Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Vítimas de quem?

vítimas do WTC

Vítimas Inocentes

Não sei se o dia onze de setembro tinha algum significado antes do ataque às torres gêmeas, mas se não tinha, agora tem.

Todo ano, essa data será lembrada como o dia em que os americanos foram derrotados pela segunda vez, a primeira derrota foi no Vietnã. Foram enganados e tiveram que chorar por suas mortes.

Antes desse dia fatídico, uma outra tentativa de atentado já havia sido registrada. Se era para testar a opinião pública, sobre a conspiração que seria tramada, ou se fora realmente obra de Osama Bin Laden, ninguém sabe, nem vai saber.

O que se sabe é que o atentado serviu a muitos interesses, portanto, as suspeitas são pertinentes.

Outro fato importante a ser destacado, é que o símbolo do capitalismo, transformado em símbolo de morte, será para sempre lembrado como o símbolo da transformação de pensamentos. A grande maioria dos americanos chegou ao limite, em relação ao preconceito, capitalismo, guerras, etc., prova disso foi a vitória de um presidente afro, com nome árabe.

A maior parte da população americana, educada por Hollywood, através dos filmes de ação, teve de parar para pensar. Novas lembranças sobre o Vietnã voltaram a atormentar a “América”.

Osama Bin Laden, dado como morto, virou um fantasma para aumentar o tormento, através de vídeos frequentes na mídia. Se isso era suficiente para provar que, de fato, ele estava vivo, ninguém sabe, o que se sabe é que as regras do jogo eram as mesmas dos dois lados, uma faca de dois gumes.

A suposta morte de Osama Bin Laden em território “amigo”, Paquistão, mostrou que a reputação dos EUA, em território árabe, já não era mais a mesma. Assim, sem o apoio americano, as ditaduras dos aliados começaram a cair, enquanto os americanos paravam de combater as guerrilhas/rebeldes, abrindo caminho para uma possível liberdade.

Muitas perguntas ficaram no ar, como o fato do avião que supostamente atacaria a casa branca, ter sido o único a cair, entre os quatro que deveriam atingir o alvo.

A farsa das supostas armas nucleares, o que levaria a guerra contra Saddan Hussein, além de precipitada, transformaram Bush num presidente incompetente e mal visto.

O ataque ao World Trade Center, foi um ataque ao capitalismo, mas muitas pessoas morreram. Quem efetuou o ataque, manipulado ou não, conhecia a miséria e a morte bem de perto, portanto, além de não ter remorsos, não tinha medo de morrer.

Depois do ataque às torres gêmeas, foi criado o conceito da guerra tecnológica iraquiana, onde supostamente ninguém morreria. As mortes não pararam até hoje, até um brasileiro do alto escalão da ONU, encerrou a sua carreira nesse processo de transição.

Diante da crise econômica, os americanos descobriram que as guerras são uma maneira de ganhar/desviar dinheiro, descobriram que os homens mais ricos do mundo ganharam dinheiro assim.

Assim como no Vietnã, os EUA perderam a guerra. Descobriram que nem todas as guerras são iguais e que nem todos os povos pensam de maneira semelhante.

…mas agora é tarde, e todos os anos os americanos chorarão por suas mortes, enquanto no Iraque todos já se acostumaram com elas.

Essa é uma guerra suja que não quer parar, mas que deu uma trégua.

Eu gostaria de dizer o quanto eu amo você

By Jânio

setembro 9, 2011 - Posted by | Internacional | , , , , , , , ,

4 Comentários »

  1. […] * Publicado no MadeInBlog […]

    Pingback por Ver! | Blog | Vítimas de quem? | setembro 9, 2011 | Resposta

  2. Saudações!
    Amigo JÂNIO:
    A sua análise é ótima!
    Bem, eu acho que depois dessa data fatídica sucumbiu a America orgulhosa e cheia de tantas presunções. Lamentavelmente as vítimas, foram pessoas inocentes que simplesmente trabalhavam com vistas a ter dias melhores e isso é muito triste. Inocentes pagaram pelas investidas crieis de seus mandatários. Os mais antigos costumam dizer que; quem com ferro fere, com ferro será ferido. Em sendo verdadeiro, esse foi o trágico resultado que o povo recebeu. Agora é tarde e o melhor mesmo seria os seus dirigentes voltarem as suas atenções e ações aos problemas do seu povo. Hoje, as favelas se espalham nos arredores das grandes cidades americanas, enquanto isso, ainda continuam a fazer as suas investidas desastradas em alguns países, esquecem-se que tudo isso tem um retorno.
    Parabéns por mais um excelente artigo!
    Abraços,
    LISON

    Comentário por LISON COSTA | setembro 10, 2011 | Resposta

  3. Olá Lison:

    Os magnatas capitalistas da Segunda Guerra Mundial até hoje, começam a mostrar sua cara. A miséria africana que causava revolta e era contida com uma linda canção, We are the world, hoje começa a surgir em tristes raps, a verdade começa a ser divulgada e os americanos serão obrigados a rever seus conceitos.

    Eu acredito numa parte dos americanos, naqueles americanos da independência, cristãos, verdadeiros: Kennedy, Luther King, Lincoln…

    Espero que eles vençam.

    ABS

    Comentário por Jânio | setembro 11, 2011 | Resposta

  4. Agora tem um significado, mas pena que signifique desunião, ambição, problemas políticos, e muitas outras definições…

    Aonde a nossa raça vai parar???

    Comentário por ADRYLB | setembro 14, 2011 | Resposta


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: