Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Erdogan anuncia que Turquía denunciará a Países Bajos en la Corte Europea de Derechos Humanos

Anúncios

março 15, 2017 Posted by | Espanhol | , , , , | Deixe um comentário

Países mais pobres dão mais refúgio para imigrantes

Da ONU News
Crianças refugiadas sírias em acampamento no Líbano
Crianças refugiadas sírias em acampamento no LíbanoSam Tarling/ Acnur/ – ONU News

Um estudo feito pela Agência das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur) diz que o maior número de pessoas que fogem de conflitos e guerras acaba conseguindo abrigo, não nas nações desenvolvidas, mas em países mais pobres. O documento, divulgado ontem (28), mostra que a maioria das 3,2 milhões de pessoas forçadas a fugir de suas casas no ano passado encontrou refúgio em nações de baixa e média rendas. As informações são da ONU News.

“Os países que mais recebem pessoas deslocadas são os mais pobres”, frisou o alto comissário da ONU para Refugiados, Filippo Grandi. Segundo Grandi, atualmente o mundo “enfrenta não só uma crise de números, mas de cooperação e solidariedade”.

O alto comissário explicou que mais da metade dos novos refugiados no mundo no primeiro semestre de 2016 vieram do conflito na Síria. A maioria ficou pela região do Oriente Médio mesmo, dividida entre Turquia, Jordânia, Líbano e Egito. Segundo o relatório do Acnur, outros refugiados fugiram de conflitos no Iraque, Burundi, Sudão do Sul, na República Centro-Africana, República Democrática do Congo, Eritreia e Somália.

O Líbano e a Jordânia são os países que abrigam a maior quantidade de refugiados, em comparação ao tamanho de suas populações, explicou a agência da ONU. Já em termos econômicos, os países que sofrem o maior peso dos imigrantes são o Chade e o Sudão do Sul.

Agência Brasil

 

março 2, 2017 Posted by | Migração | , , , | Deixe um comentário

Estos son los países que lideran el ‘ranking’ de ignorancia de la realidad

policiais nas escolas

Destinos Violentos

La consultora Ipsos MORI realizó una encuesta global en 40 países llamada ‘Los peligros de la Percepción’, para medir el conocimiento de sus habitantes respecto a distintos temas. A partir de eso elaboró un ‘ranking‘ de los países más ignorantes. En total fueron 27.250 entrevistas realizadas entre el 22 de septiembre y el 6 de noviembre del 2016.

Uno de los aspectos que midió el estudio fue la percepción respecto a la cantidad de musulmanes que habitan cada país. En Francia por ejemplo existe una idea promedio de que hay un 31% de población musulmana, cuando en realidad es del 7,5%. En EE.UU. y Canadá se percibe que representan el 17% cuando en realidad son el 1% y 3,2% respectivamente. A la inversa, países de mayoría musulmana como Turquía (98%) tienen una percepción menor. La mayoría considera que alcanzan el 81%.

En relación al aborto el informe sostiene que en la mayoría de los países hay una idea de que más gente está en contra de lo que realmente sucede. Por ejemplo, en los Países Bajos la gente piensa que el 37% de la población considera el aborto como moralmente inaceptable, cuando en realidad es sólo el 8%. No obstante en EE.UU. la percepción se acercó bastante a la realidad: un 48% consideraron los encuestados contra un 49% real (según las encuestas hechas en ese país).

Los motivos

Bobby Duffy, uno de los directores de la consultora que impulsó el estudio, consideró que “hay varias razones” para estos resultados con tanta diferencia entre lo que se percibe y lo que realmente sucede. Entre estas enumeró “la dificultad que tenemos con las matemáticas y proporciones simples, la cobertura de los medios, pasando por temas de psicología social que involucran nuestros atajos mentales y nuestros prejuicios”.

De todas formas, tiempo atrás Duffy reconoció las limitaciones del estudio -que se realiza hace varios años– y su metodología. “También está claro del ‘índice de ignorancia’ que los países peor ubicados tienen penetración de internet relativamente más baja, dado que este es una encuesta virtual”, dijo. En ese contexto es “probable” que refleje “las generalizaciones de la clase media y de la población conectada de su propia experiencia más que considerar la mayor variedad de circunstancias de todo su país”.

El ‘ranking’

La lista de países más ‘ignorantes’ según esta encuesta son:

  • India
  • China
  • Taiwan
  • Sudáfrica
  • EE.UU.

A nivel latinoamericano:

  • Brasil (6°)
  • México (11°)
  • Argentina (20°)
  • Perú (23°)
  • Chile (25°)
  • Colombia (30°)

Por su parte, los países menos ‘ignorantes’ fueron:

  • Corea del Sur (38°)
  • Gran Bretaña (39°)
  • el mejor ubicado en este sentido: Países Bajos (40°)

RT-Pt

 

janeiro 16, 2017 Posted by | curiosidades | , , | Deixe um comentário

Estos países son más peligrosos para los turistas que Corea del Norte

Publicado: 23 sep 2016 21:45 GMT
 
El Estado más secreto del mundo puede parecer un lugar arriesgado para los turistas, pero hay otros países que son mucho más peligrosos para pasar las vacaciones.

Arrestan al subcomisario de la Policía Nacional Juan Francisco Sosa por su supuesta implicación en el asesinato en 2009 del jefe antidroga Julián Arístides González.

Arrestan al subcomisario de la Policía Nacional Juan Francisco Sosa por su supuesta implicación en el asesinato en 2009 del jefe antidroga Julián Arístides González.Jorge CabreraReuters
Corea del Norte es considerado por muchos como el país más secreto y hermético del mundo. El turismo está fuertemente controlado y se limita a grupos organizados, informa ‘The Independent‘.

Además, la experiencia puede pasar de castaño a oscuro para aquellos que no siguen las reglas, tal y como le sucedió al turista estadounidense Otto Warmbier, quien confesó haber robado del hotel en el que se alojaba en Pionyang un cartel con un lema político. Los jueces lo condenaron a quince años de trabajos forzados.

Sin embargo, hay una lista de naciones a las cuales se desaconseja viajar, inluso por sobre Corea del Norte.

Honduras

“El crimen y la violencia son un grave problema en todo Honduras y el país tiene una de las tasas de homicidios más altas del mundo”, advierte el Foreign and Commonwealth Office (FCO), el Ministerio del Gobierno británico que se ocupa de las relaciones exteriores. “Hay que evitar caminar por Tegucigalpa, San Pedro Sula y otras ciudades principales de Honduras continental”, añade.

La ciudad de San Pedro Sula se encuentra entre las más peligrosas del mundo, con la segunda tasa más alta de homicidios. El FCO alerta de que los ataques armados a coches y autobuses son comunes. 

Chad

Rebeldes chadianos

Rebeldes chadianosFinbarr O’ReillyReuters

Chad ocupó el último lugar de la lista de 2015 del estudio Travel and Tourism Competitiveness, la cual clasifica a los países mundiales en categorías tales como ‘seguridad’ y ‘apertura internacional’. Además, el Gobierno ha decretado el estado de emergencia en la región de Lago Chad en respuesta a los ataques transfronterizos de Boko Haram. 

Pakistán

Además de estar penada con cadena perpetua la homosexualidad, este país se encuentra entre los 10 menos pacíficos según el Índice de Paz Global de este año.

Incluso la guía Lonely Planet, que por lo general se esfuerza en encontrar lo bueno incluso en los rincones más difíciles del mundo, apunta: “la gente solía decir que los riesgos de viajar a Pakistán eran exagerados por los medios de comunicación, pero los últimos años han visto un aumento notable de la violencia política y sectaria. La mayoría de los gobiernos extranjeros desaconsejan los viajes a numerosas zonas del país y en muchos lugares se requiere que los visitantes extranjeros entren con escolta armada”.

Somalia

Las fuerzas de seguridad ayudan al miembro del Parlamento somalí Abdalla Boss tras sufrir un atentado con coche bomba

Las fuerzas de seguridad ayudan al miembro del Parlamento somalí Abdalla Boss tras sufrir un atentado con coche bombaFeisal OmarReuters

El FCO desaconseja todo viaje al “conflictivo” país de Somalia, ya que “los grupos terroristas han amenazado a los occidentales y a quienes trabajan para las organizaciones occidentales”. Además, esta nación fue nombrada como la más corrupto del año 2015 según el Índice de Percepción de la Corrupción.

RT-TV

Artículo em português

setembro 24, 2016 Posted by | Espanhol | , , | Deixe um comentário

Países mais perigosos que a Coreia do Norte para turistas

O  estado mais secreto do mundo pode parecer um lugar arriscado para os turistas, mas há outros países que são muito mais perigosos para passar as férias.

Prender o vice-comissário da Polícia Nacional Juan Francisco Sosa por seu suposto envolvimento no assassinato em 2009 do chefe anti-droga Julian Aristides Gonzalez.

Preso o sub-comissário da Polícia Nacional Juan Francisco Sosa por seu suposto envolvimento no assassinato, em 2009, do delegado anti-drogas  Julian Aristides Gonzalez – Jorge Cabrerapara a Reuters
 
A Coreia do Norte é considerado por muitos, como o país mais secreto  do mundo. O Turismo é rigidamente controlado e limitado a grupos organizados, segundo informa o  ” The Independent “.

Além disso, pode ser uma  experiência desagradável para aqueles que não seguem as regras, como aconteceu com o turista americano Otto Warmbier, que confessou ter roubado o hotel onde ele estava hospedado em Pyongyang . Os juízes condenaram-no a quinze anos de trabalhos forçados.

No entanto, há uma lista de países para os quais a viagem não é recomendada, inclusive  por ser pior que a Coreia do Norte.

Honduras

“O crime e a violência são problemas sérios em toda Honduras já  que o país tem uma das maiores taxas de homicídios do mundo”, diz o Foreign and Commonwealth Office (FCO), o Ministério do Governo Britânico que lida com as relações exteriores “Evite andar em torno de Tegucigalpa, San Pedro Sula e outras grandes cidades em Honduras continental”, acrescenta.

A cidade de San Pedro Sula está entre as mais perigosas do mundo, com a segunda maior taxa de homicídios. O FCO alerta que ataques armados contra carros e ônibus são comuns.

Chad

rebeldes chadianos

Finbarr O’Reilly rebeldes chadianos – Reuters

Chad ficou em último lugar na lista  Travel and Tourism Competitiveness Study de 2.015, que classifica os países do mundo inteiro em categorias, tais como  “segurança” e “abertura internacional”. Além disso, o Governo declarou estado de emergência na região do lago Chad em resposta aos ataques transfronteiriços pelo Boko Haram.

Paquistão

Além de ter a homossexualidade punível com prisão perpétua, este país está entre os 10 menos pacíficos  de acordo com o Índice Global da Paz deste ano.

Até mesmo o guia Lonely Planet, que geralmente se esforça para encontrar o lado bom de cada país, mesmo nos cantos mais difíceis do mundo, diz: “As pessoas costumavam dizer que os riscos de viajar para o Paquistão eram exagerados pelos meios de comunicação, mas nos últimos anos têm visto um aumento acentuado na violência política e sectária. A maioria dos governos estrangeiros desaconselham viagens para várias partes do país e, em muitos lugares, exige que os visitantes estrangeiros estejam com escolta armada “.

Somália

As forças de segurança assistir o membro Somali do Parlamento Abdalla Chefe depois de sofrer um carro-bomba

As forças de segurança ajudam um membro do parlamento Somali,  Abdalla, depois de sofrer um atentado com carro bomba  – Reuters.

O FCO desaconselha qualquer viagem para o país em “conflito” da Somália, onde  “grupos terroristas ameaçam ocidentais e aqueles que trabalham para organizações ocidentais.”  Além disso, esta nação foi classificada como a mais corrupta de acordo com o  Índice de Percepção da Corrupção .de 2.015.

RT-TV

setembro 24, 2016 Posted by | Internacional, Migração | , , | 1 Comentário

Brasil é o quarto pior país para imigrantes

Babilônia maravilhosa

Prazer e Perigo

O Expat Insider publica pesquisa anual realizada pela InterNations onde pior se sentem os extrangeiros que lá se estabelecem. O resultado é baseado em pesquisas referentes a qualidade de vida, segurança e simpatia do país anfitrião. Veja a seguir a lista dos piores países segundo a pesquisa.

01 – Kuwait

02 – Grécia

03 – Nigéria

04 – Brasil

05 – Arábia Saudita

06 – Egito

07 – Moçambique

08 – Catar

09 – Itália

10 – Tanzânia

RT-TV

Cidades mais odiadas pelos turistas

Países mais perigosos para turistas

setembro 1, 2016 Posted by | Migração | , , , | Deixe um comentário

Cinco países que serão as maiores potências

China, EE.UU, la India, Japón y Alemania son cinco de los líderes económicos mundiales. ¿Mantendrán su posición dominante en los próximos tres lustros o la perderán en beneficio de otros? El diagnóstico lo hace el economista Samuel Rinesen un artículo para ‘The National Interest’.

El gigante asiático ya ha adelantado a EE.UU. por PIB en términos de paridad de poder adquisitivo. En cambio, en términos de PIB nominal, EE.UU. sigue siendo la mayor economía global y es muy probable que mantenga este dominio debido a varios factores.

A diferencia de China, EE.UU. ya ha reorientado su economía de la producción hacia los servicios, reduciendo así la dependencia de las exportaciones. Además , la fracturación hidráulica está reduciendo la dependencia estadounidense de los mercados energéticos de Oriente Medio.

Por su parte, China seguirá en el ‘top 5’ de las economías globales, pero no superará a EE.UU. en PIB per cápita. Los dos mayores obstáculos para China son la necesidad de reformar la banca y reorientar la economía hacia los consumidores.

Según Rinesen habrá una verdadera lucha desde el tercero hasta el quinto lugar dentro de este póquer de privilegiados, concretamente en las posiciones actualmente ocupadas por la India, Japón y Alemania.

¿Que economías tienen mejores perspectivas y qué otras peores?

Aunque tanto EE.UU. como China tienen un PIB en términos de paridad de poder adquisitivo dos veces mayor que el de la India, esta les acompañará en las posiciones privilegiadas del ‘ranking’.

La India goza de una posición favorable: con un ratio de deuda pública al PIB por debajo del 70%, la India tiene bastante espacio para implementar medidas fiscales que estimulen el crecimiento. “La India es una gran economía que necesita solo ajustes simples para seguir creciendo”, afirma el economista.

 

Japón

Kim Kyung HoonReuters

Japón está sufriendo todas las enfermedades económicas posibles. La población está envejeciendo, el Gobierno está altamente endeudado y la política monetaria ha estado suavizándose la mayor parte de las últimas dos décadas.

“Pero incluso con una estagnación sin final a la vista, es poco probable que sea sustituida en el ‘top 5’ de las economías”, asevera Rinesen.

Alemania

Kai Pfaffenbach Reuters

El factor determinante para Alemania será el grado de la integración económica que experimente la Unión Europea. El economista cree que la UE se conservará en una u otra forma y que Alemania permanecerá su fuerza dominante pero es poco probable que el bloque comunitario alcance para 2030 un nivel de integración suficiente para ser considerado como una entidad económica cohesionada y única. En cambio, la UE seguirá siendo, estima el autor, una amalgama de Estados en una forma semejante a los integrantes del Tratado de Libre Comercio de América del Norte (TLCAN) con más control mutuo.

Esto pone a Alemania en riesgo de ser desplazada de su posición. Con un crecimiento del PIB que apenas superará el 2% será difícil que predomine sobre las economías que rápidamente se le acercan.

Uno de los problemas que afrontará Berlín será mantener un superávit por cuenta corriente con el resto de Europa. Sin no es así, Alemania se verá obligada a emprender un doloroso reequilibrio de su economía.

Indonesia

pixabay.com

Es muy probable que el país asiático supere tanto a Rusia como a Brasil y se acerque a Alemania en 2030. Al igual que la India, Indonesia cuenta a su favor con una serie de factores favorables, incluida la juventud de su población y su ubicación entre China, Australia y la propia India, algo que le permite beneficiarse del crecimiento de estos o, al menos, orientarse hacia ellos.

México

Daniel Aguilar Reuters

México es actualmente la undécima economía mundial y goza de la ventaja su proximidad al mercado estadounidense, además del TLCAN y, potencialmente, del Acuerdo Trans-Pacífico. Para el economista, “Indonesia y, probablemente, México se impondrán a Alemania en 2030”.

“Las principales economías verán poca agitación, pero justo debajo de ellas habrá muchas perturbaciones. El descenso de los precios de las materias primas llevará a que muchas de las economías que previamente crecían rápidamente tengan que emplearse a fondo mientras sus rivales salen beneficiadas. Esto significa que cuatro de las cinco mayores economías se ubicarán en Asia”, concluye.

RT-TV

julho 13, 2016 Posted by | Internacional | , , | Deixe um comentário

Os maiores orçamentos de forças armadas

bilionários armamentistas

Maiores Potências

Maiores Potências

Os números acima podem parecer absurdos, mas os Estados Unidos estão presentes  em todos os conflitos armados e tragédias naturais ou não. Os americanos tornam possíveis a existências de paraísos fiscais em todo o mundo, o grande câncer do capitalismo e que esconde o fato de que os brasileiros estão entre os mais ricos do planeta, ocultos  com a ajuda de mecanismos obscuros do mercado financeiro mundial.

Diferentemente dos Estados Unidos,  a Rússia prefere seguir a ideologia socialista, ou seja, defender a independência de cada nação. A Rússia possui uma das maiores indústrias bélicas do mundo que fornece armas para o mundo inteiro, incluindo aviões, equipamentos, etc. De fato, até os EUA utilizam seus serviços para lançamentos de foguetes. Ao invés de gastar, tem lucro. Só uma das empresas russas fechou o ano com um lucro de mais de 10 bilhões de dólares.

O Reino Unido conta com algumas das potências mais desenvolvidas do mundo, mesmo assim, cada uma dessas potências possuem gestores de governos independentes e isso evita que a Inglaterra entre em colapso por despesas alheias das forças armadas.

Alguns países possuem políticas anti-revanchistas e, para quem curte história geral, conhece os eternos conflitos de China e Japão, um país que possui muita terra e outro que vive sobre as águas. E não tem acordo.

Outra disputa que vai se tornando eterna é o conflito da Índia e Paquistão e isso, naturalmente, reflete nos orçamentos de suas forças armadas.

A Arábia Saudita lidera os países do Oriente Médio e é a grande aliada dos EUA nessa região, entretanto, vem provocando polêmicas nos últimos anos. O país também é um dos responsáveis, segundo especulação, pela queda dos preços do petróleo, visando enfraquecer o Irã, país que já sofre boicote por parte dos americanos, apesar de não ter nem  dez por cento das usinas nucleares que Israel tem, o motivo do boicote é que o país não aceita  o controle e fiscalização de instituições  sob liderança americana.

E, finalizando, está a França, que tem sido escolhida para substituir os americanos em conflitos onde os EUA não poderiam participar de maneira imparcial.

Sem se esquecer que os blocos econômicos também tem muita influência nessas políticas de alianças armadas, como é o caso da zona do Euro, BRICS, ALBA, OTAN. Organizações como o Clube de Bilderberg  também exercem influências determinantes nas tomadas de decisões que transformam a nova ordem e decide países e povos que devem desaparecer ou ser massacrados.

Texto by Jânio

Bloco econômico latino-americano

O clube de bilderberg

Atividade que mais dá lucro no mundo

 

junho 18, 2016 Posted by | curiosidades | , , , , , | Deixe um comentário

Cidadania é concedida para 900 imigrantes na Europa

Tabu X Migração

Tabu X Migração

Marieta Cazarré – Correspondente da Agência Brasil

Em 2014, cerca de 890 mil pessoas adquiriram a cidadania de um dos Estados-Membros da União Europeia (UE), segundo estudo divulgado hoje (13) pelo Eurostat, o banco de dados europeu. Entre os que obtiveram a cidadania naquele ano, 89% eram cidadãos de países de fora da UE, cerca de 788 mil pessoas.

O número foi menor do que o registrado em 2013, quando 981 mil pessoas obtiveram a cidadania europeia. Desde 2009, já são mais de 5 milhões de novos cidadãos.

Marrocos foi o país com o maior número de concessões obtidas (92.700), dos quais 88% foram requeridas na Espanha, Itália ou França.

A Albânia foi o segundo país com mais cidadanias obtidas (41 mil), das quais 96% adquiridas da Grécia ou da Itália. A Turquia aparece em terceiro lugar, com 37.500 cidadanias obtidas, das quais 60% provenientes da Alemanha.

Em seguida, aparecem a Índia (35.300, com maioria de cidadanias britânicas); o Equador (34.800) e a Colômbia (27.800), ambos com maioria espanhola; e o Paquistão (25.100, com aproximadamente 50% de cidadanias britânicas).

Cidadãos da UE

Em quinze países da UE, pelo menos 9 em cada 10 cidadanias concedidas foram para pessoas não-europeias. Na Estônia, por exemplo, 100% das cidadanias foram concedidas a cidadãos de fora da UE. Na Bulgária, a percentual foi de 99%, enquanto na Espanha, Lituânia e Romênia a taxa ficou em 98%. A Grécia e a Letônia apresentaram índice de 97%; Dinamarca, Portugal e Eslovênia (95%), Polônia (94%), Itália (93%), Reino Unido (92%), Croácia (91%) e França (90%).

Luxemburgo, Hungria e Malta foram os únicos países onde a maioria das pessoas que adquiriram a cidadania já eram cidadãos da UE. Os romenos (24.300 pessoas) e os poloneses (16.100) foram os dois maiores grupos de cidadãos europeus a adquirirem cidadania de outro país da UE.

No caso de Luxemburgo, os cidadãos portugueses foram os que mais obtiveram cidadania, seguidos por italianos, franceses, belgas e alemães. Já na Hungria, os pedidos foram quase todos de cidadãos romenos; e em Malta, os britânicos representaram a maior parcela.

A Espanha foi o país que mais concedeu cidadanis (205.900), o que representa 23% de todas as cidadanias concedidas na UE em 2014. Em seguida aparecem Itália (15%), Reino Unido (14%), Alemanha e França (12%).

Em 2014, as maiores taxas de naturalização foram registradas na Suécia, na Hungria e em Portugal. Essa taxa é calculada levando-se em conta o número de pessoas que adquiriram a nacionalidade de um país em relação à quantidade de estrangeiros residentes naquele país.

Em Portugal, para cada 100 estrangeiros residentes, 5,3 obtiveram a cidadania naquele ano. Entre as 20.168 pessoas que obtiveram cidadania portuguesa, 23% eram brasileiras (4.656 pessoas).

A União Europeia inclui Bélgica, Bulgária, República Checa, Dinamarca, Alemanha, Estônia, Irlanda, Grécia, Espanha, França, Croácia, Itália, Chipre, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Hungria, Malta, Países Baixos, Áustria, Polônia, Portugal, Romênia, Eslovênia, Eslováquia, Finlândia, Suécia e Reino Unido.

Edição: Denise Griesinger

junho 13, 2016 Posted by | curiosidades, Empreendedorismo, Internacional, Migração, oportunidades | , , , | Deixe um comentário

The good country – Ranking dos países

Suécia é o melhor

Melhores Países

A Suécia é o único país a conseguir o topo em duas categorias: distribuição de renda, saúde e bem-estar.

Togo e Libéria tem boa distribuição de renda, mas despencam em saúde e bem-estar, o que mostra que distribuição de renda no fundo do poço não é muita vantagem. Isso acontece muito em países envolvidos em guerras ou vítimas de terremotos, por exemplo.

Quem passa vergonha, naturalmente, é o Brasil, um dos países mais ricos do mundo, mas com uma das piores distribuições. Na saúde até que vai bem, mas  depois do golpe…

01 – Suécia

02 – Dinamarca

03 – Holanda

04 – Reino Unido

05 – Alemanha

06 – Finlândia

07 – Canadá

08 – França

09 – Áustria

10 – Nova Zelândia

11 – Irlanda

12 – Suíça

13 – Noruega

14 – Bélgica

15 – Chipre

16 – Luxemburgo

17 – Austrália

18 – Itália

19 – Japão

20 – Espanha

21 – Estados Unidos

22 – Hungria

23 – Portugal

24 – Cingapura

25 – Polônia

26 – Malta

27 – Islândia

28 – Chile

29 – Eslovênia

30 – Bulgária

31 – República da Coreia

32 – Grécia

33 – Maurício (Ilhas)

34 – Tcheca

35 – Moldávia

36 – Romênia

37 – Eslováquia

38 – Croácia

39 – Estônia

40 – Latvia

41 – Costa Rica

42 – Israel

43 – Brasil

44 – Barbados

45 – Geórgia

46 – Malásia

47 – Sérvia

48 – Tunísia

49 – Lituânia

50 – Montenegro

51 – Argentina

52 – África do Sul

53 – Uruguai

54 – Egito

55 – Turquia

56 – Jamaica

57 – Tailândia

58 – Catar

59 – Jordânia

60 – Macedônia (Iugosláv)

61 – Panamá

62 – Colômbia

63 – Líbano

64 – Emirados Árabes Unidos

65 – Samoa

66 – Camarões

67 – China

68 – Gana

69 – México

70 – Índia

71 – Equador

72 – Rússia

73 – Marrocos

74 – Filipinas

75 – Bahamas

76 – Fiji

77 – Cabo Verde

78 – Ucrânia

79 – Belarus

80 – Oman

81 – Seychelles

82 – Armênia

83 – Indonésia

84 – Benin

85 – Sri Lanka

86 – Burkina Faso

87 – Namíbia

88 – Bósnia

89 – Guatemála

90 – Arábia Saudita

91 – República Dominicana

92 – Trinidad y Tobago

O Brasil está classificado especificamente em:

Ciência e tecnologia – 98

Cultura – 49

Paz e segurança mundial – 37

Ordem mundial – 42

Clima e planeta – 33

Propriedade e igualdade – 158

Saúde e bem-estar – 32

93 – Kenia

94 – Granada

95 – Paraguai

96 – Zambia

97 – Azerbajão

98 – Kuwait

99 – Guiana

100 – Swaziland

Veja tabela completa

 

junho 8, 2016 Posted by | curiosidades, Internacional, Migração, oportunidades | , , , , , | Deixe um comentário

Países mais poluídos do mundo

Mapa da Poluição

Mapa da Poluição

Preciso de uma máscara  hoje?Primeiro mapa que mede a poluição atmosférica global em tempo real

Publicado em: 9 de dezembro de 2015 14:09 GMT
 
Aproveitando-se da Cúpula Mundial sobre o Clima realizada em Paris, uma ‘startup’ Francesa lançou um aplicativo que exibe num mapa em tempo real, o nível de poluição do ar em qualquer lugar do mundo.
mapa da poluição

Países Poluídos

O mapa, desenvolvido pela Plume Labs, trabalha com dados referentes à poluição a partir de mais de 150 estações de monitoramento em todo o Mundo. O aplicativo não só permite consultar o nível de poluição de onde se encontra, mas também é capaz de estimar as mudanças que vão ocorrendo em todos os momentos.

Além disso, o mapa mostra graficamente os diferentes níveis de poluição, representando-os através de círculos de diferentes tamanhos e cores, onde o azul claro significa um menor nível de poluição do ar, enquanto a cor preta representa o mais elevado.

De acordo com os criadores da ferramenta, o objetivo é ajudar as pessoas que vivem em cidades muito contaminadas a tomar decisões de forma rápida e eficiente para proteger sua saúde. O mapa também mostra a média anual de poluição do ar na cidade selecionada e os principais poluentes, como o dióxido de azoto (NO2), dióxido de enxofre (SO2) e monóxido de carbono (CO), entre outros.

RT-TV

Cidades mais odiadas pelos turistas

Países mais perigosos para turistas

dezembro 16, 2015 Posted by | Internacional | , , , | 1 Comentário

Países mais perigosos para turistas

Países Violentos

Países Violentos

Dada a crescente onda de ataques terroristas e conflitos armados em todo o planeta, uma das maiores companhias de seguros de viagens e assistência médica do mundo apresentou a versão mais recente de um mapa que permite conhecer os locais mais e menos perigosos do mundo. A qualidade da assistência médica e os riscos que podem surgir para os turistas, determinam a classificação.

Desde 2010, a empresa britânica International SOS se propôs a tarefa de recolher informações sobre os diferentes destinos turísticos, dependendo do seu nível de atendimento (serviços de emergência, saúde bucal, tratamento de doenças),  avaliando,por sua vez,  as ameaças que podem representar esses locais para os viajantes: violência política (tumultos, terrorismo), a agitação social (violência étnica, seitas) ou a criminalidade em geral, entre outros.

A partir desses dados, a organização publicou a mais recente versão de seu ‘Travel Risk Map “, onde os países são classificados em cinco níveis: risco insignificante (I),  baixo risco (L), médio risco (M), alto risco (H) e extremo risco (E). Além disso, a cor com a qual cada país é identificado, em uma escala que vai do marrom ao vermelho, para avaliar a eficácia dos serviços de saúde.

De acordo com os parâmetros considerados, Síria, Iraque e Afeganistão são alguns dos países classificados como risco extremo. No lado oposto estão Argentina, a maior da Europa (incluindo a França) e Israel ao apresentar um risco mínimo. Grande parte da África e América do Sul são listados como países moderadamente perigosos.

Rob Walker, diretor de informação e análise da International SOS, disse esta semana que a situação global atual tornou o mundo um lugar perigoso, de um modo geral,  razão pela qual  é essencial compreender os riscos e tomar as medidas adequadas para proteger os viajantes e otimizar o trabalho das empresas de turismo.

proibido para turistas

Países Perigosos

RT-TV

Cidades com mais homicídios

Cidades mais odiadas pelos turistas

dezembro 10, 2015 Posted by | Migração | , , , | 2 Comentários

Países multilíngues das Américas

idiomas nativos

Países Multilíngues

  • Argentina tem várias comunidades étnicas europeia (esp. Da língua galesa na Patagônia), línguas de origens asiáticas e indígenas ( andinos e do nordeste), que falam seus próprios idiomas, [especificar], mas o espanhol é a única língua oficial do país.
  • Aruba: papiamento e holandês são as línguas oficiais,  Espanhol e Inglês também são amplamente falados. Todas as quatro línguas são ensinadas nas escolas. 
  • Belize: Inglês, espanhol e maia têm algum uso oficial[carece de fontes?], Embora , o legado do domínio britânico enfatizou o Inglês a ser mais comumente utilizado para fins oficiais, embora a maioria sejam Hispanophone (falam espanhol).
  • Bolívia é oficialmente multilíngue, apoiando espanhol e 36 línguas nativas. [39]
  • Brasil, Português (oficial) e mais de 100 línguas faladas principalmente nas áreas urbanas (europeus e asiáticos) e as línguas indígenas na Amazônia. A utilização das línguas indígenas no ensino primário está assegurado na Constituição. [40]
  • Canadá é oficialmente bilíngue sob  ato oficial  da Constituição do Canadá que exige do governo federal  oferecer serviços em ambas as línguas oficiais. Além disso, os direitos linguísticos das minorias são garantidas onde os números  estimam. 59,3% da população falando Inglês como sua primeira língua, enquanto 22,9% são falantes nativos de francês. O restante da população pertence às muitas comunidades de imigrantes do Canadá ou de população indígena.Ver Bilinguismo no Canadá
  • Chile utiliza de facto espanhol como língua oficial, mas não há um ato que declara oficialidade. A Lei Indígena ratificado em 1992 permites o uso oficial de quatro línguas indígenas: Aimara,Mapudungun, Quechua e Rapa Nui (Ilha de Páscoa. Na Polinésia, no interior das comunidades indígenas e áreas com alta densidade de população nativa [45] Na parte sul, há é uma considerável comunidade  bilingue. falando espanhol e  alemão.
  • Colombia A língua oficial é o espanhol. Línguas de grupos étnicos são oficiais nos seus territórios.
    Inglês é oficial em San Andres e Providencia. [46]
  • CuraçaoPapiamento, holandês e Inglês são as línguas oficiais. [47]
  • Equador define o espanhol como sua língua oficial, mas o espanhol, quíchua e Shuar -. Como línguas oficiais das relações interculturais no artigo 2.º da Constituição de 2008 [48]
  • Na Guatemala, a língua oficial é o espanhol, no entanto, existem 23 [carece de fontes?] Distintaslínguas maias. Maya, Garifuna e Língua xinca são reconhecidas como elementos essenciais da identidade nacional. [49]
  • Guiana, Inglês (oficial), hindi, chinês, línguas indígenas, e uma pequena comunidade que fala língua Portuguesa.
  • Haiti: crioulo e francês [50]
  • Honduras: o espanhol é a língua oficial, apesar de línguas indígenas afro-caribenha Inglês, Garifuna e podem ser encontrados nos arredores rurais do país.
  • No México, o governo reconhece 62 línguas indígenas [carece de fontes?], Incluindo Nahuatl falada por mais de 1,5 milhões de pessoas e Aquacatec faladas por 27 pessoas, juntamente com o espanhol.Línguas indígenas são reconhecidas como línguas nacionais em áreas onde  são faladas [51]Não há nenhuma língua oficial em nível federal, embora o espanhol seja a língua de facto do estado.
  • Na Nicarágua, mesmo sendo o espanhol  a língua oficial falada em todo o território (quase 95%, de acordo com algumas fontes [carece de fontes?]), Há outras línguas como o crioulo, Miskitu,língua Rama e mayangna (Sumu) em suas próprias comunidades  linguísticas. De acordo com a Constituição, as línguas da costa do Atlântico deve ser usado oficialmente em casos previstos em lei. [52]
  • Paraguai, 48% de sua população é bilíngüe [carece de fontes?], Em guarani e espanhol (as duas línguas oficiais da República [53]), dos quais 37% dizem respeito apenas Guaraní e 8% somente em espanhol, mas os últimos aumenta com o uso de Jopará . Há uma grande comunidade alemã na região de Gran Chaco também. [Carece de fontes?]
  • Peru – os idiomas oficiais são o espanhol e, nas zonas em que são predominantes, quíchua, aimara e outras línguas indígenas. [54] Além disso, no Peru, há uma grande comunidade de imigrantes, dos quais alguns mantem suas línguas . Dentro dessas, existem os japoneses e os chineses (dialeto cantonês), por exemplo, e em menor número, os alemães (central dos Andes), italiano, os falantes de árabe, e os falantes de Urdu que mantem suas línguas nativas no Peru. Os dois últimos são produtos da recente onda de imigrantes da Palestina e Paquistão. Ultimamente também tem muita influência  o Inglês pelo número de turistas e residentes americanos e britânicos.
  • Porto Rico línguas ‘s oficiais [55]  são Espanhol e Inglês, mas 85 por cento dos seus habitantes relataram que não falam Inglês  muito bem“. [Carece de fontes?]
  • No Suriname, – Holandês, Sranan, e Inglês são faladas por quase todos. [Carece de fontes?] Além disso, línguas indígenas e chinesas  são faladas.
  • Nos Estados Unidos, a nível federal, não há nenhuma língua oficial, embora tenha havido esforços para tornar  o inglês a língua oficial. O uso de várias línguas no processo eleitoral sob determinadas circunstâncias é prevista por lei federal, incluindo espanhol em todos os estados da Flórida, Califórnia e Texas. [57]
  • Trinidad e Tobago – no país predominantemente de língua Inglêsa, o Espanhol está sendo introduzido como a segunda língua de sinais de trânsito bilíngües [62] e, geralmente, a “primeira língua estrangeira” [63]
  • Uruguai tem uma grande minoria de língua italiana embora são proficientes em espanhol e sua fronteira com o Brasil tem uma presença mista de língua Portuguesa. [Carece de fontes?]
  • Venezuela declarou o espanhol a língua oficial, embora existam algumas línguas europeias e árabe faladas em áreas urbanas, afro-caribenhos [desambiguação necessário] dialetos nas línguas caribenhas e indígenas são faladas no departamento Guayana. A utilização das línguas nativas também tem status oficial para os povos nativos [64]

Fonte: Wikipedia

Textos relacionados:

Processo de aparecimento e desaparecimento de línguas

Idiomas que poderão garantir o sucesso

Rebeldes que desafiaram o império

outubro 12, 2015 Posted by | curiosidades | , , | Deixe um comentário

Países mais violentos e pacíficos do mundo

Islândia_1

A revista The Economist em parceria com aUniversidade de Sydney,Austrália;Universidade de Londres,Reino Unido; e com aUniversidade de Uppsala e oInstituto Internacional de Pesquisas pela Paz de Estocolmo, ambos na Suécia; criaram oÍndice Global da Paz para analisar a nível global os esforços pelas paz, tanto de caráter interno como externo. No índice de 2012 o primeiro colocado é a Islândia e o último é a Somália. O Brasil aparece em 83º lugar e Portugal em 18º lugar. Bahamas,Porto Rico, Belize, Suriname, Guiana Francesa, Saara Ocidental, Togo, Sudão do Sul, Somalilândia, Kosovo, Cisjordânia, Brunei, Timor-Leste, Ilhas Salomão, Nova Caledônia e Fiji não aparecem no relatório.

Países mais pacíficos e violentos em 2.014
01 – Islândia

02 – Dinamarca

03 – Áustria

04 – Nova Zelândia

05 – Suíça

06 – Finlândia

07 – Canadá

08 – Japão

09 – Bélgica

10 – Noruega

11 – República Checa

12 – Suécia

13 – Irlanda

14 – Eslovênia

15 – Austrália

16 – Butão

17 – Alemanha

18 – Portugal

19 – Eslováquia

20 – Países Baixos

21 – Hungria

22 – Catar

23 – Polónia

24 – Maurícia

25 – Singapura

26 – Espanha

27 – Croácia

28 – Taiwan

29 – Uruguai

30 – Chile

31 – Estónia

32 – Bulgária

33 – Malásia

34 – Itália

35 – Roménia

36 – Botswana

37 – Kuwait

38 – Laos

39 – Letônia

40 – Emirados Árabes Unidos

41 – Mongólia

42 – Costa Rica

43 – Argentina

44 – Zâmbia

45 – Vietnã

46 – Lituânia

47 – Reino Unido

48 – França

49 – Namíbia

50 – Lesoto

51 – Chipre

52 – Coreia do Sul

53 – Sérvia

54 – Indonésia

55 – Montenegro

56 – Jordânia

57 – Panamá

58 – Nicarágua

59 – Omã

60 – Tanzânia

61 – Bósnia e Herzegovina

62 – Gana

63 – Marrocos

64 – Kosovo

65 – Albânia

66 – Madagáscar

67 – Serra Leoa

68 – Gabão

69 – Timor-Leste

70 – Bolívia

71 – Moldávia

72 – Senegal

73 – Paraguai

74 – Djibouti

75 – Cuba

76 – Nepal

77 – Malawi

78 – Burkina Faso

79 – Tunísia

80 – Arábia Saudita

81 – Togo

82 – Moçambique

83 – Guiana

84 – Libéria

85 – Equador

86 – Grécia

87 – Macedónia

88 – Suazilândia

89 – Trinidad e Tobago

90 – Papua-Nova Guiné

91 – Brasil

92 – Bielorrússia

93 – Guiné Equatorial

94 – Gambia

95 – República Dominicana

96 – Turquemenistão

97 – Arménia

98 – Bangladesh

99 – Haiti

100 – Benim

101 – Estados Unidos

102 – Angola

103 – Cazaquistão

104 – Uzbequistão

105 – Sri Lanka

106 – Camboja

107 – Jamaica

108 – People’s Republic of China

109 – República Democrática do Congo

110 – Uganda

111 – Bahrein

112 – Geórgia

113 – Camarões

114 – Argélia

115 – Guatemala

116 – El Salvador

118 – Honduras

119 – Guiné

120 – Peru

121 – Mauritânia

122 – Níger

123 – África do Sul

124 – Azerbaijão

125 – Eritreia

126 – Kyrgyzstan

127 – Tailândia

128 – Tajiquistão

129 – Turquia

130 – Venezuela

131 – Burundi

132 – Irã

133 – Quênia

134 – Líbia

135 – Filipinas

136 – Mali

137 – Myanmar

138 – Ruanda

139 – México

140 – Etiópia

141 – Costa do Marfim

142 – Ucrânia

143 – Chade

144 – Egito

145 – Índia

146 – Guiné-Bissau

147 – Líbano

148 – Iémen/Iêmen

149 – Zimbabwe

150 – Israel

151 – Colômbia

152 – Nigéria

153 – Rússia

154 – Coreia do Norte

155 – Paquistão

156 – República do Congo

157 – República Centro-Africana

158 – Sudão

159 – Somália

160 – Iraque

161 – Sudão do Sul

162 – Afeganistão

163 – Síria

Fonte: Wikipedia

Previsão do crescimento do PIB por país

Países com maiores reservas de ouro

Primeira população milionária no mundo

Ranking mundial de cidades com mais homicídios

agosto 20, 2015 Posted by | Internacional, Migração | , , , , | Deixe um comentário

Países com mayores reservas de oro

Potencias Mundiais

Reservas de Ouro

El Banco Central de China ha proporcionado por primera vez desde el año 2009 información sobre sus reservas de oro. El país asiático ya se encuentra entre los cinco Estados con mayores reservas de este metal precioso.
China dispone actualmente de unas 1.658 toneladas de oro, lo que representa un aumento de un 57% en comparación con el año 2009, la última vez que el gigante asiático publicó datos sobre sus reservas, informa Bloomberg citando el informe del Banco Popular de China. De este modo Pekín se convierte en el quinto país del mundo por posesión de oro, dejando a Rusia, con unas 1.250 toneladas, en el sexto lugar.

Según el comunicado, el banco chino hizo pública la información sobre sus reservas “con el fin de mejorar la calidad y transparencia de los datos en el contexto de la internacionalización del yuan”. Sin embargo, los precios del oro reaccionaron con una bajada de 0,15% ya que se esperaba que el volumen de reservas chinas fuera mayor. Por ejemplo, los cálculos de Bloomberg daban a Pekín unas 3.500 toneladas de oro.

Según los datos de World Gold Council, la clasificación de los países por reservas de oro está encabezada por EE.UU., con unas 8.113 toneladas; seguido por Alemania (3.383), Italia (2.451), Francia (2.435) y ahora China.

Fonte: RT-TV

Maiores reservas de ouro do mundo

Maiores reservas de ouro do mundo

Países mais endividados do mundo

julho 18, 2015 Posted by | Espanhol | , , , | 1 Comentário

Países mais inteligentes do mundo

País que mais cresceu

Melhor PIB

001 – Cingapura – 108

002 – Coréia do Sul – 106

003 – Japão – 105

004 – Itália – 102

005 – Islândia – 101

006 – Mongólia – 101

007 – Suíça – 101

008 – Áustria – 100

009 – China – 100

010 – Luxemburgo – 100

011 – Holanda – 100

012 – Noruega – 100

013 – Reino Unido – 100

014 – Bélgica – 99

015 – Canadá – 99

016 – Estônia – 99

017 – Finlândia – 99

018 – Alemanha – 99

019 – Nova Zelândia – 99

020 – Polônia – 99

021 – Suécia – 99

022 – Andorra – 98

023 – Austrália – 98

024 – República Tcheca – 98

025 – Dinamarca – 98

026 – França – 98

027 – Hungria – 98

028 – Látvia – Letônia – 98

029 – Espanha – 98

030 – Estados Unidos – 98

031 – Belarus – Bielorrússsia – 97

032 – Malta – 97

033 – Rússia – 97

034 – Ucrânia – 97

035 – Moldova – 96

036 – Eslováquia – 96

037 – Eslovenia – 96

038 – Uruguai – 96

039 – Israel – 95

040 – Portugal – 95

041 – Armênia – 94

042 – Georgia – 94

043 – Cazaquistão – 94

044 – Romênia – 94

045 – Vietnã – 94

046 – Argentina – 93

047 – Bulgária – 93

048 – Grécia – 92

049 – Irlanda – 92

050 – Malásia – 92

051 – Brunei – 91

052 – Camboja – 91

053 – Chipre – 91

054 – FYROM – Iugoslávia – Macedônia – 91

055 – Lituânia – 91

056 – Serra Leoa – 91

057 – Tailândia – 91

058 – Albânia – 90

059 – Bósnia e Herzegovina – 90

060 – Chile – 90

061 – Croácia – 90

062 – Quirguistão – 90

063 – Turquia – 90

064 – Ilhas Cook – 89

065 – Costa Rica – 89

066 – Laos – 89

067 – Mauritius – Maurícia – Ilhas de Maurício – 89

068 – Sérvia – 89

069 – Suriname – 89

070 – Equador – 88

071 – México – 88

072 – Samoa – 88

073 – Azerbaijão – 87

074 – Bolívia – 87

075 – Brasil – 87

076 – Guiana – 87

077 – Indonésia – 87

078 – Iraque – 87

079 – Myanmar (Burma) – 87

080 – Tajiquistão – 87

081 – Turquemenistão – 87

082 – Uzbequistão – 87

083 – Kuwait, Koweit, Kuweit, Cuvaite, Covaite ou Kuaite – 86

084 – Filipinas – 86

085 – Seychelles – 86

086 – Tonga – 86

087 – Cuba – 85

088 – Eritreia – 85

089 – Fiji – 85

090 – Kiribati – 85

091 – Peru – 85

092 – Trinidad e Tobago – 85

093 – Iémen – 85

094 – Afeganistão – 84

095 – Bahamas – 84

096 – Belize – 84

097 – Colômbia – 84

098 – Irã – 84

099 – Jordânia – 84

100 – Ilhas Marshall – 84

101 – Micronésia – 84

102 – Marrocos – 84

103 – Nigéria – 84

104 – Paquistão – 84

105 – Panamá – 84

106 – Paraguai – 84

107 – Arábia Saudita – 84

108 – Ilhas Salomão – 84

109 – Uganda – 84

110 – Emirados Árabes Unidos – 84

111 – Vanuatu – 84

112 – Venezuela – 84

113 – Argélia – 83

114 – Bahrain – Bahrein – 83

115 – Líbia – 83

116 – Omã – 83

117 – Papua Nova Guiné – 83

118 – Síria – 83

119 – Tunísia – 83

120 – Bangladesh – 82

121 – República Dominicana – 83

122 – Índia – 82

123 – Líbano – 83

124 – Madagáscar – 84

125 – Zimbábue – 82

126 – Egito – 81

127 – Honduras – 81

128 – Maldivas – 81

129 – Nicarágua – 81

130 – Barbados – 80

131 – Butão – 80

132 – El Salvador – 80

133 – Quênia – 80

134 – Guatemala – 79

135 – Sri Lanka – 79

136 – Zâmbia – 79

137 – Congo – 78

138 – Nepal – 78

139 – Catar – 78

140 – Comores – 77

141 – África do Sul – 77

142 – Cabo Verde – 76

143 – Mauritânia – 76

144 – Senegal – 76

145 – Mali – 74

146 – Namíbia – 74

147 – Gana – 73

148 – Tanzânia – 72

149 – República da África Central – 71

150 – Grenada – 71

151 – Jamaica – 71

152 – São Vicente e Granadinas – 71

153 – Sudão – 71

154 – Antigua e Barbuda – 70

155 – Benin – 70

156 – Botswana – 70

157 – Ruanda – 70

158 – Togo – 70

159 – Burundi – 69

160 – Cote d’Ivoire – Costa do Marfim – 69

161 – Etiópia – 69

162 – Maláui, Malaui, Malávi, Malavi ou Malawi – 69

163 – Níger – 69

164 – Angola – 68

165 – Burkina Faso – 68

166 – Chade – 68

167 – Djibouti – Djibuti – 68

168 – Somália – 68

169 – Suazilândia – 69

170 – Dominica – 67

171 – Guiné – 67

172 – Guiné-Bissau – 67

173 – Haiti – 67

174 – Lesoto – 67

175 – Libéria – 67

176 – São Cristóvão e Nevis – 67

177 – São Tomé e Príncipe – 67

178 – Gambia – 66

179 – Camarões – 64

180 – Gabão – 64

181 – Moçambique – 65

182 – Santa Lúcia – 62

183 – Guiné Equatorial – 59

184 – Coréia do Norte – Não Divulgado

Pesquisa realisada por Richard Lynn, um psicólogo britânico, e Tatu Vanhanen, um cientista político finlandês. Eles analisaram ​​estudos de QI de vários países.

Países que mais crescerão em 2.015

Melhores países em ambiente de negócios

maio 16, 2015 Posted by | curiosidades | , , , | 2 Comentários

Los países com mayores recursos naturales

 

recursos minerais

Reservas de Água Doce

Los recursos naturales (agua, energía, minerales o productos agrícolas) son básicos para el desarrollo de las sociedades, especialmente en el ámbito económico. Conozca cuáles países cuentan con los mayores recursos en el mundo.

Entre los países que disponen de más reservas de agua dulce destacan Canadá, Rusia, Australia, Guyana, algunos asiáticos como Vietnam, y africanos como Gabón, mientras que los más secos son Somalia, Etiopía y Sudán, informa la consultora internacional Euromonitor.

SEPA MÁS: La producción y la exportación petrolera de Rusia y de Venezuela, en cifras

Mapamundi de los países con mayores recursos naturales

Publicado: 3 may 2015 11:18 GMT
1.7K711

Los recursos naturales (agua, energía, minerales o productos agrícolas) son básicos para el desarrollo de las sociedades, especialmente en el ámbito económico. Conozca cuáles países cuentan con los mayores recursos en el mundo.

Entre los países que disponen de más reservas de agua dulce destacan Canadá, Rusia, Australia, Guyana, algunos asiáticos como Vietnam, y africanos como Gabón, mientras que los más secos son Somalia, Etiopía y Sudán, informa la consultora internacional Euromonitor.

SEPA MÁS: La producción y la exportación petrolera de Rusia y de Venezuela, en cifras

EUROMONITOR

Según los datos de Euromonitor, los productos agrícolas también “están en el corazón de la economía y son un riesgo clave para el crecimiento económico mundial”. Entre los principales vendedores de productos agrícolas están Brasil, Argentina, la India, Países Bajos y Nueva Zelanda, mientras que los mayores compradores de estos productos son Japón, Reino Unido, Rusia, Corea del Sur y Arabia Saudita.

Fonte: RT-TV

 

maio 7, 2015 Posted by | Espanhol | , , , | Deixe um comentário

Países com mais recursos naturais

recursos minerais

Reservas de Água Doce

Recursos naturais (água, energia, minérios e produtos agrícolas) são essenciais para o desenvolvimento das sociedades, especialmente no campo econômico. Saiba quais os países  têm os maiores recursos do mundo.

Entre os países com mais reservas de água doce estão Canadá, Rússia, Austrália, Guiana, alguns países asiáticos como Vietnã, e Africanos como o Gabão, enquanto os mais seco são Somália, Etiópia e Sudão, informa a consultoria internacional Euromonitor .

importadores e exportadores

Recursos Naturais

Saiba mais: A produção de petróleo e as exportações da Rússia e da Venezuela, em números

Enquanto para o cobre, que tem muitas aplicações ao redor do mundo, o Chile é o maior produtor do mundo, com cerca de seis milhões de toneladas por ano.Seguido de longe por China, EUA e Peru.

SAIBA MAIS: as reservas de petróleo da Venezuela chega a quase 300 bilhões de barris

Os maiores importadores de combustíveis fósseis (carvão, petróleo e gás natural) são China, Japão, EUA, Alemanha e Coréia do Sul. Por outro lado, o país com as maiores reservas de petróleo é a Venezuela, seguido por Canadá, Arábia Saudita e Irã, enquanto a Rússia é o sétimo país com reservas de petróleo do mundo.

LEIA MAIS: Rússia poderia tornar-se o maior exportador mundial de água doce

Segundo dados da Euromonitor, os produtos agrícolas também “estão no centro da economia e são um grande risco  para o crescimento econômico global.” Entre os principais vendedores de produtos agrícolas estão Brasil, Argentina, Índia, Holanda e Nova Zelândia, enquanto os maiores compradores desses produtos são o Japão, Reino Unido, Rússia, Coréia do Sul e Arábia Saudita.

Fonte: RT-TV

Países mais endividados

Países mais pobres do mundo

Melhores cidades para viver

maio 7, 2015 Posted by | Internacional | , , , | 1 Comentário

Salário mínimo pelo mundo

ranking dos salários mínimos

Salário Mínimo

Alguns dos países que mais empregam brasileiros pelo mundo, já convertido em reais.

1- Austrália: R$ 5.991,87

2- Luxemburgo: R$ 5.856,64

3- Nova Zelândia: R$ 5.044,48

4- Bélgica: R$ 4.754,08

5- Holanda: R$ 4.578,54

6- Irlanda: R$ 4.571,01

7- Germany: R$ 4.491,74

8- França R$ 4.406,53

9- Reino Unido: R$ 4.350,31

10- Islândia: R$ 4.063,68

11- EUA: R$ 3.297,10

Fonte: E-konomista

No Brasil

1- Professores: R$ 1.917,78

2- Engenheiro Pleno: R$ 6.630

3- Médicos: R$ 11.675,94

Empresas americanas que mais contratam

Profissões com falta de pessoas qualificadas

 

abril 24, 2015 Posted by | oportunidades | , , , | 2 Comentários

Países que más crecerán en 2.015

ranking pib

Nova Guiné

Papúa Nueva Guinea es el país que más avanzará económicamente este año, según las previsiones del Fondo Monetario Internacional.

La economía de esa nación del oeste del Pacífico, que posee hidrocarburos y se destaca por una fuerte agricultura, disparará su crecimiento al 19,3%, dejando muy atrás al resto de países.

Diez puntos porcentuales por debajo se encuentra el segundo país más dinámico, la República Democrática del Congo, con un pronóstico del 9,18%, según el citado informe publicado por ‘El País’.

Sepa más: Reporte económico: ¿Quién reinará en el mundo en 2050?

La mayor potencia entre los diez países cuyo PIB crecerá más es la India, que debe expandirse un 7,46%, gracias a reformas, el aumento de la inversión y el desplome de los precios del petróleo.

Sepa más sobre el FMI

Este último factor es precisamente el que está poniendo freno al crecimiento de los países exportadores de crudo: Guinea Ecuatorial y Sierra Leona experimentan recesiones del 15% y el 12% respectivamente.

Fonte: RT-TV

abril 22, 2015 Posted by | Espanhol | , , | Deixe um comentário

Países que mais crescerão em 2.015

ranking pib

Nova Guiné

Papua Nova Guiné é o país que terá o maior avanço econômico este ano, de acordo com previsões do Fundo Monetário Internacional.

A economia desta nação no oeste do Pacífico, que possui petróleo e se destaca por uma agricultura forte, crescerá 19,3%, deixando bem para trás os outros países.

Dez pontos percentuais abaixo está o segundo país mais dinâmico, a República Democrática do Congo, com uma previsão de 9,18%, segundo o relatório publicado pelo “El País”.

A maior potência entre os dez países cujo PIB crescerá mais será a Índia, que deve expandir-se pelo menos 7,46%, graças às reformas, o aumento de investimentos e queda dos preços do petróleo.

Este último fator é precisamente o que está freando o crescimento dos países exportadores de petróleo: Guiné Equatorial e Serra Leoa estão em recessões de 15% e 12% respectivamente.

Fonte: RT-TV

abril 22, 2015 Posted by | Internacional | , , , | 1 Comentário

Países mas endeudados

Conozca qué países tienen el mayor índice de deuda pública en relación al PIB nacional para el año 2015 y qué regiones ‘sufrieron’ más desde la crisis financiera mundial de 2008.

dívida pública

Países Endividados

Japón es el país más endeudado del mundo para enero de 2015, ya que su deuda pública alcanzó un 245,5% del PIB nacional, revela ‘Der Spiegel’. Al mismo tiempo, casi todos los principales países industrializados encabezan la lista, como EE.UU. (105,1%), Reino Unido (93,1%), Canadá (86,8%) o los países europeos.

En la Unión Europea, los más endeudados son Grecia, con una deuda pública del 171% de su PIB, seguida por Italia (136,4%), Portugal (128,7%), Irlanda (111,7%), Bélgica (101,7%), España (101,1%) y Francia (97,7%).

La deuda pública en % del PIB (para el enero de 2015) RT
Por otra parte, entre los países del BRICS, la mayoría de sus integrantes tienen una deuda pública menor al 50% del PIB. Entre dichos países la deuda más baja para enero de 2015 la tiene Rusia (16,5%), seguida por China (41,8%), Sudáfrica (50,8%), la India (59,5%) y Brasil (65,6%).

Evolução da Dívida

Evolução da Dívida

En relación a la evolución de la deuda pública, el siguiente mapa muestra que los países más ‘golpeados’ por la crisis que dio inicio en el año 2008, son Japón, EE.UU. y la mayoría de los países europeos (sobre todo, Irlanda, España, Grecia y Portugal). La deuda de Rusia aumentó un 7,9% y la de China, un 7%. La deuda de casi todos los países latinoamericanos aumentó de manera insignificante, mientras que Panamá, Perú y Bolivia lograron reducirla en 10,4%; 12,7% y 13,4% respectivamente.

La evolución de la deuda pública en % (2007-2015) RT
Lea también: Cartógrafos financieros trazan un nuevo mapa de Europa basándose en la deuda de cada país

abril 9, 2015 Posted by | Espanhol | , | Deixe um comentário

Países com mais dívidas no mundo

Países Endividados

Países Endividados

Saiba quais os países têm o maior índice de dívida pública em relação ao PIB de 2015 e quais as regiões ‘sofreram’ mais desde a crise financeira global de 2008.

dívida pública

Países Endividados

O Japão é o país mais endividado do mundo em janeiro de 2015, já que sua dívida pública chegou a 245,5% do PIB nacional, segundo o ‘Der Spiegel’. Ao mesmo tempo, quase todos os principais países industrializados estão no topo da lista, como os EUA (105,1%), Reino Unido (93,1%), Canadá (86,8%) e os países industrializados europeus.

Na União Europeia, os mais endividados são: Grécia, com uma dívida pública de 171% do seu PIB; seguido pela Itália (136,4%); Portugal (128,7%); Irlanda (111,7%); Bélgica ( 101,7%); Espanha (101,1%) e França (97,7%).

Além disso, entre os BRICS países, a maioria dos seus membros têm menos de 50% da dívida pública PIB. Entre esses países a menor dívida em janeiro de 2015 tem a Rússia (16,5%), seguido por China (41,8%), África do Sul (50,8%), Índia (59,5%) e Brasil ( 65,6%).

Em relação à evolução da dívida pública, o mapa abaixo mostra que os países mais ‘afetados’ pela crise que começou em 2008, são o Japão, EUA e a maioria dos países da Europa (principalmente a Irlanda, Espanha, Grécia e Portugal). Dívida russa aumentou 7,9% e a Chinesa, 7%. A dívida de quase todos os países latino-americanos teve aumento insignificante, enquanto o Panamá, Peru e Bolívia conseguiram reduzir em 10,4%; 12,7% e 13,4%, respectivamente.

Evolução da Dívida

Evolução da Dívida

Comentário: Lembrando que o Brasil liquidou sua dívida com o FMI, que cobrava uma taxa de juros irrisória mas que estava interfirindo demais nas políticas internas do país, deixando o resto da dívida com o Banco Mundial, pagando uma das maiores taxas do mundo, inclusive maior que países super endividados como o Japão, o motivo de o país pagar a maior taxa eu nem vou falar aqui. Aliás, o país paga a maior taxa de juros da dívida interna também, baseada em títulos da dívida pública SELIC.

A dívida pública é o conjunto das dívidas externas + dívidas internas.

Fonte: RT-TV

Comentário by Jânio

Países mais pobres do mundo

Melhores cidades para viver

abril 9, 2015 Posted by | curiosidades | , , | 7 Comentários

Cinco países com policiais desarmados

Baixa Criminalidade

Policiais Desarmados

Os policiais do Reino Unido, Islândia, Nova Zelândia, Irlanda e Noruega, não carregam armas de fogo no serviço. Todos esses países têm taxas de criminalidade mais baixas que os EUA, que conta com uma das policias mais bem armadas do mundo.

A sociedade americana já se acostumou com policiais armados, inclusive usando tais armas. No entanto, há países ocidentais mais seguros onde esta prática é considerada uma provocação e uma violação da lei, segundo o ‘The Washington Post’.

Um terço da população da Islândia possui rifles de caça, o que não significa que a polícia permita o porte de armas de fogo. Em 2013 foi registrado o primeiro caso de morte de um cidadão islandês, morto por um polícial, segundo o “Christian Science Monitor”.

O serviço de patrulha desarmada é uma realidade para os oficiais britânicos em todo o país, exceto na Irlanda do Norte. Em 2013, enquanto os policiais cometeram 461 “homicídios justificados” nos EUA, no Reino Unido não havia sido registrado nenhum caso semelhante.

Países Violentos

Países Tranquilos

A maioria dos policiais da Irlanda nem sequer são treinados com armas de fogo: Apesar disso, o país tem índices de criminalidade muito mais baixos do que os EUA.

Na Nova Zelândia “apenas cerca de doze policiais, todos sênior, federais, tem o direito de portar armas de fogo em qualquer ocasião”, segundo Philip Alpers, Professor na Escola de Saúde Pública, em Sydney. No entanto, neste país “é mais perigoso ser agricultor do que ser um policial”.

Os assassinatos são extremamente raros na Noruega. Embora a sociedade deste país escandinavo tenha sido desmoralizada após o ataque do nacionalista Anders Breivik, que matou 77 pessoas em 2011, a tradição de patrulhas policiais sem armas foi preservada neste estado, um dos mais seguros do mundo.

Fonte – RT-TV

O primeiro país só de milionários

Psicopata extremista de direita

Melhores países para viver segundo o IDH 2,013

Melhores cidades para ricos

 

fevereiro 21, 2015 Posted by | curiosidades, Migração | , , , , , , | Deixe um comentário

Los 5 países com la criminalidad más baja

Los agentes policiales en el Reino Unido, Islandia, Nueva Zelanda, Irlanda y Noruega no llevan armas de fuego al realizar labores de patrulla. Todos estos países tienen tasas de criminalidad inferiores a las de EE.UU., que cuenta con uno de los servicios policiales más armados del mundo.

La sociedad estadounidense ya se ha acostumbrado a que los agentes de Policía lleven armas de fuego y las usen. Sin embargo, existen países occidentales más seguros donde esta práctica es considerada una provocación y una violación de la ley, constata ‘The Washington Post’.

Un tercio de los residentes de Islandia posee rifles de caza, lo que no obsta para que a los policías no les permita portar armas de fuego. En 2013 fue registrado el primer caso de muerte de un ciudadano islandés abatido por un representante de las fuerzas del orden, según ‘Christian Science Monitor’.

La práctica del patrullaje sin armas es una realidad para los oficiales británicos en todo el país excepto en Irlanda del Norte. En 2013, mientras los agentes policiales cometieron 461 “homicidios justificados” en EE.UU., en el Reino Unido no había sido registrado ni un caso semejante.

La mayor parte de los oficiales de la Policía de Irlanda ni siquiera están entrenados en el uso de armas de fuego: a pesar de ello, el país tiene índices de criminalidad mucho más bajos que en EE.UU.

En Nueva Zelanda “solo una docena de policías, todos de alto rango a nivel nacional, tiene derecho a llevar armas de fuego en cualquier ocasión”, afirmó Philip Alpers, profesor de la Escuela de Salud Pública en Sídney. Sin embargo, en este país “es más peligroso ser agricultor que oficial de Policía”.

Los asesinatos son extremadamente raros en Noruega. A pesar de que la sociedad de este país escandinavo quedó desmoralizada después del atentado cometido por el nacionalista Anders Breivik, que acabó con la vida de 77 personas en 2011, la tradición del patrullaje policial sin armas se ha conservado en este Estado, uno de los más seguros del mundo.

Fonte: RT-TV

fevereiro 21, 2015 Posted by | curiosidades | , , | Deixe um comentário

Placar dos primeiros jogos da Copa

Nações da Copa

A primeira rodada da Copa do Mundo do Brasil de 2.014 ainda está na metade, apenas quatro grupos participaram, mas as surpresas já surgiram. Isso é curioso porque ainda estamos na fase classificatória do torneio, ou seja, uma derrota ainda não significa desclassificação imediata. O que todo mundo concorda é que as novas estrelas ainda não brilham tanto quanto brilhariam fora da copa.

Apesar de ninguém ter entendido o massacre sofrido pela Espanha diante da Holanda, uma goleada capaz de abater qualquer equipe, já que nem os países com menos tradição sofrem goleadas tão notáveis, eu tenho a minha própria teoria: o clima do Brasil.

Apesar de o Brasil ser muito conhecido pelo seu clima ameno do Sul e Sudeste, onde até há pouco tempo circulavam as maiores riquezas e investimentos, o país é muito maior no Norte, e nem precisa ser um bom observador para notar isso. E é no Norte também que as temperaturas aumentam, principalmente no meio do dia, com o Sol forte.

Por outro lado, a Holanda já deixou suas marcas em nossa história, naquela região, isso poderia explicar a resistência desse time europeu em Salvador. Vejam o caso da Costa Rica, outro país acostumado com esse clima e que foi beneficiado por isso, além de saber jogar bola, é claro. Pior para o Uruguai que veio das terras frias do Sul para amargar uma derrota surpreendente.

Costa Rica em primeiro lugar no grupo da morte poderia eliminar prováveis adversários do Brasil para a final, já que o Brasil já está acostumado com esse calor, apesar do caminho ser longo.

Agora o Brasil pega o México e, pelo placar de 1 a 0, o México demonstra apresentar uma estratégia defensiva, o que poderia complicar a vida do Brasil. Mas, tudo bem, o Felipão sabe como preparar uma boa marcação e pode se defender bem também. Além disso, apesar de eu não ter visto o jogo do México, o Brasil tem um ataque razoável, já que Neymar chama muita marcação, deixando os outros livres.

Fazer um bom jogo contra o México será muito importante para o Brasil, já que Camarões possui um futebol diferente e imprevisível, pelo fato de ser da África, mesmo com seus jogadores atuando na Europa.

Entre os latino-americanos, só o Uruguai decepcionou até agora. Fora da América, a decepção ficou por conta da Espanha, fora isso, o futebol é coisa de latino ainda.

Um jogo que ainda é aguardado com muita espectativa nessa primeira rodada é a partida entre a Alemanha e Portugal. Rússia e Coréia do Sul também desperta interesse, apesar do futebol ser uma caixinha de surpresas em qualquer jogo, principalmente em um Copa do Mundo.

A maior goleada esperada nessa rodada será entre a Argentina e a humilde Bósnia que já reconheceu que o importante é participar.

Não dá para entender como o Japão, depois de ter o jogo totalmente controlado no primeiro tempo, leva dois gols em dois minutos. Assim não dá para ganhar uma Copa do mundo, não é mesmo?

Resultado dos quatro grupos na primeira rodada:

GRUPO A:

Brasil 3 Croácia 1
México 1 Camarões 0

GRUPO B

Espanha 1 Holanda 5
Chile 3 Austrália 1

GRUPO C

Colômbia 1 Grécia 0
Costa do Marfim 2 Japão 1

GRUPO D

Uruguai 1 Costa rica 3
Inglaterra 1 Itália 2

By Jânio

Copa do Mundo no Brasil 2.014

Cientistas pesquisam a derrota da Espanha para Holanda

Brasil vence Croácia por 3 a 1

junho 15, 2014 Posted by | esportes | , , , , , | 12 Comentários

Países para onde os americanos fogem

países para americanos

Emigração Americana

Nos últimos anos, mais pessoas migraram dos EUA para a Austrália, Brasil e Alemanha, de acordo com a UniGroup Relocation, uma empresa de mudança.

Esses três países receberam mais pessoas dos EUA nos últimos 2 ou 3 anos, segundo a UniGroup, que não revela detalhes sobre os números exatos sobre as nacionalidades dos imigrantes, por isso não se pode saber com exatidão se as pessoas que se deslocam para esses países tem raízes lá e querem voltar para a terra de seus antepassados, ou se são americanos que emigram.

Alemanha e Austrália tiveram “superávit” de norte-americanos em 2013 e 2012, e no Brasil, o “superávit” ocorreu em 2012 e 2011. Os lugares que experimentaram um fluxo de americanos pelo menos uma vez nos últimos três anos são a China, Suíça, Chile, Emirados Árabes Unidos, Hong Kong, Itália e Japão.

No ano passado, os EUA experimentaram um grande aumento no fluxo de cidadãos e residentes para outros países. Um total de 2.999 pessoas rejeitaram sua residência ou cidadania americana em 2013, três vezes mais do que no ano anterior, quando 932 pessoas fizeram o mesmo.

Fonte: RT-TV

Comentário: Esse número ainda não é tão alarmante como seria, caso as pessoas conhecessem a realidade econômica dos EUA, Inglaterra e outros países ricos, que é gravíssima.

Os americanos mais ricos, orientados por seus assessores, consultores e empresários, já enviaram suas fortunas para o exterior há muito tempo. Recentemente, alguns famosos conhecidos abandonaram o país, entre eles, Terry gillan, Tina Turner e Eduardo Saverin. Eduardo é o brasileiro co-fundador da Facebook, aquele que ganhou uma fortuna não revelada contra Mark Zuckerberg, e enviou todo o dinheiro para Cingapura. Gillan é o famoso ator, diretor e roteirista do famoso grupo inglês Monty Python do cinema.

Naturalmente, a CIA já está investigando a migração de fortunas para fora do país, inclusive, pensando em taxar fortunas de americanos que mantém seu dinheiro nos paraísos fiscais.

Para fugir dos impostos altos, as maiores empresas americanas tem migrado sua produção para o exterior, como a montagem de eletro-eletrônicos na China, cinema no México e Canadá. As maiores séries de TV das últimas décadas, Smallville e X-files, foram feitas no Canadá. Atualmente, os filmes americanos são feitos mais no Canadá que nos EUA, até o Brasil tem participado de pós-produção.

Não, os EUA não vão acabar por causa da crise econômica, erros estratégicos e globalização. Os EUA ainda tem chance de se livrar de toda essa sujeira na qual estão envolvidos, mas será difícil. Acontece que o novo império surgiu da indústria armamentista e, vendo por esse lado, a Rússia e Hitler foram os maiores parceiros no desenvolvimento da América, sem se esquecer de Osama Bin Laden, naturalmente.

Assim como na Alemanha nazista, os EUA ainda tem o maior exército e o mais PIB. O problema é que os gastos em guerra são a causa da sua ruína. O IDH americano parece bom, mas a metade são pessoas marginalizadas e sem nenhuma assistência estatal, lembrando o Império Romano.

Os EUA deixarão o topo dos ricos, em seu lugar ficará a China, tendo a Rússia a seu lado, naturalmente. Uma parceria que lembra a Inglaterra e EUA, nos últimos 100 anos.

A Inglaterra está falida e seus economistas cometendo suicídio, mas o Império Britânico possui países riquíssimos, como a própria Austrália, para onde os americanos estão emigrando, e o Canadá, país que está pagando verdadeiras fortunas pela nova tendência capitalista, as Star-ups.

O capitalismo não pode falir simplesmente porque a China, maior beneficiária do momento, está com mais de 1,5 trilhão de dólares em reservas e, para se livrar dessa bomba, caso o capitalismo quebrasse, passou a financiar seus parceiros econômicos estratégicos, como os latino-americanos de esquerda, fornecedores de matérias-primas e os africanos que, além de serem fornecedores de matérias-primas, também estão entrando no mapa econômico mundial ao lado da China, inclusive aprendendo a falar mandarim.

Por outro lado, os EUA tem as reservas de ouro do mundo inteiro, responsáveis por avaliar as moedas de cada país, tudo guardado em depósitos do Banco Central Mundial. A Alemanha já requisitou a sua reserva, mas os EUA se negaram a entregar.

Alguns países em conflitos com os EUA, vítimas de boicote, já começam a usar petróleo como moeda. O petróleo não é a única moeda possível, sob o ponto de vista macro-econômico.

A última tendência adotada pela UE, pretende introduzir as drogas e a prostituição como parte oficial do PIB. O mundo deverá mudar mais rapidamente, com a ajuda da TI, e não haverá guerra e nem censura suficiente para pará-la. Cada pessoa será cada vez mais responsável pelo seu destino, sua vida e dinheiro.

Comentário: By Jânio

Economia européia vai incluir prostituição e drogas ao PIB

O erro americano

O fim do império americano

fevereiro 17, 2014 Posted by | Internacional, Migração | , , , , | 2 Comentários

Ranking dos melhores países em educação

Top países da educação

Ranking da Educação

Eu sempre me pergunto o que leva os países desenvolvidos a convidar o Brasil para essas avaliações. Será que o Brasil merece mesmo essa honrosa participação?

O destaque com certeza é da Ásia, dona das sete primeiras posições. Outro destaque não poderia deixar de ser a China, mas são regiões específicas, demonstrando o sucesso da descentralização de regiões independentes, administrativamente, em meio ao centralizado imperialismo chinês.

E, por falar em regiões independentes da China, é bom ressaltar que os países pequenos tem tido desempenhos bem melhores que os países grandes, a descentralização da gestão pública é fundamental para o desenvolvimento de um país.

Ranking PISA dos melhores países na educação:

01 – Shanghai – China – 613 – 570 – 580

02 – Singapore – 573 – 542 – 551

03 – Hong Kong – China – 561 – 545 – 555

04 – Chinese Taipei – 560 – 523 – 523

05 – Korea – 554 – 536 – 538

06 – Macao-China – 538 – 509 – 521

07 – Japan – 536 – 538 – 547

08 – Liechtenstein – 535 – 516 – 525

09 – Switzerland – 531 – 509 – 515

10 – Netherlands – 523 – 511 – 522

11 – Estonia – 521 – 516 – 541

12 – Finland – 519 – 524 – 545

13 – Canada – 518 – 523 – 525

14 – Poland – 518 – 518 – 526

15 – Belgium – 515 – 509 – 505

16 – Germany – 514 – 508 – 524

17 – Viet Nam – 511 – 508 – 528

18 – Austria – 506 – 490 – 506

19 – Australia – 504 – 512 – 521

20 – Ireland – 501 – 523 – 522

21 – Slovenia – 501 – 481 – 514

22 – Denmark – 500 – 496 – 498

23 – New Zealand – 500 – 512 – 516

24 – Czech Republic – 499 – 493 – 508

25 – France – 495 – 505 – 499

26 – United Kingdom – 494 – 499 – 514

27 – Iceland – 493 – 483 – 478

28 – Latvia – 491 – 489 – 502

29 – Luxembourg – 490 – 488 – 491

30 – Norway – 489 – 504 – 495

31 – Portugal – 487 – 488 – 489

32 – Italy – 485 – 490 – 494

33 – Spain – 484 – 488 – 496

34 – Russian Federation – 482 – 475 – 486

35 – Slovak Republic – 482 – 463 – 471

36 – United States – 481 – 498 – 497

37 – Lithuania – 479 – 477 – 496

38 – Sweden – 478 – 483 – 485

39 – Hungary – 477 – 488 – 494

40 – Croatia – 471 – 485 – 491

41 – Israel – 466 – 486 – 470

42 – Greece – 453 – 477 – 467

43 – Serbia – 449 – 446 – 445

44 – Turkey – 448 – 475 – 463

45 – Romania – 445 – 438 – 439

46 – Cyprus – 440 – 449 – 438

47 – Bulgaria – 439 – 436 – 446

48 – United Arab Emirates – 434 – 442 – 448

49 – Kazakhstan – 432 – 393 – 425

50 – Thailand – 427 – 441 – 444

51 – Chile – 423 – 441 – 445

52 – Malaysia – 421 – 398 – 420

53 – Mexico – 413 – 424 – 415

54 – Montenegro – 410 – 422 – 410

55 – Uruguay – 409 – 411 – 416

56 – Costa Rica – 407 – 441 – 429

57 – Albania – 394 – 394 – 397

58 – Brazil – 391 – 410 – 405

59 – Argentina – 388 – 396 – 406

60 – Tunisia – 388 – 404 – 398

61 – Jordan – 386 – 399 – 409

62 – Colombia – 376 – 403 – 399

63 – Qatar – 376 – 388 – 384

64 – Indonesia – 375 – 396 – 382

65 – Peru – 368 – 384 – 373

Countries and economies are ranked in descending order of the mathematics mean score in PISA 2012

Fonte: inep.gov.br

Países com mais mentes brilhantes

Melhores países em IDH

dezembro 4, 2013 Posted by | curiosidades | , , , , , , | 1 Comentário

Mapa do racismo

populações mais racistas

Mapa do Racismo

Um estudo sociológico realizado durante décadas, revela que os países das Américas, Escandinávia e Austrália são os menos racistas do planeta, como demonstra um mapa publicado pelo The Washington Post.

Um grupo de economistas suecos queria analisar se a liberdade econômica influi na tolerância das nações mediante uma pesquisa “World Values Survey”. Os entrevistados de mais de 80 países tinham de dizer que tipo de vizinhos não gostariam de conviver.

Curiosamente, Hong Kong e Bangladesh mostraram, segundo a pesquisa, serem os mais racistas do planeta, segundo concluíram os investigadores, já que ali mais de 71% dos entrevistados se negaram a viver com pessoas de uma raça distinta da sua. Em seguida estão: Jordânia, com 51,4% de pessoas que deram essa mesma resposta, e a índia (43,5%).

Ao contrário dos países citados, o continente americano, Escandinávia e Austrália são as regiões mais tolerantes. Na maioria desses países, os entrevistados que não querem vizinhos de outras raças não passa de 5%.

Ainda que o estudo não tenha descoberto nenhuma relação entre o racismo e a liberdade econômica dos países, a pesquisa mostrou que os países com economias abertas são mais tolerantes com as minorias sexuais.

Entretanto, os autores da pesquisa afirmam que o estudo pode não refletir 100% da realidade, porque, ao responder as perguntas, as pessoas podem ser mais ou menos sinceras, por diferentes razões.

Fonte: RT-TV

Gestado – Choque de raças

Ensinando a deixar de ser racista

Natureza em branco

Não temos vagas para todos

maio 19, 2013 Posted by | curiosidades | , , , , , | Deixe um comentário

Países que mais leem blogs brasileiros

leitores estrangeiros

Leitores de Blogs

Leitores de blogs brasileiros

01 – Brasil – 884.650 visitas

02 – Estados Unidos – 18.901

03 – Portugal – 17.343

04 – Japão – 5.381

05 – Rússia – 3.397

06 – Polônia – 2.859

07 – Alemanha – 2.427

08 – Reino Unido – 1.287

09 – Espanha – 739

10 – França – 626

Pesquisa baseada no blog Buscando Mudanças

Países com mais brasileiros

maio 11, 2013 Posted by | blogosfera | , , , , | 1 Comentário

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Marca Livro

A arte de criar histórias em prosa ou verso

bastet - protetora dos gatos

todos os animais merecem o céu e os gatos principalmente

Blog CIN 5018

Informatização de Unidades de Informação

The Promise Carrier

Ebrael's official website in English.

detudosobretudoblog

Este site vai aborda todos os temas voltado para as mulheres

Letícia Giacometti Ribeiro

O diário de uma estudante de Jornalismo

Caminho Alternativo

Geopolítica, atualidades e opinião

Escrita em Foto

Colunas, textos, fotografias; a vida de alguém que busca mais do que apenas viver.

%d blogueiros gostam disto: