Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Políticos mudam de partido esta semana

história política

Partidos Políticos

Carolina Gonçalves – Repórter da Agência Brasil

Os eleitores de todo o país poderão ver, nos próximos dias, parlamentares em um troca-troca de partidos. Com a promulgação da Proposta de Emenda à Constituição 182/2007 marcada para o próximo dia 18, será aberto espaço para que os candidatos às eleições deste ano, que exercem mandatos de deputados ou vereadores, mudem de legenda.

Especialista em direito eleitoral, o advogado Luciano Santos aposta que, associada às eleições municipais, a nova regra provocará mudanças significativas. “Existem muitos políticos que querem mudar de partido para ter melhor situação nas eleições. Mesmo no cenário nacional tem ocorrido mudanças em função da situação política do país. Teremos uma grande dança das cadeiras”, disse.

Santos é também diretor do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral, formado por 46 entidades que acompanharam o debate em torno da reforma política. O grupo defendia um texto diferente do acabou sendo aprovado em dezembro do ano passado no Senado. 

“A janela vem contra os direitos da sociedade e enfraquece os partidos. Todas as emendas  apensadas trabalhavam no sentido contrário, de ter uma sanção para quem muda de partido. E acaba sendo aprovada uma janela deixando todo mundo à vontade para fazer troca de partidos, sem qualquer compromisso com o voto do eleitor. O eleitor acaba sendo mais uma vez desprestigiado do seu voto”, afirmou.

O argumento de parlamentares favoráveis à mudança era o de evitar que sejam criados partidos políticos apenas para abrigar parlamentares insatisfeitos com suas atuais legendas. Pelas regras atuais, os parlamentares só podem mudar de partido, sem correr risco de perder o mandato, se forem para uma legenda recém-criada, exceto no caso de eleições majoritárias, como senadores e prefeitos.

O advogado lembra que muitas vezes o eleitor vota em um candidato pensando no partido. “Agora o candidato pode mudar de partido sem consequências”, completou, lembrando que até a promulgação da Emenda à Constituição quem mudava de partido perdia o direito ao mandato.

A janela para mudança de partido sem que os parlamentares percam o mandato é um dos pontos da emenda constitucional que trata da reforma política. O texto foi aprovado pela Câmara dos Deputados, mas ainda precisa do aval de senadores sobre pontos que tratam, por exemplo, do fim de reeleição para presidente, governador e prefeito. As propostas ainda estão sendo analisadas pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania da Casa.

“Não avançou nada do que era esperado. Só se consegue obter consenso no que é conveniente para os parlamentares. Buscamos uma reforma mais consistente e profunda. Num ano eleitoral é mais difícil, e nossa expectativa não é muito grande”, disse Santos.

Edição: Beto Coura
Textos relacionados:
 
 
 

fevereiro 14, 2016 Posted by | Política | , , | Deixe um comentário

Governo de transição

transição_1

Durante os dois últimos posts sobre comunismo e socialismo eu observei a natureza revolucionária desse sistema de organização e cheguei a conclusão que ele não tem necessariamente um caráter de governo permanente e fundamental, já que é um sistema de mudanças, mas sim de ajuste, adequando-se aos desejos, vontades, dos revolucionários populares.

Em governos com mandatos de quatro ou cinco anos, a maioria se reelege quando tem essa oportunidade mas, ao fim do mandato, o governo passa por um período de transição, quando o cargo passa para o novo candidato eleito, Se o candidato é do mesmo partido, não ocorre muitas mudanças, já que o sistema permanece inalterado, o problema começa quando ocorre uma mudança de sistema.

O sistema bipartidário é um sistema em mutação, inexplicável para tem ideologia, já que controla o poder em duas vertentes, controlando ambas, direita e esquerda. É por isso que não ocorrem mudanças significativas quando a esquerda chega ao poder. O PMDB chegou a dar uma declaração subtendida certa vez, quando chegou ao poder, a declaração poderia ter sido mais polêmica se as pessoas tivessem entendido de fato o que foi dito.

A declaração foi algo como: “Em toda a nossa existência fizemos oposição, agora que somos governo, temos tido problemas. Talvez fosse melhor que voltássemos a ser oposição.”

Quando o PSDB saiu, deixou uma bomba no câmbio, com o dólar nas alturas, sem nenhuma reserva cambial para controlá-lo mas, o pior de tudo, foi a nova arma de tortura econômica recém criada, o controle da inflação através da taxa de juros. Isso mesmo, o único legado do PSDB fora a nova moeda, o Real, mas quem pagou por isso foram os pobres, enquanto a burguesia investia tudo em especulação do próprio dólar.

Quando o PT entrou, tinha o aval da China que acreditava que o socialismo brasileiro era sério, quando eu digo sério, eu não me refiro em construção de portos em Cuba e Uruguai, muito menos em aquisições em países ricos através da Petrobrás, eu me refiro em socialismo no próprio país, como a China e a Rússia fazem. Até o governo Lula, a China acreditou no país, mas a chegada da misteriosa Dilma, tudo mudou. O governo perdeu força política e viu toda a cúpula do partido ir para a cadeia, enquanto seus aliados do PMDB batiam palmas e enviavam suas riquezas para o exterior, deixando claro que nada mudara no país, a aristocracia, banqueiros e magnatas da mídia, continuavam controlando as lideranças políticas que decidiam o que os desavisados deputados iriam votar, e como votar.

Os ambientalistas assustaram a China que viu celebridades de Hollywood desembarcando em massa para defender os inocentes indiozinhos em da Amazônia. A China decidiu procurar países africanos em busca da matéria-prima.

Com a Rússia apimentando a relação entre China e EUA, os americanos desistiram de investir na China e optaram pelos vizinhos mexicanos. Já que a mão-de-obra qualificada já estava pensando duas vezes em ir para o outrora próspero país que, hoje, amarga uma das maiores crises da história. A China que vinha atropelando a crise, sofreu uma queda espetacular e, apesar de ainda ser a segunda economia que mais cresce no mundo, viu sua concorrente, Índia, ultrapassá-la.

A queda no crescimento da China, levou o Brasil e a Rússia juntos. O caso do Brasil parece menos grave, mas demonstra nossa incompetência em agregar valor ao produto. O Brasil prefere exportar a matéria-prima que investir na industrialização desta.

Essa incompetência não começou agora, nem vai terminar amanhã, pior, enquanto não houver justiça no país, o governo vai ter problemas para investir em industrialização, já que os industriais pegam dinheiro para investir em industrialização de álcool mas preferem investir em gado e enviar para esconder no Mato Grosso. Ao invés de diminuir os impostos e promover a concorrência, prefere o monopólio que cria inflação e aumenta a corrupção. A inflação implica em juros mais altos, além de demonstrar que somos o país mais incompetente do mundo.

Atualmente, a presidente está pagando para que empregados não sejam demitidos, além de pagar juros altíssimos para trocar a dívida externa pela dívida interna. Resumindo, o país não mudou tando assim, os políticos apenas mudaram a posição de suas barrigas e b***** gordas, além do endereço de seus paraísos fiscais.

Deve ser por isso que um governo de transição, quando entra, nunca mais consegue sair. Deve ser por isso que, enquanto criamos teorias sofisticadas, fingimos mudar o sistema, tudo continua exatamente igual, enquanto riem da nossa cara.

By Jânio

Crise da PPP

A política torta do Brasil

Eu não acredito em teoria da conspiração

Mortes misteriosas de celebridades

Presidentes do Brasil

A história de José Sarney

PT acerta o próprio pé

Políticos com problemas na justiça

O massacre do sítio caldeirão

A crise da PPP

Ficha Limpa

Trinta anos de escândalos no Brasil

setembro 3, 2015 Posted by | Política | , , | Deixe um comentário

Wikipedia perde quase a metade de seus usuários

Pesquisa Wikipedia

Pesquisa Wikipedia

Nos últimos cinco anos, a Wikipedia vem perdendo muitos redatores em língua inglesa, o que está afetando negativamente sua capacidade em manter-se com uma das melhores fontes de conhecimento on line, segundo um estudo.

A pesquisa, que foi conduzida por Aaron Halfaker, da Universidade de Minesota, revela que o número de colaboradores voluntários, e editores, diminuiu de 56.000 em 2.007, para 35.000, no final de 2.012.

Os investigadores apresentaram várias razões para explicar essa mudanças na Wikipedia, incluindo o aumento de programas automatizados, ou bots, sistemas de sites que, desencanta potenciais colaboradores.

Enquanto a Wikipedia dispensa os editores menos competentes, essas regras rígidas de admissão parece ter desencorajado muitos recém-chegados, que ficaram desmotivados ao ver suas contribuições suprimidas.

O site conta com edições em 285 línguas e seu fundador Jimmy Walles já apela por uma maior abertura para os recém-chegados, para poder manter-se com grande quantidade de informações que a Web tenta processar.

Os autores do estudo dizem que o site complicava muito suas vidas com regras destinadas a melhorar sua qualidade.

“Ironicamente, várias mudanças na comunidade Wikipedia, introduzida para gerenciar a qualidade e coerência de conteúdos vs enorme crescimento da participação, tem paralisado o mesmo crescimento que deveriam gerar”, revelam os pesquisadores na revista American Behavioral Scientist.

“A wikipedia deixou de ser ” a enciclopédia que qualquer um podia editar” para se tornar “a enciclopédia que qualquer um entende as regras, socializa, esquiva de maneira impessoal, rejeitando de maneira semi-automatizada o conteúdo daqueles que querem contribuir voluntariamente, dispensando seu tempo e energia para editar”, escreveram os autores do relatório.

Comentário: Apesar de ter perdido quase a metade de seus colaboradores em inglês, a Wikipedia continua sendo a melhor fonte de informação, na minha modesta opinião. Se a moderação tornou-se mais rígida, é de se esperar que as alterações nos textos sejam mais moderadas.

Se a Wikipedia já tem um dos maiores acervos do mundo, apenas a manutenção desses conteúdos já seria suficiente para que o site continuasse sendo a melhor fonte de informação.

É natural que um site se torne mais rígido, depois de ter crescido e se estabilizado, também é normal que os usuários não gostem dessas mudanças.

O Orkut praticamente desapareceu da boca dos internautas e, apesar de continuar com um grande número de perfis, poucas pessoas continuaram utilizando com frequência.

Fonte: RT:TV

Comentários: By Jânio

janeiro 6, 2013 Posted by | internet | , , , , , , , , , | 6 Comentários

Regras para os novos depósitos na poupança

regras_poupança

As mudanças nas regras da poupança são pequenas, mas isso não é suficiente para acalmar os pequenos poupadores. Segundo as últimas pesquisas, a metade dos poupadores tem menos de cem reais aplicados na poupança.

Aplicações financeiras viraram trauma no Brasil desde que Fernando Collor bloqueou as aplicações acima de um determinado valor, para controlar a inflação, e deixou parte dos investidores irritados. Eu não me lembro quanto era, mas eu me lembro que eu tinha cerca sete salários mínimos aplicados e não passou nem perto dos valores bloqueados.

Para mim, o problema foi com os rendimentos que ficavam abaixo da inflação, afetando muita gente.

As mudanças nas aplicações não são sérias na prática mas, teoricamente, preocupam.

Vamos lembrar a regrinha básica?

01) Impostos são altos para serem roubados pelos políticos corruptos.

02) Falta de concorrência e aumento da corrupção: Com o aumento dos impostos, os pequenos empreendedores tem dificuldades para manter seus negócios, surgindo os monopólios, lavagem de dinheiro, leis que ninguém conhece e que beneficiam a elite que tem bons consultores, corrupção de fiscais, habeas corpus sendo emitidos “antes” dos mandados, licitações e financiamentos fraudulentos, etc.

03) Inflação: Com falta de concorrência e/ou empresas no mercado, naturalmente a inflação tende a subir, mas a máfia usará a taxa de juros para controlar a inflação. Enquanto as taxas de juros ficam relacionadas a inflação, o verdadeiro motivo fica oculto das pessoas sem informação.

04) Com a alta da taxa de juros SELIC, vários problemas são identificados, entre eles: Valorização do câmbio, com a moeda nacional valorizada e o dólar desvalorizado, causando o desequilíbrio na balança comercial, já que haverá o aumento da importação e turismo no estrangeiro.

05) O crescimento econômico deveria ser bom: Para todo país desenvolvido o crescimento econômico é bom, mas para o Brasil não. A entrada de investimentos estrangeiros no país aumenta as reservas em dólares, o que torna o dólar ainda mais barato. Para tentar elevar o preço do dólar, isso não acontecia em países desenvolvidos, pelo menos antes da crise, o governo brasileiro compra dólares e isso aumenta ainda mais as reservas, sem atingir seus objetivos.

06) Há algum tempo atrás, acontecia o contrário e todo mundo achava que o país ia quebrar.

O que está acontecendo agora é que a taxa de juros, SELIC, tem de cair, já que todos os setores estão no limite, portanto, estamos à beira de uma recessão. Antigamente, antes da automatização, era mais fácil burlar a receita, o governo, hoje, só os grandes são beneficiados por advogados, consultorias, leis de isenções que ninguém conhece e lobistas que defendem seus interesses.

Além de tudo isso, pagando a dívida externa e mantendo a SELIC alta, o governo troca a dívida externa pela dívida interna: Obs: A taxa de juros da dívida interna é muito maior que a dívida externa. Os EUA estão quebrados, devendo para as suas próprias empresas.

Voltando a poupança: O governo acha mais fácil baixar a taxa de juros da dívida interna, SELIC/títulos do governo, que baixar as taxas de impostos, mostrando que a máfia está muito bem estruturada, já esteve muito pior em décadas anteriores, quando a direita sabia roubar.

Assim, sobrará para os pobres, como sempre. Na teoria o país não conseguirá crescer sem atingir o investimento mais popular do país.

Os depósitos antigos não serão atingidos, pelo menos por enquanto, apenas as novas aplicações. Se o investidor for sacar, o saque será feito a partir dos novos depósitos, protegendo os depósitos antigos.

Eu vou dar uma ideia para o governo, eles poderiam distribuir programas gratuitos para que as pessoas façam seus cálculos de maneira interativa na casa. É, porque agora vai ficar difícil calcular o que já era quase impossível – todos nós sabemos que cada depósito era calculado de acordo com o dia, ou seja o rendimento do dia.

Analistas financeiros ainda estão pessimistas, mesmo com as novas regras da poupança. Segundo eles a inflação pode chegar a 6%, num mercado sem concorrência, elitizado e controlado pela máfia.

O medo do governo é que os investidores de outras aplicações do mercado financeiro migrem para a poupança, o que seria um caos para o governo, já que o governo ficaria obrigado a pagar 0,5% ao mês mais a TR, que é o que vinha sendo pago até agora. E continuará sendo pago, exceto para as novas aplicações, protegendo o governo de ter de pagar altas taxas para as novas aplicações.

Se as taxas de juros baixarem ainda mais, os especialistas não acreditam muito nisso, 8,5% será o limite da SELIC para que as novas regras sejam aplicadas na poupança, mas o governo não falou nada em baixar os impostos, nem em prender políticos corruptos, já que a maioria é.

Caso a SELIC cheque a 8%, por exemplo, o rendimento da poupança será apenas de 70% dessa taxa, ou seja, não será 8% e sim 5,6%, o que não acontece se a SELIC voltar a ficar acima de 8,5% novamente. Se a inflação for de 4,5%, haveria um ganho de 1,1% no rendimento real, pelo menos numa visão mais otimista.

Lembrando que acima dos 70% da SELIC será acrescida a TR, ou seja, 70% da SELIC mais a TR. Esse deverá ser o cálculo para uma SELIC abaixo de 8,5%.

A previsão do governo é que a SELIC fique entre 4% e 8%, nos próximos anos.

Resumindo:

Acima de 8,5%: Valerá a antiga regra, 0,5% ao mês mais a TR.

8,5% ou menos: Valerá a nova regra, 70% da SELIC mais a TR.

Depósitos antigos da poupança não sofrerão alterações, apenas os novos depósitos deverão observar as mudanças.

A taxa atual da SELIC está em 9%, o que não muda muito, mas os novos depósitos já estão sujeitos as novas regras, com limite de 8,5% SELIC.

Os bancos terão prazo de trinta dias para apresentarem os valores nos extratos, tanto dos depósitos novos, como dos depósitos anteriores às novas regras.

Obs: ADVFN:”TR: Taxa criada em 1991, durante o Plano Collor II, para servir de referência para as transações financeiras realizadas no País, atuando como uma taxa básica referencial dos juros a serem praticados no mês. Esta taxa é calculada pelo BACEN (Banco Central) com base em uma amostra dos juros pagos pelos CDBs (Certificados de Depósitos Bancários) das trinta maiores instituições financeiras selecionadas, sendo eliminadas as duas de menor e as duas de maior taxa média. A base de cálculo da TR (Taxa Referencial de Juros) é o dia de referência, sendo calculada no dia útil posterior. Sobre a média apurada das taxas dos CDBs (Certificados de Depósitos Bancários) é aplicado um redutor que varia mensalmente. Atualmente é utilizada para o cálculo do rendimento de vários investimentos, tais como títulos públicos, caderneta de poupança e outras operações, tais como empréstimos do SFH, pagamentos a prazo e seguros em geral.”

BY Jânio

maio 10, 2012 Posted by | Política | , , , , , , | Deixe um comentário

Vítimas de quem?

vítimas do WTC

Vítimas Inocentes

Não sei se o dia onze de setembro tinha algum significado antes do ataque às torres gêmeas, mas se não tinha, agora tem.

Todo ano, essa data será lembrada como o dia em que os americanos foram derrotados pela segunda vez, a primeira derrota foi no Vietnã. Foram enganados e tiveram que chorar por suas mortes.

Antes desse dia fatídico, uma outra tentativa de atentado já havia sido registrada. Se era para testar a opinião pública, sobre a conspiração que seria tramada, ou se fora realmente obra de Osama Bin Laden, ninguém sabe, nem vai saber.

O que se sabe é que o atentado serviu a muitos interesses, portanto, as suspeitas são pertinentes.

Outro fato importante a ser destacado, é que o símbolo do capitalismo, transformado em símbolo de morte, será para sempre lembrado como o símbolo da transformação de pensamentos. A grande maioria dos americanos chegou ao limite, em relação ao preconceito, capitalismo, guerras, etc., prova disso foi a vitória de um presidente afro, com nome árabe.

A maior parte da população americana, educada por Hollywood, através dos filmes de ação, teve de parar para pensar. Novas lembranças sobre o Vietnã voltaram a atormentar a “América”.

Osama Bin Laden, dado como morto, virou um fantasma para aumentar o tormento, através de vídeos frequentes na mídia. Se isso era suficiente para provar que, de fato, ele estava vivo, ninguém sabe, o que se sabe é que as regras do jogo eram as mesmas dos dois lados, uma faca de dois gumes.

A suposta morte de Osama Bin Laden em território “amigo”, Paquistão, mostrou que a reputação dos EUA, em território árabe, já não era mais a mesma. Assim, sem o apoio americano, as ditaduras dos aliados começaram a cair, enquanto os americanos paravam de combater as guerrilhas/rebeldes, abrindo caminho para uma possível liberdade.

Muitas perguntas ficaram no ar, como o fato do avião que supostamente atacaria a casa branca, ter sido o único a cair, entre os quatro que deveriam atingir o alvo.

A farsa das supostas armas nucleares, o que levaria a guerra contra Saddan Hussein, além de precipitada, transformaram Bush num presidente incompetente e mal visto.

O ataque ao World Trade Center, foi um ataque ao capitalismo, mas muitas pessoas morreram. Quem efetuou o ataque, manipulado ou não, conhecia a miséria e a morte bem de perto, portanto, além de não ter remorsos, não tinha medo de morrer.

Depois do ataque às torres gêmeas, foi criado o conceito da guerra tecnológica iraquiana, onde supostamente ninguém morreria. As mortes não pararam até hoje, até um brasileiro do alto escalão da ONU, encerrou a sua carreira nesse processo de transição.

Diante da crise econômica, os americanos descobriram que as guerras são uma maneira de ganhar/desviar dinheiro, descobriram que os homens mais ricos do mundo ganharam dinheiro assim.

Assim como no Vietnã, os EUA perderam a guerra. Descobriram que nem todas as guerras são iguais e que nem todos os povos pensam de maneira semelhante.

…mas agora é tarde, e todos os anos os americanos chorarão por suas mortes, enquanto no Iraque todos já se acostumaram com elas.

Essa é uma guerra suja que não quer parar, mas que deu uma trégua.

Eu gostaria de dizer o quanto eu amo você

By Jânio

setembro 9, 2011 Posted by | Internacional | , , , , , , , , | 4 Comentários

Desafios de nossa educação

 transformações da familia

Comportamento dos Filhos

O Brasil sempre promoveu uma forma discutível de avaliação dos conhecimentos, durante muito tempo, quem tinha maior capacidade de decorar, tinha mais chances em vestibulares e concursos. Eu sempre considerei esse sistema discriminatório.

Alguns professores mais sensatos, deixavam sempre bem claro: “Há duas formas de resolver o problema, uma maneira fácil e outra difícil.

Na maneira fácil, todas as formas de simplificação do problema são usados, mas aquilo que deveria simplificar, acaba complicando.  Usam-se fórmulas, macetes, tabelas, sistemas antigos, idéias já pensadas, etc.

A sociedade de hoje opta pela forma mais fácil de resolver seus problemas, mesmo sem compreendê-los inteiramente.

A língua portuguesa é um bom exemplo disso, apenas pessoas com uma memória muito boa, com um domínio absoluto da língua, podem  escrever de maneira razoável, sem erros. 

Com a entrada da internet nas classes mais pobres, o sistema elitizado sofreu um duro golpe. Muita gente chega ao cúmulo de achar que a inclusão digital foi um erro.

Talvez a inclusão digital possa ter sido um erro, mas só se for para a elite.

A elite nunca se adaptará à maneira como o conhecimento é oferecido livremente pela rede de internet, com ausência total de direitos autorais.

Um problema que surge aqui, e não é exatamente um problema pedagógico, é a pornografia na internet. A pornografia é um problema tão difícil de ser evitado quanto outros tabus, tabus que foram evitados durante milhares de anos.

Com a internet, não só a educação deve ser repensada, como todos os costumes, tabus, e o próprio conceito de certo e errado.

Outro dia eu assisti à uma palestra, onde, de forma acessível, o apresentador mostrava os “velhos” de cabeça dura.  Na verdade os “velhos quadrados” eram citados como aquelas pessoas que não se adaptam às mudanças do tempo, podendo ficar isolados.

Pessoas idosas tendem a sofrer mais quando são impacientes, intolerantes. Ninguém terá paciência suficiente, caso não seja tratado sem respeito.

A falta de educação, ou educação errada, a qual as crianças são submetidas nos dias de hoje, transforma o mundo inteiro em um campo de guerra.

Vejamos o caso dos EUA, o país perfeito, segundo as normas do capitalismo. Na realidade são pessoas que estão no limite, onde a saúde mental não recebe a mesma atenção da saúde física.

Para nós brasileiros, isso nem é notado, já que nem à saúde física nós temos direito. Enquanto as TVs são as babás eletrônicas dos bebês, grandes criadoras de monstrinhos, nós somos submetidos a uma verdadeira lavagem cerebral, perdendo qualquer sensibilidade que antes tínhamos.

Para qualquer pessoa que nunca assistiu uma novela, pode achar a coisa mais estúpida do mundo, mas essa é a melhor forma de se criar caricaturas, trabalhar a mente das pessoas sem que essas tenham notado, uma verdadeira lavagem cerebral.

Na classe média baixa, a pergunta que eu tenho notado foi: “É melhor deixar o bebê com a babá ou na creche?” – Isso é muito interessante, pois as mesmas pessoas que são contra a privatização, protegendo os cabides de empregos e a corrupção, são as primeiras a terceirizar seus serviços domésticos.

Na classe média alta é pior, as “criadas”, pessoas sem vida própria, que trabalham vinte e quatro horas por dia, chegam ao cúmulo de criar até três gerações.

Isso pode até dar certo, mas é um risco ao qual se expõe os filhos. Aqui a lei é hipócrita quando diz: “Toda criança tem direito a um pai e a uma mãe.”

Em primeiro lugar, é preciso dizer que os filhos de mães solteiras nunca terão um pai, a pensão é uma forma estúpida de passar a impressão de que tudo está bem. Em alguns paises da America do Sul, as mães solteiras recebem um salário.

No passado, ao longo dos séculos e milênios, os filhos não tinham um pai, mas sempre tiveram uma mãe para educá-las. Como as mães estão aptas a educar crianças, no caso das meninas a educação ia além da infância, os meninos não amadureciam além dos onze anos, já que seus pais trabalhavam.

Hoje, as crianças não tem pais, nem mães. Quando são crianças mimadas, fica tudo mais difícil, as drogas, a violência promovida pela tv, cinema, e completada pela miséria, são um convite ao crime.

Enquanto em paises como os EUA, o Presidente Obama pede alguns minutos de silêncio, escondendo a violência gratuita promovida por Hollywood, aqui no Brasil, finalmente os jovens descobriram que a corrupção não implica necessariamente em marginalidade.

Os jovens agora já sabem que crime, só será considerado crime, quando for descoberto. Sabem também que as leis tem muitas brechas, onde os ricos sempre terão várias formas de escapar a justiça.

As mídias de massa fazem a sua parte, mostrando como os criminosos ficam pouco tempo na cadeia, além de promover o sistema caótico em que vivemos. Vivemos agora como máquinas, já que somos criados por elas.

Muita gente, agora, ainda está preocupada com a pornografia, e tem razão, o fácil acesso a esse conteúdo, forçaria os pais a acompanharem a educação dos filhos de maneira muito mais rígida.

O problema é que a internet expõe todos os tabus, e a sociedade nunca esteve preparada para eles, essa sempre foi uma maneira de mostrarmos as nossas verdades.

O “Caso Mayara Petruso” deixou as empresas com uma preocupação a mais, os problemas de educação, a partir de agora, as empresas de RH apertam o cerco para um problema que eles não davam muita importância.

A justiça ainda é tolerante com crimes de discriminação, racismo, mas a imagem da empresa fica manchada, podendo comprometê-la financeiramente.

A internet deu a palavra, apresentou os tabus, mostrou os direitos, e até facilitou o crime. Tudo isso porque a internet é apenas uma ferramenta revolucionária de comunicação da qual não podemos mais viver sem.

É preciso ficar atento às dicas de segurança, já que a nossa privacidade está por um fio. A internet conseguiu  a façanha de integrar todas as mídias, nossa privacidade é um pequeno preço diante disso.

A Educação dos filhos já passou a ser terceirizada, algumas vezes é irreversível, outras vezes, forçam-nos a uma reflexão: “O que é melhor para nossas famílias?”

Se as crianças não precisassem dos pais, a lei não insistiria tanto nas suas presenças. A incapacidade de lutarmos por melhores salários e pelo cumprimento de nossas leis, faz com que famílias inteiras tenham que trabalhar, deixando a educação de seus filhos nas mãos de outrem.

By Jânio

janeiro 16, 2011 Posted by | Reflexões | , , , , , , , , , , | 16 Comentários

A corrupção e a grande questão das eleições

calculo

Grande Questão

Eu estava procurando alguma boa notícia, relacionada às eleições 2.010, para publicar. Para os defensores da democracia, a boa notícia é que ela vai prevalecer.

Depois de manipular corações e mentes durante dezenas de anos, a mídia ficou desacreditada. O grande apocalipse e as ameaças anunciadas no passado não aconteceram, e as pessoas pararam de seguir seus patrões.

Muitas coisas estranhas ainda acontecem no Brasil, mas nada que possa abalar seus rumos, o sistema bipartidário está firme e forte.

Não haverá choque, nem surpresas, o que as pesquisas estão divulgando deverá se confirmar, ou seja, saberemos dos resultados das eleições bem antes dela se realizar.

O povo não tem mais medo dos candidatos, finalmente, tudo vai ficando mais claro: São dois lados da mesma moeda, de um mesmo sistema, controlado pelo nosso bom e velho sistema capitalista.

O que é bloqueado pelas mídias de massa, acaba vazando na internet. A esquerda tornou-se direita, a direita é a oposição, e o povo ficou perdido.

A direita tenta mostrar o lado podre do poder, mas se esquece que foi ela quem criou todos esses problemas de que tanto fala.

Nem mesmo Hugo Chaves ou Fidel Castro conseguem evitar que a internet espalhe as informações pela população, isso acontece porque um bom hacker, e o mundo esta cheio deles, consegue montar um sistema de internet com muita facilidade.

A internet via telefônica poderia ser controlada, mas aí veio a internet via rádio, satélite e elétrica, Não dá mais para tapar os olhos, nem os ouvidos do povo.

As grandes empresas, principalmente as de comunicações, continuam as mesmas: Tendenciosas, confundem informação com manipulação – não é a toa que fazem tanta questão de funcionários com formação em comunicação social.

Isso também pode explicar o porque do fim da exigência dos diplomas: A internet mostrou que as informações e os conhecimentos não tem dono, todos podem repassar através de seus sites.

Não fiquem com medo, a verdadeira disputa aconteceu no primeiro turno, o segundo turno será apenas para dividir o bolo, para escolher entre a panela e o fogo – Advinha quem vai ganhar?

Estamos acostumados com isso há muito tempo, sabemos que nada deverá mudar, já que esse sistema não permite.

De um lado, um candidato com histórico de corrupção; de outro, um candidato tapando o sol com a peneira, esquecendo-se que a Polícia Federal nunca pode trabalhar antes.

…mas nós ainda continuamos sonhando, olhando para nosso futuro, com o aumento de instituições, organizações preocupadas em mostrar o sentimento do povo, essa é a única maneira de mudarmos o mundo.

Mudanças a curto prazo  não teremos – Alguém ouviu algum candidato falando em planos para baixar o imposto?

O único sinal de que alguma coisa iria mudar, seria o anúncio de um plano para baixar os impostos. Baixar os impostos implicaria em um processo constituído por uma série de medidas: Baixar os impostos significa diminuir a corrupção; melhorar a infra-estrutura; aumentar o IDH; enfim, melhorar a vida dos brasileiros.

Nenhum dos candidatos teve sequer a dignidade de sinalizar para uma tendência nesse sentido. Ambos tem oito anos no governo, passado socialista, cometem os mesmos erros e não conseguem se livrar da corrupção que os cerca.

Não pedimos que os impostos caiam imediatamente, mas que, pelo menos, diminua aos poucos, para que um dia, quem sabe, possamos nos livrar dessa corja que sonha em ser político, polícial ou bandido.

Alguns anos atrás, havia um humorista que falava sobre as operações de combate ao contrabando.  Ele dizia: “Contrabando significa contra o bando, portanto, quem compra no Paraguai está agindo contra o bando.”

È isso, imposto alto sustenta um bando de safados, políticos sem-vergonha que nunca vão abrir mão do poder e de enganar seus eleitores.

By Jânio

outubro 27, 2010 Posted by | Política | , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 9 Comentários

Pessoas

pensamentos instáveis

Sentimentos em Palavras

Para se falar em pessoas, estudá-las e entendê-las, primeiro é preciso esquecer tudo o que nós já lemos ou ouvimos sobre nossa origem e natureza. Podemos também aceitar tudo o que já foi dito e estudado, seguindo esse processo de evolução ou robotização.

Conhecendo os fatos de que a civilização egípcia não era inferior a nossa, mas só diferente, chegamos a suposição que o mundo não evoluiu, apenas se modificou.

Durante muito tempo, o homem travou inúmeras batalhas para dominar a Terra, durante essas batalhas, várias civilizações evoluídas foram exterminadas. Eu poderia afirmar, com certa tranquilidade, que durante os últimos dez mil anos não demos um passo sequer, rumo a uma suposta evolução.

Nossa história nunca foi democrática, nunca atenderam o desejo do povo. Os povos que satisfaziam o desejo da população evoluíram, mas foram destruídos pela maioria dos povos que eram bárbaros.

Todas as falsas ideologias, como busca de ar fora da atmosfera, guerras pela paz, prisões em nome da liberdade ou assassinatos em nome da vida, tudo foi tempo perdido.

O homem não pode ficar sem pensar, mas quando pensa, seus semelhantes não estão incluídos em seus planos.

Os maiores filósofos da história são pragmáticos em afirmar que não sabemos nada de nós mesmos. Algumas idéias surgidas em momentos instáveis da sociedade, portanto, invulneráveis à mudanças, são responsáveis pelo controle das populações atuais.

Antes da Segunda Guerra Mundial, por exemplo, havia uma tendência à procura de auto-afirmação do povo alemão, frente aos problemas sociais. Durante essa época, as idéias de Charles Darwin, com insinuações  não assumidas sobre a origem do homem, ganharam força. Tudo isso ocorreu numa época instável da sociedade; seria como uma ideia pensada sob encomenda.

Todas as tentativas de inclusões de sistemas estrangeiros, em um país decadente, foram um fracasso. Não se pode resolver problemas sociais a curto prazo, sem resolver a base do problema, a pobreza.

O homem precisa manter a mente ocupada, para não enlouquecer.

A religião tem sido muito eficiente nesse campo, mas só funciona em tempos de paz, estabilidade. Quando essa harmonia é rompida, o pensamento entra em processo de busca de novos ideais.

O homem tem consciência de sua existência biológica, onde vive e se reconhece, além de conviver com outras pessoas.

Um problema que surgiu com nossa necessidade de nos comunicarmos, através da fala, foi a impossibilidade de transmitir tudo o que sentimos através das palavras. Apesar de toda nossa evolução, somos doentes, usando quase toda nossa mente para manter as aparências.

Nossa mente tem um nome bastante sugestivo, parece controlar nosso comportamento, nossos hábitos, manter nossa aparência, tornando-nos, muitas vezes, incapazes de administrar nossa própria vida.

A comunicação vocal, social, torna-nos escravos de nosso próprio modo de viver, até quando pensamos, pensamos por palavras. Isso não deveria ser normal, deveríamos ser livres, pelo menos em nossos pensamentos.

Em meio a teorias e incertezas, perdemos a nossa capacidade de pensar livremente, para seguir os pensamentos e sonhos de nossas lideranças.

Quando dormimos e sonhamos, vendo-nos em situações incompreensíveis, nosso subconsciente parece mostrar-nos realidades que não são nossas, na realidade deveria ser.

Há conflitos de idéias até sobre Deus ser ou não uma pessoa, as pessoas que discutem, na maioria são ateus. As pessoas que mais creem, ou pensam crer, não tem a mínima ideia de como é o céu, ou o que Deus representa para elas.

Nesse caso, o nascimento de Jesus Cristo ajudou a resolver parte de nosso problema existencial. Quando Jesus diz: “Ninguém vem ao pai, senão por mim”, Jesus soluciona uma parte de nossos problemas.

Com o tempo, o homem criou outras pessoas:

Pessoa Jurídica – A lei separa a pessoa física e a pessoa jurídica, essa é uma boa alternativa de se elitizar a sociedade.

A comandita, uma empresa identificada como “Limitada”, a pessoa empresta dinheiro do banco e, caso a empresa vá a falência, essa pessoa não fica devendo nada. Para uma pessoa que não seja da área, fica difícil aceitar esse processo, separando a empresa (pessoa jurídica) da pessoa física.

Esse é um privilégio para quem consegue pensar como o sistema, promovendo-se através dele, com amigos deputados, governadores, prefeitos e empréstimos com juros baratos.

A pessoa jurídica é apenas uma das várias formas de se esconder da justiça, podendo ser através de multinacionais, fundações, ou as duas juntas.

Recentemente, numa investigação no Banestado, banco estatal do Paraná, foi descoberto um esquema bilionário de lavagem de dinheiro. A prisão de doleiros, dificulta esse tipo de operação, para pessoas comuns.

Pessoas Virtuais – A era da informação trouxe uma nova visão de pessoas, a elite não estava preparada para isso. Pela primeira vez, pessoas comuns puderam  manifestar-se.

Falar o que se pensa, denunciar; por mais que se tente bloquear o poder dessas pessoas virtuais, mas  elas se rebelam contra o sistema. Já há organizações incumbidas da identificação de movimentos rebeldes, anarquistas, mas isso não está surtindo o efeito que se esperava.

As consequências desse fenômeno de comunicação, pode ser notado ao redor do mundo, com vitórias constantes dos movimentos políticos de esquerda. Nem o imbatível capitalismo manteve-se intacto, diante dessas manifestações populares.

Agora tentam censurar a informação na rede, mas o processo iniciado pela internet já está avançado demais para ser interrompido.

Finalizando, a gestão de recursos humanos pode soar meio capitalista, tentando estipular valor ao ser-humano, mas, se isso parece pejorativo e humilhante à primeira vista, na realidade é uma conquista para os cidadãos, antes uma pessoa não tinha nenhum valor para uma empresa.

By Jânio

outubro 23, 2010 Posted by | Reflexões | , , , , , , , , , , , , , | 7 Comentários

Reação

mudanças nescessárias

Despertar da Consciência

Wikipedia: “Efeito borboleta é um termo que se refere às condições iniciais dentro da teoria do caos. Este efeito foi analisado pela primeira vez em 1963 por Edward Lorenz. Segundo a cultura popular, a teoria apresentada, o bater de asas de uma simples borboleta poderia influenciar o curso natural das coisas e, assim, talvez provocar um tufão do outro lado do mundo. Porém isso se mostra apenas como uma interpretação alegórica do fato. O que acontece é que quando movimentos caóticos são analisados através de gráficos, sua representação passa de aleatória para padronizada depois de uma série de marcações onde o gráfico depois de analisado passa a ter o formato de borboleta.

Esse tipo de efeito quando restrito a uma ou duas variáveis, fixando-se as demais, tende a ser simples e aí, somente nesta situação não natural ou limítrofe, é que as leis da ciência clássica podem demonstrar a previsibilidade de um sistema fechado. Neste caso aumenta a rigidez sistêmica e o Efeito Borboleta pode ser mapeado de forma bastante simples. Alguns estudiosos afirmam que deixa de existir, porém, é sabido que a resultante de determinado cálculo quando passa a ser dado numérico de outro (e assim por diante), influi em seu resultado, portanto, atua o Efeito Borboleta. Isto foi descoberto (quase por acaso) por Edward Lorenz quando estava trabalhando com previsões meteorológicas no MIT e verificou a influência ocasionada em sistemas dinâmicos quando são feitas alterações muito pequenas nos dados iniciais inseridos em computadores numéricos programados para fazerem cálculos em série”.

Há um ditado que diz que os iguais se atraem, outros afirmam que são os diferentes que se atraem. Eu não posso precisar quem está certo, o que eu poderia afirmar é que há uma relação muito forte entre as diferenças.

Os mais pragmáticos fazem questão de lembrar que a única certeza da vida é a morte, a partir do nascimento, estaríamos sempre em direção a ela.

Eu diria que não precisamos ser tão radicais,  podemos abandonar o pragmatismo, vendo a vida como suficiente para a nossa missão na terra.

A vida, ao longo do tempo, pode acelerar, ou desacelerar, revelando um segredo da física que só a filosofia conhece. Há também pessoas viciadas em esportes radicais, nunca compreendidas, que não confessam o verdadeiro motivo de tais loucuras.

Uma pessoa que pula de paraquedas, aos oitenta anos, sente, pela primeira vez, que pode ser imortal. Nesse caso, além da física e da filosofia, mais um elemento das ciências se junta ao nosso estudo, a Biologia.

A adrenalina presente no corpo de uma paraquedista é tão alto que, por um breve instante, o tempo parece parar, nesse momento, aquela senhora que via a sua vida se esvaindo em seu final, sente a eternidade da vida penetrando-lhe a alma, como se ela fosse imortal.

Esse tratamento de choque é muito eficaz, mesmo quando a pessoa sente que não há mais nada para viver. É claro que há milhares de formas de tratamentos de choque, tudo depende de quais órgãos vitais da pessoa poderiam suportá-los.

Também já foi verificado que esse sentimento não tem idade, ou seja, um menino pode se sentir desmotivado, caso não leve uma vida infantil normal.

No caso das mudanças climáticas, as pessoas só começaram a se preocupar com as consequências de seus atos,  no momento em que sentiram a força da natureza se manifestando.

Entre os povos antigos, alguns viam o sol como uma divindade, outros temiam a força do trovão. Populações próximas ao mar temiam as profundezas dos oceanos, e ainda haviam outros povos com suas crenças e religiões, de acordo com suas realidades.

Até os próprios físicos, sempre a procura de uma explicação científica para tudo, encontraram a sua versão para a crença. A força do mundo atômico, do eletromagnetismo, conseguiu unir os mundos além do mundo microscópico, aos mundos além da imensidão do universo.

Uma força infinita que cria ondas, onde os corpos celestes passam a girar em órbitas de outros, numa mecânica quase perfeita. De tempos em tempos, essa lógica é quebrada pela aparição de um cometa, ou outros corpos muito menos amigáveis.

A visão constante de mendigos e pessoas problemáticas ao nosso redor, banaliza o respeito que temos pelo ser humano e pela vida de um modo geral. Tudo começa com uma fuga inconsciente na primeira vez que temos essa visão, a partir daí, desenvolvemos uma força (fraqueza) humana (desumana) capaz de fazer com que esses problemas sejam suportados, criando uma doença psíquica crônica.

Passamos a cumprir nossas obrigações sociais, adiando todas as que não forem obrigatórias.

Vamos à igreja, votamos, estudamos, acreditamos em Deus. Parece tudo perfeito, mas o stress insiste em atormentar nossa mente.

Quando dormimos, temos pesadelos de uma realidade a qual não estamos acostumados, acordamos aliviados por continuarmos em nossa ilusão materialista, sem sonhos nem ideologias.

Pessoas com formação superior são encontradas morando sob a ponte, num retorno violento a consciência, infelizmente (ou felizmente) tarde (ou não) demais.

…e o poeta declama: “Havia uma pedra no caminho … no caminho havia uma pedra…”, “…e agora José…José e agora?”

Esses versos do poeta, podem soar melodioso em várias línguas, mesmo sem fazer com que seu principal objetivo, pensar, seja atingido.

Poetas e filósofos tem o dom da utopia, mas talvez a utopia tenha a sua função de fato, justamente abrir a mente daqueles que a negam.

… e o poeta insiste: “Olha-me nesse instante… somente nesse instante…”, simbolizando o último apelo de um ser inanimado? – irracional?

O homem criou o estudo onde separou os seres inanimados dos seres vivos; em seguida separou os seres racionais dos irracionais, isolando-se. Nesse seu mundinho, os irracionais não pensam, mas agem, vivem; enquanto isso os racionais pensam e não conseguem se encontrar, nem ver o óbvio, sua função na cadeia cósmica, criamos uma realidade alternativa.

Criando máquinas para aumentar a precisão de nossa interatividade com a natureza, deixamos de sentir essa natureza, tornando-nos frios como as máquinas.

A vida sedentária e preguiçosa dos antigos romanos, foi  sedutora demais para resistirmos; nossa procura pelo que é mais barato, tornou-nos mais toleráveis a tudo o que não tem qualidade.

Desigualdades sociais obrigaram pessoas da elite da sociedade a se protegerem nos shopings e condomínios, enquanto do lado de fora, pessoas famintas aguardam impacientes a hora do acerto de contas que uma sociedade de fato exige.

Quando pode, a alta burguesia vai passear livremente pelas ruas da Europa ou Estados unidos, fugindo de sua própria culpa, cúmplices dos países ricos dos quais são coniventes.

Enquanto uma parte dos brasileiros, sonham em se mudar para o exterior, onde o dinheiro já foi desviado; no exterior, há pessoas que sonham em fugir para o espaço, por não suportar esses intrusos que compram suas entradas para o admirável mundo novo.

A república romana propiciou o surgimento do socialimo, comunismo, capitalismo e várias outras combinações de sistemas de governo, sistemas quase perfeitos para nos escravizar. Tudo deu muito certo até agora.

Recursos vitais à nossa sobrevivência,  como a água,  começam a faltar, enquanto os grandes capitalistas continuam em sua inconsciente corrida do ouro.

Todos os sistemas de Governo aplicados a sociedade até agora, mostraram-se suficientes para controlar-nos, na riqueza e na pobreza, na saúde e na doença, até a morte, mas a falta de água poderá criar uma nova corrida pelo poder, e, dessa vez, todos nós estaremos nessa guerra: Os pobres, os ricos, crianças e melhor idade, mulheres e homens.

O problema da falta de água, parece estar longe do Brasil, riquíssimo em reservas, mas, como dizia um amigo meu: “É sempre mais fácil destruir que criar.” Criar, ás vezes é impossível, e isso já pode ser notado em algumas cidades, principalmente em regiões metropolitanas.

Algumas cidades sentem-se aliviadas por acharem que estão longe desse problema, mas quando menos esperam, uma seca assola tudo, e deixam-nos em desespero e nas mãos do alheio.

O problema, aqui, não é a total falta da água – não ainda – mas a distância em que estão essas reservas de água. Distâncias que criarão uma desculpa, talvez uma crise econômica, para que todas as empresas se mudem para onde há reservas de água, aí sim, teremos a falta dela.

By Jânio

outubro 1, 2010 Posted by | Reflexões | , , , , , , , , , , , , , , , , | 9 Comentários

A crise da PPP

começo da crise

Briga de Gente Grande

A PPP é a base do marketing, onde são identificadas as áreas onde um empreendedor deve ficar atento, para que seu empreendimento obtenha o sucesso desejado.

Eu criei uma nova PPP, uma versão para os donos do poder, incluindo os políticos, a polícia e os pilantras. Há muito mais elementos que poderiam  ser identificados com o P, mas não seria certo, principalmente porque alguns são mais vítimas que algozes, como é o caso das prostitutas, por exemplo.

É evidente que a política reflete, em parte, o comportamento do povo. Mesmo sendo elitizada, a medida em que o povo assume uma postura mais séria, alguns políticos menos corruptos tendem a aparecer.

Há algum tempo atrás, a compra de votos e os mensalões, bem como megashows de celebridades, durante as grandes campanhas, era uma prática normal, não só tolerada pelo povo, como apoiado por ele.

O povo queria acompanhar a política, mas os velhos discursos eram muito enfadonhos, a saída eram os shows.

No escândalo da assembléia do Paraná, o máximo que eu ouvi foi: “O dinheiro desviado terá de ser devolvido”, eu fiquei pensando, mas, e a cadeia?

Nos últimos meses, acompanhamos vários pequenos escândalos, mostrando que a corrupção está bem mais próxima do povo do que parece.

O escândalo de Brasília deixou a impressão de que não havia a quem apelar, foi preciso a intervenção da terceira instância da “Justiça”. Mais tarde, outro escândalo  em Dourados, mostrou que a corrupção no baixo escalão pode ser muito maior que no topo da hierarquia.

Agora, às vésperas das eleições, estamos às voltas com mais um crime político, em Amapá.

A principal característica desses crimes, é que não há separação entre governo e oposição, não há possibilidade de corrupção sem a participação da oposição.

Uma estátua deveria ser erguida em homenagem à resistência a corrupção, por meia dúzia de heroicos manifestantes em Brasília. Em Dourados, parece que o povo está provando que prender corruptos não é inconstitucional, é questão de vergonha na cara.

Normalmente, para se prender um político criminoso, é preciso cassar seu mandato. Enquanto esse político não é expulso de seu próprio partido, sua cassação fica muito mais difícil.

A prisão de toda a polícia, em Campo Largo, é um sinal de que há uma luz no fim do túnel.

Em minha cidade, quando se faz uma denúncia, essa pessoa é vista como inimigo público número um, supostamente sujou o nome da cidade, mas, na realidade, as mudanças dependem de denúncias. Quando há conivência de autoridades, ou da população,  no crime, a corrupção e a organização criminosa se tornam muito mais fortes.

Cidades onde estão ocorrendo essas pequenas revoluções, no futuro, terão a sua chance de crescer. Tudo o que começou com denúncias, desde que as autoridades não atrapalhem a ação da justiça, iniciarão um processo de cidadania, onde o futuro das próximas gerações estará assegurado.

O grande “pecado” dos políticos, até aqui, para a nossa sorte, foi a vaidade. Foi pela vaidade que Roberto Jefferson entregou todo o esquema de mensalão, uma armadilha que jogou Roberto Jefferson contra José Dirceu.

Durval Barbosa entrou para a história, como o primeiro político digital, derrubando a alta cúpula de Brasília.

Ainda há muitos problemas na justiça brasileira, burocracias que dificultam separar um ladrão de galinhas de um grande mafioso. Quando isso acontece, não é o ladrão de galinhas que é solto, é o mafioso.

Fora isso, o povo está fazendo a sua parte, é em meio a essas pequenas revoluções que deverão surgir grandes políticos do futuro, educados, honestos e conscientes de suas responsabilidades sociais.

By Jânio

Textos relacionados:

A política torta do Brasil

Eu não acredito em teoria da conspiração

Mortes misteriosas de celebridades

Presidentes do Brasil

A história de José Sarney

PT acerta o próprio pé

Políticos com problemas na justiça

O massacre do sítio caldeirão

A crise da PPP

Ficha Limpa

Trinta anos de escândalos no Brasil

setembro 15, 2010 Posted by | Política | , , , , , , , , , , , , | 43 Comentários

Como melhorar o mundo, mudando nossa realidade

fazendo a diferença

como mudar o mundo

Recebi um pedido muito interessante, no blog madeinblog/icommercepage, a pergunta era rápida, mostrando que a pessoa não tinha muito tempo ou que estava desanimada demais para se manifestar, de maneira mais convincente.

Foi quase um pedido de socorro.

Muitas pessoas, mal informadas, podem imaginar que fazer uma grande mudança, no lugar onde moram, é a coisa mais difícil do mundo, não é.

As alternativas, tanto para mudar uma situação de violência, crime, ou qualquer outro tipo de problema, ligado a infra-estrutura, possui muitas maneiras de serem resolvidas. Muitos direitos, que as pessoas tem, não são muito divulgados, principalmente na área de previdência e assistência social. Talvez o descaso não seja só das autoridades políticas, pode ser um pouco nossa culpa também.

A pergunta de Alcinei  deixou-me muito emocionado. Uma pergunta curta, objetiva e simples, mostrando um tipo de manifestação que a gente não costuma ver em instituições políticas.

A pergunta de Alcinei mostra o desejo de mudança, um sentimento que deve ser mantido sempre vivo em nós.

Eu pensei comigo, algumas pessoas querem mudanças, estão dispostas a isso. O mais difícil, pessoas dispostas a mudar o que está errado, nós já temos, então basta passar as informações necessárias para que essas informações ocorram.

As informações devem ser objetivas e simples, como a pergunta de Alcinei.

Com isso, poderemos amenizar os problemas de pessoas que já sofrem com o dia-a-dia.

Se cada um de nós faz um pouco, para a melhoria do meio em que vive, poderemos mudar o mundo.

By Jânio

Alcinei – Gostaria de receber ajuda para mudar a realidade do meu bairro alguém me ajude.

Olá Alcinei.

Você pode escolher várias alternativas, as quais passarei a enumerar.

01 – Criar associações de moradores – esse é o meio mais convencional, mais tradicional de resolver os problemas de seu bairro. Nesse caso você pode obter ajuda de vereadores e políticos que tem interesse nesse tipo de projeto, mesmo assim, as associações são totalmente independentes de políticos, podendo inclusive atuar contra, ideologicamente.

02 – Caso more numa cidade grande, ou próximo, poderá procurar uma ONG, não é difícil de encontrar, basta se informar, em instituições adequadas, podendo ser igrejas ou estabelecimentos públicos, como a escola, por exemplo.

03 – Uma alternativa radical – veja o que falta, com urgência, em seu bairro, faça um abaixo assinado, procure um promotor. Atenção, quanto mais assinaturas, acompanhadas de suas reivindicações, melhor o resultado. Não precisa ser só assinaturas de pessoas do bairro, qualquer pessoa pode assinar, acompanhado do número da carteira de identidade.

Quarenta ou cinquenta assinaturas, não bastam, corra atrás.

Eu tenho certeza que você vai conseguir melhorar, e muito, os problemas de seu bairro. Boa sorte.

ABS

Esse post é dedicado à essa pessoa, tão especial, que mostra o desejo de muitas pessoas, espalhadas pelo Brasil e pelo mundo, um sentimento que pode fazer uma grande diferença.

dezembro 14, 2009 Posted by | Reflexões | , , , , , , , , , , | 14 Comentários

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: