Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Hacker burla segurança do youtube para exibir filme completo

primeiro filme comercial grátis

Aplicativo Revolucionário

Um hacker inteligente registrado no YouTube como Thuy Pham conseguiu entrar no portal popular de vídeos e fazer upload de um filme completo de 1995, ele conseguiu ocultar o filme como se fosse um vídeo de 360 graus, burlando dessa forma a segurança do site, relata o site  Quartz . O site de vídeos da web tem um software chamado de conteúdo de ID que compara o conteúdo hospedado em seus servidores com imagens com direitos autorais registrados em seu banco de dados.

Se o vídeo for ativado, você vê o início do filme, estrelado pela atriz Alicia Silverstone, mas se o vídeo se move, com as teclas de direção, a tela  se curva e se transforma no que parece ser uma espécie de estúdio de dança, com três mulheres  fora do filme.

O YouTube removeu este vídeo, mas não o filme de 2010 “The Last Song” também postado por Pham, da mesma forma.

RT-TV

 

julho 2, 2016 Posted by | segurança, Videos, youtube | , , , , | 1 Comentário

‘Hacker’ burla la seguridad de Youtube

primeiro filme comercial grátis

Aplicativo Revolucionário

Un ingenioso pirata informático registrado en YouTube como Thuy Pham ha logrado subir al popular portal de videos la película completa ‘Clueless’, de 1995, ocultándola como si fuera un video de 360 grados, burlando de esa forma por las medidas de seguridad del sitio, informaQuartz. La web de videos tiene un software denominado Content ID que compara el material alojado en sus servidores con las imágenes con derechos de autor registradas en su base de datos.

Si se activa el video, se ve cómo arranca la película, protagonizada por la actriz Alicia Silverstone, pero, si se mueve el video, la pantalla se curva y aparece dentro de lo que parece ser una especie de estudio de baile, con tres mujeres fuera de la película.

YouTube ha eliminado este video, aunque no así la película de 2010 ‘The Last Song’, también subida por Pham de la misma forma.

RT-TV

Artículo en português

julho 2, 2016 Posted by | Espanhol | , , , , , , | Deixe um comentário

Sophia Hacker Group aterroriza a internet

sophia hacker group

Ataques Crackers

O ano de 2.011 começou tumultuado na área de segurança em tecnologia, eu já imaginava que isso poderia ocorrer, aliás, todo mundo já imaginava.

Todos nós sabemos da velocidade em que as ferramentas Web 2.0 crescem no mercado de internet, o que nós não sabemos é das falhas que essas ferramentas podem apresentar. Isso é normal em softwares experimentais e grande parte das ferramentas Web 2.0 são assim.

Durante muito tempo, os alvos principais sempre foram produtos da Microsoft. A ideia de ter que atualizar programas todo ano – e não eram poucos os programas – tornaram Bill Gates uma unanimidade. A Microsoft conseguiu unir todo os hackers contra si.

Entre os hackers, sempre surgem os ambiciosos, crackers, criminosos dispostos a aproveitar toda essa tecnologia em causa própria. Enquanto o hacker usa a tecnologia hacker como forma de democratizar e difundir conhecimentos, o cracker prefere comercializar informações sigilosas, atacar sistemas, sempre pensando em si.

Os maiores sites do mundo foram vítimas de ataques piratas, entre eles, as plataformas para blogs, WordPress e Blogspot.

Eu estive analisando os fatos: Um Hacker não atacaria uma ONG, poderia até pensar em atacar a Blogspot, mas isso também não seria normal, devido a sua popularidade e até pelo fato de serem ferramentas gratuitas.

Um lammer poderia acidentalmente ter o controle de uma plataforma, mas não todas elas.

Quem poderia ter interesse em atacar esses sites? Talvez os concorrentes?

O que sabemos é que nem todos assumem que foram atacados, a maioria prefere dizer algo como: “Estamos em manutenção, voltaremos em breve.”

Um grupo que se destacou nos últimos ataques, foi o “Sophia hacker Group”, pesquisar sobre essas palavras no google tornou-se uma tarefa perigosa.

A seguir, listamos alguns ataques que tornaram o ano de 2.011 um ano para ser esquecido pelos profissionais de internet, pelo menos para quem trabalha na área de segurança.

01 – O “Sophia Hacker Group” atacou o site do Ministério das Obras Públicas e do Gabinete Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves (GPIAA). O grupo instalou no site uma página, chamando a atenção para a fome no mundo, sendo o ataque assinado por Pink_spider.

A página hacker/cracker estava escrita em português do brasil.

02 – O site da polícia da República do Quênia foi invadido por um hacker que era fã de Mark Zuckerberg, pelo menos foi essa a impressão deixada pelo hacker, em sua menagem: (“Got in and all i could think about was zuckerberg!!! This’ for you Mark!”).

“Eu entrei e tudo o que eu pensava era em Mark Zuckerberg!!! Esta é para você Mark!”

Além de deixar essa mensagem, o hacker também mudou o título do site. Onde deveria estar “Kenya Police”, apareceu “I’m CEO, Bitch”, infelizmente não podemos traduzir esse texto nesse horário.

03 – Fernando Xavier da Silva, Prefeito de Carlos Barbosa, pelo PDT, foi surpreendido pela notícia de sua própria morte. No site da Prefeitura da cidade. Foi publicada uma notícia sobre um suposto assalto, onde o prefeito teria morrido.

04 – O site da Prefeitura de Campina Grande – PB, http://www.pmcg.pb.gov.br, foi outra vítima de invasão. Não houve alteração dos dados, na página principal foi inserida uma foto de um casal de namorados, assinado por “King off control”.

05 – Vinícius Camacho, conhecido por KMax, invadiu o site da telefônica no intuito de roubar dados sigilosos. O Cracker foi descoberto pela polícia e poderá pegar até quatro anos de prisão.

Além de invadir o site da Telefônica, Vinícius já havia invadido a rede social Orkut, onde é acusado de roubo de comunidades, em 2.005.

06 – Grupos como “Eu amo chocolate!”, “Só mais 5 minutinhos…” e “The SimpsonsBrasil” foram assumidos por um usuário fictício que incentivava o uso do navegador Firefox, da Mozilla.

Vinícius chamou a atenção da área de tecnologia, durante a Campus Party, ao reprogramar um roteador usado no evento, utilizando um laptop.

O programador não foi pego em flagrante, por isso deverá responder ao processo em liberdade.

Obs: Bom, pelo menos agora eu sei como a polícia utiliza o Campus Party.

By Jânio

junho 16, 2011 Posted by | segurança | , , , , , , , | 4 Comentários

Prisão do hacker mais famoso do mundo não calará a internet

hacker famoso

Prision Julian Assange

Julian Assange deverá, mesmo, ser extraditado para a Suécia, onde responde por crime de sedução de menor.

Pelo que o dono do Wikileaks está dizendo, não é do crime na Suécia que ele tem medo, mas de ser extraditado para os Estados Unidos, onde, segundo ele, poderia ser executado por atividades anti-americanas.

Eu achei um exagero, ele achar que poderia ser extraditado para os Estados Unidos, mais exagero ainda, dizer que seria executado naquele país.

Vamos por partes:

O Wikileaks se tornou um dos sites mais importantes do mundo, nos últimos meses. É o site mais importante, em matéria de denúncias, e ajudou a desestruturar os ditadores e criminosos políticos do mundo inteiro.

Até mesmo executivos de bancos da Suiça se renderam à reputação do Wikileaks, confiando-lhe documentos sigilosos de transações financeiras suspeitas.

A prisão de Julian Assange não deverá calar o site Wikileaks, site que já se tornou o porta-voz número um, daqueles que lutam por mudanças, ou esperam por informações que não sejam manipuladas pelas mídias de massa.

Tornando-se uma grande empresa, com uma pessoa que sabe como lidar com a imprensa e com a política internacional – além de internet, é claro – o Wikileaks está pronto para seguir, mesmo sem o seu dono diretamente ligado ao comando do site.

Não. Os americanos não poderiam matar Julian Assange, pelo menos não agora que ele já expôs essa possibilidade em público.

Além disso, a Suécia não é como o Brasil, ou países subdesenvolvidos de terceiro mundo, onde a justiça não passa de utopia. Na Suécia, a justiça é uma coisa séria, e é por isso que ele está sendo solicitado, junto às autoridades inglesas, para pagar por um crime que seria curriqueiro, em países mal estruturados.

A Suécia sabe muito bem da importância de seu prisioneiro ilustre, assim como os Estados Unidos sabem que não vão parar o site Wikileaks, matando o seu dono.

Antes do Wikileaks, todo o jornalismo da internet era ameaçado pelos políticos do mundo inteiro, mas agora não há mais como. Barrar essas informações, seria descer ao nível de países imperialistas, como a China, Irã ou Coréia do Norte.

Hoje, as pessoas já se comunicam mais pelo mundo virtual, do que pelos meios tradicionais, barrar a internet seria como costurar seus lábios, proibílos de falar.

Ao contrário do que diz a burguesia, não é preciso ser estudado, para se criar um blog ou expor sua opinião, mas é preciso ter noções de justiça.

By Jânio

fevereiro 25, 2011 Posted by | Internacional | , , , , , , , , , , , | 24 Comentários

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: