Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Europol, EUA e Holanda tiram do ar dois sites criminosos da “dark web”

internet invisível

Da Agência EFE

O Serviço Europeu de Polícia (Europol) anunciou hoje (20) que, com a colaboração do FBI (a polícia federal americana), da Agência Antidrogas dos Estados Unidos e da Polícia Nacional da Holanda, conseguiu tirar do ar dois dos principais sites de comércio ilegal da dark web (rede sombria), uma parte da internet não acessada através dos navegadores comuns. A informação é da agência EFE.

A investigação conjunta possibilitou que os agentes derrubassem a infraestrutura de uma economia criminosa escondida na internet de acesso mais restrito e responsável pelo tráfico de artigos ilegais como drogas, armas de fogo e softwares para serem usados em ciberataques.

O fechamento dos sites criminosos “é um sucesso destacável das autoridades da Europa e dos EUA”, disse em um comunicado o diretor-executivo da Europol, Rob Wainwright, que elogiou a “sofisticação” da operação conjunta e pediu que mais ações como essa sejam realizadas no futuro.

O comissário de Interior da União Europeia, Dimitris Avramopulos, disse, por sua vez, que a dark web está transformando em um paraíso para a criminalidade. “É uma ameaça para a nossa sociedade e a nossa economia. Só podemos combatê-la lado a lado”, afirmou.

A maneira mais comum de acessar os sites da dark web é através do uso do navegador Tor Browser.
O AlphaBay, um dos sites fechados hoje, era o maior mercado criminoso da dark web, e usava um serviço oculto na rede Tor para esconder, de forma eficaz, a identidade de seus usuários e a localização de seus servidores.

Antes da operação, o AlphaBay chegou a ter 400 mil vendedores. Estima-se que o site movimentou cerca de US$ 1 bilhão desde sua criação em 2014, dinheiro que era pago normalmente através da moeda digital criptografada Bitcoin.

Outro site fechado pelas autoridades foi o Hansa, o terceiro maior site de comércio da dark web, com um grande nível de venda de drogas e armas.

“Ambos os sites foram criados para facilitar a expansão de uma grande economia criminosa, que afetou a vida de milhares de pessoas em todo o mundo, e foram expressamente projetados para frustrar a capacidade da lei de levar os deliquentes à Justiça”, disse a Europol em nota.

Agência Brasil

 

julho 20, 2017 Posted by | Internacional | , , | Deixe um comentário

NSA was allegedly hacked, loses financial hacking arsenal to the Dark Web

Publicado em 15 de abr de 2017

Hacking group Shadow Brokers released a data dump allegedly stolen from NSA that details the agency’s ability to hack international banks, SWIFT network, via Windows PCs and servers used in global financial transfers.
Pierluigi Paganini, Head of cybersecurity services, Grant Thornton, shares his thoughts on the issue with RT.

RT LIVE http://rt.com/on-air

Subscribe to RT! http://www.youtube.com/subscription_c…

Like us on Facebook http://www.facebook.com/RTnews
Follow us on Twitter http://twitter.com/RT_com
Follow us on Instagram http://instagram.com/rt
Follow us on Google+ http://plus.google.com/+RT
Listen to us on Soundcloud: https://soundcloud.com/rttv

RT (Russia Today) is a global news network broadcasting from Moscow and Washington studios. RT is the first news channel to break the 1 billion YouTube views benchmark.

 

abril 16, 2017 Posted by | english | , , | Deixe um comentário

There are no secrets in this world

março 14, 2017 Posted by | english | , , | Deixe um comentário

Documentaire como navegar en la Deep Web

março 14, 2017 Posted by | Espanhol | , , | Deixe um comentário

Web 3.0 – O futuro da internet

Futuro da Internet

Web 3.0

A Web 3.0, anunciada como a terceira onda da Internet, projeta estruturar todo o conteúdo disponível na rede mundial de computadores dentro dos conceitos de “compreensão das máquinas”e “semântica das redes”.

Dados gerais

O termo Web 3.0 foi empregado pela primeira vez pelo jornalista John Markoff, num artigo do The New York Times e logo incorporado e rejeitado com igual ardor pela comunidade virtual. A principal reação vem da blogosfera. Nos diários virtuais de especialistas detratores, a crítica mais comum é a de que Web 3.0 nada mais é do que a tentativa de incutir nos internautas um termo de fácil assimilação para definir algo que ainda nem existe. Aliás, críticas idênticas já se fazem à Web 2.0.

A Web 3.0 propõe-se a ser, num período de cinco a dez anos, a terceira geração da Internet. A primeira, Web 1.0, foi a implantação e popularização da rede em si; a Web 2.0 é a que o mundo vive hoje, centrada nos mecanismos de busca como Google e nos sites de colaboração do internauta, como Wikipedia, YouTube e os sites de relacionamento social, como o Facebook e Twitter. A Web 3.0 pretende ser a organização e o uso de maneira mais inteligente de todo o conhecimento já disponível

Esta inovação está focada mais nas estruturas dos sites e menos no usuário. Pesquisa-se a convergência de várias tecnologias que já existem e que serão usadas ao mesmo tempo, num grande salto de sinergia. Banda larga, acesso móvel à internet, e a tecnologia de rede semântica, todos utilizados juntos, de maneira inteligente e atingindo a maturidade ao mesmo tempo.

Assim, se passaria da World Wide Web (rede mundial) para World Wide Database (base de dados mundial), de um mar de documentos para um mar de dados. Quando isso começar a acontecer de forma mais intensa, o próximo passo, num prazo de cinco a dez anos, será o desenvolvimento de programas que entendam como fazer melhor uso desses dados.

Adicionada a capacidade da semântica a um site, ele será mais eficiente. Ao se pesquisar algo, se terá respostas mais precisas. O usuário poderá fazer perguntas ao seu programa e ele será capaz de ajudá-lo de forma mais eficiente, entender mais sua necessidade. O conceito de ”rede semântica”, proposto pelo inglês Tim Berners-Lee, tem entre seus gurus Daniel Gruhl, um Ph.D. em engenharia eletrônica do MIT, é especializado em “compreensão das máquinas”, e o misterioso Nova Spivack, que não revela muito sobre si, nem o nome verdadeiro, e se autodefine como empresário da alta tecnologia.

Um mecanismo de busca como o Google permite que o usuário pesquise o conteúdo de cada página,: se indicar o nome de um ator ou de um filme, todos os dados sobre este ator ou este filme aparecerão na tela. Poderá ainda utilizar a “busca avançada” para restringir um pouco mais os resultados. Mas se este usuário não se lembrar do nome do ator ou do filme, dificilmente encontrará meios de localizá-los. A Web 3.0 organizará e agrupará essas páginas, por temas, assuntos e interesses previamente expressos pelo internauta.. Por exemplo: todos os filmes policiais, que tenham cenas de perseguição de carros, produzidos nos últimos cinco anos etc.

Algumas empresas do Vale do Silício, na Califórnia, Estados Unidos, desenvolvem trabalhos nesse sentido, destacando-se o Almaden IBM Research Center, a Metaweb e a Radar Networks (de Nova Spivack). No Brasil, centros universitários vêm desenvolvendo trabalhos pioneiros para a Web 3.0 com ênfase na língua portuguesa. Paralelamente, estão em curso inúmeros projetos académicos. E circula na comunidade da informática que em futuro próximo surgirão novidades nesse campo na Yahoo! e no Skype.

Também se entende por Web 3.0 que se tenha acesso a internet a qualquer hora e em qualquer lugar e em qualquer dispositivo, possibilitando a troca de dados entre dispositivos.

Fonte: Wikipedia

Aplicativo rastreia bilhões de IPs em 45 minutos

Nova geração de internet preocupa FBI

Física quântica vai revolucionar a internet

 

julho 12, 2015 Posted by | internet | , , , | Deixe um comentário

Grams – Google obscuro desafia FBI

Contratar assassinos ou comprar drogas ilegais: para os usuários que continuam chateados com o fim do site “Silk Road’s”, agora já podem secar suas lágrimas. Um novo mercado negro conhecido como Grams, promete atender aos internautas que buscam por esse tipo de serviço, com a pretensão de ser o mais seguro e anômimo bazar da internet.

O Grams só está disponível para os usuários de internet que utilizarem Tor, um serviço que permite o anonimato aos internautas. Nesse mundo obscuro, os sites que estão disponíveis apenas via Tor ou serviços similares, é conhecido como Web Obscura. Grande parte da internet obscura não é indexada  por motores de buscas normais. A Deep Web conhecida e confundida com vários vários outras formas de rede web, inclusive com Darknet e Dark internet, foi, durante muito tempo, a rede de internet da Silk Road, um enorme mercado onde os usuários poderiam comprar e vender drogas, armas ilegais, contratar serviços ilegais, e uma variedade de opções online. A Silk Road foi tirada da rede pelo FBI no ano passado, entretanto, novos sites semelhantes tem suprido a falta do gigante da Deep Web que foi desativado pela polícia federal americana.

Os administradores do Grams esperam ser uma exceção à regra. Em uma entrevista a Wired, o criador – que talvez não seja surpresa manter-se fora do anonimato – disse que a perda da Sil Road criou uma grande lacuna no mercado negro.

“Eu recebia constantemente perguntas nos fóruns do Reddit perguntando onde conseguir um produto X, ou qual mercado tem o produto X, ou ainda quem teria o melhor produto X e se era confiável e não uma farsa”, disse o empreendedor. “Eu queria tornar mais fácil para as pessoas encontrar coisas que eles queriam na darknet, além de querer saber quem era o vendedor de confiança.”

Lançado a pouco tempo, o site ainda está na fase beta, embora Wired tenha informado que heroína, armas – incluindo a pistolas Glock e Ruger – e vários tipos de munição estão disponíveis.

Como inspiração, os desenvolvedores não identificados estão usando uma das mais bem sucedidas empresas de todos os tempos.

“Eu estou trabalhando no algorítmo e ele é muito parecido com o Google, com um sistema de pontuação (sistema de avaliação) baseado no tempo que a lista sobe, quantas transações, número de avaliações e comentários. Desta forma, você sempre verá os melhores da lista em primeiro”, escreveu o criador para o jornalista Kim Zetter.

“Nas próximas duas semanas, o Grams terá um sistema similar ao Google AdWords onde os vendedores podem comprar palavras-chaves e suas listas vai para o topo dos resultados das buscas quando essas palavras-chaves são pesquisadas. Eles serão limitados com propagandas para que os usuários saibam quais são os resultados pagos (como o adsense).

Quanto tempo o Grams será capaz de evitar a atenção da aplicação da lei, continua sendo analisado. Entretanto, com a contínua e crescente demanda por drogas fáceis de se conseguir, o risco pode sempre ser menor que a recompensa.

O operador do Silk Road supostamente teria ganhado milhões de dólares em comissão com esse tipo de site, e uma pesquisa feita pela Glopal Drug Survey descobriu que aproximadamente a metade dos 60 por cento dos britânicos que ouviram falar do Silk Road, usaram o site para comprar drogas.

“O fato de 44 por cento dos entrevistados que haviam comprado drogas online dizerem que leles tinham feito isso pela primeira vez, atualmente há um crescente recrutamento”.

Dr. Adam Winstock, um psiquiatra especialista em drogados e coordenador do estudo, disse ao The Guardian: “Hoje, esta é uma forma minoritária para se conseguir drogas, mas realmente é uma forma que cresce seguindo o crescimento do e-commerce – nós compramos coisas online porque é mais prático, conveniente, barato, e há sempre mais produtos em oferta.”

Fonte: RT-TV

Mesh – A rede que não precisa internet

Sites de buscas Deep Web

Sites mais seguros da internet

Darknet – Os filhos da revolução digital

Dark innternet – A internet obscura

Deep Web – Nas profundezas da internet

Servidores de internet em aviões

Nova internet preocupa FBI

Física quântica vai revolucionar a internet

A internet dos BRICS

junho 22, 2014 Posted by | segurança | , , , , | 1 Comentário

Top sistemas de buscas 2.013

top buscadores

Maior Buscador

Maiores sistemas de buscas

01 – google.com 336.984

02 – google image 197.981

03 – google.com.br 15.145

04 – br.bing.com 8.271

05 – search.babylon 8.210

06 – yahoo.com 3.391

07 – m.google.com 2.841

08 – conduit 2.023

09 – ask 1.961

10 – yahoo image 1.721

11 – swetim 1.040

12 – isearch.avg 645

13 – uol 585

14 – mywebserch 496

15 – search-results 208

16 – yahoo mobile 167

17 – search.incredmail 144

18 – search.softonic 84

19 – bing mobile 43

By Jânio

Top Browsers

Sistemas operacionais mais populares

Buscadores Deep Web

Buscadores de músicas e vídeos

maio 18, 2013 Posted by | internet | , , , , , | Deixe um comentário

Censura da web já começou

Primeira Guerra Virtual

Primeira Guerra Virtual

Eu tenho uma péssima notícia para vocês: a censura já começou.

Os blogueiros sempre são muito sensíveis às mudanças na internet, por isso são os primeiros a notar.

Vocês podem notar a censura na internet quando encontra um filme, música ou livro, e descobre que está bloqueado.

Eu nem tenho do que reclamar, afinal, apesar de estar com menos da metade da audiência que eu tinha, melhorei no ranking dos blogs/sites, apesar de censura ser algo que dá calafrios e afeta até a alma.

Até a mega-corporação virtual, Google, especialista em serviços gratuitos e defesa dos internautas, cedeu. Isso já vinha sendo alertado pelas organizações não governamentais e era uma questão polêmica – apesar da censura ser antidemocrática, polêmica mesmo só entre as próprias corporações.

O Youtube passou a apresentar mensagens como “este arquivo possui direitos autorais”, um convite para o abandono à otimização, tags, o início de uma viagem para a Deepweb.

Quando falaram sobre um acordo que vinha sendo feito com o Rapidshare, eu imaginei que logo surgiriam novos discos virtuais dispostos a arriscar, embarcar nessa aventura, como de fato ocorreu, o que eu não imaginava era que o dono do Megaupload fosse ser preso.

O que aconteceu nos bastidores dessa trama, durante esse período, ninguém sabe. Como o Rapidshare fez acordo e o Megaupload foi desativado e seu fundador preso?

O fato é que a blogosfera perdeu muito de sua força no buscador da Google, pior, não há nenhuma alternativa, exceto sonhar com algum megainvestidor disposto a assumir o risco de encarar o corporativismo.

Essa é apenas a primeira batalha e era previsível o resultado, vamos ver o que vai acontecer agora.

De cara, eu posso imaginar que se esse movimento pro-censura continuar, muita gente vai abandonar a internet. Quem vai perder muito com isso serão as telefônicas, que verão seus clientes de banda larga minguando.

Talvez eu tenha errado minha previsão, em partes, mas pode ser que haja uma adaptação da internet.

Pelo que eu tenho acompanhado, além do Rapidshare, a Google e a Facebook também estavam aderindo ao acordo “anti-pirataria”. O termo pirataria foi contestado pela Megaupload, que alegou que o correto seria “compartilhamento” de arquivos.

Eu ainda não sei qual a posição da WordPress nisso tudo, mas o que eu sei é que desde o início a WordPress e Wikipedia foram contra a censura.

O fato é que as comunidades virtuais voltarão a ganhar força, exceto a Facebook, e novas plataformas de blogs deverão surgir, assim como discos virtuais. Novas corporações estarão mais próximas dos ambientes Deepweb, darknet e dark internet.

Pelo menos por enquanto, o corporativismo venceu.

By Jânio

Darknet – Filhos da revolução

Dark internet – internet obscura

Deepweb – Nas profundezas da internet

EUA estão preparando o armagedon

Sites de busca Deep Web

dezembro 18, 2012 Posted by | internet | , , , , , , , | 5 Comentários

Sites de busca da DeepWeb

Sites DeepWeb

Infomine: Sistemas de busca por categoria onde o internauta poderá personalizar sua pesquisa por tema. Não funciona só para Deep web, mas para pesquisas em geral.

Foi desenvolvido CAA, a partir de bibliotecas da Universidade da Califórnia e várias outras Universidades.

Virtual Library: Catálogo de biblioteca virtual criado por Tim Berners-Lee. Relaciona muitos assuntos por categoria, ordem alfabética, etc.

Intute: Site de pesquisa britânico baseado em universidades da região, ideal para questões acadêmicas.

Infoplease: Buscador com uma grande variedade de dados, grande número de enciclopédias, almanaques, atlas e bibliografias. Além disso, apresenta biografias para crianças, com Biosearch (busca orgânica), além de alguns projetos paralelos.

IncyWincy: Motor de busca para Deep Web e outros tipos de buscas: Diretórios, formulários, imagens, etc.

Scirus: Motores de busca para ciências, newsletters, páginas web, cientistas, softwares educacionais, patentes, incluindo busca internas em grande profundidade.

TechExtra: Voltado às áreas exatas: Engenharia, matemática, indústia, emprego, relatórios técnicos, documentação, educação, formação.

Exige conhecimento do internauta em palavras chaves específicas para se obter melhores resultados.

Fonte: Saikat Basu

Dark internet

Darknet – Revolução Web

junho 23, 2012 Posted by | internet | , , , , , | 5 Comentários

As pessoas mais faladas da internet

o mais elogiado

Pesquisa de crítica web

A sociedade, algumas vezes, me lembra o filme “Banzé no Oeste”, de Mel Brooks. Mel Brooks foi cara-de-pau suficiente para incluir a própria mãe no elenco do filme.

No filme, uma pequena cidade do velho oeste, completamente tomada por toda sorte de bandidos, o que mais chama a atenção, é quando um Xerife negro é contratado para colocar ordem na cidade.

Numa cidade onde batem até em velhinhas, e até as velhinhas são racistas, o xerife negro escapa de ser linchado pela população, ao ameaçar matar o xerife, ou seja ele mesmo. Essa é uma das cenas mais clássicas entre as comédias americanas.

O cantor Michael Jackson quase foi linchado pela população, depois de ser alvo de tabloides americanos. Só depois de morto ele descansou, assim pararam de falar mal dele, restando só os boatos bons.

Em pesquisa realizada praticamente entre todos os blogs do mundo, a pessoa mais elogiada do mundo foi justamente Michael Jackson. Outra celebridade morta, presente na lista, foi Patrick Swayze, pelo menos desse não falavam mal.

Oprah Winfrey, que já entrou na no topo da lista das mais influentes, desse ano, ficou com o segundo.

Na lista dos mais criticados, o cantor Chris Brown liderou absoluto, depois de dar uma surra violenta em sua companheira, a também cantora Rihanna.

Outras pessoas que não escaparam de ser malhadas pelos blogueiros foram: Amy Winehouse, Paris Hilton e o jogador de golfe, Tiger Woods.

Veja a lista top 10, feita pela empresa americana Zeta Interactive.

Os mais elogiados:

1. Michael Jackson
2. Oprah Winfrey
3. Taylor Swift
4. Patrick Swayze
5. Beyoncé
6. Angelina Jolie
7. Jay Z
8. Robert Pattinson
9. Brad Pitt
10. Simon Cowell

Os mais criticados:

1. Chris Brown
2. Jon and Kate Gosselin
3. Kanye West
4. Lindsay Lohan
5. Amy Winehouse
6. Rachel Uchitel
7. Miley Cyrus
8. Paris Hilton
9. Tiger Woods
10. Adam Lambert

By Jânio

dezembro 16, 2009 Posted by | curiosidades | , , , , , , , , | 8 Comentários

Tecnologias com vinte e cinco anos

Quando surgiu o tcp/ip

O ano de 2009 nos traz as lembranças de grandes tecnologias que completam vinte e cinco anos de sua existência. Entre essas tecnologias estão a Nintendo, o celular e o GNU.

Parece que foi ontem – não é mesmo? – mas já se passaram um quarto de século, é meus amigos, vinte e cinco anos. Pensar que a marca icommercepage só está na rede ha seia anos.

Algumas das maiores tecnologias desses vinte e cinco anos, encontraram pela frente a astúcia de mister Bill Gates, que se uniu a IBM, detonando boa parte da concorrência, durante toda uma década.

Curiosamente, a primeira empresa a desafiar todo o poderio da Microsoft, foi a Google, também com dez anos de domínio da internet. O que mudou foi a estratégia, a Google democratizou a internet, colocou os blogs e as grandes corporações em pé de igualdade no topo das buscas, isso só aumentou o seu poderio, reinando absoluta.

O que a Google não podia vencer, a Google comprava, assim, deu tudo certo, até encontrar pela frente a Twitter, onde um dos sócios havia saído, justamente, da Google, não é irônico?

Também completam vinte e cinco anos o editor Word e a planilha Lotus 123, engolida pela planilha integrada do Microsoft office, Excel.

De todas essas tecnologias, nenhuma é mais importante que a criação do DNS, onde a Arpanet adotava um protocolo (o TCT/IP), surgindo daí, inspirado em um projeto de Ted Nelson, surge a Web.

Tudo foi imaginado por Ted Nelson, exceto a Web 2.0, aqui, a internet deu um novo passo, adquirir vida própria e passou a evoluir, por conta própria. Ted deve estar orgulhoso, onde quer que esteja.

Leia mais:
https://icommercepage.wordpress.com/2008/02/17/como-surgiu-a-internet/

By Jânio

novembro 2, 2009 Posted by | internet | , , , , , , | 2 Comentários

Geocities chega ao fim.

primeira geração web

Chega ao fim um dos serviços pioneiros de internet, o Geocities.

Parece que já se passou um século, a tecnologia é assim mesmo, muito rápida, mas o Geocities iniciou suas atividades em 1.994, sendo comprada pelo Yahoo em 1.999.

Todos os internautas que estão há algum tempo na internet, já criaram algum site no Geocities. A criação de sites eram muito parecido com a criação de blogs, atualmente.

Com a notícia de que todos os cerca de dez terabytes de conteúdo armazenado seria apagado, uma equipe de arquivistas digitais se mobilizou para salvar o máximo que puderem.

Até por questão de lógica, esses sites possuem muita informação importante, abandonadas pelos antigos usuários, levando-se em conta o baixo custo de armazenamento, as altas performances de sistemas de buscas, essas informações se tornam valiosas, uma biblioteca digital.

A Geocities sempre teve bons concorrentes, mas sobreviveu muito mais tempo que eles, seu fim foi decretado, principalmente, pelas novas redes sociais e seu crescimento vertiginoso, só a Facebook, já atingi 300 milhões de usuários. Outras redes, como a Twitter, estão só começando.

Além disso, os novos serviços possuem ferramentas as quais seria impossível a velha guarda da internet competir.

By Jânio.

outubro 31, 2009 Posted by | internet | , , , , , | 6 Comentários

Melhores ferramentas da internet.

melhores ferramentas da web

melhores ferramentas da web

Gostaria de dizer, antes de começar esta lista, que não se trata de uma lista dos maiores sites, ela é especial, é uma lista dos mais amados pelos seus usuários, uma lista de bons sites, onde se encontram bons conteúdos ou serviços. Falar mal destes sites pode sempre gerar polêmica, o Noronha que me perdoe mas esta coisa de lista dos piores, para um cara que detesta brigas, apesar de brigar de vez em quando, é fria.

Como tenho dito aos amigos, a qualidade de empresas, como Google e Microsoft, nunca deve ser questionada, apesar de umas alfinetadas de vez em quando, elas são grandes exemplos de sucesso, não importa o que tenham feito para conseguir isso, estas são as regras do capitalismo.

A lista, leva em conta a utilidade que eles, os sites, tem para seus usuários, além da paixão por parte de outros.  Na lista só entram sites que eu estou participando, ou já participei, merecem pelo menos uma boa análise.

10 – Orkut –  Vamos começar da última para a primeira, para criar um suspense.

O site de relacionamentos Orkut, anda meio esquecido por mim, tem sito muito criticado; há muito tempo vem caindo pelas tabelas, devido a grande quantidade de usuários, gerando uma falta de controle de seus usuários. Administração não existe.

Apesar de todos os seus problemas, há muitos usuários no site, nem sempre usado como deveria, muita gente sonha com o dia que a Google deixará de ser tão cabeça dura e tomará uma providência para melhorar isso, mesmo que tenha que anunciar nas páginas principais de cada perfil.

http://www.orkut.com.br

09 – Hotmail –  Com tantos e-mails grátis por aí – ainda bem né? – fica uma concorrência muito boa. O Hotmail, da Microsoft, já foi bem pior, apesar deles só darem bola fora. Essa ideia de ficar integrando demais as ferramentas enche o saco, até a Google tem esta mania. Colocar todos aqueles conteúdos dentro das caixas de correio, foi uma ideia muito idiota. Ficar fazendo propaganda de outras ferramentas e serviços é coisa do passado.

Apesar de tudo isso, a Hotmail vai se segurando, tem muitos usuários, evoluiu bastante, apesar de suas manias.

http://login.live.com

08 – Yahoo – Pelo conjunto de ferramentas e por ter suportado a concorrência da Google por tanto tempo, a Yahoo não pode ficar fora de minha lista, o grande barato da Yahoo é que todas suas ferramenta estão em seu portal, ou seja, eles assinam em baixo.

http://www.yahoo.com

07 – MSN – O programa de mensagem instantânea da Microsoft, apesar de eu não utilizar, já utilizei, é a melhor ferramenta da Microsoft, a marca é muito valorizada e conta muito aqui.

http://download.live.com/messenger

06 – Rapidshare – O disco virtual mais utilizado da internet. A quantidade de buscadores de arquivos apontando seu banco de dados mostra o tamanho de sua importância.

http://www.rapidshare.com

05 – Bloggger – O gerenciador de blogs, comprado pela Google, é uma das ferramentas mais utilizadas da internet, a quantidade de ferramentas que podem ser utilizadas em suas plataformas são um caso a parte. A maioria de meus amigos utilizam o gerenciador.

https://www.blogger.com

04 – WordPress – Gerenciamento de blogs é a única categoria que vale um repeteco. Apesar da maioria dos internautas utilizarem a blogspot/blogger, eu fico com a WordPress.

Além de plataforma ser super fácil de utilizar, para iniciantes, a WordPress presta um serviço didático incomparável na internet, convidei muita gente, poucos atenderam meu pedido. Seu painel administrativo é uma referência para qualquer Webmaster que se preze.

http://pt-br.wordpress.com

03 – Dihitt – Dentro da internet, a Web 2.0 fez uma revolução, trouxe com ela muitas ferramentas inovadoras como: Agregadores, gerenciadores de conteúdo, bookmarking, redes sociais e indexadores de notícias. O Dihitt é o site ideal para fugir de armadilhas pela internet, aprender, fazer amigos, mostrar o que você pensa. É a melhor rede em língua portuguesa.

http://www.dihitt.com.br

02 – Youtube – A lei da oferta e da procura para, quando o assunto é Youtube, é o maior sistema feito para vídeos da web, talvez hajam outros, e há,  mas quem se importa, ele chegou primeiro, a Google comprou e a marca pesa.

http://www.youtube.com

01 – Twitter – A menina dos olhos da internet, hoje, fez a Google reconhecer que, pela primeira vez, foi superada por outra empresa, ao contrário da Youtube, Orkut e Blogspot, desta vez a Google deu uma grande mancada, deixou de comprar quando teve chance. Hoje, valendo 700 milhões de dólares, vinte cinco milhões de usuários,  a própria Google abriu o bico. Se a Google não pode comprar, quem é que pode não é.

Por isso a Twitter passa a ser a ferramenta número um, em nossa lista. Parabéns para os caras.

http://twitter.com

Observação: Deixamos a busca da Google fora da lista pela quantidade de sistemas de buscas de qualidade do mercado, como o Yahoo, o mais parecido em indexação, o veterano altavista, o MSN … etc

As ferramentas pagas, como UOL e GLOBO, também ficaram de fora.

by Janio.

junho 16, 2009 Posted by | internet | , , , , , , | 6 Comentários

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: