Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Adaptação social

quinhentos anos

Situação Precária

Estudando a história do mundo, notamos que a sociedade sempre teve problemas e que antigamente as pessoas sofriam muito devido a medicina ainda ser muito limitada tecnologicamente.

A tecnologia evoluiu e ajudou a medicina a combater muitos males que antes não tinha cura. Se uma pessoa tivesse úlcera, câncer, pneumonia, tuberculose, ou qualquer outro tipo de doença grave, dificilmente sobreviveria naquela época.

Nos dias de hoje, todas essas doenças podem ser prevenidas, tratadas ou remediadas, nenhuma doença grave representa morte certa, pelo menos para quem tem dinheiro. Se a pessoa não tem dinheiro, o problema continua o mesmo.

A melhor forma de combater a pobreza é criando empregos e apoiando a iniciativa privada. A melhor forma de criar empregos seria investindo em infraestrutura, qualidade de vida, mas toda vez que os políticos se mobilizam para isso, a maldita máfia mobiliza-se para roubar a verba destinada a isso.

O povo tem muita culpa nisso, na medida em que assistem novelas da Globo ou programas do Sílvio Santos, mesmo sabendo dos crimes praticados por Roberto Marinho e Sílvio Santos. Não adianta apenas se preocupar com trombadinhas nas ruas, isso é consequência de nossa irresponsabilidade quando não pressionamos o governo para prender esses grandes bandidos.

O lado bom ou ruim disso tudo é que a sociedade sempre se adapta, para melhor ou para o pior. O que os Bilderbergers fizeram com o mundo, quando criaram o G-7, o Brasil criou aqui, excluindo a grande região do Norte e concentrando quase todas as riquezas no Sul.

Assim como na Argentina, onde todas as riquezas estão concentradas em Buenos Aires, aqui no Brasil as riquezas estão concentradas em São Paulo.

As grandes riquezas atraem as populações de todas as partes do país, e até do exterior. Com isso a região vai ganhando novas características de outras regiões migratórias e as consequências disso são os inevitáveis choques culturais.

Uma pessoa bem estruturada, com família e amigos, em uma determinada região, terá mais dificuldades em outras regiões onde não terá tanto apoio. Se a pessoa já não tem tanta saúde, condições financeiras, ou se não está preparada para ser uma pessoa empreendedora, então, os problemas serão ainda maiores.

Com o tempo, esses novos habitantes passam a constituir novas comunidades marginalizadas, boa parte acaba sendo presa.

Entretanto, uma parte consegue se reestruturar, passando a representar as classes marginalizadas na sociedade, sofrendo preconceitos, discriminação. Até que um dia essa minoria agrega novos parceiros sociais e as minorias unidas tornam-se maiorias absolutas.

Infelizmente, o crime organizado é muito forte e dependemos de bons profissionais na política e na polícia para combatê-lo, mas como a PPP faz parte dessas classes, fica difícil promover mudanças.

Resta-nos aguardar pelo momento em que a sociedade poderá se readaptar novamente, mesmo sabendo que a readaptação do crime organizado foi melhor durante quinhentos anos, mesmo sabendo que somos os maiores culpados.

By Jânio

Soluções sociais

Pirâmide dos malditos

Teoria da PPP

maio 9, 2013 Posted by | Reflexões | , , , , , | Deixe um comentário

Wikipedia perde quase a metade de seus usuários

Pesquisa Wikipedia

Pesquisa Wikipedia

Nos últimos cinco anos, a Wikipedia vem perdendo muitos redatores em língua inglesa, o que está afetando negativamente sua capacidade em manter-se com uma das melhores fontes de conhecimento on line, segundo um estudo.

A pesquisa, que foi conduzida por Aaron Halfaker, da Universidade de Minesota, revela que o número de colaboradores voluntários, e editores, diminuiu de 56.000 em 2.007, para 35.000, no final de 2.012.

Os investigadores apresentaram várias razões para explicar essa mudanças na Wikipedia, incluindo o aumento de programas automatizados, ou bots, sistemas de sites que, desencanta potenciais colaboradores.

Enquanto a Wikipedia dispensa os editores menos competentes, essas regras rígidas de admissão parece ter desencorajado muitos recém-chegados, que ficaram desmotivados ao ver suas contribuições suprimidas.

O site conta com edições em 285 línguas e seu fundador Jimmy Walles já apela por uma maior abertura para os recém-chegados, para poder manter-se com grande quantidade de informações que a Web tenta processar.

Os autores do estudo dizem que o site complicava muito suas vidas com regras destinadas a melhorar sua qualidade.

“Ironicamente, várias mudanças na comunidade Wikipedia, introduzida para gerenciar a qualidade e coerência de conteúdos vs enorme crescimento da participação, tem paralisado o mesmo crescimento que deveriam gerar”, revelam os pesquisadores na revista American Behavioral Scientist.

“A wikipedia deixou de ser ” a enciclopédia que qualquer um podia editar” para se tornar “a enciclopédia que qualquer um entende as regras, socializa, esquiva de maneira impessoal, rejeitando de maneira semi-automatizada o conteúdo daqueles que querem contribuir voluntariamente, dispensando seu tempo e energia para editar”, escreveram os autores do relatório.

Comentário: Apesar de ter perdido quase a metade de seus colaboradores em inglês, a Wikipedia continua sendo a melhor fonte de informação, na minha modesta opinião. Se a moderação tornou-se mais rígida, é de se esperar que as alterações nos textos sejam mais moderadas.

Se a Wikipedia já tem um dos maiores acervos do mundo, apenas a manutenção desses conteúdos já seria suficiente para que o site continuasse sendo a melhor fonte de informação.

É natural que um site se torne mais rígido, depois de ter crescido e se estabilizado, também é normal que os usuários não gostem dessas mudanças.

O Orkut praticamente desapareceu da boca dos internautas e, apesar de continuar com um grande número de perfis, poucas pessoas continuaram utilizando com frequência.

Fonte: RT:TV

Comentários: By Jânio

janeiro 6, 2013 Posted by | internet | , , , , , , , , , | 6 Comentários

Pare de assistir TV

Falta Educação

Falta Educação

Não, o problema da educação em família não é novo, essa decadência tem exatamente a idade de sua principal causa, a TV.

A solução poderia ser a internet, mas a censura apareceu e, mesmo com tantas campanhas e manifestações públicas, prevaleceu.

No começo eu até pensei que fosse exagero, afinal, o que eles estavam querendo não me afetava diretamente, entretanto, a quantidade de informações disponíveis na Web, foram suficientes até para que um leigo como eu se inteirasse dos problemas que essa censura acarretava.

Apesar da internet não concentrar tanta audiência, como a TV, é o veículo de comunicação mais utilizado no mundo. A internet é pessoal, e vem daí a sua importância, na medida em que apresenta diferentes pontos de vista.

Enquanto a TV manipula e forma idiotas, a internet apresenta conteúdos e informações relevantes para sociedade. O único risco que me preocupa, é a informação pronta, maquiada e repetida, que alguns blogueiros fazem questão de publicar, sem acrescentar a sua devida opinião.

Recentemente, a própria TV produziu um programa sobre a suposta e inevitável elitização da internet. Segundo eles, esse seria um processo inevitável.

Eu devo adiantar que assim como nem todas as TVs são iguais, nem todos os sites são iguais também.

A história da TV brasileira é nojenta, criminosa, então, acredito que as redes de TVs estrangeiras também sejam. Podemos notar a tendência de direita nas principais redes de TVs mundiais, mas não são todas iguais.

As TVs de países desenvolvidos, onde há uma combinação entre distribuição de renda e IDH, são competentes. Infelizmente, isso não é muito comum, não.

Também há TVs estatais, que refletem a postura da organização política de um determinado país.

… mas as melhores TVs são as TVs mantidas por ONGs, de preferência sem a participação do Estado e, muito menos, de multinacionais e banqueiros. De fato, essas TVs não formam idiotas.

É possível notar a postura, correta ou incorreta, de uma TV ou ONG, quando essas veiculam opiniões, pontos de vistas, críticas, e participam de movimentos sociais ou antecipam crises políticas, sociais, etc., além de participarem ativamente de eventos importantes, mesmo sendo contrários ao governo e aos poderosos.

A partir de agora, se alguém reclamar de algum ato político, serviço de instituição pública, justiça, etc., a minha resposta sempre será a mesma: “Você precisa parar de assistir TV”.

Depois de assistir ao documentário “Muito além do Cidadão Kane”, depois de acompanhar ao escândalo do Panamericano, do Grupo Sílvio Santos, eu não tenho dúvidas que assistir a essas TVs, significa acomodação e quase cumplicidade com o crime organizado.

A TV é a principal ferramenta de manipulação político-social, salvo exceção, e é através dela que a máfia da corrupção está se mantendo no poder.

Uma pessoa pode assistir a um filme, documentário ou outro programa, desde que tenha opinião própria, desde que não fique o tempo todo na frente da TV. Além disso, as pessoas devem boicotar as TVs de pessoas corruptas que roubam dinheiro público, ou que estejam envolvidas com a máfia da CBF, Grupo Sílvio Santos e outros.

Não é difícil identificar a reputação de um veículo de comunicação, basta analisar a sua percepção para fatos, crimes e líderes políticos, além dos crimes cometidos por empresas ligadas ao governo.

Eu tenho uma certa simpatia pela RT-TV, uma de minhas principais fontes de informação, e pela BBC, mas isso não significa que eu não tenha senso crítico em relação a elas.

Agora estão querendo aproveitar a concentração de audiência de grandes portais para censurar e controlar as pessoas, e eu quero ver no que isso vai dar.

O Irã já pensa em criar a sua própria rede, isolada do resto do mundo. Eu tenho notado que a China também possui portais voltado apenas para a sua gigantesca população, apesar de ainda não ter se fechado totalmente para o mundo, já que isso iria contra suas estratégias comerciais.

Um possível embargo contra o Irã, poderia ser catastrófico, já que a Europa depende desse petróleo. Acontece que essa crise mundial não é gratuita e está relacionada justamente com busca pela liberdade de decisão do estado – Argentina, monetária – China, religião própria – Irã, democracia e verdade – todo o resto do mundo.

A arma da elite são os veículos de comunicação de massa, enquanto o povo só tem a internet.

Se tirarem a internet do povo, o povo ficará desarmado, mas não é isso o que interessa para eles. Isso será feito aos poucos, medindo o grau de insatisfação das pessoas, o que sempre funcionou durante milhares de anos.

Resta saber se eles terão a capacidade de nos controlar, manipular essa panela de pressão em que se transformou a sociedade, e ocultar a verdade e seus reais interesses, coisas que só poderão ser feitas com a ajuda da TV e da censura na internet.

By Jânio

Corporativismo midiático

Vendedoras de Sonhos e pesadelos

As moscas do panamericano

janeiro 3, 2013 Posted by | Reflexões | , , , , , , , , | 4 Comentários

O problema dos pintos

Filhotes Precoces

Filhotes Precoces

Algumas freiras do interior do Paraná desenvolveram um projeto de psicologia infantil muito interessante, na década de oitenta. Acontece que algumas crianças, hiper ativas, estavam apresentando um comportamento um tanto quanto precoce para a sua idade.

Seu interesse por temas adultos preocupava tanto as famílias, quanto a escola e a igreja. Uma das alternativas encontradas, foi mostrar para as crianças a responsabilidade de se criar uma família.

As famílias compraram pintinhos nas agropecuárias, em seguida deixaram com as crianças a responsabilidade de cuidar daquelas pequenas aves.

No início parecia que tudo daria certo, mas não demorou para que o primeiro pinto morresse – cada criança era responsável por um dos pintinhos.

Os pintos restantes resistiram mais e, quando parecia que sobreviveriam, outros começaram a morrer, até não restar mais nenhum.

A mãe das crianças chegou para elas e disse: Viram a responsabilidade de cuidar de uma família? Vocês não foram competentes para cuidar de nenhum dos pintos.

Um dos meninos pensou um pouco e respondeu – Eu logo imaginei que isso não daria certo, não é fácil cuidar de uma ave, principalmente sendo filhote. Se a galinha estivesse aqui, ele teria sobrevivido.

O problema dos pintos foi a falta de galinhas – concluiu.

By Jânio

dezembro 7, 2012 Posted by | Piadas | , , , , , , , | 1 Comentário

Regras da politicagem brasileira

regras da política

Político Bom

Teoricamente, a democracia prevê a representatividade do povo, portanto, parece-me natural que traficantes, prostitutas e outros criminosos ganhem uma eleição.

Eu já observei alguns marginais na lista de eleitos e eles tem a ficha limpa, pelo menos por enquanto, mas os políticos dificilmente vão notar que eles tem problemas de conduta, afinal, eles falarão a mesma língua.

Para ser um bom político, não é preciso ser bom, mas é preciso parecer, assim, os políticos não precisam trabalhar mas precisam parecer que trabalham.

Político não pode esquecer o povo, deve ser sempre atencioso e ser gentil com as pessoas, deve saber se explicar e negociar para que os votos não se tornem caros demais e desde que a lei não enquadre isso como compra de votos.

Muitos políticos que são honestos e eficientes, perdem a eleição por não saber lidar com as pessoas. Isso acontece porque pessoas que trabalham muito, dificilmente tem paciência e tolerância.

Político sem caráter sempre vence, aliás, quanto menos caráter, mais sucesso na política ele vai ter.

Alguns Políticos não são leais com o partido e nem com os eleitores, a não ser quando isso interessa para eles.

Político só vota em um projeto se receber alguma vantagem em troca, por isso, antes de ser eleito é preciso saber de seus objetivos. Caso o político não tenha nenhum objetivo, não deve se preocupar, muitas pessoas lhe mostrarão o que deve fazer e o que terá a ganhar.

Político sempre se faz de vítima, caso seja flagrado em um crime de corrupção, pelo menos até que o caso seja arquivado.

Há dois perfis de políticos de sucesso mais conhecidos: aquele que segue sempre o seu partido e é bem pago por isso, e o político que está sempre do lado do vencedor, sempre está disposto a mudar de partido para atingir os seus objetivos.

Os políticos mais espertos não gastam dinheiro do bolso, estão sempre aproveitando a máquina do estado para conseguir angariar votos. Depois de eleitos, desaparecem para não ter de ajudar ninguém.

Os eleitores confundem os políticos com assistência social, papai noel, amigo, banco, etc.

Os melhores políticos são aqueles que representam uma classe, desde que sejam fiéis aos seus princípios. Os melhores eleitores são aqueles que continuam buscando um candidato em comum, analisando suas qualidades e pensamentos.

A última e cruel constatação: a maioria dos políticos que vencem, não prestam, são a escória da humanidade, mesmo assim, representam alguns grupos de minoria como drogados, sem teto, prostitutas e burgueses sem noção.

Conclusão: Boa parte dos eleitores são marginalizados e tem os seus representantes marginais e, apesar de não ser a mesma coisa, eles não tem alternativas, opção, estão sempre entre a panela e o fogo, pior, sabendo que serão queimados.

A educação tem atendido mais a população, apesar da qualidade não ser boa. O problema é que a noção de cidadania tem diminuído, isso explica os resultados surpreendentes das urnas, assim como o uso de pesquisas para manipular e suportar o bipartidarismo.

O déficit de empregados é grande, isso explica o porque de aposentados, mulheres e até crianças, estarem trabalhando e ainda continuarem pobres. Enquanto as creches estiverem aumentando, a qualidade da sociedade estará diminuindo.

Os escravos de hoje já não tem direito a ter os dentes bons, são tratados pior que os animais de estimação, seu tratamento independe de raça, cor ou credo. O excesso de mão-de-obra é promovido pelas mídias, mostrando nossa decadência em realities shows e novelas.

O grande final fica a cargo dos paparazzi, mostrando que também não há mais lei e que estamos todos marginalizados.

By Jânio

outubro 11, 2012 Posted by | Política | , , , , , | Deixe um comentário

Pobre classe média

grande classe média

Classe Popular

Olhando para o passado, o governo deve sentir muita falta dos bons tempos – para ele, governo. Antigamente, ser pobre era padecer no paraíso, morrer no paraíso e ir para o céu, é, porque pela filosofia da época, nenhum rico entrava no céu – os pobres ricos queimavam todos os seus neurônios procurando uma razão para poder entrar no céu.

Nós sabemos como a mídia tem uma boa percepção para observar meio copo de água cheio, ao invés de meio copo de água vazio, esse é o desafio em apresentar uma má notícia com aparência de boa.

Segundo as últimas pesquisas, a classe média tem aumentado muito nas últimas décadas, mas nunca aumentou tanto como nessa última.

A percepção do meio copo cheio mostra que a classe média atingiu 80% da sociedade brasileira, um número impressionante até para uma pessoa pessimista.

Isso me faz lembrar de um milionário, conhecido meu, militar, grande crítico do governo socialista de FHC. Ele dizia que o governo estava acabando com a classe média, visão bem diferente das notícias que eu lia.

Agora eu entendo melhor: Os números mostram que oitenta por cento da sociedade brasileira ganham entre 2000 e 4.000 reais mensais, ou próximo a isso.

Então, as duas informações que eu tinha, faziam sentido: a classe média realmente ficou pobre mas também aumentou.

Então vamos entender como isso funciona:

A classe média é calculada de acordo com a média de todos os salários do país, como a maioria é pobre, essa média segue a mesma tendência. Logo, as pessoas continuam na mesma situação de antes, mas como a classe média empobreceu, então, os pobres juntaram-se a essa classe, tornando-a muito maior.

Se a antiga classe média não fosse tão imbecil, teríamos uma classe média tão forte como nunca vimos antes, mas os pobres que estão chegando, podem mudar essa situação, ou poderiam, porque eu estou vendo também um emburrecimento desses ex-pobres, que nunca deixaram de ser miseráveis.

Entretanto, a sociedade costuma se adaptar ao sistema e, se tivermos sorte, poderá até reagir, aí, sim, teremos mudanças.

Por enquanto, o que notamos é uma confusão muito grande, um verdadeiro festival de baixarias.

Dizem que o pobre não pode ter carro, mas é o rico que enche a cara e é pego pela polícia; dizem que pobre não pode ter câmera, mas é o rico que é flagrado em homemade, escandalizando os internautas; dizem que pobre não tem educação, mas é o rico a maior vítima dos paparazzi, fotografado sem a roupa de baixo; dizem que pobre não tem dinheiro, mas eu nunca vi tantas celebridades fazendo “trabalhos adultos”, que vão desde simples ensaios para revistas masculinas, até programas vips de prostituição, passando pelas apimentadas produções de filmes pornôs – Que pobreza! – em sentido contrário, o que tem de pobre participando de realities shows, ou escrevendo livros sobre sua antiga vida decadente, verdadeiras aulas de sobrevivência para a nova classe média, nem dá para contar.

Os pobres sempre dependeram, ou foram vítimas, da chamada formação de “opinião pública”, e só a classe média tinha acesso a essas opiniões formadas pela aristocracia. Agora, vivemos numa situação gravíssima, e teremos todos de aprender a pensar e ter, cada um, o seu próprio ponto de vista.

O poder democrático, representando a maioria, depende da organização e respeito das minorias, assim como depende do pensamento único de cada um de nós.

By Jânio

Burguesia – Ricos modernos

Quinze minutos de fama de um extra-terrestre

O fim das aparências

Solução para os problemas sociais

A crise da PPP

outubro 5, 2012 Posted by | Inglês | , , , , , , , | 5 Comentários

Taxa de câmbio preocupa Indústria

competição impossível

Impostos e corrupção

Os problemas decorrentes do câmbio começam a preocupar o setor industrial brasileiro, Fiesp (Federação das Indústrias de São Paulo), CUT (Central Única dos Trabalhadores) e outros sindicatos ligados às indústrias, uniram-se para discutir soluções para o problema. Segundo eles, a concorrência desleal está cada vez mais difícil de ser enfrentada.

Além da taxa de câmbio, a pirataria é outro problema que preocupa os sindicalistas. Em plena fase de “crescimento”, o Brasil ainda não consegue, ou não quer, encontrar uma solução para o problema.

A pirataria tem a sua força ligada principalmente à alta taxa de impostos, a falta de concorrência ajuda a complicar essa situação.

Segundo o Presidente da Fiesp, renda, inclusão digital e desenvolvimento, são fundamentais para que a indústria se fortaleça.

Esse fato é preocupante, já que a indústria é um dos setores que mais contribuiu para o PIB do primeiro trimestre de 2.011, ao lado dos setores de serviços e agronegócio.

Em declaração à imprensa, a Fiesp afirma que o Brasil precisa se preocupar mais com seus direitos, em relação aos seus principais parceiros comerciais, EUA, China e Mercosul.

Para complicar, o Ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio exterior, já afirmou que, no caso do câmbio, não há solução no curto prazo.

Analisando a situação, chegamos à conclusões nada agradáveis. A China, EUA e Mercosul, estão entre os princiais parceiros comerciais do Brasil, não dá para pressioná-los à nada.

Combater o contrabando não vai ser fácil, essa marginalidade é decorrente dos problemas sociais de países como o Paraguai, e o Brasil tem culpa nisso.

Em vez de querer procurar soluções para nossos problemas, lá fora, o Brasil deveria procurar os problemas aqui dentro. Todas as energias de nossos políticos estão concentradas em roubar, assim não dá para reduzir os gastos públicos, reduzindo também os impostos.

Sem a redução dos impostos e da corrupção, nunca teremos concorrência ou preços justos, capazes de fazer frente aos produtos pirateados. Na realidade, todos os nossos problemas estão ligados à corrupção política, não dá para se falar em problemas sócio-econômicos sem falar em corrupção.

Quando dizemos que os EUA estão sendo injustos, esquecemos de lembrar que eles estão defendendo o lado deles. Os americanos sempre patrocinaram a corrupção brasileira; a miséria brasileira, proporcionada por essa corrupção, ajudou no enriquecimento deles.

A crise mundial provocada pela força chinesa, vem da miséria da China. Para combater essa crise, os países ricos terão que conseguir um bilhão e meio de miseráveis, além de indústrias para esses miseráveis trabalharem.

Como no Brasil não há tantos miseráveis assim, somos apenas 190 milhões, os países ricos terão que buscá-los em outros países ou passarão a ser miseráveis também.

Na América Latina, o Brasil é um dos poucos países que aceita essa situação de miserável, portanto, os latinos não trabalharão em prol do capitalismo dos países ricos.

By Jânio

junho 14, 2011 Posted by | Política | , , , , , | 6 Comentários

Maldita Burocracia

perigo burocratico

Crimes Burocráticos

Vivemos na era das ditaduras, se cai um sistema de “governo ditatorial”, um novo governo nada faz para mudar o que está errado, pior, o povo, já cansado de tantas lutas, acredita que realmente mudou.

O resultado dessa crença inabalável de que tudo agora vá dar certo, somado à publicidade, interesse de religiões baseadas em princípios fundamentalistas, achando que realmente não é preciso ter sentimento para dar significado às palavras, levam-nos a retroceder no tempo.

Cansados de tantas batalhas e lutas do dia-a-dia, os trabalhadores abrem a guarda para mais uma ditadura, a ditadura da burocracia.

Para quem não está atento, burocracia é a melhor maneira de roubar uma pessoa.

Algumas pessoas acreditam que o que foi assinado deverá ser cumprido, não importando se foram roubadas, mas é para isso que servem os advogados.

Se você tiver um bom advogado – o melhor advogado é o advogado que se pode confiar – você terá uma grande possibilidade de não ser roubado, caso contrário, estará nas mãos dos burocratas.

Não é tão fácil evitar a burocracia, ela está por toda parte, mas isso não evita a ação dos malandros.

Com tanta burocracia, surge até a fobia, pessoas que não suportam ver papéis à sua frente. Pessoas com fobia de burocracia enchem caixas de papéis e faturas durante até um ou dois anos, para depois tentar arrumar.

Durante alguns momentos a pessoa tem a brilhante ideia de queimar tudo, logo o pavor toma conta dela: E se algum papel importante for queimada? – pensa.

A burocracia é, em alguns casos, totalmente inútil. Pense bem, segundo os especialistas em burocracias – acredite, já temos isso – contas como água, luz e telefone, devem ser guardadas durante dois anos.

O motivo, segundo esses “consultores”, é que, em caso de alguma falha no sistema, você terá como comprovar o pagamento, evitando dor de cabeça.

Tente imaginar uma família humilde que gaste mensalmente cinquenta reais de luz – acredite, temos pessoas humildes assim também – essa pessoa guarda os extratos de suas poucas contas durante dois anos, para evitar essa tal dor de cabeça. Se essa mesma pessoa deixar de pagar sua conta um único mês, receberá o aviso “carinhoso”: “Caro cliente, sua conta desse mês não foi paga. Caso essa conta não seja paga dentro de trinta dias, seu abastecimento será suspenso.”

Vocês entenderam, não é mesmo? – Se faltarem dois pagamentos, o abastecimento será suspenso, mas a “bendita” fatura deve ser guardada por dois anos, para que fique devidamente comprovado o seu pagamento.

Eu me lembro quando eu fui ao Ministério do Trabalho para fazer o meu primeiro registro, até então eu trabalhara sem registro – e ai de quem denunciasse para o Ministério do Trabalho.

A atendente me perguntou – Onde está a sua carteira de identidade, para que eu possa fazer o seu registro.

Não tenho carteira de identidade – respondi.

Mas que tipo de homem é você que não tem nem uma carteira de identidade – perguntou-me ela.

Com quinze anos, eu senti todo o peso da burocracia em minhas costas. Pensei em explicar a mulher que eu só tinha quinze anos, mas senti em seu olhar que a sua intenção não era exatamente discutir o sistema – perdi uma grande oportunidade de emprego.

Depois de juntar trinta reais, fui até o Banco da cidade. A bancária me disse gentilmente – O mínimo, para abrir uma conta, é cinquenta cruzeiros, meu filho.

Concluí que a procura pela primeira conta em Banco deveria ser grande, e que eu precisaria juntar mais vinte cruzeiros, caso eu quisesse realizar o meu “grande” sonho capitalista.

Depois de conseguir os cinquenta cruzeiros, voltei ao Banco – Você poderia me apresentar o seu CPF, por favor? – pediu-me educadamente a bancária.

Sem o CPF não daria para abrir a conta, mais uma vez o meu sonho seria adiado.

CPF – Cadastro de pessoas físicas. Poderíamos chamar também de controle de pessoas físicas, mas eles são covardes demais para assumir.

Um amigo meu resumiu tudo assim: Precisamos de identidade para tirar qualquer tipo de documento; precisamos do registro de nascimento para tirar a identidade; precisamos da certidão de casamento dos pais para tirar a identidade, etc.

Se a identidade é necessária para tirar qualquer tipo de documento, então porque ela não pode ser utilizada para realizar essas funções, onde se utiliza outros documentos? – A resposta é controle.

É através de seu CPF que o Governo controla todo dinheiro que você movimenta, exceto o dinheiro que realmente deveria ser controlado, o dinheiro da PPP.

Não importa se você só tem quinze anos, se quiser entrar no sistema, terá que seguir as normas, além de ficar preso a elas, naturalmente.

By Jânio

maio 27, 2011 Posted by | Reflexões | , , , , , | 6 Comentários

Desafios de nossa educação

 transformações da familia

Comportamento dos Filhos

O Brasil sempre promoveu uma forma discutível de avaliação dos conhecimentos, durante muito tempo, quem tinha maior capacidade de decorar, tinha mais chances em vestibulares e concursos. Eu sempre considerei esse sistema discriminatório.

Alguns professores mais sensatos, deixavam sempre bem claro: “Há duas formas de resolver o problema, uma maneira fácil e outra difícil.

Na maneira fácil, todas as formas de simplificação do problema são usados, mas aquilo que deveria simplificar, acaba complicando.  Usam-se fórmulas, macetes, tabelas, sistemas antigos, idéias já pensadas, etc.

A sociedade de hoje opta pela forma mais fácil de resolver seus problemas, mesmo sem compreendê-los inteiramente.

A língua portuguesa é um bom exemplo disso, apenas pessoas com uma memória muito boa, com um domínio absoluto da língua, podem  escrever de maneira razoável, sem erros. 

Com a entrada da internet nas classes mais pobres, o sistema elitizado sofreu um duro golpe. Muita gente chega ao cúmulo de achar que a inclusão digital foi um erro.

Talvez a inclusão digital possa ter sido um erro, mas só se for para a elite.

A elite nunca se adaptará à maneira como o conhecimento é oferecido livremente pela rede de internet, com ausência total de direitos autorais.

Um problema que surge aqui, e não é exatamente um problema pedagógico, é a pornografia na internet. A pornografia é um problema tão difícil de ser evitado quanto outros tabus, tabus que foram evitados durante milhares de anos.

Com a internet, não só a educação deve ser repensada, como todos os costumes, tabus, e o próprio conceito de certo e errado.

Outro dia eu assisti à uma palestra, onde, de forma acessível, o apresentador mostrava os “velhos” de cabeça dura.  Na verdade os “velhos quadrados” eram citados como aquelas pessoas que não se adaptam às mudanças do tempo, podendo ficar isolados.

Pessoas idosas tendem a sofrer mais quando são impacientes, intolerantes. Ninguém terá paciência suficiente, caso não seja tratado sem respeito.

A falta de educação, ou educação errada, a qual as crianças são submetidas nos dias de hoje, transforma o mundo inteiro em um campo de guerra.

Vejamos o caso dos EUA, o país perfeito, segundo as normas do capitalismo. Na realidade são pessoas que estão no limite, onde a saúde mental não recebe a mesma atenção da saúde física.

Para nós brasileiros, isso nem é notado, já que nem à saúde física nós temos direito. Enquanto as TVs são as babás eletrônicas dos bebês, grandes criadoras de monstrinhos, nós somos submetidos a uma verdadeira lavagem cerebral, perdendo qualquer sensibilidade que antes tínhamos.

Para qualquer pessoa que nunca assistiu uma novela, pode achar a coisa mais estúpida do mundo, mas essa é a melhor forma de se criar caricaturas, trabalhar a mente das pessoas sem que essas tenham notado, uma verdadeira lavagem cerebral.

Na classe média baixa, a pergunta que eu tenho notado foi: “É melhor deixar o bebê com a babá ou na creche?” – Isso é muito interessante, pois as mesmas pessoas que são contra a privatização, protegendo os cabides de empregos e a corrupção, são as primeiras a terceirizar seus serviços domésticos.

Na classe média alta é pior, as “criadas”, pessoas sem vida própria, que trabalham vinte e quatro horas por dia, chegam ao cúmulo de criar até três gerações.

Isso pode até dar certo, mas é um risco ao qual se expõe os filhos. Aqui a lei é hipócrita quando diz: “Toda criança tem direito a um pai e a uma mãe.”

Em primeiro lugar, é preciso dizer que os filhos de mães solteiras nunca terão um pai, a pensão é uma forma estúpida de passar a impressão de que tudo está bem. Em alguns paises da America do Sul, as mães solteiras recebem um salário.

No passado, ao longo dos séculos e milênios, os filhos não tinham um pai, mas sempre tiveram uma mãe para educá-las. Como as mães estão aptas a educar crianças, no caso das meninas a educação ia além da infância, os meninos não amadureciam além dos onze anos, já que seus pais trabalhavam.

Hoje, as crianças não tem pais, nem mães. Quando são crianças mimadas, fica tudo mais difícil, as drogas, a violência promovida pela tv, cinema, e completada pela miséria, são um convite ao crime.

Enquanto em paises como os EUA, o Presidente Obama pede alguns minutos de silêncio, escondendo a violência gratuita promovida por Hollywood, aqui no Brasil, finalmente os jovens descobriram que a corrupção não implica necessariamente em marginalidade.

Os jovens agora já sabem que crime, só será considerado crime, quando for descoberto. Sabem também que as leis tem muitas brechas, onde os ricos sempre terão várias formas de escapar a justiça.

As mídias de massa fazem a sua parte, mostrando como os criminosos ficam pouco tempo na cadeia, além de promover o sistema caótico em que vivemos. Vivemos agora como máquinas, já que somos criados por elas.

Muita gente, agora, ainda está preocupada com a pornografia, e tem razão, o fácil acesso a esse conteúdo, forçaria os pais a acompanharem a educação dos filhos de maneira muito mais rígida.

O problema é que a internet expõe todos os tabus, e a sociedade nunca esteve preparada para eles, essa sempre foi uma maneira de mostrarmos as nossas verdades.

O “Caso Mayara Petruso” deixou as empresas com uma preocupação a mais, os problemas de educação, a partir de agora, as empresas de RH apertam o cerco para um problema que eles não davam muita importância.

A justiça ainda é tolerante com crimes de discriminação, racismo, mas a imagem da empresa fica manchada, podendo comprometê-la financeiramente.

A internet deu a palavra, apresentou os tabus, mostrou os direitos, e até facilitou o crime. Tudo isso porque a internet é apenas uma ferramenta revolucionária de comunicação da qual não podemos mais viver sem.

É preciso ficar atento às dicas de segurança, já que a nossa privacidade está por um fio. A internet conseguiu  a façanha de integrar todas as mídias, nossa privacidade é um pequeno preço diante disso.

A Educação dos filhos já passou a ser terceirizada, algumas vezes é irreversível, outras vezes, forçam-nos a uma reflexão: “O que é melhor para nossas famílias?”

Se as crianças não precisassem dos pais, a lei não insistiria tanto nas suas presenças. A incapacidade de lutarmos por melhores salários e pelo cumprimento de nossas leis, faz com que famílias inteiras tenham que trabalhar, deixando a educação de seus filhos nas mãos de outrem.

By Jânio

janeiro 16, 2011 Posted by | Reflexões | , , , , , , , , , , | 16 Comentários

A guerra ao narcotráfico no Rio

 

violência

Guerra do Rio

Costuma-se dizer, entre os comentaristas e sociólogos, que a guerra travada entre a polícia e o narcotráfico não é o cartão postal que a cidade do Rio gostaria de divulgar.

Não são só as notícias ruins que espalham rápido, as imagens e vídeos também.

Sérgio Cabral será conhecido, pela história, como o homem que declarou querra ao tráfico de drogas. O Governador que conseguiu unir as polícias, apesar das denúncias constantes de corrupção, relacionadas ao quadro policial do país.

A criminalidade, assim como vários outros problemas, estão diretamente ligados a gestão pública.

É cansativo repetir sempre a mesma coisa, mas o que está efetivamente sendo feito, para que outras guerras não venham a ocorrer no futuro?

O mais assustador, quando assistimos essas imagens de guerrilha urbana, é imaginar que essa violência está se espalhando por todo o país. A violência do Rio já se tornou violência das regiões metropolitanas.

Uma organização que, segundo algumas notícias vindas do Paraguai e Colômbia, ultrapassaram fronteiras.

Evidentemente que não podemos criticar o Governador que mais combate o crime nas comunidades dos morros, mas sim o sistema. Tanto em São Paulo, quanto no Rio, nota-se que a violência está muito acima dos partidos.

Será que há interesses envolvidos à essas guerras? – …à julgar pela incompetência de nossos políticos, e pelas análises notadamente parciais de nossos jornalistas, nota-se que o problema não é só político.

Eu tenho notado que  a cada medida enérgica, por parte do sistema, o povo mais pobre sempre é o primeiro a sofrer as consequências. Foi assim no primeiro congelamento do Governo Sarney, Collor, Itamar, FHC e Lula.

Sempre houveram críticas da oposição, mas sempre ficou claro que essa era a maneira mais cômoda de governar.

Os arquivos secretos do Governo são capazes de assustar até o mais perigoso bandido do mundo.

Recentemente, alertamos para a falta de controle de armas da própria polícia, um problema crônico, onde a arma é fornecida pelos policiais corruptos, e recuperada pela própria polícia, durante a prisão do marginal, voltando a se tornar mercadoria a ser comercializada.

A corrupção no Brasil pode ser medida pelo impostômetro, o maior símbolo da vergonha nacional. A conclusão é de fácil assimilação: Quanto mais impostos, mais corruptos.

Não há nenhum plano de redução de impostos, nunca houve, o que prova que a corrupção está acima dos partidos, está nas mãos dos coronéis da política e das mídias de massa,  aliados dos banqueiros e empresários, patrões dos políticos corruptos.

A saída passa pelas alternativas oferecidas pelas eleições, a pergunta que sempre fica é: Quais são as chances dos pequenos partidos, e quais as possibilidades de governabilidade?

Movimentos populares, como o Ficha Limpa, podem ser um bom começo, mas não a solução.

Quanto menos corruptos na política, menor a possibilidade de manipulação, menor a força da máfia.

Eu não participei do Ficha Limpa, simplesmente porque não acreditava  que poderia resultar em bons resultados, já que os grandes políticos, e envolvidos em esquemas de manipulação, raramente são detectados pela justiça.

Apesar disso, todos nós notamos que o Ficha Limpa funcionou, e foi apenas a ponta do iceberg, muitos políticos cairam, não pelo Ficha limpa, mas por vontade do próprio povo. Se a memória do povo era curta, com a ajuda da internet, ela se refrescou.

Tentaram inclusive criar projetos para controlar a informação na rede, além de descobrirem que é impossível esse tipo de controle, descobriram também que os internautas são muito mais informados que eles pensavam.

Essa guerra no Rio, não deverá solucionar os problemas da Cidade Maravilhosa, muito menos do país inteiro. A solução é muito mais complexa, principalmente quando falta boa vontade.

Muita gente morrerá, chegando ao ponto de os próprios traficantes  incitarem essa violência, já que normalmente é a polícia que começa o barulho.  Pode ser que a logística sofisticada, dos poderosos traficantes, já tenha detectado os benefícios dessas guerras tolas e inglórias.

Quanto menos traficante vivo, maior o lucro, já que acabar com o tráfico é praticamente impossível. O tráfico é um reflexo de nosso sistema.

Como disse o grande filósofo Geraldo Alckmin: “Durante os ataques do PCC, foi a época em que se registrou o menor índice de criminalidade em São Paulo”.

A organização do crime, ironicamente, impossibilita que todos os marginais pratiquem o crime em seu território, já que o policiamento nunca será suficiente para conter a criminalidade.

A “PPP” continuará o seu joguinho sujo pelo poder, enquanto isso, o povo assiste a tudo sem poder participar, a não ser em época de eleições.

Muitos políticos “sujos” caíram, muitos ainda haverão de cair, desde que o povo veja o lado bom de seu voto, deixando muitos políticos veteranos sem mandato.

https://icommercepage.wordpress.com/2009/10/20/violencia-do-rio-vista-de-fora/

https://icommercepage.wordpress.com/2010/09/15/a-crise-da-ppp/
By Jânio

novembro 28, 2010 Posted by | divulgação gratis | , , , , , , , , , , | 8 Comentários

Um Jeito perfeito de perder uma eleição

 

sistema centralizado

Santuário da Política

O PSDB ganhou a eleição em vários estados, para Governador, mas a decepção foi grande para Presidente. Por outro lado, o PT ganhou a eleição para Presidente, mas nos estados não teve muito sucesso, principalmente nos confrontos com o próprio PSDB.

Esse é um outro problema do Brasil, o sistema centralizado, onde todo o poder está concentrado no Governo Federal.

Durante quinhentos anos isso deu certo.

Em países como os Estados Unidos, pais de dimensão parecida com o Brasil, descobriu-se há muito tempo que cada estado deve decidir seu próprio futuro, suas leis, costumes e tradições. Em um estado a pena de morte é aplicada, em outro não.

Um sistema como esse do Brasil, poderia gerar uma guerra civil nos EUA, lá não costumam “engolir” certas desculpas políticas ou problemas de outros estados.

Após as eleições do Brasil,  a elite e seus “fiéis” representantes continuaram atacando o povo, isso não se faz. Até eu tenho que pedir desculpas pelo equívoco de chamar os bipartidários de povo, deveria chamá-los de soldados.

Apesar da briguinha, essas ofensas são da boca para fora, eu já descobri, há muito tempo, o quanto a elite é covarde. As empresas já sabem disso, por isso não estão preocupadas.

Quando eu disse que os bipartidários estão cada vez mais parecidos com os políticos, eu estava enganado. Os bipartidários estão descendo o nível abaixo dos políticos.

Enquanto os políticos assumem o sistema bipartidário, obedecendo os seus patrões, os empresários, por outro lado, os bipartidários só conseguem ver um candidato, o adversário.

Os bipartidários reúnem toda a sujeira do candidato adversário, esquecendo-se do seu.  Nem precisavam, afinal, nós sabemos como são os políticos, o que nós ainda não encontramos são suas qualidades.

Não vão criar nenhum plano para baixar os impostos, mas as empresas nem reclamam, devem estar satisfeitas com os esquemas de lavagem.

Apesar das críticas aos políticos, temos que reconhecer que eles são bons funcionários, infelizmente, estão confundindo seus patrões. Ao invés de servirem ao povo, servem aos banqueiros e multinacionais.

Quando os banqueiros foram liberados pelo supremo, o Supremo estava certo num ponto, não há para onde fugir. Nenhum país está interessado em aceitar os bandidos brasileiros.

Estavam errado em outro ponto, os banqueiros corruptos representam, sim, um perigo para a sociedade, eles são responsáveis pelos desvios de verbas através de empreiteiras e Banco Central, causando essa infra-estrutura de péssima qualidade.

Eu me lembro da época de FHC, quando Chico López liberava informações sigilosas, enquanto os banqueiros e empresários enriqueciam, financiando suas operações cambiais com o dinheiro público.

Quando Lula entrou, a farra do câmbio acabou. A covardia dos especuladores acabou com a especulação da noite para o dia.

É fácil atacar o povo, enquanto as empresas estão satisfeitas em ter apenas dois partidos para se preocuparem.

Eu gostaria de agradecer às mídias de massa, por divulgarem apenas informações desses dois candidatos, enquanto dos outros nada se sabia.

Gostaria de pedir ao Serra que parasse de lembrar que ele foi Ministro da saúde, apesar da quebra de patentes dos remédios contra a AIDS, a saúde não é um setor para ser lembrado em época de campanha, a não ser para denegrir a sua própria imagem.

O PSOL, um dos maiores e melhores partidos do Brasil, ao lado do PSB, tinha um candidato, mas eu não vi a Heloisa Helena fazendo campanha para ele. Aliás, Heloisa Helena está bem sumida, e fazendo falta.

O caso, ou descaso, mais evidente, foi no PSDB, deixando para divulgar o candidato em cima da hora. Quando alguém perguntava, diziam que era fofoca, dizendo que não tinha nada decidido, como se isso fosse bom.

Escolher um político jovem e desconhecido para ser o vice do Serra, foi um sinal de que ninguém acreditava no Serra. O mais interessante é que o Serra começou bem a frente de sua adversária, mesmo sem apoio de seus partidários.

Enquanto Serra falava com orgulho de FHC e Itamar Franco, ninguém viu esses dois na campanha, exceto na reta final.

Com a quantidade de pobres que temos no Brasil, e a julgar como funciona nosso sistema, já era de se esperar que o resultado fosse esse.

A democracia sempre vence, e a elite ajudou, quando começou a provocar os pobres, sem a menor noção de estatística.

Aécio Neves não quis queimar o filme contra a popularidade de Lula; Marina silva permaneceu inteligentemente neutra, preservando sua imagem.

Retirando seu candidato da disputa, o PSB mostrou que Ciro Gomes é um candidato que poderia mudar os rumos dessa eleição. A pergunta é porquê, ou por quem?

Para completar esse cenário de circo, só faltava as pesquisas fazerem a sua parte, mostrando o resultado antes das eleições. Foram até ameaçadas de multas, caso ficassem fora da margem de erro.

Eu gostaria de parabenizar as mídias de massa, por fingirem que mostravam os outros candidatos, entrevistando-os durante alguns minutos, para depois excluí-los dos noticiários.

Fica claro que está faltando educação política no Brasil, mas é melhor nem pedir isso, do jeito que está, é bem provável que  educariam os jovens para aceitarem esse sistema de cartas marcadas.      

As críticas exageradas, fofocas e mentiras, só ajudaram a piorar o problema.

A política perdeu grandes nomes da política, como o homem que comprou o jatinho com o próprio dinheiro, Artur Virgílio, que formava a dupla dinâmica com o saudoso Jefferson Peres. Até Marcos Maciel, andava meio sumido.

O PT se livrou de várias dores de cabeça, inclusive com a ajuda do ficha limpa. Na minha opinião, o maior problema do ficha limpa, será com Roseana Sarney.

Sendo eleita pelo povo, será um grande “abacaxi” para a justiça. Isso aconteceu em Londrina, no Paraná, eleição para Prefeito, onde a justiça prevaleceu e foi feito outra eleição entre o segundo e o terceiro.

Também é bom ver Pedro Simon discursando em prol do ficha limpa e contra Jáder Barbalho, de seu próprio partido. 

Enquanto nos EUA Obama sente uma derrota, nem aceitam a urna eletrônica, aqui no Brasil essa derrata não representaria nada. Quanto a urna eletrônica…

É, meus amigos, não há político santo no Brasil, por isso não devemos esperar milagres. Devemos melhorar a educação, não a educação da escola, mas a educação básica, educação da dignidade, honestidade, honradez e fé.

By Jânio

novembro 4, 2010 Posted by | Política | , , , , , , , , , , , , , , , | 3 Comentários

A incrível história do bebê de 29 anos

maria aldenete

Bebê de 29 anos

Uma mania que nós temos, banalizar dramas reais, crimes policiais e políticos,  poderia ser explicada pela maneira como isso é divulgado, sem público nem horário certo. 

Nem é um caso para a censura, bastaria que a empresa deixasse de pensar em dinheiro, separando o material e o público que pretende atingir.

Há casos reais, onde o drama das pessoas não deve ser visto como um produto a ser oferecido em horário nobre, mas em horários onde as pessoas certas possam refletir melhor. Na maioria desses casos, não deveria haver a necessidade de se oferecer esmolas a essas pessoas, mas exigir que o Estado cumpra com sua obrigação, nomeando a pessoa que deverá cuidar desse problema social.

Durante a minha infância, conheci muita gente deficiente, a maioria enfrentava o preconceitos. A maioria mora em regiões metropolitanas hoje, onde há mais associações direcionadas para esse povo.

No sertão do ceará, em Caucaia,  um caso que comoveu o Brasil inteiro, foi o caso de um bebê de 29 anos de idade que não cresceu. Não é um caso de altura, como outros que temos citados, mas um caso de envelhecimento, ou ausência desse.

Segundo informações da própria família, Maria Aldenete tem problemas na glândula endócrina, motivo pelo qual ela não envelheceu, permanecendo bebê.

O descaso teria sido das autoridades pública da saúde, já que a família não tinha condições financeiras para cuidar da menina. Se fosse tratada, quando ainda era bebê, o problema poderia ter sido resolvido.

Esse caso me lembrou de outro, o Ferrugem, mas no caso do Ferrugem, celebridade que estampava capas de livros de Matemática, o caso não aconteceu quando ele era bebê, como é o caso de Maria Aldenete.

Maria Aldenete virou manchete de jornais e telejornais, caso a família cobrasse cachê, seria suficiente para cobrir as despesas da menina pelo resto da vida.

Vivendo graças a doações, Maria Aldenete é criada pelo pai e pela madrasta. Com vinte nove anos, ela é um eterno bebê.

Na fase em que nasce, o bebê precisa de atenções especiais, quando o profissional da saúde toma as devidas precauções, nada de anormal deverá acontecer. O acompanhamento peso/altura é fundamental até os treze ou catorze anos, quando o corpo entra no estágio final de desenvolvimento.

Mesmo em cidades pequenas, poderia-se ter encaminhado o bebê para a capital, onde os hospitais Universitários teriam tratado gratuitamente. Nesses casos, um bom advogado também ajudaria bastante, mas os brasileiros não estão acostumados com justiça.

eterno menino

Distúrbio do crescimento

By Jânio

setembro 28, 2010 Posted by | curiosidades | , , , , , , , , | 12 Comentários

Pedofilia e Homossexualidade – A corda sempre arrebenta do lado mais fraco

A comunidade GLS é aceita pela sociedade de maneira hipotética, ou hipócrita mesmo. Se os gays e lésbicas negarem a sua própria sexualidade, então todos os seus “pecados” serão perdoados, os gays são vistos como anjos, ou assexuadas, pelos falsos defensores da comunidade.

O problema é que sem a sua sexualidade, os gays não podem assumir a sua condição perante a sociedade.

Isso tudo é muito irônico, porque com os escândalos dos padres pedófilos, outra questão veio a tona – Afinal de contas, o pedófilo é um doente ou é um monstro? – a sociedade se recusa a aceitar a ideia de que é muito grande o número de pedófilos dentro da sociedade, não só no Brasil, como em todo o mundo.

Na Holanda, há até um partido pedófilo, seus integrantes, evidentemente, não são pedófilos, mas conhecem esse problema de perto, coisa de primeiro mundo.

Na vontade de criar polêmicas em cima da questão da pedofilia, a mídia televisiva cometeu um pequeno mas considerável erro, trocou a palavra homossexualidade por homossexualismo.

Acontece que os gays são enfáticos quanto a essa questão: “Precisamos parar de dizer essa palavra, homossexualismo, dando a ideia de doença; precisamos ver os gays e lésbicas dentro de sua condição de homossexualidade, homossexualismo dá uma ideia de doença e não somos doentes.”

Foi por isso que o jornalismo da televisão espalhou, erroneamente, a ideia de que a classe GLS está ligada ao homossexualismo e não a homossexualidade. A classe GLS nem reclamou, isso porque, pela primeira vez na vida, eles conseguiram as manchetes em seu favor, homossexualismo é só um detalhe, e depois eles sabem que a corda sempre arrebenta do lado mais fraco.

Aproveitando a deixa, devo reconhecer que as notícias bizarras da região do planalto ajudaram muito ao decadente José Roberto Arruda, afinal, conseguiram encontrar alguém para roubar as manchetes em seu lugar, em Brasília, um “monstro” pedófilo. Com o enforcamento do “monstro”, ele perdeu a esperança de dormir tranquilo.

Já no caso de seu hipotético problema cardíaco, eu acredito, afinal, quem não teria um ataque no coração, depois de ter um pesadelo de que toda sua maracutaia política foi descoberta, foi abandonado pelo partido, e pior, acordando e descobrindo que tudo é real, pior, que está preso.

Haja coração.

By Jânio

maio 11, 2010 Posted by | Reflexões | , , , , , , , , , , , | 6 Comentários

Indexação de páginas às avessas

acessando blogs bloqueados

indexação alternativa

O meu grande objetivo na internet, sempre foi as buscas, o sistema mais antigo da internet, mais simples também, pelo menos até surgir o Google.

A maneira como as mensagens são espalhadas pela internet, me interessam muito, pois isso faz com que nossa opinião tenha mais importância, à medida que o site adquire uma maior notoriedade.

A partir dos sistemas de buscas, toda a rede de conteúdo tem início. O processo de linkagem, ligação entre texto, artigos, mensagens etc. Resumindo: a Xanadu de Ted Nelson ganha vida.

Outros sistemas tem chamado a atenção ultimamente, como é o caso do cobiçado ranking do Ocioso, que deixa o Google meio sem função, quando o assunto é referência em conteúdo, tamanha a quantidade de visitas que o sistema do Ocioso oferece.

Eu poderia dizer que dentro do processo de linkagem, duas redes se destacam de todas as outras: A Twitter, apesar de eu não ter emplacado por lá ainda e a WordPress.

A Twitter dispensa comentários, é uma rede onde os usuários, literalmente, pedem para receber spam, para a alegria dos publicitários e grandes redes de comércio. O lado bom é a sua performance, a melhor jamais vista em toda a história de softwares, uma revolução em programação, é esse o motivo de haverem tantas ferramentas e buscas baseados na Twitter.

O gerenciador WordPress é outra rede que chama a atenção, mas pelas suas próprias ferramentas. Eu já tive hospedagem própria e posso afirmar que o painel da WordPress é único. Eu admirava tanto seu painel, que mesmo quando eu tinha meu próprio domínio, eu o usava frequentemente.

Graças a essas facilidades, a WordPress foi facilmente se integrando às ferramentas Web 2.0, como os sistemas RSS. O caso da Delicious, foi uma ferrramenta que se integrou muito bem, tanto com a wordpress, como com o buscador da Google, um dos melhores exemplos de integração de sistemas da internet.

Foi graças a essa integração – WordPress > Delicious > Google – que eu, um amador em internet, descobri uma indexação pelas portas do fundo, a indexação de imagens.

Através da indexação de imagens, eu pude verificar como a otimização das imagens é importante: textos das imagens, rodapé, legendas, etc

Algumas imagens podem se transformar em virais quando menos se espera, foi o que aconteceu com meu site. Assim eu descobri como uma imagem pode fazer a diferença para o site, ou seja, muitas pessoas buscam pelas imagens no buscador da Google, do Yahoo e outros.

Outro fato curioso, é que, com a dificuldade de acesso ao blog, fato verificado por vários amigos, entre eles o Lison, eu fiquei na dúvida se o site era bloqueado por ter assusntos polêmicos, parece que não, pelo menos aparentemente não.

Graças as buscas de imagens, descobri que quando estamos com dificuldade para acessar um blog, podemos acessà-lo através de imagens nele contidas.

Algumas imagens de meu site se encontram bem posicionadas nos buscadores, como as palavras: Ig, cbn, pedro malasartes, milagres existem, bicitaxi, futebol feminino e muitas outras que eu ainda não notei, ou outras que ficaram no topo temporariamente, como foi o caso de Atlantida, Pompéia, hieroglifos, etc.

Assim, acessar o site através das imagens, se tornou uma boa opção, para os leitores de meu blog, quando o site estiver bloqueado, é só buscar por imagens e acessá-lo facilmente. Eu também uso três navegadores, mas isso eu não recomendo, pois não sei se é uma boa ideia, principalmente no caso de gerenciamento de cookies e cachê da memória, reservada ao navegador, até agora, tudo bem.

By jânio

abril 28, 2010 Posted by | blogosfera | , , , , , , , , , | 7 Comentários

Principais falhas de empreendedores

cuidados com falhas

reconhecendo as falhas

De acordo com pesquisas do SEBRAE, a metade das empresas não sobrevivem aos dois primeiros anos. Isso mostra como o empreendedor, de um modo geral, não está preparado para a gestão eficiente de seu negócio.

Algumas vezes o empreendedor pode até administrar, mas, depois de algum tempo, se cansa da rotina. É por isso que alguns empreendedores preferem trabalhar em uma empresa, para saber como é a rotina e se suportarão essa rotina durante muito tempo, antes de se aventurarem a empreender.

Fora os problemas diversos que poderão ser enfrentados pelo futuro empreendedor, há outros problemas mais típicos que deverão ser evitados.

As porcentagens de falência são:

Sexo masculino, 30 a 49 anos.

Funcionários de empresas privadas – 30%.

Autônomos – 25%.

Empresários – 10%.

Donas de casa – 8%.

Estudantes – 7%.

Funcionários Públicos – 7%.

Esses números são alarmantes, mostram como os empreendedores iniciantes não se preparam, não escolhem o segmento certo e nem conseguem escapar das armadilhas mais comuns que o empreendimento lhes reserva.

O SEBRAE de Santa Catarina enumerou os erros mais comuns e que deverão ser evitados pelos empreendedores iniciantes.

O elemento número um, relacionado a um empreendimento, é a oportunidade. Uma pessoa com aptidão para empreendedora cresce aproveitando oportunidades, é a oportunidade o maior motivo de se abrir uma empresa, sem isso a pessoa estará cometendo o maior dos erros, abrir uma empresa por necessidade e não para aproveitar uma oportunidade, como foi visto em “Perfil do empreendedor brasileiro”.

Não se anime com políticas de crédito fácil, o financiamento de uma empresa implica em juros altos, além de limitação em dois fatores importantes do processo empreendedor: Falta de capital de giro e falta de investimento; nesses casos, as melhores chances deixaram de ser aproveitadas, a empresa ficará bitolada, presa as suas próprias limitações (juros + impostos = apuros financeiros).

Capital de giro – O pagamento de despesas fixas e variáveis, altas taxas de impostos e juros altos, implicará em falta de capital de giro, causa de 40% das falências, de acordo com a pesquisa.

Falta de investimento na empresa – tendo a mesma causa, falta de recursos financeiros, sem contar que a empresa deverá sustentar o dono da empresa. O investimento na empresa é o principal fator do sucesso de um empreendimento, segundo 23% dos empresários mais experientes.

Conhecimento (experiência) do mercado em que atua é essencial, uma habilidade gerencial, sem a qual o empreendedor correrá alto risco, segundo 49% dos empresários consultados. Não haverá tempo para adquirir conhecimentos necessários, ao mesmo tempo em que se dedica ao elemento principal, a venda de seu produto.

Vendas (marketing) – As estratégias para vendas deve ter a atenção não só do iniciante, mas também dos empresários experiente, segundo 48% dos empresários entrevistados. Algumas atividades, dependem quase que exclusivamente do setor de vendas, é o caso das agências de viagens, por exemplo.

Conhecer o negócio, ter boas noções de controle e contabilidade, boas estratégias de vendas. Tudo isso deve ser observado, depois de verificada uma oportunidade, realizada uma boa pesquisa de mercado, elaborado um bom plano de negócios.

Fonte: SEBRAE Santa Catarina.

By Jânio

janeiro 3, 2010 Posted by | Empreendedorismo | , , , , , , , | 9 Comentários

Os Perigos da pressão alta.

risco de pressão alta

risco de pressão alta

A  hipertensão ou pressão alta é uma das doenças mais comuns que conhecemos, cerca de vinte por cento da população adulta sofrem desse mal.

A doença não tem cura e com o tempo pode danificar o coração, rins e cérebro, por isso o controle da pressão alta é de vital importância para se ter uma vida saudável.

Pelo fato de muita gente apresentar esses sintomas, fica mais fácil controlar a doença pois se todos conhecem os sintomas, poderão se tratar e evitar que ela saia do controle.

A pressão deve ser constantemente controlada, pessoas com pressão alta devem consultar regularmente o médico, a medida visa evitar que a doença saia do controle, se isso acontece, pode ser prejudicial a nossa saúde.

Os vasos sanguineos são, em seu interior, muito frágeis, a circulação com pressão muito alta faz com que os vasos fiuqem comprometidos podendo haver, com o passar do tempo, uma ruptura.

Quando os vasos ficam endurecidos e estreitados podem entupir ou romper-se. O seu entupimento pode provocar angina ou infarto.

No cérebro pode provocar derrame, AVC, e nos rins pode provocar paralisação.

A pressão não escolhe a pessoa, todos estão sujeitos a sofrer desse mal, mas no idoso a incidência da doênça é bem maior, portanto os cuidados devem ser maiores também,

A pressão deve ser medida a cada seis meses, procure informações em um hospital ou postos de saúde sobre qual o local mais próximo de sua casa.

Entre os principais fatores de risco estão a obesidade, sedentarismo, e excesso de estresse.

A pressão alta é uma doença silenciosa  e isso a torna mais perigosa ainda, em geral não apresenta sintomas mas pode provocar dor de cabeça e tontura.

A pressão alta tem também entre seus fatores de risco a genética, doença de família, controlando a hipertensão podemos diminuir os riscos de infartos, derrames e paralisação dos rins.

Para se evitar, previnir, ou combater a pressão alta se faz necessário praticar atividades físicas regularmente, controlar o sal dos alimentos, evitar bebidas alcoólicas.

Uma pessoa pode medir a própria pressão, desde que esteja preparada para isso.

A pressão deve ser medida em ambiente tranquilo, após repouso de cinco minutos, o braço onde se fará a medição deve ficar apoiado em uma mesa, a altura do coração. As costas apoiadas em uma cadeira, os pés no chão, com a bexiga vazia.

O álcool e o fumo devem ser evitados para a prevenção de qualquer doença.

O estresse pode dificultar o controle da pressão, assim como há pacientes que apresentam pressão diferenciada em consultórios médicos, os chamados hipertensos do avental branco.

Assim como o álcool pode elevar a pressão, a atividade física pode baixá-la, além de controlar a obesidade, acúcar no sangue e colesterol.

Os remédios ajudam a manter a pressão abaixo de 13 por oito, os remédios devem ser mantidos diariamente e nos horários estipulados pelos médicos, mesmo que a pressão esteja controlada.

Pelo fato da circulação em alta pressão afetar os fasos, o seu entupimento pode causar impotencia sexual, caso isso ocorra, procure imediatamente o médico.

O sal não deve ser evitado, apenas seu excesso deve ser controlado, principalmente em pessoas sensiveis ao sal. O sal retem líquidos no corpo e o excesso do volume de líquidos faz a pressão subir.

Fontes: Ministérios da Saúde do Brasil e Cabo Verde.

By Jânio.

julho 30, 2009 Posted by | Saúde | , , , , | 19 Comentários

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: