Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

On my own – Patti Labelle

anos 80

On my Own

So many times
Sôu mê’ni tái’m’

Said it was forever
Séd it uóz foré’ver

Said our love will always be true
Séd áuer lóv uil âl’uêis bi trú

Something in my heart always knew
Sam’tin in mái rárt aluêis niu

I’ve been lying here beside you
Áiv bin láin rriir bissaid iú

On my own, On my own, On my own
Onn mái ôun, On’ máu ôun, Onn mái ôun

So many promises never should be spoken
Sôu mê’ni pro’misses né’ver chud bi spôu’ken

Now I know our love and its cost
Náu ái nôu áuer lóv énd its cost

Now we are talking divorce
Náu ui ar tô’kin divórs

And we won’t even marry
Énd ui uónt iv’n méri

On my own
On’ mái oun

Once again my
Uáns aguén mái

One more time
Uan mor táim’

By myself
Bái máiself

No one said it was easy – no
Nôu uan séd it uóz izi

But it was far so easy –
Bât it uóz far sôu izi –

Well I believe – oh, i believe
Uél ái biliv – oh, ái biliv

In love – in love
In lóv – in lóv

Now here I stay
Náu riâr ái stêi

I wonder why
Ái uân’der uái

I’m on my own
Ái’m onn mái óun

Why did it end this way?
Uái did it énd dhis uêi?

On my own
On’ mái óun

This wasn’t how it was supposed to be
Dhis uózint rráu it uóz sapôu’sid tju bi

On my own
Onn mái óun

I wish that we could do it all again
Ái uish dét ui kúd dú iról aguén

So many times
Sôu mê’ni tái’m

I know I could it told you
Ái nôu ái kuri told iú

Losing you it cuts like a knife
Ló’zin iú it kâts láik a náif

Hey, you won’t cut it now with my life
Rêi, iú uónt kât it náu wid mái láif

I don’t wanna live without you
Ái don’t uô’na liv uidáut iú

On my own
On’ mái óun

This wasn’t how it was supposed to be
Dhiz uósint rráu it uóz sâpou’zd tu bi

On my own
On’ mái óun

I wish that we could do it all again
ài uish dét ui kúd du it ól aguém

On my own
On’ mái óun

I never dreamed I’d spend one night alone
Ái né’ver drim’d ái spend uan náit alóun

On my own
On’ mái óun

By myself
Bái máisêlf

On my own
On’ mái óun

I’ve got to find out where I belong again
Aiv gót tu fáind áut uér ái bilónn aguém

On my own
On’ mái óun

I’ve got to learn to be strong again
Aiv got tu lârn tju bi stron aguém

On my own
On’ mái óun

I never dreamed I’d spend one night alone
Ái né’ver drim’d aid spend uán náit alonn

By myself by myself
Bái máisêlf bái máisêlf

On my own
On’ mái óun

I’ve got to find out what was wrong again
Aiv gót tju fáind áut uót uóz urón aguém

On my own
On’ mái óun

My heart is saying it’s my time again
Mái rârt is sêin its mái táim’ aguém

On my own
On’ mái óun

I have been…than
Ái rrév bin… dhen

I would show
Ài uud chôu

On my own
On’ mái óun
____________________________________________

So many times
Tantas vezes

Said it was forever
Disse (que) isso seria para sempre

Said our love will always be true
Disse (que) nosso amor seria sempre verdadeiro

Something in my heart always knew
Alguma coisa em meu coração sempre soube

I’ve been lying here beside you
(Que) Eu tenho estado mentindo aqui ao lado de você

On my own, On my own, On my own
Sozinho, refletindo, por mim mesmo

So many promises never should be spoken
Tantas promessas (que) nunca deveriam (ter) sido ditas

Now I know our love and its cost
Agora eu sei (de) nosso amor e o preço (custo)

Now we are talking divorce
Agora nós estamos falando (em) divórcio

And we won’t even marry
E nós nem quisemos casar ainda

On my own
sozinho

Once again my
Novamente meu (Deus)

One more time
Uma vez mais

By myself
Sozinho

No one said it was easy – no
Niguém disse (que) isso seria fácil – não

But it was far so easy –
Mas isso estava longe (do) tão fácil – não

Well I believe – oh, i believe
Bem, eu acredito – oh, eu acredito

In love – in love
No amor – apaixonado

Now here I stay
Agora, aqui, eu continuo

I wonder why
Eu me pergunto porque

I’m on my own
Eu estou tão sozinho

Why did it end this way?
Porque isso terminou dessa maneira?

On my own
Sozinho

This wasn’t how it was supposed to be
Isso não foi como supostamente (deveria) ser

On my own
Sozinho

I wish that we could do it all again
Eu queria que nós pudéssemos fazer tudo isso novamente

So many times
Tantas vezes

know I could it told you
Eu sei (que) eu poderia (ter) dito a você

Losing you it cuts like a knife
perdendo você isso corta como uma faca

Hey, you won’t cut it now with my life
Hei, você não cortará isso agora (junto) com minha vida

I don’t wanna live without you
Eu não quero viver sem você

On my own
Por mim (mesmo)

This wasn’t how it supposed to be
Isso não foi como imaginei que seria

On my own
Sozinho

I wish that we could do it all again
Eu queria que pudéssemos reviver tudo novamente

On my own
Pensando

I never dreamed I’d spend one night alone
Eu nunca sonhei (que) eu passaria uma noite sozinho

On my own
Refletindo

By myself
Comigo mesmo

On my own
Pensando

I’ve got to find out where I belong again
Eu tenho que encontrar (um lugar) aonde eu possa pertencer novamente

On my own
Sózinho

I’ve got to learn to be strong again
Eu tenho que aprender a ser forte novamente

On my own
Sozinho

I never dreamed I’d spend one night alone
Eu nunca sonhei passar uma noite sozinho

By myself by myself
Refletindo comigo mesmo

On my own
Sozinho

I’ve got to find out what was wrong again
Eu tenho que (tentar) encontrar o que estava errado novamente

On my own
Sozinho

My heart is saying it’s my time again
Meu coração está dizendo (que) esta é minha oportunidade novamente

On my own
Refletindo

I have been…than
Eu tenho estado…

I would show
Eu mostraria

On my own
Sozinho

_______________________________________

Music By: Bacharach and Sager

Comentário: Por utilizar o recurso do tempo para se comunicar no passado, a poesia dessa música apresenta muitas palavras no passado, futuro do passado etc.

Veja alguns casos:

Said – say

Was – is

Will always be true – a palavra will muda o tempo do verbo to be, mas não vem ao lado do be.

Knew – know

I’ve been lying – I have been lying – be

should be spoken – assim como shall, should pode mudar o tempo do verbo, alem de ter seu próprio significado, dever, obrigar.

Spoken – speak

Talking – talk – semelhante so gerúndio

Won’t – contração de will not – além de mudar o verbo will, expressa desejo, futuro do presente

Did – além de significar fazer no passado, pode ser usado apenas para fazer perguntas, sem nenhuma significado concreto

Could – passado de can

Told – tell

I never dreamed I’d spend – i never dreamed a had spend

Dreamed – dream

I had spend – had muda o tempo do verbo spend

I have been – i be

I would show – i show

Obs: Outra fato que me chamou a atenção são as frases idênticas como:

Primeiro caso – by myself e on my own

Segundo caso – once again e One more time

Como você pode notar, on my own é uma expressão muito utilizada na poesia inglesa, porém traduzí-la, não é tarefa fácil. É possível fazer dezenas de traduções e nunca encontrar a mais adequada.

Tradução e pronuncia: By Jânio


Áudio

Áudio

Áudio

Pronúncia de músicas

Dicionário de pronúncias e traduções

She’s like the wind

You know what to do

I guess that’s why they call it the blue

Just my imagination – Lillo Thomas

On my Own – Patti Labelle

Without your love – Roger Daltrey

Coming around again – Carly Simon

Absolute beginners – David Bowie

A view to a kill – Duran Duran

Is this the end – New edition

Pronúncia escrita de palavras:

Vocabulário de inglês 2 – U

Dicionário de inglês 2 – T

Dicionário de inglês 2 – S

Frases em inglês 2 – R

Pronúncia de frases de inglês 2 – P

Dicionário de pronúncia inglês 2 – O

Dicionário de pronúncia inglês 2 – N

Dicionário de inglês com frases 2 – M

Dicionário de pronuncia escrita inglês 2 – L

Frases em inglês 2 – JK

Pronúncia escrita de frases 2 – I

Pronúncia e tradução de palavras inglesas  2 –  H

Lista de palavras inglesas 2 – G

Dicionário de inglês 2 – f

Vocabulário de inglês 2 – E

Dicionário de inglês 2 – D

Dicionário inglês II – C

Inglês – Segunda fase B

Inglês segunda fase A

Aprendizado de inglês

Frases com to bring down

Inglês – inversão do sujeito e verbo

Irregular verbs – Verbos irregulares 2

Passado dos verbos irregulares

Números em inglês

Verbos to wash e to brush

Pronúncia dos pronomes

Inglês – partes do corpo

Frases em inglês iniciante

Verbos to be e to want

Pronúncia escrita de palavras

Pronúncia escrita de músicas

Verbos irregulares

Plural de palavras inglesas

To bring back

To break in

To break down and To break up

To break away

To break of

Pronúncia e tradução – Letras U V Y

Tradução e pronúncia – Palavras em T

Tradução e pronúncia – Letra s

Tradução e pronúncia – Letra R

Tradução e pronúncia – Letra P

tradução e pronúncia – Letra O

Tradução e pronúncia – Letra N

Tradução e pronúncia – Letra M

Tradução e pronúncia – Letra L

Tradução e pronúncia – Letra I

Tradução e pronúncia – Letra H

Tradução e pronúncia – Letra G

Tradução e pronúncia – Letra F

Tradução e pronúncia – Letra E

Tradução e pronúncia – Letra D

Tradução e pronúncia – Letra C

Tradução e pronúncia – Letra B

Tradução e pronúncia – Letra A

Pronúncia e tradução de músicas

By Jânio

 

agosto 17, 2012 - Posted by | Inglês | , , , , , , , , , ,

11 Comentários »

  1. […] On my Own – Patti Labelle […]

    Pingback por Lesson one – Is this the end « Made in Blog | agosto 18, 2012 | Responder

  2. […] On my Own – Patti Labelle […]

    Pingback por She’s like the wind « Made in Blog | outubro 21, 2012 | Responder

  3. […] On my Own – Patti Labelle […]

    Pingback por I guess that’s why they call it the blues « Made in Blog | outubro 21, 2012 | Responder

  4. […] On my Own – Patti Labelle […]

    Pingback por Just my imagination – Lillo Thomas « Made in Blog | outubro 21, 2012 | Responder

  5. […] On my Own – Patti Labelle […]

    Pingback por Without your love – Roger Daltrey « Made in Blog | outubro 21, 2012 | Responder

  6. […] On my Own – Patti Labelle […]

    Pingback por Coming around again – Carly Simon « Made in Blog | outubro 21, 2012 | Responder

  7. […] On my Own – Patti Labelle […]

    Pingback por Absolute beginners – David Bowie « Made in Blog | outubro 21, 2012 | Responder

  8. […] On my Own – Patti Labelle […]

    Pingback por Just like heaven « Made in Blog | julho 2, 2013 | Responder

  9. […] On my Own – Patti Labelle […]

    Pingback por You know what to do – Carly Simon « Made in Blog | julho 2, 2013 | Responder

  10. […] On my Own – Patti Labelle […]

    Pingback por Música – Almost paradise « Made in Blog | março 29, 2014 | Responder

  11. […] On my Own – Patti Labelle […]

    Pingback por A view to a kill – Duran Duran « Made in Blog | julho 20, 2016 | Responder


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: