Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Líbio – El desastre está servido

novembro 22, 2017 Posted by | Espanhol | , , | Deixe um comentário

Síria: La guerra del caos

Transmitido ao vivo há 5 horas

Un error de cálculo por parte de cualquiera de los países implicados en el conflicto sirio puede desatar una guerra de grandes dimensiones. Los últimos actos de EE. UU. con el derribo de una nave siria, la reprobación de Moscú de estos actos, la tensión en Turquía por el avance kurdo o los bombardeos israelíes e iraníes conforman una explosiva mezcla que puede estallar en cualquier momento. Javier Rodríguez Carrasco debate en ‘El Zoom’ si estamos a las puertas de una catástrofe sin precedentes.

Suscríbete a nuestro canal de eventos en vivo: https://goo.gl/qFPG81

RT en Twitter: https://twitter.com/ActualidadRT
RT en Facebook: https://www.facebook.com/ActualidadRT
RT en Google+: https://plus.google.com/+RTenEspanol/…
RT en Vkontakte: http://vk.com/actualidadrt

Vea nuestra señal en vivo: http://actualidad.rt.com/en_vivo

RT EN ESPAÑOL: DESDE RUSIA CON INFORMACIÓN

junho 30, 2017 Posted by | Espanhol | , , , , , | Deixe um comentário

Novo caos econômico

Fim do Dinheiro

Crise Mundial

Outra onda de colapso econômico está prestes a chegar. Isso é o que prevê o blogueiro Michael Snyder, que fundamentou sua opinião em doze fatores, coincidências, cada um dos quais seria capaz de, por si só, derrubar o mercado de ações em suas áreas específicas.

01) Acima de tudo, o analista destacou a recente revelação de que as compras de ações pelas corporações, que contam com informações privilegiadas, caíram para seu nível histórico mais baixo. Segundo calculou o diretor executivo da “Trim Tab Investiment”, Charles Biderman, este tipo de especulador chega a oferecer, agora, suas ações na proporção assombrosa de 50 por 1 ou de acordo com a demanda.

02) O montante dos investimentos pessoais nos EUA, sofreu, em janeiro, a queda mensal mais drástica dos últimos 20 anos. Segundo informam as estatísticas oficiais, publicadas sexta-feira, caíram cerca de 3,6% (ou 505.500 milhões).

04) O blogueiro inclui entre os três fatores mais relevantes, o anúncio sobre o próximo compromisso de um futuro gerente financeiro, gerir a dívida de Detroit, Michigan. Na sua opinião, estes planos significam que a cidade com certeza vai declarar insolvência, prevendo a maior falência municipal da história dos EUA.

05) O desemprego na Itália subiu para 11,7% e agora está no nível mais alto dos últimos 21 anos. Fora isso, o desemprego juvenil atingiu a marca histórica de 38,7%. Na zona do euro a desemprego chega a 11,9%, marca preocupante que também entra para a história.

06) O analista adianta que o desemprego deve atingir o índice de 30% na Grécia, até o final do ano, já está em 27%. Michael Snyder ainda destaca o percentual incrível de jovens desempregados na Grécia, 59,4%.

07) Os protestos contra as medidas de austeridade em Lisboa e outras cidades de Portugal, também tiveram impacto em sua análise. Foram as concentrações mais massivas da história portuguesa, diz o autor da lista.

08) Goldman Sachs relata ter registrado, em janeiro, que os depósitos bancários caíram em toda a Europa.

09) O Banco central da China se mostrou plenamente preparado para uma guerra de divisas, adianta o blogueiro.

10) O “caso perdido” da Itália fecha a lista de Snyder, que apoia a possibilidade de que o partido do comediante Beppe Grillo, terceiro mais votado nas recentes eleições parlamentares, ajude a desestabilizar o delicado equilíbrio bipartidário, de uma forma ou de outra. É muito provável que haja uma proposta de referendo sobre a permanência ou não na zona do euro, sugere o analista.

Michael Snyder estudou na Escola de Comércio da Universidade de Virgínia e, em seguida, formou-se em Direito na Universidade da Flórida. Trabalhou durante décadas como advogado, em Washington.

Blogueiro destacado, pesquisador, escritor e ativista, cujos projetos mais visitados na internet são os blogs “The Important News” e “The Economic Collapse”.

Fonte: RT-TV

Comentários: Enquanto o mercado acionário e os sistemas monetários amargam a crise, os Bilderbergers e os Rothschilds aguardam o momento de dominar o mundo. Os Rothschilds tem o capital todo investido em vinhos, obras de artes e outras aplicações, menos dinheiro.

Os Bilderbergers são mais sofisticados que os Rothschilds, são banqueiros como os Rockefellers e magnatas que estão nas listas dos homens mais ricos do mundo. Além deles, há muitos homens que negociam mais o poder político que o dinheiro.

Assim como o Império Romano, o Império Americano criou uma sociedade perfeita, sustentada por suas colônias espalhadas pelo mundo, valia tudo. Com a ajuda de mercenários como Osama Bin Laden, a CIA eliminou secretamente ou nem tão secretamente, líderes e ex-aliados pelos mundos.

O Wikileaks tornou-se uma ferramenta importante para a CIA detonar um mercado que já não expandia e que já havia virado uma bolha especulativa, o mercado americano. Detonar o mercado americano foi fundamental para forjar potências e novos emergentes, criando novos mercados.

Tudo parecia ir bem teoricamente, o problema é que a reputação do império é baseado na força do dinheiro, além disso, mercados como o Brasileiro fecharam as portas para a especulação, investimento a curto prazo.

Há muitos países magoados com os americanos e com o resto do G-7, entretanto, o dinheiro continua nas mãos de seus próprios banqueiros e magnatas, que não sabem o que fazer com ele.

Os EUA são um caso a parte, já que são o maior inferno fiscal do mundo. E a globalização não ajuda muito, já que o capital começa a sair e a pobreza a entrar.

Até os mexicanos já pensam em abandonar o país, os brasileiros já estão saindo há muito tempo.

Um fator que pesou muito na queda do império americano, e ainda continua pesando, é a internet. A internet possibilitou acesso as informações verdadeiras, possibilitando a inclusão e democratização de tais informações, nem a Wikileaks foi suficiente para parar isso.

Foi por isso que o socialismo ganhou tanta força, e também porque o mercado de mão-de-obra escrava foi bem aceita pelos magnatas, contrariando as normas dos governos do G-7.

Eu só estou estranhando a demora para o fim do império. Detroit, por exemplo, já vem agonizando há tanto tempo, que já daria para ter se recuperado.

A Rússia que já previa tudo isso, tratou de reforçar a defesa dos países estratégicos para a china, isso porque a Rússia possui uma tecnologia muito mais avançada e disponível para o país que deverá formar a nova ordem no planeta.

Países como a China e Brasil, além de serem bem inferiores a Rússia, tradicionalmente falando, tem impérios fechados onde as crises não afetam o topo da pirâmide. Talvez a uma parte da aristocracia reclame, mas quem deverá chorar mesmo, em caso de caos econômico, deverão ser os mais pobres.

Com cerca de 38% de jovens desempregados, fico surpreso que a Itália já não tenha formado um novo exército fascista. Com cerca de 59% de desempregados jovens, a Grécia poderia dar uma explicação bem mais preocupante, incluindo domesticação, drogas e desmotivação.

A aliança entre a Inglaterra e os EUA poderia ser comparado a aliança da Rússia com a China, naturalmente, hoje em dia as transformações são muito mais rápidas.

Entretanto, a Inglaterra e os EUA tinham uma tradição em comum, o que não acontece entre a China e a Rússia, onde só há interesses. Foi por causa dessa tradição que a Inglaterra ficou entre a cruz do dólar e a espada do euro.

A rainha da Inglaterra sempre deixou claro que era contra o euro, mas deveria ter lutado contra essa globalização há mais tempo. Ela defendia o imperialismo, mas era contra as altas taxas de juros do Brasil, isso é incoerente.

A Alemanha teme que a Inglaterra deixe o bloco europeu, parece que estão prevendo que outros países sairão em seguida.

Enquanto isso, a China prepara-se para se tornar sustentável, com seus gigantesco mercado, mas para isso precisará de matéria-prima latino americana.

Haja matéria-prima.

By Jânio

Fim do Império Americano

Erro americano

março 10, 2013 Posted by | Internacional | , , , , , , , | Deixe um comentário

A tragédia do Rio é a maior desde a década de sessenta

enchentes são paulo

tragédia do Rio

Enquanto o Brasil inteiro chora a tragédia do Rio de Janeiro e São Paulo, algumas lembranças passam pela minha cabeça, desde a primeira tragédia que eu acompanhei, até hoje. Em cada tragédia, houve uma reflexão.

Por ser a primeira que eu acompanhava, as enchentes do verão de  83/84, deixaram um trauma.

O Sul do Brasil ficou todo alagado, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, houve muita solidariedade e campanhas para se conseguir o essencial, àgua, alimentos não perecíveis, roupas, colchões e cobertas. Logo depois das enchentes, várias lojas de roupas usadas surgiram em minha cidade, evidentemente, em minha cidade não houve enchentes, já que é uma cidade muito alta.

Algum tempo depois, houve um período de muita chuva, mas parece que os empresários da cidade agiram rápido. Antes que as pessoas se revoltassem, já que a chuva deixava todas essas pessoas sem casa e sem alimento, encontraram uma maneira de acalmar a população.

Foi criado uma campanha, onde era servido sopas todos os dias, enquanto durassem as chuvas. A igreja, sempre ela, entrou com o know how, os empresários entraram com a logística e uma parte financeira. 

Feito isso, foi só rezar para que São Pedro terminasse a chuva logo, como de fato ocorreu.

Aqui, fazemos uma pausa para analisar a fragilidade de nosso sistema semi-escravagista, ou semi-escravista. Onde todos vivem no limite, sem nenhuma reserva, provisão, totalmente dependentes da vontade alheia e do sistema.

Normalmente, as chuvas não duram muito, nem por isso as tragédias são menos chocantes, há pouco tempo tivemos a tragédia em Angra dos Reis.

Santa Catarina sofreu dois anos seguidos, no segundo ano, muita gente já havia desistido de morar na região catarinense que mais oferece oportunidades de trabalho no Brasil.

Depois da tragédia de Santa Catarina, veio a tragédia do nordeste. Penso que se houvesse boa vontade e consciência das autoridades, caso houvessem reservatórios gigantescos no nordeste, haveria água reservada para pelo menos dez anos seguidos.  

Reservatórios de água não resolveriam os problemas das enchentes, mas, pelo menos demonstraria uma preocupação por parte do Governo, coisa que eles não tem.

Se o Governo não tem consciência, a população deve estar ciente de que morar em morros e à beira de barrancos, estará correndo perigo, pelo menos que mantenham as famílias afastadas.

Tanto no caso de Angra dos Reis, quanto agora, Rio e São Paulo, a tragédia atingiu uma região onde se concentram a nata da mídia, onde as pessoas tem se manifestado inclusive pela internet. Na internet as informações tem sido mais objetivas, com nomes, mapas, localização, etc.

As mídias de massa preferem mostrar os  mortos e as tragédias, já que isso dá mais IBOPE.

Pelo menos em uma ocasião, o feitiço virou contra o feiticeiro. Boatos de que uma caixa de água havia se rompido, pegou toda a imprensa em seu momento mais peculiar, como abutres em cima da carniça, foi deprimente.

Aqui, vale a pena fazer mais uma pausa, lembrando mais um capítulo da guerra das duas maiores redes de TV do país.

Pouco tempo depois de uma repórter ser presa, acusada de fazer acordo com bandidos, para divulgar notícias em primeira mão, a rival divulgou os depoimentos de um comentarista concorrente, com um discurso com a cara da elite, algo como: “É isso  que dá financiar carros novos, para pessoas que nunca leram um livro”, o comentarista foi demitido, a jornalista presa.

Foi por causa de comentários preconceituosos como esse, que toda a internet brasileira ficou publicando em espanhol, durante vinte e quatro horas, recentemente, lembram-se?

As enchente, Deus nos livre, deverá ser uma constante, principalmente em áreas de risco. Naturalmente, a covardia dos políticos será um empecilho para se tomar uma atitude séria, já que isso implicaria em financiamentos de novas casas próprias.

Eu me lembro que em minha cidade, havia um fundo de calamidades, esse fundo nunca foi usado, exceto para cobrir o rombo de um desvio de verbas que deixara todos os professores sem pagamento, durante três meses. Isso me deixa com a certeza de que o Governo deveria agir de maneira mais eficiente, inclusive com a imprensa, para evitar a onda de boataria, e exigindo responsabilidades.

A coordenação emergencial deveria ser feita de fora, pelo governo estadual, já que em pelo menos uma cidade, até o Prefeito estava desaparecido.

As ONGs mantidas por voluntários e donativos particulares, tem experiência em situações como essa, sabem exatamente o que deve ser feito, mais uma vez o que falta é a boa vontade do poder público.

É triste vivenciar uma calamidade como essa, principalmente, sabendo que essas calamidades estão se tornando cada vez mais frequentes.

Essa é a pior maneira de descobrirmos  que todos estamos sujeitos às calamidades, como são unânimes em reconhecer, as vítimas das enchentes.

Enquanto nos noticiários, divulgam que essa é a pior tragédia desde a década de sessenta – as filas em portas de hospitais não conta, só as tragédias naturais – penso que a frequência com que essas tragédias tem ocorrido, é ainda mais preocupante.

A pergunta que fica é: Quando isso vai acontecer conosco?

No Nordeste, uma região sem nenhum recurso, os poucos helicópteros que sobrevoavam a área afetada era da mídia, só eles tinham interesse na tragédia.

By Jânio

janeiro 15, 2011 Posted by | Reflexões | , , , , , , , , , , | 9 Comentários

O tempo das sombras

tempo sombrio

Muito além dos sonhos

Entre a queda do império romano até os dias de hoje, houve uma época sombria, onde o lado obscuro da mente humana reinava absoluto. Na época da renascença, por exemplo, havia, de um lado, reinos remanescente do, outrora, poderoso império, como Florença, de onde surgiram alguns dos maiores gênios, pensadores e filósofos da história; por outro lado, fora dessas ilhas de prosperidade, haviam povos abandonados à sua própria sorte.

Podemos dizer que os tempos de hoje, nosso sistema, é inspirado no iluminismo, o iluminismo, por sua vez, tem uma forte influência do renascentismo, herdeiros do império romano. E é, justamente, após a queda de Roma que iniciou um período de trevas, onde os alquimistas eram tratados como bruxos, enquanto as ciências ocultas proliferavam pela Europa.

A história do chapeuzinho vermelho, por exemplo, era bem diferente dos dias de hoje. A história era contada como forma de alertar os aldeões para a proteção de suas filhas virgens, para proteger as crianças de estranhos.

Na história original, o lobo mau mata a vovozinha doente, fatia seu corpo, enche a garrafa com o sangue e serve para chapeuzinho vermelho, acompanhado de sua carne.

Como podemos notar, essa foi uma época onde a tradição era tudo o que separava os aldeões do caos total.

A história de Branca de Neve e os Sete anões, foi outra história que teve versões bem mais adultas, onde os sete anões eram substituídos por sete bandidos.

Com o passar dos tempos, as histórias viraram contos de fadas infantis, o paganismo foi proibido, as bruxas queimadas e as ciências ocultas ficaram literalmente ocultas. Algumas ciências ainda são praticadas em forma de sociedades secretas.

Até técnicas mais comuns, como a hipnose, passaram a ser tratadas de maneira infantil, em números circenses. Talvez por isso tenha perdido a credibilidade.

By Jânio

janeiro 2, 2010 Posted by | Web 2.0 | , , , , , , , | 32 Comentários

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: