Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Como prevenir a violência e o assédio contra as mulheres

março 7, 2018 Posted by | Política | , , | Deixe um comentário

Obesidade abdominal gera mais risco de AVC isquêmico em mulheres, diz estudo

Acidente vascular cerebral

Da Agência EFE

A obesidade abdominal aumenta o risco de sofrer um acidente vascular cerebral (AVC) isquêmico, principalmente em mulheres, enquanto um maior índice de massa corporal (IMC) age como fator de proteção nos homens, de acordo com um estudo liderado pelo Hospital do Mar, em Barcelona, na Espanha.  A informação é da Agência EFE.

Conforme a investigação, que teve a participação de 388 pacientes com isquemia e 732 voluntários saudáveis, a obesidade abdominal seria uma medida melhor para prever o risco de isquemia do que o IMC, sobretudo nas mulheres. Os resultados foram publicados na revista European Journal of Neurology.

O trabalho encabeçado pelos neurologistas Ana Rodríguez e Jaume Roquer, concluíram que as medidas de gordura abdominal servem para prever o risco de sofrer um AVC. O acidente vascular cerebral isquêmico (AVCI) acontece quando uma parte do cérebro deixa de receber sangue subitamente pelo fechamento de alguma de suas artérias. Segundo os pesquisadores, entre os fatores de risco estão as interações ambientais, genéticas e sistêmicas, como a obesidade.

Roquer explicou que geralmente as mulheres apresentam uma maior percentagem de gordura corporal, mas o acúmulo na zona abdominal é mais comum nos homens e propõe medir a obesidade abdominal em vez de avaliar a gordura corporal global através do IMC para prever o risco de isquemia.

“O motivo é que o perímetro de cintura reflete melhor o grau de adiposidade do que o IMC, principalmente no sexo feminino. Dados estatísticos mostram que um maior IMC previne o risco de AVC em homens, o que concorda com o denominado ‘paradoxo da obesidade ‘, que relaciona a obesidade com uma menor mortalidade e recorrência de isquemia”, detalhou Ana Rodríguez.

A neurologista acrescentou que a obesidade abdominal, considerada independentemente do IMC, constitui um fator de risco para ambos os sexos, embora muito mais acentuado nas mulheres.

“O IMC não é um indicador confiável para o prognóstico do risco de isquemia, já que informa o peso, mas o peso pode ser devido à gordura – que é a que aumenta o risco de ter isquemia – e a massa magra. Pessoas muito corpulentas e com muita massa muscular podem ter um IMC muito elevado e não ter gordura”, afirmou ela.

Nesta investigação, os médicos calcularam o IMC e a obesidade abdominal – esta última, mede a circunferência da cintura e a relação cintura/altura – dos 1.120 participantes. Tantos os pacientes quanto o grupo de controle mostraram IMCs parecidos, embora a circunferência de cintura e a relação cintura/altura fossem maior nos pacientes com isquemia.

Até agora, estudos anteriores tinham associado claramente a obesidade com doenças cardiovasculares, mas não com o risco de AVC isquêmico.

Agência Brasil
 

maio 11, 2017 Posted by | Saúde | , , | Deixe um comentário

Desemprego atinge 18,3% das mulheres e 15,5% dos homens em São Paulo

Ludmilla Souza – Repórter da Agência Brasil
Indústrias
Desemprego é maior entre as mulheresArquivo/ABr

As mulheres continuam a sofrer mais do que os homens com o desemprego do que os homens na Região Metropolitana de São Paulo. Embora a falta de postos de trabalho atinja ambos os sexos pelo terceiro ano consecutivo, para elas, a taxa de desocupação passou de 14,3%, em 2015, para 18,3%, em 2016, a mais alta desde 2007. Entre os homens, a taxa passou de 12,2% para 15,5%, a maior desde 2005.

Os dados abordam a inserção da mulher no mercado de trabalho e compõem a Pesquisa de Emprego e Desemprego na Região Metropolitana de São Paulo (PED-RMSP), realizada pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE), Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade) e parceiros regionais.

As mulheres representam um pouco mais da metade do total de desempregados da Região Metropolitana de São Paulo (51,1%, em 2016), segundo a pesquisa. A taxa de desemprego das mulheres é, tradicionalmente, superior à dos homens. A diferença entre os segmentos em 2016 foi de 2,8 pontos porcentuais e voltou a crescer. Em 2015. foi de 2,1 pontos percentuais.

Maioria no mercado

A pesquisa mostrou também que a presença de mulheres no mercado de trabalho permanece praticamente estável, entre 2015 e 2016, ao passar de 55,4% para 55,3%. Segundo a pesquisa, essa taxa vem mostrando poucas alterações nos últimos anos, após crescimento observado principalmente na década de 1990. O comportamento da taxa de participação das mulheres foi diferenciado segundo atributos pessoais, destacando-se o aumento de participação de mulheres casadas, de não negras e de jovens de 16 a 24 anos.

O nível de ocupação diminuiu em todos os setores de atividade, assim como a formalização do trabalho. A queda foi verificada na Construção (-15,0%), Indústria de Transformação (-11,2%), Comércio, Reparação de Veículos Automotores e Motocicletas (-6,0%) e Serviços (-1,9%).

No setor de Serviços, que emprega 71,7% do total das mulheres ocupadas, grande parte dos segmentos analisados tiveram retração, exceto os de Transporte, Armazenagem e Correio, que aumentou 16,0%, e de Serviços domésticos, com elevação de 3,4%. Esse ramo apresentou forte declínio em seu nível ocupacional nas últimas duas décadas, mas ainda é um importante empregador de mão de obra feminina (responsável por 14,1% do total de ocupadas), principalmente em momentos de baixo ou nenhum crescimento econômico.

A pesquisa ainda revelou que em 2016 o rendimento médio real por hora diminuiu: a hora de trabalho das mulheres equivale a 84,1% da dos homens. Ano passado, o rendimento médio real das mulheres ocupadas na Região Metropolitana de São Paulo equivalia a R$ 1.695, enquanto o dos homens, a R$ 2.281.

Edição: Lidia Neves
Agência Brasil
 

março 8, 2017 Posted by | Política | , , , | Deixe um comentário

Maria Quitéria

Mulheres na História

Mulher Guerreira

Maria Quitéria de Jesus (Feira de Santana, 27 de julho de 1792 — Salvador, 21 de agosto de 1853) foi uma militar brasileira, heroína da Guerra da Independência. Chamada de “Joana d’Arc brasileira”, é a patronesse do Quadro Complementar de Oficiais do Exército Brasileiro.

Maria Quitéria nasceu no sítio do Licurizeiro (Syagrus coronata), uma pequena propriedade no Arraial de São José das Itapororocas, na comarca de Nossa Senhora do Rosário do Porto de Cachoeira, atual município de Feira de Santana no estado da Bahia. A data mais aceita pelos pesquisadores para o seu nascimento é a de 1792. Foi a filha primogênita dos portugueses nascidos na colónia do Brasil Gonçalo Alves de Almeida e Quitéria Maria de Jesus.

Maria Quitéria encontrava-se noiva quando, entre 1821 e 1822, iniciaram-se na Província da Bahia as agitações contra o domínio de Portugal. Em Janeiro de 1822 transferiram-se para Salvador as tropas portuguesas, sob o comando do Governador das Armas Inácio Luís Madeira de Melo, registrando-se em fevereiro o martírio de Soror Joana Angélica, no Convento da Lapa, naquela Capital.

Em 25 de junho, a Câmara Municipal da vila de Cachoeira aclamou o príncipe-regente D. Pedro como “Regente Perpétuo” do Brasil. Por essa razão, em julho, uma canhoneira portuguesa, fundeada na barra do rio Paraguaçu, alvejou Cachoeira, reduto dos independistas baianos. A 6 de setembro, instalou-se na vila o Conselho Interino do Governo da Província, que defendia o movimento pró-independência da Bahia ativamente, enviando emissários a toda a Província em busca de adesões, recursos e voluntários para formação de um “Exército Libertador”.

Tendo o velho Gonçalo, viúvo, sem filho varão, se escusado a colaborar, para a sua surpresa, a filha Maria Quitéria, pediu-lhe autorização para se alistar. Tendo o pedido negado pelo pai, fugiu, dirigindo-se a casa de sua meia-irmã, Teresa Maria, casada com José Cordeiro de Medeiros e, com o auxílio de ambos, cortou os cabelos. Vestindo-se como um homem, dirigiu-se à vila de Cachoeira, onde se alistou sob o nome de Medeiros, no Regimento de Artilharia, onde permaneceu até ser descoberta pelo pai, duas semanas mais tarde.

Defendida pelo Major José Antônio da Silva Castro (avô do poeta Castro Alves), comandante do Batalhão dos Voluntários do Príncipe (popularmente apelidado de “Batalhão dos Periquitos”, devido aos punhos e gola de cor verde de seu uniforme), foi incorporada a esta tropa, em virtude de sua facilidade no manejo das armas e de sua reconhecida disciplina militar. Aqui, ao seu uniforme, foi acrescentado um saiote à escocesa.

A 29 de outubro seguiu com o seu Batalhão para participar da defesa da ilha de Maré e, logo depois, para Conceição, Pituba e Itapoã, integrando a Primeira Divisão de Direita. Em fevereiro de 1823, participou com bravura do combate da Pituba, quando atacou uma trincheira inimiga, onde fez vários prisioneiros portugueses (dois, segundo alguns autores), escoltando-os, sozinha, ao acampamento.

Em 31 de março, no posto de Cadete, recebeu, por ordem do Conselho Interino da Província, uma espada e seus acessórios.

Finalmente, a 2 de julho de 1823, quando o “Exército Libertador” entrou em triunfo na cidade do Salvador, Maria Quitéria foi saudada e homenageada pela população em festa. O governo da Província dera-lhe o direito de portar espada. Na condição de Cadete, envergava uniforme de cor azul, com saiote por ela elaborado, além de capacete com penacho.

Por seus atos de bravura em combate, o General Pedro Labatut, enviado por D. Pedro para o comando geral da resistência, conferiu-lhe as honras de 1º Cadete.

No dia 20 de agosto foi recebida no Rio de Janeiro pelo Imperador em pessoa, que a condecorou com a Imperial Ordem do Cruzeiro, no grau de Cavaleiro, com seguinte pronunciamento:

“Querendo conceder a D. Maria Quitéria de Jesus o distintivo que assinala os Serviços Militares que com denodo raro, entre as mais do seu sexo, prestara à Causa da Independência deste Império, na porfiosa restauração da Capital da Bahia, hei de permitir-lhe o uso da insígnia de Cavaleiro da Ordem Imperial do Cruzeiro”.

Além da comenda, foi promovida a Alferes de Linha, posto em que se reformou, tendo aproveitado a ocasião para pedir ao Imperador uma carta solicitando ao pai que a perdoasse por sua desobediência.

Perdoada pelo pai, Maria Quitéria casou-se com o lavrador Gabriel Pereira de Brito, o antigo namorado, com quem teve uma filha, Luísa Maria da Conceição.

Viúva, mudou-se para Feira de Santana em 1835, onde tentou receber a parte que lhe cabia na herança pelo falecimento do pai no ano anterior. Desistindo do inventário, devido à morosidade da Justiça, mudou-se com a filha para Salvador, nas imediações de onde veio a falecer aos 61 anos de idade, quase cega, no anonimato.

Os seus restos mortais estão sepultados na Igreja Matriz do Santíssimo Sacramento e Sant’Ana, no bairro de Nazaré em Salvador.

Fonte: Wikipedia

Presidentes do Brasil

A mulher que desafiou o império romano

julho 23, 2013 Posted by | Política | , , , , | 1 Comentário

Justin Bieber é a sétima mulher mais popular

mulher popular

Popular na Internet

Quem não gosta de Justin Bieber deve ter se divertido com a notícia, mas os fãs certamente não devem ter achado graça nenhuma.

Justin Bieber está entre as sete mulheres mais influentes do mundo, segundo a revista COED e baseado nas estatísticas do Google.

O próprio Michael Jackson tinha problemas com a sua voz aguda, na infância, mas eu continuo achando que armaram para cima do piá.

Além de ser considerado a sétima mulher mais influente do mundo, ainda deixaram Selena Gomez, sua namorada, fora da lista.

É bom que se diga que os americanos não gostam muito de estrangeiros no topo das paradas, não. Se alguém começa a fazer mais sucesso que os americanos, há conspirações contra.

Bruce Lee é um bom exemplo do que o preconceito é capaz de provocar.

Além de Justin Bieber, estão na lista das mulheres mais populares:

Lady Gaga

Ke$ha

Madonna

Beyonce

Rihanna

Oprah Winfrey

Angelina Jolie

Michelle Obama

Fonte dos dados: RT

Texto: By Jânio

setembro 25, 2011 Posted by | curiosidades | , , , , , | 4 Comentários

Como conquistar uma mulher

arte da conquista

Sonho Possível

Algumas pessoas me disseram uma vez: “Desista dessa mulher, você não tem a menor chance, uma mulher só fica com um homem por amor.”

“Em alguns casos, as mulheres até aceitam ser a outra, desde que o homem tenha dinheiro suficiente para sustentar as duas; mulher é assim, dinheiro ou amor.” – completou.  Todo o grupo concordava com cada palavra que estava sendo dito.

Enquanto falavam, eram lembrados os jogadores famosos que se casavam com modelos, atores, cantores, apresentadores de tv e até Paulo Cesar Farias, sem falar de Renam calheiros, lembravam que a regra também valia para os homens.

Eu nunca concordei com essas opiniões, sempre achei que os homens, assim como as mulheres, tem uma visão preconceituosa do sexo oposto. Há vários tipos de homens, assim como há vários tipos de mulheres, cada caso é um caso.

Sendo assim, vinha a pergunta: Qual é o segredo para se conquistar o coração de uma mulher.

Não há fórmula mágica no amor, nem pode ser programado. Assim como uma paixão avassaladora, o amor também flui naturalmente, a única diferença é na intensidade e no tempo.

Um homem e uma mulher se completam, por isso o que o homem sente, se for verdadeiro, sempre será uma arma a seu favor. As mulheres sabem muito bem a diferença entre um aventureiro conquistador e um homem romântico, elas tem muita sensibilidade.

Nem precisa dizer que o conquistador vai suar a camisa, gastar todo seu esforço e dinheiro, mas o máximo que poderá conseguir, será uma Barbie-girl. As mulheres maduras e inteligentes jamais cederão aos caprichos de um dom juan.

A diferença entre uma mulher inteligente e uma patricinha, é que a mulher inteligente parece de fato uma mulher, é completa, enquanto as patricinhas parecem um manequim de loja, uma campanha de refrigerante. As patricinhas não tem personalidade forte, cedem facilmente ao consumismo e às aparências, mudam de opinião sem mudar de ideologia, ou vice-versa.

Ficar com uma patricinha é como ficar sozinho, sem ninguém por perto, sem poder conversar sobre nenhum assunto que seja interessante, sem participar de nenhum evento cultural, é não viver. Se o homem tiver as mesmas características dela, pode até ser que dê certo.

Algumas pessoas dizem que os iguais se atraem, outros não concordam, afirmam que são os opostos que se atraem. No fundo são todas partes de uma visão preconceituosa de uma sociedade machista e consumista, movida pelas aparências.

Criar uma lógica para o amor, será condenar os amores verdadeiros a uma existência de sofrimento e dor.

Se o amor é mais forte que a morte, certamente será mais forte que tudo. Será mais forte que o tempo, espaço, dor, tudo. Há casos de amor em que o amor surge sem que a pessoa entenda o porquê; o amor é assim, existir  apenas, já é suficiente, basta.

A arte da conquista envolve o conhecimento da pessoa amada, suas qualidades, seus desejos, tudo o que faz parte de seu universo. Para identificar o perfil de uma mulher, basta ter paciência  e sensibilidade, várias características podem ser observadas em uma única mulher, como veremos a seguir.

Amor – Como já dissemos, o amor é suficiente para que a felicidade de uma verdadeira mulher esteja satisfeita. Também é certo que o amor está além do tempo e da morte, por isso não tem hora, nem data, para começar, o certo é que nunca acabará.

Quando a mulher ainda não ama, não adianta forçar, mas é preciso sensibilidade para saber se há alguma chance. É o seu próprio universo que determina a aceitação ou não do pretendente; mesmo que ela diga que não, pode não ser o momento, mas os amigos dela podem dar uma pista, ajudando a saber o que de fato ela está pensando.

Dinheiro – Já foi verificada essa característica em alguns bons relacionamentos – Qual é a lógica?- vejamos: Algumas pesquisas revelaram que certas mulheres vêem no dinheiro uma forma de sobrevivência de seu filho; foi observado nessas mulheres que não era um milionário o que elas procuravam, nem o Stalone, mas o dinheiro e a saúde eram algumas qualidades verificadas, tendo como finalidade o futuro dos filhos.

Inteligência – Algumas mulheres tem atração por homens extremamente inteligentes, à sua inteligência todo o universo dela é agregado. Vejam bem, não há casos de paixão baseados nessa característica, nesse caso, falamos de amor desenvolvido a partir de uma convivência sadia, além das aparências.

Beleza – É um ítem mais relacionado a paixão, assim como o dinheiro, acompanhados de um bom relacionamento pode se desenvolver o amor, mas é uma forma muito perigosa, começar um amor por meio de uma paixão. Somados a outros fatores mais relevantes, pode até ganhar importância, mais tarde, descobre-se que é irrelevante para um bom relacionamento.

Sexo – De todos os elementos ligados a paixão, o sexo talvez seja o que mais reflete esse sentimento. Faz bem para a saúde, para o corpo, alivia a alma por um breve período de tempo, depois disso, resta apenas um vazio; não dá para se basear uma relação apenas em sexo, também não é o veneno que todos imaginam, é um desejo apenas.

Amizade – Esse sim é um sentimento que tem tudo a ver com o amor, em uma  verdadeira amizade estão presentes os principais elementos incubadores de um verdadeiro amor: Confiança, companheirismo, compartilhamento, ajuda, compatibilidade, proteção, etc.

Através de uma boa amizade, pode-se iniciar uma paixão, ao final dessa, a amizade continuará inabalável, o mesmo acontece com o amor, a diferença é que o amor jamais terminará. É preciso um certo cuidado em misturar a paixão com amizade, se não for sincera, pode abalar amizade, podendo até acabar com esta.

Coragem – Mulheres adoram homens destemidos, corajosos, por isso é melhor procurar uma mulher quando se tem certeza de seus sentimentos, porque com elas é olho no olho. Elas dão mais importância a sinceridade do olhar do que no charme ou elegância, elas gostam das coisas certas, seja amizade, amor ou paixão.

Maturidade e Responsabilidade – Essas são características que seduzem qualquer mulher, elas gostam de homens que sabem o que querem, são responsáveis, homens que gostam e tem capacidade de controlar o ambiente em que vivem. Essas são características que demonstram que o homem já se tornou homem de verdade, mesmo as dominadoras, preferem os homens responsáveis e preparados para a vida.

Honestidade – Essa é uma qualidade antiga, meio decadente, mas com um grande peso na relação. As mulheres gostam de homens  honestos e verdadeiros, uma traição, quando descoberta por outra pessoa, passa a impressão que sempre houve, que tudo foi uma farsa.

Quando uma traição é confessada, passa uma outra ideia, completamente diferente, mas a mulher saberá distinguir o arrependimento verdadeiro de uma simulação.

Religiosidade – A religião sempre foi uma das bases mais forte da família, jovens de uma determinada igreja tendem a se aproximar e não são raros os casos de casamento. Também não são raras as mulheres que preferem escolher um parceiro em sua própria religião, ou que deem importância a religiosidade.

Força – Na sociedade moderna, esta característica já está quase em extinção, apesar disso, há pessoas que são adeptas  do “corpore sano”, atividade física para essas pessoas, tem um sentido de falta de preguiça, busca de saúde, sociabilidade, esporte, entretenimento, etc. Dificilmente um esportista vai se sentir atraído por uma pessoa totalmente sedentária, para ela, é como se essa pessoa fosse um suicida.

Fama – É um caso interessante a ser estudado, apesar de estar muito próximo ao dinheiro, é bom não confundir. Algumas pessoas famosas não estão exatamente nadando em dinheiro, para quem não sabe, são os produtores e empresários os verdadeiros donos da grana, e eles não são nada famosos.

Fora isso, a super-exposição da imagem na mídia, acaba criando uma imagem positiva da pessoa, atraindo muita gente boa, e má também. Uma coisa é certa, fica muito fácil acompanhar a vida, a personalidade, o que pensa, o comportamento e até as preferências pessoais de uma celebridade de personalidade forte. 

É isso aí moçada, essas foram algumas das qualidades mais importantes que uma mulher pode valorizar num homem, e vice-verça, há muitas outras qualidades, mas essas são as mais importantes.

By jânio

agosto 7, 2010 Posted by | Reflexões | , , , , , , , , , , , , | 13 Comentários

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: