Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Grupo investidor chinês torna-se maior acionista do Deutsche Bank

Potência asiática

Investimento Chinês

Da Agência EFE

O grupo investidor chinês HNA aumentou sua participação acionária no Deutsche Bank, maior banco da Alemanha, por quase 1,8 bilhão de euros, tornando-se assim o maior acionista da instituição, segundo um comunicado divulgado nesta quarta-feira (3). As informações são da Agência EFE.

Com a transação, a participação total do grupo chinês no Deutsche Bank passou de 4,8% para 9,92% e está avaliada em 3,4 bilhões de euros, superando a participação do Catar, que tem 6% das ações do Deutsche Bank, que são cotadas nas bolsas de Frankfurt e Nova York.

O terceiro maior acionista do Deutsche Bank é agora o gestor de fundos Blackrock, com pouco menos de 6%.

O grupo investidor chinês entrou em fevereiro no capital do Deutsche Bank, como acionista âncora, e anunciou que tinha interesse em ampliar sua participação até os 10%.

O Deutsche Bank emitiu nesta nova ampliação de capital 687,5 milhões de ações a um preço de 11,65 euros.

Agência Brasil

 

maio 4, 2017 Posted by | Internacional | , , , | Deixe um comentário

Cúpula de magnatas irrita ativistas nos EUA

Cúpula dos Magnatas

Uma sociedade secreta, uma associação de interesses em comuns, um grupo de magnatas conspiradores e líderes mundiais. O que é isso? Quem são eles?

Aqui estão algumas perguntas elaboradas por ativistas e jornalistas que se reuniram em Marriott Westfields Hotel em Chantilly, Virgínia, que este anos serviu para sediar a cúpula anual do misterioso Clube de Biderberg.

Adam Kokesh, jornalista e ativista de movimentos de protestos, assinala que a atual situação não é um grupo de gente que diz: “Vamos conspirar para isto ou aquilo”. Trata-se unicamente da super elite mundial que se reúne para continuar e perpetuar seu poder.

O clube de bilderberg se reúne anualmente há quase sessenta anos a portas fechadas, em meio a um hermetismo total e sem informar aos meios de comunicação sobre seus debates e decisões.

Luke Rudkowski, fundador da WeAreChange, organização midiática independente que busca revelar as mentiras dos governos e corporações globais, assinala a respeito dos participantes do foro que “as vezes eles mentem, camuflam-se em mentiras. É muito significativo vê-los correndo ao ouvir as perguntas dos jornalistas sobre o que fazem aqui, sua reação já diz tudo.”

Sobre os temas que discutem os integrantes do encontro, sabe-se muito pouco. Assim, por exemplo, a reunião do ano passado gerou um mar de incógnitas sobre a realidade em que vivemos.

Alex jones, fundador da empresa midiática InfoWars, arrisca: “eles tratam de pressionar o Banco Mundial para que resolva problemas que eles mesmos criaram. Pedem mais medidas policiais, como a identificação de dados pessoais na internet. “

A crise da Eurozona, o futuro da Grécia e a presidência dos EUA, são alguns dos principais temas que tratam os participantes do forum, em sua reunião deste ano. Outro entre os assuntos principais que estão no centro das atenções deste grupo é uma forte integração na zona do euro, com mais restrições a liberdade dos governos nacionais. No que se trata da importância destes temas, tudo está sob sigilo absoluto.

“As discussões de políticas internacionais permanecem sob sigilo, já que as decisões que tomam não seriam necessariamente apoiadas pelo povo”, aponta o jornalista Dan Dicks de Press for Truh TV, a respeito do sigilo dos participantes do forum.

Enquanto isso, Mateus Medina, Truth Exposed Radio, acredita que “um bom trabalho é aquele que está à vista”, acrescentando que “quando algo é feito em segredo, é o nosso trabalho torná-lo público. É por isso que estamos aqui para cobrir como jornalistas e, assim, expor o Clube Bilderberg “.

Por conta de todo esse mistério em relação ao Clube de Bilderberg, o encontro se tornou mais um espetáculo que uma reunião para solucionar os problemas reais do mundo.

Cristina Martin Jimenez, jornalista e autora do primeiro livro sobre este clube, assegura que o coletivo é capaz de gerar situações tão controvertidas como a atual crise financeira, simplesmete seguindo seus interesses e desejo de criar um governo e controle totais.

Historicamente, o Grupo Bilderberg foi aceito pelas pessoas como um grupo que decidia nosso futuro, entretanto, com os anos, cada vez menos pessoas acreditam no sentido responsável, divino, deste fórum.

“As pessoas de todo mundo estão despertando. Muitos entendem que os líderes do governo dos EUA estão sendo comprados de maneira criminosa por esse grupo”, aponta Alex Jones do InfoWars.

O mistério que cerca esse encontro está provocando maior indignação com o passar dos dias. Os ativistas que esperam diante das portas do quartel general deste batalhão de magnatas, não pedem para ser participantes da reunião, mas sim, ao menos demandam clareza a respeito do que ali se fala. Isto porque em cada um destes foruns é o futuro da grande maioria da população que está sobre a mesa.

Fonte: RT-TV


O clube de bilderberg

junho 3, 2012 Posted by | Internacional | , , , , , , , | 1 Comentário

Grupo extremista assusta até os radicais

Grupo Extremista

Um novo grupo radical de insurgentes está se formando no afeganistão com o objetivo de aterrorizar tanto as autoridades como a outros grupos extremistas, segundo fontes da inteligência afegã.

O serviço de inteligência do afeganistão considera que a nova Frente Dadullah já está exercendo pressão psicológica sobre alguns legisladores mediante mensagens e chamadas telefônicas para que não apoiem o acordo estratégico sobre a colaboração de Kabul com os Estados Unidos.

As ameaças chegam da parte de pessoas que dizem atuar como membros da Frente que leva o nome do comandante taliban, Mullah Dadullah, próxima à Al Qaeda, o que provavelmente foi o motivo de seu assassinato em 2.007.

Os serviços de segurança anunciaram que já haviam prendido três pessoas supostamente vinculadas com a Frente Dadullah e consideram que por trás dessas pessoas haja um grupo bem maior.

O movimento extremista talibán nega a aparição de um grupo islamistas mais radical e argumenta que por trás das chamadas está uma só pessoa.

Fonte: RT-TV

Comentários:

Antes de comentar o texto acima, da RT-TV, eu me lembrei da Guerra Mundial, quando o pacato Winston Churchill começou a se destacar, denunciando as intenções de Hitler, um homem que aparentemente era carismático e admirava os ingleses, inclusive sua ciência eugênica racista.

Aproveitando esse gancho, eu devo alertar para a dinâmica dos movimentos políticos, direita, esquerda, radicais e anarquistas. Daniel Estulin consegue ver o que poucas pessoas notam, ou seja, os interesses por trás desses movimentos e o perigo que eles representam.

Daniel Estulin por experiência sabe que todos os movimentos políticos sociais devem ser analisados.

Por exemplo:

Ele estranhou a quantidade de documentos publicados pelo Wikileaks, uma quantidade de documentos que nem o governo americano teria capacidade de reunir, muito menos os agentes da Cia, de maneira isolada.

Se de maneira isolada era impossível reunir tanto material, então haveria a possibilidade de uma organização muito forte para reunir tanto material.

A insistência da Wikileaks em atacar os governos de países desenvolvidos, despertou o perigo de um grupo muito poderoso, Bilderberg, que poderia estar por trás de tudo, com objetivos de especulação financeira e investimentos em países em desenvolvimento.

O apoio que a Wikileaks recebeu dos grupos midiáticos de direita, inclusive alguns de propriedade de membros do clube de Bilderberg, confirmou a suspeita.

Depois veio o Anonymous, o mais poderoso grupo de hackers que já se teve notícia, capaz de derrubar qualquer site, sem exceção. Aí, as leis de controle da internet passaram a ser votadas: Cispa, Sopa, PIPA.

Um rival do anonymous surgiu, Unknowns.

O Unknowns tem características menos políticas e mais hacker. Lembrando a filosofia hacker: Um hacker testa a segurança de um site, em seguida, informa esse problema ao responsável.

As grandes empresas não tomam providências e nem reconhecem suas falhas, além disso, praticam concorrência desleal, com preços injustos e cartel.

Isso desperta a fúria dos hackers que declaram guerra a essas empresas e sites.

Como muitas empresas contratam os mais famosos hackers para testar seus programas, o Unknowns me pareceu um movimento de contra-espionagem, já que o grupo confessou que atacaria todos os sites e avisaria dos problemas de segurança aos responsáveis, contrariando os Anonymous.

Todas as revoluções no Oriente Médio demonstraram uma mudança muito rápida no mundo, mas a direita adaptou-se muito rapidamente, sem perder o controle.

Um exemplo é o Egito, onde a ditadura deu lugar a um governo militar, o que já aconteceu no Brasil. Em países como o Brasil, a privatização abriu espaço para os donos do mundo e banqueiros dispostos a dominar o país.

Na China, o trabalho escravo pode beneficiar grandes multinacionais que aprovaram e acordaram as estratégias econômicas da China com o resto do mundo.

Nem Osama Bin Laden escapou da teoria de conspiração, afinal, para quem trabalhava o líder treinado pela CIA.

Voltando ao início, Winston Churchill alertou para a urgência de antecipar as estratégias clássicas de Hitler, que já eram previstas desde os tempos de Nostradamus. Nostradamus tinha acesso aos documentos imperiais, Winston Churchill também, afinal, ele era descendente da realeza britânica.

O problema agora está na velocidade em que os fatos estão acontecendo e na sua complexidade, ficou difícil de saber quem está ao lado de quem, com protagonistas dispostos a tudo para confundir os analistas especializados.

Comentários: By Jânio

Qual é o preço de uma guerra mundial

Depois do holocausto veio o apocalipse

Revolucionários da terceira guerra mundial

Psicopata norueguês e o ódio de direita

O clube de Bilderberg

Os maiores protestos da história

O lado obscuro da Wikileaks

O erro americano

Aparências reais

Os 25 pontos chaves do nazismo

maio 21, 2012 Posted by | Internacional | , , , , , , , | 7 Comentários

A sociedade Mão Negra

mão negra

Sociedade Secreta

Os dias que antecederam a Grande Guerra foram muito conturbados, notava-se instabilidade por toda parte, devido as regiões anexadas a outros países, questões mal resolvidas, etc.

A vitória da Alemanha (de Bismark) contra a França (de Napoleão III), criou um clima de revanche que, somado a indústria bélica e ao imperialismo econômico, levaria ao início de uma das maiores guerras da história. Só faltava alguém para acender o estopim – Em regiões tão instáveis, isso não seria difícil de acontecer.

Com medo da revanche francesa, a Alemanha se aliou à Itália e ao Império Áustro-Húngaro, formando a Tríplice Aliança. Em 1.907, era formada a Tríplice Entente (Inglaterra, França e Rússia).

O Império Áustro-Húngaro anexou duas regiões das Balcãs, Bósnia e Herzegovina. Como nessa região havia muitos sérvios, isso desagradou a Sérvia, outro estado das Balcãs que desejava a união da região(Iugoslávia), com o apoio Russo.

Na região da Sérvia, havia uma organização secreta chamada Ujedinjenje Ili Smrt (Unificação ou Morte) – Qualquer semelhança com “Independência ou Morte”, não é mera coincidência, é conspiração mesmo.

Essa organização secreta, também conhecida como “Mão Negra”, foi fundada por ex-membros de uma outra sociedade chamada Narodna Odbrana (Defesa do Povo). Realizavam pan-eslavismo e nacionalismo através de assassinatos.

O objetivo do “Mão Negra” era unir as regiões com populações eslavas, sob o domínio do Império Áustro-Húngaro.

A “Mão Negra” foi responsável por planejar e executar a morte do arquiduque Francisco Ferdinando, príncipe-herdeiro do Império Áustro-Húngaro. Apesar dos assassinos serem amadores, é importante observar como funcionam as estratégias de uma organização secreta conspiratória.

Os jovens nacionalistas que prepararam o ataque ao príncipe-herdeiro, eram membros de um grupo chamado Jovem Bósnia. Segundo alguns historiadores, eles (jovens bósnios) teriam assassinado, também, Alexandre I da Sérvia.

O assassinato do príncipe-herdeiro deu origem à Grande Guerra, quando o Império Áustro-Húngaro (Tríplice Aliança) declarou guerra à Sérvia, apoiada pela Rússia (Tríplice Entente), dando uma pequena mostra da teoria de “Efeito Borboleta/Teoria do Caos”, onde a queda de uma simples folha seca poderia dar início à transformações no mundo inteiro.

O ataque começou a ser planejado pelo coronel Dragutin Dimitrijevic, da Sérvia. Ele ficou sabendo da desastrada visita que o arquiduque faria, justamente num feriado nacional, em Junho de 1.914.

Acontece que os “Jovens Bosnios” também ficaram sabendo, eles também começaram a planejar um atentado.

A Mão Negra foi patrocinado com verba estatal – Qualquer lembrança do Golpe de 64 será bem-vinda.

Três dias antes da chegada do príncipe, três integrandes do “Jovem Bósnia” atravessaram a fronteira da Sérvia, com a ajuda do Coronel (Mâo Negra), responsável pela segurança da Sérvia.

Curiosidade: O autor do disparo que matou o arquiduque, chamava-se Princip. Os três jovens estudantes chamavam-se: Gavrilov Princip, Nedjelko Cabrinovic e Trifko Grabez.

Os três jovens estudantes encontraram mais quatro, todos amadores e portadores de tuberculose – Não há dúvida que o coronel sabia o que fazia.

O Coronel (Mâo Negra) forneceu 4 pistolas, 6 bombas e veneno (cianeto). Caso algo desse errado, tomariam o veneno, antes de serem capturados.

Deu tudo errado no dia da chegada do príncipe:

O arquiduque e sua esposa chegaram de trem e seguiram em carro aberto, capota baixa, alvo perfeito.

Apenas Cabrinovic lançou a bomba, tomou cianeto e jogou-se no rio. O veneno estava vencido, o rio era raso demais, até a bomba acertou o carro errado da comitiva.

Depois de desabafar com o Prefeito, a comitiva preparava-se para deixar o local, evitando outros atentados e dirigindo-se ao hospital onde estavam os feridos. O carro foi levado direto ao encontro de Princip, o assassino, levantando a suspeita de que fora tudo uma armadilha.

Receita para uma boa conspiração política, com direito à atentado:

Uma boa organização secreta; voluntários amadores, inteligentes, psicopatas sem um objetivo específico de vida, com uma doença sem cura; princípios fundamentalistas.

Fontes: Marlene & Silva, BBC, Wikipedia

Texto: By Jânio

junho 5, 2011 Posted by | Arquivo X | , , , , | 12 Comentários

As moscas do Panamericano

escandalo financeiro

Fraude Bancaria

Vamos  conhecer um pouco a corrupção, e a política, brasileira? – Essa pergunta é estratégica, tanto pelo fato de a corrupção não estar limitada à política, como  divulga a mídia, quanto pelo fato de alguns leitores não terem estômago para conhecer tantos podres.

Isso me faz lembrar uma discussão de duas enfermeiras: Quando uma disse que não podia ver xixi e cocô – ficava com nojo do serviço – a outra enfermeira disse, imediatamente, que tinha muito mais medo de sangue, sugerindo que fizessem um acordo, enquanto uma limpava o sangue, a outra limparia o cocô e o xixi.

A indignação à proposta foi grande: “Aqui tem muito mais paciente sujo de sangue do que paciente sujo cocô e xixi. Você está pensando que eu sou idiota?

Enquanto a PPP espalha seu cocô por toda parte – Dessa vez o cocô é figura de linguagem, para os desavisados de plantão – esses vagabundos nem imaginam o sangue da população carente que jorra por essa  terra abençoada por Deus – vagabundos também é figura de linguagem, Deus me perdoe se for blasfêmia o resto.

Vamos interromper a narrativa, para fazer uma pergunta estratégica: “Quanto vale os bens de uma empresa falida?” – vamos aproveitar para fazer mais uma: “O que você pensaria de uma pessoa que vende seus bens, em seguida, utiliza esses mesmos bens como garantia de um financiamento, mesmo já não sendo seus esses bens.

Todas essas questões estão presentes no escândalo do Panamericano/CEF, um escândalo que começou quando  a Caixa Econômica comprou parte do Banco, para evitar sua quebra, mas sem assumir o controle do banco – valor da transação: 700 milhões. O rombo aumentou, chegando a 900 milhões, aí, o Grupo Silvio Santos, controlador do Panamericano, teve uma pequena ajudinha de “mais” 2,5 bilhões – A soma é tão alta que precisamos simplificar os números, para economizar  no texto.

Assim, com todo o sistema bipartidário envolvido na corrupção, resta a corrupta justiça fazer a sua parte, fazendo uso de uma legislação que nem merece uma reforma, já que sempre fica pior, onde só uma revolução resolveria esses problemas, e eu não estou falando de armas de fogo, que fique bem claro.

Como é inconstitucional prender um político corrupto, resta-nos a pena de morte, para nos dar a sensação de justiça, não aquela pena de morte proibida por lei, mas a pena de morte do destino; Quando um Juiz é morto por criminosos, quando a polícia mata a própria polícia – Já é a terceira notícia que eu vejo sobre isso, me faz até lembrar de um comentário que eu fiz, para um policial amigo meu: “Você confia em seu parceiro, mesmo estando ele armado?” – Ele me respondeu: “Claro, eu nunca fiz nada para ninguém, porquê eu não confiaria?”

Lembrei-me também da declaração da Prefeita de Jandira, algo como: “Meu Deus, como chegamos a esse ponto, discutir política com armas de fogo?” – Crise Na PPP? – Há mil formas de matar o povo, mas a elite não morre em filas de SUS, Prefeitura, quaisquer conflitos, serão resolvidos de outras formas.

Se não há justiça no país, para que se preocupar? – Até criminosos se entregam, quando precisam de um bom tratamento de saúde, faz parte do princípio da PPP.

Quando vi a reprise da audiência do ex-Presidente do Banco Central, lembrei-me de PC Farias, o mártir dos corruptos, e sua máxima, em filosofia política – “Vocês são todos hipócritas” – frase corajosa, mas que pode ter custado muito caro – Em sua tradução livre: “Eu comprei todos vocês.”

Henrique Meireles, homem forte do Governo, responsável pelos cerca de duzentos e cinquenta bilhões de dólares, acumulados no primeiro mandato de Lula, insistia na argumentação preferida dele, algo como: “Toda a investigação foi feita sob sigilo, como manda a lei criada pelos Senhores. o Banco Central não poderia revelar dados sigilosos do processo, antes da conclusão e análise do processo em questão” – Concluía ele, com algo como – “Se me perguntarem se a lei deveria ser mudada, eu diria que sim, diria que não concordo com a forma como está, mas devemos seguir a lei; quando a lei for mudada, então o processo ocorrerá, como passará a exigir a lei” – Mais um filósofo político.

Henrique Meireles não quer passar para a história como uma pessoa descuidada, ou sem inteligência, nas entrelinhas, escancara os podres do sistema, mostrando todo o “cocô”,  mesmo sem dar nomes aos “bois”.

Eu também poderia traduzir um pouco das mazelas do que está ocorrendo, apresentar os motivos/consequências de tudo isso.

Já passou da hora da classe média alta entender que, na Democracia, o poder deve estar com o povo. O poder estará mais seguro nas mãos do povo, já que o povo age de acordo com a barriga, mas é crente; o povo não esquece o que é feito de bom; o povo não aumenta impostos; o povo quer mais trabalho do que dinheiro…

É preciso que a classe média alta entenda de uma vez por todas, que oitenta por cento das riquezas está indo para as mãos de poucos coronéis.

O povo precisa de informações verdadeiras, sem falsas ideologias bipartidárias; precisa ouvir informações verdadeiras e sem interesses. Não há mais volta, não dá para mentir, enganar, em época de internet, o povo sabe muito mais do que se pensa ou diz.

O jovem camelô venceu na vida, finalmente mostrou de forma escancarada como consegue jogar dinheiro para o povo – como diz o ditado: “Vem fácil, vai fácil.”

O Empresário ofereceu seu patrimônio falido como garantia, tudo como forma de retardar o processo, ganhar tempo para encontrar uma saída num sistema burocrático que chega ao limite, mas com uma dinâmica assustadora.

Primeiro, o banco estatal ofereceu 700 milhões por parte do patrimônio do Panamericano – sem assumir o controle, a dívida aumentou; ofereceu um financiamento de 2,5 bilhões – um valor maior que o valor real do banco; foram verificadas fraudes bancárias, para conseguir esse financiamento, levando o BC a investigar outros bancos menores, que participavam de negócios com o Grupo Silvio Santos.

Silvio santos declarou que pretende processar gerentes e auditoria. Henrique Meireles deixou bem claro que a auditoria é feita segundo a lei, por uma empresa privada,  especializada.

Traduzindo: É como planejar um crime bilionário, usando um laranja “analfabeto” – o “alfabeto” é figura de linguagem também. Os políticos não tem culpa, pois a responsabilidade é de uma instituição bancária; a instituição bancária não tem culpa, pois a auditoria foi feita por uma empresa privada; o Grupo Silvio Santos também não tem culpa, pois a responsabilidade de contratar a tal empresa de auditoria era de responsabilidade da Caixa Econômica Federal.

A Declaração de Sílvio Santos de processar diretores do banco e a auditoria, faz parte de um processo burrocrático normal – Erros de português serão perdoados, em nome dos erros da Justiça brasileira – deixando a pergunta: Em todo grande roubo, pergunta-se onde está o dinheiro roubado; seria impossível lavar 2,5 bilhões, em curto espaço de tempo, mas como bom filósofo político – É! Eu também sou! –  a corrupção rompe a barreira do tempo e do espaço: O dinheiro já havia sido roubado, para descobrir o roubo é preciso viajar no tempo – Eu sei que isso é tecnicamente impossível, com as atuais tecnologias, mas a Física já entrou no campo da Filosofia há muito tempo, meu(a) caro(a) amigo(a), ah ah ah.

O dinheiro já vem sendo roubado há muito tempo, desde o descobrimento do Brasil – É! O Descobrimento do Brasil foi um roubo, roubaram metade, até o Tratado de Tordesilhas, depois roubaram o resto – mas isso não é desculpa para continuarem roubando, agora estamos falando do suor e do sangue do povo.

Se voltarmos no tempo, descobriremos que os 2,5 bilhões, mais os 700 bilhões, já vem sendo roubado há muito tempo, sendo descobertos só agora, na hora de “tapar o buraco”.

“Dizem” que um cliente de nome Adalberto Salgado, Juiz de Fora – MG,  possuiria um investimento de 400 milhões, com juros, gentilmente ofertados pelo banco, de 30% ao ano.

Eu lembrei de um amigo meu, ele tinha cerca de 1,5 milhão no Banco do Brasil, com rendimentos generosos de 2% ao mês, 24% ao ano. Segundo ele, esse dinheiro servia estrategicamente para o banco, para suas atividades normais – A poupança pagava, nessa época, 0,5% ao mês, cerca de 6% ao ano, enquanto a taxa de juros do BC girava em torno de 19%, em plena era FHC.

Isso poderia explicar o generoso rendimento do CDB, Certificado de Depósito Bancário, do sortudo cliente? – Estamos falando de 400 milhões,  na era Lula, quando a taxa do BC fica na faixa de 10%, para 30% há uma diferença considerável, não é mesmo? – Não há estratégia empresarial que explique uma aplicação tão alta.

O rombo relativo ao financiamento do FGC, Fundo Garantidor de Créditos, foi comunicado no dia 11 de setembro, véspera de eleição – 11 de setembro te lembra alguma coisa? – Haveria alguma insinuação implícita? – Notem que eu não falei em conspiração.

Politicamente, esse fato não pode ser aproveitado nas campanhas, todos os (dois) partidos estavam até o pescoço de cocô, se o sistema não fosse bipartidário, se a mídia de massa não estivesse envolvida, poderíamos até pensar em mudanças a partir desses fatos, mas o jogo de poder brasileiro continua muito forte.

Se as pessoas soubessem quanto dinheiro é roubado no Brasil, através de artimanhas dos coronéis da política, não protestariam contra seus aumentos de salários, protestariam contra os impostos, isso poderia até unir, finalmente, a classe média à classe baixa.

…eu também posso sonhar, não posso?

By Jânio

janeiro 9, 2011 Posted by | Política, Policia | , , , , , , , , , , | 3 Comentários

Brasil empata com Portugal num jogo de retranca

próximo adversário

Fator Psicológico

Seleção brasileira sofre para conseguir empatar com Portugal, novos tempos no futebol.

Em entrevista coletiva, os jogadores brasileiros foram unânimes em afirmar que a retranca portuguesa foi responsável pelo zero a zero, não foi bem o que eu vi não.

O que eu vi foi Cristiano Ronaldo querendo provar que quem não faz toma, pior para nosso goleiro que sofreu para proteger o gol, e conseguiu.

Nem é preciso ser especialista em futebol, para perceber que o time do Brasil estava tocando demais a bola, coisa de quem está satisfeito com o placar de zero a zero, resultado que dava a liderança do grupo para o Brasil.

Como a seleção brasileira é experiente, começou a tocar a bola no meio de campo, simulando um ataque. Na realidade, eles estavam vendo o tempo passar.

No final, por pouco eles não perdem a partida. Teve pênalti não marcado, goleiro se atirando na frente de atacante, nem dá para dizer que o time brasileiro não lutou.

Eu também vi jogador brasileiro obstruindo passagem de atacante português, parecia jogo de basquete, mas o time estava atento.

Podemos dizer que os zagueiros jogaram bem, o goleiro, melhor ainda. Quando goleiro começa a aparecer, é porque o time está mal – Não é retranca não?

Vendo Cristiano Ronaldo, atacante de Portugal, jogar, fiquei pensando: “…e pensar que já tivemos dois Ronaldo bons assim … é, porque dá para notar que um Cristiano Ronaldo só não faz uma boa seleção portuguesa.”

É bom não se esquecer, jogamos sem o oportunista, e artilheiro, Elano, e sem Kaká, um dos melhores jogadores do mundo. De certa forma, a seleção brasileira jogou com o ataque reserva, enfrentando o maior adversário do grupo.

Para o próximo jogo, a seleção brasileira estará completa, e não será apenas um jogo classificatório, a partir de agora, quem perder está fora, portanto resta saber qual a jogado de Dunga.

No outro grupo, aquele que decidia quem enfrentaria o Brasil e Portugal, respectivamente, foi um jogo de vencedores. Assim como o jogo Brasil e Portugal decidiu o primeiro e o segundo colocado do grupo, Chile e Espanha decidiram quem seria o primeiro e o segundo colocado de seu grupo também.

Não me avisaram que a Espanha era a campeã européia, por isso eu achei que o Chile ia ganhar. A Espanha ganhou e deixou o Chile como segundo colocado, jogando justamente contra o Brasil nas oitavas de final.

Seria bom ver confrontos entre sul americanos contra europeus, mas estamos na África, a terra das zebras, aqui tudo acontece diferente. Os europeus perderão mais uma seleção, os sul americanos também.

Falando em americanos, das dezesseis seleções classificadas para as oitavas, sete seleções são americanas. Só Honduras não se classificou para as oitavas de final.

A seleção brasileira jogará contra o Chile nas oitavas, o Chile terminou em segundo de seu grupo.

O Brasil conhece muito bem a seleção chilena, portanto não haverá surpresas, pelo menos é o que nós esperamos. Esse é o lado bom, a Espanha não é muito diferente do chile, mas é uma seleção européia.

Nos outros dois jogos de hoje, há pouca coisa para se comentar. A Costa do Marfim, aproveitando a goleada de Portugal contra a Coréia do Norte, fez mais três, deixando a Coréia do Norte como a Seleção que mais sofreu gols na copa, nessa primeira fase; nem é preciso dizer que as duas foram eliminadas, não é mesmo?

Suíça e Honduras ficaram fora da copa, num jogo sem gols.

By Jânio

junho 26, 2010 Posted by | esportes | , , , , , , , , , , , | 5 Comentários

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: