Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Encontro de americanos e brasileiros

diferenças na miséria

Os Estados Unidos não são tão diferentes do Brasil afinal de contas, não que isso seja bom, nessas alturas do campeonato.

Durante dezenas de anos, a economia americana exibiu um vigor incrível, uma situação invejável até mesmo para os americanos.

… E pensar que tudo começou com a Segunda Guerra Mundial, quando os americanos descobriram finalmente o segredo do sucesso dos ingleses, pior, descobriram que poderiam que fazer melhor… e nunca mais pararam…

Guerras do Vietnã, Coréia, Irã x Iraque, Israel x Palestina, Índia x Paquistão, Afeganistão, etc., não havia mais uma região onde não houvesse interesses. As Ilhas Malvinas por muito pouco não deixa o Brasil numa situação embaraçosa, já que estamos sempre em cima do muro – não que não houvessem brasileiros embarcando para lutar ao lado de los hermanos, a covardia fica por conta dos “Ps”.

Se é verdade que “quem planta chuva colhe tempestade”, quem faz a guerra, espera o quê? – Foi isso o que aconteceu.

A cada dia que passava, os americanos pareciam cada vez mais com os brasileiros – e olha que somos nós que copiamos eles.

Bolha na bolsa, especulação, contabilidade fraudulenta – a diferença para o Brasil é que os mafiosos de lá foram presos.

Enquanto o Brasil ameaçava globalizar a corrupção, com a ajuda de Ricardo Teixeira, Globo e o ex-sogro João Havelange, até o próprio presidente do FMI era acusado de estuprar uma mulher – não havia a menor dúvida, a direita estava muito diferente.

… ou esqueceram de avisar os mafiosos que a tecnologia inviabilizaria a corrupção, ou foram os corruptos que não conseguiram evitar o vício de praticar o crime, o certo é que a direita está mostrando um lado que ninguém conhecia e nem eles gostariam de mostrar.

A verdade imposta pela tecnologia virou o mundo dos poderosos pelo avesso, nada que eles fazem tem lógica. Fazer a guerra para trazer a paz, apoiar ditaduras e exterminar ex-aliados, assassinos de aluguel; globalizar a economia, facilitando o fluxo de capital especulativo, etc.

Os suicídios cada vez mais frequentes de soldados americanos em guerras que nunca acabam, mostram não só que esses soldados tem acesso às informações que os deixam frustrados, sem objetivos, mostram também como perderam o sentido da própria vida, perderam o sonho americano.

O suicídio do ex-corretor da Wall Street mostra um sinal dos novos tempos, ainda com uma diferença para o Brasil, o suicida acreditava na justiça americana – os ricos americanos ainda não se acostumaram com a miséria.

Há muita fofoca sobre ex-celebridades que estariam morando embaixo das pontes, algumas, naturalmente, são verdades – Nisso nós somos parecidos com os americanos, apesar de que, lá, eles são mais autônomos e independentes.

No Egito, parece que o velho mundo ainda tenta respirar, bem nos velhos moldes da democracia forjada onde um presidente é eleito para governar em cima de um sistema militar.

Aqui no Paraguai, os países rejeitam o golpe que não atende nenhum interesse imperialista. Há um discurso claro, condenando o golpe e o novo governante paraguaio.

Só se esquecem de fazer o mesmo discurso para a China.

Isso lembra a extrema direita de Adolf Hitler, onde havia um discurso dentro da Alemanha e outro discurso fora, para os aliados. Na realidade havia um discurso para cada nível hierárquico do poder.

Os caças que quebraram os vidros do prédio do STF não deixaram nenhum recado, mas bem que poderia ter sido, não é mesmo?

Quanto mais a direita brasileira insiste em investigar a esquerda, mais descobre que a esquerda está muito forte e que poderá descobrir ainda mais podre da direita. Isso não deixa a burguesia nem um pouco satisfeita.

… mas até algum brasileiro cometer suicídio, vai demorar um pouco ainda.

By Jânio

julho 3, 2012 Posted by | Reflexões | , , , , , , , , | 2 Comentários

Corinthians vence o Figueirense por 1 a 0

hora da decisão

Vale Título

Num jogo de baixo nível técnico, o Timão venceu o assustado figueirense por um a zero. Depois de uma humilhante derrota, o Figueirense não queria passar vexame diante de sua torcida.

Esse resultado daria o título do campeonato brasileiro ao Corinthians, mas o Vasco estragou a festa dos Corinthianos ao vencer o time do Fluminense por dois a um.

Teoricamente ficou mais fácil para o Corinthians, que só precisa empatar o próximo jogo com o Palmeiras, na prática, ver um arqui-rival ganhar mais um título, aumentando ainda mais sua torcida, não parece ser a política do Palmeiras.

O Palmeiras lutou muito para fugir do rebaixamento, se a rivalidade contar, não perderia a chance de estragar a festa do Timão, evitando que esse consiga mais um título.

A equipe do Vasco precisa vencer a equipe do Flamengo, que luta pela libertadores, e nesse caso a tarefa será bem mais difícil. Com dois pontos a menos na tabela, terá que torcer para que o Corinthians não empate e nem vença o Verdão.

Não é só no topo da tabela que o campeonato está emocionante, no jogo do Atlético-Mg e Cruzeiro, se a rivalidade valer, o Galo pode se livrar de vez da raposa, além de se classificar para o torneio Sul-Americana, mas a tarefa também não será assim tão fácil.

Nesse caso, o Atlético-Pr teria de vencer o time do Coritiba, escapando do rebaixamento e deixando o Cruzeiro, desde que o Atlético-Mg vença, naturalmente.

Nesse jogo, Atlético-Pr e Coritiba, não há dúvida que o Atlético fará de tudo para tirar o Coritiba da Libertadores, além de escapar do rebaixamento, é claro. O Coxa pensa exatamente o contrário, rebaixar o arqui-rival e ainda participar de um dos campeonatos mais importantes do mundo, a libertadores das Américas.

O Bahia é o único time que não tem nada a ganhar nem a perder. Mesmo que perca para o Ceará, livrando-o da segunda divisão, isso não mudaria a sua posição.

Em todas essas situações, rebaixamento, disputa do título, classificação para a Libertadores das Américas, torna o campeonato brasileiro muito mais dramático, emocionante.

By Jânio

novembro 29, 2011 Posted by | esportes | , , , , , , , , , | 3 Comentários

Terremoto no Japão causa danos e provoca milhares de vítimas fatais

novas tragédias

Terremotos no Japão

O maior terremoto da história do Japão deixou o país em estado de calamidade, o país que já vinha enfrentando dificuldades econômicas (o país está entre os mais endividados do mundo) terá muita dificuldade para enfrentar mais esse problema.

O governo japonês se endividou, injetando dinheiro na economia do país, essa liquidez fez com que o país retomasse o crescimento. Como consequência, o Japão era um dos países mais endividados do mundo.

Apesar desse ter sido um dos piores desastres da história do Japão, não foi o mais grave, pelo menos em relação às vítimas. Em 1.923, em Tokyo, um terremoto de 7,9 graus na escala richter, causou a morte de cerca de 140.000 pessoas.

Com uma infra-estrutura precária, o Japão, em 1.923, lembrou muito o terremoto no Haiti, onde a quantidade de vítimas fatais também foi muito grande, considerando-se sua intensidade.

Ao longo dos anos, o Japão tem sofrido muito com desastres provocados pelos terremotos, por isso desenvolveu também uma das melhores tecnologias anti-tremores do mundo, tecnologia que não foi suficiente para proteger as usinas atômicas.

Depois de ser o primeiro país a sofrer as dores de uma tragédia atômica, o país se viu obrigado a se valer da energia nuclear, para obter a energia suficiente ao seu desenvolvimento, e mais uma vez o país se viu diante do perigo.

Até agora, o terremoto mais caro da história do Japão, havia sido o de Kobe, 1.995, onde o governo gastou cerca de 100 bilhões de dólares para cobrir os danos causados.

As fábricas de automóveis já suspenderam sua produção, entre elas Sony, Toyota e Nissan, assim como outras indústrias, toda comunicação da região foi afetada. São milhares de vítimas fatais, milhares de desaparecidos e centenas de milhares de desabrigados.

Esse já é o maior desastre desde a segunda guerra mundial, no Japão, pelo menos quatro milhões de pessoas estão sem energia elétrica.

Os internautas brasileiros que vivem naquele país, alguns naquela região, estão incomunicáveis, pelo menos os que eu conheço. Quando eles puderem acessar a internet, poderemos ter mais notícias desses brasileiros.

As imagens através do Youtube, chegam a impressionar, são carros, ônibus, barcos, sendo arrastados pelo tsunami, explosões e incêndios.

Depois do atentado de 11 de setembro, mais uma vez cenas de filmes de ficção são vistas em nossa realidade, mais uma vez o Japão sente as dores de uma tragédia, tão constante em sua história.

Vídeo das imagens do terremoto no Japão

Fonte: RT – TV

Textos relacionados:

Comunicado às famílias de brasileiros no Japão

Mancha escura cobre o Japão

Texto: By Jânio

março 15, 2011 Posted by | Cinema | , , , , , , , , , , , , , , , | 14 Comentários

Ranking dos paises com mais internautas

paises com mais internet

paises com mais internautas

Segundo pesquisa da Comscore, o Brasil é o oitavo no ranking, quando o assunto é acesso à internet. Em 2.010 ultrapassou a Inglaterra, podendo em breve ultrapassar também a França, atualmente em sétimo lugar no ranking.

Analisando essa informação, devemos observar que o Brasil possui uma população muito maior, comparado a maioria dos países do primeiro mundo. Devemos lembrar, também, as novas formas de acesso a essa tecnologia.

Se o computador conseguiu agregar todas as mídias e dispositivos eletrônicos do mundo, graças a internet, juntaram-se a ele as empresas de comunicação em massa.

Hoje, a internet não depende exclusivamente do computador. Assim como possui canais personalizados, possui formas de comunicação em massa também.

O que difere a internet de outros meios de informação, é a independência, a liberdade. A velocidade com que surgem, e se desenvolvem, as novas ferramentas, é muito maior do que possa ser controlada, daí as revoluções.

Segundo a Comscore, o número de internautas brasileiros já ultrapassou a marca de quarenta milhões. Esse número só registra os internautas com mais de quinze anos, além disso, não foram computados lanhouses.

Todos nós sabemos que as lanhouses são grande promotoras dessa mídia, isso levará a um número muito maior de internautas brasileiros.

Os computadores nas escolas, também deverão despertar o interesse das pessoas para a importancia da internet.

O brasil é destaque no tempo conectado, além das redes sociais, que já despertaram a atenção das grandes redes mundiais, no Youture já ocupa a quinta colocação.

Segundo a Comscore, considerando-se todas as idades e formas de acesso, o brasil possui um número de mais de 70 milhóes de internautas. Esse número deverá aumentar, caso a qualidade de conexão melhore, assim como a infra-estrutura deverá aumentar a demanda.

Veja os números:

01 – China – 291,5 milhões

02 – Estados Unidos 180,9 milhões

03 – Japão – 73 milhões

04 – Alemanha – 49,3 milhões

05 – Rússia – 46,1 milhões

06 – França – 41,9 milhões

07 – Índia – 41,5 milhões

08 – Brasil – 40 milhões

09 – Reino Unido – 38,6 milhões

10 – Coreia do Sul – 30,2 milhões

Essa lista mostra algumas curiosidades:

A China tem um número de internautas bem inferior ao seu número de habitantes, mesmo assim ocupa o primeiro lugar.

Certamente, o governo Chinês não tem interesse em democratizar a informação no país, mesmo tendo uma grande indústria de eletrânicos.

Eu não imaginava que haviam tantos internautas no Japão.

O Brasil está abaixo da Índia, mas o caso da ìndia é bem pior que a China, além de grandes fábricas de computadores, sua população é bem maior também.

Toda a Bric está presente na lista, o problema é que todos eles apresentam problemas de infra-estrutura, há interesse em dificultar o acesso a informação.

Leia também o plágio/cópia

By Jânio

março 2, 2011 Posted by | internet | , , , , , , , , , | 23 Comentários

A tragédia do Rio é a maior desde a década de sessenta

enchentes são paulo

tragédia do Rio

Enquanto o Brasil inteiro chora a tragédia do Rio de Janeiro e São Paulo, algumas lembranças passam pela minha cabeça, desde a primeira tragédia que eu acompanhei, até hoje. Em cada tragédia, houve uma reflexão.

Por ser a primeira que eu acompanhava, as enchentes do verão de  83/84, deixaram um trauma.

O Sul do Brasil ficou todo alagado, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, houve muita solidariedade e campanhas para se conseguir o essencial, àgua, alimentos não perecíveis, roupas, colchões e cobertas. Logo depois das enchentes, várias lojas de roupas usadas surgiram em minha cidade, evidentemente, em minha cidade não houve enchentes, já que é uma cidade muito alta.

Algum tempo depois, houve um período de muita chuva, mas parece que os empresários da cidade agiram rápido. Antes que as pessoas se revoltassem, já que a chuva deixava todas essas pessoas sem casa e sem alimento, encontraram uma maneira de acalmar a população.

Foi criado uma campanha, onde era servido sopas todos os dias, enquanto durassem as chuvas. A igreja, sempre ela, entrou com o know how, os empresários entraram com a logística e uma parte financeira. 

Feito isso, foi só rezar para que São Pedro terminasse a chuva logo, como de fato ocorreu.

Aqui, fazemos uma pausa para analisar a fragilidade de nosso sistema semi-escravagista, ou semi-escravista. Onde todos vivem no limite, sem nenhuma reserva, provisão, totalmente dependentes da vontade alheia e do sistema.

Normalmente, as chuvas não duram muito, nem por isso as tragédias são menos chocantes, há pouco tempo tivemos a tragédia em Angra dos Reis.

Santa Catarina sofreu dois anos seguidos, no segundo ano, muita gente já havia desistido de morar na região catarinense que mais oferece oportunidades de trabalho no Brasil.

Depois da tragédia de Santa Catarina, veio a tragédia do nordeste. Penso que se houvesse boa vontade e consciência das autoridades, caso houvessem reservatórios gigantescos no nordeste, haveria água reservada para pelo menos dez anos seguidos.  

Reservatórios de água não resolveriam os problemas das enchentes, mas, pelo menos demonstraria uma preocupação por parte do Governo, coisa que eles não tem.

Se o Governo não tem consciência, a população deve estar ciente de que morar em morros e à beira de barrancos, estará correndo perigo, pelo menos que mantenham as famílias afastadas.

Tanto no caso de Angra dos Reis, quanto agora, Rio e São Paulo, a tragédia atingiu uma região onde se concentram a nata da mídia, onde as pessoas tem se manifestado inclusive pela internet. Na internet as informações tem sido mais objetivas, com nomes, mapas, localização, etc.

As mídias de massa preferem mostrar os  mortos e as tragédias, já que isso dá mais IBOPE.

Pelo menos em uma ocasião, o feitiço virou contra o feiticeiro. Boatos de que uma caixa de água havia se rompido, pegou toda a imprensa em seu momento mais peculiar, como abutres em cima da carniça, foi deprimente.

Aqui, vale a pena fazer mais uma pausa, lembrando mais um capítulo da guerra das duas maiores redes de TV do país.

Pouco tempo depois de uma repórter ser presa, acusada de fazer acordo com bandidos, para divulgar notícias em primeira mão, a rival divulgou os depoimentos de um comentarista concorrente, com um discurso com a cara da elite, algo como: “É isso  que dá financiar carros novos, para pessoas que nunca leram um livro”, o comentarista foi demitido, a jornalista presa.

Foi por causa de comentários preconceituosos como esse, que toda a internet brasileira ficou publicando em espanhol, durante vinte e quatro horas, recentemente, lembram-se?

As enchente, Deus nos livre, deverá ser uma constante, principalmente em áreas de risco. Naturalmente, a covardia dos políticos será um empecilho para se tomar uma atitude séria, já que isso implicaria em financiamentos de novas casas próprias.

Eu me lembro que em minha cidade, havia um fundo de calamidades, esse fundo nunca foi usado, exceto para cobrir o rombo de um desvio de verbas que deixara todos os professores sem pagamento, durante três meses. Isso me deixa com a certeza de que o Governo deveria agir de maneira mais eficiente, inclusive com a imprensa, para evitar a onda de boataria, e exigindo responsabilidades.

A coordenação emergencial deveria ser feita de fora, pelo governo estadual, já que em pelo menos uma cidade, até o Prefeito estava desaparecido.

As ONGs mantidas por voluntários e donativos particulares, tem experiência em situações como essa, sabem exatamente o que deve ser feito, mais uma vez o que falta é a boa vontade do poder público.

É triste vivenciar uma calamidade como essa, principalmente, sabendo que essas calamidades estão se tornando cada vez mais frequentes.

Essa é a pior maneira de descobrirmos  que todos estamos sujeitos às calamidades, como são unânimes em reconhecer, as vítimas das enchentes.

Enquanto nos noticiários, divulgam que essa é a pior tragédia desde a década de sessenta – as filas em portas de hospitais não conta, só as tragédias naturais – penso que a frequência com que essas tragédias tem ocorrido, é ainda mais preocupante.

A pergunta que fica é: Quando isso vai acontecer conosco?

No Nordeste, uma região sem nenhum recurso, os poucos helicópteros que sobrevoavam a área afetada era da mídia, só eles tinham interesse na tragédia.

By Jânio

janeiro 15, 2011 Posted by | Reflexões | , , , , , , , , , , | 9 Comentários

Corinthians vence o time do São Paulo e aproxima-se do líder Fluminense

favoritos ao título

Timão na Briga

Ninguém esperava, muito menos eu que considero o São Paulo um grande time, mas o Corinthians conseguiu goleá-lo, mostrando que está em condições de ser campeão, num torneio por pontos corridos.

Logo no primeiro tempo, os são paulinos viram o sonho, de quebrar um longo jejum sem ganhar do Corinthians, se transformar em pesadelo. O craque Elias marcou dois gols já no primeiro tempo, deixando claro que o tabu, de dez partidas sem perder para o São Paulo, iria se concretizar.

Os dois times adversários estão em dois lados opostos da tabela, enquanto o São Paulo luta desesperadamente para se distanciar grupo da morte, os quatro times que serão rebaixados para a segundona, o Corinthians  teve muita sorte de ver o líder Fluminense tropeçar, ficando apenas a dois pontos do Corinthians.

No segundo tempo, aconteceu o que é típico no futebol brasileiro, e que eu não vi na Copa do Mundo, o Corinthians esperou uma ofensiva do time são paulino, para contra atacar, mas essa ofensiva não aconteceu, o que propiciou uma boa performance do time do Corinthians, que fez mais um gol no segundo tempo, completando a goleada de 3 a 0.

O líder Fluminense tropeçou diante do Vasco, justamente o time que deverá enfrentar o São Paulo na próxima rodada. O Corinthians jogará contra o Cruzeiro em Minas.

O Corinthians não perde para o São Paulo desde 2.007.

No jogo de Hoje, além dos dois gols do primeiro tempo, Jucilei fez o terceiro no segundo tempo.

O São Paulo continua numa situação perigosa na tabela; no jogo de hoje, teve poucas oportunidades, mostrando que precisará melhorar muito para não ser rebaixado, situação bem diferente do Corinthians.

By Jânio

agosto 23, 2010 Posted by | esportes | , , , , , , , , , , , , | 3 Comentários

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: