Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

The most popular Netflix original shows ranked


Business Insider

abril 18, 2017 Posted by | televisão | , , , | Deixe um comentário

Pobre classe média

grande classe média

Classe Popular

Olhando para o passado, o governo deve sentir muita falta dos bons tempos – para ele, governo. Antigamente, ser pobre era padecer no paraíso, morrer no paraíso e ir para o céu, é, porque pela filosofia da época, nenhum rico entrava no céu – os pobres ricos queimavam todos os seus neurônios procurando uma razão para poder entrar no céu.

Nós sabemos como a mídia tem uma boa percepção para observar meio copo de água cheio, ao invés de meio copo de água vazio, esse é o desafio em apresentar uma má notícia com aparência de boa.

Segundo as últimas pesquisas, a classe média tem aumentado muito nas últimas décadas, mas nunca aumentou tanto como nessa última.

A percepção do meio copo cheio mostra que a classe média atingiu 80% da sociedade brasileira, um número impressionante até para uma pessoa pessimista.

Isso me faz lembrar de um milionário, conhecido meu, militar, grande crítico do governo socialista de FHC. Ele dizia que o governo estava acabando com a classe média, visão bem diferente das notícias que eu lia.

Agora eu entendo melhor: Os números mostram que oitenta por cento da sociedade brasileira ganham entre 2000 e 4.000 reais mensais, ou próximo a isso.

Então, as duas informações que eu tinha, faziam sentido: a classe média realmente ficou pobre mas também aumentou.

Então vamos entender como isso funciona:

A classe média é calculada de acordo com a média de todos os salários do país, como a maioria é pobre, essa média segue a mesma tendência. Logo, as pessoas continuam na mesma situação de antes, mas como a classe média empobreceu, então, os pobres juntaram-se a essa classe, tornando-a muito maior.

Se a antiga classe média não fosse tão imbecil, teríamos uma classe média tão forte como nunca vimos antes, mas os pobres que estão chegando, podem mudar essa situação, ou poderiam, porque eu estou vendo também um emburrecimento desses ex-pobres, que nunca deixaram de ser miseráveis.

Entretanto, a sociedade costuma se adaptar ao sistema e, se tivermos sorte, poderá até reagir, aí, sim, teremos mudanças.

Por enquanto, o que notamos é uma confusão muito grande, um verdadeiro festival de baixarias.

Dizem que o pobre não pode ter carro, mas é o rico que enche a cara e é pego pela polícia; dizem que pobre não pode ter câmera, mas é o rico que é flagrado em homemade, escandalizando os internautas; dizem que pobre não tem educação, mas é o rico a maior vítima dos paparazzi, fotografado sem a roupa de baixo; dizem que pobre não tem dinheiro, mas eu nunca vi tantas celebridades fazendo “trabalhos adultos”, que vão desde simples ensaios para revistas masculinas, até programas vips de prostituição, passando pelas apimentadas produções de filmes pornôs – Que pobreza! – em sentido contrário, o que tem de pobre participando de realities shows, ou escrevendo livros sobre sua antiga vida decadente, verdadeiras aulas de sobrevivência para a nova classe média, nem dá para contar.

Os pobres sempre dependeram, ou foram vítimas, da chamada formação de “opinião pública”, e só a classe média tinha acesso a essas opiniões formadas pela aristocracia. Agora, vivemos numa situação gravíssima, e teremos todos de aprender a pensar e ter, cada um, o seu próprio ponto de vista.

O poder democrático, representando a maioria, depende da organização e respeito das minorias, assim como depende do pensamento único de cada um de nós.

By Jânio

Burguesia – Ricos modernos

Quinze minutos de fama de um extra-terrestre

O fim das aparências

Solução para os problemas sociais

A crise da PPP

outubro 5, 2012 Posted by | Inglês | , , , , , , , | 5 Comentários

Greve geral

fazendo a coisa certa

Parar de Fazer

Não dá para falar só mal do Brasil, por isso eu vou admitir que o país tem melhorado.

Nossos políticos são incompetentes para roubar todo o dinheiro, por isso o país tem de crescer. Pouco mas cresce.

Enquanto isso, ficam todos querendo saber onde está o problema.

Um velho ditado da terrinha diz: “Quando a água chegar ao pescoço, nós aprenderemos a nadar.”

O ditado deve ser verdade, porque eu vejo os professores reclamando e com um salário de fome.

Os professores conhecem os seus direitos e sabem lutar por eles, mas e o resto dos miseráveis, será que eles sabem?

Quem vai ensinar aos miseráveis como lutar? Será que é melhor que eles não saibam?

Se todos os pobres aprenderem a lutar, não sobrará migalhas para todos.

A solução para o problema a curto prazo é a justiça, acontece que justiça é coisa de primeiro mundo ou de países organizados. Nem mesmo a China, com tanta tradição, consegue resolver os seus problemas.

No caso da China, com centenas de milhões de pessoas, sempre haverá algum problema. Já deveriam ter desmembrado esse país há muito tempo.

Voltando ao Brasil, se não dá para resolvermos o problema da justiça, então é melhor pensarmos a longo prazo, através da educação. A questão é o que ensinar, como ensinar e para quê ensinar.

Para termos uma boa educação, dependemos da política e para termos uma boa política dependemos da justiça que dependerá dá educação. Para evitarmos esse ciclo sem fim só há uma saída, parar tudo.

O admirável mundo novo é muito bonito na ficção e a nova Idade Média só virá se ninguém fizer nada, mas a melhor arma contra isso tudo é a coragem.

Não adianta olhar sempre para o próprio umbigo e lutar apenas pela própria classe, é preciso ser solidário com as outras classes também.

Precisamos vencer essa conspiração das minorias e fazer com que todas as classes estejam juntas, por si e também pelas outras.

Está na hora de fazermos uma greve geral e seguirmos a velha filosofia do vagabundo de não fazer nada até que tudo se resolva.

Chamar os políticos de vagabundos é ofender o único grupo coerente desse país, o único grupo que tem coragem de parar, o vagabundo.

By Jânio

novembro 5, 2011 Posted by | Política | , , , , , , , , | 2 Comentários

Internet popular será implantada em 31 de outubro

tecnologia estatal

Internet Populista

O socialismo é uma tendência de governo bem à brasileira.

Se fizermos uma boa pesquisa, descobriremos que o populismo já tem cerca de 500 anos, ou seja, desde que o Brasil foi descoberto.

É tudo muito confuso, desde o nome “Brasil” até a “Independência do Brasil”, vista sob ótica ufanista.

…e não para por aí, sempre houve o cuidado de apresentar uma boa história para o povo. Teríamos permanecido assim para sempre, mas até no Brasil o tempo muda, essa é uma lei elementar da física.

Eu não creio que fosse possível uma vitória da esquerda, sem a internet, não no Brasil. O fato é que a esquerda venceu justamente quando estava com a cara da direita, porque a direita também é socialista.

Até o governo militar, analisando o ufanismo da época, apresentava características populistas, como a insinuação de apoio a Hitler – Getúlio Vargas.

O Governo democrático de Jânio – meu xará – tinha relações suspeitas com o comunismo de Guevara, um escândalo para a época, normal nos dias de hoje.

“O caçador de Marajás” usou essa técnica de guerrilha para se eleger, mas foi o Ministro – FHC – de seu vice – Itamar Franco – quem levou o país definitivamente para o socialismo.

FHC criou cestas, bolsas, vales e outras maravilhas, capazes de deixar seu padrinho Fidel orgulhoso. Suas visitas ao Tio Fidel eram constantes.

Seu sucessor – Lula – seguiu à risca seus projetos, e melhorou/piorou muito, criando outros projetos similares. Lula foi o Presidente mais popular da época pós governo militar, o que não é pouca coisa, levando-se em conta o nível de informação das pessoas hoje.

O governo Lula foi o governo com mais escândalos, mas a Polícia Federal pôde finalmente trabalhar em paz – O problema agora é o STF.

Bom, pelo menos já sabemos quem são os bandidos, quem está roubando, quem tem força no congresso, quem protege os bandidos, redes de tvs suspeitas, etc., tudo graças a internet.

O inclusão digital é um grande desafio de governos populares, ou populistas, como sempre foi o caso do Brasil.

Nessa “queda de braço”, ninguém melhor que a socialista, Presidenta Dilma, para negociar com as mega empresas de telefonia, controladas por grupos estrangeiros capitalistas.

Parece que tudo já está praticamente certo, daqui a três meses, teremos finalmente a internet em Banda Larga, subsidiada pelo Governo Federal, num preço que é bastante atraente, 35 reais mensais.

Eu não sei quanto os grupos estrangeiros lucrarão com esse acordo, mas vale o ditado populista, digo popular.

Lembrando o próprio populismo: “Se está bom para o povo, então está bom para todos”.

Eu poderia sair elogiando o acordo desde agora, mas o plano precisa ser regulamentado. Isso deverá ocorrer até o dia 28 de Julho.

Como o acordo para internet móvel já foi regulamentado, fica claro que o Brasil dará um grande passo para a democratização da internet.

Esse fato será muito importante para a democratização da informação. Eu diria que o Estado já pode pensar em fornecer a parte teórica da educação pela internet, o que será uma economia muito grande.

Um megabite é uma Banda larga razoável, levando-se em conta que não será preciso mais pagar outros serviços de telefonia, como a linha telefônica, então a internet finalmente chegará ao povo.

Ninguém precisa mais do telefone. Com o uso de MSN e Skype, até a Banda Larga via rádio e via energia elétrica ameaçam o poderio das telefônicas.

Ronaldo Sardenberg já deu até o prazo para a implantação que deverá revolucionar os sistemas de informações brasileiros, 31 de Outubro.

Eu estou acreditando no PNBL – Plano Nacional de Banda Larga – afinal, Paulo Bernardo, encarregado de implantar a internet popular, é marido da nova Ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann.

Paulo Bernardo, Ministro das Comunicações, acredita numa adesão de até 70% dos internautas que ainda não tem acesso a Banda Larga, e ele não está longe da realidade.

Isso afetará muitas organizações, principalmente o chamado Partido da Imprensa Golpista, ferramenta útil para a manipulação, durante séculos no Brasil.

Mais de 90% dos jornais e revistas passarão a ser eletrônicos, portanto, expostos ao júri popular, ou seria populista.

A manipulação continuará imperando, através do monopólio de grandes portais, sistemas de buscas, redes sociais, etc., mas quem dará a última palavra será o internauta, o povo.

Entre os grandes pensadores que não acreditavam na democracia, estava Platão, Aristósteles e outros. Eles achavam que o povo humilde e desinteressado no jogo sujo do poder, seriam presas fáceis para os corruptos, já que não tinham educação suficiente.

Esse será o momento da verdade.

By Jânio

julho 2, 2011 Posted by | Política | , , , , , , , , , , , | 3 Comentários

Fragmentos da filosofia popular

pensamentos de sabedoria

“Erguei-vos … e não temais.

Se tiverdes fé do tamanho de um grão de mostarda, direis a esse monte:

“Passa daqui para acolá…”

E ele passará.

Nada vos será impossível.”

Jesus

“Guardai-vos de toda e qualquer avareza porque a vida de um homem não consiste na abundância de bens que ele possui.”

Jesus

“Um cuidadoso exame de todas as nossas experiências passadas, pode nos revelar o fato surpreendente de que, tudo o que nos aconteceu, foi para o nosso bem.”

Henry Ford

“Oitenta por cento da humanidade não sabe o que quer. Se perguntarmos a quinze por cento o que quer, dirá alguma coisa vaga sem a menor definição. E, finalmente, somente cinco por cento sabe o que quer, como quer e porque o quer.”

Henry Ford

“Faz apenas aquilo que puderes dizer.”

A. Dumas

“Devemos seguir sempre o caminho que conduz ao mais alto.”

Platão

novembro 19, 2009 Posted by | Mensagens | , , , , , , , | 4 Comentários

   

%d blogueiros gostam disto: