Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Decenas de muertos tras un devastador terremoto de 7,1 en México

setembro 19, 2017 Posted by | Espanhol | , , , | Deixe um comentário

Imagens do terremodo 7.9 do Nepal

tremor 7.9

Terremoto Nepal

 

Uma câmera de segurança mostra o devastador terremoto de magnitude 7,9 que abalou Nepal esta manhã, sabado. O vídeo mostra o momento em que o terremoto foi sentido em uma casa no topo da colina Ichangu Narayan na capital nepalesa de Kathmandu.

Neste sábado, 25 de abril, Nepal sofreu o pior terremoto desde 1934. O mais devastador terremoto de magnitude 7,9 teve consequências nos países vizinhos e provocou mais de 1.500 mortes.

Além disso, o desastre devastou vários edifícios históricos e causou uma série de avalanches nos Himalaias, que está na temporada turística, também deixando vários mortos e desaparecidos por lá.

Veja todos os vídeos na RT-TV

Terremoto no Japão

Terremotos soterrados no Chile

Terremoto no Haiti

 

abril 28, 2015 Posted by | Internacional | , , | Deixe um comentário

Fuertes imágenes – Terremoto en Nepal

tremor 7.9

Terremoto Nepal

Una grabación de cámara de seguridad muestra el devastador terremoto de magnitud 7,9 que sacudió a Nepal esta mañana. El video muestra el momento en que el sismo se percibe en una casa ubicada en la cima de la colina Ichangu Narayan en la capital nepalí de Katmandú.

Este sábado 25 de abril, Nepal ha vivido el terremoto más devastador desde 1934. El sismo de magnitud 7,9 ha tenido secuelas en países vecinos, saldándose con más de 1.500 víctimas mortales.

Además, el desastre ha arrasado con varios edificios históricos y ha causado una serie de avalanchas en el Himalaya, que está en plena temporada turística, dejando también varios muertos y desaparecidos.

El terremoto de Nepal en un programa de la televisión local

Vea los videos: RT-TV

abril 28, 2015 Posted by | Espanhol | , , , | Deixe um comentário

Total de vítimas no Japão pode chegar a quinhentas mil

Primeira Tragédia

Reator de Chernobyl

Muita gente já consegue avaliar as consequências do acidente nuclear, provocado pelo terremoto do Japão. Somando todas as vítimas, tanto do terremoto, quanto daquelas que deverão se deslocar para evitar a contaminação, o total de vítimas chega a quinhentas mil.

Segundo alguns cientistas, as usinas nucleares seriam a melhor alternativa para uma demanda cada vez maior por energia. Isso evitaria que o meio ambiente tivesse de ser sacrificado, evitaria também que alimentos fossem utilizados para a criação de energias alternativas.

A natureza tem demonstrado que quem dará a última palavra, quando o assunto são recursos naturais, sempre será ela.

A visita de Obama foi oportuna, estratégica, quando se trata da Guerra da Líbia, afinal, o Brasil não votou, preferindo manter-se neutro nesse conflito. Quando o assunto é energia nuclear, a visita do Presidente dos Estados unidos não foi tão oportuna assim.

Pesquisas com energia nuclear vinham sendo feitas no Chile, mas como o Chile teve um terremoto alguns meses antes do terremoto do Japão, a visita de Barack Obama aumentou ainda mais essa polêmica, afinal, os dois países vem acertando acordos em vários campos, entre eles no setor de energia nuclear.

O desastre nuclear do Japão, deixa claro a impossibilidade de instalação de usinas nucleares em regiões de risco. Até o acidente em chenorbyl (veja foto acima) achava-se que o problema era ligado a gestão e infraestrutura, mas o acidente no Japão mostra um perigo muito maior, imposto pelas forças da natureza.

Todos nós sabemos que os terremotos não são as únicas forças da natureza. Sabemos da instabilidade do planeta e dos riscos aos quais estamos submetidos.

Durante os terremotos do Japão, outro acidente acontecia no Brasil, as enchentes provocadas pelas chuvas.

As enchentes mostram um outro perigo, onde o homem se vê incapacitado de controlar o próprio destino.

Até uma hidrelétrica gigante oferece risco de se romper, mas, nesse caso, o homem terá um controle maior.

Decisões ligadas a infraestrutura, são impopulares, anti-democráticas, já que o povo não tem participação direta.

Não é de hoje que manifestações anti-energia nuclear ocorrem pelo mundo, mas as pessoas não se preocupam em se manifestar, pelo menos enquanto isso não oferecer riscos diretamente ligados a elas.

Com o tempo, esses monstros ficarão desgastados, surgindo o perigo de acidentes e de contaminações em grande escala.

Se as pessoas pudessem ler a linguagem de fumaças, poderiam ler as mensagens no Japão, cada vez que ocorre um vazamento e evapora uma nuvem escura.

By Jânio

março 23, 2011 Posted by | Internacional | , , , , , , , , , | 4 Comentários

Terremoto no Japão causa danos e provoca milhares de vítimas fatais

novas tragédias

Terremotos no Japão

O maior terremoto da história do Japão deixou o país em estado de calamidade, o país que já vinha enfrentando dificuldades econômicas (o país está entre os mais endividados do mundo) terá muita dificuldade para enfrentar mais esse problema.

O governo japonês se endividou, injetando dinheiro na economia do país, essa liquidez fez com que o país retomasse o crescimento. Como consequência, o Japão era um dos países mais endividados do mundo.

Apesar desse ter sido um dos piores desastres da história do Japão, não foi o mais grave, pelo menos em relação às vítimas. Em 1.923, em Tokyo, um terremoto de 7,9 graus na escala richter, causou a morte de cerca de 140.000 pessoas.

Com uma infra-estrutura precária, o Japão, em 1.923, lembrou muito o terremoto no Haiti, onde a quantidade de vítimas fatais também foi muito grande, considerando-se sua intensidade.

Ao longo dos anos, o Japão tem sofrido muito com desastres provocados pelos terremotos, por isso desenvolveu também uma das melhores tecnologias anti-tremores do mundo, tecnologia que não foi suficiente para proteger as usinas atômicas.

Depois de ser o primeiro país a sofrer as dores de uma tragédia atômica, o país se viu obrigado a se valer da energia nuclear, para obter a energia suficiente ao seu desenvolvimento, e mais uma vez o país se viu diante do perigo.

Até agora, o terremoto mais caro da história do Japão, havia sido o de Kobe, 1.995, onde o governo gastou cerca de 100 bilhões de dólares para cobrir os danos causados.

As fábricas de automóveis já suspenderam sua produção, entre elas Sony, Toyota e Nissan, assim como outras indústrias, toda comunicação da região foi afetada. São milhares de vítimas fatais, milhares de desaparecidos e centenas de milhares de desabrigados.

Esse já é o maior desastre desde a segunda guerra mundial, no Japão, pelo menos quatro milhões de pessoas estão sem energia elétrica.

Os internautas brasileiros que vivem naquele país, alguns naquela região, estão incomunicáveis, pelo menos os que eu conheço. Quando eles puderem acessar a internet, poderemos ter mais notícias desses brasileiros.

As imagens através do Youtube, chegam a impressionar, são carros, ônibus, barcos, sendo arrastados pelo tsunami, explosões e incêndios.

Depois do atentado de 11 de setembro, mais uma vez cenas de filmes de ficção são vistas em nossa realidade, mais uma vez o Japão sente as dores de uma tragédia, tão constante em sua história.

Vídeo das imagens do terremoto no Japão

Fonte: RT – TV

Textos relacionados:

Comunicado às famílias de brasileiros no Japão

Mancha escura cobre o Japão

Texto: By Jânio

março 15, 2011 Posted by | Cinema | , , , , , , , , , , , , , , , | 14 Comentários

Noticiários internacionais já admitem mais de cem mil mortos na tragédia do Haiti

tragédia no haiti

Entre a cruz e a espada

A América central é considerada o paraíso do turismo, todos os países são muito visitados, apesar dos furacões que nascem na região. Todos os países da região são muito conhecidos pelos turistas: Jamaica, Cuba, Haiti e todos os outros países da região.

A beleza natural da região contrasta com os sistemas políticos, dominados por interesses internos e externos. Um exemplo disso é o Haiti, outrora o país mais rico das Américas, hoje é o mais pobre, tentando se recuperar, depois da tragédia do último terremoto.

Durante sua longa história, desde a chegada de Colombo às Américas. O Haiti passou por dominações Francesas, espanholas e americanas.

Apesar de ser um povo guerreiro e forte, formado em sua maioria por descendentes de africanos, conseguiram abolir a escravatura cem anos antes da abolição no Brasil, em 1.794.

Do final do século XIX ao começo do século XX, dezesseis dos vinte governantes foram mortos ou depostos.

Em 1.957 teve início a ditadura sangrenta de Françóis Duvalier, Papa Doc, governando até 1.971. Durante esse período, o ditador cometeu muitos assassinatos e instaurou o terror, como forma de inibir quem se opusesse a ele.

Com a sua morte em 1971, assumiu seu filho Jean-claude Duvalier, conhecido como Baby Doc, pressionado por manifestações populares, o filho do ditador Papa Doc não resistiu e fugiu com a família para a França.

O Haiti viveu sempre assim, entre os interesses externos e internos, até 1.990, quando foi eleito o padre Jean-Bertrand Aristide, seu governo durou apenas um ano, quando foi deposto por um golpe militar. O General Raul Cedras assumiu o poder, iniciando assim uma sanção econômica dos Estados Unidos, um jeito moderno de ditar as regras.

Aristide voltou ao poder, com a ajuda dos americanos, em 1.994, assumindo um país totalmente desestruturado. Em 2.004, sob suspeita de crimes políticos e fraudes, Aristide foi deposto e exilado na África do Sul. O Brasil passou a comandar a força de paz, mantendo o país longe de guerrilhas e ataques terroristas, desde então.

Em 2.003, o país sediou os Jogos Panamericanos de São Domingos, o s Jogos transcorreram sem nenhum incidente, mesmo assim, suspeitas de fraude obrigaram o Presidente Aristide a renunciar.

O terremoto de Janeiro de 2.010, foi o mais duro golpe sofrido pelo Haiti, dessa vez foi a natureza se mostrou instável. O Haiti fica sobre uma falha geológica, onde foi o epicentro do terremoto.

A tragédia exigiu que os países agissem rápido, o socorro as vítimas precisa ser feito imediatamente. O objetivo é resgatar o máximo de pessoas que possam estar sob os escombros ou correndo risco de vida. o grande problema agora, é a falta de estrutura do país mais pobre das Américas, para lidar com uma catástrofe como essa, onde nem as notícias conseguem ser veiculadas, apesar de toda a tecnologia moderna, só a internet se salvou.

Todos os países se mobilizaram na esperança de criar uma logística suficiente desembarcar e transportar dados os medicamentos, voluntários, alimentos e outros produtos necessários à sobrevivência dos afetados pelo terremoto.

By Jânio

janeiro 16, 2010 Posted by | Internacional | , , , , , , , , , | 5 Comentários

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: