Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Política anti-democrática do Paraná

Governador elitista

Política Elitista

“O que aconteceu foi uma manifestação absurda e violenta, que atenta contra a democracia, a liberdade de expressão e o estado de direito. Um grupo de baderneiros, infiltrado no movimento dos professores, impôs uma mordaça ao Poder Legislativo, impedindo temporariamente o seu funcionamento. É lamentável que a democracia, pela qual tanto lutamos, seja ameaçada por atos violentos como os que assistimos no dia de hoje”.

Fonte: Bonde

Já foi o tempo em que o Paraná tinba bons políticos, para se livrar dos fichas sujas, alguns políticos do PMDB resolveram criar um novo partido, o PSDB, entre os políticos estavam José Richa, Mario covas, etc.

O ex vice de José Richa, o fazendeiro rico Álvaro Dias, tornou-se governador e fazia uma carreira de sucesso, até o espancamento de professores pela polícia militar. Depois disso, suas alianças foram um fracasso.

As aposentadorias de governadores, tanto de álvaro quanto de Requião, tirou ambos da disputa, deixando o caminho livre para Beto Richa, o governador com a melhor porcentagem de votos do país.

Durante sua campanha, ele falou muito sobre investimentos em educação, o que ninguém sabia é que ele estava demitinto os funcionários dessa área.

Os professores paranaenses sempre estarão na luta para vencer os problemas causados pelos governadores, eu me lembro que o Jaime Lerner triplicou o salário da polícia no seu governo, foi uma época em que o Banestado quebrou e muitos mafiosos passaram alguns dias na cadeia.

Os professores foram, são e serão sempre os profissionais mais mal remunerados da estória e, no caso específico do paraná, houve um caso de perda de todo um ano letivo.

Agora o governador vem dizer que o protesto é um atentado contra a democracia, quando na realidade é o contrário.

Governador, os protestos estão só começando!

Quando o sistema elitizado enfraquece a política, em relação a verdadeira democracia, ocorrem os protestos. Quando os direitos de décadas de trabalho duro são negados, os protestos se tornam mais violentos.

A política brasileira está no limite há muito tempo e os chamados “baderneiros”, que são pessoas que perderam tudo, inclusive o direito a sonhar, estão deixando de educar as futuras gerações, e quem vai sofrer com a marginalidade no futuro seremos nós os pobres mortais.

Comentário: By Jânio

Governadores aposentados

 

fevereiro 15, 2015 Posted by | Política | , , , , | 3 Comentários

Elite brasileira confunde eleitores com militantes

cadê o candidato

Eleições Combinadas

Com a proximidade da eleição,  a falta de ética e de etiqueta vão ficando cada vez mais evidentes.

Levando-se em conta que a política e a justiça são incompatíveis, parece normal também que os interesses sejam colocados acima da lei e da cidadania, a partir de agora, a baixaria toma conta do Brasil.

Nessas horas, lembrar que esses políticos são os nossos representantes, causa-nos calafrios.

Não é só o fato de eles manipularem a justiça a seu favor, o que mais assusta é o fato de eles representarem também nossa sociedade, nossos costumes e a nossa (falta de) tradição.

Matematicamente, se você pega cinco mil prefeitos + oito mil vereadores, acrescenta a esses, todos os deputados, senadores, juízes e demais gestores públicos, sendo noventa por cento envolvidos em falcatruas, fora do alcance da justiça, aí, temos uma noção do tamanho da encrenca.

Com tantos problemas, devido aos interesses que regem  a nossa sociedade elitista, cada um defendendo o seu lado, literalmente, fico imaginando o que podemos esperar de nossos políticos – Quando você vê o jovem de hoje, o que você espera para o amanhã?

Os poucos jovens sérios engajados com a sociedade, aos poucos se cansam dessa luta insólita e acabam abandonando tudo, sem ninguém para dar-lhe o exemplo.

Como sempre dissemos, na política não há santo, apesar de alguns políticos serem tratados como deuses, chegando ao ponto de controlarem até o Presidente da República.

Cada eleitor defende o seu próprio interesse: a elite da sociedade defende a direita conservadora, enquanto os pobres defendem a esquerda, popular e revolucionária.

Até  aqui nada de mais, nossa política se parece com os governos de qualquer parte do mundo.  O problema surge na falta de ética e etiqueta em época de eleições, mostrando que o povo está bem ao nível de nossos políticos, seus legítimos representantes, tanto nas tradições, costumes, como nos seus interesses.

Quando fazemos, ou falamos algo, temos que pensar, e imaginar, o ponto de vista das outras pessoas, é isso que formam nossos valores éticos. Desobedecendo esse princípio fundamental da democracia, passamos também a desobedecer as leis, isso nos torna anti-éticos.

Como você se sentiria se alguém te chamasse de imbecil, porque você é eleitor do PSDB? – Foi esse texto que eu vi algumas pessoas repassando,  onde os eleitores do PT são chamados de idiotas. Isso vale para os eleitores da Marina Silva ou qualquer outro candidato e partido.

O curioso é que os eleitores são confundidos com militantes, os eleitores são chamados de petistas, numa demonstração clara de discriminação e preconceito. Para mim isso é mais que uma falta de etiqueta, é falta de ética, onde a lei é desobedecida  numa clara e desesperada luta pelo poder.

Vamos lembrar um pouquinho de nossa história política e da falta de ética e etiqueta de nossa sociedade?

Tancredo Neves, depois de liderar a melhor articulação política de todos os tempos, precisando pagar para que alguns deputados votassem contra, morreu antes de tomar posse. Toda vez que havia um golpe no governo, eram os militares que assumiam o poder; Tancredo Neves convenceu um dos queridinhos da ditadura, José Sarney, a ser seu vice – Qualquer semelhança com o Império Romano, não é mera coincidência.

O Vice fez tudo o que os militares não podiam fazer, boicote e planos mirabolantes para salvar a economia.

O primeiro sinal de manipulação, falta de ética e etiqueta, surgiu quando uma poderosa rede de tv brasileira entrou na campanha, em prol de Fernando collor, numa parceria de gente grande, financeiramente falando é claro. A esquerda, nessa época, era inexpressiva, mas ganhou notoriedade com Lula.

No jogo da política, é preciso esperar até o último momento para decidir o último ato, ou baixaria. Fernando Collor iniciou então uma campanha, atingindo a vida pessoal do candidato adversário, afirmando que ele tinha uma filha ilegítima, enquanto a mídia fazia sua campanha contra parcial, em favor da direita.

Essa mesma tática funcionou perfeitamente contra Palocci, acusado de quebrar o sigilo bancário de um caseiro. Na realidade, o caseiro foi só uma isca, Palocci, depois de tirar o país do buraco, prejudicando a elite que via na especulação a sua melhor fonte de renda; Palocci  caiu como um peixinho.

O atual Presidente, Lula, foi ridicularizado por ter apenas quatro dedos em uma das mãos, chamado de analfabeto e incompetente pela mídia. Quando ganhou a eleição, curiosamente, essa mesma mídia estava a favor do candidato, até sua prisão foi considerado um ato heroico.

Atualmente, José Serra foi considerado o candidato ideal para enfrentar a candidata do PT, o mesmo Serra  que foi renegado e desacreditado pelo partido, durante muito tempo. Tanto Serra, quanto Aécio, não são os candidatos favoritos do PSDB, Aécio inclusive sempre foi muito próximo do Presidente Lula.

No caso de Marina silva, chegaram a dizer que ela era masculinizada, a mesma visão preconceituosa que tinham em relação a Heloísa Helena.

Em meio a essa bagunça ideológica, confunde-se amizade com política, ponto de vista com opiniões, e o pior de tudo, interesses com cidadania.

Vejam o texto:

“O PT é um partido orientado por intelectuais que estudam e não trabalham; formado por militantes que trabalham e não estudam;  comandado por sindicalistas que não estudam nem trabalham; apoiados por eleitores idiotas que trabalham pra burro e não têm dinheiro pra estudar.”

Esse texto me faz lembrar de um vídeo idiota de um menino gritando e chorando. Dizem que é porquê a seleção brasileira perdeu, mas toda vez que a seleção perde, esse vídeo é postado como se fosse novo.

O texto acima segue a mesma linha, em toda eleição ele sofre uma pequena modificação, podendo mudar de candidato, partido, mas sempre atendendo ao interesse da elite.

Eu sempre estarei disposto a defender aos interesses do povo, sejam eles eleitores do PT, PSDB, PV, ou qualquer outro partido, já no caso dos militantes desses partidos, eu tenho certeza que eles tem condições de se defenderem sozinhos, apesar de não merecerem que os defendamos.

Depois da retirada da candidatura do Ciro Gomes, o que interessa não só ao PT, quanto ao PSDB, manteve-se o bipartidarismo, o que é de interesse da elite capitalista.

Todos nós sabemos que as empresas estão disposta a bancar ambos os lados, com caixa dois ou não, mas seria difícil bancar todos os partidos, em igualdade de condições. Assim, o bipartidarismo atente aos interesses das grandes empresas, atendendo também ao interesse da elite  e pessoas que votam no candidato que tem mais chance, além de responder às pesquisas de intenção de voto, mesmo sabendo que o voto é secreto, a única arma que eles tem contra o sistema.

Pessoas que não seguem os princípios básicos da etiqueta, com o tempo, passam a assumir uma postura anti-ética, deixando de obedecer a lei e mostrando porque nossos políticos são tão ruins – Porque eles nos representam, eles são a nossa cara, todos eles.

Quem são os idiotas, cara pálida?

By Jânio

agosto 5, 2010 Posted by | Reflexões | , , , , , , , , , , , , | 4 Comentários

O clube de Bilderberg

organização secreta

Teoria da Conspiração

Você já ouviu falar em teoria de conspiração? – certamente que sim.

Apesar de parecer coisa de lunático, não é difícil imaginar que grupos de pessoas mais ricas, a elite da sociedade, esteja constantemente conspirando, procurando maneiras de manipulação de mídias, sistemas políticos e interesses econômicos.

Nós vemos isso o tempo todo, em menor escala: em diretoria de instituições, administração de empresas, gestão pública, etc. De um jeito ou de outro, as lideranças estão sempre em atividade. Até aí tudo bem.

O problema maior surge quando alguns grupos iniciam articulações, reunindo essas lideranças, apresentando a eles suas propostas e motivos pelos quais desejam que algum movimento seja iniciado. Isso pode surgir para o bem ou para o mal, o que há em comum, nesse processo, é o interesse de grupos econômicos. Em alguns casos, até a guerra pode se tornar um bom negócio para essas pessoas.

Suas reuniões são sempre secretas, pelo menos o conteúdo, seus membros não são registrados, os assuntos não são divulgados.

Suas reuniões são sempre motivos de polêmicas, já que a sociedade não tem conhecimento de suas decisões. O que se sabe é que há interesse da própria elite, já que uma conferência, para fins sociais, teria a participação da sociedade e seria pública.

Recentemente, por exemplo, um grupo de empresários ricos criou um Banco em cima de uma plataforma, em pleno mar, fora dos direitos  de costa marítima dos países.

Até hoje não descobri se era sério, ou se era boato, o que eu sei é que essa história começou depois do ataque de 11 de setembro, quando os EUA iniciaram uma devassa nos paraísos fiscais, em busca de fundos suspeitos para terroristas; não é a toa que Bush se tornou o homem mais odiado do mundo, lembram do bloqueio da poupança?

O mundo capitalista é assim, tudo sob o mais rígido controle, exceto se algo ameaça esse equilíbrio, nesse caso esses grupos tem de agir rápido. Há suspeitas. por exemplo, de que o ataque de 11 de setembro tenha sido uma conspiração do serviço secreto, às vésperas de um crash total.

Paulo Maluf, por exemplo, foi uma das maiores vítimas. Ele continua jurando até hoje que o dinheiro não é dele, mas fortunas como essas não surgem do nada, não são tão fáceis de lavar.

Um grupo muito citado, recentemente, em outro artigo, foi o clube de Bilderberg, que recebeu esse nome devido ao hotel onde fizeram a primeira reunião, o Hotel Bilderberg, em 1.954, na Holanda.

Seus encontros são cheios de mistérios e acontecem, normalmente, na Europa. O Clube tem um escritório em Leiden, noa Países Baixos, apesar de não serem oficialmente constituídos.

No início, o pretexto era conter o processo anti-americano que vinha aumentando na Europa Ocidental, depois de criada a rede informal de representantes de todos os países, a conferência foi presidida pelo então Príncipe da Holanda, logo envolvido em escândalos de corrupção. A partir daí, começaram a ser escolhidos os EXs: ex-Presidente da Alemanha, ex-Presidente da OTAN, economistas e Ex presidentes de bancos.

O mais interessante é que as reuniões não são secretas, a lista de participantes, tudo é público, o que é secreto é só o conteúdo da conferência, os temas discutidos na reunião. Nada pode vazar para a imprensa ou para a população em geral, que não faz parte dos indivíduos convidados.

Segundo as más línguas, o fato dessa aproximação secreta e informal entre os EUA e a Europa, tem o objetivo de controlar o mundo, isso também não é nenhuma novidade.

É interessante como os donos das maiores empresas de comunicação do mundo são convidados, ficando seus jornalistas sem as informações. Isso mostra como caminha a humanidade, ou a elite da humanidade.

Será que há motivo para as pessoas ficarem em pânico? – eu nem conhecia esse clube, mas já suspeitava desde o início.

Veja a listinha da Wikipedia e depois me diga se você está preocupado. OBS A Wikipedia está em apuros financeiros e precisando de sua ajuda.

Participantes do Bilderberg incluem membros de bancos centrais, especialistas em defesa, barões da imprensa de massa, ministros de governo, primeiros-ministros, membros de famílias reais, economistas internacionais e líderes políticos da Europa e da América do Norte. Alguns dos líderes financeiros e estrategistas de política externa do Ocidente participam do Bilderberg. Donald Rumsfeld é um Bilderberger activo, assim como Peter Sutherland, da Irlanda, um ex-comissário da União Européia e presidente do Goldman Sachs e British Petroleum. Rumsfeld e Sutherland compareceram em conjunto em 2000 na câmara da companhia de energia suíço-sueca ABB. O político e professor universitário Jorge Braga Macedo e Francisco Pinto Balsemão são dois exemplos portugueses. O ex-secretário de defesa dos Estados Unidos e atual presidente do Banco Mundial Paul Wolfowitz também é um membro, assim como Roger Boothe Jr. O presidente atual do grupo é Etienne Davignon, empresário e político belga.

George Soros; Henry Kissinger; David Rockefeller e família; George Bush e família; Bill Clinton e Hilary Clinton; Thimoty Geithner; Susan Rice; Gen James L. Jones; Thomas Donilon; Paul Volcker; Admiral D C Blair; Robert Gates; James Steinberg; Richard M Haass; Alan Greenspan; Richard C Holbrooke; e muitos outros.

Nessas horas eu fico feliz de não ser tão importante.

By Jânio.

Leia mais:

http://actualidad.rt.com/economia/global/issue_9504.html

janeiro 17, 2010 Posted by | Arquivo X | , , , , , , , , , , , | 25 Comentários

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: