Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Justiça absolve ex-tesoureiro do PT e mais 12 réus no processo da Bancoop

Elaine Patricia Cruz e Marli Moreira – Repórteres da Agência Brasil

A juíza Maria Priscilla Ernandes Veiga Oliveira, da 4ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo, absolveu o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto e mais 12 réus no processo sobre o suposto crime de estelionato envolvendo empreendimentos da Cooperativa Habitacional dos Bancários (Bancoop). Além de Vaccari Neto, na lista de acusados pelo Ministério Público Estadual (MPE) que foram beneficiados pela decisão está o empreiteiro José Adelmário Pinheiro Filho, o Léo Pinheiro, da OAS. Por meio de nota, o Ministério Público de São Paulo informou que vai recorrer da sentença.

Um dos empreendimentos sob suspeita é o Edifício Solaris, no Guarujá (SP), onde está o apartamento tríplex que motivou o MPE a pedir a prisão preventiva do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, há pouco mais de um ano, sob a alegação de crimes de lavagem de dinheiro – na modalidade ocultação de patrimônio – e falsidade ideológica. Para o MPE, o ex-presidente recebeu vantagens indevidas referentes à reforma do tríplex feita pela empreiteira OAS. Segundo o MPE, a reforma foi oferecida a ele como compensação por ações no esquema de corrupção da Petrobras.

Como envolve os crimes apurados pela Operação Lava Jato, a denúncia relacionada a Lula foi transferida para a esfera federal e anexada ao processo conduzido pelo juiz Sérgio Moro. “Todos foram absolvidos, mas o presidente Lula foi o único acusado nesta ação que não foi julgado porque sua acusação foi transferida para Curitiba no curso desse processo”, explicou o advogado do ex-presidente, Cristiano Zanin Martins.

Em seu despacho, a juíza Maria Priscilla argumentou que a absolvição dos réus deve-se à falta de fundamentação e a alegações vagas. “É forçoso reconhecer, a despeito do recebimento parcial da denúncia, que a exordial acusatória não individualiza de forma satisfatória as condutas dos acusados, apenas afirma, de forma superficial, aquilo que entende como fato gerador dos crimes.”

Em nota à imprensa, a defesa de João Vaccari e da advogada da Bancoop Letícia Achur Antonio, informou que a denúncia do MPE mostrou-se “totalmente improcedente”

“Para a defesa, a sentença é justa e acatou os argumentos apresentados, que demonstraram que não houve crime algum no comportamento do Sr. Vaccari, o qual após assumir a presidência da Bancoop, não mediu esforços para sanear a cooperativa, entregando as unidades aos cooperados; inexistindo crime também na conduta da Dra. Letícia que somente atuou profissionalmente como advogada da Bancoop”, diz a nota.

Defesa de Lula

Em entrevista coletiva no início da tarde de hoje, o advogado de Lula, Cristiano Zanin Martins, disse que a decisão da juíza de São Paulo será encaminhada ao processo contra o ex-presidente que corre em Curitiba. Segundo o advogado, a decisão será “mais um elemento a demonstrar que a acusação de propriedade do apartamento [atribuída a Lula] é frívola e sem materialidade”.

Martins informou ter protocolado, em Curitiba, documentos relativos à recuperação judicial da OAS que demonstram que o apartamento no Guarujá nunca foi propriedade de Lula, mas sim da própria empreiteira. De acordo com o advogado, o plano de recuperação da OAS foi apresentado em setembro de 2015 e nele constava o apartamento triplex 164-A Solaris, atribuído como propriedade de Lula, como um ativo da empresa.

“Esses documentos reforçam que a acusação não passa de uma ficção. Diante de todo esse quadro comprobatório, com depoimentos de 73 testemunhas, documentos da presidência da República, documentos oficiais de um processo de São Paulo, é impossível reconhecer que o ex-presidente Lula seja proprietário desse imóvel”, afirmou.

Martins informou que Lula será interrogado sobre esse processo no dia 3 de maio, em Curitiba, pelo juiz Sérgio Moro, e que, amanhã (20) começa a fase de interrogatórios do processo, com o depoimento de Léo Pinheiro. Os executivos da OAS serão ouvidos no dia 26 e o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, no dia 28 de abril.

*texto atualizado às 18h33 para incluir a resposta do Ministério Público sobre a decisão.

Edição: Amanda Cieglinski
Anúncios

abril 20, 2017 Posted by | Política | , , | Deixe um comentário

Máfia do PMDB sai do Governo

Donos do Brasil

Imagem BBC

Paulo Victor Chagas – Repórter da Agência Brasil

O ministro-chefe do Gabinete Pessoal da Presidência da República, Jaques Wagner, disse hoje (29) que pelo Palácio do Planalto recebeu com naturalidade a notícia do rompimento do PMDB com o governo. Para o ministro, o anúncio chega em “boa hora” e abre a oportunidade de “repactuar” o governo com outras forças políticas. Segundo ele, ao mesmo tempo em que perde um “parceiro importante”, a presidenta Dilma Rousseff já promove conversas no sentido de abrir espaço para novos aliados.

Jaques Wagner informou que a presidenta terá uma reunião nesta noite com o núcleo duro do seu governo, da qual poderá participar o ex-presidente da República e indicado para chefiar a Casa Civil, Luiz Inácio Lula da Silva, e que até sexta-feira (1º) deve haver novidades sobre o que chamou de repactuação.

Segundo Wagner, a agenda do governo nesta nova fase será conquistar votos para conseguir barrar o processo de impeachment que tramita no Congresso Nacional contra Dilma, classificado por ele de golpe. “Impeachment sem causa é golpe”, disse. Sobre quais ministros da legenda devem permanecer no governo, Jaques Wagner disse que não sabe ainda, e que a presidenta não conversou com ele após a decisão do PMDB.

“Depende dos ministros e depende da presidenta. Ela está analisando a decisão. O que para nós interessa é que se abriu espaço para uma repactuação do governo. Alguns já falam até internamente em uma nova fase do governo, em que sai um aliado de longa data, [e] mantêm-se outros aliados. Acho que foi bom que [o PMDB] tomasse [a decisão] antes da votação [do processo de impeachment] porque dá oportunidade para a presidenta Dilma repactuar o governo, não apenas para a votação que aproxima, mas repactuar seus dois anos e nove meses que lhe restam”, afirmou.

Leia mais no site da Agência Brasil

02 – Moro pede desculpas ao STF

André Richter – Repórter da Agência Brasil

O juiz federal Sérgio Moro admitiu hoje (29) ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki que lamenta e pede “escusas” por ter autorizado a divulgação de escutas telefônicas entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a presidenta Dilma Rousseff. Ao ministro, Moro também disse que não teve intenção de provocar polêmicas, conflitos ou constrangimentos.

“Diante da controvérsia decorrente do levantamento do sigilo e da decisão de vossa excelência, compreendo que o entendimento então adotado possa ser considerado incorreto, ou mesmo sendo correto, possa ter trazido polêmicas e constrangimentos desnecessários. Jamais foi a intenção deste julgador, ao proferir a aludida decisão de 16 de março, provocar tais efeitos e, por eles, solicito desde logo respeitosas
escusas a este Egrégio Supremo Tribunal Federal”, disse Moro.

Leia texto completo no site da Agência Brasil

03 – Governo registra segundo maior déficit mensal da história

Wellton Máximo – Repórter da Agência Brasil

A queda na arrecadação decorrente do agravamento da crise econômica levou o Governo Central (Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central) a registrar o segundo maior déficit primário mensal da história. Em fevereiro, o Governo Central registrou resultado negativo de R$ 25,07 bilhões.

O déficit primário é o resultado das contas públicas antes do pagamento dos juros da dívida pública. O resultado de fevereiro só não é pior que o de dezembro do ano passado, quando o déficit alcançou R$ 60,727 bilhões. Naquela ocasião, no entanto, o resultado negativo havia sido inflado pelo pagamento de passivos da União com bancos públicos e fundos oficiais por determinação do Tribunal de Contas da União (TCU).

Leia texto completo na Agência Brasil

04 – Polícia prende acusados do escândalo da merenda

Daniel Mello – Repórter da Agência Brasil
A Polícia Civil cumpriu, na manhã de hoje (29), sete mandados de prisão e 11 de busca e apreensão, na segunda fase da Operação Alba Branca, em São Paulo. Os alvos das ações são suspeitos de participar de um esquema de fraudes nos contratos para fornecimento de merenda para escolas da rede pública de ensino. Entre os presos, está o ex-deputado estadual Leonel Júlio, que chegou a ser presidente da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo na década de 1970.

O filho de Leonel, Marcel Ferreira Júlio, é considerado foragido. Além de três prisões na capital paulista, foram cumpridos mandatos em Bebedouro e Campinas, no interior do estado.

Segundo as investigações, o esquema, que envolvia o pagamento de propina a agentes públicos, era liderado pela Cooperativa Orgânica Agrícola Familiar (Coaf), que mantinha contratos para fornecimento de alimentos com diversas prefeituras. A empresa é acusada de fraudar a modalidade de compra “chamada pública”, que pressupõe a aquisição de produtos de pequenos produtores agrícolas. A empresa cadastrou cerca de mil pequenos produtores, mas comprava de apenas 30 ou 40 deles, e adquiria também de grandes produtores e na central de abastecimento do estado, informou o MP.

Leia o texto completo no site da Agência Brasil

março 30, 2016 Posted by | Política | , , , , | Deixe um comentário

Globo e a força do PT

 

dinheiro do brasil

Brasil no Museu

O jornal nacional se transformou em um diário do Lava a Jato, isso não vai resolver nada, mas também não importa. Isso é muito importante porque a direita não faz nada errado, afinal, a direita não recebe propina, fazer aeroportos particulares é legal, máfias do metro, asfalto, etc., isso tudo é normal, sem falar do cachoeira, Arruda… mas, tudo bem.

Na reta final das últimas eleições, a Rede Globo desceu do muro e atacou a candidata do governo, que era a própria presidente, mesmo assim a presidente ganhou novamente. Como a Dilma é bem diferente do Lula, quando o assunto é acertar as contas. cortou as verbas bilionárias em publicidade da televisão e provocou uma das maiores crises da história financeira da Globo.

Passar por uma crise é diferente de falir, a Rede Globo é uma das maiores máfias da história do Brasil e, apesar de já ter elegido e derrubado presidentes, já não tem mais essa força, continua impondo a sua ditadura, ou tentando impor, criando empresas laranjas para negociar músicas roubadas, negociatas com a CBF e com os próprios políticos, o museu do futuro é uma dessas incoerências que ninguém entende e quem entende não aceita. Afinal de contas, o museu do futuro foi feito para quem? Talvez devesse ter sido feito na região da cracolândia. A Rede Globo também tornou-se a segunda maior rede de TV do mundo, deixando claro que enviar dinheiro para os paraísos ficais deixou de ser um bom negócio, pelo menos enquanto os democratas estiverem no poder nos EUA.

Quando a Rede Globo decidiu transformar o jornal nacional em diário da lava a jato, deve ter apostado que seria possível derrubar o Governo do PT em pouco tempo. A situação piorou, afinal de contas, sem a verba da publicidade, o governo não é tão viável para o corporativismo midiático, por outro lado, com a imagem tão desgastada, o governo já não precisa de publicidade, vai ter de fazer acontecer. Quando eu digo fazer acontecer, não estou falando de uma gestão primorosa, falo de agradar o povão, e isso o PT sabe fazer muito bem.

Quando a Globo tenta derrubar o governo do PT, certamente, pretende repetir a história da geração Collor, Itamar, FHC, ou seja, tira o presidente e coloca o vice, que por sinal é do PMDB. Eu até poderia dizer que eles se esquecem que quem manda no governo é o PMDB mas a realidade é que a Globo é “puta velha” nessa história.

A internet também fala da sonegação de impostos da Globo todo dia, além de suas empresas laranjas que negociam com a CBF e criam monopólio pelo país, mas isso não adianta muita coisa, a justiça é elitizada.

Durante muito tempo a esquerda sofreu nas mãos da direita, aprendeu apanhando e, hoje, consegue manter relações amigáveis com as forças armadas, evitando um golpe durante 13 anos, consegue manter boa parte da burguesia na dúvida, já que foi FHC quem acabou com a força dos aposentados ricos, inclusive das forças armadas. Se fosse outro partido, talvez tivesse alguma chance, mas o PSDB está muito queimado. O PSDB tentou criar um Brasil de primeiro mundo com a ajuda da pobreza, globalização, privatização e corte de custos, muitos burgueses não esqueceram isso, pior, não existe mais partido de direita no Brasil, a direita veste pele de cordeiro, Democratas, PSDB, só tem o nome da esquerda.

O PT conseguiu blindar os presidentes, ministros e agora desistiu das presidências do senado e câmara dos deputados, já que esses são os alvos principais de ataque da direita. Como o PMDB é o partido mais forte do país, ninguém consegue cassar um político desse partido de acordo com a constituição. Ser membro do PMDB é ser intocável, prova disso é que ninguém conseguiu derrubar o Renan Calheiros em um dos piores escândalos envolvendo um senador, atualmente, Cunha demonstra a força do partido. Muita gente sonha em ter Michel Temer na presidência, o que tornaria o partido quase absoluto, mas as lideranças do partido sabem que isso não é necessário.

By Jânio

Corporativismo midiático

PT atira no próprio pé

Rede Globo 50 anos

A história da Rede Globo

 

janeiro 27, 2016 Posted by | Política | , , , , | Deixe um comentário

Novo escândalo no governo PT

escândalo governo

Escândalo PT

A presidente do Brasil, Dilma Houssef, ordenou a destituição do cargo de todos os funcionários públicos envolvidos no novo escândalo de corrupção, entre eles se encontram a chefe de gabinete da Presidência em São Paulo, informam fontes oficiais.

A decisão da Presidente foi confirmada em um comunicado à imprensa, um dia depois da polícia federal realizar a operação “Porto Seguro” para prende seis dos 18 acusados de integrar a suposta rede de corrupção.

A polícia desmantelou essa rede de corrupção e confirmou o envolvimento de funcionários do alto escalão do governo e que teria ramificações com um ministério, além de sete órgãos públicos.

Já foram confirmadas as prisões de pelo menos seis pessoas de São Paulo e Brasília, num total de 18 pessoas que estão sendo investigadas por delito e corrupção, falsificação de documentos e tráfico de influências, entre outros cargos.

As investigações se iniciaram em março do ano passado, a partir da denúncia de um funcionário que confessou que lhe ofereceram 300.000 reais (cerca de 145.000 dólares) para elaborar um informe técnico que beneficiasse a um grupo empresarial.

Comentário: O governo do PT continua com uma estratégia muito perigosa, ao contrário dos governos anteriores, não impede que a polícia federal trabalhe. Talvez pudesse ser uma exigência dos aliados, mas eu tenho dúvidas quanto a isso, já que o governo tem conseguido boas lideranças políticas.

Entretanto, sempre que a polícia federal começa a investigar, acaba chegando aos figurões do topo. Mesmo com renúncias ou condenações, muitos corruptos famosos acabam voltando a trabalhar em algum cargo público.

Não dá para dizer que todo o partido esteja envolvido, já que a polícia está prendendo pessoas, também não dá para dizer que sejam inocentes. O fato é que esses escândalos estão minando a crença dos brasileiros, não daqueles que nunca acreditaram em políticos, mas no pouco que ainda teimava em ter esperança.

Fonte: RT-TV e RT-TV

novembro 25, 2012 Posted by | Política | , , , , , | 4 Comentários

José Serra e a Mulher Melância

destino de são paulo

Trapalhadas Bipartidárias

As brigas raciais das últimas eleições, que sobraram para Mayara, parece não ter afetado muito o mando político em São Paulo. Depois de tanta briga e lavagem de roupa suja, eu imaginei que novos partidos ganhariam força mas, não, PT e PSDB continuam firmes e fortes, tanto que disputam o segundo turno na eleição para Prefeito de 2.012.

De um lado, Fernando Haddad carrega a herança do PT (mensalão), além de seus próprios problemas; de outro, José Serra provou do escândalo da privataria, além de algumas fofocas que correram pela internet, onde FHC teria dito que José Serra já foi candidato demais.

Fernando Henrique Cardoso é um grande político, do tipo que critica mas não perde a amizade. Quando o partido vai chamá-lo para discursar, ele está sempre pronto para dar o seu apoio.

Não dá para dizer quem é melhor ou quem é pior, ou menos pior, essa será a decisão dos paulistanos. Caso os aliados ganhem a eleição em São Paulo, terão os dois maiores centros urbanos nas mãos, o RJ já está nas mãos do PMDB.

Para o PSDB é uma questão de honra, essa vitória em São Paulo mas, em caso de algo sair errado, terão de dividir o poder com o PT, já que o governo estadual está com o PSDB há muito tempo.

O grande problema do PSDB, na minha opinião, é que depois de tanto tempo no poder, em São Paulo, o partido vai ficando desgastado. Apesar disso, sempre teve o controle total do seu reduto.

Passar a imagem de políticos perfeitos não ajudou, o escândalo de Brasília, com José Roberto Arruda, a CPI do Cachoeira e a queda de grandes nomes políticos, como a família Maia, tirou todo o prestígio do DEM. Por outro lado, o envolvimento de Arthur Virgílio com os cartões, não ajudou o PSDB.

Quando Kassab criou um novo partido, deu o golpe final que o DEM não esperava mas, mantendo a ideologia de direita, não mudará muita coisa.

Para quem acha que o bipartidarismo é uma boa alternativa, PT e PSDB é tudo o que nós merecemos.

O mais interessante nessa briga entre os eleitores de Serra e do Haddad, é que quanto mais falam mal do PT, mais ele cresce nas pesquisas. Esse é um reflexo do racismo das últimas eleições, onde a chamada opinião pública queimou o filme.

A burguesia critica muita a inclusão digital, com o argumento de que a maioria dos internautas não sabe escrever e nem tem educação, mas foram eles que cometeram as maiores gafes, ao acharem que estavam preparados para serem polêmicos. É o mesmo caso das câmeras digitais, os maiores escândalos não são dos pobres, já que eles nem são conhecidos e já convivem com o mundo marginal, o pior vem de cima, cheirando a perfume barato e vinho de liquidação.

Enquanto isso, o socialismo vai se acostumando a ser popular, mas as forças armadas já começam a receber as verbas que não tinham no tempo do PSDB e resolvendo questões importantes, como a proteção dos juízes do STF e a segurança das favelas do Rio de Janeiro.

Quando não sabemos o que de fato os banqueiros estão pensando, temos que imaginar com as notícias que nos chegam e, por enquanto, essa eleição lembra muito a publicidade da Mulher Melancia: quanto mais as mulheres falam mal dela, mais sua fama aumenta entre os homens.

By Jânio

Prefeitos eleitos no primeiro turno

Pré-candidatos a prefeito de São Paulo

outubro 23, 2012 Posted by | Política | , , , , , , , , , | 3 Comentários

Um Jeito perfeito de perder uma eleição

 

sistema centralizado

Santuário da Política

O PSDB ganhou a eleição em vários estados, para Governador, mas a decepção foi grande para Presidente. Por outro lado, o PT ganhou a eleição para Presidente, mas nos estados não teve muito sucesso, principalmente nos confrontos com o próprio PSDB.

Esse é um outro problema do Brasil, o sistema centralizado, onde todo o poder está concentrado no Governo Federal.

Durante quinhentos anos isso deu certo.

Em países como os Estados Unidos, pais de dimensão parecida com o Brasil, descobriu-se há muito tempo que cada estado deve decidir seu próprio futuro, suas leis, costumes e tradições. Em um estado a pena de morte é aplicada, em outro não.

Um sistema como esse do Brasil, poderia gerar uma guerra civil nos EUA, lá não costumam “engolir” certas desculpas políticas ou problemas de outros estados.

Após as eleições do Brasil,  a elite e seus “fiéis” representantes continuaram atacando o povo, isso não se faz. Até eu tenho que pedir desculpas pelo equívoco de chamar os bipartidários de povo, deveria chamá-los de soldados.

Apesar da briguinha, essas ofensas são da boca para fora, eu já descobri, há muito tempo, o quanto a elite é covarde. As empresas já sabem disso, por isso não estão preocupadas.

Quando eu disse que os bipartidários estão cada vez mais parecidos com os políticos, eu estava enganado. Os bipartidários estão descendo o nível abaixo dos políticos.

Enquanto os políticos assumem o sistema bipartidário, obedecendo os seus patrões, os empresários, por outro lado, os bipartidários só conseguem ver um candidato, o adversário.

Os bipartidários reúnem toda a sujeira do candidato adversário, esquecendo-se do seu.  Nem precisavam, afinal, nós sabemos como são os políticos, o que nós ainda não encontramos são suas qualidades.

Não vão criar nenhum plano para baixar os impostos, mas as empresas nem reclamam, devem estar satisfeitas com os esquemas de lavagem.

Apesar das críticas aos políticos, temos que reconhecer que eles são bons funcionários, infelizmente, estão confundindo seus patrões. Ao invés de servirem ao povo, servem aos banqueiros e multinacionais.

Quando os banqueiros foram liberados pelo supremo, o Supremo estava certo num ponto, não há para onde fugir. Nenhum país está interessado em aceitar os bandidos brasileiros.

Estavam errado em outro ponto, os banqueiros corruptos representam, sim, um perigo para a sociedade, eles são responsáveis pelos desvios de verbas através de empreiteiras e Banco Central, causando essa infra-estrutura de péssima qualidade.

Eu me lembro da época de FHC, quando Chico López liberava informações sigilosas, enquanto os banqueiros e empresários enriqueciam, financiando suas operações cambiais com o dinheiro público.

Quando Lula entrou, a farra do câmbio acabou. A covardia dos especuladores acabou com a especulação da noite para o dia.

É fácil atacar o povo, enquanto as empresas estão satisfeitas em ter apenas dois partidos para se preocuparem.

Eu gostaria de agradecer às mídias de massa, por divulgarem apenas informações desses dois candidatos, enquanto dos outros nada se sabia.

Gostaria de pedir ao Serra que parasse de lembrar que ele foi Ministro da saúde, apesar da quebra de patentes dos remédios contra a AIDS, a saúde não é um setor para ser lembrado em época de campanha, a não ser para denegrir a sua própria imagem.

O PSOL, um dos maiores e melhores partidos do Brasil, ao lado do PSB, tinha um candidato, mas eu não vi a Heloisa Helena fazendo campanha para ele. Aliás, Heloisa Helena está bem sumida, e fazendo falta.

O caso, ou descaso, mais evidente, foi no PSDB, deixando para divulgar o candidato em cima da hora. Quando alguém perguntava, diziam que era fofoca, dizendo que não tinha nada decidido, como se isso fosse bom.

Escolher um político jovem e desconhecido para ser o vice do Serra, foi um sinal de que ninguém acreditava no Serra. O mais interessante é que o Serra começou bem a frente de sua adversária, mesmo sem apoio de seus partidários.

Enquanto Serra falava com orgulho de FHC e Itamar Franco, ninguém viu esses dois na campanha, exceto na reta final.

Com a quantidade de pobres que temos no Brasil, e a julgar como funciona nosso sistema, já era de se esperar que o resultado fosse esse.

A democracia sempre vence, e a elite ajudou, quando começou a provocar os pobres, sem a menor noção de estatística.

Aécio Neves não quis queimar o filme contra a popularidade de Lula; Marina silva permaneceu inteligentemente neutra, preservando sua imagem.

Retirando seu candidato da disputa, o PSB mostrou que Ciro Gomes é um candidato que poderia mudar os rumos dessa eleição. A pergunta é porquê, ou por quem?

Para completar esse cenário de circo, só faltava as pesquisas fazerem a sua parte, mostrando o resultado antes das eleições. Foram até ameaçadas de multas, caso ficassem fora da margem de erro.

Eu gostaria de parabenizar as mídias de massa, por fingirem que mostravam os outros candidatos, entrevistando-os durante alguns minutos, para depois excluí-los dos noticiários.

Fica claro que está faltando educação política no Brasil, mas é melhor nem pedir isso, do jeito que está, é bem provável que  educariam os jovens para aceitarem esse sistema de cartas marcadas.      

As críticas exageradas, fofocas e mentiras, só ajudaram a piorar o problema.

A política perdeu grandes nomes da política, como o homem que comprou o jatinho com o próprio dinheiro, Artur Virgílio, que formava a dupla dinâmica com o saudoso Jefferson Peres. Até Marcos Maciel, andava meio sumido.

O PT se livrou de várias dores de cabeça, inclusive com a ajuda do ficha limpa. Na minha opinião, o maior problema do ficha limpa, será com Roseana Sarney.

Sendo eleita pelo povo, será um grande “abacaxi” para a justiça. Isso aconteceu em Londrina, no Paraná, eleição para Prefeito, onde a justiça prevaleceu e foi feito outra eleição entre o segundo e o terceiro.

Também é bom ver Pedro Simon discursando em prol do ficha limpa e contra Jáder Barbalho, de seu próprio partido. 

Enquanto nos EUA Obama sente uma derrota, nem aceitam a urna eletrônica, aqui no Brasil essa derrata não representaria nada. Quanto a urna eletrônica…

É, meus amigos, não há político santo no Brasil, por isso não devemos esperar milagres. Devemos melhorar a educação, não a educação da escola, mas a educação básica, educação da dignidade, honestidade, honradez e fé.

By Jânio

novembro 4, 2010 Posted by | Política | , , , , , , , , , , , , , , , | 3 Comentários

Quem será o vice do PSDB

qual é o seu

Incerto mais Certo

O vice da chapa da candidata à presidência da República, do PT, nós já sabemos, será Michel Temer, mostrando que apesar da falta de credibilidade de fatos ligados a boataria, vale o velho ditado: “Onde há fumaça, há fogo.”

Como eu já falei em outros blogs, a indicação de Michel Temer acerta dois coelhos:

Primeiro: Resolve o problema do Próprio PT que precisa mais de um vice representativo, e de liderança, do que uma pessoa popular.

Segundo: Resolve um problema do PMDB, um partido que já anda dividido, uma parte apoiando o governo e a outra a oposição, uma incoerência no âmbito político.

Com essa escolha, o PT conseguiu uma estratégia perfeita, pelo menos em termos políticos. Agora eles só precisam torcer pela saúde de Dilma, para que ela não morra de crime passional ou de problemas do coração, mantendo a tradição e a maldição dos vices no país.

E o azarão José Serra? – quem será o seu vice? – Como sempre, o complexo de Barrichello segue ao seu lado, o PSDB já demorou para declará-lo como seu candidato, feito isso, agora é o vice que fica na poeira do PT; como se não bastasse, ainda tem a boataria que Aécio não gostaria de ser seu vice, deixando no ar: “Onde há fumaça, há fogo.”

No caso de boatos, em se tratando de política, só há uma maneira de vencê-los, assumindo uma postura firme e consciente, o PT é especialista nisso.

Foi com essa postura que o PT venceu os especuladores, atuantes no câmbio; foi com essa postura que o PT assumiu várias derrotas, quanto ao aumento de salários, pagamento de décimo terceiros e outras derrotas.

O PSDB deveria saber que brigar com o governo, em época de eleições, é pura perda de tempo. A melhor maneira de vencer um partido de governo, em época de eleições, é desacreditá-lo, mostrar seus podres, seus candidatos suspeitos, desde que seu teto não seja de vidro.

Muito se disse sobre o PT ter criado uma imagem de partido sem corrupção, coisa que os outros partidos não tinham, isso foi muito evidenciado na época do mensalão. O PSDB parecia não ter o teto de vidro, mas o ex-presidente do PSDB de Minas mostrou que havia uma telha quebrada, bastou essa telha para mostrar que, na política, não interessa quem está certo, é tudo uma luta pelo poder.

O PSDB baixou a bola e o “mensalão” acabou como se nunca tivesse existido, só Arthur Virgílio e Jefferson Peres mantiveram suas posturas firmes. O cartão corporativo de Arthur virgílio sepultou de vez o líder de oposição, enquanto Jefferson Peres teve a conta do funeral paga com verbas ilegais; quis o destino que o homem mais “acima de qualquer suspeita” fosse envolvido em corrupção, mesmo depois de morto, mantendo uma unanimidade na política, que além de burra é corrupta.

Se Aécio Neves for forçado a ser vice, ao que parece ele queria ser candidato à Presidente, pode ser que o próprio estado de Minas seja contra, como já se vê nas pesquisas para Governador, onde Hélio Costa (PMDB) Aparece isolado.

O mais curioso é que José Serra não queria ser candidato a Presidente, pelo menos segundo a boataria, ele sabia que era mais garantido como Governador de São Paulo, onde nem o antipático Kassab (nada contra a pessoa) foi suficiente para queimá-lo. O que aconteceu é que, depois da queda da ala de Alkimin, a ala de Serra ganhou força, politicamente ele está forte.

Dilma também está forte, depois de José Dirceu, ela é a pessoa mais forte do Governo. Como eu não canso de lembrar, José Dirceu é mais forte fora do Governo do que dentro.

Passamos por um momento interessante a ser analisado, quando Lula ganhou, muita gente votou nele, mesmo com medo, o próprio então Presidente FHC disse que o Brasil não quebraria se ele ganhasse, contrariando a especulação que não lhe deu trégua até o último dia.

Observação: A maioria dos especuladores era da direita. Lula venceu pela rejeição ao governo FHC, onde o salário subiu até 100 dólares, voltando aos mesmos 60 dólares do início de seu primeiro mandato, hoje está em quase 500 dólares. É o custo de vida que preocupa agora.

Nesse momento, dizem que as pesquisas estão equivocadas, segundo ela lula tem uma grande aprovação, talvez até maior do que em seu início de Governo, o que, teoricamente, elegeria qualquer indicado seu, até Dilma Rousseff.

Por outro lado, Dilma Rousseff é dez vezes mais radical que Lula, Dilma não foi “Criada” em laboratório como Lula, pelo contrário, ela escolheu ser, assim como José Dirceu, Genoíno, Gabeira, FHC, José Serra e tantos outros.

Como podemos ver, a disputa será entre socialistas, opositores do regime militar, com um pequeno detalhe, Dilma usou as armas, literalmente, mesmo que ela e Gabeira neguem isso.

Esse é um bom motivo para os capitalista e especuladores terem muito medo nas eleições, medo de Serra e dez vezes mais medo de Dilma.

Estamos em um período que lembra muito o Império Romano, onde o povo é sempre o último a saber.

By Jânio

maio 20, 2010 Posted by | Política | , , , , , , , , , , | 2 Comentários

PSDB erra pela terceira vez

Favorita é a primeira

Pelo que tudo indica, a próxima eleição para presidente da república, deverá ser a eleição mais previsível de todos os tempos.

A popularidade do Presidente Lula, à um ano da eleição, com quase oitenta por cento de aprovação, com a dívida externa em cerca de 60 bilhões de dólares, deixa uma sensação de que o problema é interno.

Nós ainda temos uma dívida pública gigantesca, mas a dívida deixou de ser externa e passou a ser interna.

A maioria das empresas trabalha de graça para o Governo, todos somos empregados, a classe média e os pobres, nem foi preciso comunismo para chegarmos a isso.

Se algum cidadão for um pouco mais ambicioso, deve mudar a maneira como vê a política e começar a eleger José Sarney como seu novo ídolo, não tem outro jeito de subir na vida. A famosa frase de Geraldo Alkmim: “Se você quer ficar rico, esqueça a política”, pode esquecer, tudo é possível quando a classe média perde a capacidade de questionamento.

A candidata de Lula, apesar de nem ser conhecida como política, eu não acreditava em seu potencial, começou a subir. Dilma já tem 21%, contra cerca de 31% de Serra. Eu nunca vi um candidato tão azarado como o Governador Serra. Não é tão azarado quanto quanto Alkimin, mas não fica longe.

O PSDB é um exemplo de como não comandar um partido, parece o PMDB, de onde vem seus dissidentes. Essa deverá ser a terceira eleição em que eles não se decidem pelo candidato definitivo, provocando a terceira vitória consecutiva do PT.

Eu não sei se é estratégia, acredito que não, deixar as pesquisas decidirem quem é o candidato ideal; num país como o Brasil isso não funciona.

Essa demora para se decidir, é tudo o que o povo não quer. A gestão pública não difere muito da gestão privada, quem sai na frente, leva uma grande vantagem.

José Serra já estava muito a frente, com quase o percentual que o Presidente tem hoje, em popularidade, mesmo assim, o PT teve tempo de tirar o seu candidato  do nada e encostar no candidato adversário, sem que estes se decidam qual é o candidato deles.

Para quem não está ambientado com uma corrida presidencial, pode até pensar que tudo é como uma eleição para prefeito, vereador ou síndico de condomínio, tamanha a despreocupação do PSDB.

Pode até parecer que eles não tem um candidato, mas eles tem é um monte de ambiciosos na esperança de conseguir a vaga de candidato.

Se fosse a primeira vez, isso seria compreensível, mais pela terceira vez, não dá para entender.

Até o partido de Ciro Gomes, um partido bem menor que o PSDB, conseguiu uma grande arrancada, já está com 15% nas pesquisas. Marina Silva, num partido, na minha opinião, inviável para presidência, já está com cinco.

Não é de se duvidar que Ciro Gomes entre nessa briga, como o terceiro candidato forte ao cargo de presidente, nesse caso, cada candidato só teria 33% de chances de ganhar.

Isso já aconteceu uma vez, quando a filha de Sarney disparou na terceira posição, sendo parada só pela Polícia Federal, que encontrou uma grande quantia de dinheiro, não declarado, em mãos da família, o que acabou com o sonho da família Sarney.

Eu, particularmente, já estou achando que o Ciro Gomes deverá enfrentar Dilma no segundo turno, isso seria péssimo para o PT, já que Ciro tem uma certa proximidade com o Partido dos Trabalhadores.

Enquanto isso, o PSDB caminha para se afirmar como eterno partido de oposição, como seu pai, o PMDB, até que uma nova divisão os separe.

byJãnio

novembro 28, 2009 Posted by | Política | , , , , , , , , , , | 6 Comentários

   

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Marca Livro

A arte de criar histórias em prosa ou verso

bastet - protetora dos gatos

todos os animais merecem o céu e os gatos principalmente

Blog CIN 5018

Informatização de Unidades de Informação

The Promise Carrier

Ebrael's official website in English.

detudosobretudoblog

Este site vai aborda todos os temas voltado para as mulheres

Letícia Giacometti Ribeiro

O diário de uma estudante de Jornalismo

Caminho Alternativo

Geopolítica, atualidades e opinião

Escrita em Foto

Colunas, textos, fotografias; a vida de alguém que busca mais do que apenas viver.

%d blogueiros gostam disto: