em teoria da conspiração

Mortes misteriosas de celebridades

Presidentes do Brasil

A história de José Sarney

PT acerta o próprio pé

Políticos com problemas na justiça

O massacre do sítio caldeirão

A crise da PPP

Ficha Limpa

Trinta anos de escândalos no Brasil

fevereiro 27, 2010 Posted by | Política | , , , , , , , | 33 Comentários

Lista de políticos que tiveram problemas na justiça

lista de politicos,

Problemas na justiça

Esse post eu encontrei na comunidade Dihitt, gostei muito e pensei em repassar, demorou mais está aqui.

Se acontecer do DNS de meu site ser bloqueado pela telefônica, terei que criar outra conta, mas publicar esse post, para mim, era questão de honra.

A Elaine já tinha publicado no Dihitt, mas devido a importância, eu me vi na obrigação de espalhar essa lista para mais pessoas, através de meu blog também.

Evidentemente, desde a criação dessa lista, muita corrupção já ocorreu no Brasil, o que leva a crer que a lista deva ser atualizada, de qualquer maneira, mais de noventa por cento do que aconteceu de errado está aí.

Tem de tudo, desde dançarina no congresso, mensalão, sanguessugas.

Só falta a turma do Arruda.

ACUSAÇÃO OU CRIME A QUE RESPONDEU

ABELARDO LUPION
Deputado
PFL-PR
Sonegação Fiscal

ADEMIR PRATES
Deputado
PDT-MG
Falsidade Ideológica

AELTON FREITAS
Senador
PL-MG
Crime de Responsabilidade e Estelionato

AIRTON ROVEDA
Deputado
PPS-PR
Peculato

ALBÉRICO FILHO
Deputado
PMDB-MA
Apropriação Indébita

ALCESTE ALMEIDA
Deputado
PTB-RR
Peculato e Formação de Quadrilha, Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

ALEX CANZIANI
Deputado
PTB-PR
Peculato

ALMEIDA DE JESUS
Deputado
PL-CE
Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

ALMIR MOURA
Deputado
PFL-RJ
Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

AMAURI GASQUES
Deputado
PL-SP
Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

ANDRÉ ZACHAROW
Deputado
PMDB-PR
Improbidade Administrativa

ANÍBAL GOMES
Deputado
PMDB-CE
Improbidade Administrativa

ANTERO PAES DE BARROS
Senador
PSDB-MT
Improbidade Administrativa e Formação de Quadrilha

ANTÔNIO CARLOS PANNUNZIO
Deputado
PSDB-SP
Crime de Responsabilidade

ANTÔNIO JOAQUIM
Deputado
PSDB-MA
Improbidade Administrativa

BENEDITO DE LIRA
Deputado
PP-AL
Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

BENEDITO DIAS
Deputado
PP-AP
Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

BENJAMIN MARANHÃO
Deputado
PMDB-PB
Crime Eleitoral

BISPO WANDERVAL
Deputado
PL-SP
Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

CABO JÚLIO
(JÚLIO CÉSAR GOMES DOS SANTOS)
Deputado
PMDB-MG
Crime Militar, Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

CARLOS ALBERTO LERÉIA
Deputado
PSDB-GO
Lesão Corporal

CELSO RUSSOMANNO
Deputado
PP-SP
Crime Eleitoral, Peculato e Agressão

CHICO DA PRINCESA
(FRANCISCO OCTÁVIO BECKERT)
Deputado
PL-PR
Crime Eleitoral
CIRO NOGUEIRA
Deputado
PP-PI
Crime Contra a Ordem Tributária e PrevaricaçãoCL

EONÂNCIO FONSECA
Deputado
PP-SE
Sanguessugas (Escândalo das SanAmbulâncias)

CLÓVIS FECURY
Deputado
PFL-MA
Crime Contra a Ordem Tributária

DAVI ALCOLUMBRE
Deputado
PFL-AP
Corrupção Ativa

DILCEU SPERAFICO
Deputado
PP-PR
Apropriação Indébita

DOUTOR HELENO
Deputado
PSC-RJ
Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

EDSON ANDRINO
Deputado
PMDB-SC
Crime de Responsabilidade

EDUARDO AZEREDO
Senador
PSDB-MG
Improbidade Administrativa

EDUARDO GOMES
Deputado
PSDB-TO
Crime Eleitoral, Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

EDUARDO SEABRA
Deputado
PTB-AP
Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

ELIMAR MÁXIMO DAMASCENO
Deputado
PRONA-SP
Falsidade Ideológica

EDIR DE OLIVEIRA
Deputado
PTB-RS
Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

EDNA MACEDO
Deputado
PTB-SP
Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

ELAINE COSTA
Deputada
PTB-RJ
Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

ELISEU PADILHA
Deputado
PMDB-RS
Corrupção Passiva

ENIVALDO RIBEIRO
Deputado
PP-PB
Crime Contra a Ordem Tributária, Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

ÉRICO RIBEIRO
Deputado
PP-RS
Crime Contra a Ordem Tributária e Apropriação Indébita

FERNANDO ESTIMA
Deputado
PPS-SP
Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

FERNANDO GONÇALVES
Deputado
PTB-RJ
Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

GARIBALDI ALVES
Senador
PMDB-RN
Crime Eleitoral

GIACOBO
(FERNANDO LUCIO GIACOBO)
Deputado
PL-PR
Crime Contra a Ordem Tributária e Seqüestro

GONZAGA PATRIOTA
Deputado
PSDB-PE
Apropriação Indébita

GUILHERME MENEZES
Deputado
PT-BA
Improbidade Administrativa

INALDO LEITÃO
Deputado
PL-PB
Crime Contra

INOCÊNCIO DE OLIVEIRA
Deputado
PMDB-PE
Crime de Escravidão

IRAPUAN TEIXEIRA
Deputado
PP-SP
Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

IRIS SIMÕES
Deputado
PTB-PR
Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

ITAMAR SERPA
Deputado
PSDB-RJ
Crime Contra o Consumidor, Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

ISAÍAS SILVESTRE
Deputado
PSB-MG
Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

JACKSON BARRETO
Deputado
PTB-SE
Peculato e Improbidade Administrativa

JADER BARBALHO
Deputado
PMDB-PA
Improbidade Administrativa, Peculato, Crime Contra o Sistema Financeiro e Lavagem de Dinheiro

JAIME MARTINS
Deputado
PL-MG
Crime Eleitoral

JEFERSON CAMPOS
Deputado
PTB-SP
Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

JOÃO BATISTA
Deputado
PP-SP
Falsidade Ideológica, Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

JOÃO CALDAS
Deputado
PL-AL
Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

JOÃO CORREIA
Deputado
PMDB-AC
Declaração Falsa de Imposto de Renda, Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

JOÃO HERRMANN NETO
Deputado
PDT-SP
Apropriação Indébita

JOÃO MAGNO
Deputado
PT-MG
Lavagem de Dinheiro

JOÃO MENDES DE JESUS
Deputado
PSB-RJ
Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

JOÃO PAULO CUNHA
Deputado
PT-SP
Corrupção Passiva, Lavagem de Dinheiro e Peculato

JOÃO RIBEIRO
Senador
PL-TO
Peculato e Crime de Escravidão

JORGE PINHEIRO
Deputado
PL-DF
Crime Ambiental

JOSÉ DIVINO
Deputado
PRB-RJ
Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

JOSÉ JANENE
Deputado
PP-PR
Estelionato, Improbidade Administrativa, Lavagem de Dinheiro, Corrupção Passiva, Formação de Quadrilha, Apropriação Indébita e Crime Eleitoral

JOSÉ LINHARES
Deputado
PP-CE
Improbidade Administrativa

JOSÉ MENTOR
Deputado
PT-SP
Corrupção Passiva

JOSÉ MILITÃO
Deputado
PTB-MG
Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

JOSÉ PRIANTE
Deputado
PMDB-PA
Crime Contra o Sistema Financeiro

JOVAIR ARANTES
Deputado
PTB-GO
Improbidade Administrativa

JOVINO CÂNDIDO
Deputado
PV-SP
Improbidade Administrativa

JÚLIO CÉSAR
Deputado
PFL-PI
Peculato, Formação de Quadrilha, Lavagem de Dinheiro
e Falsidade Ideológica

JÚLIO LOPES
Deputado
PP-RJ
Falsidade Ideológica

JÚNIOR BETÃO
Deputado
PL-AC
Declaração Falsa de Imposto de Renda, Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

JUVÊNCIO DA FONSECA
Deputado
PSDB-MS
Improbidade Administrativa

LAURA CARNEIRO
Deputada
PFL-RJ
Improbidade Administrativa e Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

LEONEL PAVAN
Senador
PSDB-SC
Contratação de Serviços Públicos Sem Licitação e Concussão

LIDEU ARAÚJO
Deputado
PP-SP
Crime Eleitoral

LINO ROSSI
Deputado
PP-MT
Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

LÚCIA VÂNIA
Senadora
PSDB-GO
Peculato

LUIZ ANTÔNIO FLEURY
Deputado
PTB-SP
Improbidade Administrativa

LUPÉRCIO RAMOS
Deputado
PMDB-AM
Crime de Aborto

MÃO SANTA
Senador
PMDB-PI
Improbidade Administrativa

MARCELINO FRAGA
Deputado
PMDB-ES
Crime Eleitoral, Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

MARCELO CRIVELA
Senador
PRB-RJ
Crime Contra o Sistema Financeiro e Falsidade Ideológica

MARCELO TEIXEIRA
Deputado
PSDB-CE
Sonegação Fiscal

MÁRCIO REINALDO MOREIRA
Deputado
PP-MG
Crime Ambiental

MARCOS ABRAMO
Deputado
PP-SP
Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

MÁRIO NEGROMONTE
Deputado
PP-BA
Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

MAURÍCIO RABELO
Deputado
PL-TO
Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

NÉLIO DIAS
Deputado
PP-RN
Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

NELSON BORNIER
Deputado
PMDB-RJ
Improbidade Administrativa

NEUTON LIMA
Deputado
PTB-SP
Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

NEY SUASSUNA
Senador
PMDB-PB
Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

NILTON CAPIXABA
Deputado
PTB-RO
Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

OSMÂNIO PEREIRA
Deputado
PTB-MG
Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

OSVALDO REIS
Deputado
PMDB-TO
Apropriação Indébita

PASTOR AMARILDO
Deputado
PSC-TO
Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

PAULO AFONSO
Deputado
PMDB-SC
Peculato, Crime Contra o Sistema Financeiro e Improbidade Administrativa

PAULO BALTAZAR
Deputado
PSB-RJ
Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

PAULO FEIJÓ
Deputado
PSDB-RJ
Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

PAULO JOSÉ GOUVEIA
Deputado
PL-RS
Porte Ilegal de Arma

PAULO LIMA
Deputado
PMDB-SP
Extorsão e Sonegação Fiscal

PAULO MAGALHÃES
Deputado
PFL-BA
Lesão Corporal

PEDRO HENRY
Deputado
PP-MT
Formação de Quadrilha, Lavagem de Dinheiro e Corrupção Passiva, Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

PROFESSOR IRAPUAN
Deputado
PP-SP
Crime Eleitoral

PROFESSOR LUIZINHO
Deputado
PT-SP
Lavagem de Dinheiro

RAIMUNDO SANTOS
Deputado
PL-PA
Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

REGINALDO GERMANO
Deputado
PP-BA
Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

REINALDO BETÃO
Deputado
PL-RJ
Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

REINALDO GRIPP
Deputado
PL-RJ
Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

REMI TRINTA
Deputado
PL-MA
Estelionato e Crime Ambiental

RIBAMAR ALVES
Deputado
PSB-MA
Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

RICARDO BARROS
Deputado
PP-PR
Sonegação Fiscal

RICARTE DE FREITAS
Deputado
PTB-MT
Improbidade Administrativa e Formação de Quadrilha, Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

RODOLFO TOURINHO
Senador
PFL-BA
Gestão Fraudulenta de Instituição Financeira

ROMERO JUCÁ
Senador
PMDB-RR
Improbidade Administrativa

ROMEU QUEIROZ
Deputado
PTB-MG
Corrupção Ativa, Corrupção Passiva e Lavagem de Dinheiro

SANDRO MABEL

Deputado

PL-GO
Crime Contra a Ordem Tributária

SUELY CAMPOS
Deputada
PP-RR
Crime Eleitoral

TATICO
(JOSÉ FUSCALDI CESÍLIO)
Deputado
PTB-DF
Crime Contra a Ordem Tributária, Declaração Falsa de Imposto de Renda e Sonegação Fiscal

TETÉ BEZERRA
Deputado
PMDB-MT
Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

THELMA DE OLIVEIRA
Deputada
PSDB-MT
Improbidade Administrativa e Formação de Quadrilha

VADÃO GOMES
Deputado
PP-SP
Improbidade Administrativa e Crime Contra a Ordem Tributária

VALDIR RAUPP
Senador
PMDB-RO
Peculato, Uso de Documento Falso, Crime Contra o Sistema Financeiro, Crime Eleitoral e Gestão Fraudulenta de Instituição Financeira

VALMIR AMARAL
Senador
PTB-DF
Apropriação Indébita

VANDERLEI ASSIS
Deputado
PP-SP
Crime Eleitoral, Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

VIEIRA REIS
Deputado
PRB-RJ
Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

VITTORIO MEDIOLI
Deputado
PV-MG
Sonegação Fiscal

WANDERVAL SANTOS
Deputada
PL-SP
Corrupção Passiva

WELLINGTON FAGUNDES
Deputada
PL-MT
Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

ZÉ GERARDO
Deputado
PMDB-CE
Crime de Responsabilidade

ZELINDA NOVAES
Deputada
PFL-BA
Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
Por precaução, aos nomes acima podem ser acrescentados também os seguintes…

Ângela Guadagnin
Deputada
PT-SP
Dançarina do Plenário da Câmara, comemorando absolvição de corrupto

Antônio Palocci
Ex-Ministro
PT-SP
Quebra de Sigilo Bancário

Carlos Rodrigues
Ex-Deputado
PL-RJ
Bispo Rodrigues
Delúbio Soares
Tesoureiro
PT-GO
Ex Tesoureiro do PT
José Dirceu
Ex-Deputado
PT-SP
Mensalão

José Genoíno
Ex-Deputado
PT-SP
Mensalão, Dólares na Cueca

José Nobre Guimarães
Deputado Est.
PT-CE
Dólares na Cueca (Agora Candidato a Dep. Federal)

Josias Gomes
Deputado
PT-BA
Menssalão, CPI dos Correios

Luiz Gushiken
Ex-Ministro
PT-SP
CPI dos Correios

Paulo Salim Maluf
Ex
PPB-SP
Corrupção, Falcatruas, Improbidade Administrativa, Desvio de Dinheiro Público, Lavagem de dinheiro

Paulo Pimenta
Deputado
PT-RS
Compra de Votos, Menssalão, CPI Correios

Pedro Corrêa
Ex-Deputado
PP-PE

Roberto Brant
Deputado
PFL-MG
Crime Eleitoral, Mensalão, CPI Correios

Roberto Jefferson
Ex-Deputado
PTB-RJ
Mensalão

Severino Cavalcanti
Ex-Deputado
PP-PE
Escândalo do Mensalinho (Renuncio para evitar a cassação)

Silvio Pereira
Secretário PT
PT
Mensalão

Valdemar Costa Neto
Exc-Deputado
PL-SP
Mensalão (renunciou para evitar a cassação)

Fontes :
Folha on-line (várias edições) e Revista Veja , 12 de julho, 2006.
Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística
UE/PR-SOF – Tel. (0 xx 41) 3595 4423
Al. Dr. Carlos de Carvalho, 552 , Centro
80.430-180 – Curitiba, PR.

Fonte: http://elaineiarah.dihitt.com.br/elaineiarah/noticia/antes-de-votarconsulte-esta-lista

Textos relacionados:

A política torta do Brasil

Eu não acredito em teoria da conspiração

Mortes misteriosas de celebridades

Presidentes do Brasil

A história de José Sarney

PT acerta o próprio pé

Políticos com problemas na justiça

O massacre do sítio caldeirão

A crise da PPP

Ficha Limpa

Trinta anos de escândalos no Brasil

fevereiro 18, 2010 Posted by | Política | , , , , , , , | 72 Comentários

A política torta do Brasil

crime passional?

Eu acredito.

Vocês repararam como a política parece uma tragicomédia?

Vendo as últimas notícias,  a gente acaba relembrando antigos acontecimentos, como é o caso de Arruda, governador de Brasília.

Eu achei muito engraçado quando, na época do mensalão, todos os candidatos começaram a renunciar, voltando mais tarde, sem conseguir fazer o povo esquecer os escândalos do passado.

Eu acho engraçado saber que tanto PC Farias, quanto sua mulher, morriam de medo de morrer, PC chegou a viajar o mundo inteiro. Voltou para o Brasil e, apesar de cercado de seguranças, morreu sem que ninguém visse nada; supostamente, foi crime passional.

Tancredo Neves criou uma campanha tão bem organizada, para as eleições diretas, conseguindo convencer os militares que eles tinham chance que, depois de sentir a vitória esmagadora na última eleição indireta, teve que pedir para que alguns deputados votassem para o candidato dos militares. O medo foi grande, depois de eleito, Tancredo morreu após vencer as eleições, assumindo José Sarney, antigo aliado dos militares.

José Dirceu, o todo poderoso do PT, foi cassado por corrupção, sem que fosse provado, valeu a palavra dos corruptos envolvidos no mensalão. O principal denunciante, Roberto Jefferson, foi cassado por não conseguir provar que José Dirceu era o coordenador do esquema.

José Genoíno avaliou um empréstimo para bancar o mensalão, afirmou não ter lido mas teve que renunciar, para não ter os direitos políticos suspensos pelo TRE; voltou ao poder, eleito democraticamente.

Luísa Helena tentou um eleição para Presidente, perdeu, em seu lugar como senador, entrou Fernando Collor de Melo, Presidente cassado; o Senador recebeu de presente o PAC, com um  dos maiores orçamentos que o país já viu.

Marina Silva, uma das brasileiras mais admiradas do mundo, saiu do PT, depois que o partido apoiou o arquivamento do pedido de CPI de Sarney. A ex-ministra foi para o PV e, pelo que se fala em seu estado de origem, pretende apoiar o maior inimigo de Chico Mendes, o homem cujas idéias ela sempre lutou, para ser o que é hoje.

O Presidente Lula viu José Dirceu, seu padrinho político cair, enquanto José Sarney se manteve firme até o fim, mostrando que a ambição de José Dirceu deixou-o sem amigos, ao contrário de Sarney que, segundo as más línguas, tem todos os processos de políticos nas mãos, o que o ajudou a escapar da degola.

Arthur Virgílio perdeu a fama de defensor da moral e bons costumes, ao ser flagrado na investigação dos cartões corporativos, afirmou que estava sem dinheiro.  Seu processo deve ter sido arquivado, com uma cópia para José Sarney, é claro.

Outro adversário forte do Governo, Jefferson Peres, morreu sem que seu nome fosse manchado mas, depois de morto, pagaram seu enterro com dinheiro desviado dos cofres públicos. Parece que a máfia política tinha que deixar um recado.

Curiosamente, Jefferson Peres chegou a dizer: “Enquanto eu for vivo, meu nome não será manchado.” – e não foi, esperaram ele morrer.

Álvaro Dias, Senador do Paraná,  chegou entrevistar bandidos dentro da cadeia, em busca de provas contra o PT, o que constrangeu até os mais rígidos defensores da lei.

Palocci sobreviveu a todos os ataques, inclusive de acusações de farras com garotas de programas para os políticos aliados. A armadilha em que se meteu, ao investigar o caseiro que o denunciou, quando mandou vasculhar sua conta, deu o que falar.

Depois de tirar o Brasil do buraco, se transformar num dos maiores nomes do governo, seu processo também foi para a coleção de Sarney, segundo as más línguas.

O caseiro realmente tinha dinheiro, mas era de seu pai de sangue, ele tinha dado o dinheiro para compensar sua ausência.  nós acreditamos, mas quem levou a pior foi  o Governo.

Eu fico me perguntando, o que José Roberto Arruda e Celso Pita faziam nesse clube de gente grande? – Esses políticos de dólares na cueca, nas meias, na mala, na gaveta, são como trombadinhas, em meio a grandes mafiosos banqueiros e políticos de três gerações, onde a Polícia Federal chega, mas não passa, cujo obstáculo é o Supremo.

A política é uma tragicomédia, as vítimas somos nós, mas as vítimas começam a abandonar a postura de vítimas; sem um bom exemplo, a corrupção vai se espalhando por todos os setores e autoridades do país.

Não podemos desanimar, afinal, o país, cuja reserva de alimentos é o celeiro do mundo, já viu seus cidadãos passando fome. O país com a quarta maior empresa petrolífera do mundo, vez por outra, vê seus cidadãos ultrapassando as fronteiras para abastecer seus carros no exterior.

As notícias que não podíamos ver na tv, hoje vemos nas câmeras de estabelecimentos públicos, comerciais, onde a ineficiência da polícia é flagrada, de maneira explícita, aos olhos da população, que assiste a tudo atônita.

Para quem ficar muito desanimado com toda essa comédia de erros, lembre-se que o Clube de Bilderberg não fica no Brasil, é coisa de países desenvolvidos. A vida  nos diversos estados brasileiros não é igual, alguns são melhores e outros piores, portanto, mesmo com tanta corrupção, podemos melhorar.

Nós não somos piores, nem melhores, que os outros países, o que precisamos é de uma boa educação e boas tradições, menos na política, é claro.

By jânio
A política torta do Brasil

Eu não acredito em teoria da conspiração

Mortes misteriosas de celebridades

Presidentes do Brasil

A história de José Sarney

PT acerta o próprio pé

Políticos com problemas na justiça

O massacre do sítio caldeirão

A crise da PPP

Ficha Limpa

Trinta anos de escândalos no Brasil

janeiro 28, 2010 Posted by | Política | , , , , , , , | 24 Comentários

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Marca Livro

A arte de criar histórias em prosa ou verso

bastet - protetora dos gatos

todos os animais merecem o céu e os gatos principalmente

Blog CIN 5018

Informatização de Unidades de Informação

The Promise Carrier

Ebrael's official website in English.

detudosobretudoblog

Este site vai aborda todos os temas voltado para as mulheres

Letícia Giacometti Ribeiro

O diário de uma estudante de Jornalismo

Caminho Alternativo

Geopolítica, atualidades e opinião

Escrita em Foto

Colunas, textos, fotografias; a vida de alguém que busca mais do que apenas viver.

%d blogueiros gostam disto: