Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

A inversão da pergunta pela resposta

perguntas e respostas

Doutrinas e Tradições

A Bíblia é um dos livros mais antigos do mundo e, pelo menos no Brasil, o mais popular desses livros antigos.

Até o início da Idade contemporânea, praticamente ditava as regras de conduta das sociedades ocidentais, principalmente nas línguas neolatinas.

Todos os pensadores clássicos apresentam alguma ambiguidade em sua escrita, propositadamente ou não. Lendo Rousseau ou Camões, tem-se a nítida impressão de se estar frente a um conteúdo “papo-cabeça”, “talking heads”, ou qualquer outra expressão usada para designar o estilo dos jovens dos anos 80, 70, 60, etc.

Qualquer semelhança com os universitários, não seria mera coincidência.

É como se os textos não fossem escritos apenas para informar, mas para testar a capacidade de interpretação do leitor.

O uso de figura de linguagens, além de servir para direcionar informação para um público específico, poderia evitar complicações com o falso moralismo dos poderosos.

Necessitando evitar conflitos com poderosos e moralistas, esse estilo de texto se desenvolveu ainda mais, tornando-se ambíguos.

Talvez a própria Bíblia apresente os livros mais ambíguos e abertos a variadíssimas interpretações, surgindo, daí, inúmeras religiões, cada uma tentando demonstrar o seu ponto de vista.

Há uma religião que diz que o nome de Jesus – Ou seria Deus? – seria Geová. Como a igreja católica apresenta o nome Javé, seria apenas uma questão de sotaque, mas uma doutrina religiosa não para por aí.

Em minha cidade, as prostitutas faziam questão de ressaltar a importância de Maria Madalena, a mulher apedrejada, perdoada por Jesus.

Jesus, aliás, foi um dos pensadores que mais contribuiram para elucidar algumas partes da Bíblia. Talvez tenha feito mais que isso, mas o falso moralismo impede a divulgação de todos os seus ensinamentos.

Uma vez eu perguntei para um “crente” porque ele sempre desviava do assunto, focando outro tema o qual não tinha nada a ver com a discussão. Educadamente, ele me respondeu que essa era uma forma de falar sobre o que ele estava lendo no momento, um assunto no qual ele tinha mais controle.

A mais curiosa discussão presenciada por mim, foi há muito tempo.

O gerente do departamento era de uma religião, seu mais eficiente empregado de outra, e tudo estava em absoluta harmonia, até o dia em que o fiel funcionário foi demitido.

Na hora do acerto de contas, presenciei uma das discussões mais curiosas de minha vida.

Reclamando do acerto, o funcionário dizia:

– Isso não está certo, estou sendo lesado em meus direitos, exijo uma correção. Para mim, vocês não passam de um bando de ladrões, cretinos.

O gerente, que era pastor, respondeu:

– Você precisa aprender a confiar, meu filho.

– Maldito o homem que confia no homem – respondeu o jovem ex-funcionário.

Enquanto isso, o Pastor insistia:

– Amai ao próximo como a ti mesmo.

E ele completava:

– Não valorize tanto o dinheiro, lembre-se do que diz a Bíblia: “Ao homem o que é do homem, à César o que é de Cesar.

– À Juca o que é de Juca – Retrucou o funcionário.

Todos acompanhavam a discussão com atenção, até que se chegou a conclusão de que quem daria a palavra final, seria o Departamento de Recursos Humanos.

…e todos ficaram decepcionados.

Ficou claro ali, que se todos conhecessem as leis da Bíblia, certamente não abririam mais a boca e, quando abrissem, o dedo seria apontado para si mesmo.

De certa forma, a Bíblia é mais útil para quem a está lendo. Se a pessoa vê alguma lei aplicada à outra pessoa, sempre se lembrará: “Tire o cisco de seu olho, antes de procurar o cisco no olho da outra pessoa”.

Nunca devemos subestimar a inteligência das outras pessoas.

A única pergunta que me deixa curioso é: Será que Judas foi perdoado?

O futuro de Judas não me interessa, mas perdoar setenta vezes sete seria suficiente para que Judas fosse absolvido de seu pecado?

Judas se matou antes do veredicto final, interrompendo esse processo doutrinário. Ele próprio se condenou.

Mesmo assim a pergunta continua: A covardia tem perdão?

É certo que alguém haveria de trair Jesus, mas sendo um de seus discípulos, sabendo que fora usado pelo sistema, isso foi duro demais até para um traidor.

Não poderemos julgá-lo, pois está escrito: “Não julgueis para não ser julgado.”

Assistindo a um filme aparentemente infantil, Tomb Raider, vi Laura Croff destruindo uma entidade com vários braços, para mim poderia ser um entidade religiosa da Índia. Essa imagem me trouxe a lembrança de que o Ocidente talvez seja mais intolerante que o Oriente Médio.

Todas as nossas interpretações podem entrar em conflito, diante de uma simples indagação de um leigo, mostrando a falta de algo que talvez não tenhamos, a humildade. A humildade para parar de dizer nós e encarar o fato de eu ser um único e indivizível ser, responsável pelos meus próprios atos e pensamentos.

Sempre haverá a pergunta e sempre haverá a resposta, infelizmente, não necessariamente nessa ordem.

By Jânio

abril 6, 2011 Posted by | Reflexões | , , , , , , , , , , , , , | 2 Comentários

O Contrato Social

primeira republica

República Moderna

“O homem nasceu livre e em toda parte acha-se acorrentado…

Renunciar à sua liberdade é desistir da sua qualidade de homem, dos direitos de liberdade, mesmo de seus deveres…

Tal renúncia é incompatível com a natureza do homem.”

“A alienação total de cada associado com todos os seus direitos á comunidade. Aqueles que se entregam a todos, não se dão à ninguém. Como não existe associado sobre o qual adquiramos os mesmos direitos que lhe concedemos sobre nós, ganharemos o equivalente a tudo o que perdermos, e mais força ainda, para conservarmos o que temos.”

“O Estado, em relação aos seus membros, é senhor de seus bens, graças ao contrato social…

O Estado é juiz da liberdade de cada pessoa. Pode impor uma religião civil, necessária à sociedade, banir os que não creiam nela, condenar a morte os que, depois de aderirem à essa religião, “se portem como se nela não acreditassem”, pois esta atitude constitui uma porta aberta para a arbitrariedade.”

Rousseau.

vejam bem, a democracia não surgiu na época do Iluminismo, Independência dos Estados Unidos ou Maquiavel, Surgiu muito tempo antes.

O princípio básico da democracia, sempre será liberdade, direito, responsabilidade.

“O direito de uma pessoa termina onde começa o direito da outra”. Essa é uma regra implícita, é preciso saber o que a outra pessoa pensa , o que ela sente, enfim, é preciso se colocar no lugar dela.

Em época de Web 2.0, uma pessoa que não conheça estes fundamentos é uma pessoa excluída, socialmente, digitalmente, economicamente…

“Libertas Quae sera tamen.” Essa expressão faz referência ao princípio básico da democracia, não a partir do Iluminismo ou de Maquiavel, mas da República/Império Romano, por sua vez inspirada na democracia da Grécia antiga.

Essa expressão foi traduzida como “Liberdade ainda que tardia”, sua tradução , entretanto, lembra-me uma discussão cordial com uma professora, quando eu disse: “…mas se eu fosse uma criança de seis anos, faria uma tradução literal e inocente: “Libertas que serás também”, ou seja, não mudaria nada.

Considerando a tradução da criança de seis anos, chegamos a conclusão de que os inconfidentes eram, de fato, muito irônicos em sua essência filosófica.

Toda a expressão “Liberdade ainda que tardia”, concentra-se em uma única palavra da expressão latina, “Libertas”. Ao invés de traduzir toda a expressão, os inconfidentes ironizavam, não o Império, mas o próprio povo.

Poderíamos dizer que a tradução é ambígua, ao mesmo tempo em que provocava a monarquia, em latim, incitava o povo: “Já chegará tarde, essa tal liberdade.”

Rousseau faz uso de uma argumentação clássica: “É preciso ser homem” – Ao mesmo tempo, inteligentemente, foge de uma possível armadilha, uma ideia revanchista, ideia revolucionária: Renunciar à sua liberdade é desistir da sua qualidade de homem, dos direitos de liberdade, mesmo de seus deveres…

Rousseau também faz um alerta: “A alienação total de cada associado com todos os seus direitos á comunidade. Aqueles que se entregam a todos, não se dão à ninguém. Como não existe associado sobre o qual adquiramos os mesmos direitos que lhe concedemos sobre nós, ganharemos o equivalente a tudo o que perdermos, e mais força ainda, para conservarmos o que temos.”

Traduzindo: A submissão do cidadão ao sistema, não deve tirar a sua força para crescer, mas acrescentar benefícios ainda maiores. Deve fazer com que sua comunidade cresça diante de seus olhos, motivando-o a continuar lutando para “vencer na vida”, vendo senão a si, aos seus entes queridos entrarem na “Terra prometida”, a qual lhe é de direito, já que lhe fora prometido.

O princípio da ética também é observado claramente: “Aquele que se entrega a todos, não se dá à ninguém”. Nesse caso, o cidadão deve pensar unicamente na sociedade como um todo, deve obedecer, servir, a sociedade, não ao interesse e ideologia do ditador que toma o poder.

Na última linha do texto citado, Rousseau é taxativo. Segundo o seu pensamento, quem não seguir as leis, deve ser banido da sociedade onde imperam essas leis, e vai mais longe, quem aderir a essas leis depois romper com elas, deve ser condenado a morte, pois essas pessoas são o maior perigo para o fim dessa sociedade.

Portanto, vivemos numa anarquia total, desde o momento em que vendemos, ou compramos o voto, até o momento em que nos corrompemos diante das dificuldades, impostas inteligentemente pelo Estado Elitista, através de altas cargas de tributo.

Todos que não vivem na elite, classe média alta, e não aderem a “PPP”, estão definitivamente banidos da sociedade.

Somos escravos, vivemos fora do círculo, sem nenhum dever ou direito.

Sem condições de nos submetermos as regras duras, impostas pelo sistema, somos obrigados a nos prostituir diante da sociedade, Igreja e de nossos próprios ideais.

Na outra ponta, no lado de cima, as regras sociais continuam valendo: “O Estado é juiz da liberdade de cada pessoa. Pode impor uma religião civil, necessária à sociedade, banir os que não creiam nela, condenar a morte os que, depois de aderirem à essa religião, se portem como se nela não acreditassem, pois esta atitude constitui uma porta aberta para a arbitrariedade.”

Qualquer pessoa que ameace as estruturas elitizadas da comunidade do poder, será condenado a morte. Aqueles que não concordarem com ela, deverão permanecer fora, banidos, sem direitos nem obrigações em relação á ela.

Os Estados Unidos foram os primeiros a aderir à evolução de democracia, até agora.

Na França, a principal idealizadora da nova ordem democrática, houve um princípio de mudanças, inspirados na Independência dos Estados Unidos, que por sua vez haviam se inspirado no Iluminismo, sendo apoiados pela França, em sua luta pela independência.

…mas Robespierre tornou-se um sanguinário, condenando a guilhotina todos os que lhe faziam oposição, fazendo muitos inimigos, até o golpe da burguesia.

By Jânio

março 11, 2011 Posted by | Policia | , , , , , , , , , , , , , , , , | 7 Comentários

Com os dois lados do cérebro

right intelligence

Lado Certo

Essa pesquisa era para ser sobre os ambidestros, ou seja, pessoas que tem habilidades com os dois lados do corpo, mas é muito difícil falar em ambidestro sem falar do canhoto. Na realidade, o canhoto é um assunto muito mais interessante para se estudar, o canhoto enfrenta mais problemas.

Quando nascemos, apesar das aparências, não temos preferências por nenhum lado do cérebro. O cérebro é dividido em dois hemisférios, onde o hemisfério esquerdo controla o lado direido do corpo, e o hemisfério direito controla o lado esquerdo, portanto, cada hemisfério controla o lado oposto.

Essa constatação foi feita quando, em indivíduos com lesão no lado esquerdo, apresentavam paralisação do lado direito.

Como tudo o que se observa na sociedade, a simples observação de um canhoto pode gerar muito preconceito, podendo chegar até a religião ou superstições e crendices.

Quando as crianças nascem, elas não tem muita preferência, podem usar tanto a mão direita quanto a mão esquerda. Com o passar do tempo, a criança passa a sentir a necessidade de desenvolver sua habilidade, então, sente a necessidade de escolher um dos lados.

Escolhendo o lado direito, tudo bem, a grande maioria das pessoas são destras, portanto ela se encaixa perfeitamente. Quando a criança escolhe o lado esquerdo, aí, começam os seus problemas.

Segundo relatos de pessoas canhotas, quando eram crianças, foram forçadas a usar o lado direito, mas resistiram e continuaram a usar o lado esquerdo. Algumas famílias não são tão pacientes, exigem que a criança use a mão esquerda, isso provoca transtornos que vão desde falta de habilidade parcial, confusão, até traumas permanentes.

Há ainda, casos de pessoas que desenvolvem a ambidestria, habilidade com ambas as mãos:

WIKIPEDIA: “Ambidestria é a capacidade de se ser igualmente habilidoso com ambas as mãos direita e esquerda (ou, de forma mais limitada, com ambos os pés). A palavra “ambidestro” tem origem no Latim: ambi significa “ambos” e dext significa “certo”.

Quando eu era jovem, minha irmã, já falecida, sempre insistia para que eu pegasse tudo com a mão direita, isso era um problema, já que o lado direito do cérebro estava sempre controlando o lado e esquerdo do corpo, sempre estava mais ativo. Pessoas com esse tipo de transtorno, acabam apresentando insegurança na hora de escolher o lado “certo”, podendo ter problemas, devido a confusão dos lados.

Segundo a minha irmã, aprendendo a usar o lado direito, eu teria mais facilidade na sociedade, inclusive para aprender na escola. Alunos canhotos tem dificuldades para aprender a escrever, além da possibilidade de terem problemas de postura, caso os professores não sejam pacientes.

“Falsos destros” podem confundir a mão esquerda com a direita,  isso pode fazer com que um motorista entre pela contramão, podendo causar até acidentes. Isso acontece pela confusão provocada pelo cérebro, onde o direito não significa exatamente  o certo.

Eu sempre usei o lado direito, mas havia problemas, por exemplo: Para chutar a bola com força, eu sempre tinha distensão no perna direita. Descobri, logo, que para chutar com força, teria que chutar com a perna esquerda.

Depois de uma acidente de carro, ainda na infância, onde o lado direito ficou ainda mais comprometido, o lado esquerdo passou a ser ainda mais importante. Apesar disso, eu continuava sendo destro.

Quando me convidaram para participar de um jogo amistoso, contra a seleção brasileira master, desenvolvi um drible quase perfeito. Com a dificuldade com a perna direita, principalmente para chutar forte, desenvolvi um drible quase perfeito, com as duas pernas. 

Um drible normal, as pessoas estão sempre em igualdade de condições, mas, para marcar um canhoto, é preciso mudar o jeito de marcar. Quando a pessoa é ambidestra, fica quase impossível de ser marcada.

Cada vez que eu executava esse drible, eu perdia um amigo, ninguém parava em pé, o drible sempre era executado no contrapé do adversário. Fiquei conhecido como falso canhoto, na realidade, eu sempre fui um falso destro; quando eu começo a usar o lado esquerdo, meus amigos sabem que não devem chegar perto.

É muito comum o desenvolvimento da ambidestria em canhotos forçados a utilizarem a mão direita, apesar disso, é muito estimulada em esportes, como natação, lutas e instrumentos musicais.

A melhor forma de observar se uma pessoa é falso destro ou falso canhoto, é observar quando ela vai olhar um microscópio, o lado mais ativo do cérebro passa a dominar.

Canhotos tem reclamado da exclusão social a que são submetidos, onde tudo é feito para destros, até fechadura de portas. Alguns canhotos são forçados a desenvolver habilidades inversas ao funcionamento de seu cérebro, principalmente no trabalho.

Em uma pesquisa realizada entre crianças, destras e canhotas, o resultado foi:

Entre os destros, 72% apresentavam superioridade na mão direita, enquanto 12% não tinham preferênca.

Entre os canhotos, 55% apresentavam mais habilidade com a mão esquerda, 30% não apresentavam diferênça.

Como podemos notar, as circunstâncias sociais a que são submetidos os canhotos, levaram eles a desenvolverem uma habilidade na outra mão também. Há uma idéia polêmica de que os canhotos são mais inteligentes que os destros.

Apesar de todas as pesquisas feitas, não foi possível descobrir as causas do canhotismo. Parece ser natural, já que o fator genético também não foi comprovado.

Ambos os pais são canhotos.

50% dos filhos são canhotos.

Um pai canhoto e o outro destro.

17% dos filhos são canhotos.

Ambos os pais são destros.

2% dos filhos são canhotos.

Até para desenhar, nota-se uma diferença, o canhoto desenha o perfil voltado para a esquerda, o destro para a direita. Caso isso não ocorra, então é um falso destro.

FAMOSOS CANHOTOS

No esporte brasileiro:

Ayrton Senna – Melhor piloto brasileiro de todos os tempos na Fórmula 1. Tricampeão mundial, sendo campeão em 1988 com o recorde de vitórias numa temporada.

Pelé – Atleta do século, melhor jogador de futebol de todos os tempos no mundo. Tricampeão mundial pela seleção brasileira. Ele e o presidente dos Estados Unidos da América são as pessoas mais conhecidas no planeta.

Romário – Grande craque de futebol e o atacante mais consagrado atualmente no futebol. Teve grande participação na conquista do Copa do Mundo em 1994.

Fernando Meligeni – Argentino naturalizado brasileiro. É o segundo melhor tenista brasileiro na atualidade.

Esporte Internacional:

Bill Russell, Chris Mullen, David Robinson, Goran Ivanisevic, John McEnroe, Larry Bird, Lenny Wilkins, Marcelo Rios, Martina Navratilova, Monika Seles, Thomas Muster.

Literatura:

HG Weels – Romancista e ensaísta inglês. Ganhou nomeada como auotor de livros de ficção científica.

Machado de Assis – Escritor brasileiro, um dos maiores da língua portuguesa de todos os tempos. Sua obra inclui romances como Dom Casmurro e Quincas Borba. Foi um dos fundadores e primeiro presidente da Academia Brasileira de Letras.

Líderes Mundiais:

Alexandre – o Grande – Um dos maiores generais da história. Foi rei da Macedônia em 356 a.C. Venceu os persas e estendeu seu império até a Índia. Fundou Alexandria, no Egito.

Fidel Castro – Líder revolucionário e estadista cubano. É o atual presidente de Cuba.

Mahatma Gandhi – Líder nacionalista indiano, expoente da doutrina da não-violência.

Napoleão Bonaparte – General e estadista, imperador dos franceses.

Bill Clinton – ex-presidente dos Estados Unidos da América.

Há ainda outros líderes como Júlio César, Príncipe Charles (Ing), Elizabeth II, George Bush, John D. Rockefeller.

Música:

George Michael (Wham!), Glenn Frey (the Eagles), Jimi Hendrix, John Lydon a.k.a. Johnny Rotten (Sex Pistols), Kurt Cobain (Nirvana), Ludwig van Beethoven, Natale Cole, Paul McCartney (the Beatles; Wings), Phil Collins (Genesis), Phil Everly (The Everly Brothers), Robert Plant (Led Zepplin), Tony Iommi (Black Sabbath).

Arte:

Pablo Picasso – Pintor espanhol radicado na França, considerado o maior do século vinte.

Leonardo da Vinci – Artista e pensador italiano, um dos maiores gênios da história. Foi pintor, escultor, arquiteto, engenheiro e cientista. Criador do quadro mais famoso do mundo “Mona Lisa”

Miguelângelo e Raphael.

Atores:

Bruce Willis, Charlie Chaplin, Jerry Seinfeld (comediante), Julia Roberts, Keanu Reeves, Marilyn Monroe, Nicole Kidman, Peter Fonda, Robert DeNiro, Robert Redford, Sarah Jessica Parker, Tim Allen, Tom Cruise, Whoopie Goldberg.

Outros canhotos famosos:

Albert Einstein – Físico de origem alemã, naturalizado norte-americano. Teve grande contribuições com suas leis para a humanidade. Recebeu o Prêmio Nobel de fisiologia ou medicina em 1908.

Aristóteles – Filósofo grego, um dos maiores pensadores de todos os tempos.

Bart Simpson – personagem de desenho, escolhido entre as 100 maiores personalidade do século.

Bill Gates – O homem mais rico do mundo. Dono de uma das maiores empresas de informática do planeta “Microsoft”.

Neil Armstrong – Astronauta norte-americano, o primeiro homem a pisar na Lua.

Isaac Newton – Matemático e físico inglês, um dos maiores célebres sábios de todos os tempos.

Billy the Kid (William Bonney), David Rockefeller (banqueiro), Dwight F. Davis (criador da Copa Davis, no tenis), Jack o Estripador, Joana D’arc (Heroína francesa), Matt Groening (cartunista criados dos Simpsons), Ramses II (Faraó Egípcio).

CRENÇAS E SUPERSTIÇÕES:

As roupas de homens e mulheres são abotoados de lados contrários. Segundo Fincher (1977), o costume veio do período Vitoriano, quando uma mulher nobre era usualmente vestida por sua empregada, e pelo fato das empregadas serem geralmente destras, era mais fácil para elas, abotoarem da esquerda para direita. Ao contrário, um nobre senhor usualmente se vestiam sozinhos e não precisavam de ajuda para fechar os botões.

As alianças de casamento são usadas no terceiro dedo da mão esquerda. No início, os egípcios acreditava que a Vena amoris (veia do amor) ia do terceiro dedo da mão esquerda para o coração e por isso colocavam o anel de casamento neste dedo que proveria uma relação mais próxima com o coração da pessoa.

Chineses e europeus acreditam que se alguma pálpebra esquerda for arrancada algo muito ruim acontecerá, e algo bom irá acontecer quando alguém arrancar uma pálpebra direita.

Os irlandeses acreditam que quando você está numa viagem e vê três pega ou pica-pica (uma espécie de corvo) na sua esquerda, você estará com azar. Dois pegas na sua direita, porém, significa sorte. Você terá um ano inteiro de sorte quando você ouvir um cuco na sua direita.

Se sua palma direita coçar, você ira receber algum dinheiro; se sua palma esquerda coçar, você perderá dinheiro. Esta superstição pode ser encontrada na Europa, América, algumas partes da África, e entre alguns ciganos.

Quando você entrar numa casa da Escócia e pisar primeiro com o pé esquerdo você estará trazendo demônio ou mal azar para dentro de casa. Esta é o famoso costume “primeiro passo” que pode ser encontrado na Europa.

Esquimós acreditam que todos os canhotos sejam poderosos feiticeiros.

Em Marrocos canhotos são considerados como demônios ou pessoas malvadas.

No passado (talvez isto continue se manifestando nos dias atuais), todos judaicos tinham que estar longe de algum dos “cem defeitos físicos” listados por Maimonides. Inclui-se na lista cegos, mancos, anões, etc… e canhotos.

No budismo, Buda descreve que o caminho para o Nirvana (o estado de purificação e salvação) se divide em duas partes. Um é o caminho da mão esquerda que é o jeito errado de se viver, e que as pessoas deveriam evitar e seguir o caminho da mão direita porque este é o caminho digno para a purificação da alma.

Nos países islâmicos e na Índia, as pessoas são proibidas de comer com sua mão canhota porque isto é considerado sujo – literalmente. As pessoas destes países certa vez já usaram a mão esquerda para limpar o corpo, de maneira incorreta, depois de defecarem, uma vez que o papel higiênico é uma invenção recente. Esta restrição é um jeito fácil de se destinguir a mão suja da mão com que se deve comer (eles usam a mão para comer) para propostas higiênica.

No Irã, os ladrões capturados têm suas mão direitas decepadas como punição. O motivo é simples: sem a mão direita, o ladrão precisa usar a esquerda. Usar a mão

esquerda, no Irã, é considerada uma atitude desonrosa. Essa mão é usada apenas para fazer higiene anal.

O preconceito destro está em todos os lugares como superstição e herança de costume: fazer o sinal da cruz com a mão direita, entrar em casa no Ano Novo com o pé direito, quando alguém está infeliz dizemos que ele acordou com o pé esquerdo.

CONCLUSÃO:

Uma criança, a partir dos seis anos, tem definido o lado mais desenvolvido do cérebro, então, ela poderá escolher a mão, pé e olho que irá usar com mais frequência; não deve ser corrigida.

Os professores, principalmente os pedagogos, devem estar atentos à postura dessas crianças. Um pedagogo mal preparado poderá levar a criança a adquirir maus hábitos.

Os pais devem deixar as crendices e superstições de lado e observar que se seu filho não se tornar um gênio, como esses acima citados, certamente já tem a personalidade igual, ou superior à deles.

Com o tempo, a criança desenvolverá suas habilidades com as mão direita, usando-a somente em caso de última necessidade.

Fonte: Wikipedia

By: Jânio

outubro 17, 2010 Posted by | Ciências | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 55 Comentários

Quem será o vice do PSDB

qual é o seu

Incerto mais Certo

O vice da chapa da candidata à presidência da República, do PT, nós já sabemos, será Michel Temer, mostrando que apesar da falta de credibilidade de fatos ligados a boataria, vale o velho ditado: “Onde há fumaça, há fogo.”

Como eu já falei em outros blogs, a indicação de Michel Temer acerta dois coelhos:

Primeiro: Resolve o problema do Próprio PT que precisa mais de um vice representativo, e de liderança, do que uma pessoa popular.

Segundo: Resolve um problema do PMDB, um partido que já anda dividido, uma parte apoiando o governo e a outra a oposição, uma incoerência no âmbito político.

Com essa escolha, o PT conseguiu uma estratégia perfeita, pelo menos em termos políticos. Agora eles só precisam torcer pela saúde de Dilma, para que ela não morra de crime passional ou de problemas do coração, mantendo a tradição e a maldição dos vices no país.

E o azarão José Serra? – quem será o seu vice? – Como sempre, o complexo de Barrichello segue ao seu lado, o PSDB já demorou para declará-lo como seu candidato, feito isso, agora é o vice que fica na poeira do PT; como se não bastasse, ainda tem a boataria que Aécio não gostaria de ser seu vice, deixando no ar: “Onde há fumaça, há fogo.”

No caso de boatos, em se tratando de política, só há uma maneira de vencê-los, assumindo uma postura firme e consciente, o PT é especialista nisso.

Foi com essa postura que o PT venceu os especuladores, atuantes no câmbio; foi com essa postura que o PT assumiu várias derrotas, quanto ao aumento de salários, pagamento de décimo terceiros e outras derrotas.

O PSDB deveria saber que brigar com o governo, em época de eleições, é pura perda de tempo. A melhor maneira de vencer um partido de governo, em época de eleições, é desacreditá-lo, mostrar seus podres, seus candidatos suspeitos, desde que seu teto não seja de vidro.

Muito se disse sobre o PT ter criado uma imagem de partido sem corrupção, coisa que os outros partidos não tinham, isso foi muito evidenciado na época do mensalão. O PSDB parecia não ter o teto de vidro, mas o ex-presidente do PSDB de Minas mostrou que havia uma telha quebrada, bastou essa telha para mostrar que, na política, não interessa quem está certo, é tudo uma luta pelo poder.

O PSDB baixou a bola e o “mensalão” acabou como se nunca tivesse existido, só Arthur Virgílio e Jefferson Peres mantiveram suas posturas firmes. O cartão corporativo de Arthur virgílio sepultou de vez o líder de oposição, enquanto Jefferson Peres teve a conta do funeral paga com verbas ilegais; quis o destino que o homem mais “acima de qualquer suspeita” fosse envolvido em corrupção, mesmo depois de morto, mantendo uma unanimidade na política, que além de burra é corrupta.

Se Aécio Neves for forçado a ser vice, ao que parece ele queria ser candidato à Presidente, pode ser que o próprio estado de Minas seja contra, como já se vê nas pesquisas para Governador, onde Hélio Costa (PMDB) Aparece isolado.

O mais curioso é que José Serra não queria ser candidato a Presidente, pelo menos segundo a boataria, ele sabia que era mais garantido como Governador de São Paulo, onde nem o antipático Kassab (nada contra a pessoa) foi suficiente para queimá-lo. O que aconteceu é que, depois da queda da ala de Alkimin, a ala de Serra ganhou força, politicamente ele está forte.

Dilma também está forte, depois de José Dirceu, ela é a pessoa mais forte do Governo. Como eu não canso de lembrar, José Dirceu é mais forte fora do Governo do que dentro.

Passamos por um momento interessante a ser analisado, quando Lula ganhou, muita gente votou nele, mesmo com medo, o próprio então Presidente FHC disse que o Brasil não quebraria se ele ganhasse, contrariando a especulação que não lhe deu trégua até o último dia.

Observação: A maioria dos especuladores era da direita. Lula venceu pela rejeição ao governo FHC, onde o salário subiu até 100 dólares, voltando aos mesmos 60 dólares do início de seu primeiro mandato, hoje está em quase 500 dólares. É o custo de vida que preocupa agora.

Nesse momento, dizem que as pesquisas estão equivocadas, segundo ela lula tem uma grande aprovação, talvez até maior do que em seu início de Governo, o que, teoricamente, elegeria qualquer indicado seu, até Dilma Rousseff.

Por outro lado, Dilma Rousseff é dez vezes mais radical que Lula, Dilma não foi “Criada” em laboratório como Lula, pelo contrário, ela escolheu ser, assim como José Dirceu, Genoíno, Gabeira, FHC, José Serra e tantos outros.

Como podemos ver, a disputa será entre socialistas, opositores do regime militar, com um pequeno detalhe, Dilma usou as armas, literalmente, mesmo que ela e Gabeira neguem isso.

Esse é um bom motivo para os capitalista e especuladores terem muito medo nas eleições, medo de Serra e dez vezes mais medo de Dilma.

Estamos em um período que lembra muito o Império Romano, onde o povo é sempre o último a saber.

By Jânio

maio 20, 2010 Posted by | Política | , , , , , , , , , , | 2 Comentários

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: