Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Rebeldes que desafiam o sistema

pessoas_diferentes

Nem tudo nesse mundo tem lógica, não a lógica como nós a conhecemos. A polêmica em relação a censura na internet mostra, de maneira escancarada, a busca desesperada pelo controle do poder sobre corações e mentes, pelos donos do mundo.

Desde que o mundo começou a se organizar globalmente, apenas três métodos de educação se encaixaram ao modo acelerado de aprendizagem e apenas um está sendo utilizado. De acordo com esses métodos, o corpo e a mente tem estágios pré-determinados para o seu desenvolvimento.

A partir do momento em que nascem, os bebês tem um tempo determinado para aprenderem a falar, andar, escrever, etc. Quando essas etapas de aprendizado não são cumpridas, as crianças passam a ser vítimas de uma série de preconceitos, discriminação. A discriminação parte de todos os lados, inclusive das pessoas mais próximas, constituindo uma unanimidade incômoda para a vítima.

O problema pode se tornar ainda mais sério, caso a própria vítima seja convencida de que é diferente, inferior, anormal.

Fenômenos paranormais, como a combustão humana, podem expor as vítimas de uma sociedade puritana à ataques violentos e descontroláveis. Até a epilepsia, que deveria ser considerada uma condição orgânica normal, passa a ser visto como algo diabólico, profano, maléfico.

Isso tudo poderia ser evitado com informações e educação adequada, mas parece que isso não é do interesse das pessoas, organizações, instituições que controlam tudo.

Vejam bem: O ser humano vive um paradoxo, vive em grupo por necessidade mas, por interesses maquiavélicos de grupos interessados em poder, sofrem com conspirações que os mantém isolados.

De fato, as pessoas não se ajudam e nem sentem necessidade de se ajudarem, a não ser quando estão muito próximas das vítimas. Quando estão muito próximas de pessoas com problemas, envolvem-se até mais do que deveriam e acabam se tornando também vítimas, tendo de fazer tratamentos para se recuperarem.

Nos últimos tempos, tem havido uma mobilização, movimentos sociais que pretendem reorganizar os caminhos da humanidade. Ainda é difícil saber quais serão as consequências disso, já que a elite vale-se justamente das organizações para controlar o mundo, utilizando armas anti-éticas das mais variadas, que vão da chantagem, corrupção, até a força do dinheiro ou a violência física ou psicológica.

… mas sempre haverão rebeldes marginalizados que não se encaixarão ao sistema e a nenhuma organização, pessoas que tem dificuldades para pensar o que todos pensam, com necessidades de agirem por si só, ingênuos e incapazes de irem contra a sua própria natureza.

Além dos paranormais, há também os loucos que, aliás, não são todos iguais, nem são todos malucos como todos pensam.

Talvez a loucura seja a condição mais polêmica do existencialismo. Além da busca de si mesmo, onde a pessoa está totalmente frágil, há os problemas físicos e mentais.

Os distúrbios mentais tornam quase impossível de se identificar o que é certo ou errado, real ou absurdo, sanidade ou loucura. A consciência e o inconsciente podem deixar a pessoa numa situação desesperada.

Para quem consegue encontrar o equilíbrio físico/mental, tudo fica mais fácil, ou menos difícil, já que a luta de pessoas incapazes de fazer o que é errado é extremamente difícil.

Os comandos sociais partem do alto da pirâmide social e tem trânsito facilitado por pessoas que preferem pensamentos prontos a ter de elaborar o seu próprio jeito de viver, a sua personalidade.

São exemplos de comandos programados por palavras: Uma pessoa nunca deverá mentir; devemos pagar os impostos para que a sociedade seja melhor; siga seu líder ou participe de uma organização; vote; a religião pensa e você segue; acredite na tv, jornais, revistas, e tudo o que ler pois tudo fica mais fácil assim; cuide de sua própria vida; nunca ouça, ou leia, opiniões pessoais como a internet; a internet é do mal, por isso deve ser controlada, censurada e, se possível, eliminada das comunicações; caso tenha algum problema, acredite, você será amparado pelo Estado, seja qual for a área. Você terá a melhor educação, saúde, transporte, segurança e realizará todos os seus sonhos; acredite em políticos, principalmente se ele falar o nome de Deus e outras palavras bonitas; pelo menos um político corrupto será punido de acordo com a lei, para que você acredite na justiça; se você for justo, honesto e sofrer muito, irá para um paraíso, sem dor, sem sofrimento, ficará num lugar bonito, todos os mortos retornarão a vida e todos seremos felizes para sempre; é muito importante que você nunca mais pense sobre tudo o que está escrito aqui, mas acredite; não acredite; tanto faz.

Voltando ao início: Há um grupo de pessoas que não conseguem lidar com temas complexos sem seguir a lógica irracional, não conseguem fingir e nem viver de aparências e interesses, algumas pessoas cometem o erro de perguntar “POR QUÊ?”, e, acredite, para a elite isso é um grande erro.

Eu notei algumas condições entre pessoas rebeldes geniais, entre elas: Epilepsia, ambidestria, canhotas, autodidatas, empreendedorismo, sonhos lúcidos, sonambulismo, subconsciência, paranormalidade, rebeldia, etc.

Nem todas as pessoas dessas listas são iguais, como são os casos de Bill Gates e Júlio César, canhoto, empreendedor, autodidata, epiléptico.

Algumas pessoas consideradas loucas, como Adolf Hitler, revelaram-se muito sóbrias, interesseiras e com ideias em comum com os maiores intelectuais do mundo.

Resta a você estabelecer uma relação entre esses conceitos e criar a sua lógica, natureza e seu modo de pensar.

By Jânio

O mistério do sonambulismo

A obscura natureza da mente humana

O que uma pessoa com epilepsia sente

Epilepsia – Quando a mente tem um ataque

O despertar para a superconsciência

abril 25, 2012 Posted by | Reflexões | , , , , , , , , , , , , | 2 Comentários

Canibais registraram suas atividades

canibais brasileiros

Dois dos três acusados de assassinar, esquartejar e comer suas vítimas, no Nordeste do Brasil, haviam feito um filme caseiro de terror com cenas de canibalismo, informou a imprensa local.

Trata-se de uma fita de 53 minutos de duração intitulado “Espirito”, que conta a história de Helen, uma mulher atormentada pelo espírito de seu marido, um ator chamado Emanuel Silveira.

Ainda não foi comprovado se as cenas gravadas são reais ou quando foi feito o filme, que já está com autoridades que investigam esse crime bizarro.

O fita foi feita pelo ator, escritor, músico e professor de artes marciais, Jorge Beltrão Negromonte da Silveira, 51, e sua esposa Isabel Cristina Pires da Silveira, 50. Eles são acusados de crimes de homicídio, sequestro, ocultação de cadáver, falsificação e fraude, e crimes contra a saúde pública.

Os assassinos, que formavam um seita chamada Cartel que visa purificar o mundo e reduzir a população, também confessaram que além de ter assassinado as mulheres que consideravam impuras e comer sua carne, também prepararam com essa carne, tortas, empanados, que venderam posteriormente.

O trio, Isabel Pires, 51, Bruna Cristina da Sílva, 25, e Jorge Beltrão Negromonte, pretendiam matar três mulheres por ano.

Eles atraiam as mulheres com propostas de emprego, babás, com um salário bem acima da média da região pobre do nordeste.

Segundo o porta-voz da polícia, os detalhes da atividade da seita, canibalismo, foram encontrados em um livro de 50 páginas intitulado “A relação de um esquizofrênico”.

“Ao olhar para o corpo sem vida da adolescente má (identificada como Jéssica), sinto um alívio … Nós nos alimentamos da carne do mal como se fosse um ritual de purificação”, diz uma das seções do livro. Pelo menos sete pessoas teriam sido vítimas dos canibais brasileiros.

Comentário: O nome do livro “A relação de um esquizofrênico” não bate com o resto do caso policial. Estaria o escritor atrás de emoções fortes que o inspirassem? Seriam o livro, a seita e o canibalismo, frutos desse amor selvagem e primitivo? A terceira pessoa estaria nisso por dinheiro? Qual é a verdadeira história desses três criminosos?

Quando eu vi a primeira notícia sobre esse caso policial que chamou a atenção do mundo inteiro, a primeira ideia que me veio a cabeça foi falta de educação mas, pelo que podemos comprovar no texto acima, não há falta de educação, muito pelo contrário. A questão da doença social é clara, mas os assassinos são frios.

Matar três mulheres por ano? Eu fiz as contas, aqui, e notei que a carne dessa três mulheres daria o consumo anual dos três envolvidos. O que sobrava eles supostamente preparavam para vender.

Pedofilia, neonazismo e canibalismo, são três problemas que deverão atormentar nossa sociedade decadente, perto do fim. A Alemanha parece o centro de todos esses problemas, que já se espalharam pelo mundo.

A diferença da Alemanha para o resto do mundo, é que a Alemanha tem um sistema educacional suficiente para conter o problema mas, numa região onde o ocultismo encontra pessoas com argumentos suficientes para promovê-lo, isso nunca acabará.

O ocultismo é um grande tabu onde a literatura, rituais, tradições e culturas, são mantidas longe dos olhos da maioria das pessoas que não conhecem esse obscuro universo. Quando chega ao conhecimento dessas pessoas, despertam sentimentos que não sabíamos existirem.

Se um “monstro” se considera esquizofrênico, então ele não está totalmente louco, mas isso não resolve totalmente o problema e nem o crime.

Dois desses canibais poderão ser presos como assassinos frios, passando o resto de suas vidas na cadeia. Sobra um terceiro elemento, Bruna Cristina da Silva, 25 anos, essa não passaria todo o resto de sua vida na cadeia.

O fato deles terem confessado ter vendido carne humana, passa o pior tipo de imagem que o Brasil poderia mostrar, uma infra-estrutura precária onde um gato e uma lebre podem ser confundidos, pior, um animal e um ser humano.

Acho que está na hora de avaliarmos a carne, como um alimento de consumo.

Fonte: RT-TV

By Jânio

abril 16, 2012 Posted by | Policia | , , , , , , , | 1 Comentário

Vítimas de quem?

vítimas do WTC

Vítimas Inocentes

Não sei se o dia onze de setembro tinha algum significado antes do ataque às torres gêmeas, mas se não tinha, agora tem.

Todo ano, essa data será lembrada como o dia em que os americanos foram derrotados pela segunda vez, a primeira derrota foi no Vietnã. Foram enganados e tiveram que chorar por suas mortes.

Antes desse dia fatídico, uma outra tentativa de atentado já havia sido registrada. Se era para testar a opinião pública, sobre a conspiração que seria tramada, ou se fora realmente obra de Osama Bin Laden, ninguém sabe, nem vai saber.

O que se sabe é que o atentado serviu a muitos interesses, portanto, as suspeitas são pertinentes.

Outro fato importante a ser destacado, é que o símbolo do capitalismo, transformado em símbolo de morte, será para sempre lembrado como o símbolo da transformação de pensamentos. A grande maioria dos americanos chegou ao limite, em relação ao preconceito, capitalismo, guerras, etc., prova disso foi a vitória de um presidente afro, com nome árabe.

A maior parte da população americana, educada por Hollywood, através dos filmes de ação, teve de parar para pensar. Novas lembranças sobre o Vietnã voltaram a atormentar a “América”.

Osama Bin Laden, dado como morto, virou um fantasma para aumentar o tormento, através de vídeos frequentes na mídia. Se isso era suficiente para provar que, de fato, ele estava vivo, ninguém sabe, o que se sabe é que as regras do jogo eram as mesmas dos dois lados, uma faca de dois gumes.

A suposta morte de Osama Bin Laden em território “amigo”, Paquistão, mostrou que a reputação dos EUA, em território árabe, já não era mais a mesma. Assim, sem o apoio americano, as ditaduras dos aliados começaram a cair, enquanto os americanos paravam de combater as guerrilhas/rebeldes, abrindo caminho para uma possível liberdade.

Muitas perguntas ficaram no ar, como o fato do avião que supostamente atacaria a casa branca, ter sido o único a cair, entre os quatro que deveriam atingir o alvo.

A farsa das supostas armas nucleares, o que levaria a guerra contra Saddan Hussein, além de precipitada, transformaram Bush num presidente incompetente e mal visto.

O ataque ao World Trade Center, foi um ataque ao capitalismo, mas muitas pessoas morreram. Quem efetuou o ataque, manipulado ou não, conhecia a miséria e a morte bem de perto, portanto, além de não ter remorsos, não tinha medo de morrer.

Depois do ataque às torres gêmeas, foi criado o conceito da guerra tecnológica iraquiana, onde supostamente ninguém morreria. As mortes não pararam até hoje, até um brasileiro do alto escalão da ONU, encerrou a sua carreira nesse processo de transição.

Diante da crise econômica, os americanos descobriram que as guerras são uma maneira de ganhar/desviar dinheiro, descobriram que os homens mais ricos do mundo ganharam dinheiro assim.

Assim como no Vietnã, os EUA perderam a guerra. Descobriram que nem todas as guerras são iguais e que nem todos os povos pensam de maneira semelhante.

…mas agora é tarde, e todos os anos os americanos chorarão por suas mortes, enquanto no Iraque todos já se acostumaram com elas.

Essa é uma guerra suja que não quer parar, mas que deu uma trégua.

Eu gostaria de dizer o quanto eu amo você

By Jânio

setembro 9, 2011 Posted by | Internacional | , , , , , , , , | 4 Comentários

Total de vítimas no Japão pode chegar a quinhentas mil

Primeira Tragédia

Reator de Chernobyl

Muita gente já consegue avaliar as consequências do acidente nuclear, provocado pelo terremoto do Japão. Somando todas as vítimas, tanto do terremoto, quanto daquelas que deverão se deslocar para evitar a contaminação, o total de vítimas chega a quinhentas mil.

Segundo alguns cientistas, as usinas nucleares seriam a melhor alternativa para uma demanda cada vez maior por energia. Isso evitaria que o meio ambiente tivesse de ser sacrificado, evitaria também que alimentos fossem utilizados para a criação de energias alternativas.

A natureza tem demonstrado que quem dará a última palavra, quando o assunto são recursos naturais, sempre será ela.

A visita de Obama foi oportuna, estratégica, quando se trata da Guerra da Líbia, afinal, o Brasil não votou, preferindo manter-se neutro nesse conflito. Quando o assunto é energia nuclear, a visita do Presidente dos Estados unidos não foi tão oportuna assim.

Pesquisas com energia nuclear vinham sendo feitas no Chile, mas como o Chile teve um terremoto alguns meses antes do terremoto do Japão, a visita de Barack Obama aumentou ainda mais essa polêmica, afinal, os dois países vem acertando acordos em vários campos, entre eles no setor de energia nuclear.

O desastre nuclear do Japão, deixa claro a impossibilidade de instalação de usinas nucleares em regiões de risco. Até o acidente em chenorbyl (veja foto acima) achava-se que o problema era ligado a gestão e infraestrutura, mas o acidente no Japão mostra um perigo muito maior, imposto pelas forças da natureza.

Todos nós sabemos que os terremotos não são as únicas forças da natureza. Sabemos da instabilidade do planeta e dos riscos aos quais estamos submetidos.

Durante os terremotos do Japão, outro acidente acontecia no Brasil, as enchentes provocadas pelas chuvas.

As enchentes mostram um outro perigo, onde o homem se vê incapacitado de controlar o próprio destino.

Até uma hidrelétrica gigante oferece risco de se romper, mas, nesse caso, o homem terá um controle maior.

Decisões ligadas a infraestrutura, são impopulares, anti-democráticas, já que o povo não tem participação direta.

Não é de hoje que manifestações anti-energia nuclear ocorrem pelo mundo, mas as pessoas não se preocupam em se manifestar, pelo menos enquanto isso não oferecer riscos diretamente ligados a elas.

Com o tempo, esses monstros ficarão desgastados, surgindo o perigo de acidentes e de contaminações em grande escala.

Se as pessoas pudessem ler a linguagem de fumaças, poderiam ler as mensagens no Japão, cada vez que ocorre um vazamento e evapora uma nuvem escura.

By Jânio

março 23, 2011 Posted by | Internacional | , , , , , , , , , | 4 Comentários

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: