Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Vida inteligente

busca de resposta

Não, eu não vou falar da vida inteligente em si, mas de possibilidades. Talvez nós, os seres humanos, não estejamos preparados para as respostas as quais buscamos.

Grandes nomes de nossa civilização passaram por experiências que dariam uma boa base de estudo sobre a natureza do Universo e a nossa própria, mas muita coisa nem ficou registrado, como foi o caso das idéias de Sócrates. Em alguns casos, história, ficção e religião se confundem nas palavras de uma pessoa cuja vida ninguém conhece, Homero.

Por outro lado, a vida de Jesus Cristo tornou-se um exemplo, uma nova forma de filosofia viva, composta por gestos, atos e palavras. Se Homero desvendava o mundo a sua volta, Jesus fazia parte desse mundo.

Jesus disse claramente que o seu reino não era desse mundo, mas não descreveu com muita clareza o seu reino.

Hoje, muita gente fala sobre o reino dos céus, mas poucas pessoas se arriscam a dizer como seria. Algumas pessoas descrevem o paraíso como aquele descrito pela história de Adão e Eva, um mundo do qual eles foram expulsos.

Analisar o céu como o paraíso de Adão e Eva, uma volta às origens, parece uma ideia extremamente fundamentalista, por outro lado, a teoria da evolução, de Darwin, revelou-se desastrosa.

Dizem que o paraíso de Adão e eva era uma região da Terra, mas isso não simplifica em nada, tampouco traz respostas.

Há um relato onde satanás teria oferecido muitas riquezas a Jesus, em troca de sua alma, mas esse tipo de paraíso não seduziu o filho do Homem.

A grande paranoia de uma invasão do planeta por ETs, poderia ser uma conspiração armamentista, afinal, durante os anos de guerra, essa paranoia rendeu muita polêmica, comandada por Orson Wells.

Essa paranoia sobre ETs, apresenta uma visão bastante simplista sobre a vida inteligente fora da Terra, mas isso é natural também. Essa visão está relacionada ao medo que os países ricos sempre tiveram de uma ameaça externa.

Para quem achava que Hitler era louco, ao criar suas conspirações malucas e oportunistas, o que dizer dos americanos que venderam, e vendem, essas idéias paranoicas de ETS, em larga escala.

A ideia de ETs, se analisada de maneira mais ampla, pode até ter credibilidade científica, como de fato tem. Pelo menos uma teoria é categórica em afirmar que a vida na terra poderia ter origem em organismos que teriam chegado aqui em cometas.

Vendo dessa forma, o homem não teria sua origem nesse planeta, mas fora dele, e isso tornaria toda a nossa curiosidade a respeito da origem da vida, inútil.

Jesus Cristo nasceu de forma misteriosa, sua morte ainda é um grande mistério, já que o corpo desapareceu. Considerando-se que alguém fique quarenta dias e quarenta noites sem comer e sem beber – isso parecia impossível, antes do terremoto do Haiti, mas não é mais – a morte dele na cruz passa a ter uma importância simbólica.

Considerando-se os seus milagres, carregar uma cruz não seria uma tarefa das mais difíceis, exceto se carregar a própria cruz tivesse uma grande importância como ritual, como a entrega de seu corpo aos homens também teve.

Pelo que o homem conhece sobre si, o melhor é nunca esquecer as palavras de Sócrates “Só sei que nada sei”, ou, “conhece-te como a ti mesmo.”

A biologia costuma nos surpreender, apresentando fatos surpreendentes, onde seres vivos de cérebro minúsculos, como as formigas e as abelhas, apresentam uma sociedade mais disciplinada, simples e eficiente que a nossa, sem nenhuma guerra para conseguir isso. Assim, começamos a duvidar do conceito tradicional de inteligência.

O Homem conseguiu fazer tudo o que os outros seres vivos já faziam, algumas coisas certas e outras erradas. Conseguiu derrubar árvores como elefantes, arar as terras como os cavalos e gado, e conseguiu até voar e nadar, com seus aviões e navios.

Mesmo assim, visto dos espaço, qualquer extraterrestre veria apenas uma pequena bactéria aqui.

Como os dinossauros não sobreviveram, acredito que nenhum extraterrestre gigantesco teria interesse por nós.

E os extraterrestres microscópicos, como na teoria da origem da vida, onde organismos teriam chegado até aqui através dos cometas?

A biologia também afirma que há uma batalha sendo travada, de um lado os micro organismos e de outro o ser humano, nenhum dos dois teria conseguido vencer essa guerra, adaptando-se harmoniosamente entre eles.

Os bebês já nascem com seus pequenos corpos cheios de bactérias, transmitidas pelas suas mães. Somente nossa língua, possui milhões de bactérias, inclusive com sua própria função em nosso organismo.

Na incapacidade de viajar fisicamente pelos confins desconhecidos das galáxias, o ser humano cria telescópios cada vez mais potentes, descobrindo mistérios e abrindo o manto obscuro do desconhecido.

Através dos microscópios, o ser humano, antes prisioneiro da quarta dimensão, libertou-se, rompendo finalmente as barreiras do tempo e do espaço.

… mas os maiores mistérios ainda se encontram aqui na Terra, e os maiores perigos também.

Na antiguidade o ser humano conheceu um ser vivo muito especial, dotado de super-poderes, super-sentidos que ajudaram muito em nossas conquistas. Através dos cachorros, adquirimos super-olfato, super-gustação, super-audição, super-tato e até alguns poderes extra-sensoriais que ainda não sabemos que os cães tem.

Segundo algumas crenças, o cão consegue até sentir a chegada da morte e, como melhor amigo do ser humano, avisa.

Rompendo as barreiras do tempo e do espaço, conseguindo até prever a chegada da morte, o ser humano ultrapassou também a barreira entre a vida e a morte, e os espíritos dos mortos foram libertados de sua solidão eterna, podendo inclusive visitar os vivos.

Talvez até influenciados por essas novas possibilidades, os seres humanos criaram novas teorias, como a teoria das cordas e da relatividade, Bohr e Einstein, respectivamente.

Agora, já não temos mais as respostas, pelo contrário, mais dúvidas surgem, tornando as palavras de Sócrates muito mais presentes em nossa filosofia de vida. Surge também uma pergunta: As imagens de pessoas recém falecidas são fantasmas, ou são as próprias pessoas rompendo as barreiras do tempo e do espaço, da vida e da morte, ultrapassando dimensões e viajando de volta a vida, em busca de respostas?

By Jânio

abril 5, 2012 Posted by | Reflexões | , , , , , , , , | Deixe um comentário

O acesso a páginas bloqueadas ou apagadas é possivel

page cannot be found

Página Bloqueada

Quando uma pessoa dá os seus primeiros passos na internet, os sistemas de buscas são fundamentais para sua utilização.

Dentre todos os sites de buscas, o site que se destaca é o Google, que, ao lado do Yahoo oferece as melhores performances de buscas, além de ser o mais popular.

Para usuários iniciantes, uma busca simples já é suficiente: Digita-se uma palavra;  e clica-se em buscar, Go ou Search, para que  o processo de busca se inicie.

Com o tempo, a internet passa a fazer parte do cotidiano desses usuários, novas possibilidades surgem.

Encontrar um documento específico na internet, é um milhão de vezes mais difícil que encontrar uma agulha num palheiro, ou seja, é impossível se achar com técnicas simples.

Nesses casos, vale mais a experiência do internauta.

Buscas no Diário Oficial da União, por exemplo, é um martírio.

Se temos um texto anterior, no caso de uma lei, por exemplo, fica mais fácil.  Digitamos frase por frase, no buscador, até ele retornar algo aproveitável, a partir daí, é só filtrar pela data atual.

Pronto, encontramos a nova lei, baseado no texto da antiga lei que já tínhamos, em menos de dois ou três minutos.

Apesar de não ser familiarizado com todas as técnicas avançadas de busca – não me interesso muito por técnicas crackers, por exemplo – eu tenho o meu estilo, e aproveito todas as possibilidades de busca que eu considero úteis.

Um dos primeiros artigos que eu escrevi para internet, como não poderia deixar de ser, foi sobre buscas: “1/4 dos usuários mais inteligentes do Google, não sabem utilizar a lógica booleana.”

Muitas vezes não utilizamos a lógica booleana por pura preguiça mesmo, mas eu tenho notado que os sistemas de busca tem dificultado alguns tipos de busca avançadas, justamente para poupar/economizar nos servidores.

Além da lógica booleana, já falamos da importância das buscas avançadas:

Por data: Fundamental para que os usuários acompanhem os fatos disponíveis na internet, em tempo real. Tempo real, aliás, que recebeu a importância que merecia só depois do advento da Twitter.

Pesquisas avançadas por data, são ideais para acompanhar a política, em seus momentos cruciais, ou até a evolução desses fatos, como foi o caso da gripe influenza, caso Isabella nardoni, etc.

Pesquisas por imagens: Quando clicamos em imagens, no Google, iniciamos nossas buscas por imagens, com uma simples configuração de formato/tamanho, podemos encontrar a imagem no tamanho exato que queremos. Podemos ver o “peso” dessa imagem, em nosso bolso, observando sua resolução em kbytes, e também o tipo de arquivo: JPG, GIF, PNG, etc.

Minhas recém descobertas foram na opção “cache”, não que eu não soubesse de sua utilidade. A Polícia Federal utiliza a busca no “cache” para encontrar o que já foi apagado da internet, mas não é só para a Polícia Federal que isso tem utilidade.

Muitos usuários mais espertos, publicam determinado conteúdo, em seguida apagam, mantendo apenas no cache. Seus usuários, evidentemente, só terão acesso se conhecerem essa técnica de busca.

Quando a plataforma WordPress iniciou sua indexação de imagens, de maneira mais otimizada, notei que muitas imagens minhas foram para o topo. Cheguei a escrever um post intitulado “indexação às avessas”.

A razão, é claro, pelo fato de grande parte dos visitantes de meu blog, estarem acessando o site através da busca por imagens. Foi nessa época que eu descobri a primeira forma de acessar sites bloqueados pelos navegadores – Sabe aquela mensagem: “Seu navegador não conseguiu localizar essa página, ela pode ter sido deletada ou encontrar-se em um novo endereço.”

Apesar de acessar sites bloqueados pelos navegadores, através das imagens, algumas vezes isso não funcionava. São raros os casos, mas acontece.

Nesse caso, você pode usar o cache – É isso mesmo! – além de acessar conteúdo que já foi deletado/apagado, podemos acessar sites bloqueados, através do cache.

Eu sempre associava o cache do Google, com a memória do computador, sempre fazemos isso em programação para a internet.

A Google cria todas suas ferramentas online, baseadas em sua busca, isso barateia os custos dos servidores. Isso pode acontecer com o Google Suggest, aquele que complementa a frase buscada, ou utilizando o cache.  

Há vantagens da Google em seu cache on line, onde podemos visitar páginas apagadas ou bloquedadas, mesmo sem nunca termos visitado tal página, o que significa que não está no cache do computador.

Leia mais:

https://icommercepage.wordpress.com/2008/04/06/14-dos-usuarios-mais-inteligentes-do-google-ignoram-a-logica-booleana/

https://icommercepage.wordpress.com/2010/04/28/indexacao-de-paginas-as-avessas/

By Jânio

outubro 22, 2010 Posted by | internet | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 17 Comentários

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: