Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Clientes de telefonia, internet e TV a cabo pagaram R$ 64 bi em tributos em 2016

aumento do roubo

Estatística do Medo

Sabrina Craide – Repórter da Agência Brasil

O total pago em tributos no setor de telecomunicações no ano passado somou R$ 64 milhões, segundo a Associação Brasileira de Telecomunicações (Telebrasil). O montante é 6% maior do que o registrado em 2015.

Entre os tributos, o que tem o maior impacto nas contas de serviços de telecomunicações é o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), recolhido pelos governos estaduais. No ano passado, foram arrecadados R$ 34 bilhões em ICMS, o equivalente a 8,4% de tudo o que os estados arrecadam com esse imposto.

Em 2016, os tributos representaram 47% da receita líquida nas contas dos serviços de telefonia fixa, celular banda larga e TV por assinatura, contra 43% do ano anterior.

Para a Telebrasil, a desoneração tributária, especialmente do ICMS, poderá contribuir para a massificação do acesso aos serviços de telecomunicações, principalmente em banda larga. “Com menos impostos, os serviços ficariam mais acessíveis ao cidadão e às microempresas, permitindo a inclusão social mais rápida de mais brasileiros e, com isso, aumentando o potencial da produção e a melhor distribuição da riqueza nacional”, diz a entidade.

Edição: Juliana Andrade
 
 
 

abril 6, 2017 Posted by | Política | , , , | Deixe um comentário

The Internet has now gone full-on Godwin’s Law

fevereiro 11, 2017 Posted by | Inglês | , , | Deixe um comentário

Limpando o computador de pragas virtuais

praga virtual

Sequestrador de Páginas

Pessoal, vamos começar aqui uma série de artigos para quem quer limpar o computador de pragas virtuais, pragas que vão desde addwares, usados para fazer propagandas sem autorização, sequestro de páginas, etc.

Obs: estes artigos são apenas complementos ao seu anti-vírus favorito. Acontece que os anti-vírus não são tão completos assim e, mesmo que sejam, na maioria das vezes eles exageram e ficam dando alarme falso, ou seja, todo programa que você já usa atualmente em portas consideradas de risco, são detectados como invasão, o que compromete a funcionalidade do anti-vírus.

Eu uso o Avast que no padrão gratuito não é completo, entretanto, já deu para notar que ele interage com o firewall do windows, mudando a configuração pré-determinada de segurança do sistema do computador. Além disso, ele também muda a configuração do navegador e de sistemas considerados de risco, mesmo que você já tenha configurado.

Quando o anti-vírus exagera nos alertas, você se acostuma com os alarmes e acaba liberando a entrada de pragas virtuais. Aqui começam os problemas, já que os anti-vírus não são de muita utilidade depois da infecção. Depois de o computador ser atacado, a decisão mais óbvia é levar o computador para um técnico que vai preferir formatar o computador, entretanto, você não vai querer levar o computador toda semana para manutenção, primeiro vai tentar uma limpeza manual.

Isso acontece muito na fase em que você está procurando novos sites ou está baixando os softwares básicos para uso de seu computador e, acredite, todos os fabricantes estão anexando essas pragas aos seus softwares, esses addwares são patrocinadores dessas empresas.

Depois de instalar o seu anti-vírus favorito, você pode ter ironicamente instalado alguns addwares que vieram juntos com os programas mais populares do mundo, clicando em recomendado. Então, agora chegou a hora de se livrar dos patrocinadores dos programas freewares gratuítos e apagar outros freewares anexados (pragas virtuais).

Antes de instalar:

Sequestrador de páginas – Os sequestradores de páginas são hijacker que podem ser instalados por extensões de navegadores ou addons que substitui seu sistema de busca padrão pelo sistema de busca do patrocinador do software. O sequestrador vem com pragas que interagem com o sistema de pesquisa invasor, exibindo anúncios nos resultados das pesquisas e ganhando dinheiro com isso.

Depois de instalado o sequestrador no seu computador, o mecanismo de pesquisa padrão e página inicial do internet explores, Google Chrome ou Mozilla Firefox é substituído pelo sequestrador.

O sequestro de página não é considerado por si só uma atividade maliciosa e nem pode ser chamado de vírus mas, assim como os anti-vírus, muda as configurações de segurança do seu navegador e é distribuído gratuitamente para a empresa que quiser usá-lo. O hijacker (sequestrador) também sequestra o atalho de seu navegador e adiciona uma parte extra por atrás do processo executável.

Ao fazer isso, o sequestrador de páginas sempre abre quando você abre o navegador, mesmo quando você muda a página inicial de navegação.

É um método muito eficiente e desagradável de redirecionamento de página. O sequestrador de navegador geralmente é instalado pelo próprio usuário de computador, já que ele é oferecido durante o processo de instalação de software Desk 365. Isso acontece porque o sequestrador é o patrocinador do software que você deseja instalar e, quando você concorda com um, muitas vezes você está concordando com a instalação do outro, ou seja, softwares gratuitos tem o péssimo hábito de induzir ao erro.

Aconselha-se sempre ler os termos do acordo de uso, antes da instalação de um software gratuito em seu computador. Você nunca deve clicar muito rápido durante o processo de instalação, principalmente no botão NEXT do software, que é o momento em que você concorda com a instalação de um, ou mais, software extra que você normalmente não iria querer instalar.

Se o instalador oferece um botão com opções, avançado ou personalizado, clique nele para descobrir se há algum software malicioso oferecido para ser instalado durante o processo de instalação.

Depois que o computador já está infectado:

01) Removendo o sequestrador de páginas

Antes de tudo, devemos dizer que os programa que pretendem de fato remover as ameaças, não precisam ficar pedindo autorização, apenas fazem o serviço. Se você usa o programa é porque quer o serviço feito e não é para ficar respondendo questionários idiotas.

Todos os passos devem seguir a ordem correta dos artigos, esse será apenas o primeiro passo. Você pode esperar para executar todas as cinco fases junto com os programas no final, ou pode ir lendo e conhecendo o assunto, já que não podemos ter pressa para executar uma tarefa de maneira eficaz.

Primeiro passo – Desinstalar o software sequestrador malicioso

Windows XP ou Windows 7.0

Esse passo-a-passo é baseado em Windows XP e Windows 7.0, caso seu sistema não seja, você certamente saberá onde está o painel de controle.

Iniciar

Painel de Controle

Programas

Desinstalar um programa

Remover o sequestrador/programa (ex key-find uninstall)

Removendo Programa

Removendo Programa

Search (buscar) pelo desinstalador key-find e selecione desinstalar/alterar e siga o processo de desinstalação.

Obs: quando clicar no programa, aparecerá a opção desinstalar no alto da lista. Repare que além do nome do programa, aparece o nome da empresa e, o mais importante, a data. Certamente a data da infecção será bem próxima da data que você pretende desinstalar essa praga. É preciso tomar cuidado para não apagar um program útil, como sistema, anti-vírus, etc.

Removendo Programas

Removendo Programas

Windows 8.0

Programas

Desinstalar programas

Procure pelo desinstalador key-find (uninstall)

Windows 8.0

Windows 8.0

Clique desinstalar/alterar e siga o processo de desinstalação

Mesmo que o nome continue, caso tente desinstalar novamente, receberá o aviso de que o programa já foi desinstalado.remover_programa_4

No próximo post, veremos como remover um atalho Hijack.

Três melhores anti-vírus gratuitos

Dez cuidados que você deve ter na internet

Classificação dos hackers

Crimes digitais

Limpeza completa do computador:

Primeiro passo: desinstalar pragas virtuais

Como remover atalho hijack

AdwCleaner – removendo sequestrador de navegadores

Finalizano a limpeza do computador

julho 2, 2015 Posted by | segurança | , , , , | 3 Comentários

Mesh – A rede que não precisa de internet

palinopsia

Efeito Matrix

 

Como é possível chamar e enviar mensagens a partir de um local isolado, sem sinal de celular, sem Internet? A tecnologia de redes sem fio Mesh Network tem o potencial de desencadear uma segunda revolução em tecnologia móvel.

A Rede Mesh (“Mesh Network” em inglês) é uma nova tecnologia que se encontra em fase experimental. Os usuários de smartphones podem ficar em contato, mesmo que não tenham cobertura (sinal).

Esta tecnologia parece complicada, mas facilitará a comunicação em meio às catástrofes ou em países onde as autoridades bloqueiam o acesso à Internet. Esse tipo de conexão está disponível na última versão do software móvel da Apple, iOS 7.

Em comparação com a Internet ‘normal’, que se baseia em alguns pontos de acesso centralizados ou provedores de serviços de Internet (ISP), as redes Mesh têm muitas vantagens que vão da arquitetura à política”, segundo Primavera De Filippi, pesquisadora do Centro Berkman para Internet e Sociedade da Harvard Law School, em seu artigo publicado na revista “Wired”.

“No entanto, não tem feito tanto sucesso. Acho que é hora de reconsiderar o seu potencial, e converter as redes Mesh em uma realidade. Não só pelos seus benefícios óbvios, mas também porque fornece um modelo de Internet nativo para a construção da comunidade e de seu sistema de controle”, acrescenta.

A pesquisadora explica que além dos benefícios de custo e flexibilidade do novo sistema, tem havido pouca atenção para o verdadeiro potencial dessas redes. Este sistema pode causar a formação de novas comunidades e dar-lhes suporte com os mecanismos de governança modernas.

Comentários:

Este tipo de rede necessita apenas de pequenos transmissores de rádio que funcionam da mesma forma como um roteador sem fio. Eles utilizam os padrões WiFi comuns conhecidos como 802.11a, b e g para se comunicar sem fios com os utilizadores, e, mais importante ainda, um com o outro.

Eu fico me perguntando como essa tecnologia foi parar justamente nas mãos da apple.

Durante os últimos anos, tivemos a internet sendo desenvolvida para redes elétricas, que não teve muita aceitação, lembrando como o Linux não tem apoio para uso de computadores pessoais.

O fato de a Apple estar envolvida, significa que desta vez é para valer, só não dá para acreditar que a NSA vai engolir mais essa sem brigar.

Além da Deep Web, Dark internet e Darknet, vale lembrar da ideia dos hackers de utilizar balões ou aviões não tripulados para suportar uma internet alternativa.

Fonte: RT-TV

Darknet – Os filhos da revolução digital

Dark innternet – A internet obscura

Deep Web – Nas profundezas da internet

Servidores de internet em aviões

Nova internet preocupa FBI

Física quântica vai revolucionar a internet

A internet dos BRICS

maio 4, 2014 Posted by | internet | , , , | 2 Comentários

Censura da web já começou

Primeira Guerra Virtual

Primeira Guerra Virtual

Eu tenho uma péssima notícia para vocês: a censura já começou.

Os blogueiros sempre são muito sensíveis às mudanças na internet, por isso são os primeiros a notar.

Vocês podem notar a censura na internet quando encontra um filme, música ou livro, e descobre que está bloqueado.

Eu nem tenho do que reclamar, afinal, apesar de estar com menos da metade da audiência que eu tinha, melhorei no ranking dos blogs/sites, apesar de censura ser algo que dá calafrios e afeta até a alma.

Até a mega-corporação virtual, Google, especialista em serviços gratuitos e defesa dos internautas, cedeu. Isso já vinha sendo alertado pelas organizações não governamentais e era uma questão polêmica – apesar da censura ser antidemocrática, polêmica mesmo só entre as próprias corporações.

O Youtube passou a apresentar mensagens como “este arquivo possui direitos autorais”, um convite para o abandono à otimização, tags, o início de uma viagem para a Deepweb.

Quando falaram sobre um acordo que vinha sendo feito com o Rapidshare, eu imaginei que logo surgiriam novos discos virtuais dispostos a arriscar, embarcar nessa aventura, como de fato ocorreu, o que eu não imaginava era que o dono do Megaupload fosse ser preso.

O que aconteceu nos bastidores dessa trama, durante esse período, ninguém sabe. Como o Rapidshare fez acordo e o Megaupload foi desativado e seu fundador preso?

O fato é que a blogosfera perdeu muito de sua força no buscador da Google, pior, não há nenhuma alternativa, exceto sonhar com algum megainvestidor disposto a assumir o risco de encarar o corporativismo.

Essa é apenas a primeira batalha e era previsível o resultado, vamos ver o que vai acontecer agora.

De cara, eu posso imaginar que se esse movimento pro-censura continuar, muita gente vai abandonar a internet. Quem vai perder muito com isso serão as telefônicas, que verão seus clientes de banda larga minguando.

Talvez eu tenha errado minha previsão, em partes, mas pode ser que haja uma adaptação da internet.

Pelo que eu tenho acompanhado, além do Rapidshare, a Google e a Facebook também estavam aderindo ao acordo “anti-pirataria”. O termo pirataria foi contestado pela Megaupload, que alegou que o correto seria “compartilhamento” de arquivos.

Eu ainda não sei qual a posição da WordPress nisso tudo, mas o que eu sei é que desde o início a WordPress e Wikipedia foram contra a censura.

O fato é que as comunidades virtuais voltarão a ganhar força, exceto a Facebook, e novas plataformas de blogs deverão surgir, assim como discos virtuais. Novas corporações estarão mais próximas dos ambientes Deepweb, darknet e dark internet.

Pelo menos por enquanto, o corporativismo venceu.

By Jânio

Darknet – Filhos da revolução

Dark internet – internet obscura

Deepweb – Nas profundezas da internet

EUA estão preparando o armagedon

Sites de busca Deep Web

dezembro 18, 2012 Posted by | internet | , , , , , , , | 5 Comentários

Censura na internet

linkando a mente

Máfia das Comunicações

A censura na internet é polêmica, talvez seja mais polêmica pela forma como a elite dos donos do mundo queiram impor essa condição que pelo próprio conceito de polêmica em si.

Liberdade de expressão é muito difícil para eles entenderem, considerando-se que as massas sejam facilmente influenciáveis.

Mas eles não se importam em querer implantar a democracia no Oriente Médio, mesmo sabendo que 9 entre 10 pessoas daquela região desejam a morte dos americanos, e a morte não é a pior coisa que pode acontecer por aquelas bandas, viver, lá, é muito mais difícil.

Acontece que a democracia que eles querem impor, lá, não é verdadeira. Trata-se de uma farsa como várias impostas pelo mundo afora e nós brasileiros a conhecemos muito bem.

Não somos só nós brasileiros as vítimas da farsa democrática, os americanos também são. Hoje os EUA estão nas mãos de suas multinacionais e banqueiros.

Justamente para evitar que essas verdades venham à tona, a censura passa a ser útil. A liberdade de expressão poderia ser perigosa e abrir os olhos das pessoas para as duras verdades dos sistemas elitizados e isso poderia provocar uma revolução.

A verdade é que a democracia só poderia ser considerada como tal, se houvesse igualdade entre as pessoas, tanto em relação ás leis, como em relação a distribuição de rendas e todos os outros bens e direitos aos quais a sociedade deveria ter acesso.

Se um político não deve acumular riquezas, então, porque tantos ricos querem entrar para a política?

Todos nós sabemos das respostas e não podemos fazer nada, a não ser sonhar com uma revolução, já que nosso sistema é quase im(perfeito) e todos somos controlados.

Revolução traz sofrimento, dor, e, pior, é inevitável.

Já estamos entrando na fase de tratar bem dos escravos para que eles trabalhem melhor, mas nem nisso os políticos são competentes e algumas instituições privadas são mais eficientes.

A internet é a melhor forma de expor as verdades e, segundo os especialista, é uma forma impossível de ser controlada, mas parece que os donos do mundo não pensam assim.

Todos os mecanismos privados e obscuros da internet estão sendo monitorados e passam a ser preocupantes para eles, os donos do mundo, visto que fica bem claro que a privacidade, em alguns casos, é inviolável na rede.

Apesar disso, cada vez que um hacker ataca um sistema, corretamente, seguindo a ideologia hacker, demonstra o quanto eles estão enganados, mostra uma esperança e prova que podemos ficar seguros, com conhecimentos em tecnologia, e que eles não estão totalmente seguros, apesar de sua fortíssima segurança.

A maioria dos hackers presos até agora, não são hackers de fato, são crackers, criminosos, caso contrário não poderiam ser presos. São esses crackers os responsáveis pelo gerenciamento da segurança das redes das grandes corporações, essas empresas acreditam que esses criminosos serão úteis para avaliar eventuais falhas na segurança, já que eles não resistem ao crime.

O que as grandes empresas não sabem, é que os hackers estão muito acima desse preconceito, os hackers sabem da importância da internet e sabem que a internet representa muito mais do que apenas dinheiro. Todos os novos sistemas, web 2.0, foram desenvolvidos por hackers, portanto, muitos sistemas podem ser acessados por esses hackers, quando e como eles quiserem.

Alguns hackers vivem como simples técnicos de informática e, eticamente, não expõe dados dos clientes, o que não significa que eles não tenham esses dados. Como eu disse, hackers não são criminosos como os crackers, não pensam em chantagear ou expor dados de uma pessoa na internet.

A saída não é censurar a internet e sim educar, mas a educação não é do interesse da elite, então a censura passa a ser uma alternativa de manipulação.

Darknet, Dark Internet e Deep Web, são apenas alguns dos conceitos que desafiam a censura da internet, afinal, já sabemos que hacker não é apenas um especialista em internet e, caso queiram, poderão criar uma verdadeira revolução, expondo dados de poderosos e criando redes alternativas ou provisórias, com ou sem a ajuda da internet.

By Jânio

Problemas e soluções

Espionagem na rede

Um grupo que assusta até os terroristas

EUA querem controlar a internet

Sopa – Guerra pela liberdade

Controladores de mentes

A estrela da morte

Darknet – Revolucionários digitais

setembro 18, 2012 Posted by | internet | , , , | Deixe um comentário

Dark Internet – A internet obscura

dark internet

Dark Internet: Formada por redes de sites inacessíveis, sites e redes secretas que se estendem por toda a internet, a Dark Internet pode ser acessada, mas não pelos meios convencionais.

A principal causa do aparecimento da Dark Internet deve-se ao crescimento desorganizado da internet, criando falhas na alocação de recursos. Um bom exemplo de Darknet é o MILNET, rede de sites militares.

Algumas redes do governo são tão antigas quanto a pioneira Arpanet, e não foram sequer incorporadas a arquitetura de desenvolvimento para a internet.

Acredita-se que os crackers utilizam técnicas para sequestrar roteadores privados, com a intensão de desviar o tráfego ou atividade ilegal, além de ocultá-los. Através desses roteadores particulares, a Dark Internet pode ser criada e ser usada para conduzir todo tipo de má conduta na internet.

A Dark Internet recebeu atenção especial a partir de 2.001, quando muitas organizações de segurança, incluindo a Arbor Networks, identificaram DarkNets ilegais, com potencial para efetuar ataques.

Fonte: Wikipedia

 

junho 7, 2012 Posted by | internet | , , , , , , | 7 Comentários

Espionagem na internet

contra a espionagem

Caros amigos:

Nesse exato momento, empresas como a Microsoft e Facebook estão pressionando pela aprovação de uma nova lei que permitiria ao governo dos EUA espionar quase tudo o que fazemos online. Mas se nos manifestarmos em número suficiente, poderemos exigir que as empresas retirem seu apoio e parem com a ciber-espionagem. Junte-se ao chamado:

Nesse momento, os Estados Unidos se preparam para aprovar uma nova lei que daria poderes aos agentes dos EUA a espionarem quase tudo o que fazemos online. Mas podemos impedí-los antes da votação final.

Empresas a quem confiamos nossas informações pessoais, como a Microsoft e Facebook, são os defensores principais desse projeto de lei que permite às corporações compartilharem todas as atividades e conteúdo de usuários com as agências do governo dos EUA — anulando as garantias de privacidade para quase todas as pessoas ao redor do mundo, não importando onde essas pessoas vivem ou navegam online.

Se nos manifestarmos em número suficiente, poderemos impedir que as corporações que lucram com nossas informações apoiem a ciber-espionagem. Assine a petição para essas corporações da Internet agora:

Por favor, vote aqui:

O Ato de Proteção e Compartilhamento de Ciber Inteligência (CISPA, na sigla em inglês) daria permissão às empresas que fazem negócios nos EUA de coletar registros exatos de todas as nossas atividades online e entregá-los para o governo dos EUA sem nem ao menos nos enviar uma notificação de que estamos sendo observados. Nenhuma garantia, nenhuma causa legal ou processo seria solicitado. Para piorar as coisas, o projeto de lei fornece ao governo e corporações uma imunidade para protegê-los de processos por violação de privacidade e outras ações ilegais.

Os defensores do projeto de lei afirmam que a informação do consumidor será protegida, mas a realidade é que grandes buracos na lei tornariam tudo o que fazemos online passível de observação — e hoje em dia, nossas informações pessoais estão todas armazenadas na Internet.

O CISPA está sendo levado adiante no Congresso e será colocado em votação em alguns dias. Vamos criar um protesto massivo para impedir que as corporações deem aos EUA uma carta branca para monitorar nossos passos. Clique abaixo para se mobilizar:

Avaaz

Neste ano, já ajudamos a impedir SOPA, PIPA e ACTA — terríveis ameaças à Internet. Agora, vamos parar o CISPA e acabar com o ataque do governo dos EUA sobre nossa Internet.

Com esperança e determinação:

Dalia, Allison, Emma, Ricken, Rewan, Andrew, Wen-Hua e toda a equipe da Avaaz

Apoio: By Jânio

abril 22, 2012 Posted by | Utilidade Pública | , , , , , , , | 9 Comentários

Carência virtual

nerd carente

Carência virtual é a principal causa de crimes na internet, ou fora dela, e eu falo isso por experiência própria.

Quando eu iniciei na internet, eu nem sabia o que digitar nos sistemas de buscas e, naquela época, haviam muitos sites perigosos no topo das buscas. Hoje, todos estão devidamente classificados (reputação) por buscadores como o Google, ou por anti-vírus, pagerank, alexa, backlinks, etc.

Além da carência, outro fator que pesa muito na questão da segurança é a curiosidade. Há até um ditado popular que diz: “A curiosidade matou o gato”, mas isso não diminui o problema.

Eu recebia muitos e-mails e cricava em todos eles, resultado, toda semana eu tinha que levar o computador para manutenção, com vírus. Além dos e-mails, eu estava sempre surfando pela internet, por isso era inevitável sofrer ataque de vírus, visitando sites que eu nunca tinha ouvido falar.

A internet evoluiu muito e os crimes digitais também. Eu, particularmente, estou achando patético o comportamento de spammers, tentando fazer amigos em redes sociais.

Pode até parecer bizarro, mas a publicidade, divulgação e marketing, são atividades muito comuns em redes como a Facebook. As próprias ferramentas são correntes que pedem para que a pessoa envie spam, antes mesmo de serem avaliadas.

Agora, eu acabei de saber que uma das formas de burlar a reputação, na Facebook, é oferecendo uma forma de mudar as cores do Facebook, quando eu fiquei sabendo disso, senti um alívio por não estar participando tão ativamente. Na realidade, esse seria apenas um golpe para roubar clics, gostei, curti, etc.

Essa técnica é muito utilizada por sites que pedem para clicar e tornar a página inicial, alguns mudam a aparência do navegador…

Felizmente, todos esses sites estão na mira dos anjos virtuais da lei, que fazem verdadeiras campanhas contra atitudes desonestas. Quando você não conseguir resistir a um convite por e-mail, antes de clicar, faça uma pesquisa na google para ver onde você vai cair, a resposta está lá.

A Dihitt é a rede mais transparente da internet, ideal para pessoas mal amadas, mas também não se deve clicar em todo link que aparece. A vantagem da Dihitt é que a reputação de uma pessoa pode ser analisada numa simples leitura, amigo ou não, toda sua atividade é pública para os usuários dessa rede.

Eu não considero a Dihitt bem uma rede social, mas uma super comunidade, com mais de duzentos mil cadastros e cerca de mil usuários frequentes. Há ferramentas para separar os usuários em grupos, mas pouca gente separa os amigos assim.

O grande problema da Facebook é que, mesmo criando o seu próprio universo, como fez a Google nos buscadores, não oferece ferramentas para rebaixar e/ou denunciar os maus internautas, e isso propicia muita liberdade de ação para os criminosos.

A Twitter, por exemplo, oferece a amizade unilateral, para fãs, onde o admirador segue sem ser seguido. Na Facebook, até a rainha da Inglaterra, se aceitar a amizade, passará a seguir também, ou seja, o botão para adicionar é bilateral.

Enquanto na Twitter uma pessoa pode ser seguida por 300 mil pessoas, sem seguir ninguém, como faz a Pamela Anderson, na Facebook ninguém tem essa mordomia, não.

… aí está o perigo.

By Jânio

março 30, 2012 Posted by | segurança | , , , , | 3 Comentários

Aparências virtuais

internautas famosos

Reputação na Rede

Que a internet é um ambiente um pouco diferente da realidade, isso todo mundo sabe, todo mundo sabe também que é preciso uma certa adaptação para conviver no mundo virtual.

O problema inicia quando começamos a exagerar nas estratégias, praticando o alpinismo social.

Muitas pessoas podem se assustar com a Facebook e com a quantidade de ferramentas que nos são indicadas por lá, mas não adianta querer mudar o perfil de uma rede.

A questão é: Todos estamos querendo aumentar o número de contatos, amigos, seguidores, mas alguns nem tem escrúpulos para utilizar táticas manjadas e que dão muito resultado, pior, tentam nos levar juntos para esse caminho perigoso.

Eu já tentei evitar essas armadilhas virtuais de todo jeito, inclusive rejeitando a ideia de fazer campanha, já que isso seria a melhor forma de ser popular, e nós sabemos o que acontece com quem é popular, não é mesmo?

Resumindo: Se ter um amigo de qualidade e conteúdo é igual a ter mil amigos por gentileza, é melhor ter uma amigo de qualidade. O problema é como avaliar um amigo de qualidade.

É muito complicado saber o que os usuários fazem nas redes, eu acredito que a Dihitt é a rede mais transparente, mas já está bem longe de seus momentos gloriosos. Espero que essa rede volte a ser tão influente quanto antes, mas não está nada fácil não.

Os dihittianos que foram para a Facebook, tem demonstrado que podem fazer a diferença, pelo menos pelo pouco que eu tenho acompanhado.

No caso dos blogueiros é um pouco mais fácil de avaliá-los, mas a troca de favores pode ser muito prejudicial. Troca de links, segue-me que eu te sigo, isso é deprimente.

O pior é que não adianta fugir disso, quando um leitor entra num blog, logo vai observar a quantidade de seguidores desse blog e isso é uma referência importante, ou deveria ser, já que quem tem muitos seguidores, precisa mantê-los e para isso não deve cometer gafes.

Eu não tenho costume de fazer troca de links e estou evitando entrar nesse jogo de aparências virtuais, mas está difícil.

Uma ferramenta que eu aprovei, pelo menos para os blogueiros, foi a ferramenta da Avast, Web Rep, mas essa ferramenta é só para quem utiliza o anti-vírus Avast.

WebRep mostra a reputação dos sites, mostrando suas reputações através das cores: Vermelho para os sites perigosos, verde para os bons, etc.

Sites com má reputação, logo são excluídos dos buscadores.

Entre as ferramentas blogueiras, o page rank e o Alexa sempre serão destaques, assim como as ferramentas que mostram as atividades na Twitter, como é o caso da Topsy.

As comunidades da Twitter podem ser uma boa opção, mas podem se tornar uma praga também, aumentando a quantidade de lixo em sua caixa postal.

… e como dizia um médico, o melhor remédio para certos objetivos que nós almejamos, é o tempo. E é depois de um certo tempo que podemos, depois de muita atividade, argumentos e interatividade, conseguir respeito, diante das várias comunidades e redes virtuais.

By Jânio

fevereiro 20, 2012 Posted by | Redes Sociais | , , , , , , , , | 2 Comentários

Netiqueta – Etiqueta na internet

Ligando tudo

Comportamento na Rede

Netiqueta (do inglês “network” e “etiquette”) é uma etiqueta que se recomenda observar na internet. A palavra pode ser considerada como uma gíria, decorrente da fusão de duas palavras: o termo inglês net (que significa “rede”) e o termo “etiqueta” (conjunto de normas de conduta sociais). Trata-se de um conjunto de recomendações para evitar mal-entendidos em comunicações via internet, especialmente em e-mails, chats, listas de discussão, etc. Serve, também, para regrar condutas em situações específicas (por exemplo, ao colocar-se a resenha de um livro na internet, informar que naquele texto existem spoilers; citar nome do site, do autor de um texto transcrito, etc).

As origens da Netiqueta são anteriores ao aparecimento da World Wide Web. Já eram usados em métodos de mensagens tais como Telnet, Usenet, Gopher, Wais, e FTP de corpos educacionais e de pesquisa denominados Internet traffic. Na época, era considerado indecente fazer anúncios comerciais e começou a considerar-se necessário um conjunto comum de regras. O termo “netiquette” (inglês) já é usado desde 1983.

Alguns exemplos de regras:

Evitar enviar mensagens exclusivamente em maiúsculas, grifos exagerados, ou em HTML.

Não usar recursos de formatação de texto, como cores, tamanho da fonte, tags especiais, etc, em excesso.

Respeitar para ser respeitado e trate os outros como gostaria de ser tratado.

Lembrar-se de que dialogar com alguém através do computador não isenta das regras comuns da sociedade, por exemplo, o respeito ao próximo.

Usar sempre a força das idéias e dos argumentos. Nunca responder com palavrões.

Apesar de compartilhar apenas virtualmente um ambiente, ninguém é obrigado a suportar ofensas e má-educação.

Evitar enviar mensagens curtas em várias linhas.

Ninguém é obrigado a usar a norma culta, mas é preciso usar um mínimo de pontuação. Ler um texto sem pontuação, principalmente quando é grande, gera desconforto, e, além disso, as chances dele ser mal interpretado são muitas.

Evite de escrever em outra língua quando não solicitado.

Evitar ser arrogante ou inconveniente.

Não interromper o assunto tratado pela outra pessoa.

Evitar ao máximo usar emoticons de letras, palavras e coisas do gênero.

Usar a funcionalidade de se auto-determinar um status ou estado como distante, ou ausente, se possível.

Procurar ser o mais claro possível pra não gerar confusão.

Não sair do mensageiro sem se despedir da pessoa com quem está “falando”.

Em fóruns e listas de discussão, deixar o papel de moderador para o próprio moderador.

Em textos muito longos, deixar uma linha em branco em algumas partes do texto, paragrafando-o.

Dependendo do destinatário de seu texto, evitar o uso de acrônimos e do internetês.

Não copiar textos de sites ou qualquer outra fonte que possua conteúdo protegido por registro e que não permita cópias e sempre, mesmo com autorização de cópia, cite as fontes quando utilizá-las.

A Wikipedia tem também uma “Wikiquette”: são normas de conduta próprias da Wikipedia, altamente recomendadas para os utilizadores da enciclopédia, e expressam sua netiqueta.

Fonte: Wikipedia

http://pt.wikipedia.org/wiki/Netiqueta

Vamos acrescentar algumas regras MadeinBlog/icommercepage?

Nunca envie e-mail para pessoas com as quais não tenha contato, mesmo que o e-mail dessas pessoas estejam cadastrados em listas autorizadas. Se for um blogueiro, procure contactá-lo primeiro, sem forçá-lo a receber e-mails.

Lembre-se que brigar na internet é perda de tempo e não leva a nada, podendo inclusive comprometer sua reputação, tenha paciência até que a pessoa procure outros canais dos quais você não participe.

Em época de Web 2.0, evite codinomes, nomes fictícios ou vários perfis sem relação entre si, isso só fará você perder muito tempo. Lembre-se que quanto mais experiência você tiver na rede, mais rápido será seu crescimento.

Escolha um canal no qual você se sinta bem, onde você não fique estressado. Como blogueiro, eu não me sinto tão bem em outros canais, nem tenho o retorno mínimo que deveria ter.

Ainda para blogueiros: Não faça troca de links, tenha paciência. O blogueiro é um criador de conteúdo e com o tempo receberá links de parceiros interessados somente em seu conteúdo.

A melhor forma de se conseguir links é comentando em outros blogs.

Dê preferência aos internautas de boa reputação, isso fará com que sua rede de contatos e reputação aumente mais rápido.

Valorize bons conteúdos e ajude a otimizar a internet, indicando, divulgando e organizando o que há de melhor na rede.

Indique apenas o que há de melhor ou mais interessante, isso fará com que seus links tenham mais credibilidade.

Para blogueiros: Lembre-se que a melhor maneira de conseguir visitas é através de linkadores virais, como o Geralinks e o Tedioso, por isso, não utilize outros canais para esse fim específico.

Na blogosfera, redes sociais ou Twitter, lembre-se de demonstrar personalidade, opinando sobre o que pensa, isso evitará perda de tempo com pessoas com as quais não combine.

Evite temas polêmicos demais, exceto se já estiver preparado para argumentar sobre tal tema.

A internet é uma grande fonte de conhecimentos, mas também pode ser uma forma de entretenimento, desde que a pessoa nunca se esqueça que está conectada a centenas de milhões de internautas do mundo inteiro. Além disso, nunca subestime os tradutores de textos.

Caso queira copiar, procure sites autorizados como a Wikipedia, RT-TV ou Agência Brasil, onde o conteúdo é superior a qualquer outro.

Caso copie, escolha textos interessantes para você. Se o texto for interessante para você, significa que você entendeu e poderá opinar sobre ele.

A opinião de um internauta é a melhor forma de aumentar sua reputação, mas não deixe de se divertir, afinal, essa é uma tecnologia cara para os padrões brasileiros.

By Jânio

fevereiro 15, 2012 Posted by | internet | , , , , , , , , | 12 Comentários

Hierarquia virtual

hierarquia na rede

Concentração de Audiência

Exibido pela TV hoje, um documentário da BBC mostrou, de maneira bastante pessimista, como a internet sempre caminha em direção a dominação por um sistema quase irresistível de elitização. A BBC mostra-se bastante pessimista em relação ao processo democrático no mundo virtual, que poderia ser igual ou até pior que o mundo real.

Eu já havia alertado para esse perigo, quando eu notei uma legião de fanáticos Geeks cada vez mais descontrolados, tratando esse ou aquele software como uma verdadeira religião.

A natureza má do mundo virtual começou a assustar quando Steve Jobs e Bill Gates ainda ensaiavam sua grande jornada pelo mundo dos negócios de software e hardware, Gates chegou primeiro no sistema operacional mas Jobs seguiu um caminho diferente, conquistando tanto o software quanto o harware.

Foi Gates quem teve uma estratégia que quase viria a monopolizar o mundo da informática, enquanto seu sistema operacional dominava o mercado. Com o surgimento da internet, a Microsoft lançou o Internet Explorer, navegador web, no pacote Windows e por pouco não domina o mundo da internet também.

Depois de vários processos, dentro e fora dos EUA, Gates teve de se contentar em ser o homem mais rico do mundo, o que não era pouco para qualquer pessoa normal. Atualmente, ele tem lutado para conseguir convencer os homens mais ricos do mundo a doar suas fortunas, sob herança, para sua própria fundação.

Os defensores da democracia virtual se engajaram em sua primeira grande causa, o Linux, justamente quando o Windows estava controlando quase todo o mundo virtual.

Sua segunda grande causa, o Firefox, mostrou o quanto os internautas estavam descontentes com os rumos que a Microsoft tinha tomado. A febre Firefox só perdeu a força quando a Google criou o seu próprio navegador.

O navegador da Google era de fato bom, mas as suspeitas de plágio, depois de uma doação para a Mozilla, instituição que desenvolve o Firefox, foi um banho de água fria, tanto no Firefox, quanto na própria Google, que já tinha uma legião de fãs quase tão grande quanto a de Bill Gates.

Apesar de parecer um documentário ideológico, o objetivo era esse, esse documentário da BBC comete alguns erros que o descredencía como tal. Foram citados os sites, softwares ou sites que dominam o mercado e, apesar de citar o criador da internet, o documentário comete o erro de deixar de fora o idealizador da internet e inspirador de Tim Berners-Lee, Ted Nelson, o idealizador de Xanadu.

Tim Berners-Lee é destaque no documentário, por não ter patenteado seu projeto, quando a internet ainda estava em suas mãos, mas o esquecimento do homem que o inspirou e ao qual foi fiel ideologicamente, foi um erro imperdoável.

A BBC cita os sites que concentram quase toda a audiência da rede mundial, discute o PSP, que possibilitou o intercâmbio de arquivos multimídia, Napster, mas não apresenta uma alternativa viável para o impasse. É natural que haja uma grande demanda por softwares, hardwares, equipamentos ou dispositivos para resistir ao controle capitalista da informação e entretenimento.

O Myspace não é citado, pelo menos eu não me lembro, já que não é nenhuma ameaça a democracia virtual. Apesar de não ser um problema, o Myspace é a solução, já que é uma ferramenta virtual de divulgação.

Com tanto conhecimento hacker no mercado, capaz até de colocar um satélite no espaço, e o presidente do Irã já pensa até em ter uma internet islãmica, fica claro que já há tecnologia, demanda e estrutura suficiente para outras redes mundiais de computadores. Infelizmente, esse não era o ideal de Ted Nelson, mas poderá ocorrer essa divisão.

À princípio, era proibido comércio na rede, isso era bom para seus criadores e para os governos também, mas o potencial da rede era grande demais e parecia quase impossível o crescimento da internet, desenvolvimento de softwares, entre outros elementos, naquela época, sem um tempero comercial nesse processo.

A Wikipedia talvez tenha sido a segunda grande causa, apoiada pelos blogueiros, que já somavam mais de 190 milhões de sites. Eu duvidei que seu criador, Jimmy Wales, pudesse manter tal estrutura após o seu crescimento, sem propaganda, mas o site está aguentando.

Uma possível propaganda na Wikipedia seria um caos, tudo o que seus críticos precisam para detonar o site, além disso, seus colaboradores deixariam o site, pior, sentiriam-se traídos por seu ideal – Eu, particularmente, não tenho nada contra parcerias que tenham o mesmo ideal do site, mas eu não sou um colaborador, só divulgador e usuário.

A Google, Facebook e Twitter, nunca foram causas blogueiras, mas são sites muito populares entre blogueiros e internautas em geral. A Google tem vários sites, suficiente para agradar a gregos e troianos.

O que esses sites tem em comum é possibilitar justamente o acesso democrático e gratuito, além de promover a liberdade na rede. Eu não vejo os buscadores Google, Yahoo e outros, como sites que querem dominar a internet, muito pelo contrário, acho até mais prático acessar meus sites favoritos através dos buscadores e não através da digitação em navegadores.

Apesar dos blogueiros terem muita personalidade, a maior parte dos 90% dos mais de 190 milhões de blogueiros, estão migrando para as redes sociais. Isso está acontecendo porque eles tem liberdade nessas redes, se faltar liberdade, a rede quebra.

Um caso bem distinto ocorreu com a Orkut, que era a única a dominar o mercado, criando um universo em torno de si própria, mas como uma rede fechada que era, morreu, e depois de morta, foi para o paraíso, Brasil – desculpem-me a piada de humor negro.

Para quem gosta de produzir conteúdo, o blog ainda é uma ótima ferramenta, quase uma extensão dos antigos fóruns. Já no caso das redes sociais e microblogging, seu papel é otimizar conteúdo de grandes ou pequenos sites.

Não acho as grandes redes melhores que as pequenas, tanto que eu acho a Dihitt melhor que a Facebook, e o fato da Facebook, Twitter, Orkut e outras, citarem os blogs, é porque esses representam muito na internet. Além disso, os blogs fazem parte de plataformas de grandes instituições, como é o caso das plataformas Blogspot, XPG, WordPress e outras.

A blogosfera possui suas próprias ferramentas agregadoras e indexadoras de conteúdo, além das redes sociais. Dez por cento dos mais de cento e noventa milhões de blogs, pode parecer pouco, mas 19 milhões de blogs ainda podem produzir muito texto, podem ser mais argumentativos e nem é preciso passar o dia lendo publicidade.

Como eu já disse antes, muitas pessoas podem argumentar em curtos espaços de redes sociais ou microblogging, outros internautas precisam de espaços maiores para exporem suas idéias de maneira convincente, blogueiros, mas há um grupo de escritores e poetas que ainda precisam escrever livros, tamanha sua capacidade argumentativa e de conhecimentos.

Os quatro ou cinco grandes sites citados, já seriam suficientes para evitar o monopólio na internet, mas outros sites e redes não citados e menores, são a saída para quem gosta de uma liberdade maior.

Todos esses sites possuem características distintas e se consolidaram no mercado, outras empresas surgirão muito em breve e a internet seguirá o seu curso. Sites revolucionários sempre terão uma audiência maior no início, mas a internet não precisa ser só entretenimento.

By Jânio

fevereiro 11, 2012 Posted by | internet | , , , , , , , | 1 Comentário

Hackers pretendem lançar seu próprio satélite

Sem Censura

Liberdade na Internet

Um grupo de ativistas em informática planeja pôr em órbita, seus próprios satélites para poder evitar a censura da internet. A idéia foi apresentada no congresso Chaos Computer club, realizado em Berlim.

Segundo o projeto, conhecido como “Hackerspace Global Grid”, os dispositivos seriam lançados por meio de globos, uma rede de estações terrestres permitiria o rastreamento e comunicação com os satélites.

Segundo Nick Farr, responsável pelo projeto, o satélite transmitirá em ondas curtas e convidará hackers de todo o mundo para desenvolver uma rede que permita localizar o satélite.

O satélite só deverá transmitir conteúdo aberto e deverá apoiar projetos estudantis e testes de dispositivos e equipamentos de computação.

Alunos dessa área já são capazes de pôr satélites de pequeno tamanho em órbita, durante um curto espaço de tempo. Esse projeto é uma resposta às ameaças do governo americano, como o projeto de lei SOPA, que ameaça a liberdade da internet.

Comentário: Quando eu li essa notícia, eu me perguntei quem iria bancar um projeto tão sofisticado como esse, só aí eu me lembrei das gigantes que estão ameaçando paralisar suas atividades, caso o projeto de lei SOPA seja aprovado.

Com o apoio de gigantes como a Google e Facebook, não faltarão recursos para a realização do projeto do satélite e, pela maneira como a Google vem se dedicando aos conteúdos online, não há dúvidas de que eles já tinham ideia de lançar um satélite.

Eu me lembrei do encontro de blogueiros, quando eu disse: A internet está passando por um período muito delicado, mas ai de quem tentar barrá-la, vão arrumar uma grande encrenca com os hackers.

Fonte: RT-TV

Adaptação: By Jânio

janeiro 8, 2012 Posted by | internet | , , , , , , , , | Deixe um comentário

Linguagem cibernética

gíria cibernética

emotcons

Pode até ser que o internetês tenha surgido primeiramente na internet, mas eu utilizava muito em celulares. Havia muitos recursos de linguagem, próprios da internet, que eram aproveitados nos celulares.

Nos celulares eram mais úteis que na internet, já que na internet é mais fácil de digitar os caracteres.

Mesmo depois utilizar tanto tempo esses recursos, eu notei que traduzir as abreviaturas do internetês não é tarefa fácil não.

Vamos ao conceito segundo a Wikipedia:

Internetês – é um neologismo (de: Internet + sufixo ês) que designa a linguagem utilizada no meio virtual, em que “as palavras foram abreviadas até o ponto de se transformarem em uma única expressão, duas ou no máximo cinco letras”, onde há “um desmoronamento da pontuação e da acentuação”, pelo uso da fonética em detrimento da etimologia, com uso restrito de caracteres e desrespeito às normas gramaticais.

Não – ñ, n, naum – Fonética, abreviações.

Sim – s, y – Fonética, abreviações; do inglês Yes

Por quê – pq ou pk – Abreviação;Fonética.

De – d – Abreviação

Também – tmbm, tbm, tmb, tb – Abreviação

Se Faz Favor – sff – Abreviação

Então – et – Abreviação

Beleza – blz – Abreviação

Aqui – aki – Fonética

Acho – axo – Fonética

Qualquer – qlqr, qq, qquer – Abreviação

Mais – + – Utilização de símbolo

Hoje – hj, og – Abreviação;Fonética

Não é – né neh,neah – Fonética

Quando – Qndo, qdo – Abreviação

Novidade – 9dade, nvd, 9da10 – Utilização de símbolo, abreviação

Verdade – vdd – Abreviação

Você – vc, vsê, c – Utilização de símbolo, abreviação

Vocês – v6, vcs, cs – Utilização de símbolo, abreviação

Oi tudo bem? – 8do bm – Utilização de símbolo, abreviação

Comigo – cmg – Abreviação

Tudo bem – td bm, tdb – Abreviação

Por favor – pf; pls; plis; plz – Abreviação; do inglês please

Teclar – tc – Abreviação. É utilizado como sinônimo de conversar.

Falou(No caso, é sinônimo de Tchau;até) – flw – Abreviação.

Firmeza – fms,fmz – Abreviação.

Valeu – vlw – Abreviação.

Demais – d+ – Utilização de símbolo.

Até Mais – t+,té + – Utilização de símbolo.

É – eh – Abreviação.

Ah tá – ata – Abreviação.

Tchau – xau – Fonética.

Cabeça – kbça – Fonética.

Riso – rs – Abreviação.

Adiciona – add – Do inglês “Add”.

Aceita – acc – Abreviação.

Beijo – bj, bjo – Abreviação.

Beijos – bjs, bjos – Abreviação

Tudo bem – tb – Abreviação

Saudades ou Só Deus Sabe – SDS – Abreviação

No início houveram muitas críticas, mas o sistema de linguagem resistiu quase como uma contracultura, simplesmente porquê era a forma mais simples de se falar.

Dizia-se que estavam acabando com o alfabetismo, em alguns casos é até compreensivel, mas sempre houveram regras e lógica. Até as emoções podem ser passadas através dessa gíria cibernética, como poderemos observar mais abaixo:

01) Felicidade, sorriso – há três formas: dois pontos e fecha parênteses, igual e fecha colchete, igual e fecha parêntese.

02) Tristeza, decepção – dois pontos e abre parêntese, igual e abre parêntese, dois pontos e /

03) Sorriso – dois pontos e d maiúsculo, igual e d maiúsculo, x minúsculo e d maiúsculo

04) Óculos ou óculos escuros – oito e fecha parêntese

05) Piscadela – ponto e vírgula acompanhado de fecha parêntese

06) Beijo – dois pontos e asterisco, igual e asterisco

07) Boca fechada, segredo ou insatisfeito – dois pontos e x minúsculo, igual e X maiúsculo

08) Cara de surpresa – dois pontos e o minúsculo, igual e O maiúsculo (zero ou o?)

09) Lágrimas – dois pontos e til e abre parêntese, T maiúsculo e ponto e T maiúsculo, Y maiúsculo e ponto e Y maiúsculo

Lágrimas – igual e ‘ e abre parêntese, dois pontos e ‘ e abre parêntese

10) Coração – s e z minúsculos, S maiúsculo e 2, < e três

11) Mostrando os dentes, ironia – dois pontos e B maiúsculo, igual e B maiúsculo

Mostrando os dentes, ironia – igual e três, dois pontos e 3

A maioria dos grandes sites mostram o resultado, quando esses caracteres são digitados.

OBS: Essa é só uma amostra e, para quem achar que é o fim do mundo, é porquê não leu os rascunhos dos universitários do curso de medicina.

By Jânio

Fonte: Wikipédia

novembro 20, 2011 Posted by | internet | , , , , , , , | 3 Comentários

Justin Bieber é a sétima mulher mais popular

mulher popular

Popular na Internet

Quem não gosta de Justin Bieber deve ter se divertido com a notícia, mas os fãs certamente não devem ter achado graça nenhuma.

Justin Bieber está entre as sete mulheres mais influentes do mundo, segundo a revista COED e baseado nas estatísticas do Google.

O próprio Michael Jackson tinha problemas com a sua voz aguda, na infância, mas eu continuo achando que armaram para cima do piá.

Além de ser considerado a sétima mulher mais influente do mundo, ainda deixaram Selena Gomez, sua namorada, fora da lista.

É bom que se diga que os americanos não gostam muito de estrangeiros no topo das paradas, não. Se alguém começa a fazer mais sucesso que os americanos, há conspirações contra.

Bruce Lee é um bom exemplo do que o preconceito é capaz de provocar.

Além de Justin Bieber, estão na lista das mulheres mais populares:

Lady Gaga

Ke$ha

Madonna

Beyonce

Rihanna

Oprah Winfrey

Angelina Jolie

Michelle Obama

Fonte dos dados: RT

Texto: By Jânio

setembro 25, 2011 Posted by | curiosidades | , , , , , | 4 Comentários

Internet popular será implantada em 31 de outubro

tecnologia estatal

Internet Populista

O socialismo é uma tendência de governo bem à brasileira.

Se fizermos uma boa pesquisa, descobriremos que o populismo já tem cerca de 500 anos, ou seja, desde que o Brasil foi descoberto.

É tudo muito confuso, desde o nome “Brasil” até a “Independência do Brasil”, vista sob ótica ufanista.

…e não para por aí, sempre houve o cuidado de apresentar uma boa história para o povo. Teríamos permanecido assim para sempre, mas até no Brasil o tempo muda, essa é uma lei elementar da física.

Eu não creio que fosse possível uma vitória da esquerda, sem a internet, não no Brasil. O fato é que a esquerda venceu justamente quando estava com a cara da direita, porque a direita também é socialista.

Até o governo militar, analisando o ufanismo da época, apresentava características populistas, como a insinuação de apoio a Hitler – Getúlio Vargas.

O Governo democrático de Jânio – meu xará – tinha relações suspeitas com o comunismo de Guevara, um escândalo para a época, normal nos dias de hoje.

“O caçador de Marajás” usou essa técnica de guerrilha para se eleger, mas foi o Ministro – FHC – de seu vice – Itamar Franco – quem levou o país definitivamente para o socialismo.

FHC criou cestas, bolsas, vales e outras maravilhas, capazes de deixar seu padrinho Fidel orgulhoso. Suas visitas ao Tio Fidel eram constantes.

Seu sucessor – Lula – seguiu à risca seus projetos, e melhorou/piorou muito, criando outros projetos similares. Lula foi o Presidente mais popular da época pós governo militar, o que não é pouca coisa, levando-se em conta o nível de informação das pessoas hoje.

O governo Lula foi o governo com mais escândalos, mas a Polícia Federal pôde finalmente trabalhar em paz – O problema agora é o STF.

Bom, pelo menos já sabemos quem são os bandidos, quem está roubando, quem tem força no congresso, quem protege os bandidos, redes de tvs suspeitas, etc., tudo graças a internet.

O inclusão digital é um grande desafio de governos populares, ou populistas, como sempre foi o caso do Brasil.

Nessa “queda de braço”, ninguém melhor que a socialista, Presidenta Dilma, para negociar com as mega empresas de telefonia, controladas por grupos estrangeiros capitalistas.

Parece que tudo já está praticamente certo, daqui a três meses, teremos finalmente a internet em Banda Larga, subsidiada pelo Governo Federal, num preço que é bastante atraente, 35 reais mensais.

Eu não sei quanto os grupos estrangeiros lucrarão com esse acordo, mas vale o ditado populista, digo popular.

Lembrando o próprio populismo: “Se está bom para o povo, então está bom para todos”.

Eu poderia sair elogiando o acordo desde agora, mas o plano precisa ser regulamentado. Isso deverá ocorrer até o dia 28 de Julho.

Como o acordo para internet móvel já foi regulamentado, fica claro que o Brasil dará um grande passo para a democratização da internet.

Esse fato será muito importante para a democratização da informação. Eu diria que o Estado já pode pensar em fornecer a parte teórica da educação pela internet, o que será uma economia muito grande.

Um megabite é uma Banda larga razoável, levando-se em conta que não será preciso mais pagar outros serviços de telefonia, como a linha telefônica, então a internet finalmente chegará ao povo.

Ninguém precisa mais do telefone. Com o uso de MSN e Skype, até a Banda Larga via rádio e via energia elétrica ameaçam o poderio das telefônicas.

Ronaldo Sardenberg já deu até o prazo para a implantação que deverá revolucionar os sistemas de informações brasileiros, 31 de Outubro.

Eu estou acreditando no PNBL – Plano Nacional de Banda Larga – afinal, Paulo Bernardo, encarregado de implantar a internet popular, é marido da nova Ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann.

Paulo Bernardo, Ministro das Comunicações, acredita numa adesão de até 70% dos internautas que ainda não tem acesso a Banda Larga, e ele não está longe da realidade.

Isso afetará muitas organizações, principalmente o chamado Partido da Imprensa Golpista, ferramenta útil para a manipulação, durante séculos no Brasil.

Mais de 90% dos jornais e revistas passarão a ser eletrônicos, portanto, expostos ao júri popular, ou seria populista.

A manipulação continuará imperando, através do monopólio de grandes portais, sistemas de buscas, redes sociais, etc., mas quem dará a última palavra será o internauta, o povo.

Entre os grandes pensadores que não acreditavam na democracia, estava Platão, Aristósteles e outros. Eles achavam que o povo humilde e desinteressado no jogo sujo do poder, seriam presas fáceis para os corruptos, já que não tinham educação suficiente.

Esse será o momento da verdade.

By Jânio

julho 2, 2011 Posted by | Política | , , , , , , , , , , , | 3 Comentários

A teoria do poder

poder do povo

Minorias Organizadas

Durante a nossa longa historia, a humanidade passou por várias fases importantes, quando o assunto é conhecimento.

Não dá para analisar qualquer tema que seja, sem retornar a dezenas, centenas, milhares de anos atrás. Encontrar a origem de tudo, também é impossível, aliás, é impossível encontrar a origem de quase tudo.

A história escrita mostra apenas uma parte dos acontecimentos, nem sempre a arqueologia, antropologia e história se encaixam.

O império romano tem muita culpa nisso tudo, quando, com suas conquistas selvagens, tentava impor o seu padrão de sociedade.

Isso deveria servir de alerta para as sociedades modernas, afinal, a globalização de culturas implica em uma perda maior do que os seus benefícios.

Um dos maiores problemas sociais de nossa civilização, é encontrar um sistema ideal de sociedade, uma forma de controlar o poder, sem desagradar as pessoas.

O poder era visto, na antiguidade, como algo individual, algo que só o líder de uma tribo deveria possuir. Com o tempo essa mentalidade foi sendo modificada, ao mesmo tempo em que os reinos se expandiam.

De certa forma, hoje, alguns países são tão extensos que fica difícil encontrar um sistema ideal de governo.

Em grandes regiões metropolitanas, como São Paulo, Nova York ou Barcelona, apenas para citar alguns exemplos, nenhuma delas é capital de seu país, mas a sua importância é maior que a própria capital, daí os conflitos e idéias separatistas.

Parece difícil entender como cidades que não detém o poder, adquirem tamanho desenvolvimento. A resposta pode estar nas novas distribuições de poderes, em vários níveis, como municipal, estadual e federal.

Em todos os níveis de poderes, há responsabilidades, ou, pelo menos, deveria haver.

Não dá para culpar sempre só o governo federal. Apesar de as leis possuírem em uma hierarquia, a isonomia desses poderes permite que cada autoridade tenha sua parte no poder, nos tributos e na administração de parte da nação.

Durante a evolução da teoria dos poderes, os filosofos, sociólogos e vários outros pensadores, fizeram a sua contribuição para o desenvolvimento de nosso sistema.

Uma das conclusões a que se chegou, é que a expansão territorial, aumento de poder, deveria ser distribuído e redistribuído. Com o passar dos anos, depois de muitas tentativas fracassadas, descobriu-se o que já se sabia na Grécia antiga, o poder deveria representar o povo.

Hoje, os países com mais ONGs, com maior representatividade popular, tendem a crescer mais. Nessa representação, estão descartadas a religião ou formas de representação que possibilitem a manipulação de corações e mentes.

Quanto maior for a manipulação do povo, pior serão as consequências. Os movimentos populares na África e Oriente Médio, devem ser estudados de perto, não por interessados em se manter no poder, mas pelas pessoas que querem evitar que isso aconteça.

Essa semana, eu vi um sociólogo/historiador que eu considerava com muito respeito, debochar da internet: “A internet não derrubou nenhuma ditadura, ela só tem ajudado a Google a ganhar dinheiro, e a dar lucro para as telefônicas.” Não me perguntem o seu nome porque eu não sei, agora, nem quero mais saber.

A Google é um belo exemplo de distribuição de poder, do poder da palavra. Foi uma das primeira organização da internet, ao lado do Linux, a reconhecer a necessidade de compartilhamento de informações e produto, de maneira gratuíta. A Google provou que isso pode dar certo.

Inteligentemente, a Google deu poder aos blogs => blogueiros => povo, com isso cresceu muito, a ponto de impor algumas regras. Surgiram depois da Google, outros organizações muito populares, como a Facebook, Wikipedia, Twitter e o próprio Wikileaks, todas com grande capacidade de informar e influenciar.

Se a internet não tivesse nada a ver com a queda de ditadores, não teria sido desligada. De qual outra maneira seria possível organizar, planejar um movimento, de maneira tão perfeita.

O sociólogo/historiador citou a greve geral, como uma das formas mais tradicionais de movimento, em contradição com a internet. O problema aqui, meu caríssimo pensador, é que a democracia, também, é uma das formas mais tradicionais de sistemas sociais.

No caso da internet, meu nobre colega, ela é apenas o meio de comunicação mais importante, além de ser um tipo de comunicação bilateral, conceito que Vossa Senhoria nunca irá entender profundamente.

By Jânio

março 7, 2011 Posted by | Reflexões | , , , , , , , , , , , , | 5 Comentários

Ranking dos paises com mais internautas

paises com mais internet

paises com mais internautas

Segundo pesquisa da Comscore, o Brasil é o oitavo no ranking, quando o assunto é acesso à internet. Em 2.010 ultrapassou a Inglaterra, podendo em breve ultrapassar também a França, atualmente em sétimo lugar no ranking.

Analisando essa informação, devemos observar que o Brasil possui uma população muito maior, comparado a maioria dos países do primeiro mundo. Devemos lembrar, também, as novas formas de acesso a essa tecnologia.

Se o computador conseguiu agregar todas as mídias e dispositivos eletrônicos do mundo, graças a internet, juntaram-se a ele as empresas de comunicação em massa.

Hoje, a internet não depende exclusivamente do computador. Assim como possui canais personalizados, possui formas de comunicação em massa também.

O que difere a internet de outros meios de informação, é a independência, a liberdade. A velocidade com que surgem, e se desenvolvem, as novas ferramentas, é muito maior do que possa ser controlada, daí as revoluções.

Segundo a Comscore, o número de internautas brasileiros já ultrapassou a marca de quarenta milhões. Esse número só registra os internautas com mais de quinze anos, além disso, não foram computados lanhouses.

Todos nós sabemos que as lanhouses são grande promotoras dessa mídia, isso levará a um número muito maior de internautas brasileiros.

Os computadores nas escolas, também deverão despertar o interesse das pessoas para a importancia da internet.

O brasil é destaque no tempo conectado, além das redes sociais, que já despertaram a atenção das grandes redes mundiais, no Youture já ocupa a quinta colocação.

Segundo a Comscore, considerando-se todas as idades e formas de acesso, o brasil possui um número de mais de 70 milhóes de internautas. Esse número deverá aumentar, caso a qualidade de conexão melhore, assim como a infra-estrutura deverá aumentar a demanda.

Veja os números:

01 – China – 291,5 milhões

02 – Estados Unidos 180,9 milhões

03 – Japão – 73 milhões

04 – Alemanha – 49,3 milhões

05 – Rússia – 46,1 milhões

06 – França – 41,9 milhões

07 – Índia – 41,5 milhões

08 – Brasil – 40 milhões

09 – Reino Unido – 38,6 milhões

10 – Coreia do Sul – 30,2 milhões

Essa lista mostra algumas curiosidades:

A China tem um número de internautas bem inferior ao seu número de habitantes, mesmo assim ocupa o primeiro lugar.

Certamente, o governo Chinês não tem interesse em democratizar a informação no país, mesmo tendo uma grande indústria de eletrânicos.

Eu não imaginava que haviam tantos internautas no Japão.

O Brasil está abaixo da Índia, mas o caso da ìndia é bem pior que a China, além de grandes fábricas de computadores, sua população é bem maior também.

Toda a Bric está presente na lista, o problema é que todos eles apresentam problemas de infra-estrutura, há interesse em dificultar o acesso a informação.

Leia também o plágio/cópia

By Jânio

março 2, 2011 Posted by | internet | , , , , , , , , , | 23 Comentários

Desafios de nossa educação

 transformações da familia

Comportamento dos Filhos

O Brasil sempre promoveu uma forma discutível de avaliação dos conhecimentos, durante muito tempo, quem tinha maior capacidade de decorar, tinha mais chances em vestibulares e concursos. Eu sempre considerei esse sistema discriminatório.

Alguns professores mais sensatos, deixavam sempre bem claro: “Há duas formas de resolver o problema, uma maneira fácil e outra difícil.

Na maneira fácil, todas as formas de simplificação do problema são usados, mas aquilo que deveria simplificar, acaba complicando.  Usam-se fórmulas, macetes, tabelas, sistemas antigos, idéias já pensadas, etc.

A sociedade de hoje opta pela forma mais fácil de resolver seus problemas, mesmo sem compreendê-los inteiramente.

A língua portuguesa é um bom exemplo disso, apenas pessoas com uma memória muito boa, com um domínio absoluto da língua, podem  escrever de maneira razoável, sem erros. 

Com a entrada da internet nas classes mais pobres, o sistema elitizado sofreu um duro golpe. Muita gente chega ao cúmulo de achar que a inclusão digital foi um erro.

Talvez a inclusão digital possa ter sido um erro, mas só se for para a elite.

A elite nunca se adaptará à maneira como o conhecimento é oferecido livremente pela rede de internet, com ausência total de direitos autorais.

Um problema que surge aqui, e não é exatamente um problema pedagógico, é a pornografia na internet. A pornografia é um problema tão difícil de ser evitado quanto outros tabus, tabus que foram evitados durante milhares de anos.

Com a internet, não só a educação deve ser repensada, como todos os costumes, tabus, e o próprio conceito de certo e errado.

Outro dia eu assisti à uma palestra, onde, de forma acessível, o apresentador mostrava os “velhos” de cabeça dura.  Na verdade os “velhos quadrados” eram citados como aquelas pessoas que não se adaptam às mudanças do tempo, podendo ficar isolados.

Pessoas idosas tendem a sofrer mais quando são impacientes, intolerantes. Ninguém terá paciência suficiente, caso não seja tratado sem respeito.

A falta de educação, ou educação errada, a qual as crianças são submetidas nos dias de hoje, transforma o mundo inteiro em um campo de guerra.

Vejamos o caso dos EUA, o país perfeito, segundo as normas do capitalismo. Na realidade são pessoas que estão no limite, onde a saúde mental não recebe a mesma atenção da saúde física.

Para nós brasileiros, isso nem é notado, já que nem à saúde física nós temos direito. Enquanto as TVs são as babás eletrônicas dos bebês, grandes criadoras de monstrinhos, nós somos submetidos a uma verdadeira lavagem cerebral, perdendo qualquer sensibilidade que antes tínhamos.

Para qualquer pessoa que nunca assistiu uma novela, pode achar a coisa mais estúpida do mundo, mas essa é a melhor forma de se criar caricaturas, trabalhar a mente das pessoas sem que essas tenham notado, uma verdadeira lavagem cerebral.

Na classe média baixa, a pergunta que eu tenho notado foi: “É melhor deixar o bebê com a babá ou na creche?” – Isso é muito interessante, pois as mesmas pessoas que são contra a privatização, protegendo os cabides de empregos e a corrupção, são as primeiras a terceirizar seus serviços domésticos.

Na classe média alta é pior, as “criadas”, pessoas sem vida própria, que trabalham vinte e quatro horas por dia, chegam ao cúmulo de criar até três gerações.

Isso pode até dar certo, mas é um risco ao qual se expõe os filhos. Aqui a lei é hipócrita quando diz: “Toda criança tem direito a um pai e a uma mãe.”

Em primeiro lugar, é preciso dizer que os filhos de mães solteiras nunca terão um pai, a pensão é uma forma estúpida de passar a impressão de que tudo está bem. Em alguns paises da America do Sul, as mães solteiras recebem um salário.

No passado, ao longo dos séculos e milênios, os filhos não tinham um pai, mas sempre tiveram uma mãe para educá-las. Como as mães estão aptas a educar crianças, no caso das meninas a educação ia além da infância, os meninos não amadureciam além dos onze anos, já que seus pais trabalhavam.

Hoje, as crianças não tem pais, nem mães. Quando são crianças mimadas, fica tudo mais difícil, as drogas, a violência promovida pela tv, cinema, e completada pela miséria, são um convite ao crime.

Enquanto em paises como os EUA, o Presidente Obama pede alguns minutos de silêncio, escondendo a violência gratuita promovida por Hollywood, aqui no Brasil, finalmente os jovens descobriram que a corrupção não implica necessariamente em marginalidade.

Os jovens agora já sabem que crime, só será considerado crime, quando for descoberto. Sabem também que as leis tem muitas brechas, onde os ricos sempre terão várias formas de escapar a justiça.

As mídias de massa fazem a sua parte, mostrando como os criminosos ficam pouco tempo na cadeia, além de promover o sistema caótico em que vivemos. Vivemos agora como máquinas, já que somos criados por elas.

Muita gente, agora, ainda está preocupada com a pornografia, e tem razão, o fácil acesso a esse conteúdo, forçaria os pais a acompanharem a educação dos filhos de maneira muito mais rígida.

O problema é que a internet expõe todos os tabus, e a sociedade nunca esteve preparada para eles, essa sempre foi uma maneira de mostrarmos as nossas verdades.

O “Caso Mayara Petruso” deixou as empresas com uma preocupação a mais, os problemas de educação, a partir de agora, as empresas de RH apertam o cerco para um problema que eles não davam muita importância.

A justiça ainda é tolerante com crimes de discriminação, racismo, mas a imagem da empresa fica manchada, podendo comprometê-la financeiramente.

A internet deu a palavra, apresentou os tabus, mostrou os direitos, e até facilitou o crime. Tudo isso porque a internet é apenas uma ferramenta revolucionária de comunicação da qual não podemos mais viver sem.

É preciso ficar atento às dicas de segurança, já que a nossa privacidade está por um fio. A internet conseguiu  a façanha de integrar todas as mídias, nossa privacidade é um pequeno preço diante disso.

A Educação dos filhos já passou a ser terceirizada, algumas vezes é irreversível, outras vezes, forçam-nos a uma reflexão: “O que é melhor para nossas famílias?”

Se as crianças não precisassem dos pais, a lei não insistiria tanto nas suas presenças. A incapacidade de lutarmos por melhores salários e pelo cumprimento de nossas leis, faz com que famílias inteiras tenham que trabalhar, deixando a educação de seus filhos nas mãos de outrem.

By Jânio

janeiro 16, 2011 Posted by | Reflexões | , , , , , , , , , , | 16 Comentários

Sites que mais geraram visitas em 2.010

melhores agregadores

maiores indexadores

Fazer uma lista com os sites que mais geraram visitas  no ano de 2.010, não é tão fácil. Alguns desses sites, eu só comecei a utilizar no final do ano, no caso do linkesfera eu quase  nem usei.

Todo site tem potencial de viral, dependendo do ponto de vista, mas, de um modo geral, são poucos que são usados como tal.

A lista dos melhores sites virais que eu uso, poderia ser relacionado da seguinte maneira:

01 – Ocioso

02 – Dihitt

03 – Linkasites

04 – Linkativo

Essa é a lista para quem quer ter muitas visitas, principalmente através de virais, hype ou algumas outras formas alternativas de geração de tráfego.

Os três primeiros tem potencial para ultrapassar cem visitas ao dia, onde o linkasites ainda é novo, mas a concorrência também é menor.

O Dihitt é um indexador único, podendo ser a ferramenta mestra que combina qualquer um desses outros sistemas de geração de tráfego e divulgação de sites. Através dele, pode-se conseguir os melhores comentaristas, mesmo sem muita participação, e olha que ele já foi melhor.

O Ocioso dispensa comentários, mas a concorrência está aumentando, está ficando cada vez mais difícil acertar notícias através dele.

O Ocioso virou um fenômeno graças ao apoio dos blogs mais populares da internet, principalmente de humor.

Pelo que eu notei, a maioria de suas parcerias migrou para o link log. As consequências puderam ser notadas no concurso “O blog mais desejado do Brasil”, onde os pequenos blogueiros não foram suficientes para eleger o Ocioso.

Segundo comentários, até o Blogblogs tem enfrentado problemas com o aumento da concorrência, mas, no caso do Blogblogs, desde o início ele apresentava sinais de problemas financeiros.

O Linkasites e o Linkativo são muito parecidos, mas a concorrência no linkativo é bem maior.

A melhor média de visitas é do Dihitt, mas é bom não subestimar o potencial de cada um, dependendo do perfil de cada um, será a audiência do post.

Lista dos melhores geradores de visitas do mês:

01 – ocioso – 6.866  visitas geradas

02 – www.dihitt.com.br – 439

03 – www.google.com.br – 235

04 – conduit – 171

05 – linkesfera -97

06 – www.linkativo.com.br – 66

07 – centralblogs – 64

08 –  linkasites – 57

09 – www.pt-br.wordpress.com – 40

10 – www.linkme.blog.br – 35

11 – Babylon – 32

12 – Alot – 23

13 – www.buscador.terra.com.br – 19

14 – www.Twitter.com – 14

15 –  Iminent – 12

16 – www.busca.globo.com – 8

17 – Incredmail – 7

Sites como o Ocioso, mesmo publicando apenas um viral ao ano, seria suficiente para apresentar um determinado blogueiro ao mundo, despertando a curiosidade de SEOs, agências de publicidades e internautas que utilizam a internet como ferramenta de informação.

As redes de notícias da internet são muito difíceis de serem classificadas, isso porque está havendo um crescimento e/ou desenvolvimento de todas essas ferramentas em direções diversas, sem uma tendência específica.

Até os megasites, como é o caso do Twitter, Facebook, Orkut, tem trabalhado essa idéia.

A Facebook descobriu logo, que a sua idéia de criar uma versão do Twitter, não daria certo. O Facebook Lite da Facebook, foi um fiasco.

Enquanto isso, a Twitter trabalhava em sentido contrário, tentando agregar ferramentas, como a Facebook, nem o Orkut resistiu.

Eu não consigo avaliar o potencial dessas redes, já que não as uso com frequência, mas imagino que deva ser grande.

O Dihitt foi o primeiro grande indexador a investir nas redes, essa combinação gerou muitas polêmicas e muitas visitas também. O site é um exemplo perfeito de transparência, mostrando a reputação de todos os principais usuários.

São pings virando agregadores automáticos, sites de feeds com características de rede, etc. O Marcos Aragão é o principal programador a misturar ferramentas, e estilos interativos, em seus sites.

Os sites de buscas, a maioria baseados no banco de dados do Google, ainda são a principal fonte de visitas, tráfego, mas, para se atingir o topo desses buscadores, faz-se necessário passar pelas ferramentas indexadoras, inclusive comentários em blogs.

Vale, aqui, uma explicação rápida sobre as diferenças entre as várias ferramentas de geração de tráfego.

A Facebok e a Orkut, são redes sociais, onde o orkut começou a incluir aplicativos, seguindo a tendência da Facebook – Quem viver, verá quem é a melhor.

A Twitter tem enfrentado instabilidades, devido a sobrecarga em seus servidores, mas eu ainda o considero uma ferramenta quase perfeita.

Indexadores de notícias são redes de notícias que, além de agregar as notícias, indexam essas notícias nos buscadores, através de tags, palavras chaves. No caso do Dihitt, é possível até fazer uma campanha, participando da rede social do site; isso é ideal para criar movimentos políticos e sociais também.

Além do Dihitt, outros agregadores apresentam características semelhantes, como são os casos do Link-me e do Linkesfera. Talvez até pelo fato desses sites serem, na sua maioria, usuários do Dihitt, deixam de lado as características virais, assumindo funções de formação de opinião.

Curiosidade: Algumas vezes, torna-se mais fácil atingir os usuários do Dihitt de fora do próprio site, através de outros agregadores, como o Link-me e o Linkesfera.

O Centralblogs continua insuperável, entre os agregadores automáticos, seguido de perto pelo Oyo, mas esse apresenta características de rede social.

Sem contar o Centralblogs, agregador automático, a maioria dos sites agregadores que mais geram visitas, são manuais, onde é preciso enviar, cadastrar cada post. Quanto maior o trabalho de cadastro, melhor o resultado – Não é a toa que os indexadores são as melhores ferramentas de longo prazo.

Além de notícias, os agregadores manuais agregam as imagens também, foi assim que esses agregadores tomaram a frente dos indexadores, concentrando uma quantidade incrivelmente grande de visitas de uma única fonte geradora.

Vale lembrar aqui dos indexadores redirecionadores,  como é o caso do VQV , ideal apenas para quem tem entre dez mil e cem mil seguidores no Twitter – Quem tem menos, não terá o retorno satisfatório; quem tem mais, pode fazer suas próprias campanhas, diretamente com as empresas ou agências de publicidades; só não vale fazer spam.

Lista dos melhores indexadores de 2.010:

01 – Ocioso – 82.219 visitas geradas – Agregador manual

02 – www.dihitt.com.br – 3.431 – Indexador notícias e rede social

03 – www.google.com.br – 2.000 – Sistema de busca Google/brasil

04 – Linkasites – 740 – Agregador manual de notícias

06 – Conduit – 513 – Sistema de busca baseado na Google

07 – Centralblogs – 444 – Agregador automático

08 – www.linkativo.com.br – 439 – Agregador manual de notícias

09 – www.pt-br.wordpress.com – 300 – Gerenciador de blogs

10 – Linkme – 216 – Indexador de notícias

11 – www.wordPress.com  Dashboard – 142 – Gerenciador de Blogs

12 – Oyo – 136 – Agregador automático notícias e rede social

13 – www.Twitter.com – 132 – Gerenciador de microblog

14 – www.buscador.terra.com.br – 130 – Sistema de busca

15 – Oyo – 125 – Rede de relacionamentos

16 – www.google.pt – 119 – Busca Google/Portugal

17 – www.dhtt.us – 118 – Indexador de noticias

18 – Babylon  – 89 – Sistema de busca

19 – Alot – 67 – Sistema de busca

20 – www.alexa.com – 56 –  Ferramentas SEO e sistema de busca

21 – VQV – 40 – Indexador notícias para microblogs

22 – Linkesfera – 36 – Indexador de notícias

24 – 74.125.67.100 – 35 – Monitoramento de IPs

25 – www.mail.live.com – 34 – Netmail

26 – Camaleão – 27 – Blog

27 – Iminent – 27 – Sistema de busca

28 – www.Google.com – 27 – Sistema de busca

29 – www.botd.wordpress.com – 25 – Criação de blogs

30 – Biglinks – 25 –  Agregador manual de notícias

31 – www.busca.globo.com – 24 – Sistema de busca

32 – www.blogpaedia.com.br – 23 – Blog

33 – Incredmail – 23

32 – Aquv – 22  – Marqueting Multinível

33 – www.topsy.com – 20 – Ferramenta Twitter, egosearching

34 – www.camiloaparecido.blog.terra.com.br – 20 – Blog

35 – Icfj – 19 – Universidade Virtual

36 – Ociosos – 19 – Agregador automático

37 –  Alphainventions – 15 – Troca de visitas

38 – www.linkedin.com – 14 – Rede Social

39 – www.mail.yahoo.com – 14 – e-mail

40 – Ver – 12 – Agregador automático e Rede social

41 – www.working4fun.wordpress.com – 10 – Blog

42 – Bigextracash – 10 – Marqueting Multinivel

43 – www.bloggerecriacao.blogspot.com – 9 – Blog

44 – Edu – 9 – Blog

45 – LinkTo – 9 – Indexador

Observação: A maioria das visitas geradas pelos sistemas de buscas, não são identificadas pelas ferramentas WordPress.

By Jânio

janeiro 8, 2011 Posted by | divulgação gratis | , , , , , , , , , , , , , , | 14 Comentários

Olhar digital afirma que Wikipedia não é confiável

wikipedia contra Olhar Digital

Fonte by Wikipedia

O “Olhar Digital” está entre os maiores sites de tecnologia do Brasil, fiquei chocado com o que foi dito por eles:

“A Wikipedia não é uma boa fonte de referência, pelo fato de todos poderem alterar seus textos livremente, seus textos deixam de ser confiáveis para pesquisas.”

O texto não é exatamente esse, mas dá para se ter uma ideia do processo de elitização da verdade, onde as pessoas não devem acreditar no compartilhamento de informações, não devem acreditar em debates, julgamentos, porque a verdade é o que a elite prega.

A minha pergunta é: “Quem disse que o que está sendo dito nos livros é o certo? – quem disse que as enciclopédias comerciais tem mais conhecimento de causa que os usuários das wikis?” Será que quem disse isso já usou a Wikipedia? – acredito que não.

Pelas idéias que eles passam, não devemos mais sair as ruas, nem acreditar nas pessoas. Se alguém disser que está pegando fogo em seu prédio, ou casa, não se preocupe, continue sentado. O que está sendo dito não tem um aval da elite da sociedade, e depois, você nem conhece esse sujeito.

Eu me lembro da frase de uma antiga professora: “Eu não venho trazer a vocês a verdade, apenas tornarei possível sua caminhada para o mais próximo dela. Quando não for possível levá-los mais adiante, outra pessoa assumirá essa missão, continuando sua jornada.”

A história de que a Wikipedia não deve ser vista como referência, é dita no momento em que a Wikipédia se torna a maior fonte de conteúdo da internet, apesar da sua incompatibilidade com a equipe da Google, forma, em conjunto com esta, uma organização quase perfeita de informações. Sem a Wikipedia, a procura por informações seria muito mais complexa.

A declaração entra em contradição quando afirma que os textos da pesquisa não devem ser copiados, ora, se o texto não deve ser copiado, então a Wikipédia não deverá ser fonte exclusiva da pesquisa, mas um complemento dessa.

O que seria de nossas mentes se tomássemos como certa, sem questionar, toda e qualquer informação a que temos acesso.

OBS : Essa declaração foi dada, juntamente, com a dica de que o sistema operacional Windows deve ser sempre atualizado, sob risco de falta de segurança.

Que feio Olhar Digital!

By Jânio

maio 5, 2010 Posted by | Reflexões | , , , , , | 8 Comentários

Melhores invenções dos últimos trinta anos

melhores criações

Melhores invenções

Você pode imaginar porque a internet é a maior invenção de todos os tempos?

Uma Universidade da Pensilvânia, nos EUA, descobriram porque. Na realidade o que eles queriam mesmo é fazer uma pesquisa, junto aos estudante, das maiores invenções dos últimos trinta anos.

Segundo essa pesquisa, cinquenta por cento de todas as invenções dos últimos trinta anos estão ligadas a internet, desde um simples e eficiente sistema de e-mail, que deixou o ineficiente correio no chinelo, até os leilões online, metade dessas invenções fazem parte do universo da internet.

O resultado dessa pesquisa me fez pensar, a maior revolução da tecnologia, até pouco tempo atrás, era a criação do computador, esse mercado era disputado pelas maiores empresas do mundo, como a IBM, que até então vivia, principalmente,  do comércio de máquinas de escrever. Acontece que o computador é a base física que proporciona a existência da internet, apesar de estar evoluindo para outras máquinas, mas até essas novas máquinas já apresentam natureza de computadores, com recursos para internet.

Houve um tempo em que a tecnologia era impulsionada, principalmente, por guerras e corridas espaciais utópicas, apesar da filosofia deixar bem claro que a evolução não deva ser forçada, exceto em teoria, mas até aí é preciso cautela.

Hoje, poderíamos imaginar o lançamento de um míssil, em zona de guerra, carregado com propostas ideológicas, filosofias e convites para uma vida cooperativa entre todos os povos do mundo; poderíamos fazer um bombardeio em território inimigo com corações de pelúcia, acompanhados de uma enorme lista de e-mail para intercâmbio de idéias.

Em nossos bombardeio poderíamos explicar que o maior problema das guerras é a ignorância, incapacidade de entender o ponto de vista dos outros . Por e-mail, desafiaríamos nossos adversários/parceiros para uma disputa de idéias e pesquisas cientificas, torcendo sempre para que eles fossem ainda melhores que nós.

Veja a lista das melhores invenções dos últimos trinta anos, publicada pelo “New York times”.

1 – Internet banda larga
2 – Computadores pessoais e laptops
3 – Telefones celulares
4 – E-mail
5 – Teste e sequenciamento de DNA
6 – Ressonância magnética
7 – Microprocessadores
8 – Fibra óptica
9 – Software para escritório
10 – Cirurgia a laser/robótica
11 – Software de código aberto
12 – Diodos de emissão de luz
13 – Tela de cristal líquido
14 – Aparelhos GPS
15 – Comércio eletrônico e leilões on-line
16 – Compressão de arquivos
17 – Microfinança
18 – Energia solar fotovoltaica
19 – Turbinas de vento de grande escala
20 – Redes sociais na internet

By Jânio

março 1, 2010 Posted by | curiosidades | , , , , , , , , | 13 Comentários

Lista das palavras mais populares da internet

palavras mais buscadas

palavras mais procuradas

O ano de 2009 foi o ano das palavras: gripe suína e futebol

Uma análise rápida pelas palavras mais buscadas no Google Brasil, mostra a grande influência que o buscador representou no ano de 2.009.

Contrariando uma idéia comum em estratégias de busca, Mulher Melancia e BBB foram alguns dos poucos nomes que dão idéia de polêmica.

Outras palavras que me chamaram a atenção foram Baixaki, uma grande fonte de referência e confiabilidade e o site de música Vagalume, ambos já foram adquiridos por grandes portais, mas não perderam seus usuários e continuam fortes e com a força da marca.

Entre os emergentes, eu destacaria o Twitter, sem dúvida a primeira ferramenta a agradar gregos e troianos, internautas e empresas de qualidade e opinião, todos se renderam a força do Twitter.

Corinthians é a palavra que eu destacaria em esportes, não só por estar entre as palavras mais fortes mas, principalmente, pelos investimentos que a empresa fez na área de internet, mostrando uma boa estratégia que muitos empresários insistem em negar, simplesmente por preguiça de aprender, com as mesmas idéias de nossos tataravós: “Para que aprender a escrever, precisamos é aprender a trabalhar e sermos honestos.”

Eu sou um dos maiores críticos do Orkut, apesar da simpatia da galera de lá, mas eu considerava o Orkut uma ferramenta totalmente ultrapassada, isso no mundo inteiro. Aqui no Brasil, a ferramenta não só se manteve em alta, como deu uma recauchutada no design e é a ferramenta que eu destaco na área de entretenimento, em 2.009.

O Orkut aparece também como uma das palavras mais populares, mas eu prefiro destacar o Baixaki, por ser um site que explora um nicho próprio de pequenos empreendedores, apesar de ter contrato com um grande portal, é bom saber que tem espaço para pequenos empreendedores, prova disso é a palavra baixaki aparecendo entre as mais populares.

Entre as celebridades, o nome de Michael jackson não é surpresa, Sandrinha e Marcelinha, prefiro não pesquisar,  nem comentar para ver os resultados rsrsrsrs

EMERGENTE

twitter
enem 2009
controlar
lady gaga
emprega sp
BBB9
youtube videos
concursos 2009
lua nova
vagalume ouvir musica

ESPORTES

globo esporte
jogos de futebol
corinthians
lancenet
palmeiras
flamengo
gazeta esportiva
sporTV
esporte interativo
futebol ao vivo

ENTRETENIMENTO

orkut
youtube
jogos
jogos de meninas
vagalume
kboing
habbo
meebo
ebuddy
frases de amor

MAIS POPULARES

orkut
youtube
hotmail
baixaki
yahoo
globo
uol
tradutor
jogos
msn

PERSONALIDADES MAIS BUSCADAS

michael jackson
sandrinha
barbie
ana maria braga
joao bidu
victor e leo
robert pattinson
mulher melancia
marcelinha
lady gaga

GOOGLE MAPS MAIS BUSCADOS

campinas
sao paulo
santa maria
belo horizonte
curitiba
cuiaba
porto alegre
joinville
brasilia
vitória

By Jânio

fevereiro 27, 2010 Posted by | google | , , , , , , , , | 12 Comentários

Um presente para os políticos honestos

internet gratis

Para os honestos

Quando o prefeito de minha cidade anunciou que ofereceria internet grátis para os munícipes, achei que estava sonhando. Foi então que descobri que a internet estaria disponível apenas para quem pagasse o IPTU em dia.

Nossa cidadezinha tem a mania de dar o calote no IPTU, mas isso só acontece no último ano, quando os munícipes decidem não pagar o imposto, podendo negociar com o novo Prefeito eleito.

A situação agora é: Com a internet grátis, quem não pagar o IPTU, no último ano de mandato do Prefeito, terá a internet cortada. O contribuinte será prejudicado onde mais faria falta, principalmente para quem não consegue ficar sem internet.

Essa idéia está sendo adotada por várias cidades, inclusive do Paraná, onde as prefeituras com sistemas de internet via rádio, aproveitam sua estrutura para beneficiar a cidade toda.

Eu fiquei surpreso pelo fato de ser na internet onde mais se fazem denúncias, portanto, os políticos deveriam temer, não oferecer essa mesma ferramenta de maneira gratuita.

Acontece que os políticos parecem não se importar com as eventuais denúncias que possam ser feitas pela rede.

Os benefícios, para os políticos honestos, serão grandes. Além de terem em suas mãos uma forma estratégica de cobrança de impostos, ainda terão a vantagem de receber muitos votos dos cidadãos assíduos que pagam os impostos em dia.

Os maiores beneficiados pela internet, certamente, serão os mais pobres, aqueles para quem a mensalidade de internet faz falta, não importando a qualidade da conexão, nem a velocidade.

Espero que essa boa ideia espalhe pelo Brasil, assim as pessoas poderão avaliar: Se a internet ficar mais cara que os impostos, melhor pagar os impostos.

By Jânio

janeiro 29, 2010 Posted by | Política | , , , , , , , , , , , , , | 4 Comentários

A onda de automóveis com internet

hot spot em automóveis

Rede wi-fi em automóveis

A onda de automóveis com banda larga, diretos de fábrica, toma conta das indústrias de automóveis. A moda demorou para decolar, sinal de que as grandes fábricas e montadoras não acreditavam tanto na tecnologia de internet.  O site icommercepage/madeinblog estará acompanhando mais esta tendência de mercado.

Com a onda da Twitter, é muito comum pessoas com até três aparelhos, um só para essa rede tão cobiçada e tão exigente também, exigindo que seus usuários fiquem vinte e quatro horas no ar.

No caso dos automóveis, a banda larga já vinha sendo utilizada pelos pilotos japoneses. Somente a General Motors, tem planos de inplantar o sistema de acesso a internet em pelo menos sete modelos de caminhões.

A Mercedes é outra que anunciou que obteve sucesso em testes de aplicação de internet, em seus carros, segundo a empresa, testes com sistemas Voip também foram bem sucedidos.

O mais interessante, nessa história toda, é que os fabricantes tem adotado, cada um, um sistema diferente, para seus modelos de automóveis, o mesmo sistema adotado em carros, onde cada fábrica tem a sua própria tecnologia e padrão, isso poderá vir a se tornar um problema.

Várias empresas, de tecnologia, tem demonstrado interesse nesse mercado e não estão medindo esforços, no intuito atender a demanda por hardware,  nos próximos anos.

Enquanto a Mercedes, em estágio avançado, oferece tecnologia 4G,  a General Motors oferecerá tecnologia 3G com velocidade de 1,5 Mbps, criando uma rede wi-fi de até 300 metros de diâmetro, de distância, em torno do veículo. Esse serviço, da General motors, terá um custo adicional de 199 dólares de hardware, mais 29 dólares mensais pelo serviço.

Segundo a Ford, a última entre as fábricas a adotar o sistema, até agora, o serviço da Ford será gratuito, com tecnologia a ser desenvolvida, especialmente, para seus carros, desde que o usuário tenha seu próprio modem.

By Jânio

dezembro 28, 2009 Posted by | Web 2.0 | , , , , , , , , , , , , , | 6 Comentários

As pessoas mais faladas da internet

o mais elogiado

Pesquisa de crítica web

A sociedade, algumas vezes, me lembra o filme “Banzé no Oeste”, de Mel Brooks. Mel Brooks foi cara-de-pau suficiente para incluir a própria mãe no elenco do filme.

No filme, uma pequena cidade do velho oeste, completamente tomada por toda sorte de bandidos, o que mais chama a atenção, é quando um Xerife negro é contratado para colocar ordem na cidade.

Numa cidade onde batem até em velhinhas, e até as velhinhas são racistas, o xerife negro escapa de ser linchado pela população, ao ameaçar matar o xerife, ou seja ele mesmo. Essa é uma das cenas mais clássicas entre as comédias americanas.

O cantor Michael Jackson quase foi linchado pela população, depois de ser alvo de tabloides americanos. Só depois de morto ele descansou, assim pararam de falar mal dele, restando só os boatos bons.

Em pesquisa realizada praticamente entre todos os blogs do mundo, a pessoa mais elogiada do mundo foi justamente Michael Jackson. Outra celebridade morta, presente na lista, foi Patrick Swayze, pelo menos desse não falavam mal.

Oprah Winfrey, que já entrou na no topo da lista das mais influentes, desse ano, ficou com o segundo.

Na lista dos mais criticados, o cantor Chris Brown liderou absoluto, depois de dar uma surra violenta em sua companheira, a também cantora Rihanna.

Outras pessoas que não escaparam de ser malhadas pelos blogueiros foram: Amy Winehouse, Paris Hilton e o jogador de golfe, Tiger Woods.

Veja a lista top 10, feita pela empresa americana Zeta Interactive.

Os mais elogiados:

1. Michael Jackson
2. Oprah Winfrey
3. Taylor Swift
4. Patrick Swayze
5. Beyoncé
6. Angelina Jolie
7. Jay Z
8. Robert Pattinson
9. Brad Pitt
10. Simon Cowell

Os mais criticados:

1. Chris Brown
2. Jon and Kate Gosselin
3. Kanye West
4. Lindsay Lohan
5. Amy Winehouse
6. Rachel Uchitel
7. Miley Cyrus
8. Paris Hilton
9. Tiger Woods
10. Adam Lambert

By Jânio

dezembro 16, 2009 Posted by | curiosidades | , , , , , , , , | 8 Comentários

O indexador Ocioso não tem limites.

indexador sem limites

indexador sem limites

Eu aprendi a não subestimar uma rede social, indexador de notícias, agregador de blogs ou qualquer outra ferramenta geradora de tráfego para nosso blog, mas eu não era assim.

Quando eu tive a ideia do icommercepage.com, a blogosfera ainda engatinhava. Apesar de algumas ferramentas que estavam surgindo, uma ferramenta que eu não levava a sério era o gerenciador de blogs, eram dezenas de gerenciadores disputando um lugar ao sol.

A ideia de ter uma comunidade ou dez comunidades com mil usuários,  dentro de uma rede como o Orkut, mil usuários é o máximo de membros que o Orkut comporta em cada comunidade, notaram a supremacia total da Twitter? – eu nunca poderia imaginar que, um dia, a Twitter viraria a fogueira de vaidades, de celebridades da tv.

Eu sempre imaginei a interface de um blog, algo limitado, se eu imaginasse que, um dia, uma empresa chamada Twitter, lançaria um gerenciador de microblogs de mesmo nome, com capacidade quase ilimitada, eu teria prestado mais atenção.

Um sistema para a WEB 2.0, é como um carro zero, você não pode colocar um motor da Ferrari num Gol Mil, ele foi feito para a Ferrari. Um sistema depois de pronto, fica inviável determinadas mudanças, o Twitter já foi criado para esse ambiente interativo, principalmente o da blogosfera.

Hoje um outro sistema teria que ser muito melhor para superá-lo, já que as pessoas se acostumaram com ele.

O aprendizado da pior maneira, é mais duro, mais se aprende mais. Assim, não demorou muito para que eu notasse alguns blogs despontando, em sites de auditoria de tráfego, como o Alexa.com por exemplo.

Através do Alexa eu poderia monitorar a concorrência, foi aí que eu notei que os blogs haviam deixado de ser apenas um diário virtual, passando a ser divulgadores das mais variadas culturas.

Conhecia a força do blogspot, mas continuei com meu site. Quando tomei conhecimento da WordPress, fiquei me perguntando como uma empresa poderia oferecer tantas ferramentas de graça, oferecendo uma verdadeira aula para um iniciante, amador, ou apenas experimentador da ferramenta.

Pela primeira vez, eu cogitei a possibilidade de abandonar o site, onde seria preciso uma boa equipe, trocando por um blog, onde milhões de pessoas usam a mesma plataforma, gerenciado pela mesma equipe. No caso do gerenciador de microbloging da Twitter, deverá ultrapassar um bilhão.

Para a divulgação dos serviços do site, a gente sempre procurava sites de classificados, diretórios de links, trocas de banners, troca de visitas, sites de buscas, etc, esses sites ainda são muito úteis para quem tem interesse por pagerank, já que são ótimos para se criar links.

As referências de qualidade eram bem mais variadas, Yahoo, Msn, Google, Altavista, Uol, etc, o topo das buscas era fundamental, principalmente nas palavras estratégicas, os SEOs, especialistas em otimização em buscas eram muito solicitados.

A democratização da internet, veio com os blogs, a Google, estrategicamente, sentiu que os textos e a atualização dos sites era a melhor forma de avaliar a qualidade de um blog, isso  passou a ser feito pelo Yahoo também.

Quem saiu ganhando foi própria  Google,com a democratização da internet, todos os sites foram nivelados, ficando a Google quase sozinha no topo, não fosse a companhia indesejada da Yahoo, que tentaram comprar sem sucesso.

Entre os blogueiros de ponta, os pro-bloggers, iniciou-se uma democratização maior ainda, onde ensinavam como se conseguir tráfego, de certa forma, isso nivelou os blogs por baixo, deixando a nata por cima.

Então surgiu a WEB 2.0, com suas ferramentas fantásticas, novas redes sociais explodiram no mercado, concorrendo com o Orkut, indexadores de notícias, agregadores de blogs, novos gerenciadores de blogs atualizados, sistemas RSS, e, tudo o que se vira até o momento perdeu o sentido.

Começou-se a duvidar do pagerank, as visitas aumentaram, iniciou-se uma campanha por uma internet mais dinâmica, mais segura e, principalmente, de maior qualidade de conteúdo. Todo mundo passou a linkar a todos aqueles artigos de seu interesse; a imagem pessoal e a política de boa vizinhança ganhou muito mais força.

Até o No Follow que deveria ter se revelado uma tremenda encrenca, passou totalmente despercebido. Os fanáticos pela Google levaram muito a sério tal ferramenta e quebraram a cara, seus sites simplesmente desapareceram do mapa.

Mas como a tecnologia não pode parar, duas redes se destacaram, em termos de qualidade de conteúdo:

Dihitt – Uma rede totalemete voltada a cultura, deixando os blogs tradicionais meio na contramão. Nunca vi uma rede com tantos professores, filósofos, pastores, escritores, poetas, jornalistas e outros intelectuais com capacidade para divulgar seus conhecimentos.

Via6 – Antes conhecido como rec6, o Via6 é uma referência, em termos de formação de redes de contatos e intercâmbio de empresários. Indexa notícias muito bem, a exemplo do Dihitt.

O mais novo fenômeno é, sem sombra de dúvida o Ocioso, http://www.ocioso.com.br – o site tem se revelado um grande divulgador de notícias. Seu potencial é tão grande que todas as referências imagináveis perdem o sentido.

Tudo o que se viu, até agora, em termos de divulgação e publicidade, perdem o sentido, até a Google, como referência, perde a importância, quando se acerta uma notícia no Ocioso.

O Ociso é uma rede que merece ser estudada com cuidado, suas tendências, suas funcionalidades, principalmente, qual é o perfil dos usuários e visitantes que visitam o site. O Ranking não é feito por voto, é feito por clicks únicos, não repetidos pela mesma pessoa, correspondendo ao número de visitas no link de nosso site.

O primeiro pacote de links enviados por mim, eu tive a sorte de acertar um, “Teoria Infernal”; no segundo pacote, também com três artigos, enviei um sob medida, “Dançando com o Diabo”, acertei em cheio.

Esta semana, enviei o terceiro pacote, com mais três artigos. Dessa vez eu tive a felicidade de acertar todos os três links, todos na primeira página.

Se, na primeira remessa, eu tive 1.400 visitas; na segunda, eu não tive tantas visitas, mesmo assim, mil visitas não é pouco.

Nessa última, criei um link especialmente para o Ocioso, “Xixi nas calças é sinal de saúde”, os outros dois também foram aprovados: “Como surgiu a Twitter” e “Animais engraçados”. Resultado, um novo recorde, quatro mil e quatrocentas e vinte e cinco visitas, em um único dia.

Decididamente, não dá para subestimar a internet. Vi muitos Hypes malucos como uma página em branco, para publicidade, blogueiros pedindo para cliccar em um site, sem pé nem cabeça; parecendo-me uma crítica a Google.

Todo tipo de webmarketing está me parecendo uma brincadeira de criança.

Com a Google, Yahoo e o outros sites de referências, parece que os internautas elegeram a WEB 2.0 para tutor de conteúdo da internet.

O que antes parecia loucura, agora é realidade. Portais criando publicidade e links em blogs.

Leia mais:

https://icommercepage.wordpress.com/2009/09/13/como-conseguir-mil-visitas-gratis-em-um-dia/

By Jânio.

outubro 4, 2009 Posted by | Redes Sociais | , , , , , , , | 17 Comentários

Entrevista com Mark Zuckerberg da Facebook.

Rede das causas

Rede das causas

Hoje, tive o privilégio de assistir, na MTV, uma entrevista com o criador  da rede social Facebook, Mark Zuckerberg.

Poucas vezes eu vi alguém com uma imagem tão parecida com seu site.

A entrevista foi uma reprise de um programa que já havia passado, e eu não pude assistir.

Mark contou um pouco de sua curta história, como ficou bilionário em tão pouco tempo. Na realidade, o fato de ser bilionário é o que menos importou durante a entrevista.

Os números relacionados a Facebook impressionam:

1 – O site possui, atualmente, 250 milhões de usuários em todo o mundo.

2 – São 200 engenheiros trabalhando, diariamente, no site,  desenvolvendo, criando e cuidando de sua manutenção.

3 – só no Brasil, país onde as redes sociais tem uma aceitação acima da média,  a Facebook tem 1.300.000 usuários.

Mark tirou de letra algumas perguntas mais, digamos, apimentadas. A certa altura da entrevista, o entrevistador perguntou o que ele diria para os internautas, para que eles fechassem suas contas no Orkut e abrissem uma na Facebook.

Ele disse não ser preciso fechar a conta no Orkut, já que as duas redes são diferentes, podem conviver juntas. Suas ferramentas tem objetivos diferentes.

A respeito de concorrência, o entrevistado salientou ainda que, fora do Brasil, em países desenvolvidos, há muita concorrência. Ele citou o caso da Alemanha, onde há uma rede muito forte, com cerca de dez milhões de usuários, enquanto a Facebook , em sua fase inicial naquele pais, tinha apenas 100 mil usuários.

“Eu acredito que se fizermos um bom trabalho, as pessoas gostarem, passarão a aderir à Facebook, naturalmente”.

“Eu ganhei meu primeiro computador na sexta série, a partir daí, não parei mais. Hoje, eu não acredito que a minha vida seja muito diferente de antes”.

muita gente não entendeu, muito bem, o objetivo da Facebook, em seu início, aqui no Brasil. O criador da Facebook esclareceu que sua ideia é, diferentemente do Orkut, oferecer uma ferramenta de comunicação familiar, para a família e os amigos se comunicarem.

Mark reconheceu que acompanha muitas ferramentas, criadas pelos internautas, algumas ele chega a experimentar, outras, os engenheiros da Facebook acabam implementando, ou aproveitando as ideias.

Segundo ele, ao abrir o site, ao se logar, o usuário já tem uma visão detalhada de todas as atualizações de usuários, de suas redes de amigos.

Perguntado sobre a nova ferramenta de bate-papo, da Facebook, ser parecida com a Twitter, ele afirmou que, apesar de parecida, o objetivo é diferente, onde a ferramenta de bate-papo da Twitter se assemelha mais com um blog.

Os co-fundadores da Facebook eram seus amigos, inclusive seu colega de quarto, que o ajudou muito, saiu da Facebook para trabalhar na campanha do Presidente Obama, dos Estados Unidos.

Ele afirmou que tem muito orgulho de seu amigo, que o ajudou muito.

Vários de seus amigos, depois de formados, foram convidados a se juntar ao projeto da Facebook, inclusive seus professores.

Outra qualidade da Facebook que ele destacou, foram as causas, campanhas criadas pelos usuários, que vêem na Facebook a possibilidade de se criar uma grande campanha, sigilosamente.

Além de ser fã do grupo de pop-rock Gree Day, afirmou que seus amigos não lhe pedem nada, pelo fato de ser bilionário, pelo contrário, ele é que pediu para que todos se juntassem a ele, no projeto Facebook.

Sobre a maneira como ganha dinheiro com o site, afirmou que é analisando os gastos dos usuários e apresentando publicidade que a Facebook consegue sua rentabilização.

Até Tiago Dória, blogueiro muito conhecido, especialista em internet, afirmou que da maneira que a publicidade é apresentada na Facebook, não incomoda.

By Jânio

agosto 18, 2009 Posted by | Redes Sociais | , , , , , , | 4 Comentários

Melhores ferramentas da internet.

melhores ferramentas da web

melhores ferramentas da web

Gostaria de dizer, antes de começar esta lista, que não se trata de uma lista dos maiores sites, ela é especial, é uma lista dos mais amados pelos seus usuários, uma lista de bons sites, onde se encontram bons conteúdos ou serviços. Falar mal destes sites pode sempre gerar polêmica, o Noronha que me perdoe mas esta coisa de lista dos piores, para um cara que detesta brigas, apesar de brigar de vez em quando, é fria.

Como tenho dito aos amigos, a qualidade de empresas, como Google e Microsoft, nunca deve ser questionada, apesar de umas alfinetadas de vez em quando, elas são grandes exemplos de sucesso, não importa o que tenham feito para conseguir isso, estas são as regras do capitalismo.

A lista, leva em conta a utilidade que eles, os sites, tem para seus usuários, além da paixão por parte de outros.  Na lista só entram sites que eu estou participando, ou já participei, merecem pelo menos uma boa análise.

10 – Orkut –  Vamos começar da última para a primeira, para criar um suspense.

O site de relacionamentos Orkut, anda meio esquecido por mim, tem sito muito criticado; há muito tempo vem caindo pelas tabelas, devido a grande quantidade de usuários, gerando uma falta de controle de seus usuários. Administração não existe.

Apesar de todos os seus problemas, há muitos usuários no site, nem sempre usado como deveria, muita gente sonha com o dia que a Google deixará de ser tão cabeça dura e tomará uma providência para melhorar isso, mesmo que tenha que anunciar nas páginas principais de cada perfil.

http://www.orkut.com.br

09 – Hotmail –  Com tantos e-mails grátis por aí – ainda bem né? – fica uma concorrência muito boa. O Hotmail, da Microsoft, já foi bem pior, apesar deles só darem bola fora. Essa ideia de ficar integrando demais as ferramentas enche o saco, até a Google tem esta mania. Colocar todos aqueles conteúdos dentro das caixas de correio, foi uma ideia muito idiota. Ficar fazendo propaganda de outras ferramentas e serviços é coisa do passado.

Apesar de tudo isso, a Hotmail vai se segurando, tem muitos usuários, evoluiu bastante, apesar de suas manias.

http://login.live.com

08 – Yahoo – Pelo conjunto de ferramentas e por ter suportado a concorrência da Google por tanto tempo, a Yahoo não pode ficar fora de minha lista, o grande barato da Yahoo é que todas suas ferramenta estão em seu portal, ou seja, eles assinam em baixo.

http://www.yahoo.com

07 – MSN – O programa de mensagem instantânea da Microsoft, apesar de eu não utilizar, já utilizei, é a melhor ferramenta da Microsoft, a marca é muito valorizada e conta muito aqui.

http://download.live.com/messenger

06 – Rapidshare – O disco virtual mais utilizado da internet. A quantidade de buscadores de arquivos apontando seu banco de dados mostra o tamanho de sua importância.

http://www.rapidshare.com

05 – Bloggger – O gerenciador de blogs, comprado pela Google, é uma das ferramentas mais utilizadas da internet, a quantidade de ferramentas que podem ser utilizadas em suas plataformas são um caso a parte. A maioria de meus amigos utilizam o gerenciador.

https://www.blogger.com

04 – WordPress – Gerenciamento de blogs é a única categoria que vale um repeteco. Apesar da maioria dos internautas utilizarem a blogspot/blogger, eu fico com a WordPress.

Além de plataforma ser super fácil de utilizar, para iniciantes, a WordPress presta um serviço didático incomparável na internet, convidei muita gente, poucos atenderam meu pedido. Seu painel administrativo é uma referência para qualquer Webmaster que se preze.

http://pt-br.wordpress.com

03 – Dihitt – Dentro da internet, a Web 2.0 fez uma revolução, trouxe com ela muitas ferramentas inovadoras como: Agregadores, gerenciadores de conteúdo, bookmarking, redes sociais e indexadores de notícias. O Dihitt é o site ideal para fugir de armadilhas pela internet, aprender, fazer amigos, mostrar o que você pensa. É a melhor rede em língua portuguesa.

http://www.dihitt.com.br

02 – Youtube – A lei da oferta e da procura para, quando o assunto é Youtube, é o maior sistema feito para vídeos da web, talvez hajam outros, e há,  mas quem se importa, ele chegou primeiro, a Google comprou e a marca pesa.

http://www.youtube.com

01 – Twitter – A menina dos olhos da internet, hoje, fez a Google reconhecer que, pela primeira vez, foi superada por outra empresa, ao contrário da Youtube, Orkut e Blogspot, desta vez a Google deu uma grande mancada, deixou de comprar quando teve chance. Hoje, valendo 700 milhões de dólares, vinte cinco milhões de usuários,  a própria Google abriu o bico. Se a Google não pode comprar, quem é que pode não é.

Por isso a Twitter passa a ser a ferramenta número um, em nossa lista. Parabéns para os caras.

http://twitter.com

Observação: Deixamos a busca da Google fora da lista pela quantidade de sistemas de buscas de qualidade do mercado, como o Yahoo, o mais parecido em indexação, o veterano altavista, o MSN … etc

As ferramentas pagas, como UOL e GLOBO, também ficaram de fora.

by Janio.

junho 16, 2009 Posted by | internet | , , , , , , | 6 Comentários

Etiqueta em redes sociais.

Atenção nas relações virtuais

Atenção nas relações virtuais

Portanto, fica claro a necessidade de se resolver pessoalmente, tratar suas carências afetivas antes de se aventurar pelo mundo digital.

Tratada a carência, siga sem medo, escolha uma rede onde as pessoas sejam maduras e  sérias,  redes mais engajadas podem ser uma grande fonte de conhecimento e trocas de experiências, o que poderá lhe ser muito útil no futuro.

Evite redes onde as pessoas falam o que pensam e fazem o que querem, a vida virtual não significa liberdade em relação aos princípios fundamentais aos quais estamos submetidos na vida real.

Evite mentir, se as pessoas não te aceitarem como é não te merecem.

Quanto mais dados oferecidos pelos membros,  maior a confiabilidade entre ambos. Uma pessoa que não tem foto, perde um ponto; não tem endereço, perde outro ponto; usa um apelido, mais um ponto negativo para ela.

Apesar disso, você não é obrigado a expor seu dados de cara, pode fazer isso na medida em que vai se adaptando a rede. A adaptação não pode durar a vida toda, não gostou, procure outra, há muitas possibilidades para se experimentar.

Alguns dados não devem ser expostos, principalmente porque não ha necessidade, como telefone residencial, o que poderia expor sua família a pessoas que você ainda não conhece, ao mundo virtual.

Só exponha seu número residencial, quando houver um motivo claro. Observe muito bem as atitudes das pessoas antes de se envolver demais, veja seus pensamentos, seus textos, sua postura.

Se algum dia houver algum evento, prefira locais públicos, não caia em papos de locais sigilosos, sua vida pode estar em risco, a ocasião faz o ladrão, nem todos os ladrões pensam assim, mas é bom ficar atento.

Pessoas que se expõe, de maneira transparente, não oferecem risco, procure na google ou no Yahoo por informações sobre esta pessoa. A Google já disponibiliza um serviço de indexação de nomes, do perfil, para valorizar o comportamento das pessoas e evitar os pilantras.

Se uma pessoa muito ativa em sua rede, não aparece com frequência nas buscas, cuidado, este cara não existe, é um personagem criado para sua rede, fora, não existe.

Usuários que são muito curiosos e misteriosos  ao mesmo tempo, são suspeitos. Lembre-se, há situações em que uma pessoa é obrigada a se formalizar, caso de passaportes, hotéis, cartões de crédito, cheque etc.

By Jânio

junho 13, 2009 Posted by | Redes Sociais | , , , , , | 1 Comentário

%d blogueiros gostam disto: