Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Hacker burla segurança do youtube para exibir filme completo

primeiro filme comercial grátis

Aplicativo Revolucionário

Um hacker inteligente registrado no YouTube como Thuy Pham conseguiu entrar no portal popular de vídeos e fazer upload de um filme completo de 1995, ele conseguiu ocultar o filme como se fosse um vídeo de 360 graus, burlando dessa forma a segurança do site, relata o site  Quartz . O site de vídeos da web tem um software chamado de conteúdo de ID que compara o conteúdo hospedado em seus servidores com imagens com direitos autorais registrados em seu banco de dados.

Se o vídeo for ativado, você vê o início do filme, estrelado pela atriz Alicia Silverstone, mas se o vídeo se move, com as teclas de direção, a tela  se curva e se transforma no que parece ser uma espécie de estúdio de dança, com três mulheres  fora do filme.

O YouTube removeu este vídeo, mas não o filme de 2010 “The Last Song” também postado por Pham, da mesma forma.

RT-TV

 

julho 2, 2016 Posted by | segurança, Videos, youtube | , , , , | 1 Comentário

Al Jazeera estreia canal streaming no Youtube

canal streaming youtube

TV Gratuita

Al Jazira (também conhecida pelatransliteração inglesa Al Jazeera; em árabe: الجزيرة, transl. Al-Djazīra; em português, literalmente, “A Península”,[1] por referência à Península Arábica) é a maioremissora de televisãojornalística do Catar e a mais importante rede de televisão do mundo árabe.[2] Sediada em Doha, transmite em língua árabee inglês.

Criada em 1996 porHamad bin Khalifa Al Thani, emir do Catar, no intuito de transformar seu pequeno país em centro cultural da região, Al Jazira iniciou suas transmissões em 1º de novembrodaquele ano e logo se destacou por alcançar um nível de liberdade de expressão e de oposiçãoraramente visto no mundo árabe, acostumado a umamídia controlada e dócil, mera porta-voz de comunicados oficiais.

História

 

Complexo da Al Jazira em Doha, noCatar.

Al Jazira já tinha uma atuação internacional, com sucursais ecorrespondentesespalhados pelo mundo, mas somente começou a chamar a atenção do Ocidente ao mostrar manifestações popularesantiamericanas em seguida aos atentados de 11 de setembro. Sua cobertura das guerras do Afeganistão (2002) e doIraque (2003) fugiu ao padrão ufanista geralmente adotado pelas grandes redes de TV norte-americanas.

Ao ter suas transmissões em Wall Street suspensas durante a Guerra do Iraque, sob a alegação de que as credenciais para jornalistas fornecidas pelaBolsa de Valores de Nova York se destinavam apenas a redes que oferecessem cobertura “responsável”, o canal

árabe se viu na inusitada posição de defender, em manifesto, a liberdade de imprensa nos Estados Unidos.

Na mesma ocasião, Al Jazira recebeu um prêmio por sua resistência à censura. A homenagem do grupo britânico Index on Censorship(Índice de Censura) foi concedida em razão da independência da Al Jazira e sua reputação de divulgar notícias confiáveis. O Index é um grupo de personalidades importantes da mídia, escritores e pessoas dedicadas a defender a liberdade de expressão.

A Al Jazira tornou-se o canal preferido dos militantes muçulmanospara divulgar suas ações, sendo mostrados inclusive estrangeiros seqüestrados no Iraque, no cativeiro ou sendo executados, neste último caso não sendo levadas ao ar as cenas mais fortes. Várias mensagens de Osama Bin Laden foram divulgadas em primeira mão pelo canal. Segundo pesquisa feita entre sua audiência, 96,2% apoiam o genocídio dos alauitas[3] e 81% apoiam o EIIL[4]

Por outro lado, as autoridades de Israel têm ocupado espaço na emissora para divulgar seus pontos de vista e assim amenizar sua imagem negativa no mundo árabe.

A Al Jazira não atrai o ódio só do Ocidente. O regime islâmico radical da Arábia Saudita só a tolera porque sabe que tomar medidas mais drásticas contra ela só fará aumentar a impopularidade da monarquia.

A audiência da emissora está em constante crescimento e é formada principalmente por telespectadores residentes em países do mundo árabe e imigrantes na Europa, principalmente na França, onde vivem 4,5 milhões de árabes ou descendentes, e na Alemanha.

País Catar Catar
Fundação 1 de novembro de1996
por Hamad bin Khalifa Al Thani
Pertence a Al Jazeera
Proprietário Hamad bin Thamer Al Thani
Presidente Hamad bin Thamer Al Thani
Sede Doha, Catar
Estúdios Doha, Catar
Washington D.C.,Estados Unidos
Londres, Reino Unido
Kuala Lumpur, Malásia
Cobertura Mundial
Emissoras próprias Al Jazeera Sports
Al Jazeera Mobasher
Al Jazeera Children’s Channel (JCC)
Al Jazeera Documentary
Cobertura internacional Al Jazeera English
Página oficial aljazeera.net (em árabe)
english.aljazeera.net(em inglês)
Disponibilidade por satélite
Astra 1M(gratuito) Portugal Banda Ku (Digital): 11509 MHz
Symbol Rate: 22000 MBaud
FEC: 5/6
Polarização: Vertical
Eurobird 1(gratuito) Portugal Banda Ku (Digital): 11681 MHz
Symbol Rate: 27500 MBaud
FEC: 2/3
Polarização: Vertical
Hispasat 1C(gratuito) Portugal Banda Ku (Digital): 12092 MHz
Symbol Rate: 27500 MBaud
FEC: 3/4
Polarização: Vertical
Hot Bird 6(gratuito) Portugal Banda Ku (Digital): 11034 MHz
Symbol Rate: 27500 MBaud
FEC: 3/4
Polarização: Vertical
AsiaSat 3S(gratuito) Macau Timor-Leste Banda C (Digital): 3760 MHz
Symbol Rate: 26000 MBaud
FEC: 7/8
Polarização: Horizontal
Arabsat Badr-4(gratuito) Portugal Banda Ku (Digital): 12034 MHz
Symbol Rate: 27500 MBaud
FEC: 3/4
Polarização: Horizontal
Intelsat 9(gratuito) Brasil Banda C (Digital): 3840 MHz
Symbol Rate: 27690 MBaud
FEC: 7/8
Polarização: Horizontal
Intelsat 10(gratuito) Portugal Angola Moçambique São Tomé e Príncipe Guiné Equatorial Macau Timor-Leste Banda C (Digital): 4064 MHz
Symbol Rate: 19850 MBaud
FEC: 7/8
Polarização: Horizontal
Meo Portugal Canal 205
Disponibilidade por cabo
ZON TV Portugal Canal 207
Cabovisão Portugal Canal 119

Fonte: Wikipedia

Site da Al Jazeera

Canal streaming da Al Jazeera no Youtube Inglês

Canal streaming da RT-TV no Youtube espanhol

Outros posts interessantes:

Melhores países em educação

Sites de notícias pelo mundo

março 22, 2016 Posted by | Espanhol, Inglês, Internacional, Política, televisão, Videos, youtube | , , , | 6 Comentários

   

%d blogueiros gostam disto: