Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Top blogosfera na Facebook

blogs da facebook

Lista de Blogs

Blogs que eu li hoje os quais merecem uma visita:

Blogosfera

Buscando mudanças

Tags: agregadores, blogosfera, divulgação, internet, marketing, otimização

Blogosfera Palentina

Tags: blogosfera, muestra, palencia, palentina, sobre


Desarraigos Provocados

Tags: alemania, Berlín, blognovela, blogosfera, bloguera, Cuba, desarraigos, fotos de Cuba

Tecnozilla

Tags: blogosfera, buscadores, ipod, tecnozilla, vive

BLOGOSFERA CHILENSIS

Tags: blog, blogosfera, chilensis, para, preprense

joako67blog

Tags: blogosfera, crear, donde, este, para

Política com Pimenta

Tags: blogosfera, comunicação, jornalismo, mídia, política

 

By Jânio

outubro 3, 2011 Posted by | divulgação gratis | , , , , , , | 3 Comentários

Como surgiu o blog

conhecimento e pensamento

Futuro da Informação

Tecnicamente, o blog, contração do termo Web Log, que por sua vez significa diário virtual, é uma evolução dos antigos diários. Em países da Europa, os diários ainda são muito comuns, como na França, onde há muitos “Semanários”.

Na prática, eu vejo muito mais que isso. Vejo toda os sistemas de internet evoluindo constantemente, rumo à “Xanadu”, de Ted Nelson, o grande inspirador da internet.

Essa evolução de todos os sistemas numa só direção, não era exatamente o desejo dos Web Masters, mas é um processo irreversível. Qualquer pessoa pode criar um blog automaticamente, ter seu espaço com direitos autorais, mas seguindo as leis que regem outros meios de comunicação.

Além dos diários virtuais, haviam também os sites prontos, onde a pessoa montava seu site a seu gosto, exatamente como os blogs. Na minha modesta opinião, esse foi o principal motivo da profissionalização dos blogs.

Assim como os blogs, esses sites “pré-montados”, tipo “geocities”, permitiam a criação, usando principalmente o html. Para quem não conhecia o html, havia a possibilidade da utilização de templates prontas, montando automaticamente o site a partir de uma plataforma.

Outro elemento que eu destaco, seria os antigos fóruns, os blogs são muito utilizados com a função dos fóruns, para que se possa discutir temas institucionais.

O sistema de comentários, criado pelos hackers (favor não confundir com crackers, nem lammers) foi um dos grandes motivos do crescimento do uso de blogs, até jornalistas renomados, escritores, analistas e críticos especializados, aderiram a essa ferramenta. Houve um novo passo, via Web 2.0, que pode até indicar novos rumos para o blog, o chamado microblog, mas, ao que tudo indica, o microblog deverá ser mais uma, entre várias ferramentas que interagem com os blogs.

O que me leva a acreditar que o blog veio para ficar, é o fato de estarem ligados a noventa por cento de toda a internet, via web 2.0, além disso, o processo de permalinks, ou urls permanentes, o que transforma cada post em uma página exclusiva, possibilitando o acesso a conteúdos antigos de um blog, apontam para um investimento de conteúdos a longo prazo.

Facilidades de edição e profissionais dispostos a criar inúmeras ferramentas interativas, criando uma verdadeira revolução em termos de comunicação, são outro indicador de que a blogosfera deverá ter vida longa.

O blog, a meu ver, foi a primeira ferramenta para “amadores” em programação a atrair os “profissionais” da área, obrigados a aderir a essa ferramenta devido a facilidades de interação com outros grandes sites.

Em grandes plataformas para blogs, pode-se incluir textos, imagens, vídeos ou músicas, esse conteúdo será de propriedade do autor do blog, mas poderá ser organizado, indexado, agregado e/ou lincado por terceiros, otimizando ainda mais a internet.

WIKIPEDIA: “O termo “weblog” foi criado por Jorn Barger em 17 de Dezembro de 1997. A abreviação “blog”, por sua vez, foi criada por Peter Merholz, que, de brincadeira, desmembrou a palavra weblog para formar a frase we blog (“nós blogamos”) na barra lateral de seu blog Peterme.com, em abril ou maio de 1999. Pouco depois, Evan Williams do Pyra Labs usou “blog” tanto como substantivo quanto verbo (“to blog” ou “blogar”, significando “editar ou postar em um weblog”), aplicando a palavra “blogger” em conjunção com o serviço Blogger, da Pyra Labs, o que levou à popularização dos termos.

No dia 31 de agosto, comemora-se o Dia do Blog (devido a semelhança da data 31.08 com a palavra blog, onde 3 seria um B, o 1 seria um éle, zero seria um o e o oito seria um g), que se propõe a promover a descoberta de novos blogues e de novos blogueiros.

A blogosfera, termo que representa o mundo dos blogs, ou os blogs como uma comunidade ou rede social, cresceu em ritmo espantoso. Em 1999 o número de blogs era estimado em menos de 50; no final de 2000, a estimativa era de poucos milhares. Menos de três anos depois, os números saltaram para algo em torno de 2,5 a 4 milhões. Atualmente existem cerca de 112 milhões de blogs e cerca de 120 mil são criados diariamente, de acordo com o estudo State of Blogosphere.”

Os blogs são, ao lado dos miniblogs e dos sites de compartilhamentos, as maiores fontes de conteúdo da internet.

Como surgiu a internet

Quando surgiu a Google

Como surgiu a twitter

A história da Wikileaks

By Jânio

setembro 25, 2010 Posted by | blogosfera | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 23 Comentários

O indexador Ocioso não tem limites.

indexador sem limites

indexador sem limites

Eu aprendi a não subestimar uma rede social, indexador de notícias, agregador de blogs ou qualquer outra ferramenta geradora de tráfego para nosso blog, mas eu não era assim.

Quando eu tive a ideia do icommercepage.com, a blogosfera ainda engatinhava. Apesar de algumas ferramentas que estavam surgindo, uma ferramenta que eu não levava a sério era o gerenciador de blogs, eram dezenas de gerenciadores disputando um lugar ao sol.

A ideia de ter uma comunidade ou dez comunidades com mil usuários,  dentro de uma rede como o Orkut, mil usuários é o máximo de membros que o Orkut comporta em cada comunidade, notaram a supremacia total da Twitter? – eu nunca poderia imaginar que, um dia, a Twitter viraria a fogueira de vaidades, de celebridades da tv.

Eu sempre imaginei a interface de um blog, algo limitado, se eu imaginasse que, um dia, uma empresa chamada Twitter, lançaria um gerenciador de microblogs de mesmo nome, com capacidade quase ilimitada, eu teria prestado mais atenção.

Um sistema para a WEB 2.0, é como um carro zero, você não pode colocar um motor da Ferrari num Gol Mil, ele foi feito para a Ferrari. Um sistema depois de pronto, fica inviável determinadas mudanças, o Twitter já foi criado para esse ambiente interativo, principalmente o da blogosfera.

Hoje um outro sistema teria que ser muito melhor para superá-lo, já que as pessoas se acostumaram com ele.

O aprendizado da pior maneira, é mais duro, mais se aprende mais. Assim, não demorou muito para que eu notasse alguns blogs despontando, em sites de auditoria de tráfego, como o Alexa.com por exemplo.

Através do Alexa eu poderia monitorar a concorrência, foi aí que eu notei que os blogs haviam deixado de ser apenas um diário virtual, passando a ser divulgadores das mais variadas culturas.

Conhecia a força do blogspot, mas continuei com meu site. Quando tomei conhecimento da WordPress, fiquei me perguntando como uma empresa poderia oferecer tantas ferramentas de graça, oferecendo uma verdadeira aula para um iniciante, amador, ou apenas experimentador da ferramenta.

Pela primeira vez, eu cogitei a possibilidade de abandonar o site, onde seria preciso uma boa equipe, trocando por um blog, onde milhões de pessoas usam a mesma plataforma, gerenciado pela mesma equipe. No caso do gerenciador de microbloging da Twitter, deverá ultrapassar um bilhão.

Para a divulgação dos serviços do site, a gente sempre procurava sites de classificados, diretórios de links, trocas de banners, troca de visitas, sites de buscas, etc, esses sites ainda são muito úteis para quem tem interesse por pagerank, já que são ótimos para se criar links.

As referências de qualidade eram bem mais variadas, Yahoo, Msn, Google, Altavista, Uol, etc, o topo das buscas era fundamental, principalmente nas palavras estratégicas, os SEOs, especialistas em otimização em buscas eram muito solicitados.

A democratização da internet, veio com os blogs, a Google, estrategicamente, sentiu que os textos e a atualização dos sites era a melhor forma de avaliar a qualidade de um blog, isso  passou a ser feito pelo Yahoo também.

Quem saiu ganhando foi própria  Google,com a democratização da internet, todos os sites foram nivelados, ficando a Google quase sozinha no topo, não fosse a companhia indesejada da Yahoo, que tentaram comprar sem sucesso.

Entre os blogueiros de ponta, os pro-bloggers, iniciou-se uma democratização maior ainda, onde ensinavam como se conseguir tráfego, de certa forma, isso nivelou os blogs por baixo, deixando a nata por cima.

Então surgiu a WEB 2.0, com suas ferramentas fantásticas, novas redes sociais explodiram no mercado, concorrendo com o Orkut, indexadores de notícias, agregadores de blogs, novos gerenciadores de blogs atualizados, sistemas RSS, e, tudo o que se vira até o momento perdeu o sentido.

Começou-se a duvidar do pagerank, as visitas aumentaram, iniciou-se uma campanha por uma internet mais dinâmica, mais segura e, principalmente, de maior qualidade de conteúdo. Todo mundo passou a linkar a todos aqueles artigos de seu interesse; a imagem pessoal e a política de boa vizinhança ganhou muito mais força.

Até o No Follow que deveria ter se revelado uma tremenda encrenca, passou totalmente despercebido. Os fanáticos pela Google levaram muito a sério tal ferramenta e quebraram a cara, seus sites simplesmente desapareceram do mapa.

Mas como a tecnologia não pode parar, duas redes se destacaram, em termos de qualidade de conteúdo:

Dihitt – Uma rede totalemete voltada a cultura, deixando os blogs tradicionais meio na contramão. Nunca vi uma rede com tantos professores, filósofos, pastores, escritores, poetas, jornalistas e outros intelectuais com capacidade para divulgar seus conhecimentos.

Via6 – Antes conhecido como rec6, o Via6 é uma referência, em termos de formação de redes de contatos e intercâmbio de empresários. Indexa notícias muito bem, a exemplo do Dihitt.

O mais novo fenômeno é, sem sombra de dúvida o Ocioso, http://www.ocioso.com.br – o site tem se revelado um grande divulgador de notícias. Seu potencial é tão grande que todas as referências imagináveis perdem o sentido.

Tudo o que se viu, até agora, em termos de divulgação e publicidade, perdem o sentido, até a Google, como referência, perde a importância, quando se acerta uma notícia no Ocioso.

O Ociso é uma rede que merece ser estudada com cuidado, suas tendências, suas funcionalidades, principalmente, qual é o perfil dos usuários e visitantes que visitam o site. O Ranking não é feito por voto, é feito por clicks únicos, não repetidos pela mesma pessoa, correspondendo ao número de visitas no link de nosso site.

O primeiro pacote de links enviados por mim, eu tive a sorte de acertar um, “Teoria Infernal”; no segundo pacote, também com três artigos, enviei um sob medida, “Dançando com o Diabo”, acertei em cheio.

Esta semana, enviei o terceiro pacote, com mais três artigos. Dessa vez eu tive a felicidade de acertar todos os três links, todos na primeira página.

Se, na primeira remessa, eu tive 1.400 visitas; na segunda, eu não tive tantas visitas, mesmo assim, mil visitas não é pouco.

Nessa última, criei um link especialmente para o Ocioso, “Xixi nas calças é sinal de saúde”, os outros dois também foram aprovados: “Como surgiu a Twitter” e “Animais engraçados”. Resultado, um novo recorde, quatro mil e quatrocentas e vinte e cinco visitas, em um único dia.

Decididamente, não dá para subestimar a internet. Vi muitos Hypes malucos como uma página em branco, para publicidade, blogueiros pedindo para cliccar em um site, sem pé nem cabeça; parecendo-me uma crítica a Google.

Todo tipo de webmarketing está me parecendo uma brincadeira de criança.

Com a Google, Yahoo e o outros sites de referências, parece que os internautas elegeram a WEB 2.0 para tutor de conteúdo da internet.

O que antes parecia loucura, agora é realidade. Portais criando publicidade e links em blogs.

Leia mais:

https://icommercepage.wordpress.com/2009/09/13/como-conseguir-mil-visitas-gratis-em-um-dia/

By Jânio.

outubro 4, 2009 Posted by | Redes Sociais | , , , , , , , | 17 Comentários

É importante trocar visitas.

como vai você?

como vai você?

Quando um amigo nosso me enviou um e-mail, relatando sua situação na rede, algumas lembranças me vieram a cabeça, do tempo em que eu ainda engatinhava na blogosfera.

A reclamação de nosso amigo fazia sentido, depois de comprovado por mim, quando algumas notícias não recebem votos ou comentários.

Além dos problemas técnicos, quando a ferramenta deixa de funcionar por questões técnicas, há alguns fatores que devem ser observados.

1 – A questão da adaptação a rede – Passei por todas as redes da internet, até chegar aqui. Para sair daqui, eu teria que achar uma rede que me ofereça mais, para blogueiro amador ou iniciante como eu.

2 – O envio de muitas notícias – A questão da quantidade de notícias é muito importante, a meu ver, devemos enviar notícias e artigos de acordo com o retorno, isto é básico na internet, para que enviarmos uma notícia se ninguém vê.

3 – Injustiças em comunidades – Depois de percorrer os sites de vários  ex usuários, pude constatar que nem todos vivem num mar de rosas. Alguns saíram, justamente, por atravessarem períodos conturbados em suas vidas pessoais, ao invés de discutirem, preferiram sair, como se a rede fosse um grande salão de baile, se você esta mal se retira, não é bem assim.

Quando estamos mal, devemos expor os fatos aqui, pode ser que alguém tenha passado por isso, ou possa nos ajudar.

4 – Quantidade de usuários – Pelo fato de haver uma grande quantidade de usuários, isso acaba fazendo com que não estejamos atentos a sintomas que podemos ajudar, ler todos os artigos.

5 – Troca de visitas – O blog, na internet, é como nossa casa, lugar de nossos pensamentos, bate-papo, exposição e busca de conhecimento. Quando temos tempo, é sempre bom fazermos uma visitinha aos nossos amigos visitantes, visitar a sua casa. Depois de um tempo sem comentar, me senti meio vazio por dentro.

6 – Verdadeiros amigos – Procure se aproximar de pessoas que tem um pensamento construtivo, que oferecem o que você precisa para crescer e encontras suas respostas.

7 – Aprenda brincando – Como disse no artigo anterior, aprender deve ser divertido, blogar deve seu uma aventura, se isso não acontece, fica muito chato. É muito importante procurar e compartilhar conteúdos interessantes.

8 – Ajude quando puder – Na medida do possível, ajude quando alguém precisar de ajuda; caso não possa, deixe isso bem claro.

9 – Oferta e procura – Caso queria muitas visitas, fique atento para a lei da oferta e da procura, veja qual a carência da internet, o que as pessoas procuram mais. Saber quais as palavras mais procuradas, conteúdos mais, lidos, votados e comentados, faz a diferença.

10 – Seu ponto de vista – Mostrar seu ponto de vista, através de artigos que já leu, pode mostrar sua verdadeira personalidade, e atrair muito conhecimento para seu blog.

junho 21, 2009 Posted by | blogosfera | , , , , | 12 Comentários

o que os internautas pensam.

pensamentos de blogueiro

pensamentos de blogueiro

     É muito bom saber o que os internautas pensam, especialmente  se forem os visitantes de seu blog.

    Sabendo o que seus visitantes pensam, você saberá do que eles gostam, isso não vai diminuir a qualidade de seu site, se ele entra em seu blog frequentemente, alguma coisa vocês tem em comum.

    Alguns gerenciadores, como o WordPress, oferecem ferramentas de estatísticas onde você pode acompanhar os artigos mais visitados, podendo analisar melhor o gosto de seus visitantes. e esta relação com o que você pensa ou escreve.

    Se o gerenciador do seu blog não tem esta ferramenta, tudo bem, isso não tem importância, há inúmeras formas de avaliar o desempenho de seus trabalhos.

    Redes Sociais, agregadores de blogs, indexadores de notícias, tudo isso são elementos importantes para avaliar o desempenho de sites e blogs, alguns desses elementos estão bem a nossa frente o tempo todo, os comentários. Os comentários são fundamentais para se analisar, não só o seu trabalho, especificamente falando, mas o seu nível de relacionamento na internet, o seu carisma, a sua interatividade, e a sua capacidade de trabalhar em rede.

    Outro elemento que eu, particularmente, acho fantástico é o track back. Quando uma pessoa cria um track back, referencia um artigo ou página de seu blog ou site, ele faz um verdadeiro batismo, carimba o seu trabalho com um selo de qualidade, reconhece que aquele conteúdo deve ser visto.

    Os feeds backs também são uma boa maneira de análise, mas é suspeito, principalmente devido a troca de favores, fazendo parecer que o blog tem uma importância maior do que ele realmente tem.

    Com os back links, acontece a mesma coisa, a troca de favores é similar a troca de links, se o cara vai com a cara de outro ou é amigo, aceita seus comentários ou links, apesar da qualidade duvidosa.

    Para quem leva seu trabalho, de prestar serviços de informações, a sério, deve agir com a máxima transparência possível, na medida em que seu blog começa a conseguir uma aceitação perante seu público, começa a concorrência,  a inveja, será muito difícil suportar a pressão, se não estiver tudo em ordem em seu trabalho.

    O artigo mais lido de meu blog foi: “Publicidade grátis de sites e empresas”, eu acho que foi por vários motivos: Porque o site, na época, era temático, voltado a divulgação, a procura por formas de divulgação gratuita na internet é muito grande, e principalmente pelo fato de ficar bem posicionado nas busca, com um título bem otimizado.

    A otimização, apesar de atrair muita visita, pode distorcer um pouco a realidade. Foi o que aconteceu com o artigo “Divulgação grátis é mil”, o título ficou tão bem otimizado que foi direto para o topo das buscas, além de trazer muitas visitas ao blog. Muita gente pode perguntar “mas como isso é possível?” É simples. Como o sistema de busca é um programa e obedece aos princípios da programação, não é difícil presumir que o título: “divulgação grátis é mil” não será lido necessariamente nesta ordem, resultado, alguns digitavam “mil formas de divulgação grátis”, “mil formas de divulgar”, entre outras, acabava sempre em meu blog.

    Ah! Eu ia esquecendo de dizer, o artigo era só para comemorar a milésima visita no blog. Sem querer eu criei um título super otimizado.

    Aqui. vale a minha teoria máxima, não importa o que você faça, nunca pare de escrever, as visitas vem quando você menos esperar, independente de sua estratégia. O importante é escrever com o coração, interagindo da melhor maneira possível com seu leitores.

    ABÇS

maio 28, 2009 Posted by | blogosfera | , , , , | 2 Comentários

A realidade da internet

Maturidade na Internet

Maturidade na Internet

O surgimento da internet despertou muita curiosidade de todos, sem nenhuma exceção, não é para menos, imagine você que a computação tem seus princípios fundamentados na eletronica (parte física), na lógica (parte virtual), agora imagine sua aplicabilidade como ferramenta, em formato de texto, dedicado às letras, `escrita.

     Só isso já seria motivo suficiente para interesse e pesquisas em massa, agora acrescente à tudo isso, o interesse dos pequenos e grandes investidores, buscando na Tecnologia da Informação (TI) uma forma de se obter lucro. Isso foi o começo da Internet, no Brasil e no Mundo.

     Além do fenômeno da Globalização, a interação e o pensamento em conjunto eram elementos fundamentais nesse processo de evolução do comportamento humano.

     O tempo passou, a ilusão do dinheiro fácil acabou, as grandes Empresas assumiram seu lugar dentro do universo virtual. Muita gente perdeu dinheiro e abandonou esse Mercado como já era previsto.

     As ações despencaram e surgiram novos gigantes da TI como Google, Yahoo, etc.

     Já se previa mas ninguém esperava que a prestação de serviços de internet, a nível personalizado, como Blogs, relacionamentos, apenas para citar dois casos mais comuns, crescessem tanto.

     Ferramentas como o Feed Back, agregadores de blogs, indexadores de notícias, fotologs, Mensagens Instantânea, começaram a ganhar mais espaço e a tendência de serviços personalizados, provocou uma nova revolução em TI.

     O entusiasmo hoje é tanto que , antes mesmo das pessoas assimilarem todas essas mudanças, da chamada web 2.0, alguns já falavam em web 3.0 em andamento. como o avanço foi muito rápido, os usuários iniciantes começaram a se atrapalhar com as novas ferramentas, e houve até quem afirmasse que até 2010-2011, a grande maioria dos usuários iniciantes não saberiam usar essa ferramenta, a web 2.0.

     Esse erro contudo dificilmente ocorrerá, subestimar o potencial dos usuários iniciantes, ninguém mais quer.

     Como já era previsto, surgiram novos nichos, novas oportunidades de negócios na internet, principalmente na blogosfera, áreas onde as grandes corporações não tem interesses, são os melhores nichos desse Mercado.

     Com o crescimento da Blogosfera, aumento da independência do usuário, grandes Sites/Empresas começaram a quebrar, por outro lado, os Blogs com 4,5,6 ou mais estrelas no Page Rank cresceram. Não é para menos que a Blogosfera dá tanto valor ao Page Rank.

     A preocupação com a privacidade deixou de ter tanta importância, principalmente porque os usuários, hoje, já está muito mais amadurecido.

     Os cadastros, agora, sap muito mais rápidos e as ferramentas muito mais simples, sempre pensando no usuário, a parte principal nesse processo de comunicação.

abril 29, 2009 Posted by | blogosfera | , , | Deixe um comentário

Tutorial de utilização da internet.

Como se iniciar na web 2.0 de maneira correta.

Como se iniciar na web 2.0 de maneira correta.

Desde que a internet surgiu, já faz algum tempo, depois da novidade, do surf, do fim do sonho de lucro fácil, finalmente, chegamos a época da maturidade na rede, onde as pessoas se reúnem, geralmente em comunidades, dentro de uma rede social.

Quando começou, a mania de blogar, quando o blog ainda era apenas um diário virtual, blog era coisa de criança. Com o crescimento da blogosfera, os blogueiros se viram na necessidade de profissionalizar seus blogs, surgindo, aí, a procura por ferramentas de serviços para blogs.

A quantidade de ferramentas de serviços para blogs, hoje, é tão grande que fica quase impossível conhecer todas estas ferramentas.

Agregadores, indexadores, microblogs, tudo isso são de extrema importância para o crescimento de um blog profissional. Os microblogs aliados a moderna tecnologia móbile, transformou os microblogs, como o Twiter, numa verdadeira febre, deixando a Google, que já havia comprado várias ferramentas famosas como Orkut, Blogspot e Youtube, sem grande rentabilidade, causando, inclusive prejuízo a Google, com um novo desafio, ou comprar a Twiter ou perder o bonde da internet, que já estava sobre controle.

Resumindo, a internet, que havia ficado tão simples com os blogs, ficou ainda mais complexa com os microblogs e a tecnologia GPS.

Qualquer mortal que não seja um Nerd assumido, não tem a menor chance de dominar todas essas novidades juntas, conhecidas por alguns como web 2.0.

Mesmo os Nerds, as vezes se atrapalham e pagam verdadeiros micos. A chamada web 2.0, é em sua maioria independente, amadora, pelo menos quando começa. Pelo fato de ser, em seu início, amadoras, essas ferramentas são constantemente invadidas, provocando pânico nos usuários de internet, que nem sempre tem tempo de trocar todas as suas senhas.

Para aliviar um pouco a barra dos usuários de internet, em seu maior evento, o Campus Party, alguns dos nomes mais conhecidos da internet, como o blogueiro Edney, Manoel Lemos do agregador Blogblogs, a jornalista, blogueira e apresentadora da TV Bandeirantes, Rosana Hermann e outras grandes feras da internet escreveram um livro de como entender a internet. O livro é gratuíto e pode ser baixado no seguinte endereço.

http://www.boombust.com.br/para-entender-a-internet

Trata-se de leitura obrigatória para quem não quer se perder no mundo virtual.
Boa leitura.

abril 20, 2009 Posted by | blogosfera, Uncategorized | , , , , | Deixe um comentário

Minha comunidade no Technorati

http://technorati.com/claim/skgn679ve9

junho 21, 2008 Posted by | Otimização_ | , , , | 8 Comentários

A Revolução da Web 2.0

O surgimento da internet despertou muita curiosidade de todos, sem nenhuma exceção, não é para menos, imagine você que a computação tem seus princípios fundamentados na eletrônica (parte física), na lógica (parte virtual), agora imagine sua aplicabilidade como ferramenta, em formato de texto, dedicado às letras, `escrita.
     Só isso já seria motivo suficiente para interesse e pesquisas em massa, agora acrescente à tudo isso, o interesse dos pequenos e grandes investidores, buscando na Tecnologia da Informação (TI) uma forma de se obter lucro. Isso foi o começo da Internet, no Brasil e no Mundo.
     Além do fenômeno da Globalização, a interação e o pensamento em conjunto eram elementos fundamentais nesse processo de evolução do comportamento humano.
     O tempo passou, a ilusão do dinheiro fácil acabou, as grandes Empresas assumiram seu lugar dentro do universo virtual. Muita gente perdeu dinheiro e abandonou esse Mercado como já era previsto.
     As ações despencaram e surgiram novos gigantes da TI como Google, Yahoo, etc.
     Já se previa mas ninguém esperava que a prestação de serviços de internet, a nível personalizado, como Blogs, relacionamentos, apenas para citar dois casos mais comuns, crescessem tanto.
     Ferramentas como o Feed Back, Track Back, News letter, Mensagens Instantânea, começaram a ganhar mais espaço e a tendência de serviços personalizados, provocou uma nova revolução em TI.
     O entusiasmo hoje é tanto que , antes mesmo das pessoas assimilarem todas essas mudanças, da chamada web 2.0, alguns já falavam em web 3.0 em andamento. como o avanço foi muito rápido, os usuários iniciantes começaram a se atrapalhar com as novas ferramentas, e houve até quem afirmasse que até 2010-2011, a grande maioria dos usuários iniciantes não saberiam usar essa ferramenta, a web 2.0.
     Esse erro contudo dificilmente ocorrerá, subestimar o potencial dos usuários iniciantes, ninguém mais quer.
     Como já era previsto, surgiram novos nichos, novas oportunidades de negócios na internet, principalmente na blogosfera, áreas onde as grandes corporações não tem interesses, são os melhores nichos desse Mercado.
     Com o crescimento da Blogosfera, aumento da independência do usuário, grandes Sites/Empresas começaram a quebrar, por outro lado, os Blogs com 4,5,6 ou mais estrelas no Page Rank cresceram. Só para se ter uma idéia, o Blog www.icommercepage.wordpress.com não precisou de mais de duas semanas para alcançar quatro estrelas. Não é para menos que a Blogosfera dá tanto valor ao Page Rank.
     A preocupação com a privacidade deixou de ter tanta importância, principalmente porque os usuários, hoje, já está muito mais amadurecido.
     Os cadastros, agora, são muito mais rápidos e as ferramentas muito mais simples, sempre pensando no usuário, a parte principal nesse processo de comunicação.

maio 9, 2008 Posted by | internet | , , , , | Deixe um comentário

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: