Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Durval Barbosa prendeu Arruda e ainda ameaça

Arquivo vivo

Dono da verdade

Eu sempre digo que a corrupção brasileira é um jogo de gente grande, o povo sempre assiste alheia a tudo. A democracia, no Brasil, surgiu quando a burguesia descobriu que era mais fácil controlar o povo do que a  aristocracia.

Segundo a burguesia, o controle do povo deve ser feito de maneira completa, qualquer notícia, precisa ser averiguada e verificado os efeitos que essa notícia terá sobre o sistema. Como fazer isso? – Talvez preparando as notícias e apresentando-as à imprensa através de assessores de imprensa, deixando os veículos de divulgação bem preguiçosos.

É muito comum, até entre as maiores empresas de notícias do país, comprar as notícias de agências, até as imagens. As faculdades de comunicação social, certamente, devem alertar seus pupilos para o risco do que se divulga.

Assim, a internet se transforma em um veículo perfeito para divulgações de informações verdadeiras, isso é bom, mas as farsas são corriqueiras na rede também, é preciso calcular os riscos, ser precavido; em alguns casos podemos chegar às verdadeiras notícias antes dos grandes veículos de comunicação, evitando a manipulação dessas informações.

O que não faltam, nesses casos, são ferramentas para verificar a autenticidade das informações. há câmeras, celulares e filmadoras portáteis por toda parte, algumas pessoas fazem qualquer coisa para conseguir seus quinze minutos de fama, outras acidentalmente, e há aqueles que são doentes mesmo, precisam de um tratamento psiquiátrico.  Todos registrando os fatos em tempo real.

O que sabemos é que as informações se transformaram em armas, em mãos erradas e nas mãos certas também. É preciso estar ciente de que estamos sendo filmado, toda vez que se está em ambientes públicos, ou  na própria casa, caso se esteja envolvido em questões importantes; todos deveríamos estar envolvidos na questões importantes. Através da parabólica e  dispositivos de audiência, pode-se  invadir a privacidade de qualquer pessoa, até os traficantes estão sendo filmados.

Durval Barbosa, o homem que denunciou o chamado mensalão do DEM. em Brasília, vem ameaçando autoridades importantes, dizendo ter mais informações relevantes sobre corrupção. Até onde eu sei, chantagem é crime, portanto o Senhor Durval estaria, na minha modesta opinião, infringindo a lei.

Eu me lembro que PC Farias, ex-tesoureiro de Collor (ex-presidente do Brasil) afirmou,  frente aos parlamentares: “Vocês são hipócritas!” – dando a entender que todo mundo tinha problemas com a justiça, e ele sabia disso.

As informações importantes, quando relacionadas a crimes, podem resultar em tragédias, mas algumas pessoas, como o Sr. Durval, não se importam com isso, calculam muito bem o perigo que correm. Roberto Jefferson fez isso quando denunciou o primeiro mensalão, sabendo que a “teta” tinha secado e sua carreira terminada, entregou todo mundo.

No caso de Durval Barbosa, ele age como se conhecesse muita coisa e como se pretendesse negociar essas informações. Ele tem uma vantagem sobre Roberto Jefferson, não é tão hipócrita; também sobre PC Farias, sua família não é tão desunida;  PC pagou muito caro pelo isolamento.

Finalmente, podemos dizer que Brasília não é Alagoas. Brasília não tem sua taxa de analfabetismo tão alta, não tem grandes coronéis dominando o “mando político” e as comunicações, através de suas redes de comunicação. Definitivamente, Brasília é diferente, menos a corrupção.

Os possíveis envolvidos sabem que é preciso cautela. Se na primeira vez que Durval fez a ameaça, ele cumpriu, aqui vale o ditado popular: “Cachorro mordido por cobra, tem medo de linguiça.”

Durval não é fraco, como PC, nem é kamikaze como Roberto Jefferson; Durval é um político da era moderna, o primeiro a se utilizar de ameaças e chantagens, colocar políticos e a imprensa em xeque, ou em cheque mesmo, sem que a polícia possa fazer nada.

By Jânio

abril 2, 2010 Posted by | Política | , , , , , , , , , | 17 Comentários

A onda de assassinatos de Prefeitos.

assassinatos de prefeitos

assassinatos de prefeitos

Fiquei impressionado com a quantidade de Prefeitos assassinados no Brasil, foram onze Prefeitos assassinados em três anos, de 2005 a 2008.  Para variar o estado com maior número de assassinatos foi o maranhão, talvez por isso o povo tenha tanto medo de mudanças.

No ano de 2009. um caso chama a atenção, o assassinato do Prefeito de Barbosa Ferraz, Mário Cesar Lopes Carvalho, do PMDB.

O Prefeito ficou conhecido, nacionalmente, depois que um programa humorístico  muito conhecido da TV Bandeirantes, CQC, fez uma reportagem na cidade, onde havia uma denúncia relativa aos ônibus escolares de estudantes, envolvendo inclusive o Governador Roberto Requião.

A reportagem foi feita no dia seis de Julho, no dia 23 de de julho o Prefeito foi assassinado.

Como é comum em denúncias de má administração, o Prefeito acusou a oposição de estar por trás da reportagem.

O Prefeito de Barbosa Ferraz tinha 44 anos, era ex- bancário, assim como sua mulher, além de ser Prefeito, possuía duas lotéricas na cidade.

Segundo informações encontradas na internet, o Prefeito recebeu um telefonema cerca de 21 hrs, saiu apressadamente, sendo encontrado seu corpo, depois, com cinco tiros.

Os cinco tiros atingiram suas mãos, antebraço, peito e virilha, segundo informações obtidas na prefeitura, o corpo apresentava marcas de atropelamento, seu pescoço estava quebrado.

Este já é o segundo assassinato de Prefeito que eu tenho notícia, só no Paraná.

O norte do Paraná ficou  conhecido e imortalizado pela novela Pantanal, da extinta Rede Manchete de televisão, onde imigrantes mineiros não se adaptavam no norte do Paraná e se mudavam para o mato grosso.

Pelo visto, minha região não é cruel só na ficção, Fênix e Barbosa Ferraz são cidades próximas, apenas quinze quilômetros separam as duas cidades. Pelo visto virou moda, como na novela Pantanal, o mercado de pistoleiros anda em alta.

Detalhe: Os dois Prtefeitos são do PMDB.

De 2005 a 2008, a relação dos Prefeitos assassinados no Brasil era:

Maranhão –   03

Minas Gerais   02

Bahia          02

Alagoas        01

Paraná         01

Mato Grosso    01

Rio G. Norte   01

O Brasil enfrenta um problema sério na justiça, onde a Polícia Federal prende, o judiciário solta.

O problema se complica mais ainda, quando a pessoa solta pela justiça é conhecida, dando uma mostra de injustiça. Além da impunidade, os crimes de repercussão podem trazer muitos prejuízos e dar origem a milhares de pequenos crimes.

Segundo policiais, as penitenciárias já não comportam todos os presos, o número de vagas reservados para cada cidade é limitado.

Um assassino que comete um homicídio, sem vaga para ficar na penitenciária, pode ficar, no máximo dois anos em uma delegacia, destinada a criminosos comuns, de baixa periculosidade.

O resultado é que os policiais, assim como em pronto socorros, tem que escolher quem fica preso, através de uma triagem, análise psicológica e de comportamento do preso.

Assim os números, acima, tendem a crescer, já que a justiça passa a ser apenas uma ideologia, o baixo investimento em infra-estrutura é baixo, onde a segurança e a saúde são os casos mais bizarros de má administração.

By Jânio.

julho 25, 2009 Posted by | Política | , , , , , | 2 Comentários

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: