Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Apple strikes down drone strike-tracking app – again!

abril 1, 2017 Posted by | english | , | Deixe um comentário

Mesh – A rede que não precisa de internet

palinopsia

Efeito Matrix

 

Como é possível chamar e enviar mensagens a partir de um local isolado, sem sinal de celular, sem Internet? A tecnologia de redes sem fio Mesh Network tem o potencial de desencadear uma segunda revolução em tecnologia móvel.

A Rede Mesh (“Mesh Network” em inglês) é uma nova tecnologia que se encontra em fase experimental. Os usuários de smartphones podem ficar em contato, mesmo que não tenham cobertura (sinal).

Esta tecnologia parece complicada, mas facilitará a comunicação em meio às catástrofes ou em países onde as autoridades bloqueiam o acesso à Internet. Esse tipo de conexão está disponível na última versão do software móvel da Apple, iOS 7.

Em comparação com a Internet ‘normal’, que se baseia em alguns pontos de acesso centralizados ou provedores de serviços de Internet (ISP), as redes Mesh têm muitas vantagens que vão da arquitetura à política”, segundo Primavera De Filippi, pesquisadora do Centro Berkman para Internet e Sociedade da Harvard Law School, em seu artigo publicado na revista “Wired”.

“No entanto, não tem feito tanto sucesso. Acho que é hora de reconsiderar o seu potencial, e converter as redes Mesh em uma realidade. Não só pelos seus benefícios óbvios, mas também porque fornece um modelo de Internet nativo para a construção da comunidade e de seu sistema de controle”, acrescenta.

A pesquisadora explica que além dos benefícios de custo e flexibilidade do novo sistema, tem havido pouca atenção para o verdadeiro potencial dessas redes. Este sistema pode causar a formação de novas comunidades e dar-lhes suporte com os mecanismos de governança modernas.

Comentários:

Este tipo de rede necessita apenas de pequenos transmissores de rádio que funcionam da mesma forma como um roteador sem fio. Eles utilizam os padrões WiFi comuns conhecidos como 802.11a, b e g para se comunicar sem fios com os utilizadores, e, mais importante ainda, um com o outro.

Eu fico me perguntando como essa tecnologia foi parar justamente nas mãos da apple.

Durante os últimos anos, tivemos a internet sendo desenvolvida para redes elétricas, que não teve muita aceitação, lembrando como o Linux não tem apoio para uso de computadores pessoais.

O fato de a Apple estar envolvida, significa que desta vez é para valer, só não dá para acreditar que a NSA vai engolir mais essa sem brigar.

Além da Deep Web, Dark internet e Darknet, vale lembrar da ideia dos hackers de utilizar balões ou aviões não tripulados para suportar uma internet alternativa.

Fonte: RT-TV

Darknet – Os filhos da revolução digital

Dark innternet – A internet obscura

Deep Web – Nas profundezas da internet

Servidores de internet em aviões

Nova internet preocupa FBI

Física quântica vai revolucionar a internet

A internet dos BRICS

maio 4, 2014 Posted by | internet | , , , | 2 Comentários

As marcas mais valiosas do mundo

campanhas duvidosas

Não Alimente os Ursos

Hoje, vamos relacionar a lista das empresas mais valorizadas do mundo, como é de costume, vamos fazer algumas observações.

Antes de começar a lista, vale observar que há uma diferença considerável entre o ponto de vista do Brasil e o ponto de vista do mundo, quando se trata de lista de empresas mais valiosas.

Entre as três primeiras do ranking, não há mudanças, suas posições continuam as mesmas, apesar dos respectivos crescimentos de 2%, 7% e 7%.
01 – Coca-Cola – US$70,5 Bilhões – Considerada quase uma lenda, onde se fala até em fórmula secreta, a Coca-Cola continua imbatível, apesar de um suco natural ainda ser mais saudável.

02 – IBM –  US$64,7 Bilhões – A IBM é a primeira empresa de tecnologia a aparecer na lista, em segundo lugar. A IBM é um exemplo de empresa, planejamento, pesquisa e estratégia, responsável pelo início da fortuna de Bill Gates.

03 – Microsoft – US$60,9 Bilhões – Depois de um negócio estratégico com a IBM, Bill Gates criou uma empresa famosa, entre outras coisas, por tentar cartelizar o mundo inteiro. Graças a isso, chegou ao inabalável terceiro lugar.

04 – Google – US$43,5 Bilhões – A Google mostra a força do setor de tecnologia, mostrando que o mundo deverá evoluir cada vez mais rápido. Difícil é saber se isso é bom ou ruim.

Apesar da crise e da distância que está da Microsoft, a Google provou que é possível oferecer tecnologia de graça para as pessoas, e ainda ganhar dinheiro com isso. com um crescimento de 36%, foi a segunda empresa que mais cresceu no mundo, perdendo apenas para a Apple, que mostra que ainda é referência em visão de mercado.

No caso da Google, assim como na IBM, o que prevalece é a empresa bem planejada. A Google está muito próxima de ultrapassar a Microsoft, pulou de sétima para quarta em apenas um ano, apesar da crise, que por sinal não abalou os emergentes, onde a Google é a melhor.

05 – General Eletric – US$42,8 Bilhões – A GE é, ao lado da IBM, representante da velha guarda, resiste ao tempo e faz parte da própria história do império americano. Nunca conheceu o fracasso, nem tempo ruim, foi por isso que teve uma queda considerável de 10%, em época de crise, uma crise longa poderia comprometer seu futuro.

A poderosa GE é a primeira das cinco a cair uma posição no ranking, mas a julgar as últimas fraudes contábeis, em grandes empresas americanas, não dá para arriscar um palpite.

06 – McDonalds – US$33,6 Bilhões – Eis aqui uma empresa que dificilmente vai quebrar. Pioneira no sistema de franquias, um processo que não admite perdas: Se a empresa perde, o franqueado fica com o prejuízo.

Com um nome de personagens em quadrinhos, o sistema de fast-food é ideal para quem quer acabar com a saúde, apesar de que seria possível inverter esse processo, com uma boa alimentação natural.

Quem entra em uma lanchonete especializada em fast-food, não está interessada em saúde; seria como uma pessoa em regime para emagrecer, entrar em uma padaria.

07 – Intel – US$32,0 Bilhões – A intel fez seu nome no mercado de processadores para pc, com a velha mania americana de exclusividade, não se fala tanto, mas continua em sétimo lugar.

08 – Nokia – US$29,5 Bilhões – A Nokia é a única empresa não americana, ela é da Finlândia,  entre as dez mais valiosas do mundo. Foi também a que mais sofreu com a crise, no setor de eletrônicos.

Enquanto a intel subiu duas posições, a Nokia caiu três.

09 – Disney – US$28.7 Bilhões – Disney é quase uma versão infantil do sonho americano, está há muito tempo no mercado de histórias infantis, e subiu uma posição, apesar de ter se mantido estável na valorização.

10 – HP – US$26,9 Bilhões – A HP fecha a lista das dez empresas mais valorizadas do mercado mundial, com supremacia absoluta dos americanos, que se aproveitaram da lei da patente para estabelecer o seu domínio pelo mundo. Quando o fenômeno china apareceu, a crise…

Depois da supremacia das americanas no top dez, aparecem a Toyota do Japão e a Mercedes da Alemanha. Verificamos aqui uma queda de 16% na valorização da Toyota, que estava em oitavo lugar na última lista, a Mercedes se mantém na mesma posição.

 No décimo terceiro e décimo quarto lugar, os Estados Unidos voltam a marcar presença com mais duas empresas em relativo crescimento, Gillete e Cisco.

A empresa de Steve Jobs aparece em décimo sétimo lugar, com o maior crescimento do ano, subindo mais três posições.

Logo depois da Apple, verificamos uma empresa de tabaco. É meus amigos, os americanos realmente não são perfeitos. Avaliada em mais de 19 bilhões, a empresa de tabaco Marlboro ainda está com um crescimento de cinco por cento.

A partir daqui apresentamos os destaques:

A Suécia aparece em vigésimo primeiro com uma grande empresa, H&M.

Sap e Nescafé – Alemanha e Suíça, aparecem respectivamente em vigésimo sexto e vigésimo sétimo lugares. A Suécia apresenta mais uma empresa em vigésimo oitavo.

Em dois lados da moeda, literamente falando, aparecem a Samsug da Coréia do Sul, décimo nono, contrastando com o banco HSBC da Inglaterra, um dos países mais afetados pela crise atualmente, mesmo assim o banco inglês apresenta uma boa valorização de 10% (????).

Philips, Holanda, está em quadragésimo segundo; Gucci, Itália, quadragésimo quarto; L’oreal, França, quadragésimo quinto.

Zara, Espanha, quadragésimo oitavo; BlackBerry, Canadá, está entre as cinquenta e quatro empresas mais valiosas.

Alguma empresas como Santander e Shell, também estão entre as cem mais valiosas empresas do mundo, eu só não sabia que a Shell era da Holanda.

 A maior surpresa, com certeza, foi a presença do México, no setor de álcool.

Veja a lista completa:

http://www.interbrand.com/en/best-global-brands/best-global-brands-2008/best-global-brands-2010.aspx

Empresas Valiosas

By Jânio

setembro 29, 2010 Posted by | curiosidades | , , , , , , , , , , , , , , | 17 Comentários

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: