Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Top sistemas de buscas 2.013

top buscadores

Maior Buscador

Maiores sistemas de buscas

01 – google.com 336.984

02 – google image 197.981

03 – google.com.br 15.145

04 – br.bing.com 8.271

05 – search.babylon 8.210

06 – yahoo.com 3.391

07 – m.google.com 2.841

08 – conduit 2.023

09 – ask 1.961

10 – yahoo image 1.721

11 – swetim 1.040

12 – isearch.avg 645

13 – uol 585

14 – mywebserch 496

15 – search-results 208

16 – yahoo mobile 167

17 – search.incredmail 144

18 – search.softonic 84

19 – bing mobile 43

By Jânio

Top Browsers

Sistemas operacionais mais populares

Buscadores Deep Web

Buscadores de músicas e vídeos

maio 18, 2013 Posted by | internet | , , , , , | Deixe um comentário

Sites de busca da DeepWeb

Sites DeepWeb

Infomine: Sistemas de busca por categoria onde o internauta poderá personalizar sua pesquisa por tema. Não funciona só para Deep web, mas para pesquisas em geral.

Foi desenvolvido CAA, a partir de bibliotecas da Universidade da Califórnia e várias outras Universidades.

Virtual Library: Catálogo de biblioteca virtual criado por Tim Berners-Lee. Relaciona muitos assuntos por categoria, ordem alfabética, etc.

Intute: Site de pesquisa britânico baseado em universidades da região, ideal para questões acadêmicas.

Infoplease: Buscador com uma grande variedade de dados, grande número de enciclopédias, almanaques, atlas e bibliografias. Além disso, apresenta biografias para crianças, com Biosearch (busca orgânica), além de alguns projetos paralelos.

IncyWincy: Motor de busca para Deep Web e outros tipos de buscas: Diretórios, formulários, imagens, etc.

Scirus: Motores de busca para ciências, newsletters, páginas web, cientistas, softwares educacionais, patentes, incluindo busca internas em grande profundidade.

TechExtra: Voltado às áreas exatas: Engenharia, matemática, indústia, emprego, relatórios técnicos, documentação, educação, formação.

Exige conhecimento do internauta em palavras chaves específicas para se obter melhores resultados.

Fonte: Saikat Basu

Dark internet

Darknet – Revolução Web

junho 23, 2012 Posted by | internet | , , , , , | 5 Comentários

O abandono dos indexadores de tags

Força das tags

Indexando Tags

Cada tag representa um tijolo, em relação a parede imposta pelos grandes portais, nos buscadores. É por isso que muitas empresas procuram os melhores blogs para ajudar na indexação de suas tags.

Tags, metatags, palavras chaves, keywords, etiquetas, ou seja lá como você conheça essas palavras, são como amarras que fortalecem as páginas de um site nos sistemas de buscas.

Os lincadores virais são o caminho mais curto até as visitas, mas eles não tem sistema para a indexação de tags, e um bom indexador de páginas não tem preço.

Para saber como funcionam as tags, basta acessar um site como o alexa.com, nele é possível saber quais as tags mais associadas ao seu blog. Conhecer suas tags mais fortes é importante para saber se o trabalho de otimização está sendo bem feito.

Eu sempre cito o meu antigo portal icommercepage ponto com como referência.

Esse portal ainda tinha um alto pagerank e milhares de backlinks, mesmo depois de um ano de inatividade.

No início do ano de 2.011, eu fiquei alguns meses sem postar. Cheguei a pensar que o blog seria esquecido, já que ficou desatualizado mas eu estava enganado.

O Made in Blog manteve-se acima das 600 visitas diárias, justamente pelo fato de estar bem amarrado nos sistemas de buscas.

Quando um site consegue algumas tags fortes, deve aproveitar ao máximo essas tags como forma de romper as barreiras impostas pelos grandes portais.

Uma boa reputação nas redes sociais é muito importante para quem deseja manter mais de um blog, lincadores virais e agregadores manuais e automáticos são importantes para aumentar a popularidade, fazer publicidade de um site, mas para chegar ao topo dos sistemas de buscas, como o Google, é preciso muita indexação de tags.

Vejam os indexadores de tags dos quais eu participo:

Dihitt

Linkativo

Indexar tags dá muito trabalho, por isso é um trabalho bem remunerado pelas empresas.

Pelo fato de ser mais difícil, a indexação de tags está sendo abandonada pelos blogueiros que esquecem que essa é a melhor forma de crescer à longo prazo.

Através dos indexadores, eu notei a força da indexação e a maneira como conseguem gerar backlinks em sistemas como o Pagerank, da Google, e do próprio Alexa.

O buscador da Google consegue indexar textos, mas só de blogs bem posicionados. Se o blog não estiver bem posicionado, devemos aproveitar o título do artigo e as tags, mais fáceis de serem rastreadas pelos robots.

Quando se trata de audiência, técnica hype, virais, agregadores e indexadores, redes sociais, e outras ferramentas, como o microblog da Twitter, são fundamentais para se criar janelas de informações perfeitas.

By Jânio

outubro 11, 2011 Posted by | blogosfera | , , , , , | 1 Comentário

Virais que geram visitas

marketing viral

Gerando Visitas

Hoje, vamos discutir sobre uma forma polêmica de gerar tráfico para um site, o viral. É bom que se diga que o viral não é específico da internet, não é a primeira vez, nem será a última que trataremos desse assunto.

Um viral é uma forma autêntica e irreverente de publicidade, isso porque foge dos padrões normais de comunicação, conduta, comportamento, deixando os interlocutores sem saber o que fazer, já que não apresentam protocolos previamente estabelecidos.

Podemos notar os virais, em notícias, assim como podemos notar, também, mensagens subliminares e manipulação dessas notícias, o que exige até habilidades de comunicação institucional, quando se trata de mídia de massa.

Isso resolveria os problemas de um governo, se não fosse a internet, onde um simples comentário de blog pode ir parar no New York Time ou colocar todas as forças armadas em alerta máximo, deixando o governo mais poderoso do planeta numa situação constrangedora. Isso é um viral.

01) Morte – Por mais que eu tente evitar, vocês devem ter notado na nuvem de tags desse blog, a palavra morte está bem maior que a palavra vida, apesar de meus esforços em relacionar essas duas palavras.

Acontece que sistemas de buscas, como o Google, transformam as palavras do título do post, em tags. Como a palavra morte desperta mais curiosidade e mais cliques, a palavra morte acaba se destacando da palavra vida.

Quando uma celebridade morre, fazemos uma homenagem, falando de sua vida, mas a morte acaba se destacando das outras palavras.

A morte de Michael Jackson foi um dos primeiros posts a se destacar no site Made in Blog, a morte de Amy Winehouse foi um dos posts que se destacou no blog Buscando Mudanças.

Além da morte de Michael Jackson, outro post que se destacou no Made in blog, foi a guerra entre a Rede Globo e a Rede Record, isso tudo no início do Blog.

Assim, logo no início de minhas atividades, através do Made in Blog, eu pude notar a importância da polêmica na geração de tráfego.

02) Polêmica – É impossível esquecer a encrenca que a Geisy Arruda arrumou na Uniban, escancarando a hipocrisia da sociedade e da gestão educacional. Felizmente, para ela, tudo acabou bem – Eu pensei que ela seria queimada na fogueira.

Dependendo da forma como um assunto é tratado, pode-se tirar boas ou más lições. Aproveitadores de plantão sempre estão atentos, para usar determinados fatos, como forma de atingir ou derrubar o poder.

03) Sensacionalismo – Conteúdos sensacionalistas geram muito tráfego, mas podem cansar também. Nesse caso, as empresas de comunicação estão sempre atentas a audiência, ao menor sinal de queda, mudam suas estratégias imediatamente.

É possível observar boas lições e aprendizados em temas polêmicos, tratá-los de maneira sensacionalista, passa uma ideia de falta de inteligência, criatividade, sensatez.

04) Virais – Todos os temas que geram muita discussão, poderiam ser classificados como virais, mas alguns fatos mobilizam a opinião pública, ocupando todos os canais de comunicação, forçando os pensadores a queimarem seus neurônios para tirar algum proveito de ideias tão banais e populistas.

05) Temas Atuais – Não dá para subestimar notícias ou temas atuais, algumas notícias acabam surpreendendo nos buscadores, mostrando como a sociedade pensa e deixando claro o quanto pode ser perigoso lutar contra um sistema dominado, manipulado.

06) Minorias – Outros assuntos que podem render muita discussão, comentários e audiência, são os temas ligados às minorias. Enquanto a direita extremista conspira, criando uma guerra entre grupos organizados e legitimamente constituídos, é possível trabalhar os pensamentos em sentido contrário, pregando a liberdade, o amor e a tolerância, em busca da verdadeira democracia, vencendo a conspiração das elites.

07) Curiosidade – Alguns temas são contagiantes e curiosos, fazem parte de nosso cotidiano. Esses temas que despertam tanta curiosidade, são sempre bem aceitos e procurados pelos internautas, em agregadores e indexadores, além da internet, de um modo geral.

08) Cultura – Até a cultura, aparentemente tão distante do popular, pode ser transformado num viral. Isso pode acontecer, por exemplo, nas fronteiras de nosso conhecimento.

09) Criatividade – Alguns blogueiros costumam brincar: “Se você não é especializado em nada, não possui nenhuma informação, procure assuntos que ninguém conhece.”

10) Tecnologia – Na internet, Google, Facebook e twitter, são temas muito procurados e discutidos, apesar de a Twitter, hoje, não ser nem sombra da febre que já foi. A ideia de ficar sugerindo celebridades a serem seguidas, por exemplo, é anti-democrático, mas muita gente adora descobrir o Twitter dos famosos.

Não é só a Twitter que sugere. A Microsoft chegou ao cúmulo de colocar todas as suas ferramentas dentro do Hotmail.

As grandes redes estão desesperadas e sobra para os usuários. Falar do Page Rank já foi um dos temas favoritos dos blogueiros, já que ninguém nunca soube como isso funciona.

Observar no painel administrativo de plataformas como Blogger e WordPress, a demanda por conteúdos, é muito importante, assim como é muito importante observar o topo das buscas e rankings, como o ranking do Alexa. Isso nos dá uma idéia sobre o que os internautas gostam ou querem ler.

11) Listas – Afinal de contas, um viral é uma lista ou uma lista é um viral?

As top listas são o jeito favorito de se obter visitas, vão desde os dez santos mais populares até as dez manias mais bizarras, todas as categorias de blogs podem aproveitar. São muito utilizadas por blogueiros que não sabem ou não tem tempo de escrever, ou pelos blogueiros que querem aumentar suas visitas.

12) Fofocas – Se na categoria de tecnologia, Google, Facebook e Twitter, dominam a preferência, entre as celebridades estão: Lady Gaga, Justin Bieber, Charlie Sheen e vários outros.

13) Hype – Eu acho que todos os internautas já se depaparam, pelo menos uma vez, com alguma pegadinha, um título de post, imagem, ou vídeo, que fosse irresistível, levando a pessoa a clicar no link. Isso é conhecido como hype.

Usar uma técnica hype, combinada com um texto viral, é comum, mas abusar dessa técnica pode acabar com a reputação de um internauta ou blogueiro, por isso é bom moderar nas pegadinhas e nas chamadas para o texto.

14) Textos ideológicos e reflexivos – Esse é o tema favorito de blogueiros que querem formar opinião, demonstrar sua personalidade, etc.

Antes de publicar um texto para reflexão, é bom analisar os pensamentos do passado e optar por aquelas ideias que já foram expostos ou discutidas pelo menos uma vez. Autocrítica é fundamental, antes de postar um pensamento pessoal.

15) Mensagens – Esse território é muito fértil, recebemos mensagens o tempo todo, algumas geniais e que foram criadas justamente para serem espalhadas, por isso podemos unir o útil ao agradável.

16) Piadas – Piadas são muito bem aceitas em blogs de todo tipo, mas é bom lembrar as palavras do mestres do humor: “Não existe piada velha, o que existe é piada mal contada”.

17) Imagens e Vídeos – São alguns dos posts mais procurados pela internet, mas é preciso muito cuidado com os direitos autorais, caso seu blog seja muito importante para você. Vídeos amadores são copiados até pelas grandes redes de TVs.

18) Especulativo – Escrever sobre assuntos que você tem certeza que ninguém, mas absolutamente ninguém, domina, pode ser uma boa ideia, mas é bom consultar a Wikipédia para não correr riscos. Ex: A mente, page rank, vida depois da morte, etc.

19) Experiência – Não há um tema mais emocionante para se escrever, que os textos baseados em nossa própria experiência. Esses textos são inteligentes, interessantes, curiosos, e atraem pessoas assim também. Ex: política, profissão, saúde, filosofia, etc.

Combinar algumas formas citadas nessa lista, pode resultar em bons posts e melhorar nossa reputação na criação de conteúdo. Sempre teremos críticas inteligentes e idiotas, as mais perigosas serão a combinação desses dois tipos, portanto, não perca o sono.

By Jânio

agosto 5, 2011 Posted by | divulgação gratis | , , , , , , | 5 Comentários

Sites que mais geraram visitas em 2.010

melhores agregadores

maiores indexadores

Fazer uma lista com os sites que mais geraram visitas  no ano de 2.010, não é tão fácil. Alguns desses sites, eu só comecei a utilizar no final do ano, no caso do linkesfera eu quase  nem usei.

Todo site tem potencial de viral, dependendo do ponto de vista, mas, de um modo geral, são poucos que são usados como tal.

A lista dos melhores sites virais que eu uso, poderia ser relacionado da seguinte maneira:

01 – Ocioso

02 – Dihitt

03 – Linkasites

04 – Linkativo

Essa é a lista para quem quer ter muitas visitas, principalmente através de virais, hype ou algumas outras formas alternativas de geração de tráfego.

Os três primeiros tem potencial para ultrapassar cem visitas ao dia, onde o linkasites ainda é novo, mas a concorrência também é menor.

O Dihitt é um indexador único, podendo ser a ferramenta mestra que combina qualquer um desses outros sistemas de geração de tráfego e divulgação de sites. Através dele, pode-se conseguir os melhores comentaristas, mesmo sem muita participação, e olha que ele já foi melhor.

O Ocioso dispensa comentários, mas a concorrência está aumentando, está ficando cada vez mais difícil acertar notícias através dele.

O Ocioso virou um fenômeno graças ao apoio dos blogs mais populares da internet, principalmente de humor.

Pelo que eu notei, a maioria de suas parcerias migrou para o link log. As consequências puderam ser notadas no concurso “O blog mais desejado do Brasil”, onde os pequenos blogueiros não foram suficientes para eleger o Ocioso.

Segundo comentários, até o Blogblogs tem enfrentado problemas com o aumento da concorrência, mas, no caso do Blogblogs, desde o início ele apresentava sinais de problemas financeiros.

O Linkasites e o Linkativo são muito parecidos, mas a concorrência no linkativo é bem maior.

A melhor média de visitas é do Dihitt, mas é bom não subestimar o potencial de cada um, dependendo do perfil de cada um, será a audiência do post.

Lista dos melhores geradores de visitas do mês:

01 – ocioso – 6.866  visitas geradas

02 – www.dihitt.com.br – 439

03 – www.google.com.br – 235

04 – conduit – 171

05 – linkesfera -97

06 – www.linkativo.com.br – 66

07 – centralblogs – 64

08 –  linkasites – 57

09 – www.pt-br.wordpress.com – 40

10 – www.linkme.blog.br – 35

11 – Babylon – 32

12 – Alot – 23

13 – www.buscador.terra.com.br – 19

14 – www.Twitter.com – 14

15 –  Iminent – 12

16 – www.busca.globo.com – 8

17 – Incredmail – 7

Sites como o Ocioso, mesmo publicando apenas um viral ao ano, seria suficiente para apresentar um determinado blogueiro ao mundo, despertando a curiosidade de SEOs, agências de publicidades e internautas que utilizam a internet como ferramenta de informação.

As redes de notícias da internet são muito difíceis de serem classificadas, isso porque está havendo um crescimento e/ou desenvolvimento de todas essas ferramentas em direções diversas, sem uma tendência específica.

Até os megasites, como é o caso do Twitter, Facebook, Orkut, tem trabalhado essa idéia.

A Facebook descobriu logo, que a sua idéia de criar uma versão do Twitter, não daria certo. O Facebook Lite da Facebook, foi um fiasco.

Enquanto isso, a Twitter trabalhava em sentido contrário, tentando agregar ferramentas, como a Facebook, nem o Orkut resistiu.

Eu não consigo avaliar o potencial dessas redes, já que não as uso com frequência, mas imagino que deva ser grande.

O Dihitt foi o primeiro grande indexador a investir nas redes, essa combinação gerou muitas polêmicas e muitas visitas também. O site é um exemplo perfeito de transparência, mostrando a reputação de todos os principais usuários.

São pings virando agregadores automáticos, sites de feeds com características de rede, etc. O Marcos Aragão é o principal programador a misturar ferramentas, e estilos interativos, em seus sites.

Os sites de buscas, a maioria baseados no banco de dados do Google, ainda são a principal fonte de visitas, tráfego, mas, para se atingir o topo desses buscadores, faz-se necessário passar pelas ferramentas indexadoras, inclusive comentários em blogs.

Vale, aqui, uma explicação rápida sobre as diferenças entre as várias ferramentas de geração de tráfego.

A Facebok e a Orkut, são redes sociais, onde o orkut começou a incluir aplicativos, seguindo a tendência da Facebook – Quem viver, verá quem é a melhor.

A Twitter tem enfrentado instabilidades, devido a sobrecarga em seus servidores, mas eu ainda o considero uma ferramenta quase perfeita.

Indexadores de notícias são redes de notícias que, além de agregar as notícias, indexam essas notícias nos buscadores, através de tags, palavras chaves. No caso do Dihitt, é possível até fazer uma campanha, participando da rede social do site; isso é ideal para criar movimentos políticos e sociais também.

Além do Dihitt, outros agregadores apresentam características semelhantes, como são os casos do Link-me e do Linkesfera. Talvez até pelo fato desses sites serem, na sua maioria, usuários do Dihitt, deixam de lado as características virais, assumindo funções de formação de opinião.

Curiosidade: Algumas vezes, torna-se mais fácil atingir os usuários do Dihitt de fora do próprio site, através de outros agregadores, como o Link-me e o Linkesfera.

O Centralblogs continua insuperável, entre os agregadores automáticos, seguido de perto pelo Oyo, mas esse apresenta características de rede social.

Sem contar o Centralblogs, agregador automático, a maioria dos sites agregadores que mais geram visitas, são manuais, onde é preciso enviar, cadastrar cada post. Quanto maior o trabalho de cadastro, melhor o resultado – Não é a toa que os indexadores são as melhores ferramentas de longo prazo.

Além de notícias, os agregadores manuais agregam as imagens também, foi assim que esses agregadores tomaram a frente dos indexadores, concentrando uma quantidade incrivelmente grande de visitas de uma única fonte geradora.

Vale lembrar aqui dos indexadores redirecionadores,  como é o caso do VQV , ideal apenas para quem tem entre dez mil e cem mil seguidores no Twitter – Quem tem menos, não terá o retorno satisfatório; quem tem mais, pode fazer suas próprias campanhas, diretamente com as empresas ou agências de publicidades; só não vale fazer spam.

Lista dos melhores indexadores de 2.010:

01 – Ocioso – 82.219 visitas geradas – Agregador manual

02 – www.dihitt.com.br – 3.431 – Indexador notícias e rede social

03 – www.google.com.br – 2.000 – Sistema de busca Google/brasil

04 – Linkasites – 740 – Agregador manual de notícias

06 – Conduit – 513 – Sistema de busca baseado na Google

07 – Centralblogs – 444 – Agregador automático

08 – www.linkativo.com.br – 439 – Agregador manual de notícias

09 – www.pt-br.wordpress.com – 300 – Gerenciador de blogs

10 – Linkme – 216 – Indexador de notícias

11 – www.wordPress.com  Dashboard – 142 – Gerenciador de Blogs

12 – Oyo – 136 – Agregador automático notícias e rede social

13 – www.Twitter.com – 132 – Gerenciador de microblog

14 – www.buscador.terra.com.br – 130 – Sistema de busca

15 – Oyo – 125 – Rede de relacionamentos

16 – www.google.pt – 119 – Busca Google/Portugal

17 – www.dhtt.us – 118 – Indexador de noticias

18 – Babylon  – 89 – Sistema de busca

19 – Alot – 67 – Sistema de busca

20 – www.alexa.com – 56 –  Ferramentas SEO e sistema de busca

21 – VQV – 40 – Indexador notícias para microblogs

22 – Linkesfera – 36 – Indexador de notícias

24 – 74.125.67.100 – 35 – Monitoramento de IPs

25 – www.mail.live.com – 34 – Netmail

26 – Camaleão – 27 – Blog

27 – Iminent – 27 – Sistema de busca

28 – www.Google.com – 27 – Sistema de busca

29 – www.botd.wordpress.com – 25 – Criação de blogs

30 – Biglinks – 25 –  Agregador manual de notícias

31 – www.busca.globo.com – 24 – Sistema de busca

32 – www.blogpaedia.com.br – 23 – Blog

33 – Incredmail – 23

32 – Aquv – 22  – Marqueting Multinível

33 – www.topsy.com – 20 – Ferramenta Twitter, egosearching

34 – www.camiloaparecido.blog.terra.com.br – 20 – Blog

35 – Icfj – 19 – Universidade Virtual

36 – Ociosos – 19 – Agregador automático

37 –  Alphainventions – 15 – Troca de visitas

38 – www.linkedin.com – 14 – Rede Social

39 – www.mail.yahoo.com – 14 – e-mail

40 – Ver – 12 – Agregador automático e Rede social

41 – www.working4fun.wordpress.com – 10 – Blog

42 – Bigextracash – 10 – Marqueting Multinivel

43 – www.bloggerecriacao.blogspot.com – 9 – Blog

44 – Edu – 9 – Blog

45 – LinkTo – 9 – Indexador

Observação: A maioria das visitas geradas pelos sistemas de buscas, não são identificadas pelas ferramentas WordPress.

By Jânio

janeiro 8, 2011 Posted by | divulgação gratis | , , , , , , , , , , , , , , | 14 Comentários

Sites de buscas que geram mais tráfego

buscas simples

Buscadores Inteligentes

Hoje vamos fazer uma pequena homenagem para essas ferramentas, tão importante aos internautas.

Todos os usuários de internet, iniciante ou não, sabem o valor de um bom sistema de busca.

Para quem procura conteúdo, os sistemas são a forma mais rápida e simples de se obter informações. Se o usuário for mais experiente, pode optar tanto pelos sistemas de busca, feedbacks ou rede sociais.

Pelo fato de eu usar apenas as ferramentas auto-instaláveis da WordPress, fico meio sem contato com os buscadores Bing, Yahoo e outros – Espero que o motivo  seja só esse mesmo.

Entre os sistemas que eu acompanho, o Conduit foi o que mais me chamou a atenção, pela forma como ele busca conteúdo de blogs e da Web 2.0 em geral.

O Google descobriu que a blogosfera estava dominando a internet, por isso decidiram equilibrar a balança, separando blogs dos portais, videos, livros, imagens, etc.

Não demorou para que as plataformas web 2.0, como é o caso da WordPress, iniciassem uma indexação de imagens, dominando o topo das buscas por imagens também.

Além de todas essas estratégias, a Google decidiu criar o autosuggest, uma ferramenta que sugere busca que já estão no cache do navegador, completando o que vai sendo digitado. Além de economizarem nos servidores, tiram um pouco do espaço dos blogueiros.

Eu penso que os buscadores já deveriam ter encontrado formas alternativas de buscar conteúdo, já que os grandes SEOs criam uma verdadeira barreira no topo das buscas, restando apenas o recurso da lógica booleana para se encontrar bons conteúdos.

É mais fácil encontrar uma inspiração do que a fonte original do conteúdo, isso faz com que as pesquisas percam muito de sua importância.

Por exemplo: Você busca estrada, ao invés de encontrar estradas, encontra um carro, ou pior, um ator  que era protagonista do seriado Chips. Assim não dá.

Além da lógica booleana, outra forma muito boa de executar busca, é através de feeds. Os feeds criam uma busca muito inteligente, já que em seus resultados pode se ter uma descrição muito maior do conteúdo.

Depois que inseri, automaticamente, a nuvem de tags da Google no blog, houve um aumento de visitas por parte desse buscador, que ainda é a maior fonte de tráfego da maioria dos blogs.

Fora isso, há vários buscadores, com base no banco de dados da google, que não usam os complementos da Google, ao invés disso otimizam dentro de seus objetivos.

Veja a lista dos maiores geradores de visitas:

Google Brasil

Confuit

http://busca2.globo.com/

http://buscador.terra.com.br/

Babylon

Alot

Incredimail

Magentic

Search Results

Textos complementares:

https://icommercepage.wordpress.com/2010/02/07/buscadores-inteligentes-de-conteudo/

https://icommercepage.wordpress.com/2008/04/06/14-dos-usuarios-mais-inteligentes-do-google-ignoram-a-logica-booleana/

By Jânio

 

outubro 30, 2010 Posted by | internet | , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 11 Comentários

O acesso a páginas bloqueadas ou apagadas é possivel

page cannot be found

Página Bloqueada

Quando uma pessoa dá os seus primeiros passos na internet, os sistemas de buscas são fundamentais para sua utilização.

Dentre todos os sites de buscas, o site que se destaca é o Google, que, ao lado do Yahoo oferece as melhores performances de buscas, além de ser o mais popular.

Para usuários iniciantes, uma busca simples já é suficiente: Digita-se uma palavra;  e clica-se em buscar, Go ou Search, para que  o processo de busca se inicie.

Com o tempo, a internet passa a fazer parte do cotidiano desses usuários, novas possibilidades surgem.

Encontrar um documento específico na internet, é um milhão de vezes mais difícil que encontrar uma agulha num palheiro, ou seja, é impossível se achar com técnicas simples.

Nesses casos, vale mais a experiência do internauta.

Buscas no Diário Oficial da União, por exemplo, é um martírio.

Se temos um texto anterior, no caso de uma lei, por exemplo, fica mais fácil.  Digitamos frase por frase, no buscador, até ele retornar algo aproveitável, a partir daí, é só filtrar pela data atual.

Pronto, encontramos a nova lei, baseado no texto da antiga lei que já tínhamos, em menos de dois ou três minutos.

Apesar de não ser familiarizado com todas as técnicas avançadas de busca – não me interesso muito por técnicas crackers, por exemplo – eu tenho o meu estilo, e aproveito todas as possibilidades de busca que eu considero úteis.

Um dos primeiros artigos que eu escrevi para internet, como não poderia deixar de ser, foi sobre buscas: “1/4 dos usuários mais inteligentes do Google, não sabem utilizar a lógica booleana.”

Muitas vezes não utilizamos a lógica booleana por pura preguiça mesmo, mas eu tenho notado que os sistemas de busca tem dificultado alguns tipos de busca avançadas, justamente para poupar/economizar nos servidores.

Além da lógica booleana, já falamos da importância das buscas avançadas:

Por data: Fundamental para que os usuários acompanhem os fatos disponíveis na internet, em tempo real. Tempo real, aliás, que recebeu a importância que merecia só depois do advento da Twitter.

Pesquisas avançadas por data, são ideais para acompanhar a política, em seus momentos cruciais, ou até a evolução desses fatos, como foi o caso da gripe influenza, caso Isabella nardoni, etc.

Pesquisas por imagens: Quando clicamos em imagens, no Google, iniciamos nossas buscas por imagens, com uma simples configuração de formato/tamanho, podemos encontrar a imagem no tamanho exato que queremos. Podemos ver o “peso” dessa imagem, em nosso bolso, observando sua resolução em kbytes, e também o tipo de arquivo: JPG, GIF, PNG, etc.

Minhas recém descobertas foram na opção “cache”, não que eu não soubesse de sua utilidade. A Polícia Federal utiliza a busca no “cache” para encontrar o que já foi apagado da internet, mas não é só para a Polícia Federal que isso tem utilidade.

Muitos usuários mais espertos, publicam determinado conteúdo, em seguida apagam, mantendo apenas no cache. Seus usuários, evidentemente, só terão acesso se conhecerem essa técnica de busca.

Quando a plataforma WordPress iniciou sua indexação de imagens, de maneira mais otimizada, notei que muitas imagens minhas foram para o topo. Cheguei a escrever um post intitulado “indexação às avessas”.

A razão, é claro, pelo fato de grande parte dos visitantes de meu blog, estarem acessando o site através da busca por imagens. Foi nessa época que eu descobri a primeira forma de acessar sites bloqueados pelos navegadores – Sabe aquela mensagem: “Seu navegador não conseguiu localizar essa página, ela pode ter sido deletada ou encontrar-se em um novo endereço.”

Apesar de acessar sites bloqueados pelos navegadores, através das imagens, algumas vezes isso não funcionava. São raros os casos, mas acontece.

Nesse caso, você pode usar o cache – É isso mesmo! – além de acessar conteúdo que já foi deletado/apagado, podemos acessar sites bloqueados, através do cache.

Eu sempre associava o cache do Google, com a memória do computador, sempre fazemos isso em programação para a internet.

A Google cria todas suas ferramentas online, baseadas em sua busca, isso barateia os custos dos servidores. Isso pode acontecer com o Google Suggest, aquele que complementa a frase buscada, ou utilizando o cache.  

Há vantagens da Google em seu cache on line, onde podemos visitar páginas apagadas ou bloquedadas, mesmo sem nunca termos visitado tal página, o que significa que não está no cache do computador.

Leia mais:

https://icommercepage.wordpress.com/2008/04/06/14-dos-usuarios-mais-inteligentes-do-google-ignoram-a-logica-booleana/

https://icommercepage.wordpress.com/2010/04/28/indexacao-de-paginas-as-avessas/

By Jânio

outubro 22, 2010 Posted by | internet | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 17 Comentários

Sites de conteúdo e tecnologia

sites de conhecimento

Links com Conteúdo

A tecnologia e a educação pode proporcionar parcerias muito boas, com muito conhecimento e informação.

http://naidjaprojetos.blogspot.com/

A rede meebo já é muito famosa na internet, apesar de eu nunca a ter usado, mas tenho recebido visitas de lá, deve ser realmente muito forte

http://www.meebo.com/

A onda do microblogger pegou com o sucesso da Twitter, o Rapidchat apresenta sua proposta nesse segmento.

http://rapichat.com/pg/friends/rapichat/

Os temas do Madeinblog tem sido muito discutidos pelas universidades do Brasil: Brasília, Paraíba e especialmente no Rio de Janeiro, no Rio de Janeiro tivemos oportunidade te ter contato com muita gente boa, tanto na estadual quanto na federal, esse blog é da galera de lá.

http://lupaufrj.wordpress.com/2010/08/31/tryvertising/

Os professores podem ser um dos grandes promotores da blogosfera, já que sua atividade cultural fica bem acima da média.

http://bloggerecriacao.blogspot.com/2010/09/como-surgiu-o-primeiro-blogger-e-quem.html

By Jânio

outubro 2, 2010 Posted by | internet | , , , , , , , , , , | 6 Comentários

Como conseguir assuntos interessantes e relevantes para seus posts

Melhor da net

Seleção de Sites

Depois de um certo tempo na rede, não é preciso mais correr atrás de bons conteúdos, de assuntos interessantes para postar. O Delicius, combinado com WordPress e Google, é o meu favorito.

Por falar em Google, esse buscador sempre foi uma grande fonte de tráfego para o icommercepage, mas nunca assumiu uma parceria tão forte como agora. Sempre bom lembrar que estou falando da filial brasileira www.google.com.br

Continuando: Os usuários do Delicious mostram muito do que está acontecendo na internet, isso facilita muito a nossa pesquisa.

Fora isso, depois de cerca de duzentas e dez mil visitas, chegamos a um ponto em que podemos buscar nosso próprio link no Google, e, mesmo assim, encontrar outros conteúdos agregados ao nosso. Isso acontece, geralmente, porque há muitos usuários de internet que não produzem textos, não criam conteúdo, ao invés disso agregam e organizam tudo em seus perfis.

Aqui, notamos a importância do esforço que muitos blogueiros tem feito em busca de pesquisas e criação de textos de qualidade.

Um exemplo que devemos destacar, é o caso do Twitter, seu espaço não permite a criação de grandes textos, assim, as pessoas preferem linkar, ou retwitar. Os backtweets já se tornaram tão poderosos quanto os backlinks.

Na lista abaixo, vejo a internet como ela me vê, através de links. O resultado tem sido muito bom.

Quando eu vi o link do icommercepage/madeinblog no site da RT, rede mundial de TV, com sede na Espanha, fiquei muito emocionado, afinal a RT é uma rede de TVs com filiais no mundo inteiro, ter um link lá foi muito importante para nós.
Mesmo com uma certa experiência em blogosfera, a sensibilidade bateu mais forte. A vida é feita de altos e baixos, esse foi um dos links mais importantes que recebemos, desde a criação do blog.
O tema Club Bilderberg foi muito discutido na Espanha em época de crise, curiosamente, ganharam a copa apesar de toda a crise. Os espanhóis são mesmo duros na queda.
Quando eu disse que los hermanos poderiam ganhar a copa, eu estava falando da Argentina – É sério! – parabéns aos espanhóis, e obrigado pelo link.
http://actualidad.rt.com/economia/global/issue_9504.html

A onda de ferramentas de buscas baseadas no banco de dados da Google, virou uma febre, esse aqui é baseado no Yahoo, o que não é muito comum.

http://avantfind.com/search.asp?uil=eng&so=toolbar&keywords=icommercepage.wordpress.com&x=69&y=14

Site de política que pega pesado quando o assunto é corrupção. Raramente encontramos um site tão bom com esse tema.
jurutiense.blogspot.com/

Os melhores sites e blogs da internet foram reunidos em um só lugar. Pra quem se interessa pelo melhor da internet, através de fontes confiáveis, é só visitar esse site.
http://www.ficgs.com/Lista-dos-melhores-blogs-na-Internet-f8407_pt.html

Tomei conhecimento do FriendFeed através da Eulália. Trata-se de um agregador de conteúdos através de feeds.
Valeu Eulália, espero que continue a agregar muito conteúdo. Fiquei muito feliz de ser um dos premiados.
http://friendfeed.com/eulaliaeguiguren/550aab10/protatipo-de-veaculo-para-cegos-as

By Jânio

julho 13, 2010 Posted by | divulgação gratis | , , , , , , , , , , , , , , | 10 Comentários

A busca que assustou a Google.

ferramenta assustadora

ferramenta assustadora

Que o site da Twitter  é o site do momento, todo mundo já sabe, só falta todo mundo aprender a usá-lo da melhor maneira possível, ou da maneira mais produtiva. Uma sugestão, em época de web 2.0, seria uma maior integração de ferramentas como gerenciadores de blogs, agregadores de ferramentas para o usuário leigo.

Aliás, por falar em usuário leigo, a maior parte dos internautas se encaixam nesta definição, são o ponto chave, em termos de estratégia, quem conseguir maior usabilidade terá mais sucesso na web, um exemplo claro disto é o crescimento vertiginoso da blogosfera.

A nova ferramenta da Twitter, pelo menos para mim é nova, é a ferramenta de busca em  tempo real, ou real time, que assustou a Google.

Hoje, eu fui correr atrás de informação, como sempre, em primeiro lugar vem a Wikipedia, enciclopédia livre, como costumam chamá-la.

Veja a definição para real-time:

É um protocolo de redes utilizado em aplicações de tempo real como, por exemplo, entrega de dados áudio ponto-a-ponto, como Voz sobre IP.

Parece que a Google não foi a única a ser pego de surpresa com o buscador da Twitter, alguém precisa atualizar a Wikipedia, eu é que não sou louco de me meter nesta.

Não uso muito a Twitter, pelo menos por enquanto, tenho poucos amigos por lá, só estou indexando as notícias do blog, direto do Dihitt para a Twitter.

Parece que a Twitter deixou de ser uma grande sala de bate-papo há muito tempo.

Desde o início, os blogueiros mais experientes já chamavam a atenção para a Twitter, devido a sua boa performance, com o reconhecimento da Google, isto ficou mais evidente.

Podemos avaliar o potencial de um site ou ferramenta de várias maneiras, uma delas seria a Google trends, desde que a comparação não seja com a própria Google, como é o caso.

Uma outra forma de se avaliar uma ferramenta, é pelo investimento que os internautas fazem nela, quando os usuários que apostam nela aumentam muito rapidamente.

O aumento de usuários que acreditam na ferramenta de busca, em tempo real é tão grande, que já surgiram as primeiras buscas especializadas em Twitter.

Através do site da Dihittiana Crissoara, do Hephesto, pude descobrir o mais novo buscador especializado em Twitter e Google juntos, o Twoogle http://twoogle.browsys.com/.

É bom ver a nova ferramenta da Twitter, que mal foi criada, de igual para igual com o buscador que reina absoluto há mais  dez anos.

Leia mais diretamente no post da Crisoara. http://www.hephesto.com/agrega/?p=5225

Link da busca da Twitter – http://search.twitter.com/

By Jânio.

julho 6, 2009 Posted by | twitter | , , , , , , | 4 Comentários

A Revolução do Google

Desde a criação do BackRub, na Universidade de Stanford, até os dias de hoje, já se passaram algum tempo.
O conjunto de Softwares (spiders), desenvolvidos por Sergey Brin e Larry Page, estudantes de Stanford, na época com 23 e 24 anos respectivamente, deu tão certo, em 1996, que os dois estudantes adquiriram novos equipamentos e montaram a CPD, Centro de Processamento de Dados, no quarto da casa de Larry.
     Em 1997, o BackRub passou a se cahamar Google. O Google, cujo nome vem da inspiração de um termo de matemática “Googol”, criado por Milton Sirotta, sobrinho do matemático Dr. Edward Kasner, e pelo que parece, até hoje, o termo não foi usado para mais nada.
     Uma curiosidade: A palavra “Googol”, representa o número 1 seguido de cem zeros, um número impressionante. O Google pode ser ainda mais assustador, quando os “hackers” começam a explorar toda a potencialidade do Google, podendo chegar a arquivos ou documentos jamais imaginados por nenhum usuário mais leigo.
     A principal diferença do Google para os outros buscadores, era sua capacidade de vasculhar páginas ou diretórios em busca de links, desde que estes fossem públicos para acesso.
     Apesar de mais de 200 milhões de consultas ao dia, o Google nunca saiu do ar. Isso se deve ao fato de ser muito leve, só lê textos e links em html.
     No final do ano de 1998, o Google Inc. foi finalmente fundado, com doações de parentes e amigos, entre eles, o fundador da Sun, Andy Bechtolshein.
     Pelo fato do Google efetuar suas buscas, baseadas em textos e links em html, grande parte dos sites feitos em Flash, determinados a não trocar seu layout, ficam em desvantagem. Acontece o mesmo com os diretórios não públicos para acesso, com senhas para usuários.
     os dados seguros, podem não ser tão seguros assim, aí é que entram os segredos, as técnicas através das quais podemos filtrar dados específicos  nas buscas do google.
     O Googe ainda possui vários tipos de filtros, comum ou não, aos sistemas de buscas, como buscas de imagens, buscas avançadas, etc.
     As técnicas de pesquisa do Google,  podem ser muito útil, apesar de ser pouco utilizada pelos mais de 200 milhões de usuários que acessam diariamente o Google. Esse assunto será tratado em um artigo específico, em breve, aqui no icommercepage.wordpress.com

janeiro 21, 2008 Posted by | internet | , , , , , | Deixe um comentário

E agora Pinguim, Pinguim…e agora.

No caminho do Pinguim havia uma pedra, havia uma pedra
no caminho do Pinguim.E agora Pinguim, Pinguim … e agora.
     O Linux nasceu na contramão do Marketing, e o Marketing
 é sinônimo de Microsoft, de Bill Gates, quase uma revolução.
 Ele cresceu, ficou forte, atingiu a maioridade, não a
maturidade, achava que não precisava de Marketing, não
precisava de ajuda, todos já ajudavam … todos cresceram e
ficaram fortes … foi aí que o Linux descobriu que estava
isolado, na sua luta intensa, para vencer a supremacia da
 Microsoft, acabou se isolando, precisava buscar usuários.
 As pessoas não usavam o Linux porque era “complexo”, fora
 dos padrões estabelecidos pela Microsoft, não havia mais
como crescer.
     Nas cidades pequenas, longe das grandes Universidades,
ninguém tinha acesso ao Linux, não havia suporte técnico, e
 quando havia, era muito caro.
     Havia muita curiosidade, falava-se muito a respeito, mas
a maioria não usava, só as universidades e entendidos da área.
     Assim o Linux não ficou tão popular. Algumas instituições,
 ofereciam suporte de graça, suporte que poderia ser caríssimo,
 dada a falta de oferta de mão-de-obra especializada, isso
 mesmo, eu disse especializada, uma mina de ouro da qual nenhum
técnico entendido abria mão.
     Resultado: O Linux, depois de tanta luta, sucumbiu diante
do problema que ele tanto combatia, supremacia, capitalismo,
e a ganância da maioria que não perdeu a chance e a oportunidade
 de ganhar um “dindim”.
     Bill Gates, como um bom estrategista que é, viu isso muito
 antes de todo mundo, e, teve a audácia de dar uma mãozinha.
Agora o Windows poderia dividir “um lugar ao sol” com o Linux.
 Estranhamente  a Google, só agora, decidiu investir pesado na
área em que ela, a Google, deveria ter sido a primeira.
     Ainda bem que a Microsoft não comprou a Google, quando
poderia ter comprado, antes dela crescer, aí estaríamos perdidos.

dezembro 26, 2007 Posted by | Uncategorized | , , , , , , , | Deixe um comentário

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: