Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Youtube será pago

videosPagos

Canais Pagos

A possibilidade de o Youtube não ser mais totalmente gratuito, está cada dia mais próximo, já que o site de vídeos da Google pretende oferecer assinaturas pagas para uma parte de seu conteúdo este ano.

Segundo o portal de referência, quando o assunto é marketing online, que cita fontes anônimas, o Youtube já contactou produtores de vídeo e pediu-lhes para apresentar propostas de canais pagos, os quais estariam disponíveis a partir do segundo trimestre do ano e teriam um valor que oscilaria entre 1 e 5 dólares mensais.

Assim, a plataforma levaria para a prática o projeto de acrescentar programas de qualidade profissional para seu arquivo de vídeos, que foi criado e tornou-se popular através de vídeos amadores, o que representa uma mudança em seu modelo de negócios, ao buscar empresas de mídia para conceder licenças para colocar seus programas e filmes na rede.

Além disso, o pagamento seria planejado para acesso ao entretenimento ao vivo, uma fórmula que provou ser eficaz desde que a banda de rock “U2” ofereceu um show ao vivo, pelo Youtube, em outubro de 2.009.

Como indica “AdAge”, a Google faz crer que os rumores poderiam ser verdade, por meio de um comunicado indicando que eles permaneceram mantendo conteúdos diferenciados que requerem diferentes tipos de pagamentos, sempre com o objetivo de que “os criadores tenham sucesso com a plataforma”.

Anteriormente, os diretores do principal buscador de vídeos indicaram que existia uma forte demanda entre certos produtores de vídeos do Youtube, como redes de videojogos, para oferecer programas com base em uma tarifa.

Fonte: RT-TV

Facebook cobrará 100 dólares

fevereiro 10, 2013 Posted by | internet | , , , , , | 2 Comentários

Compartilhamento de círculos de amigos

fazer amigos

Viral Social

Hoje, foi a minha segunda participação na Google+, e ainda estou pegando o jeito, mas os micos já estão sob controle rs.

Eu andei observando os perfis de outros usuários, e notei que a quantidade de amigos de meus amigos é bem maior que em outras redes, todos tem mais de mil seguidores logo no início.

Talvez uma das razões desse rápido crescimento, seja a facilidade em fazer amigos na Google mais. Uma pessoa como eu, que acabei de chegar, posso receber um círculo de um usuário que já tem um certo tempo na rede, e muitos amigos.

Um círculo de amigos é similar a um grupo, pode ser de amigos, conhecidos, parentes, trabalho, escola, etc., idêntico ao sistema do Orkut.

Quando uma pessoa compartilha um grupo de amigos, compartilha também a sua reputação, desde que essa pessoa seja engajada, isto é, esteja atenta às atividades de quem está adicionando.

O primeiro círculo que me foi compartilhado, foi um desastre. Eu aceitei imediatamente, mesmo sem saber que aquele grupo de pessoas não tinha nada a ver com os meus objetivos na rede.

A ideia de aumentar o meu grupo de amigos subiu a minha cabeça, tudo isso aconteceu num momento de empolgação. Eu me senti mal por não saber a situação em que me encontrava, felizmente tudo se resolveu.

O problema nem era tão grave assim, pelo menos eu acho isso agora. O meu medo era que algum conteúdo impróprio fosse para minha página principal, e isso me apavorou, afinal, ninguém quer compartilhar pornografia em rede, pelo menos esse não é o meu objetivo.

Como há um botão para compartilhar, concluí que apenas iria para a página principal aquilo que eu compartilhasse, o resto ficaria só para a minha leitura.

… mas como eu ainda não tenho dois perfis, para saber o que os leitores estão vendo, achei melhor me precaver. Sendo o botão compartilhar, uma indicação de conteúdo, ficaria visível também para os meus leitores, complicando a minha reputação e o meu objetivo.

… assim voltamos ao início de tudo, ou seja, poucos, mas bom amigos. Na Twitter eu só tenho 110 seguidores e 210 amigos, e estamos muito bem assim rs.

Penso que se eu tivesse levado a Facebook mais a sério, eu não estaria pagando esses micos, mas é difícil ser mais ativo na Facebook, com tanta publicidade rolando por lá.

Recebi um segundo círculo que me agradou, mas antes eu achei melhor visitar o perfil de quem estava me oferecendo o círculo, para avaliar melhor, em seguida passei a verificar as atividades dessas pessoas.

Apesar de serem a maioria estrangeiros, seu conteúdo é muito interessante e tem me agradado muito.

O meu próximo desafio era encontrar os dihittianos, eles são a minha base na Facebook e Twitter. Bastou digitar Dihitt na busca da Google+, para encontrar os primeiros amigos, através dos quais encontrei outros, e outros, e outros…

A maior qualidade da Google+, até agora, foi não ter encontrado os famosos vampiros e máfias. Na Twitter eu resisti durante muito tempo e acabei cedendo, como eu tenho dois perfis na Twitter, descobri que eu me tornei spammer de mim mesmo.

Eu tenho entre meus contatos alguém muito experiente que postou um artigo, onde a Google afirma que a Google mais não é uma rede social, e isso eu já tinha notado também. De certa forma a Google mais é mais parecida com um microblog, como a Twitter e lembra muito o site de feed, também não deixa de ser considerado uma rede.

Talvez eu nunca venha a ter um grande círculo de amigos mas, com certeza, serão bons amigos, que todos poderão adicionar e se orgulhar de tê-los como amigos, quando eu compartilhá-los.

By Jânio

novembro 14, 2011 Posted by | Google + | , , , , , | 5 Comentários

Internet popular será implantada em 31 de outubro

tecnologia estatal

Internet Populista

O socialismo é uma tendência de governo bem à brasileira.

Se fizermos uma boa pesquisa, descobriremos que o populismo já tem cerca de 500 anos, ou seja, desde que o Brasil foi descoberto.

É tudo muito confuso, desde o nome “Brasil” até a “Independência do Brasil”, vista sob ótica ufanista.

…e não para por aí, sempre houve o cuidado de apresentar uma boa história para o povo. Teríamos permanecido assim para sempre, mas até no Brasil o tempo muda, essa é uma lei elementar da física.

Eu não creio que fosse possível uma vitória da esquerda, sem a internet, não no Brasil. O fato é que a esquerda venceu justamente quando estava com a cara da direita, porque a direita também é socialista.

Até o governo militar, analisando o ufanismo da época, apresentava características populistas, como a insinuação de apoio a Hitler – Getúlio Vargas.

O Governo democrático de Jânio – meu xará – tinha relações suspeitas com o comunismo de Guevara, um escândalo para a época, normal nos dias de hoje.

“O caçador de Marajás” usou essa técnica de guerrilha para se eleger, mas foi o Ministro – FHC – de seu vice – Itamar Franco – quem levou o país definitivamente para o socialismo.

FHC criou cestas, bolsas, vales e outras maravilhas, capazes de deixar seu padrinho Fidel orgulhoso. Suas visitas ao Tio Fidel eram constantes.

Seu sucessor – Lula – seguiu à risca seus projetos, e melhorou/piorou muito, criando outros projetos similares. Lula foi o Presidente mais popular da época pós governo militar, o que não é pouca coisa, levando-se em conta o nível de informação das pessoas hoje.

O governo Lula foi o governo com mais escândalos, mas a Polícia Federal pôde finalmente trabalhar em paz – O problema agora é o STF.

Bom, pelo menos já sabemos quem são os bandidos, quem está roubando, quem tem força no congresso, quem protege os bandidos, redes de tvs suspeitas, etc., tudo graças a internet.

O inclusão digital é um grande desafio de governos populares, ou populistas, como sempre foi o caso do Brasil.

Nessa “queda de braço”, ninguém melhor que a socialista, Presidenta Dilma, para negociar com as mega empresas de telefonia, controladas por grupos estrangeiros capitalistas.

Parece que tudo já está praticamente certo, daqui a três meses, teremos finalmente a internet em Banda Larga, subsidiada pelo Governo Federal, num preço que é bastante atraente, 35 reais mensais.

Eu não sei quanto os grupos estrangeiros lucrarão com esse acordo, mas vale o ditado populista, digo popular.

Lembrando o próprio populismo: “Se está bom para o povo, então está bom para todos”.

Eu poderia sair elogiando o acordo desde agora, mas o plano precisa ser regulamentado. Isso deverá ocorrer até o dia 28 de Julho.

Como o acordo para internet móvel já foi regulamentado, fica claro que o Brasil dará um grande passo para a democratização da internet.

Esse fato será muito importante para a democratização da informação. Eu diria que o Estado já pode pensar em fornecer a parte teórica da educação pela internet, o que será uma economia muito grande.

Um megabite é uma Banda larga razoável, levando-se em conta que não será preciso mais pagar outros serviços de telefonia, como a linha telefônica, então a internet finalmente chegará ao povo.

Ninguém precisa mais do telefone. Com o uso de MSN e Skype, até a Banda Larga via rádio e via energia elétrica ameaçam o poderio das telefônicas.

Ronaldo Sardenberg já deu até o prazo para a implantação que deverá revolucionar os sistemas de informações brasileiros, 31 de Outubro.

Eu estou acreditando no PNBL – Plano Nacional de Banda Larga – afinal, Paulo Bernardo, encarregado de implantar a internet popular, é marido da nova Ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann.

Paulo Bernardo, Ministro das Comunicações, acredita numa adesão de até 70% dos internautas que ainda não tem acesso a Banda Larga, e ele não está longe da realidade.

Isso afetará muitas organizações, principalmente o chamado Partido da Imprensa Golpista, ferramenta útil para a manipulação, durante séculos no Brasil.

Mais de 90% dos jornais e revistas passarão a ser eletrônicos, portanto, expostos ao júri popular, ou seria populista.

A manipulação continuará imperando, através do monopólio de grandes portais, sistemas de buscas, redes sociais, etc., mas quem dará a última palavra será o internauta, o povo.

Entre os grandes pensadores que não acreditavam na democracia, estava Platão, Aristósteles e outros. Eles achavam que o povo humilde e desinteressado no jogo sujo do poder, seriam presas fáceis para os corruptos, já que não tinham educação suficiente.

Esse será o momento da verdade.

By Jânio

julho 2, 2011 Posted by | Política | , , , , , , , , , , , | 3 Comentários

A Facebook criará escritório em São Paulo, para enfrentar a Orkut

disputa estratégica

Facebook contra Orkut

Das duas boas notícias que eu li no site da RT-TV, sobre o Brasil, uma eu já comentei no blog BuscandoMudanças , a segunda eu estarei comentando aqui.

Todos nós sabemos da importância estratégica do Brasil, nas grandes redes de relacionamentos mundiais. Além da quantidade expressiva de usuários brasileiros nessas grandes redes, um fato que chama a atenção, é que não há grandes sites de relacionamentos brasileiros.

O único brasileiro a se aventurar por esse segmento, foi o Pablo, da Dihitt, e olha que ele nem mora no Brasil. Outro fato interessante, aqui, é o fato de haver brasileiro trabalhando nas grandes redes de relacionamentos internacionais.

A briga promete ser boa, entre a Facebook e a Google, aqui no Brasil.

Com um crescimento muito além do esperado pelos seus desenvolvedores, a Facebook dominou toda a América Latina, e a maior parte do mundo. Eles só não entendem porque, no Brasil, a Google mantém-se isolada na frente.

Para estudar de perto sua principal concorrente, a Google, nada melhor do que um ex-diretor da Google.

Alexandre Hohagen, ex-diretor da Google, também será o responsável pela Facebook em São Paulo.

Segundo o site da RT, a Facebook teria em Dezembro, 12,4 milhões de usuários, menos da metade do número de usuários da Orkut, 32,7 milhões.

A Orkut tem um número tão expressivo de fiéis utilizadores que, por esse número, é possível quase estabelecer  numero total de internautas no Brasil.

A Facebook já possui escritórios em:

Atlanta

Birmingham

Michigan

Chicago

Dallas

Detroit

Nova York

Venice Beache

Washington

DC

Dublin

Hamburgo

Londres

Madrid

Milan

Paris

Estocolmo

Sidney

Tokio

Toronto

Olhando essa lista de cidades de países ricos, temos uma ideia do erro de estratégia de Mark Zuckerberg, ele subestimou os países emergentes.

Fonte: RT

Texto: Jânio

fevereiro 27, 2011 Posted by | Redes Sociais | , , , , , , , , , | 7 Comentários

Um presente para os políticos honestos

internet gratis

Para os honestos

Quando o prefeito de minha cidade anunciou que ofereceria internet grátis para os munícipes, achei que estava sonhando. Foi então que descobri que a internet estaria disponível apenas para quem pagasse o IPTU em dia.

Nossa cidadezinha tem a mania de dar o calote no IPTU, mas isso só acontece no último ano, quando os munícipes decidem não pagar o imposto, podendo negociar com o novo Prefeito eleito.

A situação agora é: Com a internet grátis, quem não pagar o IPTU, no último ano de mandato do Prefeito, terá a internet cortada. O contribuinte será prejudicado onde mais faria falta, principalmente para quem não consegue ficar sem internet.

Essa idéia está sendo adotada por várias cidades, inclusive do Paraná, onde as prefeituras com sistemas de internet via rádio, aproveitam sua estrutura para beneficiar a cidade toda.

Eu fiquei surpreso pelo fato de ser na internet onde mais se fazem denúncias, portanto, os políticos deveriam temer, não oferecer essa mesma ferramenta de maneira gratuita.

Acontece que os políticos parecem não se importar com as eventuais denúncias que possam ser feitas pela rede.

Os benefícios, para os políticos honestos, serão grandes. Além de terem em suas mãos uma forma estratégica de cobrança de impostos, ainda terão a vantagem de receber muitos votos dos cidadãos assíduos que pagam os impostos em dia.

Os maiores beneficiados pela internet, certamente, serão os mais pobres, aqueles para quem a mensalidade de internet faz falta, não importando a qualidade da conexão, nem a velocidade.

Espero que essa boa ideia espalhe pelo Brasil, assim as pessoas poderão avaliar: Se a internet ficar mais cara que os impostos, melhor pagar os impostos.

By Jânio

janeiro 29, 2010 Posted by | Política | , , , , , , , , , , , , , | 4 Comentários

A Facebook lite é inovadora.

Uma estratégia perfeita

É muito comum o aparecimento de novas ferramentas na internet, algumas erram por muito pouco, por não interagir com os usuários, outras seguem um caminho inverso e fazem muito sucesso.

Uma boa rede social, por exemplo, é aquela onde a presença de seu criador é indispensável. Pode-se dizer que o Facebook é assim.

O Facebook nasceu de maneira modesta, como a Google,  seu criador agregou profissionais de seu meio e ela cresceu com um grupo muito grande de engenheiros, no seu desenvolvimento, com muito ligação com o criador.

Esta rede possui ferramentas que faz muita falta as pequenas, como o Bookmark, por exemplo, onde as notícias e artigos são inseridas automaticamente, com direito a imagens e tudo, tecnicamente perfeita.

A possibilidade dos usuários de adicionarem aplicativos, de sua própria autoria, é outra qualidade da rede, é um problema também. Pelo fato de poder adicionar ferramentas, deixou a rede meio pesada, complexa, com uma falta de organização e dificuldade de navaegação, como se fosse uma incubadora de aplicativos.

Daí surgiu a versão lite do sistema, muto mais enxuta, mais rápida e atual. Qualquer ferramenta de internet, ligada ao networking, que queira se manter no topo, deve, nescessariamente, possibilitar seu uso via celular, ou outros aparelhos móveis.

O Facebook onseguiu isso. Confesso que depois de conhecer o Facebook, perdi a fascinação que eu tinha pelo lel.icio.us.

A versão lite já foi acusada de parecer com o Twitter, antes mesmo de ser lançada no Brasil. Acusação injusta, é como dizer que todo veículo com quatro rodas se parece com um fusca, o que não é verdade.

Essa tendência da Twitter, a partir de agora, deverá ser usada por todas as ferramentas que queiram se considerar no top da internet.

É interessante porque já havia a idéia de atrair usuários de outras redes como o Orkut, a Twitter não estava nos planos, mas com essa versão lite, é perfeitamente possível disputar duas frentes.

As principais características da Facebook lite, no momento de seu lançamento para EUA e Índia, eram:

1 – Não possuia algumas de suas ferramentas.

2 – È mais limitado e não permite o compartilhamento de postagens.

3 – No ato de seu lançamento, fora do Brasil, era nescessário mudar a configuração de idioma para inglês.

4 – Poderia ser acessado via celular e internet discada, com muito mais rapidez.

5 – Possui menos recursos, por isso é muito mais rápida.

6 – Aceitam-se comentários em seus perfis.

7 – Aceitam-se escrever mensagens nos perfis.

8 – Aceitam-se novos amigos.

A versão anterior continuará com muita procura, apesar de ser mais complexa, seu uso corporativo, profissional, será muito utilizada.

Um exemplo disso, é a ferramenta do site Networkedblogs, onde se apresentam os rankings dos melhores blogs da internet, essa é uma das melhores ferramentas corporativas do sistema.

A Facebook sempre foi muito técnica, com boa qualidade, mas a ideia de lançar versão lite, de certa forma é inovadora, pioneira.

.facebook.com

 By Jânio.

outubro 28, 2009 Posted by | Redes Sociais | , , , , , , , , | 9 Comentários

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: