Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Disappointment: Google, Facebook and Twitter executives testify ‘meddling’ in Senate

novembro 4, 2017 Posted by | english | , , , , , | Deixe um comentário

Crime of the century’: Facebook finds 0.004% of election posts are Russia-based ahead of hearing

outubro 31, 2017 Posted by | english | , , , | Deixe um comentário

Who is Responsible for Preventing Murders from Being Posted on Facebook?

maio 4, 2017 Posted by | english | , | Deixe um comentário

Gigantes da internet se unem contra espionagem

interesses econômicos

Campanhas contra NSA

Google, Yahoo, Facebook e Twitter, declararam que estão dispostos a apoiar projetos de lei que lhes permitam dar mais transparência sobre a vigilância governamental, direcionando suas campanhas contra a NSA (National Security Agency), Agência de Segurança Nacional.

As últimas declarações de “lobby” apresentadas pela Google, Facebook, Yahoo e Twitter, revelam que os grupos que fazem pressão estão interessados em uma série de projetos de lei que estão sendo elaborados para restringir a espionagem da NSA. Alguns desses projetos permitem conhecer as declarações apresentadas pelos lobistas dessas campanhas, onde demandam publicamente uma reforma do sistema de vigilância nacional.

Essas declarações abrangem o período de 01 de julho até 30 de setembro de 2.013, meses posteriores a primeira divulgação de Snowden sobre o programa PRISM, realizado no mês de junho. No total, durante esse período, Facebook gastou quase 1,5 milhão de dólares em “lobby”, Yahoo gastou 830.000 dólares, Google gastou 3.370.000 dólares e Twitter gastou 40.000 dólares.

Até o momento, a maioria das empresas americanas de tecnologia estão mantendo em sigilo suas posições sobre projetos específicos, para poderem se unir contra a espionagem da NSA. Além disso, os representantes das campanhas tecnológicas mais importantes declararam publicamente sua intenção de apoiar projetos de lei que lhes permitam dar mais transparência a vigilância governamental.

O presidente executivo da Google, Eric Schmidt, declarou: “Fiquei surpreso que a NSA pudesse fazer o que fez”, acrescentando que pela perspectiva da Google, qualquer uso interno dos serviços da Google não está autorizado e é, certamente, ilegal.

Por sua vez, Colin Crowell, vice-presidente da Twitter, declarou que “defender e repeitar a vontade do usuário é um compromisso natural para nós e é por isso que estamos tão comprometidos com a liberdade de expressão”, enquanto afirmou que a campanha está apoiando ativamente dois dos projetos que estão sendo elaborados para exigir que a lei obrigue a se obter uma ordem judicial, antes de acessar emails privados.

Fonte: RT-TV

EUA estão preparando o Armagedom

A prisão do fundador do Megaupload

Espionagem na internet

Revolucionários da terceira guerra mundial

Prisão do hacker mais famoso do mundo

EUA querem controlar a internet

Julian Assange discursa na embaixada do Equador

O site que sabia demais

Escândalo na CIA

novembro 17, 2013 Posted by | segurança | , , , , | 1 Comentário

Censura da web já começou

Primeira Guerra Virtual

Primeira Guerra Virtual

Eu tenho uma péssima notícia para vocês: a censura já começou.

Os blogueiros sempre são muito sensíveis às mudanças na internet, por isso são os primeiros a notar.

Vocês podem notar a censura na internet quando encontra um filme, música ou livro, e descobre que está bloqueado.

Eu nem tenho do que reclamar, afinal, apesar de estar com menos da metade da audiência que eu tinha, melhorei no ranking dos blogs/sites, apesar de censura ser algo que dá calafrios e afeta até a alma.

Até a mega-corporação virtual, Google, especialista em serviços gratuitos e defesa dos internautas, cedeu. Isso já vinha sendo alertado pelas organizações não governamentais e era uma questão polêmica – apesar da censura ser antidemocrática, polêmica mesmo só entre as próprias corporações.

O Youtube passou a apresentar mensagens como “este arquivo possui direitos autorais”, um convite para o abandono à otimização, tags, o início de uma viagem para a Deepweb.

Quando falaram sobre um acordo que vinha sendo feito com o Rapidshare, eu imaginei que logo surgiriam novos discos virtuais dispostos a arriscar, embarcar nessa aventura, como de fato ocorreu, o que eu não imaginava era que o dono do Megaupload fosse ser preso.

O que aconteceu nos bastidores dessa trama, durante esse período, ninguém sabe. Como o Rapidshare fez acordo e o Megaupload foi desativado e seu fundador preso?

O fato é que a blogosfera perdeu muito de sua força no buscador da Google, pior, não há nenhuma alternativa, exceto sonhar com algum megainvestidor disposto a assumir o risco de encarar o corporativismo.

Essa é apenas a primeira batalha e era previsível o resultado, vamos ver o que vai acontecer agora.

De cara, eu posso imaginar que se esse movimento pro-censura continuar, muita gente vai abandonar a internet. Quem vai perder muito com isso serão as telefônicas, que verão seus clientes de banda larga minguando.

Talvez eu tenha errado minha previsão, em partes, mas pode ser que haja uma adaptação da internet.

Pelo que eu tenho acompanhado, além do Rapidshare, a Google e a Facebook também estavam aderindo ao acordo “anti-pirataria”. O termo pirataria foi contestado pela Megaupload, que alegou que o correto seria “compartilhamento” de arquivos.

Eu ainda não sei qual a posição da WordPress nisso tudo, mas o que eu sei é que desde o início a WordPress e Wikipedia foram contra a censura.

O fato é que as comunidades virtuais voltarão a ganhar força, exceto a Facebook, e novas plataformas de blogs deverão surgir, assim como discos virtuais. Novas corporações estarão mais próximas dos ambientes Deepweb, darknet e dark internet.

Pelo menos por enquanto, o corporativismo venceu.

By Jânio

Darknet – Filhos da revolução

Dark internet – internet obscura

Deepweb – Nas profundezas da internet

EUA estão preparando o armagedon

Sites de busca Deep Web

dezembro 18, 2012 Posted by | internet | , , , , , , , | 5 Comentários

A Facebook criará escritório em São Paulo, para enfrentar a Orkut

disputa estratégica

Facebook contra Orkut

Das duas boas notícias que eu li no site da RT-TV, sobre o Brasil, uma eu já comentei no blog BuscandoMudanças , a segunda eu estarei comentando aqui.

Todos nós sabemos da importância estratégica do Brasil, nas grandes redes de relacionamentos mundiais. Além da quantidade expressiva de usuários brasileiros nessas grandes redes, um fato que chama a atenção, é que não há grandes sites de relacionamentos brasileiros.

O único brasileiro a se aventurar por esse segmento, foi o Pablo, da Dihitt, e olha que ele nem mora no Brasil. Outro fato interessante, aqui, é o fato de haver brasileiro trabalhando nas grandes redes de relacionamentos internacionais.

A briga promete ser boa, entre a Facebook e a Google, aqui no Brasil.

Com um crescimento muito além do esperado pelos seus desenvolvedores, a Facebook dominou toda a América Latina, e a maior parte do mundo. Eles só não entendem porque, no Brasil, a Google mantém-se isolada na frente.

Para estudar de perto sua principal concorrente, a Google, nada melhor do que um ex-diretor da Google.

Alexandre Hohagen, ex-diretor da Google, também será o responsável pela Facebook em São Paulo.

Segundo o site da RT, a Facebook teria em Dezembro, 12,4 milhões de usuários, menos da metade do número de usuários da Orkut, 32,7 milhões.

A Orkut tem um número tão expressivo de fiéis utilizadores que, por esse número, é possível quase estabelecer  numero total de internautas no Brasil.

A Facebook já possui escritórios em:

Atlanta

Birmingham

Michigan

Chicago

Dallas

Detroit

Nova York

Venice Beache

Washington

DC

Dublin

Hamburgo

Londres

Madrid

Milan

Paris

Estocolmo

Sidney

Tokio

Toronto

Olhando essa lista de cidades de países ricos, temos uma ideia do erro de estratégia de Mark Zuckerberg, ele subestimou os países emergentes.

Fonte: RT

Texto: Jânio

fevereiro 27, 2011 Posted by | Redes Sociais | , , , , , , , , , | 7 Comentários

O cachorro de um milhão

cão cantor

Cachorro que Canta

Quando surgiu a história de que músicas de rock, cantadas ao contrário, resultavam em palavras diabólicas, eu fiquei muito curioso.

Como eu não curtia rock pesado, nem poderia tocar um som desses em casa, peguei uma fita cassete e  inverti músicas pop, para ver o resultado.

Dobrando um fita cassete, seu verso mostra todo o áudio da música ao contrário.

A primeira versão de King Kong, filme da década de vinte, usou esse recurso, invertendo o rugido de um leão. O resultado dessa experiência chocou os espectadores, forçando a produção a revelar o segredo.

No auge dessa discussão, como todo garoto peralta que adora provocar, contei uma experiência que tive com animais.

Além de ter sido um razoável treinador de cães, em minha infância, por volta dos seis anos, eu era um excelente observador.

Eu sempre usava minhas observações para fazer perguntas pouco ortodoxas aos professores, sempre na hora certa. Por exemplo: Como é que os cães se comunicam?

Todos nós sabemos que os animais tem muito mais que os cinco sentidos vitais, uma teoria ultrapassada, já que o tato vai muito além da pele, além do lado inconsciente da mente – nos humanos.

No caso do cachorro, dizer que ele se comunica apenas com “au au”, seria subestimá-lo. Experiências ciêntíficas já comprovaram que, o que nos humanos são poderes paranormais, para os cães, poderes paranormais não são tão paranormais assim.

No calor da discussão do tal rock, lembrei-me de uma ocasião em que observava dois gatos se comunicando, seus miados tornavam-se mais longos, parecendo bebês chorando, em seguida começavam a surgir algumas palavras. Lembrando que eram duas horas da madrugada, essa fluência de linguagem de gatos chegava a arrepiar.

Com o tempo, notei que não eram só os gatos, todos os animais possuíam gestos e sons que foram desenvolvidos durante centenas de milhares de anos. Graças a isso, e a suas habilidades naturais,  eles estavam mais preparados para sobreviver, melhor que os humanos.

Uma espécie muito parecida com os gatos, os cães, tem até o som de suas palavras parecido.

Por serem os melhores amigos do homem, não é possível notar, mas basta ver um grupo de vira-latas cantando para termos uma ideia de sua performance linguistica.

Aliás, os cães costumam combinar rosnados com gestos, indicando direções, chamando a atenção, pedindo para que sejam seguidos, carinho, etc.

Se não fosse o aparecimento do homem na Terra, eu não tenho a menor dúvida que os animais acabariam falando. Eles já tem uma vida social muito produtiva, com seu curto processo cerebral.

Vários animais já foram treinados para falar a nossa língua, mas essa língua não significa nada para eles.

Um Husky Siberiano chamado Mishka tem chamado a atenção da mídia mundial. Com o auxílio da tecnologia, mais a capacidade de pronunciar algumas palavras, o cão conseguiu gravar uma música que já teve pelo menos um milhão de acessos, pelo menos até a reportagem.

A música também já era vendida pela internet, tornando o cão a primeira estrela da música pop, pelo menos entre os cães.

Para aumentar sua popularidade, todo um projeto digital foi montado. O cão ganhou até página na Twitter e na Facebook.

A tecnologia usada por ele, para melhorar sua voz, já foi usada por Cher, Lady Gaga e Christina Aguilhera, para criar efeitos, e corrigir defeitos,  vocais.

Suas músicas já são vendidas nas lojas i-tunes à 99 centavos.

Veja o vídeo:

http://actualidad.rt.com/ciencia_y_tecnica/electronica_tecnologia/issue_14998.html

By Jânio

outubro 9, 2010 Posted by | curiosidades | , , , , , , , , , , , , , , | 4 Comentários

Ferramentas blogueiras para Twitter, Facebook, SEO

analise de popularidade

Ferramentas para SEO e busca

Os blogueiros, iniciantes ou profissionais, sempre tiveram uma grande preocupação em saber se seus esforços estão sendo reconhecidos. Para quem tem blog no WordPress, pode dispor de várias estatísticas, num painel administrativo quase perfeito; para quem não tem, há outras formas de verificar a evolução e a credibilidade do site.

Uma das formas de se verificar a qualidade de um site, é verificar seu page rank. Apesar de, nos últimos meses, esse sistema ter sido menos falado, esse é um dos sistemas mais difícil de ser manipulado.

A fórmula do pagerank é guardada à sete chaves pela equipe da Google, mas não é difícil notar a relevância dos backlinks, para a elaboração dessa referência de qualidade. Para quem tem interesse em saber a evolução de seu site, é só procurar entre os principais sites que passaremos a listar.

É sempre bom lembrar que comentar nos blogs, aumenta os backlinks, só não pode fazer spam.

Outra ferramenta, com qualidade e defeitos, muito procurada, é o sistema da alexa: www.alexa.com

Apesar de ser manipulado por alguns, já que a quantidade de visitas não representa, necessariamente, a qualidade do site, tem muito mais valor para o blogueiro consciente de seu propósito.

Uma equipe brasileira que tem se dedicado, intensamente, com o propósito de análise e otimização de sites, é a Mestreseo,  com várias ferramentas de análise do potencial de um blog grátis.

http://www.mestreseo.com.br/ferramentas-seo/pagerank/

O site Wholinkstome, literalmente, “Quem linka para mim”, mostra a que veio, além de mostrar os backlinks da Google, não se esquece de outros sistemas de buscas, como o ótimo Yahoo.com, e isso é muito bom.

http://wholinkstome.com/url/icommercepage.wordpress.com

Apesar dos pings terem perdido a força no buscador Google, alguns evoluíram e tornaram-se redes de comunidades.

Divulgando os blogs em pings

by Jânio

janeiro 1, 2010 Posted by | Web 2.0 | , , , , , , , , | 14 Comentários

Geocities chega ao fim.

primeira geração web

Chega ao fim um dos serviços pioneiros de internet, o Geocities.

Parece que já se passou um século, a tecnologia é assim mesmo, muito rápida, mas o Geocities iniciou suas atividades em 1.994, sendo comprada pelo Yahoo em 1.999.

Todos os internautas que estão há algum tempo na internet, já criaram algum site no Geocities. A criação de sites eram muito parecido com a criação de blogs, atualmente.

Com a notícia de que todos os cerca de dez terabytes de conteúdo armazenado seria apagado, uma equipe de arquivistas digitais se mobilizou para salvar o máximo que puderem.

Até por questão de lógica, esses sites possuem muita informação importante, abandonadas pelos antigos usuários, levando-se em conta o baixo custo de armazenamento, as altas performances de sistemas de buscas, essas informações se tornam valiosas, uma biblioteca digital.

A Geocities sempre teve bons concorrentes, mas sobreviveu muito mais tempo que eles, seu fim foi decretado, principalmente, pelas novas redes sociais e seu crescimento vertiginoso, só a Facebook, já atingi 300 milhões de usuários. Outras redes, como a Twitter, estão só começando.

Além disso, os novos serviços possuem ferramentas as quais seria impossível a velha guarda da internet competir.

By Jânio.

outubro 31, 2009 Posted by | internet | , , , , , | 6 Comentários

A Facebook lite é inovadora.

Uma estratégia perfeita

É muito comum o aparecimento de novas ferramentas na internet, algumas erram por muito pouco, por não interagir com os usuários, outras seguem um caminho inverso e fazem muito sucesso.

Uma boa rede social, por exemplo, é aquela onde a presença de seu criador é indispensável. Pode-se dizer que o Facebook é assim.

O Facebook nasceu de maneira modesta, como a Google,  seu criador agregou profissionais de seu meio e ela cresceu com um grupo muito grande de engenheiros, no seu desenvolvimento, com muito ligação com o criador.

Esta rede possui ferramentas que faz muita falta as pequenas, como o Bookmark, por exemplo, onde as notícias e artigos são inseridas automaticamente, com direito a imagens e tudo, tecnicamente perfeita.

A possibilidade dos usuários de adicionarem aplicativos, de sua própria autoria, é outra qualidade da rede, é um problema também. Pelo fato de poder adicionar ferramentas, deixou a rede meio pesada, complexa, com uma falta de organização e dificuldade de navaegação, como se fosse uma incubadora de aplicativos.

Daí surgiu a versão lite do sistema, muto mais enxuta, mais rápida e atual. Qualquer ferramenta de internet, ligada ao networking, que queira se manter no topo, deve, nescessariamente, possibilitar seu uso via celular, ou outros aparelhos móveis.

O Facebook onseguiu isso. Confesso que depois de conhecer o Facebook, perdi a fascinação que eu tinha pelo lel.icio.us.

A versão lite já foi acusada de parecer com o Twitter, antes mesmo de ser lançada no Brasil. Acusação injusta, é como dizer que todo veículo com quatro rodas se parece com um fusca, o que não é verdade.

Essa tendência da Twitter, a partir de agora, deverá ser usada por todas as ferramentas que queiram se considerar no top da internet.

É interessante porque já havia a idéia de atrair usuários de outras redes como o Orkut, a Twitter não estava nos planos, mas com essa versão lite, é perfeitamente possível disputar duas frentes.

As principais características da Facebook lite, no momento de seu lançamento para EUA e Índia, eram:

1 – Não possuia algumas de suas ferramentas.

2 – È mais limitado e não permite o compartilhamento de postagens.

3 – No ato de seu lançamento, fora do Brasil, era nescessário mudar a configuração de idioma para inglês.

4 – Poderia ser acessado via celular e internet discada, com muito mais rapidez.

5 – Possui menos recursos, por isso é muito mais rápida.

6 – Aceitam-se comentários em seus perfis.

7 – Aceitam-se escrever mensagens nos perfis.

8 – Aceitam-se novos amigos.

A versão anterior continuará com muita procura, apesar de ser mais complexa, seu uso corporativo, profissional, será muito utilizada.

Um exemplo disso, é a ferramenta do site Networkedblogs, onde se apresentam os rankings dos melhores blogs da internet, essa é uma das melhores ferramentas corporativas do sistema.

A Facebook sempre foi muito técnica, com boa qualidade, mas a ideia de lançar versão lite, de certa forma é inovadora, pioneira.

.facebook.com

 By Jânio.

outubro 28, 2009 Posted by | Redes Sociais | , , , , , , , , | 9 Comentários

Entrevista com Mark Zuckerberg da Facebook.

Rede das causas

Rede das causas

Hoje, tive o privilégio de assistir, na MTV, uma entrevista com o criador  da rede social Facebook, Mark Zuckerberg.

Poucas vezes eu vi alguém com uma imagem tão parecida com seu site.

A entrevista foi uma reprise de um programa que já havia passado, e eu não pude assistir.

Mark contou um pouco de sua curta história, como ficou bilionário em tão pouco tempo. Na realidade, o fato de ser bilionário é o que menos importou durante a entrevista.

Os números relacionados a Facebook impressionam:

1 – O site possui, atualmente, 250 milhões de usuários em todo o mundo.

2 – São 200 engenheiros trabalhando, diariamente, no site,  desenvolvendo, criando e cuidando de sua manutenção.

3 – só no Brasil, país onde as redes sociais tem uma aceitação acima da média,  a Facebook tem 1.300.000 usuários.

Mark tirou de letra algumas perguntas mais, digamos, apimentadas. A certa altura da entrevista, o entrevistador perguntou o que ele diria para os internautas, para que eles fechassem suas contas no Orkut e abrissem uma na Facebook.

Ele disse não ser preciso fechar a conta no Orkut, já que as duas redes são diferentes, podem conviver juntas. Suas ferramentas tem objetivos diferentes.

A respeito de concorrência, o entrevistado salientou ainda que, fora do Brasil, em países desenvolvidos, há muita concorrência. Ele citou o caso da Alemanha, onde há uma rede muito forte, com cerca de dez milhões de usuários, enquanto a Facebook , em sua fase inicial naquele pais, tinha apenas 100 mil usuários.

“Eu acredito que se fizermos um bom trabalho, as pessoas gostarem, passarão a aderir à Facebook, naturalmente”.

“Eu ganhei meu primeiro computador na sexta série, a partir daí, não parei mais. Hoje, eu não acredito que a minha vida seja muito diferente de antes”.

muita gente não entendeu, muito bem, o objetivo da Facebook, em seu início, aqui no Brasil. O criador da Facebook esclareceu que sua ideia é, diferentemente do Orkut, oferecer uma ferramenta de comunicação familiar, para a família e os amigos se comunicarem.

Mark reconheceu que acompanha muitas ferramentas, criadas pelos internautas, algumas ele chega a experimentar, outras, os engenheiros da Facebook acabam implementando, ou aproveitando as ideias.

Segundo ele, ao abrir o site, ao se logar, o usuário já tem uma visão detalhada de todas as atualizações de usuários, de suas redes de amigos.

Perguntado sobre a nova ferramenta de bate-papo, da Facebook, ser parecida com a Twitter, ele afirmou que, apesar de parecida, o objetivo é diferente, onde a ferramenta de bate-papo da Twitter se assemelha mais com um blog.

Os co-fundadores da Facebook eram seus amigos, inclusive seu colega de quarto, que o ajudou muito, saiu da Facebook para trabalhar na campanha do Presidente Obama, dos Estados Unidos.

Ele afirmou que tem muito orgulho de seu amigo, que o ajudou muito.

Vários de seus amigos, depois de formados, foram convidados a se juntar ao projeto da Facebook, inclusive seus professores.

Outra qualidade da Facebook que ele destacou, foram as causas, campanhas criadas pelos usuários, que vêem na Facebook a possibilidade de se criar uma grande campanha, sigilosamente.

Além de ser fã do grupo de pop-rock Gree Day, afirmou que seus amigos não lhe pedem nada, pelo fato de ser bilionário, pelo contrário, ele é que pediu para que todos se juntassem a ele, no projeto Facebook.

Sobre a maneira como ganha dinheiro com o site, afirmou que é analisando os gastos dos usuários e apresentando publicidade que a Facebook consegue sua rentabilização.

Até Tiago Dória, blogueiro muito conhecido, especialista em internet, afirmou que da maneira que a publicidade é apresentada na Facebook, não incomoda.

By Jânio

agosto 18, 2009 Posted by | Redes Sociais | , , , , , , | 4 Comentários

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: