Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Seis efeitos matrix já comprovados

Matrix

Matrix

O Centre for Research on Globalization, uma organização sem fins lucrativos em Montreal, Canadá, apresentou um relatório listando seis grandes ilusões que escravizam nossas vidas na matriz: um sistema rígido de controle sobre a mente que faz com que as pessoas programem e organizem o seu comportamento para que compartilhem com as versões conformistas ditadas pela sociedade.

O site icommercepage/ Made in Blog publica abaixo, a lista divulgada pela RT-TV.

1. Ilusão da lei, da ordem e do poder. Muitas pessoas sentem a obrigação moral de obedecer às leis, enquanto outras, que possuem poder e riqueza nem notam suas violações. Brutalidade policial, criminalidade desenfreada e justiça, que só funciona para o rico, em países como os EUA, são exemplos que demonstram que a lei é apenas um instrumento de opressão e controle social, e que qualquer autoridade relacionada a eles é falsa, hipócrita e injusta, segundo o site da organização.

2. Ilusão de prosperidade e felicidade. Roupas caras, jóias e acessórios, tornaram-se constante, permanentemente relacionados aos conceitos de prosperidade e felicidade. Essa percepção do termo é falsa porque a realidade é atribuída à saúde, amor e relacionamentos pessoais.

3. Ilusão do direito de escolha e liberdade. A liberdade ou o direito de escolha são os termos que na percepção moderna significam a seleção de algumas opções que são sempre limitados pelos sistemas, tanto judicial como fiscal, com algumas normas de exigência estabelecidas e consolidadas pela cultura.

4. Ilusão de verdade. Na mente das pessoas, há uma crença prevista no conceito de verdade. Esta percepção faz com que você confie em tudo o que é dito pela televisão e nas mídias de massa, celebridades ou representantes do poder.

5. Ilusão de Tempo – Este é um grande engano porque faz as pessoas pensarem no futuro, esquecendo o passado e o presente. O pior disso é que como consequência, as pessoas passam a ver o mundo como uma ficção, esquecendo a realidade.

6. Ilusão de isolamento. Muitas pessoas têm a falsa percepção de que todas as pessoas competem entre si, algumas chegam até a pensar que os vizinhos e a natureza estão contra a eles. Esse pensamento reforça a ideia de que tudo no mundo está inter-relacionado.

Fonte: RT-TV

Aparências reais

Percepção do nada

Ciência cega

Os melhores países segundo o IDH

O Brasil é o país rico mais pobre

Milagres existem?

É preciso ver para acreditar

O futuro do passado

Paulinopsia transforma o cérebro em Matrix

A obscura natureza da mente humana

fevereiro 7, 2015 Posted by | Ciências, Reflexões | , , , , | 1 Comentário

Sociedade programada

Mundo Controlado

Mundo Controlado

Se opinião é igual a ponto de vista, naturalmente, não pode haver opinião pública, já que não existem pontos de vista públicos. Entretanto, admitindo-se a possibilidade da formação da opinião pública, opinião e ponto de vista não poderiam ser a mesma coisa – eu, particularmente, acho que quem segue a opinião pública, de fato, não pensa, não tem ponto de vista.

Pode até parecer exagero, mas é a partir dessa e de outras ideias que eu sou contra as opiniões públicas. Se uma pessoa forma opinião pública, de fato ela não pensa, afinal, cada um de nós tem uma cabeça, e não é só para enfeitar o corpo.

A sociedade não é muito criativa de um modo geral, a maior parte das pessoas estudam as mesmas coisas, aprendem as mesmas coisas. Um curso superior pode ser importante para o ego de uma pessoa, mas não ajuda tanto assim.

Pausa: Eu me lembro do diálogo entre um médico e um engenheiro recém formado – notem a diferença entre as visões, a partir das ciências humanas e ciências exatas.

– Você já terminou o curso? – médico.

– Sim. Agora só falta pegar a carteira – engenheiro.

– Por que você quer a carteira? – médico

– Sem a carteira, o meu curso não teria nenhum valor – engenheiro.

– Que nada, nenhuma empresa séria está interessada na sua carteira – médico.

– Eu sei, mas se acontecer de uma autoridade me parar… – engenheiro.

– O que você vai fazer? – médico.

– Eu apresento a minha carteira, mostrando que sou uma pessoa de boa reputação – engenheiro.

– Se você se atrever a mostrar a carteira para um policial, você vai cometer um crime e estará em uma grande encrenca – médico.

A questão do dom é muito importante, mas não se pode confundir profissão com entretenimento.

Nos dias de hoje, há falta de profissionais nas áreas de ciências exatas e a culpa disso é a falta de filosofia, educação adequada e informação sobre mercado de trabalho.

Só por aí, já dá para se ter uma ideia dos problemas que podem ser gerados em uma sociedade, caso não estejamos atentos.

Como sociedade, não somos muito criativos e dá para contar nos dedos a quantidade de físicos que se destacaram ao longo da história, entretanto, a física quântica deu mais importância às ciências exatas e deverá torná-la mais popular entre os acadêmicos.

Ironicamente, depois de se tornar maldita, depois do apocalipse da bomba nuclear, a física poderá nos mostrar um caminho de sabedoria, conhecimento e muita informação.

Não há dúvidas que a sociedade é programada desde o seu limiar, quando passou a se utilizar da fala para se comunicar e trocar informações, mas isso apenas se considerarmos a evolução do ser humano.

A fala é um tipo de comunicação que pretende transmitir todo o nosso pensamento, desde que estejamos a fim de compartilhá-lo – funciona de maneira programada.

A sociedade tem forçado as pessoas a acelerarem o aprendizado de seus filhos, para que tenham vantagens em um mundo tão competitivo.

O importante para a sociedade não é ter um filho precoce, mas fazer com que ele seja o melhor da turma ou, no mínimo, um dos três melhores, para que tenha privilégios em relação aos seus professores.

Mas há um grande grupo de pessoas que são muito difíceis de serem programados. Eles não são diferentes, mas tem o cérebro resistente a programação social.

Alguns são canhotos e relativamente ambidestros, outros são epilépticos, autodidatas ou apresentam algum tipo de distúrbio que acelera ou retarda o cérebro em relação aos cérebros programados.

Um autodidata assume essa postura para conseguir sobreviver, mas eu não estou falando só de alguém que aprende a tocar um violão, jogar futebol, marcenaria, mecânica, química, etc., eu estou falando de alguém que aprende tudo isso de maneira genial, com um domínio completo sobre o que cria ou manipula.

Os empreendedores não são necessariamente geniais, mas possuem a maior quantidade de habilidades possíveis em um ser humano, ou capacidade de aprender sem muita ajuda. Enquanto os empreendedores tornam-se grandes gestores de pequenos grandes negócios, as pessoas geniais se transformam em grandes consultores ou conselheiros.

Essas pessoas geniais já existiam há milhares de anos, se não considerarmos a evolução do ser humano mas, sim, da sociedade e, mesmo antes de falar, participando da primeira atividade social programada, já eram criativos e inteligentes.

É possível notar, na Idade média, o que poderia ter ocorrido na antiguidade, ou ainda nos primórdios dos tempos, se é que a humanidade surgiu aqui na Terra. Onde pessoas que não dependiam tanto da sociedade, e com uma capacidade de raciocínio maior, tornavam-se magos, bruxos ou semi-deuses.

Estamos numa nova era extremamente teórica, obscura e perigosa para os manipuladores de mentes, onde os poderosos pressentem uma grande transformação da humanidade, onde o que poderia ser o despertar da superconsciência para nós, poderia ser definitivamente o apocalipse para eles.

By Jânio

Profissões com falta de pessoas qualificadas

Duvidosa filosofia da vida moderna

Física quântica vai revolucionar a internet

Comunicação por símbolos

Com os dois lados do corpo

Despertar para a superconsciência

Rebeldes que desafiam o sistema

O mistério do sonambulismo

A obscura natureza da mente humana

O que uma pessoa com epilepsia sente

Epilepsia – Quando a mente tem um ataque

O despertar para a superconsciência

Faça você mesmo

dezembro 12, 2012 Posted by | Reflexões | , , , , , , , , | 3 Comentários

Jovens homens velhos

falta de passado

Velha Sociedade

É natural que a responsabilidade dos mais velhos passe para os mais jovens e isso deveria ocorrer gradativamente, sem traumas. O homem mais velho não precisa necessariamente ser velho para ceder o seu lugar no trabalho, nem deveria abandonar suas funções definitivamente.

Ao ler notícias políticas nos jornais, podemos notar o quanto as velhas raposas desprezam a ética, dando um bom mau exemplo de como não se deve comportar. Graças a esses velhinhos malditos, os jovens homens velhos não tem uma boa aposentadoria e acham certo continuar trabalhando, enquanto jovens de trinta anos ainda procuram o seu primeiro emprego.

Eu já pude comprovar que muitas pessoas, principalmente aquelas que trabalham à noite e plantonistas, costumam acumular cargos, para conseguir pagar a faculdade e a saúde dos filhos. Também há pessoas que trabalham até vinte horas por dia, num único emprego, e isso não é muito comum entre os escravos brasileiros.

Algumas profissões permitem que as pessoas trabalhem acima de seu limite físico, mas o seu limite psicológico nem sempre suporta essa jornada tão desgastante. Quando a saúde acaba, o jovem homem velho descobre que não planejou sua vida como deveria, e nem educou os filhos.

Jornadas dobradas de trabalho ajudam a aumentar ainda mais a desigualdade social, eu já pude ver até onde vai a degradação humana.

Cada vez que surge um novo conjunto habitacional, financiado pelo governo, eu noto como a especulação imobiliária atrai aventureiros dispostos a tudo para conseguir sua casa. Enquanto isso, pessoas sem influência políticas tem de mendigar ou se prostituir para conseguir sua vaga.

Alguns grupos de pessoas se organizam e invadem propriedades abandonadas, financiadas com dinheiro público, para em seguida sofrerem as consequências de seu ato impensado, ou mal pensado. Já surgiu até um modo de ganhar dinheiro com essas invasões, onde as supostas vítimas negociam suas terras com o governo, pelo dobro do preço, para supostamente ajudar as pessoas necessitadas.

No interior do Brasil também há pessoas que invadem as terras, nativas ou de povos indígenas, com a intenção de vender, passar para seus patrões, proporcionando um grande lucro. Essas práticas dão uma ideia de como a reforma agrária é um processo complexo.

Os seringueiros sabem como funciona essa legislação seletiva e a libertação de um dos homens presos por matar uma freira americana, mostra a política cruel do STF, além de ajudar a explicar a discriminação dos brasileiros lá fora.

A injustiça brasileira, combinada com o sistema elitizado, deixam uma pergunta: Há tanta gente importante assim no Brasil, ou será que é o crime organizado que chegou ao seu limite? Afinal, quando é que vamos todos começar roubar e matar, para conseguirmos sobreviver?

Você acredita que o Brasil está melhorando? Eu também acredito, assim como eu acredito que a inexperiência de um partido político no governo, mostrou como nosso sistema político é sujo e desprezível – Esse “crescimento” do Brasil tem provocado polêmicas lá fora.

A maioria dos meus leitores tem opiniões parecidas, relacionadas com o crescimento do Brasil: “Não foi o Brasil que cresceu, foram os outros que caíram.”

Enquanto os estrangeiros chegam para empreender e ocupar as vagas que a nossa infra-estrutura não teve competência para suprir, brasileiros embarcam rumo ao seu destino desconhecido, provavelmente para limpar privadas em países de primeiro mundo.

O crescimento brasileiro tem sido motivo de polêmicas pelo mundo inteiro, afinal, nosso país sempre foi muito rico, com um povo muito pobre, mas nunca tivemos tanta atenção das comunidades internacionais.

Essa responsabilidade com o desenvolvimento sustentável e com a economia mundial, poderá nos trazer problemas. Haverá uma exigência muito grande por parte do novo mundo globalizado – não confundir com economia globalizada.

Resta saber qual será a maior preocupação do governo, satisfazer as exigências de um desenvolvimento sustentável, economicamente e ecologicamente, ou o nosso desenvolvimento social?

Certamente, deveríamos nos preocupar com tudo o que é certo e correto, mas isso será impossível, enquanto a máfia estiver no comando.

By Jânio

A política torta do Brasil

Eu não acredito em teoria da conspiração

Mortes misteriosas de celebridades

Presidentes do Brasil

A história de José Sarney

PT acerta o próprio pé

Políticos com problemas na justiça

O massacre do sítio caldeirão

A crise da PPP

Ficha Limpa

Trinta anos de escândalos no Brasil

agosto 29, 2012 Posted by | Reflexões | , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Thule – Sociedade secreta ariana

organização ariana

Sociedade Nazista

Tudo começou com um grupo de estudos, “Grupo de Estudos da Antiguidade Germânica”, foi a partir desse grupo que surgiu a primeira organização DAP, Deutsche Arbeiterpartei, que mais tarde seria reorganizada por Adolf Hitler.

Segundo o biógrafo de Hitler, Ian Kershaw, entre os simpatizantes e membros da Sociedade Thule estavam: Rudolf Hess, Alfred Rosenberg, Hans Frank, Lehmann Júlio, Gottfried Feder, Dietrich Eckart e Karl Harrer. Na opinião de alguns especialistas, a participação de Hitler e de outros simpatizantes não passava do nível de convidados, apesar de não haver dúvidas sobre participação dessa sociedade na base do nazismo.

Originalmente, a Sociedade Thule foi dirigida por Walter Nauhaus, que passou pela ordem dos Germanenoorden (Ordem dos Teutões), sociedade secreta fundada em 1.911. Um cisma na Ordem, em 1.918, mudou o destino de Nauhaus que foi contatado por Rudolf Sebottendorf, ocultista e líder eleito na Baviera, no ramo cismático conhecido como “Walvater Germanenorder do Santo Graal”.

Os dois homens tornaram-se associados em uma campanha de recrutamento. Sociedade de Thule foi o nome da loja de Munique, da Walvater Germanenorder, por sua dedicação, em 18 de Agosto de 1.918.

O foco principal da Thule Gesellschaft era uma reinvindicação sobre as origens da raça ariana. Por causa disso, as pessoas queriam se juntar a essa sociedade que era muito rica em cultura e organização, mas muito perigosa por um detalhe sutil, o nacionalismo racista ariano.

A “Ordem Germânica”, dos quais a Sociedade Thule se desenvolveu, em 1.918, teve que assinar uma “declaração de sangue da fé” sobre a linhagem.

“O signatário vem, através dessa declaração, jurar o melhor de seu conhecimento e convicção de que nenhum sangue judeu, ou colorido, flui em qualquer um dos seus ou de sua esposa, e que entre os seus antepassados não há membros das raças de cor.”

“Thule” foi uma região que, segundo geógrafos greco-romanos, localizava-se ao norte, algumas vezes identificada como Islândia. O poeta romano Virgílio cita Thule em sua obras, chamando-as de Geórgicas, apesar do nome estar ligado mais à Escandinávia. Virgilio não tinha a intenção de ser preciso, literal, sua intenção era outra.

A última Thule (mais distante) foi identificada pelos nazista místicos como sendo a capital da antiga Hiperbórea, próximo a Groenlândia ou Islândia. Essas ideias derivadas da especulação (Inácio Donnelly) de que uma massa de terra perdida havia existido no Atlântico, terra da raça ariana, teoria apoiada por ele como referência para a distribuição de suásticas. Ele identificou isso na Atlantis de Platão, teoria desenvolvida por Helena Blavatsky, uma ocultista da segunda metade do século XIX.

No início, a Sociedade Thule atraiu cerca de 250 seguidores em Munique e cerca de 1.500 na grande Baviera. Suas reuniões eram eram muitas vezes realizadas no luxuoso Hotel Vierjahreszeiten – Four Seasons Hotel em Munique.

Os seguidores da Sociedade Thule não estavam interessados em teorias ocultistas, estavam mais interessados em racismo e em combater os judeus e comunistas.

No entanto, Sebottendorff não conseguiu o planejado, raptar o primeiro-ministro socialista da Baviera, Kurt Eisner, em dezembro de 1.918. Durante a revolução bávara de abril de 1.919, membros da Sociedade de Thule foram acusados de tentar se infiltrar no governo e de tentar um golpe de Estado. Em 26 de abril, o governo comunista em Munique invadiu instalações da Sociedade que teve sete de seus membros presos sob custódia, sendo executados em 30 de abril. Entre eles estavam Walter Nauhaus e mais quatro aristocratas conhecidos, incluindo a Condessa Heila von Westarp, secretária do grupo, e Gustav, príncipe de Thurn und Taxis, ligado à várias famílias reais européias.

Em resposta, a Sociedade Thule organizou um levante de cidadãos com tropas brancas, que entraram na cidade, em 1 de maio.

A Sociedade Thule comprou o jornal semanário Münchener Beobachter, observador de Munique, que sofreu várias mudanças, até se tornar Beobachter Völkischer, observador do povo, editado estrategicamente po Karl Harrer.

Em 05 de janeiro de 1919 Anton Drexler, que tinha desenvolvido ligações entre a Sociedade de Thule e os trabalhadores, juntamente com Karl (da Sociedade de Thule) Harrer, estabeleceu o Deutsche Arbeiterpartei (DAP), ou Partido dos Trabalhadores Alemães. Adolf Hitler ingressaria mais tarde, no mesmo ano. Até o final de fevereiro de 1920, o DAP foi reconstituído como Nationalsozialistische Deutsche Arbeiterpartei (NSDAP), ou Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães, geralmente conhecido como o “Partido Nazista”.

Sebottendorff deixou a sociedade Thule, enquanto Dietrich Eckart treinava Hitler em suas habilidades de discurso em público, Hitler dedicou Mein Kampt a ele.

No início da década de 1.920, Karl Harrer foi forçado a sair da DAP, e como Hitler mudou-se para cortar a ligação do partido com a Sociedade de Thule, que posteriormente entrou em declínio e foi dissolvida, cinco anos mais tarde, bem antes de Hitler chegar ao poder.

Wilhelm Laforce e Max Sesselmann (Münchener Beobachter) eram membros de Thule, que mais tarde aderiram ao NSDAP.

Rudolf von Sebottendorff tinha retirado da Sociedade de Thule, em 1919, mas em 1933 ele retornou à Alemanha com a esperança de reviver isso. Naquele ano, ele publicou um livro intitulado “bevor Hitler kam: antes de Hitler chegar, no qual ele afirmou que a Sociedade de Thule tinha preparado o caminho para o Führer: “Os Thulers foram os únicos a quem Hitler veio pela primeira vez, e os Thulers foram os primeiros a unir-se à Hitler. ” Este discurso não foi bem visto pelas autoridades nazistas: a partir de 1933, as organizações esotéricas (incluindo ocultistas völkisch) foram suprimidas, muitas foram fechadas pela legistação anti- maçônica, em 1935. O livro de Sebottendorff foi proibido e ele mesmo foi detido e preso por um curto período em 1934, depois partiu para o exílio na Turquia.

No entanto, tem-se argumentado que alguns membros da Thule e suas idéias foram incorporadas ao Terceiro Reich. Alguns dos ensinamentos da Sociedade Thule foram expressas nos livros de Alfred Rosenberg. Muitas idéias ocultas estão relacionadas à Heinrich Himmler, que, ao contrário de Hitler, tinha um grande interesse no misticismo, mas a Schutzstaffel (SS), sob comando de Himmler é relacionada a estrutura de Inácio de Loyola da ordem jesuíta, em vez da Sociedade de Thule.

Fonte: Wikipedia

Tradução e adaptação: By Jânio

Vinte e cinco pontos chaves do nazismo

Suástica – O simbo obscuro do nazismo

Gestado – Choque de raças

T4 – Projeto nazista da morte

A duvidosa teoria da evolução de Darwin

Eugenia – Da genética ao nazismo

agosto 27, 2012 Posted by | Arquivo X | , , , , , , , , , , | 3 Comentários

A sociedade Mão Negra

mão negra

Sociedade Secreta

Os dias que antecederam a Grande Guerra foram muito conturbados, notava-se instabilidade por toda parte, devido as regiões anexadas a outros países, questões mal resolvidas, etc.

A vitória da Alemanha (de Bismark) contra a França (de Napoleão III), criou um clima de revanche que, somado a indústria bélica e ao imperialismo econômico, levaria ao início de uma das maiores guerras da história. Só faltava alguém para acender o estopim – Em regiões tão instáveis, isso não seria difícil de acontecer.

Com medo da revanche francesa, a Alemanha se aliou à Itália e ao Império Áustro-Húngaro, formando a Tríplice Aliança. Em 1.907, era formada a Tríplice Entente (Inglaterra, França e Rússia).

O Império Áustro-Húngaro anexou duas regiões das Balcãs, Bósnia e Herzegovina. Como nessa região havia muitos sérvios, isso desagradou a Sérvia, outro estado das Balcãs que desejava a união da região(Iugoslávia), com o apoio Russo.

Na região da Sérvia, havia uma organização secreta chamada Ujedinjenje Ili Smrt (Unificação ou Morte) – Qualquer semelhança com “Independência ou Morte”, não é mera coincidência, é conspiração mesmo.

Essa organização secreta, também conhecida como “Mão Negra”, foi fundada por ex-membros de uma outra sociedade chamada Narodna Odbrana (Defesa do Povo). Realizavam pan-eslavismo e nacionalismo através de assassinatos.

O objetivo do “Mão Negra” era unir as regiões com populações eslavas, sob o domínio do Império Áustro-Húngaro.

A “Mão Negra” foi responsável por planejar e executar a morte do arquiduque Francisco Ferdinando, príncipe-herdeiro do Império Áustro-Húngaro. Apesar dos assassinos serem amadores, é importante observar como funcionam as estratégias de uma organização secreta conspiratória.

Os jovens nacionalistas que prepararam o ataque ao príncipe-herdeiro, eram membros de um grupo chamado Jovem Bósnia. Segundo alguns historiadores, eles (jovens bósnios) teriam assassinado, também, Alexandre I da Sérvia.

O assassinato do príncipe-herdeiro deu origem à Grande Guerra, quando o Império Áustro-Húngaro (Tríplice Aliança) declarou guerra à Sérvia, apoiada pela Rússia (Tríplice Entente), dando uma pequena mostra da teoria de “Efeito Borboleta/Teoria do Caos”, onde a queda de uma simples folha seca poderia dar início à transformações no mundo inteiro.

O ataque começou a ser planejado pelo coronel Dragutin Dimitrijevic, da Sérvia. Ele ficou sabendo da desastrada visita que o arquiduque faria, justamente num feriado nacional, em Junho de 1.914.

Acontece que os “Jovens Bosnios” também ficaram sabendo, eles também começaram a planejar um atentado.

A Mão Negra foi patrocinado com verba estatal – Qualquer lembrança do Golpe de 64 será bem-vinda.

Três dias antes da chegada do príncipe, três integrandes do “Jovem Bósnia” atravessaram a fronteira da Sérvia, com a ajuda do Coronel (Mâo Negra), responsável pela segurança da Sérvia.

Curiosidade: O autor do disparo que matou o arquiduque, chamava-se Princip. Os três jovens estudantes chamavam-se: Gavrilov Princip, Nedjelko Cabrinovic e Trifko Grabez.

Os três jovens estudantes encontraram mais quatro, todos amadores e portadores de tuberculose – Não há dúvida que o coronel sabia o que fazia.

O Coronel (Mâo Negra) forneceu 4 pistolas, 6 bombas e veneno (cianeto). Caso algo desse errado, tomariam o veneno, antes de serem capturados.

Deu tudo errado no dia da chegada do príncipe:

O arquiduque e sua esposa chegaram de trem e seguiram em carro aberto, capota baixa, alvo perfeito.

Apenas Cabrinovic lançou a bomba, tomou cianeto e jogou-se no rio. O veneno estava vencido, o rio era raso demais, até a bomba acertou o carro errado da comitiva.

Depois de desabafar com o Prefeito, a comitiva preparava-se para deixar o local, evitando outros atentados e dirigindo-se ao hospital onde estavam os feridos. O carro foi levado direto ao encontro de Princip, o assassino, levantando a suspeita de que fora tudo uma armadilha.

Receita para uma boa conspiração política, com direito à atentado:

Uma boa organização secreta; voluntários amadores, inteligentes, psicopatas sem um objetivo específico de vida, com uma doença sem cura; princípios fundamentalistas.

Fontes: Marlene & Silva, BBC, Wikipedia

Texto: By Jânio

junho 5, 2011 Posted by | Arquivo X | , , , , | 12 Comentários

Os ceguinhos que começaram a ver

Visão de cego

Visão da sociedade

Havia uma família na periferia, sem pai, faziam o possível para sobreviver.

Todos os irmãos eram muito ativos, dois em especial chamavam a atenção, por gostarem muito de cantar.

Os dois cantores mirins eram muito conhecidos na vila, mas, no centro da cidade, ninguém os conhecia.

Quando adotaram o nome artístico de “Os Ceguinhos”, sua fama se espalhou por toda a região, todos passaram a admirar o talento precoce dos dois meninos.

Com dois óculos escuros, “Os Ceguinhos” faziam shows, bailes, davam até autógrafos. Muita gente usava os cantores mirins como temas motivacionais de suas palestras.

Vejam só, meus amigos, um exemplo de superação, dois jovens que tinham tudo para ser rebeldes, tristes e desanimados, mas vejam sua alegria, esses “Ceguinhos” mostram que é possível superar nossos problemas, desenvolver nossas habilidades em busca de uma vida melhor, independente de qualquer problema.

A fama dos “ceguinhos” aumentava cada vez mais, todos os veículos de comunicação falavam das duas revelações da música e elogiavam o seu estilo de cantar.

Um dia, porém, quis o destino que suas carreiras chegasse ao fim, alguém que andava pela periferia descobriu que os “Ceguinhos” enxergavam muito bem, foi um escândalo.

Na vila, nada mudou, todo mundo sabia que os ceguinhos enxergavam, mas ninguém se lembrou de avisar a mídia de sua boa visão.

Quando a história de que “Os Ceguinhos” viam, se espalhou, as pessoas se irritaram – “Como vocês puderam mentir tão descaradamente, levar as pessoas a acreditar que vocês eram cegos?” – perguntou um comunicador.

Um dos “Ceguinhos” calmamente respondeu: “Nós não mentimos, nós dissemos que éramos “Os Ceguinhos” – a dupla – nunca dissemos que tínhamos deficiência visual, todo nosso bairro sabe que não somos cegos, mas o nome da dupla é “Os Ceguinhos”, continuamos sendo “Os Ceguinhos”, mesmo não tendo deficiência visual.

Seus fãs ficaram inconsolados, não admitiam a hipótese de “Os Ceguinhos” poderem ver, não aceitaram a explicação dos “Ceguinhos”.

Diz a lenda que “Os Ceguinhos” impulsionados pelo sucesso, mudaram se para uma região metropolitana e gravaram um cd, outros dizem que os ceguinhos viraram funcionários públicos, de certo, se sabe que o nome da dupla nunca mais foi ouvido na pequena cidade.

A emoção de ver dois “Ceguinhos” fazendo sucesso, foi tamanha, que a população se esqueceu de perguntar se os dois “Ceguinhos” realmente não viam ou se era só um nome artístico, não aceitou o fato de dois “ceguinhos” começarem a ver.

“O preconceito só não é maior que o descaso social e a hipocrisia”.

By Jânio

maio 7, 2010 Posted by | Piadas | , , , , , , , , , | 2 Comentários

Caso Isabela Nardoni distorce a realidade da justiça.

dramalhão na justiça

Caso de justiça

O julgamento de Isabela Nardoni transformou-se em um espetáculo para a classe média, e para as pessoas mais pobres também, mas não foi fácil criar essa enrolação.

O primeiro passo para chamar a atenção das pessoas foi dado no início, pela imprensa marrom, dando ênfase nos detalhes sórdidos, para aumentar a audiência dos programas medíocres. Como o caso se revelou fácil de solucionar, devido aos precedentes, álibis mal sustentados e o ambiente sórdido da família onde a menina vivia, ficou fácil de se chegar aos culpados, segundo a justiça dos homens.

Na realidade, a classe média já tem uma tendência pelos culpados, mas a novela fica muito mais interessante quando os pais, nesse caso o pai do réu, faz questão de defender seu filho até o fim, mesmo não tendo certeza sobre a sua inocência – Seria complexo de culpa?

Crimes como esse não deveriam ter apenas um culpado, nesse caso dois – também não entendi – talvez a acusação queira afirmar que a madrasta má matou a menininha, para depois o pai, ou a própria, jogar a menina do prédio, sendo que o pai a defenderia por amor. Todas as pessoas próximas a vítima tem alguma culpa.

O fato é que, com a audiência garantida na classe média, só faltava criar uma estrutura de novela para o drama. Será que o drama é apropriado para menores de 16 anos? – eu censuraria até os vinte e um anos, mas tudo bem.

Aqui entram as nossas instituições falidas: polícia, legislação, profissionais da área jurídica, etc.

Não é à toa, tamanho sucesso. As pessoas não tem acesso à um reality como esse todo dia, muito menos ver a justiça ser feita, de fato, em seus mínimos detalhes. Parece incrível, mas vai acontecer uma justiça, mesmo que seja preciso mobilizar centenas de pessoas para resolver o caso, tanto da área pública, quanto da área privada – é verdade gente, a iniciativa privada já oferece profissionais na área de criminalística, mas só para os bacanas, e olha que eu nem sei de que é que a família Nardoni vive, mas deve viver bem, pelos registros do reality.

Refletindo melhor, fico imaginando a porcentagem que esse caso representa na área criminal, quantas Isabelas Nardonis são assassinadas pelo Brasil afora, só em Minas Gerais, onde mais se abandonam bebês, o que é praticamente um homicídio, já assisti a vários. Sem falar aquele de Curitiba, pelas investigações, a mãe sofria de depressão, estresse… interessante que ela jogou o bebê, mas na hora de se jogar o estresse não foi suficiente, talvez fosse até melhor que ela tivesse morrido, caso fique comprovado sua doença; a consciência pesada vai ser uma barra para ela, desde que seja inocente, é claro.

O caso de Curitiba foi “interessante” porque a mãe se entregou na hora, diminuindo o agravante.

São milhares e milhares de crimes pelo Brasil afora, alguns nem chegam a ser registrados, porque a própria família não se interessa pela investigação. A polícia nem sempre insiste, afinal, olha o trabalhão que dá uma investigação dessas.

Fica-se com a sensação de que tudo foi resolvido, que a justiça existe. Uma grande ilusão, já que os cortes, nos gastos públicos, quase sempre são feitos com o pessoal, ou seja, na qualidade do serviço público. A imprensa marrom não criou o reality? – a mídia não criou a novela? – então cabe a justiça concluir o caso e mostrar a ilusão de que tudo funciona perfeitamente bem no Brasil.

São com notícias boas que a bolsa de valores sobem e o dólar cai, essa regra vale na estatística dos políticos também, tudo sob controle, a não ser quando São Pedro resolve fazer chover, aí, obriga até o “pobre azarão” do governador Serra a esconder sua candidatura, pelo menos até a chuva passar.

Kassab não teve tanta sorte, foi cassado depois da última tempestade, não sei quem foi o responsável, mas o alagamento tem a ver com isso. Ah! isso tem!

José Roberto Arruda sente a falta de um santo protetor dos políticos, o PMDB quase criou o São Tancredo, mas não foi aceito, nem precisa, quem tem o Sarney…

Viva a República Federativa “Militar” do Brasil!

By Jânio.

março 25, 2010 Posted by | Policia | , , , , , , , | 115 Comentários

O clube de Bilderberg

organização secreta

Teoria da Conspiração

Você já ouviu falar em teoria de conspiração? – certamente que sim.

Apesar de parecer coisa de lunático, não é difícil imaginar que grupos de pessoas mais ricas, a elite da sociedade, esteja constantemente conspirando, procurando maneiras de manipulação de mídias, sistemas políticos e interesses econômicos.

Nós vemos isso o tempo todo, em menor escala: em diretoria de instituições, administração de empresas, gestão pública, etc. De um jeito ou de outro, as lideranças estão sempre em atividade. Até aí tudo bem.

O problema maior surge quando alguns grupos iniciam articulações, reunindo essas lideranças, apresentando a eles suas propostas e motivos pelos quais desejam que algum movimento seja iniciado. Isso pode surgir para o bem ou para o mal, o que há em comum, nesse processo, é o interesse de grupos econômicos. Em alguns casos, até a guerra pode se tornar um bom negócio para essas pessoas.

Suas reuniões são sempre secretas, pelo menos o conteúdo, seus membros não são registrados, os assuntos não são divulgados.

Suas reuniões são sempre motivos de polêmicas, já que a sociedade não tem conhecimento de suas decisões. O que se sabe é que há interesse da própria elite, já que uma conferência, para fins sociais, teria a participação da sociedade e seria pública.

Recentemente, por exemplo, um grupo de empresários ricos criou um Banco em cima de uma plataforma, em pleno mar, fora dos direitos  de costa marítima dos países.

Até hoje não descobri se era sério, ou se era boato, o que eu sei é que essa história começou depois do ataque de 11 de setembro, quando os EUA iniciaram uma devassa nos paraísos fiscais, em busca de fundos suspeitos para terroristas; não é a toa que Bush se tornou o homem mais odiado do mundo, lembram do bloqueio da poupança?

O mundo capitalista é assim, tudo sob o mais rígido controle, exceto se algo ameaça esse equilíbrio, nesse caso esses grupos tem de agir rápido. Há suspeitas. por exemplo, de que o ataque de 11 de setembro tenha sido uma conspiração do serviço secreto, às vésperas de um crash total.

Paulo Maluf, por exemplo, foi uma das maiores vítimas. Ele continua jurando até hoje que o dinheiro não é dele, mas fortunas como essas não surgem do nada, não são tão fáceis de lavar.

Um grupo muito citado, recentemente, em outro artigo, foi o clube de Bilderberg, que recebeu esse nome devido ao hotel onde fizeram a primeira reunião, o Hotel Bilderberg, em 1.954, na Holanda.

Seus encontros são cheios de mistérios e acontecem, normalmente, na Europa. O Clube tem um escritório em Leiden, noa Países Baixos, apesar de não serem oficialmente constituídos.

No início, o pretexto era conter o processo anti-americano que vinha aumentando na Europa Ocidental, depois de criada a rede informal de representantes de todos os países, a conferência foi presidida pelo então Príncipe da Holanda, logo envolvido em escândalos de corrupção. A partir daí, começaram a ser escolhidos os EXs: ex-Presidente da Alemanha, ex-Presidente da OTAN, economistas e Ex presidentes de bancos.

O mais interessante é que as reuniões não são secretas, a lista de participantes, tudo é público, o que é secreto é só o conteúdo da conferência, os temas discutidos na reunião. Nada pode vazar para a imprensa ou para a população em geral, que não faz parte dos indivíduos convidados.

Segundo as más línguas, o fato dessa aproximação secreta e informal entre os EUA e a Europa, tem o objetivo de controlar o mundo, isso também não é nenhuma novidade.

É interessante como os donos das maiores empresas de comunicação do mundo são convidados, ficando seus jornalistas sem as informações. Isso mostra como caminha a humanidade, ou a elite da humanidade.

Será que há motivo para as pessoas ficarem em pânico? – eu nem conhecia esse clube, mas já suspeitava desde o início.

Veja a listinha da Wikipedia e depois me diga se você está preocupado. OBS A Wikipedia está em apuros financeiros e precisando de sua ajuda.

Participantes do Bilderberg incluem membros de bancos centrais, especialistas em defesa, barões da imprensa de massa, ministros de governo, primeiros-ministros, membros de famílias reais, economistas internacionais e líderes políticos da Europa e da América do Norte. Alguns dos líderes financeiros e estrategistas de política externa do Ocidente participam do Bilderberg. Donald Rumsfeld é um Bilderberger activo, assim como Peter Sutherland, da Irlanda, um ex-comissário da União Européia e presidente do Goldman Sachs e British Petroleum. Rumsfeld e Sutherland compareceram em conjunto em 2000 na câmara da companhia de energia suíço-sueca ABB. O político e professor universitário Jorge Braga Macedo e Francisco Pinto Balsemão são dois exemplos portugueses. O ex-secretário de defesa dos Estados Unidos e atual presidente do Banco Mundial Paul Wolfowitz também é um membro, assim como Roger Boothe Jr. O presidente atual do grupo é Etienne Davignon, empresário e político belga.

George Soros; Henry Kissinger; David Rockefeller e família; George Bush e família; Bill Clinton e Hilary Clinton; Thimoty Geithner; Susan Rice; Gen James L. Jones; Thomas Donilon; Paul Volcker; Admiral D C Blair; Robert Gates; James Steinberg; Richard M Haass; Alan Greenspan; Richard C Holbrooke; e muitos outros.

Nessas horas eu fico feliz de não ser tão importante.

By Jânio.

Leia mais:

http://actualidad.rt.com/economia/global/issue_9504.html

janeiro 17, 2010 Posted by | Arquivo X | , , , , , , , , , , , | 25 Comentários

As aparências enganam

medo da vida

Talvez ninguém tenha notado,  mas o caso do suicídio de Leila Lopes poderia fazer muita gente pensar sobre um problema moderno, que tem se agravado a nível global, a hipocrisia da classe média alta.

Não é muito raro uma pessoa enlouquecer diante dos vários preceitos, costumes, regras e protocolos que regem a hipócrita classe média alta.

Na classe média alta, é muito comum encontrarmos pessoas sem princípios, vampiros sociais dispostos a sugar até a última gota de sangue de sua vítima, a pessoa mais próxima. A televisão funciona quase como um anestésico, para que as pessoas submetidas as situações adversas não sintam dor.

Estão se tornando comum, pessoas usarem a polêmica como ferramenta de marketing, essa ferramenta adquire uma força muito grande, com uma pequena ajuda da internet. Qualquer escândalo é logo analisado por especialistas, acompanhados caso a caso, avaliando a chance de sucesso das pessoas envolvidas; é como se estivessem dinamitando uma mina de diamante, o único problema é calcular a potência dessa bomba e seus efeitos incertos.

Temos testemunhado vários casos de flagras, às vezes forçados, por paparazzi, indivíduos que não tem a menor noção sobre privacidade, basta uma janela aberta para que se criem um escândalo.

Notando o potencial dessa tendência, algumas celebridades tem espalhado seus flagrantes pela internet, o canal número um em divulgações duvidosas, são muitas as celebridades que se deram muito bem com essa super-exposição íntima.

Antes de se expor a uma situação como essa, a pessoa deveria, no mínimo, fazer uma pequena análise psicológica, isso deveria ser feito por parte das empresas que tem interesse na exploração dessa polêmica.

O caso da Bruna Surfistinha, parece um caso clássico de polêmica que deu certo. O alter-ego de Bruna, não tem o menor constrangimento, nem complexo de culpa, sua posição é bem clara. Ela é vítima da sociedade.

Essa tática funciona muito bem, com uma pequena ajuda da mídia, que também se beneficia, ajuda a sugar um pouco o sangue da vítima.

Cláudia Cadilac, Gretchen, Regininha Poltergeist, todas são grandes exemplos de pessoas que conviviam com a sexualidade à flor da pele, portanto, fazer um filme pornô mudou pouco em suas vidas. Todas elas subiram em suas carreiras, ficaram mais conhecidas, ganharam mais dinheiro em final de carreira.

No caso da Leila, o caminho foi inverso, trabalhou nas maiores empresas de sua área, achou que podia lidar com a questão do escândalo. Não conseguiu.

Em caso de suicídios, a hipocrisia impede que a sociedade consiga identificar sua própria culpa, mas ela fica evidente, para quem quer ver. Todas a pessoas mais próximas tem muita culpa. Diante de uma transformação muito grande, na vida de uma pessoa, ela ficará super-exposta, portanto frágil, os sintomas de instabilidade estarão visíveis, para um olhar mais atento.

No caso de Leila, duas hipóteses poderiam ser verificadas:

Primeira : Ela ficaria longe da família, sugerindo uma certa independência, ficando com a parte psicológica toda comprometida, onde as pessoas mais próximas poderiam ser amigas ou fingirem ser, como é comum na classe média alta. Nesse caso, é como se a pessoa tivesse muitos amigos, mas continua sempre sozinha com seus problemas.

Segunda : Nessa hipótese, ela não se afastaria da família, nem dos amigos; continuaria sua vida normal, como se nada tivesse acontecido. Inconscientemente, sua mente estaria no limite da loucura, onde a pessoa pode agir por impulso, em busca de uma saída para sua mente em chamas, havendo sempre a possibilidade de as pessoas mais próximas cobrarem  um preço, por estarem ao lado de uma pessoa exposta na mídia.

Em qualquer um dos casos, o desfecho será o mesmo: Uma tragédia.

Leila Lopes já era famosa há muito tempo, não era do primeiro time, mas estava sempre bem próxima a isso. Essa vida a colocou ao lado de muita gente importante.

Quando fez o filme pornô, muita gente se viu incomodada com isso, criticou, a sociedade cobrou um preço.

Se na juventude, isso já é difícil lidar, imaginem aos cinquenta anos, quando o cérebro está mais maduro, geralmente em busca do sentido da vida.

Leila Lopes foi encontrada sozinha, em seu apartamento, em suas cartas, ao seu lado, o último pedido de socorro à última pessoa que ela conseguia lembrar: Deus.

Ao seu lado, antidepressivos mostram como deveria ser sua vida, o veneno de rato completa o cenário de loucura, de ato impulsivo, que poderia ser pensado mil vezes, mesmo assim continuaria sendo impulsivo.

Sua afirmação, de que não se matou, mas que foi em busca de Deus, pode ser facilmente interpretado.

“Fiquem cientes que não bebo e não uso drogas, eu decidi que já fiz tudo que podia fazer nessa vida. Tive uma vida linda, conheci o mundo, vivi em cidades maravilhosas, tive uma família digna e conceituada, brilhei na minha carreira, ganhei muito dinheiro e ajudei muita gente com ele”

“É preciso coragem para deixar esta vida. Saibam todos que tiverem conhecimento desse documento que não estou desistindo da vida, estou em busca de Deus. Não é por falta de dinheiro, pois com o que tenho posso morar aqui, em Floripa ou no Sul. Mas acontece que eu não quero mais morar em lugar nenhum. Eu não quero envelhecer e sofrer. Eu vi minha mãe sofrer até a morte e não quero isso para mim. Eu quero paz!”.

Além do texto acima, a atriz afirmava ter sido guerreira, não ter mais objetivos na vida, estar cansada, apesar de ter dinheiro suficiente para viver. Disse que Deus a perdoaria por ter tirado a própria vida e que queria paz.

Os sintomas são bem claros, de instabilidade emocional, seu lado psicológico estava no limite, de acordo com os trechos da carta, divulgado a imprensa.

Ela sempre deixava claro a impossibilidade de conseguir papéis em televisão, ela nunca olhou em baixo da ponte, onde muitas pessoas passam fome, junto com toda a família. Isso mostra que ela sentia necessidade de mostrar uma imagem para a sociedade, imagem que ela manteve até o fim, apesar de suas palavras denunciarem uma mente sofrida.

By Jânio

dezembro 10, 2009 Posted by | Reflexões | , , , , , , , , , | 18 Comentários

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: