Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Cúpula de magnatas irrita ativistas nos EUA

Cúpula dos Magnatas

Uma sociedade secreta, uma associação de interesses em comuns, um grupo de magnatas conspiradores e líderes mundiais. O que é isso? Quem são eles?

Aqui estão algumas perguntas elaboradas por ativistas e jornalistas que se reuniram em Marriott Westfields Hotel em Chantilly, Virgínia, que este anos serviu para sediar a cúpula anual do misterioso Clube de Biderberg.

Adam Kokesh, jornalista e ativista de movimentos de protestos, assinala que a atual situação não é um grupo de gente que diz: “Vamos conspirar para isto ou aquilo”. Trata-se unicamente da super elite mundial que se reúne para continuar e perpetuar seu poder.

O clube de bilderberg se reúne anualmente há quase sessenta anos a portas fechadas, em meio a um hermetismo total e sem informar aos meios de comunicação sobre seus debates e decisões.

Luke Rudkowski, fundador da WeAreChange, organização midiática independente que busca revelar as mentiras dos governos e corporações globais, assinala a respeito dos participantes do foro que “as vezes eles mentem, camuflam-se em mentiras. É muito significativo vê-los correndo ao ouvir as perguntas dos jornalistas sobre o que fazem aqui, sua reação já diz tudo.”

Sobre os temas que discutem os integrantes do encontro, sabe-se muito pouco. Assim, por exemplo, a reunião do ano passado gerou um mar de incógnitas sobre a realidade em que vivemos.

Alex jones, fundador da empresa midiática InfoWars, arrisca: “eles tratam de pressionar o Banco Mundial para que resolva problemas que eles mesmos criaram. Pedem mais medidas policiais, como a identificação de dados pessoais na internet. “

A crise da Eurozona, o futuro da Grécia e a presidência dos EUA, são alguns dos principais temas que tratam os participantes do forum, em sua reunião deste ano. Outro entre os assuntos principais que estão no centro das atenções deste grupo é uma forte integração na zona do euro, com mais restrições a liberdade dos governos nacionais. No que se trata da importância destes temas, tudo está sob sigilo absoluto.

“As discussões de políticas internacionais permanecem sob sigilo, já que as decisões que tomam não seriam necessariamente apoiadas pelo povo”, aponta o jornalista Dan Dicks de Press for Truh TV, a respeito do sigilo dos participantes do forum.

Enquanto isso, Mateus Medina, Truth Exposed Radio, acredita que “um bom trabalho é aquele que está à vista”, acrescentando que “quando algo é feito em segredo, é o nosso trabalho torná-lo público. É por isso que estamos aqui para cobrir como jornalistas e, assim, expor o Clube Bilderberg “.

Por conta de todo esse mistério em relação ao Clube de Bilderberg, o encontro se tornou mais um espetáculo que uma reunião para solucionar os problemas reais do mundo.

Cristina Martin Jimenez, jornalista e autora do primeiro livro sobre este clube, assegura que o coletivo é capaz de gerar situações tão controvertidas como a atual crise financeira, simplesmete seguindo seus interesses e desejo de criar um governo e controle totais.

Historicamente, o Grupo Bilderberg foi aceito pelas pessoas como um grupo que decidia nosso futuro, entretanto, com os anos, cada vez menos pessoas acreditam no sentido responsável, divino, deste fórum.

“As pessoas de todo mundo estão despertando. Muitos entendem que os líderes do governo dos EUA estão sendo comprados de maneira criminosa por esse grupo”, aponta Alex Jones do InfoWars.

O mistério que cerca esse encontro está provocando maior indignação com o passar dos dias. Os ativistas que esperam diante das portas do quartel general deste batalhão de magnatas, não pedem para ser participantes da reunião, mas sim, ao menos demandam clareza a respeito do que ali se fala. Isto porque em cada um destes foruns é o futuro da grande maioria da população que está sobre a mesa.

Fonte: RT-TV


O clube de bilderberg

junho 3, 2012 Posted by | Internacional | , , , , , , , | 1 Comentário

Tryvertising – A melhor forma de fisgar o cliente

pescando clientes

Marketing Moderno

Uma novidade que está chegando ao Brasil, uma revolução em termos de marketing, é o tryvertising, mistura de teste com publicidade. À princípio é um processo de marketing, onde as pessoas recebem os produtos gratuitamente, para testarem, desde que apresentem um feedback, ou seja, deem a sua opinião sobre os tais produtos.

Ao contrário do que vem sendo anunciado, a ideia não está surgindo agora, já havia no Japão; também não está chegando agora, já havia na internet, com uma grande vantagem, na internet não se pagava nada mesmo, nem no cadastro, nem anuidade.

Tanto a Editora Abril quanto várias outras empresas brasileiras já vinham testando o sistema, via internet ou telefone, não havia nenhum custo para as pessoas, podia-se ler a revista “Veja” por algum tempo, para depois decidir se realmente ia assinar.

A novidade, agora, fica por conta da loja, com o espaço físico, haverá uma procura maior por pessoas sem acesso à internet, se bem que Sample Central implicará em uso da internet, para acesso de seu site.

As duas redes, que chegam com espaço físico ao Brasil, são bastante diferentes entre si, são um verdadeiro convite ao consumismo, o que deverá se espalhar para todo o Brasil. Dentro desse processo de análise e avaliação de mercado, os principais interessados, indústrias querendo testar e lançar seus produtos e empresas objetivando a publicidade e pesquisa de opinião, deverão pagar até 13.000 reais por produto exposto e ofertado gratuitamente na loja.

Lembrando que a pequena quantidade de produtos, retirada pelo cliente, implica em responder ao questionário e ao cadastro. Para um mercado que adora gastar, como é o caso do Brasileiro, é um belo chamariz.

É preciso um certo cuidado com esse tipo de proposta de marketing, o micro-crédito revelou-se uma grande dor de cabeça, coisa que nem o governo previa, além de resultar em grande lucro para os bancos e instituições de crédito, muitos aposentados ficaram tão endividados que não tinham como viver sem sua aposentadoria, logo o sistema foi regularizado, criando-se um limite para o crédito consignado.

Vamos torcer para que as pessoas menos informadas não sejam os principais clientes e vítimas de estratégias mal intencionadas.

Os cartões de crédito, oferta de empréstimo e financiamentos, para o pagamento desses produtos, são bons exemplos de como podem comprometer o orçamento doméstico de uma pessoa, no caso de revistas e livros comprometem menos. Os grandes financiamentos que, certamente, deverão ser ofertados em associação com Bancos, por exemplo, para pagamento de motos e carros, merecem uma atenção especial.

Para quem já se encontra em condições de arriscar, eis os endereços:

Clube Amostra Grátis – www.clubeamostragratis.com.br – Rua Harmonia, 213, São Paulo (SP) – R$ 50 na inscrição – Não é necessário marcar a visita- retirada de produtos uma vez por mês.

Sample Central – www.samplecentral.com.br – Rua Augusta, 2078 / 2080, São Paulo (SP) – R$ 15 por ano – É preciso programar pelo site a visita – a retirada dos produtos estará liberada todos os dias.

Só será possível levar os produtos para casa, até 100 reais, caso ultrapassem esses valores, os produtos só poderão ser testados na loja, como é o caso de computadores de alta performance, com valor de 20 mil reais.

O Amostra Grátis permite a retirada de até cinco produtos ao mês; o Sample Central permite retirada todos os dias, mas é necessário o acesso ao site e responder os questionários rotineiros, desse tipo de serviço.

Resumindo: Você responde um questionário de pesquisa de mercado e ganha vários produtos, mas é preciso se cadastrar e oferecer os seus dados, aí é que mora o perigo.

By Jânio

maio 13, 2010 Posted by | oportunidades | , , , , , , , , | 15 Comentários

O clube de Bilderberg

organização secreta

Teoria da Conspiração

Você já ouviu falar em teoria de conspiração? – certamente que sim.

Apesar de parecer coisa de lunático, não é difícil imaginar que grupos de pessoas mais ricas, a elite da sociedade, esteja constantemente conspirando, procurando maneiras de manipulação de mídias, sistemas políticos e interesses econômicos.

Nós vemos isso o tempo todo, em menor escala: em diretoria de instituições, administração de empresas, gestão pública, etc. De um jeito ou de outro, as lideranças estão sempre em atividade. Até aí tudo bem.

O problema maior surge quando alguns grupos iniciam articulações, reunindo essas lideranças, apresentando a eles suas propostas e motivos pelos quais desejam que algum movimento seja iniciado. Isso pode surgir para o bem ou para o mal, o que há em comum, nesse processo, é o interesse de grupos econômicos. Em alguns casos, até a guerra pode se tornar um bom negócio para essas pessoas.

Suas reuniões são sempre secretas, pelo menos o conteúdo, seus membros não são registrados, os assuntos não são divulgados.

Suas reuniões são sempre motivos de polêmicas, já que a sociedade não tem conhecimento de suas decisões. O que se sabe é que há interesse da própria elite, já que uma conferência, para fins sociais, teria a participação da sociedade e seria pública.

Recentemente, por exemplo, um grupo de empresários ricos criou um Banco em cima de uma plataforma, em pleno mar, fora dos direitos  de costa marítima dos países.

Até hoje não descobri se era sério, ou se era boato, o que eu sei é que essa história começou depois do ataque de 11 de setembro, quando os EUA iniciaram uma devassa nos paraísos fiscais, em busca de fundos suspeitos para terroristas; não é a toa que Bush se tornou o homem mais odiado do mundo, lembram do bloqueio da poupança?

O mundo capitalista é assim, tudo sob o mais rígido controle, exceto se algo ameaça esse equilíbrio, nesse caso esses grupos tem de agir rápido. Há suspeitas. por exemplo, de que o ataque de 11 de setembro tenha sido uma conspiração do serviço secreto, às vésperas de um crash total.

Paulo Maluf, por exemplo, foi uma das maiores vítimas. Ele continua jurando até hoje que o dinheiro não é dele, mas fortunas como essas não surgem do nada, não são tão fáceis de lavar.

Um grupo muito citado, recentemente, em outro artigo, foi o clube de Bilderberg, que recebeu esse nome devido ao hotel onde fizeram a primeira reunião, o Hotel Bilderberg, em 1.954, na Holanda.

Seus encontros são cheios de mistérios e acontecem, normalmente, na Europa. O Clube tem um escritório em Leiden, noa Países Baixos, apesar de não serem oficialmente constituídos.

No início, o pretexto era conter o processo anti-americano que vinha aumentando na Europa Ocidental, depois de criada a rede informal de representantes de todos os países, a conferência foi presidida pelo então Príncipe da Holanda, logo envolvido em escândalos de corrupção. A partir daí, começaram a ser escolhidos os EXs: ex-Presidente da Alemanha, ex-Presidente da OTAN, economistas e Ex presidentes de bancos.

O mais interessante é que as reuniões não são secretas, a lista de participantes, tudo é público, o que é secreto é só o conteúdo da conferência, os temas discutidos na reunião. Nada pode vazar para a imprensa ou para a população em geral, que não faz parte dos indivíduos convidados.

Segundo as más línguas, o fato dessa aproximação secreta e informal entre os EUA e a Europa, tem o objetivo de controlar o mundo, isso também não é nenhuma novidade.

É interessante como os donos das maiores empresas de comunicação do mundo são convidados, ficando seus jornalistas sem as informações. Isso mostra como caminha a humanidade, ou a elite da humanidade.

Será que há motivo para as pessoas ficarem em pânico? – eu nem conhecia esse clube, mas já suspeitava desde o início.

Veja a listinha da Wikipedia e depois me diga se você está preocupado. OBS A Wikipedia está em apuros financeiros e precisando de sua ajuda.

Participantes do Bilderberg incluem membros de bancos centrais, especialistas em defesa, barões da imprensa de massa, ministros de governo, primeiros-ministros, membros de famílias reais, economistas internacionais e líderes políticos da Europa e da América do Norte. Alguns dos líderes financeiros e estrategistas de política externa do Ocidente participam do Bilderberg. Donald Rumsfeld é um Bilderberger activo, assim como Peter Sutherland, da Irlanda, um ex-comissário da União Européia e presidente do Goldman Sachs e British Petroleum. Rumsfeld e Sutherland compareceram em conjunto em 2000 na câmara da companhia de energia suíço-sueca ABB. O político e professor universitário Jorge Braga Macedo e Francisco Pinto Balsemão são dois exemplos portugueses. O ex-secretário de defesa dos Estados Unidos e atual presidente do Banco Mundial Paul Wolfowitz também é um membro, assim como Roger Boothe Jr. O presidente atual do grupo é Etienne Davignon, empresário e político belga.

George Soros; Henry Kissinger; David Rockefeller e família; George Bush e família; Bill Clinton e Hilary Clinton; Thimoty Geithner; Susan Rice; Gen James L. Jones; Thomas Donilon; Paul Volcker; Admiral D C Blair; Robert Gates; James Steinberg; Richard M Haass; Alan Greenspan; Richard C Holbrooke; e muitos outros.

Nessas horas eu fico feliz de não ser tão importante.

By Jânio.

Leia mais:

http://actualidad.rt.com/economia/global/issue_9504.html

janeiro 17, 2010 Posted by | Arquivo X | , , , , , , , , , , , | 25 Comentários

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: