Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Aparências virtuais

internautas famosos

Reputação na Rede

Que a internet é um ambiente um pouco diferente da realidade, isso todo mundo sabe, todo mundo sabe também que é preciso uma certa adaptação para conviver no mundo virtual.

O problema inicia quando começamos a exagerar nas estratégias, praticando o alpinismo social.

Muitas pessoas podem se assustar com a Facebook e com a quantidade de ferramentas que nos são indicadas por lá, mas não adianta querer mudar o perfil de uma rede.

A questão é: Todos estamos querendo aumentar o número de contatos, amigos, seguidores, mas alguns nem tem escrúpulos para utilizar táticas manjadas e que dão muito resultado, pior, tentam nos levar juntos para esse caminho perigoso.

Eu já tentei evitar essas armadilhas virtuais de todo jeito, inclusive rejeitando a ideia de fazer campanha, já que isso seria a melhor forma de ser popular, e nós sabemos o que acontece com quem é popular, não é mesmo?

Resumindo: Se ter um amigo de qualidade e conteúdo é igual a ter mil amigos por gentileza, é melhor ter uma amigo de qualidade. O problema é como avaliar um amigo de qualidade.

É muito complicado saber o que os usuários fazem nas redes, eu acredito que a Dihitt é a rede mais transparente, mas já está bem longe de seus momentos gloriosos. Espero que essa rede volte a ser tão influente quanto antes, mas não está nada fácil não.

Os dihittianos que foram para a Facebook, tem demonstrado que podem fazer a diferença, pelo menos pelo pouco que eu tenho acompanhado.

No caso dos blogueiros é um pouco mais fácil de avaliá-los, mas a troca de favores pode ser muito prejudicial. Troca de links, segue-me que eu te sigo, isso é deprimente.

O pior é que não adianta fugir disso, quando um leitor entra num blog, logo vai observar a quantidade de seguidores desse blog e isso é uma referência importante, ou deveria ser, já que quem tem muitos seguidores, precisa mantê-los e para isso não deve cometer gafes.

Eu não tenho costume de fazer troca de links e estou evitando entrar nesse jogo de aparências virtuais, mas está difícil.

Uma ferramenta que eu aprovei, pelo menos para os blogueiros, foi a ferramenta da Avast, Web Rep, mas essa ferramenta é só para quem utiliza o anti-vírus Avast.

WebRep mostra a reputação dos sites, mostrando suas reputações através das cores: Vermelho para os sites perigosos, verde para os bons, etc.

Sites com má reputação, logo são excluídos dos buscadores.

Entre as ferramentas blogueiras, o page rank e o Alexa sempre serão destaques, assim como as ferramentas que mostram as atividades na Twitter, como é o caso da Topsy.

As comunidades da Twitter podem ser uma boa opção, mas podem se tornar uma praga também, aumentando a quantidade de lixo em sua caixa postal.

… e como dizia um médico, o melhor remédio para certos objetivos que nós almejamos, é o tempo. E é depois de um certo tempo que podemos, depois de muita atividade, argumentos e interatividade, conseguir respeito, diante das várias comunidades e redes virtuais.

By Jânio

fevereiro 20, 2012 Posted by | Redes Sociais | , , , , , , , , | 2 Comentários

Lista dos vencedores do Oscar 2.011 e Framboesa

grande vencedor

O Discurso do Rei

Como já era previsto, não houve grandes surpresas na premiação do Oscar 2.011, não é à toa que o Framboesa tem aumentado sua “credibilidade”, junto aos cinemaníacos.

Os internautas devem fazer a festa, afinal, foram três estatuetas para “A Rede Social”, sobre a história da Facebook. Agora, só falta fazerem um filme sobre a “Wikileaks”, esse, seria a glória da internet.

O filme “A Rede Social” levou os prêmios de roteiro adaptado, trilha sonora original e montagem.

O filme mais premiado foi “O Discurso do Rei”, apesar de ter empatado com o filme “A Origem”, quatro prêmios cada um, ficou com os prêmios mais importantes e cobiçados: Filme, diretor, ator, roteiro original.

Com os prêmios de fotografia, mixagem de som, edição de som e efeitos visuais, o filme “A Origem” conseguiu ficar bem acima das expectativas, para o gênero. Por muito pouco não vence “O Discurso do Rei”, mas, aí, já seria pedir demais, não é mesmo?

Apesar da torcida dos brasileiros, o documentário “Lixo Extraordinário” não ganhou.

VEJA A LISTA:

DIREÇÃO DE ARTE: “Alice no País das Maravilhas”

FOTOGRAFIA: “A origem”

ATRIZ COADJUVANTE: Melissa Leo – “O Vencedor”

CURTA-METRAGEM DE ANIMAÇÃO: “The Lost Thing”

LONGA-METRAGEM DE ANIMAÇÃO: “Toy Story 3

ROTEIRO ADAPTADO: “A Rede Social”

ROTEIRO ORIGINAL: “O Discurso do Rei”

FILME DE LÍNGUA ESTRANGEIRA: “In a Better World” (Dinamarca)

ATOR COADJUVANTE: Christian Bale – “O Vencedor”

TRILHA SONORA ORIGINAL: “A Rede Social” – Trent Reznor e Atticus Ross

MIXAGEM DE SOM: “A Origem”

EDIÇÃO DE SOM: “A Origem”

MAQUIAGEM: “O Lobisomem”

FIGURINO: “Alice no País das Maravilhas”

DOCUMENTÁRIO CURTA-METRAGEM: “Strangers no more”

CURTA-METRAGEM: “God of love”

LONGA-METRAGEM: “Inside Job”

EFEITOS VISUAIS: “A Origem”

MONTAGEM: “A Rede Social”

CANÇÃO ORIGINAL: “We Belong Together” – Toy Story

DIRETOR: Tom Hooper, por “O Discurso do Rei”

ATRIZ: Natalie Portman – “Cisne Negro”

ATOR – Colin Firth – “O Discurso do Rei”

FILME: “O Discurso do Rei”

Contrariando o Oscar, o prêmio Framboesa de ouro de 2.011 é só surpresa, cada prêmio é inesperado.

Seguindo o perfil do evento, nessa festa não vale ter dó de ninguém, o mais interessante é que muitos atores se divertem com a festa.

Veja a lista de indicados e piores do ano:

FILME:

Vencedor – O Último Mestre do Ar

Indicados:

Caçador de Recompensas

Sex and the City 2

A Saga Crepúsculo: Eclipse

Os Vampiros que se Mordam

ATOR

Vencedor – Ashton Kutcher – Par Perfeito e Idas e Vindas do Amor

Indicados:

Jack Black – As Viagens de Gulliver

Gerard Butler – Caçador de Recompensas

Taylor Lautner – A Saga Crepúsculo: Eclipse e Idas e Vindas do Amor

Robert Pattinson – A Saga Crepúsculo: Eclipse e Lembranças

ATRIZ

vENCEDORAS – As quatro amigas – Sex and the City 2

Indicadas:

Jennifer Aniston – Caçador de Recompensas e Coincidências do Amor

Miley Cyrus – A Última Música

Megan Fox – Jonah Hex

Kristen Stewart – A Saga Crepúsculo: Eclipse

ATOR COADJUVANTE

Vencedor – Jackson Rathbone – O Último Mestre do Ar e A Saga Crepúsculo: Eclipse

Indicados:

Billy Ray Cyrus – Missão Quase Impossível

George Lopez – Marmaduke, Missão Quase Impossível e Idas e Vindas do Amor

Dev Patel – O Último Mestre do Ar

Rob Schneider – Gente Grande

ATRIZ COADJUVANTE

Vencedora – Jessica Alba – The Killer Inside Me, Entrando numa Fria Maior Ainda com a Família, Machete e Idas e Vindas do Amor

Indicadas:

Cher – Burlesque

Liza Minnelli – Sex and the City 2

Nicola Peltz – O Último Mestre do Ar

Barbra Streisand – Entrando numa Fria Maior Ainda com a Família

DIRETOR:

Vencedor – M. Night Shyamalan – O Último Mestre do Ar

Indicados:

Jason Friedberg e Aaron Seltzer – Os Vampiros que se Mordam

Michael Patrick King – Sex and the City 2

David Slade – A Saga Crepúsculo: Eclipse

Sylvester Stallone – Os Mercenários

ROTEIRO:

Vencedor – O Último Mestre do Ar

Indicados:

Entrando numa Fria Maior Ainda com a Família

Sex and the City 2

A Saga Crepúsculo: Eclipse

Os Vampiros que se Mordam

CASAL OU ELENCO

Vencedores – O elenco de Sex and the City 2

Indicados:

Jennifer Aniston e Gerard Butler – Caçador de Recompensas

A cara de Josh Brolin e o sotaque de Megan Fox – Jonah Hex

O elenco de O Último Mestre do Ar

O elenco de A Saga Crepúsculo: Eclipse

PRELÚDIO, REMAKE, CONTINUAÇÃO OU PLÁGIO

Vencedor – Fúria de titãs

Indicados:

Sex and the City 2

O Último Mestre do Ar

A Saga Crepúsculo: Eclipse

Os Vampiros que se Mordam

3-D

Vencedor – Fúria de Titãs

Indicados:

O Último Mestre do Ar

Como Cães e Gatos 2

Jogos Mortais – O Final

Nutcracker 3-D

By Jânio

fevereiro 28, 2011 Posted by | Redes Sociais | , , , , , , , , , | 3 Comentários

A Facebook criará escritório em São Paulo, para enfrentar a Orkut

disputa estratégica

Facebook contra Orkut

Das duas boas notícias que eu li no site da RT-TV, sobre o Brasil, uma eu já comentei no blog BuscandoMudanças , a segunda eu estarei comentando aqui.

Todos nós sabemos da importância estratégica do Brasil, nas grandes redes de relacionamentos mundiais. Além da quantidade expressiva de usuários brasileiros nessas grandes redes, um fato que chama a atenção, é que não há grandes sites de relacionamentos brasileiros.

O único brasileiro a se aventurar por esse segmento, foi o Pablo, da Dihitt, e olha que ele nem mora no Brasil. Outro fato interessante, aqui, é o fato de haver brasileiro trabalhando nas grandes redes de relacionamentos internacionais.

A briga promete ser boa, entre a Facebook e a Google, aqui no Brasil.

Com um crescimento muito além do esperado pelos seus desenvolvedores, a Facebook dominou toda a América Latina, e a maior parte do mundo. Eles só não entendem porque, no Brasil, a Google mantém-se isolada na frente.

Para estudar de perto sua principal concorrente, a Google, nada melhor do que um ex-diretor da Google.

Alexandre Hohagen, ex-diretor da Google, também será o responsável pela Facebook em São Paulo.

Segundo o site da RT, a Facebook teria em Dezembro, 12,4 milhões de usuários, menos da metade do número de usuários da Orkut, 32,7 milhões.

A Orkut tem um número tão expressivo de fiéis utilizadores que, por esse número, é possível quase estabelecer  numero total de internautas no Brasil.

A Facebook já possui escritórios em:

Atlanta

Birmingham

Michigan

Chicago

Dallas

Detroit

Nova York

Venice Beache

Washington

DC

Dublin

Hamburgo

Londres

Madrid

Milan

Paris

Estocolmo

Sidney

Tokio

Toronto

Olhando essa lista de cidades de países ricos, temos uma ideia do erro de estratégia de Mark Zuckerberg, ele subestimou os países emergentes.

Fonte: RT

Texto: Jânio

fevereiro 27, 2011 Posted by | Redes Sociais | , , , , , , , , , | 7 Comentários

Estratégias para gerar tráfego

Buscando parceiros

Rede de Amigos

A primeira vez que eu vi um indexador de notícias, eu fiquei imaginando no objetivo de um indexador, sob o ponto de vista do administrador dessa ferramenta.

Um indexador representa um processo oposto às atividades de um blogueiro, ou seja, indicar conteúdo de outros sites. O indexador faz divulgação gratuita de textos que se encontram na blogosfera afora.

Esse conceito de web 2.0 me pareceu estranho, afinal, um indexador não apresenta conteúdo, ele indica, mostrando apenas um pequeno resumo.

Falando em resumo, aqui verificamos o primeiro problema, alguns blogueiros sequer fazem resumos, pior, alguns criam verdadeiros hypes, na tentativa de seduzir o leitor.

Felizmente, em indexadores com mais tempo de estrada já não apresentam esse tipo de usuário.

Podemos fazer uso de técnicas hypers no título, atiçando a curiosidade do leitor, mas um resumo do que o leitor vai encontrar, ameniza o descontentamento com o texto. O resumo é, e deve, ser uma amostra da qualidade e do conteúdo do texto indicado.

Os primeiros indexadores de textos eram criteriosos, exigiam até vinte e cinco linhas no resumo da indicação, o que logo se mostrou inviável. Alguns indexadores ainda  exigem um número mínimo de linhas nesse resumo.

Cada indexador tem um perfil diferente, alguns já descobriram as vantagens de se agregar ferramentas de rede social, o que aumenta sua popularidade, além de apresentar maior transparência do perfil de seus autores.

Nem precisa dizer que aqui começamos a notar as vantagens de um bom indexador, não é mesmo?

Quando acessamos a página inicial de um indexador, temos a visualização das notícias mais populares. Junto com as notícias mais populares, um outro problema, além do perfil do indexador seguir para um tipo de notícia, ou artigo, há indexadores onde os usuários combinam quem vai ficar na primeira página.

O indexador mais popular da internet, o Ocioso, seleciona as indicações de posts populares através de cliques, ou visitas ao site; o Dihitt, o indexador que reúne os usuários mais interativos da internet, seleciona por votos. Uma grande vantagem do dihitt é mostrar as últimas notícias, o que alguns outros indexadores, inteligentemente, também fazem.

A vantagem de combinar indexação com rede social, é muito interessante, mas oferece o risco de problemas na manutenção e ataque de crackers, já que quanto maior a quantidade de ferramentas para entrada de dados, maior o risco de invasão.

Pode-se indicar notícias em massa no Dihitt, o mesmo acontece com as mensagens, uma espécie de correio eletrônico interno. Essas facilidades fazem a alegria dos blogueiros que querem divulgar seus blogs, mas criam também um comportamento spammer nos usuários; curiosamente, há ferramentas para bloqueio de spam.

Tente imaginar um perfil com milhares de seguidores, agora imagine o potencial de spam – um perigo, não é mesmo?

O primeiro indexador a apresentar indicação de notícias foi o Digg. Devido a sua enorme quantidade de usuários, estabeleceu-se regras rígidas.

A ferramenta era tão simples, e eficiente, que se espalhou; até os blogs já indexam notícias.

Verificamos um problema no Dihitt, votar é muito mais fácil que clicar, isso faz com que a combinação de votos seja mais fácil.

Outro problema é que, por serem mais educados, os usuários do Dihitt aceitam o spam e são vítimas de manipulação, por parte de alguns usuários.

Se houvesse um ranking por cliques, haveria mais tráfego real aos sites, além de se criar uma nova medida de qualidade das notícias.

Outra mania que nós temos é não separar os usuários por grupos, assim corremos o risco de misturar ideologias de perfis diferentes, o que cria intrigas constantemente.

Outro comportamento que eu nunca entendi é: Porque, quando há atrito, o usuário simplesmente não deleta seu desafeto, ao invés de abandonar a rede, provocando uma grande queda de qualidade de usuários?

Hoje, eu vejo os indexadores como verdadeiros portais de notícias, onde as indicações são as manchetes, com uma grande vantagem em relação aos buscadores, seus textos podem ser bem maiores. Essa possibilidade de textos maiores, além de ferramentas rss, faz com que outros sites possam agregar o conteúdo dos principais indexadores, como o Dihitt.

Assim surgiram os buscadores, através de rss, que trazem conteúdos segmentados e bem mais abrangentes que os buscadores tradicionais.

Os gerenciadores de blogs também oferecem as ferramentas rss, para se agregar conteúdo. É assim que a Web 2.0 se espalha pela internet, com os indexadores gerenciando as atividades dos usuários, possibilitando uma melhor avaliação dos melhores autores.

Recentemente, tomei uma decisão radical. Depois de muito tempo com o meu perfil inativo, na Twitter, decidi fazer uma campanha naquela rede.

A decisão foi tomada depois que alguns leitores do made in blog/icommercepage me perguntaram porquê não estou postando as melhores notícias no twitter. A resposta é que não tenho um perfil forte por lá, não dá para empatar o pouco tempo que eu tenho, num perfil fraco.

A mesma coisa acontece na Facebook, a quantidade de vampiros daquela rede é tão grande, que desmotivam seus usuários a investirem seu tempo. Lá também é radical, A Facebook exagera nas campanhas e ferramentas, enquanto a facebook Lite inverte esse processo; recentemente recebi reclamações de usuários que migravam para a Facebook Lite, sem conseguir retornar para a versão original – é mole?

Na Orkut, eu ainda não vi solução, mas na twitter, eu encontrei finalmente uma maneira de escolher os melhores perfis para adicionar.

Através das ferramentas blogueiras, como Topsy e do Backtweets, entre outras ferramentas que mostram o potencial de perfis que mais retwitam; poderemos finalmente escapar dos chamados vampiros de rede, escolhendo os formadores de opinião, em oposição aos manipuladores dessa.

Dessa forma, espero conseguir criar um bom perfil na twitter, com valor e inteligência agregados.

Só completanto: No início as redes sociais eram totalmente contra o envio de notícias que fossem só do próprio site, podemos verificar que é impossível que se indique mais de uma notícia ao dia, o resultado nunca será o mesmo, nem de acessos, nem de votos. O Ocioso nem aceita mais de uma notícia ao dia, isso evita que a rede seja usada por spammers.

By Jânio

agosto 3, 2010 Posted by | Redes Sociais | , , , , , , , , , , | 17 Comentários

As grandes redes de comércio invadem a internet

rede de vendedores

O ano de 2.009 deverá ser um ano chave para o comércio eletrônico, pelo menos 12 grandes redes do comércio eletrônico dos EUA deverão criar algum tipo de serviço ligado ao comércio, via celular.

O que já se tem de concreto, é que as grandes redes, como a Walmart, trocou estrategicamente os jornais tradicionais em papel, pelas mídias eletrônicas. As redes sociais passaram a ser o foco principal de lançamento de promoções na internet.

As redes principais são a Twitter e a Facebook, as redes que mais crescem, além de ser as mais procuradas atualmente. No caso do Facebook, já se nota esse comportamento de usuários populares que não fazem outra coisa senão fazer propaganda de alguma coisa.

Para a sorte dos usuários, a Facebook lançou o Facebook Lite, o que deverá aliviar uma parte de seus usuários, mas a maioria, a exemplo do que se pode ser notado na Twitter, prefere receber os Spams e fazer parte dos contatos de gente famosa, nesse caso, não há como mudar isso.

Casos de redes sociais inteligentes, como o Dihitt, se tornam cada vez mais raras. Em Portugal, há casos de redes sociais com esses perfis, mas essas redes não crescem muito.

Isso pode até ser bom, assim, cada grupo de usuários escolherá uma rede, fará parte de um determinado grupo, ficando protegido de novas ondas Orkutianas. Por falar em Orkut, uma rede que foi comprada por dois motivos, primeiro os donos originais da rede não seriam capazes de manter uma rede gratuita tão grande, segundo porque a oferta da Google foi muito alta para se recusar, estratégia para evitar o surgimento de novos gigantes na rede.

Enquanto o Orkut, comprado estrategicamente, não oferecia publicidade, a Facebook, logo de cara criou uma forma criativa de se beneficiar, analisando os gostos do usuário.

Não é à toa que tantos usuários imploram para serem adicionados em suas redes de contatos, uma verdadeira batalha de vampiros sociais está para se iniciar na internet, vampiros que podem ser vencidos facilmente, com um click para se apagar, desde que suas vítimas já não estejam possuídas pelo seu poder de atração de seguidores.

By Jânio

novembro 29, 2009 Posted by | Redes Sociais | , , , , , | 2 Comentários

A Facebook lite é inovadora.

Uma estratégia perfeita

É muito comum o aparecimento de novas ferramentas na internet, algumas erram por muito pouco, por não interagir com os usuários, outras seguem um caminho inverso e fazem muito sucesso.

Uma boa rede social, por exemplo, é aquela onde a presença de seu criador é indispensável. Pode-se dizer que o Facebook é assim.

O Facebook nasceu de maneira modesta, como a Google,  seu criador agregou profissionais de seu meio e ela cresceu com um grupo muito grande de engenheiros, no seu desenvolvimento, com muito ligação com o criador.

Esta rede possui ferramentas que faz muita falta as pequenas, como o Bookmark, por exemplo, onde as notícias e artigos são inseridas automaticamente, com direito a imagens e tudo, tecnicamente perfeita.

A possibilidade dos usuários de adicionarem aplicativos, de sua própria autoria, é outra qualidade da rede, é um problema também. Pelo fato de poder adicionar ferramentas, deixou a rede meio pesada, complexa, com uma falta de organização e dificuldade de navaegação, como se fosse uma incubadora de aplicativos.

Daí surgiu a versão lite do sistema, muto mais enxuta, mais rápida e atual. Qualquer ferramenta de internet, ligada ao networking, que queira se manter no topo, deve, nescessariamente, possibilitar seu uso via celular, ou outros aparelhos móveis.

O Facebook onseguiu isso. Confesso que depois de conhecer o Facebook, perdi a fascinação que eu tinha pelo lel.icio.us.

A versão lite já foi acusada de parecer com o Twitter, antes mesmo de ser lançada no Brasil. Acusação injusta, é como dizer que todo veículo com quatro rodas se parece com um fusca, o que não é verdade.

Essa tendência da Twitter, a partir de agora, deverá ser usada por todas as ferramentas que queiram se considerar no top da internet.

É interessante porque já havia a idéia de atrair usuários de outras redes como o Orkut, a Twitter não estava nos planos, mas com essa versão lite, é perfeitamente possível disputar duas frentes.

As principais características da Facebook lite, no momento de seu lançamento para EUA e Índia, eram:

1 – Não possuia algumas de suas ferramentas.

2 – È mais limitado e não permite o compartilhamento de postagens.

3 – No ato de seu lançamento, fora do Brasil, era nescessário mudar a configuração de idioma para inglês.

4 – Poderia ser acessado via celular e internet discada, com muito mais rapidez.

5 – Possui menos recursos, por isso é muito mais rápida.

6 – Aceitam-se comentários em seus perfis.

7 – Aceitam-se escrever mensagens nos perfis.

8 – Aceitam-se novos amigos.

A versão anterior continuará com muita procura, apesar de ser mais complexa, seu uso corporativo, profissional, será muito utilizada.

Um exemplo disso, é a ferramenta do site Networkedblogs, onde se apresentam os rankings dos melhores blogs da internet, essa é uma das melhores ferramentas corporativas do sistema.

A Facebook sempre foi muito técnica, com boa qualidade, mas a ideia de lançar versão lite, de certa forma é inovadora, pioneira.

.facebook.com

 By Jânio.

outubro 28, 2009 Posted by | Redes Sociais | , , , , , , , , | 9 Comentários

Dicas para se criar uma boa rede de contados.

rede de contatos

rede de contatos

A aplicabilidade de um networking são muito variadas, na internet são muito conhecidas as redes sociais, onde as pessoas trocam informações e batem papo, de maneira suas idéias e pensamentos. Na vida real não é diferente, agências de matrimônio são coisas do passado,  afinal, nem todo mundo que quer um relacionamento, está a fim de casar ou namorar.

Muitos especialistas nem gostam muito de utilizar o termo networking, preferindo mais a palavra relacionamentos. A ideia de networking é criar contatos, trocar idéias e, principalmente, resolver problemas, como a falta de emprego por exemplo.

Alguns empresários, vêem no networking uma forma de acelerar seu processo de aprimoramento, buscando conhecimentos, formas práticas de experiência vivenciadas pelo grupo.

Em São Paulo alguma empresas começam a se destacar no segmento de relacionamentos, uma delas é a Table for six, agência especializada em relacionamentos.

A rede de contatos ou networking é uma espécie de parceria onde as pessoas que fazem parte deste círculo de contatos trocam informações, influência e aprendizado profissional, e se ajudam mutuamente em ocasiões como: indicação para um novo emprego ou realização de um negócio.
Construir uma rede de relacionamentos é tão importante que já estão surgindo no mercado as agências de networking. Elas fazem agendamento de happy hour para executivos que querem ampliar sua rede de contatos. Um exemplo, é a Table for Six, de São Paulo, citada pela revista VOCÊ S.A (edição 101, novembro 2006) como uma agência de networking.

Veja as 16 dicas mais importantes para se criar um networking.

Dica 1 – desenvolva interesse genuíno pelas pessoas que pretende incluir em sua networking. Não procure as pessoas apenas quando estiver precisando de favor.
Dica 2 – esteja sempre disponível para ajudar as pessoas de sua rede na medida de suas possibilidades, e sempre retribua um favor na mesma “moeda”.
Dica 3 – tornar-se palestrante ou professor ajuda a criar um ciclo de contatos.
Dica 4 – frequentar cursos, palestras e convenções coloca o profissional em contato com pessoas de diversos setores.
Dica 5 – participar de associações, comitês e entidades gera muitos contatos profissionais.
Dica 6 – procure fazer contatos com pessoas de áreas diversas de seu setor de atividade.
Dica 7 – turbine a utilização de seu cartão de visita, utilize-o de maneira dinâmica.
Dica 8 – faça contatos personalizados, evite mandar e-mails para diversas pessoas ao mesmo tempo.
Dica 9 – quando indicar uma pessoa para outra de sua networking, avise antes, apresente-as.
Dica 10 – faça contatos freqüentes, uma boa dica é criar um networking no MSN e, sempre que possível, esteja presente trocando idéias com este grupo.
Dica 11 – evite falar muito nas conversas, procure ouvir mais e obter informações e conhecimento sobre as pessoas.
Dica 12 – procure mostrar sempre que você pode ser útil à sua rede de contatos.
Dica 13 – avise sempre o que está fazendo profissionalmente, seja trocando de emprego, realizando um novo empreendimento, escrevendo artigos, dando entrevistas, etc.
Dica 14 – tenha um blog e convide todos de sua rede de relacionamento para visitá-lo e contribuir com artigos e notícias.
Dica 15 – esteja sempre disponível para sua networking.
Dica 16 – lembre-se do nome das pessoas e data de aniversário.
Estas são algumas dicas de como construir e manter uma networking. Elas devem ser adaptadas a sua realidade, ao seu estilo profissional e ao seu perfil. Algumas combinarão melhor com você, outras não, mas é fundamental analisar todas elas e escolher as mais úteis para desenvolver sua rede de contatos.

Portanto, procure priorizar em sua vida profissional este importante meio de promoção pessoal, sempre com uma visão de médio e longo prazo, pois, como diz a sabedoria popular “o mundo dá muitas voltas”, e numa destas voltas uma pessoa de sua networking poderá desempenhar um papel fundamental em sua carreira.

outubro 5, 2009 Posted by | Redes Sociais | , , , , , , | 2 Comentários

O indexador Ocioso não tem limites.

indexador sem limites

indexador sem limites

Eu aprendi a não subestimar uma rede social, indexador de notícias, agregador de blogs ou qualquer outra ferramenta geradora de tráfego para nosso blog, mas eu não era assim.

Quando eu tive a ideia do icommercepage.com, a blogosfera ainda engatinhava. Apesar de algumas ferramentas que estavam surgindo, uma ferramenta que eu não levava a sério era o gerenciador de blogs, eram dezenas de gerenciadores disputando um lugar ao sol.

A ideia de ter uma comunidade ou dez comunidades com mil usuários,  dentro de uma rede como o Orkut, mil usuários é o máximo de membros que o Orkut comporta em cada comunidade, notaram a supremacia total da Twitter? – eu nunca poderia imaginar que, um dia, a Twitter viraria a fogueira de vaidades, de celebridades da tv.

Eu sempre imaginei a interface de um blog, algo limitado, se eu imaginasse que, um dia, uma empresa chamada Twitter, lançaria um gerenciador de microblogs de mesmo nome, com capacidade quase ilimitada, eu teria prestado mais atenção.

Um sistema para a WEB 2.0, é como um carro zero, você não pode colocar um motor da Ferrari num Gol Mil, ele foi feito para a Ferrari. Um sistema depois de pronto, fica inviável determinadas mudanças, o Twitter já foi criado para esse ambiente interativo, principalmente o da blogosfera.

Hoje um outro sistema teria que ser muito melhor para superá-lo, já que as pessoas se acostumaram com ele.

O aprendizado da pior maneira, é mais duro, mais se aprende mais. Assim, não demorou muito para que eu notasse alguns blogs despontando, em sites de auditoria de tráfego, como o Alexa.com por exemplo.

Através do Alexa eu poderia monitorar a concorrência, foi aí que eu notei que os blogs haviam deixado de ser apenas um diário virtual, passando a ser divulgadores das mais variadas culturas.

Conhecia a força do blogspot, mas continuei com meu site. Quando tomei conhecimento da WordPress, fiquei me perguntando como uma empresa poderia oferecer tantas ferramentas de graça, oferecendo uma verdadeira aula para um iniciante, amador, ou apenas experimentador da ferramenta.

Pela primeira vez, eu cogitei a possibilidade de abandonar o site, onde seria preciso uma boa equipe, trocando por um blog, onde milhões de pessoas usam a mesma plataforma, gerenciado pela mesma equipe. No caso do gerenciador de microbloging da Twitter, deverá ultrapassar um bilhão.

Para a divulgação dos serviços do site, a gente sempre procurava sites de classificados, diretórios de links, trocas de banners, troca de visitas, sites de buscas, etc, esses sites ainda são muito úteis para quem tem interesse por pagerank, já que são ótimos para se criar links.

As referências de qualidade eram bem mais variadas, Yahoo, Msn, Google, Altavista, Uol, etc, o topo das buscas era fundamental, principalmente nas palavras estratégicas, os SEOs, especialistas em otimização em buscas eram muito solicitados.

A democratização da internet, veio com os blogs, a Google, estrategicamente, sentiu que os textos e a atualização dos sites era a melhor forma de avaliar a qualidade de um blog, isso  passou a ser feito pelo Yahoo também.

Quem saiu ganhando foi própria  Google,com a democratização da internet, todos os sites foram nivelados, ficando a Google quase sozinha no topo, não fosse a companhia indesejada da Yahoo, que tentaram comprar sem sucesso.

Entre os blogueiros de ponta, os pro-bloggers, iniciou-se uma democratização maior ainda, onde ensinavam como se conseguir tráfego, de certa forma, isso nivelou os blogs por baixo, deixando a nata por cima.

Então surgiu a WEB 2.0, com suas ferramentas fantásticas, novas redes sociais explodiram no mercado, concorrendo com o Orkut, indexadores de notícias, agregadores de blogs, novos gerenciadores de blogs atualizados, sistemas RSS, e, tudo o que se vira até o momento perdeu o sentido.

Começou-se a duvidar do pagerank, as visitas aumentaram, iniciou-se uma campanha por uma internet mais dinâmica, mais segura e, principalmente, de maior qualidade de conteúdo. Todo mundo passou a linkar a todos aqueles artigos de seu interesse; a imagem pessoal e a política de boa vizinhança ganhou muito mais força.

Até o No Follow que deveria ter se revelado uma tremenda encrenca, passou totalmente despercebido. Os fanáticos pela Google levaram muito a sério tal ferramenta e quebraram a cara, seus sites simplesmente desapareceram do mapa.

Mas como a tecnologia não pode parar, duas redes se destacaram, em termos de qualidade de conteúdo:

Dihitt – Uma rede totalemete voltada a cultura, deixando os blogs tradicionais meio na contramão. Nunca vi uma rede com tantos professores, filósofos, pastores, escritores, poetas, jornalistas e outros intelectuais com capacidade para divulgar seus conhecimentos.

Via6 – Antes conhecido como rec6, o Via6 é uma referência, em termos de formação de redes de contatos e intercâmbio de empresários. Indexa notícias muito bem, a exemplo do Dihitt.

O mais novo fenômeno é, sem sombra de dúvida o Ocioso, http://www.ocioso.com.br – o site tem se revelado um grande divulgador de notícias. Seu potencial é tão grande que todas as referências imagináveis perdem o sentido.

Tudo o que se viu, até agora, em termos de divulgação e publicidade, perdem o sentido, até a Google, como referência, perde a importância, quando se acerta uma notícia no Ocioso.

O Ociso é uma rede que merece ser estudada com cuidado, suas tendências, suas funcionalidades, principalmente, qual é o perfil dos usuários e visitantes que visitam o site. O Ranking não é feito por voto, é feito por clicks únicos, não repetidos pela mesma pessoa, correspondendo ao número de visitas no link de nosso site.

O primeiro pacote de links enviados por mim, eu tive a sorte de acertar um, “Teoria Infernal”; no segundo pacote, também com três artigos, enviei um sob medida, “Dançando com o Diabo”, acertei em cheio.

Esta semana, enviei o terceiro pacote, com mais três artigos. Dessa vez eu tive a felicidade de acertar todos os três links, todos na primeira página.

Se, na primeira remessa, eu tive 1.400 visitas; na segunda, eu não tive tantas visitas, mesmo assim, mil visitas não é pouco.

Nessa última, criei um link especialmente para o Ocioso, “Xixi nas calças é sinal de saúde”, os outros dois também foram aprovados: “Como surgiu a Twitter” e “Animais engraçados”. Resultado, um novo recorde, quatro mil e quatrocentas e vinte e cinco visitas, em um único dia.

Decididamente, não dá para subestimar a internet. Vi muitos Hypes malucos como uma página em branco, para publicidade, blogueiros pedindo para cliccar em um site, sem pé nem cabeça; parecendo-me uma crítica a Google.

Todo tipo de webmarketing está me parecendo uma brincadeira de criança.

Com a Google, Yahoo e o outros sites de referências, parece que os internautas elegeram a WEB 2.0 para tutor de conteúdo da internet.

O que antes parecia loucura, agora é realidade. Portais criando publicidade e links em blogs.

Leia mais:

https://icommercepage.wordpress.com/2009/09/13/como-conseguir-mil-visitas-gratis-em-um-dia/

By Jânio.

outubro 4, 2009 Posted by | Redes Sociais | , , , , , , , | 17 Comentários

Linkk – Revisitando os indexadores de notícias.

Indexador rápido

Indexador rápido

Antes de começar a falar do Linkk, devo salientar que só tenho usado o Dihitt, ultimamente, por falta de tempo, apesar de já ter usado muito o Linkk no passado.

Na visita de hoje, eu notei muitas notícias sendo enviadas ao mesmo tempo em que eu enviava as minhas, isso me pareceu que o site possui muita credibilidade.

Um dos problemas do Linkk, para minhas notícias, é que ele não tem tanta capacidade de indexação no Google, pelo menos no meu estilo. Apesar disso sempre foi uma de minhas quatro redes sociais favoritas.

Além de apresentar uma usabilidade boa, o Linkk, apesar de não me trazer todas as visitas que eu esperaria, para muita gente, ele está em primeiro lugar em captação de audiência para o site.

O Linkk funciona mais ou menos da mesma maneira que outros indexadores de notícias, ou seja, possui um formato padrão. Se a sua notícia possui uma quantidade de votos razoável, vai para primeira página, se não, ela deixará de ser publicada na primeira página, passando rapidamente pelas novas notícias.

O Linkk é um site bastante estável na internet.

Veja uma comparação com a melhor rede da internet, o Dihitt:

Quanto ao Page Rank:

Dihitt page rank 5

Linkk page rank 5

Quanto ao ranking do Alexa.com:

Dihitt   5.861

Linkk   13.086

Resultado na Busca da Google:

Dihitt   4.110.000  resultados para a palavra Dihitt.

Linkk    2.910.000  resultados para a palavra Linkk.

Só para finalizar, o Linkk possui menos categorias, a preferência é por artigos de entretenimento e tecnologia, como a maioria das redes de internet, sobrando menos categorias para culturas mais científicas, didáiticas ou de conteúdo mais específico.

Confira o indexador e diga o que você acha: http://www.linkk.com.br/

By jânio.

agosto 29, 2009 Posted by | Redes Sociais | , , , , , | 10 Comentários

Entrevista com Mark Zuckerberg da Facebook.

Rede das causas

Rede das causas

Hoje, tive o privilégio de assistir, na MTV, uma entrevista com o criador  da rede social Facebook, Mark Zuckerberg.

Poucas vezes eu vi alguém com uma imagem tão parecida com seu site.

A entrevista foi uma reprise de um programa que já havia passado, e eu não pude assistir.

Mark contou um pouco de sua curta história, como ficou bilionário em tão pouco tempo. Na realidade, o fato de ser bilionário é o que menos importou durante a entrevista.

Os números relacionados a Facebook impressionam:

1 – O site possui, atualmente, 250 milhões de usuários em todo o mundo.

2 – São 200 engenheiros trabalhando, diariamente, no site,  desenvolvendo, criando e cuidando de sua manutenção.

3 – só no Brasil, país onde as redes sociais tem uma aceitação acima da média,  a Facebook tem 1.300.000 usuários.

Mark tirou de letra algumas perguntas mais, digamos, apimentadas. A certa altura da entrevista, o entrevistador perguntou o que ele diria para os internautas, para que eles fechassem suas contas no Orkut e abrissem uma na Facebook.

Ele disse não ser preciso fechar a conta no Orkut, já que as duas redes são diferentes, podem conviver juntas. Suas ferramentas tem objetivos diferentes.

A respeito de concorrência, o entrevistado salientou ainda que, fora do Brasil, em países desenvolvidos, há muita concorrência. Ele citou o caso da Alemanha, onde há uma rede muito forte, com cerca de dez milhões de usuários, enquanto a Facebook , em sua fase inicial naquele pais, tinha apenas 100 mil usuários.

“Eu acredito que se fizermos um bom trabalho, as pessoas gostarem, passarão a aderir à Facebook, naturalmente”.

“Eu ganhei meu primeiro computador na sexta série, a partir daí, não parei mais. Hoje, eu não acredito que a minha vida seja muito diferente de antes”.

muita gente não entendeu, muito bem, o objetivo da Facebook, em seu início, aqui no Brasil. O criador da Facebook esclareceu que sua ideia é, diferentemente do Orkut, oferecer uma ferramenta de comunicação familiar, para a família e os amigos se comunicarem.

Mark reconheceu que acompanha muitas ferramentas, criadas pelos internautas, algumas ele chega a experimentar, outras, os engenheiros da Facebook acabam implementando, ou aproveitando as ideias.

Segundo ele, ao abrir o site, ao se logar, o usuário já tem uma visão detalhada de todas as atualizações de usuários, de suas redes de amigos.

Perguntado sobre a nova ferramenta de bate-papo, da Facebook, ser parecida com a Twitter, ele afirmou que, apesar de parecida, o objetivo é diferente, onde a ferramenta de bate-papo da Twitter se assemelha mais com um blog.

Os co-fundadores da Facebook eram seus amigos, inclusive seu colega de quarto, que o ajudou muito, saiu da Facebook para trabalhar na campanha do Presidente Obama, dos Estados Unidos.

Ele afirmou que tem muito orgulho de seu amigo, que o ajudou muito.

Vários de seus amigos, depois de formados, foram convidados a se juntar ao projeto da Facebook, inclusive seus professores.

Outra qualidade da Facebook que ele destacou, foram as causas, campanhas criadas pelos usuários, que vêem na Facebook a possibilidade de se criar uma grande campanha, sigilosamente.

Além de ser fã do grupo de pop-rock Gree Day, afirmou que seus amigos não lhe pedem nada, pelo fato de ser bilionário, pelo contrário, ele é que pediu para que todos se juntassem a ele, no projeto Facebook.

Sobre a maneira como ganha dinheiro com o site, afirmou que é analisando os gastos dos usuários e apresentando publicidade que a Facebook consegue sua rentabilização.

Até Tiago Dória, blogueiro muito conhecido, especialista em internet, afirmou que da maneira que a publicidade é apresentada na Facebook, não incomoda.

By Jânio

agosto 18, 2009 Posted by | Redes Sociais | , , , , , , | 4 Comentários

Analisando a popularidade do site.

termômetro da popularidade

termômetro da popularidade

A internet tem me dado muitas alegrias, ultimamente, quando o assunto é reconhecimento.

O meu blog é um daqueles sites que se cria em dez minutos, templates prontas. Apesar de conhecer a linguagem de marcação html, achei melhor não incrementar muito o blog, manter formato pronto.

O Blogger, ou blogspot, da Google é o mais indicado para quem quer crescer rápido, se tornar popular, não é o meu caso, pelo menos por enquanto.

Eu não vou ser hipócrita de dizer que não quero ver meu blog popular, o que eu acho é que devemos ser sensatos quanto aos nossos objetivos.

O grande barato da internet é o seu próprio mecanismo, a maneira como tudo se transforma, como se espalha, se divulga, se linca, cria-se um perfil, etc.

A interatividade é muito benéfica para quem faz uso desta ferramenta fantástica que é a web, mas para haver interatividade é preciso apresentar ideias, conteúdos, resumos, conhecimentos, dicas, aprendizados ou até experiência de vida, eu acho fantástico isso.

Para apresentar todo este conteúdo, que se encontra dentro de nossa mente, precisamos de um blog, os dois mais indicados são o Blogspot, que eu já citei e o WordPress.

O WordPress, além de ser um gerenciador de blogs, onde você pode criar o seu, também é uma super rede social, onde todo mundo tem vez, desde que saiba satisfazer a sede de conhecimento dos usuários da rede.

Dentro do WordPress não há muita discrepância entre os membros, não há um blogueiro que receba tanto apoio, enquanto outro fica às mínguas. O segredo e atualizar sempre, pelo menos um post por dia, é o que eu estou fazendo.

É preciso saber qual é nosso objetivo, o meu eu já decidi, é aprender o máximo que eu puder.

Ultimamente, comecei a receber meus primeiros links, ping backs e track backs. A maior surpresa foi um link de um site em espanhol.

Todos os links, detectados pelo sistema do painel administrativo do WordPress, são muito importantes, inclusive o link que eu recebi de Gustavo Baccin, um profissinal da área, que mora nos Estados Unidos, mantém no Brasil, além do site Ater, a agência Destaca, no rio Grande do Sul.

Hoje, em meu artigo “Classificação dos crimes digitais”, recebi uma visita ilustre, Giovanna da Symantec, empresa dona do anti-vírus Norton.

Eu já havia recebido uma outra visita ilustre de Luiz A. Costa, professor de ética Hacker. Uma visita de alguém da área, não só agrega valor ao post, como melhora nossa visão sobre o assunto, mesmo que seja um comentário contrário.

A curiosidade para saber como as pessoas chegaram ao site,  quem está linkando, é muito grande, mas seria como perguntar o preço do presente que acabamos de ganhar.

Por isso eu fico aqui admirando, não a quantidade, mas a qualidade das ligações de meus artigos, e a inteligência de meus comentaristas, que não fazem por obrigação.

Finalmente, parece que o processo de blogagem está funcionando como eu queria.

Obrigado a todos pela interatividade.

julho 21, 2009 Posted by | Redes Sociais | , , , , | 4 Comentários

Etiqueta em redes sociais.

Atenção nas relações virtuais

Atenção nas relações virtuais

Portanto, fica claro a necessidade de se resolver pessoalmente, tratar suas carências afetivas antes de se aventurar pelo mundo digital.

Tratada a carência, siga sem medo, escolha uma rede onde as pessoas sejam maduras e  sérias,  redes mais engajadas podem ser uma grande fonte de conhecimento e trocas de experiências, o que poderá lhe ser muito útil no futuro.

Evite redes onde as pessoas falam o que pensam e fazem o que querem, a vida virtual não significa liberdade em relação aos princípios fundamentais aos quais estamos submetidos na vida real.

Evite mentir, se as pessoas não te aceitarem como é não te merecem.

Quanto mais dados oferecidos pelos membros,  maior a confiabilidade entre ambos. Uma pessoa que não tem foto, perde um ponto; não tem endereço, perde outro ponto; usa um apelido, mais um ponto negativo para ela.

Apesar disso, você não é obrigado a expor seu dados de cara, pode fazer isso na medida em que vai se adaptando a rede. A adaptação não pode durar a vida toda, não gostou, procure outra, há muitas possibilidades para se experimentar.

Alguns dados não devem ser expostos, principalmente porque não ha necessidade, como telefone residencial, o que poderia expor sua família a pessoas que você ainda não conhece, ao mundo virtual.

Só exponha seu número residencial, quando houver um motivo claro. Observe muito bem as atitudes das pessoas antes de se envolver demais, veja seus pensamentos, seus textos, sua postura.

Se algum dia houver algum evento, prefira locais públicos, não caia em papos de locais sigilosos, sua vida pode estar em risco, a ocasião faz o ladrão, nem todos os ladrões pensam assim, mas é bom ficar atento.

Pessoas que se expõe, de maneira transparente, não oferecem risco, procure na google ou no Yahoo por informações sobre esta pessoa. A Google já disponibiliza um serviço de indexação de nomes, do perfil, para valorizar o comportamento das pessoas e evitar os pilantras.

Se uma pessoa muito ativa em sua rede, não aparece com frequência nas buscas, cuidado, este cara não existe, é um personagem criado para sua rede, fora, não existe.

Usuários que são muito curiosos e misteriosos  ao mesmo tempo, são suspeitos. Lembre-se, há situações em que uma pessoa é obrigada a se formalizar, caso de passaportes, hotéis, cartões de crédito, cheque etc.

By Jânio

junho 13, 2009 Posted by | Redes Sociais | , , , , , | 1 Comentário

Vida inteligente fora da Rede.

Encontro Dihhit ao som de Julio Iglesias

Encontro Dihhit ao som de Julio Iglesias

Depois de sentir na pele, o que é ficar fora da rede, fiquei imaginando o que teria acontecido a outros como eu. Para completar o meu dia, meu site não era acessado na região da Brasil Telecom, apesar de ser acessado no Brasil inteiro. Pensei comigo, decididamente há algo estranho na rede.

Isso me serviu, pelo menos, para abrir os olhos para o mundo ao redor, me deu até vontade de visitar outros amigos que se foram.

O primeiro blog que eu visitei foi uma guriaai, uma menina sapeca e levada que agitou muito nassa comunidade por muito tempo. A menina estava numa deprê muito grande, típico de quem atravessa muita frustração, dei uma forcinha para ela.

Em seguida visitei o blog vermelhopitanga, outra musa que não contatava ha muito tempo. Esta, ao contrário estava muito bem. A mesma irreverência, a mesma alegria, sempre antenada com as novidades da internet.

O terceiro blog visitado foi o reporternet do João, o sábio e experiente Senhor Magalhães. É sempre um prazer muito grande visitar seu blog, afinal de contas, com tanta experiência, no ramo de jornalismo, não poderia ser diferente.

Em seguida, postei um artigo “Blogueiro apresentador de tv”, para minha surpresa o artigo foi indexado no buscador da Google em menos de duas horas, sem depender das redes sociais, isso me deixou muito feliz, depois de tanta coisa desagradável, seria muita lástima.

Entrando em contato com a Brasil Telecom, consegui resolver o problema de conexão do site, para o Sul, Centro Oeste e Norte do Brasil, para alívio dos anunciantes.

Já não tenho a mesma vontade de antes, mas me cadastrei de novo em nossa rede, mais pelos amigos do que pela indexação, afinal, depois de ver os artigos serem indexados tão rapidamente nos buscadores, a rede social ficou em segundo plano. Vou viver mais o lado relacionamento da rede, curtir os amigos.

Lembrei-me até daquela música do Milton Nascimento, da novela Senhora do Destino, a qual faço minha homenagem aos amigos que se foram, como metáfora da Estação como pano de fundo.

Miltom Nascimento e F. Brant

Mande notícias do mundo de lá
Diz quem fica
Me dê um abraço
Venha me apertar
Tô chegando
Coisa que gosto é poder partir
Sem ter planos
Melhor ainda é poder voltar
Quando quero

Todos os dias é um vai-e-vem
A vida se repete na estação
Tem gente que chega pra ficar
Tem gente que vai pra nunca mais
Tem gente que vem e quer voltar
Tem gente que vai e quer ficar
Tem gente que veio só olhar
Tem gente a sorrir e a chorar

E assim, chegar e partir
São só dois lados
Da mesma viagem
O trem que chega
É o mesmo trem da partida
A hora do encontro
É também despedida
A plataforma dessa estação
É a vida desse meu lugar
É a vida desse meu lugar
É a vida

março 30, 2009 Posted by | Redes Sociais | , , , , , | Deixe um comentário

   

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Marca Livro

A arte de criar histórias em prosa ou verso

bastet - protetora dos gatos

todos os animais merecem o céu e os gatos principalmente

Blog CIN 5018

Informatização de Unidades de Informação

The Promise Carrier

Ebrael's official website in English.

detudosobretudoblog

Este site vai aborda todos os temas voltado para as mulheres

Letícia Giacometti Ribeiro

O diário de uma estudante de Jornalismo

Caminho Alternativo

Geopolítica, atualidades e opinião

Escrita em Foto

Colunas, textos, fotografias; a vida de alguém que busca mais do que apenas viver.

%d blogueiros gostam disto: