Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Brasil perderá R$ 1 trilhão com isenção a petroleiras estrangeiras

dezembro 13, 2017 Posted by | Política | , , | Deixe um comentário

Isenção de impostos para estrangeiros denunciada pelo PT

dezembro 6, 2017 Posted by | Política | , , | Deixe um comentário

Operação publicano da PF – Cidades envolvidas

a máfia do Paraná

Operação Publicano

“A Operação Publicano foi deflagrada em Londrina pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), composto pelo Ministério Público (MP) e pela Polícia Civil. No total, 62 pessoas foram denunciadas, no dia 27 de abril, por participarem do esquema de sonegação de impostos e pagamento de propinas na Receita Estadual. Um grupo de auditores cobrava propina para não fiscalizar ou dar proteção a empresas que sonegavam impostos. O principal alvo é o ex-inspetor-geral de fiscalização da Receita Márcio de Albuquerque Lima.”

Fonte: Jornal de Londrina

A história desse escândalo começou com o processo do primo distante do governador Beto Richa, acusado de fraude em licitação, a partir daí descobriu-se muitas irregularidades desse governo, incluindo alterações nos direitos dos funcionários estaduais. O ataque aos professores em greve repetiu um fato que ocorrera com outro governador do PSDB, Álvaro Dias.

Em londrina, a “colônia árabe” é investigada, acusada de favorecimento em sonegação de impostos. A sonegação de impostos, por outro lado, está ligada às doações ilegais para a campanha do governador.

Resumindo: O governador pretendia lesar os direitos dos funcionários estaduais para cobrir um rombo de sua própria gestão. Como se não bastasse isso, ainda precisava de doações para sua campanha. E tudo isso começou depois que os governadores Álvaro Dias e Requião decidiram se aposentar, deixando o Estado do Paraná sem candidatos para governador, já que Osmar carrega o nome e a maldição do irmão, e a Gleisi do PT continua sendo citada em todos os escândalos relacionados aos seus cargos, começando por Itaipu onde trabalhou.

É bom que se diga que esse escândalo não é novidade, apesar de a direita ter mais força para abafar notícias contra sua gestão que o PT. O caixa 2 em campanha política é ilegal, mas é muito frequente, já que os colarinhos brancos sabem que ninguém pode segurar amigos dos políticos na cadeia.

Em minha cidade, a pacata “c* do Saci” também tem parentes do governador, noventa por cento dos imóveis são roubados e, naturalmente, envolvem financiamentos ilícitos que vão desde corrupção a nível municipal e estadual, até financiamentos federais, como é o caso de fazendas sob fiscalização do INCRA. Ninguém pode executar um financiamento em propriedades roubadas, exceto se houver corrupção. E há muita gente envolvida, desde deputados, senadores e parentes de governadores, industriais e banqueiros, até empresários membros de organizações secretas. Quando alguém denuncia, vira alvo de pistoleiros.

Toda a região norte do Paraná sempre esteve sob controle dessa máfia da direita, que só não era pior por causa do Requião e Padre Roque. Padre Roque e Flávio Arns abandonaram o PT depois do mensalão, enquanto Requião se aposentou. Deu no que deu.

Entretanto, as investigações da Polícia Federal tem se tornado cada vez mais rígidas e implacáveis.

Isso tem acontecido porque cada vez que a polícia investiga o governo, por pressão de autoridades ou instituições importantes, o governo reage, liberando a polícia para investigações de crimes que normalmente leva tempo e custa caro para o país, devido aos empecilhos  burocráticos e quantidade de pessoas envolvidas. No final, quem sai perdendo é sempre o governo, já que sobra para todo mundo e a oposição não teria nada a perder, isso se o Governador do Paraná e alguns outros estados não fossem da atual oposição.

Esses casos também não são isolados, só esse escândalo já envolve toda a região do norte do Paraná, e não é diferente nos outros casos.

O jornal que mais está denunciando esses fatos, Jornal de Londrina, teve de mudar de cidade na década de oitenta, porque os mafiosos não gostaram das notícias. Depois foi a vez de uma emissora de TV ter de mudar de cidade, apesar de continuar concentrada na mesma região metropolitana.

Vários escândalos sequer foram investigados, como foi o caso da licitação dos pedágios em rodovias do estado, envolvendo a máfia política que continua até hoje na assembléia dos deputados do Paraná.

Por causa de uma licitação ilegal de Luiz Abi Antoun, primo de Richa, descobriu-se a doação ilegal que levou a polícia a deflagrar todo o sistema dos mafiosos envolvidos na sonegação de impostos.

“As cidades onde foram identificados casos de corrupção na Receita estadual são: Londrina, Apucarana, Arapongas, Cornélio Procópio, São Sebastião da Amoreira, Assaí, Santo Antônio da Platina, Santa Mariana, Guaraci, Jandaia do Sul, Cambé, Ibiporã, Rolândia, Prado Ferreira, Florestópolis, Porecatu, Sertaneja e Sabáudia.”

Fonte: Jornal de Londrina

Guerra contra os professores no Paraná

Curitiba – Capital da lavagem de dinheiro

Política anti-democrática do Paraná

 

junho 13, 2015 Posted by | Política | , , , , | Deixe um comentário

Blindagem da economia brasileira

Natureza de Brasileiro

Guerra Cambial:

Comentário: Esse é um processo econômico inverso ao protecionismo e funcionou muito bem durante muito tempo, até a crise da globalização. Como um país auto-sustentável, o Brasil sempre teve o privilégio de manter a economia fechada, explorando o próprio povo.

Os emergentes se beneficiaram da crise da globalização e assumiram posições estratégicas, inclusive tirando vantagens da própria globalização, mas sem expor suas economias. Os países emergentes tem a desigualdade social e o descaso com seus cidadãos(baixo IDH) em comum.

Com esse novo cenário econômico mundial, o Brasil resolveu reclamar da guerra cambial, mas sem falar de sua alta taxa de juros, que sempre foi criticada pelos países ricos. Curiosamente, os mais prejudicados com a alta taxa de juros nunca reclamaram.

A alta taxa de juros sempre escondeu a cadeia corrupta que se esconde por trás da política econômica brasileira. Enquanto os países ricos exploravam o mundo inteiro com a economia aberta, o Brasil explorava o próprio povo, que sendo sustentável, resistiu.

A crise dos países ricos e do dólar, trouxe um novo questionamento aos emergentes que não querem ter suas economias afetadas pelo fim do imperialismo proporcionado pelo dólar. Como o valor do dólar esta atrelado ao depósito de ouro desses países, seria preciso criar uma nova moeda, bancada pela economia mais forte e é aqui que começa o problema.

Em minha modesta opinião, as economias emergentes tem uma forte influência da economia brasileira e a economia brasileira, como nós sabemos, é planejada para encobrir a corrupção.

A China tem feito o possível para desacelerar sua economia, pois sabe que essa bolha não vai durar muito tempo. O Brasil, por sua vez, já taxou a entrada de investimentos estrangeiros na bolsa e, como se isso não bastasse, taxou em 6% os financiamentos empresariais no estrangeiro, com menos de três anos, para evitar a especulação.

O que isso significa? A Cada medida, como essas, adotada pelo governo brasileiro, mais fechada, blindada, torna-se a nossa economia e mais forte os políticos que trabalham para os banqueiros também.

Os países ricos que tentam se segurar em qualquer ajuda econômica que possam conseguir, agora tem a segunda maior economia do mundo controlando os vilões fictícios e a sexta maior economia muito próxima de se tornar a quinta, sem falar dos outros emergentes, Rússia, Índia e South Africa.

A ganância dos banqueiros levou-os a decretar o fim do império do dólar, como seu dinheiro está em dólar, correm o risco de perder tudo. A saída para eles agora, seria investir em riquezas que não sejam intangíveis, como o ouro, mas melhor mesmo seria criar uma nova moeda com a ajuda dos emergentes.

Os altos executivos brasileiros vivem de corrupção, por isso tem muita experiência em economia internacional, infernos fiscais, etc., e serão eles os encarregados de criar essa nova moeda para os bilderbergers, talvez uma moeda baseada em outros bens de valores inigualáveis, como foi o ouro, e isso o Brasil também tem.

A Rússia é encrenqueira e anti-capitalista demais, a China é estatal. Como a África do Sul e a Índia tem muitos problemas, ainda mais que o Brasil, o Brasil apresentará o seu admirável mundo novo ao Club de Bilderberg, inclusive com o seu próprio Club incubado.

Comentário: Na medida em que a crise foi se agravando, pudemos notar que o texto acima foi se concretizando. Quando maior a crise, mais visível se tornou a corrupção e os problemas de países ricos, até então eles só viviam da exploração externa.

Problemas tão comuns da corrupção brasileira, puderam ser notados nas economias ricas, nem a poderosa Inglaterra conseguiu disfarçar seus problemas. A máscara caiu.

Comentário: Em nenhum momento os textos acima falam da economia brasileira como um todo, e de sua rede de problemas em série, por isso apresentamos um aspecto mais genérico, relacionado a tal guerra cambial.

O problema começa nos impostos altos, impossibilitando a concorrência.

Altos impostos são a maior fonte de corrupção, instabilidade e, consequentemente, lucro fácil para os bancos.

Falta de concorrência, traz a inflação.

Para controlar a inflação, ao invés de diminuir os impostos, o governo utiliza a taxa de juros.

Esse controle econômica custa caro para os cofres públicos, já que o governo emite títulos de uma dívida com juros muito altos.

Com a taxa de juros altas, aumentam os grandes investidores em dívida pública e encarece o crédito bancário.

A falta de dinheiro nos bancos, leva o governo a injetar mais dinheiro na economia, sem resolver problema algum, a não ser aumentar a dependência do governo ao capital privado e proteger a corrupção.

… e não é só isso, os juros altos atraiu mais dólares, comprometendo a política cambial do governo, já que o dólar caiu. A queda do dólar proporcionou um aumento de exportação e diminuição de exportação.

A blindagem econômica, cada vez mais forte, poderá levar as empresas estrangeiras a se aliarem aos corruptos daqui, para criar meios de participar desse mercado emergente. Alguns anos atrás, a receita descobriu um esquema de mercadorias que entravam ilegalmente no país, ganhando selo da Zona Franca, o mesmo esquema Brasil-Paraguai.

Conclusão: Fica claro que o governo não conseguirá manter essa blindagem, haverá uma reação dos países ricos que não aceitarão competir com nosso sistema escravista.

O próprio governo já começa a baixar as tão criticadas taxas de juros, que já foram muito mais altas, além disse, após o simulado ataque de 11 de setembro, a pressão aos corruptos aumentou em infernos fiscais.

Recentemente, pudemos testemunhar o confisco de dinheiro de ditadores, líbio e egípcio.

Será que o Brasil se tornará o novo oásis para investidores?

Se continuar o protecionismo, não. Apenas a elite brasileira terá direito aos lucros desse novo milagre econômico, mesmo assistindo ao campo de concentração nas filas de hospitais públicos, e massacres em favelas.

Como disseram os leitores e passaremos a repetir, precisamos de educação e informação, principalmente de informação. Para isso, precisamos proteger a internet.

Fonte de informações: Wikipedia

Comentários: By Jânio

março 5, 2012 Posted by | Política | , , , , , , , , , , , , | 5 Comentários

Rombo em Taboão pode chegar a 10 milhões

escândalo dos impostos

escândalo em Taboão

Um escândalo em Taboão da Serra, Grande São Paulo, foi destaque nas colunas políticas, policiais e crime organizado, PPP.

O crime ocorreu devido a insistência de criminosos em ignorar a tecnologia. Um simples comando era suficiente para apagar, diminuir – é isso mesmo que você leu – apagar toda a dívida de grandes devedores da prefeitura da cidade.

Se a tecnologia pode ser utilizada para praticar o crime, também pode ser utilizada para prender os criminosos, afinal, com tecnologia o crime também não compensa.

Bastou um dispositivo para detectar o horário e a pessoa que estava trabalhando naquele computador, na hora do golpe.

Quem já trabalhou com softwares de gestão, sabe do que eu estou falando.

Acontece que várias pessoas tem a senha de acesso, assim, fica difícil descobrir quem é o criminoso que está alterando os dados tributários.

Um vereador procurava a funcionária para saber quem eram os maiores devedores, em seguida entrava em contato com os contribuintes inadimplentes para “negociar” a tal dívida.

Aqui, vale a teoria das aposentadorias dos governadores – é, ela outra vez – a mesma utilizada para comentar as novas regras para emissão do cheque: Quando o desvio/roubo é muito grande, é preciso fechar a “fonte”.

Quando a quantia afetou o orçamento, foi preciso agir.

O comando dava baixa no imposto, mas a quantia não entrava nos cofres públicos. Segundo as investigações, os vereadores recebiam 30 por cento do valor, para cometer a fraude.

A principal testemunha assinou o depoimento com impressões digitais, literalmente falando, para não ser identificada – Crime digital, assinatura digital…enfim…

Só de janeiro até agora, houve um desvio de um milhão, o total pode chegar a 10 milhões. No último golpe, o funcionário da prefeitura foi surpreendido e acabou sendo preso.

Três vereadores foram presos na terça feira: Carlos Andrade, PV, o principal envolvido, Arnaldo dos Santos do PSB, José Luiz Elói, PMDB, também foram presos. O presidente do PV, irmão do vereador, também está envolvido no esquema de corrupção.

Enquanto isso, em Duque de Caxias, Baixada Fluminense, dois vereadores foram presos junto com mais trinta e duas pessoas envolvidas com milícias, onde pelo menos 50 pessoas foram mortas.

Para terminar com uma notícia boa: Na Bahia, alguns vereadores que cumpriram pena de um ano de prisão, retomaram seus mandatos. Isso mostra que não há discriminação contra ex-presidiários na política – A política não é “linda” gente?

By Jânio

maio 6, 2011 Posted by | Política | , , , , , , | 4 Comentários

A corrupção e a grande questão das eleições

calculo

Grande Questão

Eu estava procurando alguma boa notícia, relacionada às eleições 2.010, para publicar. Para os defensores da democracia, a boa notícia é que ela vai prevalecer.

Depois de manipular corações e mentes durante dezenas de anos, a mídia ficou desacreditada. O grande apocalipse e as ameaças anunciadas no passado não aconteceram, e as pessoas pararam de seguir seus patrões.

Muitas coisas estranhas ainda acontecem no Brasil, mas nada que possa abalar seus rumos, o sistema bipartidário está firme e forte.

Não haverá choque, nem surpresas, o que as pesquisas estão divulgando deverá se confirmar, ou seja, saberemos dos resultados das eleições bem antes dela se realizar.

O povo não tem mais medo dos candidatos, finalmente, tudo vai ficando mais claro: São dois lados da mesma moeda, de um mesmo sistema, controlado pelo nosso bom e velho sistema capitalista.

O que é bloqueado pelas mídias de massa, acaba vazando na internet. A esquerda tornou-se direita, a direita é a oposição, e o povo ficou perdido.

A direita tenta mostrar o lado podre do poder, mas se esquece que foi ela quem criou todos esses problemas de que tanto fala.

Nem mesmo Hugo Chaves ou Fidel Castro conseguem evitar que a internet espalhe as informações pela população, isso acontece porque um bom hacker, e o mundo esta cheio deles, consegue montar um sistema de internet com muita facilidade.

A internet via telefônica poderia ser controlada, mas aí veio a internet via rádio, satélite e elétrica, Não dá mais para tapar os olhos, nem os ouvidos do povo.

As grandes empresas, principalmente as de comunicações, continuam as mesmas: Tendenciosas, confundem informação com manipulação – não é a toa que fazem tanta questão de funcionários com formação em comunicação social.

Isso também pode explicar o porque do fim da exigência dos diplomas: A internet mostrou que as informações e os conhecimentos não tem dono, todos podem repassar através de seus sites.

Não fiquem com medo, a verdadeira disputa aconteceu no primeiro turno, o segundo turno será apenas para dividir o bolo, para escolher entre a panela e o fogo – Advinha quem vai ganhar?

Estamos acostumados com isso há muito tempo, sabemos que nada deverá mudar, já que esse sistema não permite.

De um lado, um candidato com histórico de corrupção; de outro, um candidato tapando o sol com a peneira, esquecendo-se que a Polícia Federal nunca pode trabalhar antes.

…mas nós ainda continuamos sonhando, olhando para nosso futuro, com o aumento de instituições, organizações preocupadas em mostrar o sentimento do povo, essa é a única maneira de mudarmos o mundo.

Mudanças a curto prazo  não teremos – Alguém ouviu algum candidato falando em planos para baixar o imposto?

O único sinal de que alguma coisa iria mudar, seria o anúncio de um plano para baixar os impostos. Baixar os impostos implicaria em um processo constituído por uma série de medidas: Baixar os impostos significa diminuir a corrupção; melhorar a infra-estrutura; aumentar o IDH; enfim, melhorar a vida dos brasileiros.

Nenhum dos candidatos teve sequer a dignidade de sinalizar para uma tendência nesse sentido. Ambos tem oito anos no governo, passado socialista, cometem os mesmos erros e não conseguem se livrar da corrupção que os cerca.

Não pedimos que os impostos caiam imediatamente, mas que, pelo menos, diminua aos poucos, para que um dia, quem sabe, possamos nos livrar dessa corja que sonha em ser político, polícial ou bandido.

Alguns anos atrás, havia um humorista que falava sobre as operações de combate ao contrabando.  Ele dizia: “Contrabando significa contra o bando, portanto, quem compra no Paraguai está agindo contra o bando.”

È isso, imposto alto sustenta um bando de safados, políticos sem-vergonha que nunca vão abrir mão do poder e de enganar seus eleitores.

By Jânio

outubro 27, 2010 Posted by | Política | , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 9 Comentários

A farsa da falsa Democracia

fonte da força

Excesso de Poder

O segundo turno das eleições no Brasil não apresentou nenhuma surpresa, de um lado o representante  da classe operária, supostamente identificado com os pobres, de outro, um candidato com passado socialista, mas com dificuldade em conquistar as camadas mais pobres da população.

As mídias de massa, mais do que nunca, tentam manter as aparências de neutralidade, mas a internet, através dos blogueiros, responsáveis por cerca de cinquenta por cento dos leitores do país, denuncia o que acontece por trás das cortinas das eleições 2.010. O que acontece, o que não acontece, o que acontece mas que a mídia faz parecer que não aconteceu.

Não espere temas polêmicos como aborto, movimento sem terra, pena de morte, comunismo, socialismo, democracia, direitos humanos, idh,  etc. Ambos os candidatos sabem que não precisam chegar a esses temas, desenvolveram uma técnica de fugir do assunto que – Se fosse crime fugir do assunto, seriam presos em flagrante,  durante o debate.

No primeiro turno já havia uma guerra não declarada, entre os formadores de opinião dos dois candidatos, mas foi no segundo turno que essa briga se acirrou.

No segundo turno, ficou difícil poder se manifestar sem mostrar o seu lado. Se de um lado, os eleitores de um determinado partido estão mais moderados, para não se identificar, do outro, seus eleitores iniciaram uma grande campanha, seguindo a estratégia de seu candidato.

Um detalhe interessante nessas eleições, é o papel dos candidatos, líderes que expressam através de suas ações, suas estratégias de campanha, levando com eles uma legião de eleitores a se manifestarem de acordo com o discurso estipulado.

As pessoas que realmente queriam mudanças, a essas alturas, já não estão na disputa, então o panorama fica muito mais claro.

Eleitores atacam seu adversário, apesar de não apresentarem claramente suas propostas. Os eleitores não sabem exatamente o que querem, mas sabem muito bem o que não querem.

Dilma e Serra são dois lados de uma mesma moeda,  de um mesmo sistema, o sistema bipartidário – O que ganharemos com isso? –  nada – também é verdade que temos pouco a perder.

Para satisfazer a elite, onde o topo da sociedade é a própria classe política, o IDH é constantemente comprometido, assim, o sistema tributário cobra uma alta taxa de impostos, oferece formas para que os grandes empresários utilizem o sistema à sua maneira, custeados por leis favoráveis a eles, onde até o Banco Central tem sua participação.

Enquanto as empresas estruturam mecanismos e fortalecem um sistema adequado aos seus propósitos, os políticos corruptos são convidados a participar desse processo. Político corrupto é mais “útil” ao sistema, fora que dentro da prisão – Bem diferente de um traficante, vocês não acham?

Quando os democratas dizem que o poder emana do povo, eles podem ser tão cínicos quanto os comunistas que eles tanto temem. Os comunistas, aqueles que supostamente deixariam o pais nas mãos do povo, usam as forças armadas para manter a “ordem”.

No Brasil, as forças armadas supostamente temem o comunismo, mas são as forças armadas que sustentam o comunismo na China. O comunismo da China só é usado para manter o poder, porque o sistema é capitalista – Entendeu? – eu também não.

As mudanças no pais não são feitas por pessoas honestas, são feitas pelos próprios membros insatisfeitos desse sistema decadente.

Durante a nossa história política, são raros os casos de líderes políticos que se destacam, ao invés disso, nomes de famosos ligados ao crime organizado, vão escrevendo nossa história, inspirados pelo mestre da sujeira e do nojo, Marquês de Sade.

A eleição obrigatória nos obriga a sair de casa, muitas vezes sob chuva, para votar em candidatos que sequer acompanhamos, pelo menos no primeiro turno.

No segundo turno, em meio a fezes e outros dejetos trazidos pela internet, vamos enfim, como o Marquês de Sade, visualisando o melhor que podemos encontrar no sistema bipartidário – a sujeira – é através dela que escreveremos a história de nosso pais.

Você pode votar em branco se quiser, mas não seja tão pretensioso, se você pensa que pode escapar desse circo, andar fora da lama e se esquivar desse lixo, está muito enganado. Votando em branco não estará fora desse circo, ninguém pode fugir desse espetáculo.

Dizem que a Democracia é o poder que emana do povo, isso é uma grande mentira –   “A Democracia é o poder que emana das minorias organizadas e legitimamente constituídas”. Não pode haver Democracia enquanto as mídias de massa controlarem o poder, também não pode haver Democracia com instituições de grande porte, com muitas pessoas, controlando o poder, isso geraria manipulação.

Regiões onde as associações de moradores e instituições de pequeno porte atuam, tendem a se desenvolverem mais aceleradamente que outras localidades.

Cuba é formado por uma organização política, liderada por Fidel Castro, mas não é legitimamente constituída; Getúlio Vargas criou uma organização, um sistema a sua maneira, mas seu sistema nunca foi legitimado pelo povo.

Os grandes controladores de nosso sistema não tem interesse na proliferação de pequenas instituições sociais organizadas, isso porque todas as grandes instituições de nosso país são movidas a interesses, interesses da elite.

Não temos nenhum interesse em ensinar a pescar, nosso interesse é monopolizar a tecnologia, o conhecimento, a informação. Preferimos dar o peixe, mantendo o nosso “gado” no curral.

“Welcome to Brazil”.

By Jânio

outubro 16, 2010 Posted by | Política | , , , , , , , , , , , , , , , | 23 Comentários

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: