Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Coisas de políticos do Brasil

Maldição Política

Tradição Política

Já na reta final do processo em terceira instância, os réus do mensalão nunca se sentiram tão felizes em morar num paizinho de m**** como o Brasil. Estão falando até em devolver o processo para o plenário – nada mais oportuno, já que o governo tem maioria e poderia livrar a cara de João Paulo Cunha.

PC Farias ficou com o processo na gaveta, depois de morto, durante décadas e nenhuma autoridade foi processada por fazer o povo acreditar em suicídio; Garotinho, Maluf e tantos outros corruptos, também estão nos arquivos do Sarney. Resta saber o que vai ser dos réus do mensalão, principalmente porque a maioria não é política, eles são executivos, lobistas e burocratas.

… e por falar em executivos, todos nós sabemos que os executivos trabalham para alguém. Por exemplo: Os executivos do Panamericano trabalhavam para SS, assim como os executivos do Banco Rural, Delta e Dnit, trabalham para alguém.

Esse novo escândalo, envolvendo vários funcionários fantasmas, com vários políticos sendo investigados, entre eles Sandro Mabel, mostram como os funcionários públicos aprovados em concursos, são úteis para os governos, inclusive para contratar fantasmas sem concursos.

Já que o Brasil é um paizinho de m**** e ninguém vai preso, bem que eles poderiam deixar de ser cínicos e dizer a verdade, como fez Roberto Jefferson, político que entrou para o seleto grupo de filósofos políticos à brasileira.

a) “A república vai cair”, “você vai fazer do presidente uma vítima inocente”, “ele sentiu como se tivesse levado uma facada nas costas e caíram lágrimas de seus olhos”.

b) “Vocês são todos hipócritas!”

c) “Se uma pessoa quer ficar rica, deve escolher qualquer outra profissão, menos a de político. Político não pode ficar rico.”

d) “Nós precisamos sentar na mesa para conversar com esses traficantes.”

e) “Eu sei como a senhora votou”.

f) “Eu não tenho dinheiro no exterior! Quem foi que disse que eu tenho dinheiro no exterior? Se eu tiver dinheiro no exterior, você pode pegar tudo para você.”

Estas não são as palavras exatas, mas lembram de nossos filósofos políticos, a maioria corrupta.

A CPI do canhoeira entra em recesso e só continuará depois do primeiro turno das eleições, mostrando os reais interesses do nossos políticos.

Enquanto um dos ministros do STF é obrigado a se aposentar porque já tem setenta anos, José Serra, com setenta anos, prova que governador não precisa de aposentadoria.

Coisas de políticos do Brasil.

By Jânio

setembro 5, 2012 Posted by | Política | , , , , , , , , | Deixe um comentário

Política – A pirâmide dos malditos

maldita_corrupção

Há muitos políticos corruptos interessados em roubar, sem medir as consequências de seus atos para si e para seus descendentes. A burguesia sem ter noção do que é certo e errado, posiciona-se ao lado da aristocracia e se esquece que é o povo que deveria ter a força num sistema democrático.

Acontece que esse sistema elitizado tende a se afunilar – Eu penso comigo que pior do que não ter uma Democracia, é ter uma falsa democracia.

Nossos sistemas de controle populacional são baseados na sociedade egípcia, mas agora é pior, qualquer pessoa pode explorar as classes imediatamente inferiores e é isso que causa a fome e a miséria.

A elite não está subordinada a nenhum tipo de lei, Direito ou obrigação, podendo burlar qualquer regra, sem nenhum organismo capaz de puni-la.

Parece tudo muito simples no papel, mas na prática nem tanto.

Essa mudança de comando na política não mudou em nada os poderes obscuros comandados por banqueiros, lobistas, chantagistas e pela mídia de massa, mas a forma de conquistar o povo mudou. A esquerda sabe como é fácil comprar os votos dos pobres, assim, ao invés de conseguir fiéis escudeiros mais ricos, formadores de opinião, a esquerda vai direto ao ponto que lhe interessa, distribuindo bolsas de estudos, cestas básicas, etc.

Como podemos ver, é muito fácil de se conseguir votos.

Na administração também muda pouco, baseada em análises financeiras, contábeis e econômicas, basta ver o orçamento do ano anterior, para saber para onde deverão ser destinados os recursos do Governo.

Mas quando um país é auto-sustentável como o Brasil, podendo ditar as suas próprias regras, independente de opiniões internacionais, os políticos ficam sem ter o que fazer. Com o pretexto de reformar a constituição, criar projetos sociais, medidas de incentivo, isenção e investimentos em projetos de desenvolvimentos, criam mecanismos que lhes permitem vantagens, tornando-se mais fortes e imunes aos poderes das próprias leis que criam.

Na medida em que o tempo passa, esses políticos se tornam monstros, seres bizarros sem nenhuma emoção, responsabilidade ou ideal, o que não é bem visto lá fora.

Nenhum governo, ONG ou qualquer tipo de instituição internacional vê o Brasi com bons olhos no exterior. Isso se deve a desigualdade econômica, uma má distribuição de renda terrível, além da própria corrupção e desmandos políticos, onde não se nota nenhuma ordem ou infra-estrutura razoável, capaz de dar esperanças às pessoas.

Se já não bastava a corrupção política, agora são as igrejas que roubam verdadeiras fortunas, tornando pessoas insignificantes e desimportantes em verdadeiras celebridades. E o pior é o que não vemos, roubos que são ocultos das pessoas através de lavagem dinheiro e infernos fiscais.

Quando Sarney foi presidente, ele simplesmente disse que não ia pagar a dívida externa e deu o calote. Parece simples para quem governa um país subdesenvolvido, mas Sarney complicou a vida do próximo presidente, Collor, e os juros para o Brasil se tornaram caríssimos, até países com catástrofes naturais, como o Japão, tem juros mais baixos.

Como Bom malandro, Lula perdoou dívidas de país sul americano e africano e nem se importou com estatizações de empresas brasileiras no exterior. Quando todos achavam que já tinham visto de tudo, eis que Lula resolve emprestar dinheiro para o FMI.

Tudo o que o Brasil faz é para tentar ganhar credibilidade mas, vez por outra, algo sai errado.

Foi isso o que aconteceu com o escândalo da FIFA, esse fato só veio confirmar a fama dos corruptos brasileiros. Ricardo Teixeira tem relações estreitas com a Rede Globo de televisão e com os políticos.

Os funcionários da Globo dizem que precisam viver e que trabalham para a empresa e não para a família Marinho, essa é a mesma desculpa dos funcionários da segunda maior rede televisão do Brasil a Rede Record. É isso o que acontece na política também, ninguém tem ideal e nem se importa com o que está acontecendo.

O Governo ataca a oposição e a oposição revida, enquanto os banqueiros que financiam todo esse sitema se divertem.

Todo país se transforma em uma imensa pirâmide dos malditos, onde, quanto maior é a maldade das pessoas, maior a sua escalada nessa pirâmide. Na base dela, estão os pobres que sofrem com todo o peso sobre suas costas, num purgatório destinado aos que não tem coragem de lutar contra a opressão e a criminalidade do sistema.

By Jânio

A política torta do Brasil

Eu não acredito em teoria da conspiração

Mortes misteriosas de celebridades

Presidentes do Brasil

A história de José Sarney

PT acerta o próprio pé

Políticos com problemas na justiça

O massacre do sítio caldeirão

A crise da PPP

Ficha Limpa

Trinta anos de escândalos no Brasil

maio 3, 2012 Posted by | Política | , , , , , , , | 3 Comentários

Celebridades que morreram aos vinte e sete anos

morte aos 27 anos

Clube dos 27

Olhando a lista abaixo, a gente fica arrepiado com a lista de pessoas que morreram aos vinte e sete anos.

Eu acredito que o final dos anos sessenta e início dos anos setenta foi muito triste, nessa época o rock sofreu suas maiores perdas. Nessa lista estão apenas as pessoas que morreram com vinte e sete anos, mas morreram muito mais.

É inevitável também, a relação entre o rock e as drogas. No Brasil, as drogas ainda são um tabu, por isso costuma-se atribuir ao álcool e ao cigarro, as causas das mortes, isso sem falar que a elite não permite esse tipo de divulgação.

O ano de 1.994 foi macabro, tanto Kurt Kobain, quanto Kristen Ptaff eram muito próximos, mesmo assim a morte de um não foi suficiente para alertar o outro.

Em todos esses casos, notamos a liberdade exagerada que as celebridades tem, o motivo certamente deve ser o dinheiro.

Todas essas celebridades viviam no limite, o que já seria motivo de sobra para o risco de morte.

Brian Jones, por exemplo, acabou com sua carreira. Nem os amigos próximos suportavam suas manias, isolado, mergulhava fundo nas drogas.

Dezenas de anos depois, descobriu-se que fora assassinado, mas por que encobriram o escândalo?

Vinte sete anos não é uma idade comum para conflitos psicológicos, não para as pessoas normais, mas quem disse que as estrelas são pessoas normais?

Muitas vezes, a própria inspiração de um artista vem desse inconformismo, as drogas só ajudam a derrubar de vez uma mente atormentada.

Desde 1.994, não havia uma perda tão grande. A morte de Amy Winehouse voltou a assombrar e a chocar, vinte e sete anos, mas quem se importa?

A situação pode se complicar, quando uma cantora famosa tem alta de um hospital e depois tem uma recaída, morrendo em seguida, é assustador.

Muitas perguntas e uma só resposta: Drogas.

Os anos que abalaram o mundo:

Amy Winehouse – 2.011

Kurt Kobain (Nirvana) – 1.994

Jimmy Hendrix – 1.970

Jim Morrison (The Doors) – 1971

Janis Joplin – 1.970

Robert Johson – 1.938

Peter Ham (Bad Finger) – 1.947

Kristen Ptaff (Hole) – 1.994

Pete de Freitas (Echo and the Bunnymen) – 1.989

Brian Jones (Rolling Stones) – 1.969

Chris Bell (Big Star) – 1.978

…e todos morreram aos vinte e sete anos…

Fonte: Wikipedia

By Jânio

julho 25, 2011 Posted by | Música. | , , , , , | 11 Comentários

Quem será o vice do PSDB

qual é o seu

Incerto mais Certo

O vice da chapa da candidata à presidência da República, do PT, nós já sabemos, será Michel Temer, mostrando que apesar da falta de credibilidade de fatos ligados a boataria, vale o velho ditado: “Onde há fumaça, há fogo.”

Como eu já falei em outros blogs, a indicação de Michel Temer acerta dois coelhos:

Primeiro: Resolve o problema do Próprio PT que precisa mais de um vice representativo, e de liderança, do que uma pessoa popular.

Segundo: Resolve um problema do PMDB, um partido que já anda dividido, uma parte apoiando o governo e a outra a oposição, uma incoerência no âmbito político.

Com essa escolha, o PT conseguiu uma estratégia perfeita, pelo menos em termos políticos. Agora eles só precisam torcer pela saúde de Dilma, para que ela não morra de crime passional ou de problemas do coração, mantendo a tradição e a maldição dos vices no país.

E o azarão José Serra? – quem será o seu vice? – Como sempre, o complexo de Barrichello segue ao seu lado, o PSDB já demorou para declará-lo como seu candidato, feito isso, agora é o vice que fica na poeira do PT; como se não bastasse, ainda tem a boataria que Aécio não gostaria de ser seu vice, deixando no ar: “Onde há fumaça, há fogo.”

No caso de boatos, em se tratando de política, só há uma maneira de vencê-los, assumindo uma postura firme e consciente, o PT é especialista nisso.

Foi com essa postura que o PT venceu os especuladores, atuantes no câmbio; foi com essa postura que o PT assumiu várias derrotas, quanto ao aumento de salários, pagamento de décimo terceiros e outras derrotas.

O PSDB deveria saber que brigar com o governo, em época de eleições, é pura perda de tempo. A melhor maneira de vencer um partido de governo, em época de eleições, é desacreditá-lo, mostrar seus podres, seus candidatos suspeitos, desde que seu teto não seja de vidro.

Muito se disse sobre o PT ter criado uma imagem de partido sem corrupção, coisa que os outros partidos não tinham, isso foi muito evidenciado na época do mensalão. O PSDB parecia não ter o teto de vidro, mas o ex-presidente do PSDB de Minas mostrou que havia uma telha quebrada, bastou essa telha para mostrar que, na política, não interessa quem está certo, é tudo uma luta pelo poder.

O PSDB baixou a bola e o “mensalão” acabou como se nunca tivesse existido, só Arthur Virgílio e Jefferson Peres mantiveram suas posturas firmes. O cartão corporativo de Arthur virgílio sepultou de vez o líder de oposição, enquanto Jefferson Peres teve a conta do funeral paga com verbas ilegais; quis o destino que o homem mais “acima de qualquer suspeita” fosse envolvido em corrupção, mesmo depois de morto, mantendo uma unanimidade na política, que além de burra é corrupta.

Se Aécio Neves for forçado a ser vice, ao que parece ele queria ser candidato à Presidente, pode ser que o próprio estado de Minas seja contra, como já se vê nas pesquisas para Governador, onde Hélio Costa (PMDB) Aparece isolado.

O mais curioso é que José Serra não queria ser candidato a Presidente, pelo menos segundo a boataria, ele sabia que era mais garantido como Governador de São Paulo, onde nem o antipático Kassab (nada contra a pessoa) foi suficiente para queimá-lo. O que aconteceu é que, depois da queda da ala de Alkimin, a ala de Serra ganhou força, politicamente ele está forte.

Dilma também está forte, depois de José Dirceu, ela é a pessoa mais forte do Governo. Como eu não canso de lembrar, José Dirceu é mais forte fora do Governo do que dentro.

Passamos por um momento interessante a ser analisado, quando Lula ganhou, muita gente votou nele, mesmo com medo, o próprio então Presidente FHC disse que o Brasil não quebraria se ele ganhasse, contrariando a especulação que não lhe deu trégua até o último dia.

Observação: A maioria dos especuladores era da direita. Lula venceu pela rejeição ao governo FHC, onde o salário subiu até 100 dólares, voltando aos mesmos 60 dólares do início de seu primeiro mandato, hoje está em quase 500 dólares. É o custo de vida que preocupa agora.

Nesse momento, dizem que as pesquisas estão equivocadas, segundo ela lula tem uma grande aprovação, talvez até maior do que em seu início de Governo, o que, teoricamente, elegeria qualquer indicado seu, até Dilma Rousseff.

Por outro lado, Dilma Rousseff é dez vezes mais radical que Lula, Dilma não foi “Criada” em laboratório como Lula, pelo contrário, ela escolheu ser, assim como José Dirceu, Genoíno, Gabeira, FHC, José Serra e tantos outros.

Como podemos ver, a disputa será entre socialistas, opositores do regime militar, com um pequeno detalhe, Dilma usou as armas, literalmente, mesmo que ela e Gabeira neguem isso.

Esse é um bom motivo para os capitalista e especuladores terem muito medo nas eleições, medo de Serra e dez vezes mais medo de Dilma.

Estamos em um período que lembra muito o Império Romano, onde o povo é sempre o último a saber.

By Jânio

maio 20, 2010 Posted by | Política | , , , , , , , , , , | 2 Comentários

A maldição do faraó tutankhamon

A história e a lenda

A história e a lenda

As lendas sobre a maldição que envolvem o Faraó Tutankhamon são extraordinárias. O faraó foi encontrado durante uma exploração arqueológica, em 22 de novembro de 1.922, junto com ele, muito ouro e jóias que ficaram com o homem que financiou a expedição.

O Conde de Carnarvon financiou toda a expedição, não se conteve, foi um dos primeiros a ter contato com as relíquias encontrada na tumba do faraó, foi também a primeira vítima da suposta maldição.

Foram treze mortos, apenas na equipe de Howard Carter, Arqueólogo que descobriu a tumba,  sem falar as outras tantas pessoas que também tiveram contato com a múmia de Tutankhamon e também acabaram mortas,  em menos de sete anos.

Curiosamente, após todas essas mortes, vários estudos foram feitos, nenhuma pessoa mais morreu. Eu diria que se fosse alguma composição química, só uma composição química para durar tanto tempo,  coisa que os egípcios se mostraram conhecedores como ninguém, só fez efeito nos primeiros momentos de contato com essa vítimas fatais.

Os egípcios eram cheios de segredos, mas também havia muito respeito pelos mortos. Em suas tumbas, que permaneceram por tantos séculos invioladas, haviam armadilhas e escritos em hieróglifos, o que aterrorizava até mesmo os mais céticos.

Na tumba de Tutankhamon, haviam palavras que caracterizavam uma maldição: “A morte abaterá com suas asas quem perturbar o sono do faraó”, entre outras citações. A irmã do Conde afirma que ouvia o conde balbuciar, em seu leito de morte: “Já entendi seu chamado … eu o seguirei”.

Veja a lista de alguns mortos:

1 – O Conde de Carnarvon – O homem que financiou a expedição, em abril de 1.923.

2 – O Arqueólogo americano Arthur Mace, convidado de Carter a participar das descobertas, morreu abruptamente, sem causa aparente.

3 – George Jay-Gould – Outro milionário que esteve na tumba a convite de Carnavon, antes de morrer apresentava sinais de febre também.

4 – Archibald Douglas Reed – examinou a múmia e efetuou os primeiros e principais registros. Também morreu com sintomas febre.

5 – Richard Bethell – secretário de Carter morreu em 1.929, apesar de nunca ter tido problemas sérios de saúde.

6 – Lady Almina – Viúva de Carnarvon, morreu também com sintomas febre em 1.929.

Apesar dos escritos na tumba, o que deixou os menos céticos tementes de forças sobrenaturais, foi o fato de as mortes terem ocorrido apenas com proximidade das descobertas arqueológicas, leva a crer que havia alguma coisa na tumba.

Certamente que não era maldição, mas é um segredo que nunca foi desvendado, mesmo com as novas tecnologias.

Sobrenatural ou não, esse fato só nos mostra o quanto o mundo perdeu com destruição dos vestígios da civilização dos faraós, sua ciência,  sua arquitetura, enfim, sua cultura de um modo geral.

Os Egípcios antigos tinham, ao lado dos hebreus, gregos e romanos, a posse das maiores descobertas e estudos que o mundo teve conhecimento, a diferença é que, no caso dos egípcios, só os nobres, sacerdotes e pessoas ligadas a essas, tinham acesso a essas tecnologias.

A cultura egípcia era tão extraordinária, que ainda hoje pouca explicação se tem sobre sua ciência e seus monumentos. Até a poucos séculos atrás, a pirâmide de Quélps ainda era a maior construção do mundo, só perdendo esse posto com a construção da torre Eiffel.

Tutankhamon morreu ainda jovem, com cerca de dezoito anos, de morte misteriosa, numa época muito conflituosa no Egito, na luta pelo poder.

O faraó morreu em 1.346 ac, sem nenhum vestígio de doença, por um acidente em sua carruagem, depois de ter governado o Egito por um curto período de tempo, de 1.333 a 1.323.

Seus sucessores, provavelmente seus algozes, também não tiveram muita sorte e ficaram pouco tempo no poder.

Leia mais:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Tutancamon

Influências e tradições egípcias

Profecia dos Incas

A idade das esfinge

By Jânio.

setembro 5, 2009 Posted by | curiosidades | , , , , , | 11 Comentários

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: