Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Entenda o que é a deflação e os efeitos da queda de preços na economia

Wellton Máximo – Repórter da Agência Brasil
Brasília - Adê Rodriges, produtora de sabonetes vegetais e naturais, expõe seus produtos em feira durante o Festival Green Move (Marcelo Camargo/Agência Brasil)
De acordo com o IBGE, o que mais puxou esse resultado foram as quedas nos preços da energia elétrica, dos transportes e dos alimentosMarcelo Camargo/Agência Brasil

No mês passado, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a inflação oficial medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) ficou em -0,23%, a chamada deflação. Esse foi o primeiro resultado negativo em 11 anos.

A deflação significa que os preços dos produtos e serviços caíram durante o mês de junho. De acordo com o IBGE, o que mais puxou esse resultado foram as quedas nos preços da energia elétrica, dos transportes e dos alimentos.

Com a deflação, o consumidor consegue comprar produtos pagando menos, o que, em um primeiro momento, representa a recuperação do poder de compra. A deflação, no entanto, pode indicar dificuldades econômicas se persistir por vários meses.

Deflação é boa ou ruim?

Da mesma forma que a inflação alta representa um problema para a economia, a queda de preços nem sempre representa um bom sinal.

De acordo com a teoria econômica, índices negativos seguidos e generalizados indicam que os empresários estão baixando os preços por não estarem conseguindo vender as mercadorias a consumidores sem dinheiro. Esse comportamento normalmente está associado a países que enfrentam estagnações econômicas prolongadas, como o Japão, ou recessões severas acompanhadas de alto desemprego, como a Grécia.

Após a crise econômica global de 2008, o Japão registrou inflação negativa de 2009 a 2012. Somente em 2013, o país asiático voltou a registrar taxas positivas, mas os preços subiram por causa do aumento de tributos anunciado pelo primeiro-ministro Shinzo Abe ao chegar ao poder. Em 2015 e 2016, o país continuou a registrar taxas positivas, mas próximas de zero.

A situação é mais dramática na Grécia. No início da crise da dívida grega, em 2012, o país ainda registrou inflação positiva, mas após a recessão e as medidas de ajuste fiscal impostas como parte do plano de resgate, a economia grega passou a registrar deflação crônica: -1,82% em 2013 e -2,54% em 2014. Desde 2015, o país tem registrado índices próximos de zero.

Deflação no Brasil

Relativamente comum em períodos de recessão nos países desenvolvidos, a deflação não é frequente no Brasil. De acordo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), que compila estatísticas antigas do país, em poucos momentos da história, o Brasil registrou deflação por vários meses seguidos. A primeira vez foi em 1930, quando os preços caíram 8,9% após a crise do ano anterior que fez o preço do café despencar.

Na história recente, a última vez em que a economia brasileira tinha registrado deflação prolongada tinha sido em 1998, quando a inflação oficial pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) ficou negativo por quatro meses: julho, agosto, setembro e novembro. O índice fechou aquele ano em 1,66%. Na época, o Brasil tinha um câmbio supervalorizado e cresceu apenas 0,34%.

Na década passada, o IPCA ficou negativo em apenas três vezes: em junho de 2003 (-0,15%), em junho de 2005 (-0,02%) e em junho de 2006 (-0,21%). As deflações, no entanto, não indicaram tendência porque os índices encerraram esses anos com resultados positivos: 9,3% em 2003, 5,69% em 2005 e 3,14% em 2006. Somente em junho deste ano, o IPCA voltou a registrar valores negativos.

Edição: Carolina Pimentel
 
Agência Brasil
 

julho 8, 2017 Posted by | Política | , , , | Deixe um comentário

O que é movimento social

novembro 6, 2016 Posted by | Política | , , , | Deixe um comentário

Sistemas de magia

Conhecimento Antigo

Magia do Egito

Sistemas de magia

Magia Contemporânea e Teosofia

A magia contemporânea encontra raízes no trabalho de iniciados como Eliphas Levi e Papus. A teosofia, ou a moderna teosofia, tem, como um de seus fundadores, Helena Petrovna Blavatsky, que foi buscar, no oriente, a fonte de seu importante sistema filosófico. Este sistema não se apresenta exatamente como os sistemas utilizados pelos estudiosos de magia, mas, antes, pretende transmitir o conhecimento esotérico universal que estaria contido em toda e qualquer tradição filosófica ou religiosa. Blavatsky considera, por exemplo, que todos os homens são magos no sentido último da palavra, pois todos podem utilizar o divino poder criador, seja através do pensamento, palavra ou ação.

Magia Universal

A magia universal pode ser definida como: ato de manipular energias espirituais, utilizando-se de toda e qualquer forma de magia existente, independente de sua origem, através de objetos de qualquer natureza, ações ou reações, com objetivo de alcançar desejos próprios ou de terceiros.

  • Objetivos na magia universal de acordo com seus seguidores: autoconhecimento, autocontrole, elevação espiritual e intelectual, equilíbrio social e emocional, domínio do próprio destino, tanto nomundo carnal quanto no futuro mundo espiritual;
  • Código de Ética da Magia Universal: sinceridade, verdade, humildade, respeito aos seus fundamentos e práticas religiosas e aos demais segmentos religiosos independente de sua origem, respeito à todo ser humano ou espiritual independente de sua posição social, raça ou crença; proteger os fundamentos secretos da magia universal e a todos ligados a ela, direta ou indiretamente quando assim solicitarem sigilo; não influenciar terceiros em sua decisão de iniciar-se ou não na magia universal;

Sempre que citamos o sujeito como masculino, também nos referimos ao feminino, ou seja: qualquer degrau da magia universal pode ser ocupado tanto por homens quanto por mulheres, independente de sua cor, raça, ocupação social ou orientação sexual.

Nesta doutrina, os adeptos são conhecidos como:

  • Mestre: aquele que é chefe de seu clã, ou seja, o mago;
  • Discípulos: aqueles que seguem as orientações e ensinamentos de seu mestre.

O mestre chama todos os integrantes de seu clã de discípulos, jamais chama-os de “filhos”. Os discípulos chamam o mago do clã de mestre, jamais de pai ou mãe; Não existem padrinhos ou madrinhas, apenas testemunhas de ritual; Não existem beijos nas mãos como “pedido de benção”: a forma de saudação entre os integrantes, independente de seu degrau, é um aperto de mão estendido, ou seja, a mão de um aperta o antebraço do outro; Em virtude de não haver o tratamento e simbolismo de “família” dentro da magia universal, podem existir relações de qualquer natureza entre seus integrantes, tanto de discípulos com discípulos quanto de discípulos com mestre;

Magia sexual

Agrupam-se, neste item, diversos sistemas (Thelemita, gnóstico etc.) que representam uma versão ocidental da Tantra. A base destes sistemas é a concepção que o sémen do homem e a vulva da mulher são sagrados.

A magia sexual divide-se em diversos sistemas diferentes e conflitantes, a maioria deles derivados do sistema originalmente desenvolvido por Paschal Beverly Randolph e depois por Theodore Reuss na Ordo Templi Orientis (O.T.O.) Podemos considerar os diversos sistemas de magia sexual:

  • Ansariético: criado pelos Ansarichs ou Aluítas (em inglês: Ansaireth ou ainda Nusairis) na Síria antiga
  • Eulis: criado por Pascal Beverly Randolph, um iniciado entre os Aluítas;
  • Sistema da 0. T. 0.: sistema de magia sexual que foi a base daTantra ocidental;
  • Sistema da Fraternitas Saturni: é derivado da O.T.O.;
  • Sistema Maatiano: criado por dissidentes da O.T.O.;
  • Sistema da 0. T. O. A.: derivado da O.T.O., faz uso de práticasastrais de magia sexual;
  • Caos: sistema mágico baseado em “automagia sexual”;
  • Movimento Gnóstico Cristão Universal: sistema de magia sexual acentuadamente ascético fundado pelo neognóstico Samael Aun Weor

Thelema

Sistema criado por Aleister Crowley a partir do recebimento do “Liber AI Vel Legis” (“O Livro da Lei”). Trata-se do início de uma Nova Era (Aeon) de Aquário, onde o ser humano percebe-se como centro de seu próprio universo, assim divino. Thelema, em grego, significa “vontade”. Os axiomas mais importantes para os Thelemitas, constantes no “Livro da Lei”, são: “Faze o que tu queres que há de ser tudo da Lei” (Do what thou wilt shall be the whole of the Law) e “Amor é a lei, amor sob vontade” (Love is the law, love under will), que, diferentemente do que muitos interpretam, não significa “fazer o que quiser”, mas sim a realização daquilo que chamam de “Verdadeira Vontade”, sempre lembrando que isso é um ato de amor perante ahumanidade, mas um amor colocado sob domínio da vontade.

Gnosticismo Samaeliano

Samael Aun Weor, fundador do Movimento Gnóstico Cristão Universal, ensinou a magia sexual como um dos pilares fundamentais do que chamou Revolução da Consciência. Sua principal característica é o que o próprio autor chama de “ascese revolucionária da Era de Aquário”. Ainda de acordo com o autor, metafisicamente, seu processo consiste na “mescla inteligente da ânsia sexual com o entusiasmo espiritual”. Contudo, em termos que se atêm somente à fisiologia desta classe de magia sexual, esta consiste, em suma, na conexão dos órgão genitais masculinos e femininos (chamados pelos termos orientais Lingan e Yoni) evitando-se o orgasmo, tanto masculino quanto feminino, e a perda do sêmen.

O.T.O. (Ordo Templi Orientis)

A Ordo Templi Orientis, fundada por Theodore Reuss e Karl Kellner no princípio do século XX, baseou-se inicialmente na aplicação dos conhecimentos do tantra sobre o sistema da maçonaria. Quando o ocultista inglês Aleister Crowley passou a ter o controle da ordem, seus rituais e filosofia básica foram reformulados para serem interpretados e trabalhados sob a chamada Lei de Thelema. A O.T.O. acabou sendo a origem de diversas dissidências que adotaram diferentes visões sobre a magia. Dentre as dissidências que realizam um trabalho considerado sério, podemos citar a Ordo Templi Orientis Antiqua (O.T.O.A.) e a Tiphonian Ordo Templi Orientis (T.O.T.O.).

Magia Luciférica

Este sistema é desenvolvido por uma fraternidade chamada “Fraternitas Saturni”. É um sistema parecido com o da O.T.O., centralizando suas práticas em magia sexual (em especial nas práticas da “mão esquerda”) e em magia ritualística. A diferença principal em relação a O.T.O. é que, enquanto esta busca a fusão individuada com a energia criadora, porém sem uma representação central, a Fraternitas Saturni busca elevar o espírito humano a uma condição de divindade, representada por Lúcifer. O sistema possui 33 graus.

Magia Enoquiana

A magia enoquiana é um sistema simbolicamente complexo, que consiste na evocação de energias (também chamadas de entidades), e foi proposto pelo astrólogo e alquimista John Dee e por Edward Kelley. O sistema foi posteriormente estudado pela Golden Dawn e por Aleister Crowley.

Magia Musical

Criado por uma renomada ocultista, Juanita Wescott, estudiosa do sistema de Franz Bardon. O sistema de magia musical faz uso dos mais elevados ensinamentos do hermetismo e da cabala, do ponto de vista de Franz Bardon.

Magia Avaloniana

A magia avaloniana é uma forma de espiritualidade Celta, assim como o druidismo e a wicca. Visa principalmente à adaptação da espiritualidade europeia ao Brasil, local onde surge. São politeístas,animistas e creem na transmigração da alma. Trabalham comreconstrucionismo celta.

Wicca

Religião fundada por Gerald Gardner em 1951, resgatando práticas religiosas dos povos celtas. É uma religião voltada para os cultos à natureza, com politeísmo, magia e exoterismo.

Xamanismo

Sistema que deu origem a diversos cultos e religiões e cuja origem remonta à Idade da Pedra. O xamã é uma espécie de curandeiro, com poderes mágicos especiais.

Candomblé

É um sistema semelhante ao vodum, muito popular no Brasil. Consiste na invocação de orixás, voduns e inquices africanos, considerados ancestrais divinizados.

Vodu haitiano

É um sistema popular no Haiti. Assemelha-se ao candomblé e aovodum africano.

Vudu da Luisiana

O vudu da Luisiana é associado à tradição creole de Nova Orleans.

Umbanda

É uma fusão de várias religiões, notadamente a pajelança e ocatimbó, com predominância deste último. Na umbanda, há a invocação, geralmente, de caboclos e pretos-velhos, enquanto que, no candomblé, invocam-se os orixás.

Quimbanda

É um sistema de magia que trata da invocação de entidades chamadas Exus, podendo-se, com a ajuda dessas entidades, fazer tanto o bem quanto o mal.

Outros sistemas

Existem inúmeros outros sistemas místicos e/ou mágicos que possuem os mais diversos fundamentos. O ponto em comum desses diversos sistemas seria atingir um objetivo através do uso de meiossobrenaturais ou ocultos.

Fonte: Wikipedia

Você também pode gostar de:

O que é magia

Descobertas de Maria a judia

Seria Nostradamus um farsante

Celebridades ligadas às ciências ocultas

A evolução do ser humano

Tecnologias do Paquistão

 

julho 16, 2015 Posted by | Reflexões | , , , | Deixe um comentário

Web 3.0 – O futuro da internet

Futuro da Internet

Web 3.0

A Web 3.0, anunciada como a terceira onda da Internet, projeta estruturar todo o conteúdo disponível na rede mundial de computadores dentro dos conceitos de “compreensão das máquinas”e “semântica das redes”.

Dados gerais

O termo Web 3.0 foi empregado pela primeira vez pelo jornalista John Markoff, num artigo do The New York Times e logo incorporado e rejeitado com igual ardor pela comunidade virtual. A principal reação vem da blogosfera. Nos diários virtuais de especialistas detratores, a crítica mais comum é a de que Web 3.0 nada mais é do que a tentativa de incutir nos internautas um termo de fácil assimilação para definir algo que ainda nem existe. Aliás, críticas idênticas já se fazem à Web 2.0.

A Web 3.0 propõe-se a ser, num período de cinco a dez anos, a terceira geração da Internet. A primeira, Web 1.0, foi a implantação e popularização da rede em si; a Web 2.0 é a que o mundo vive hoje, centrada nos mecanismos de busca como Google e nos sites de colaboração do internauta, como Wikipedia, YouTube e os sites de relacionamento social, como o Facebook e Twitter. A Web 3.0 pretende ser a organização e o uso de maneira mais inteligente de todo o conhecimento já disponível

Esta inovação está focada mais nas estruturas dos sites e menos no usuário. Pesquisa-se a convergência de várias tecnologias que já existem e que serão usadas ao mesmo tempo, num grande salto de sinergia. Banda larga, acesso móvel à internet, e a tecnologia de rede semântica, todos utilizados juntos, de maneira inteligente e atingindo a maturidade ao mesmo tempo.

Assim, se passaria da World Wide Web (rede mundial) para World Wide Database (base de dados mundial), de um mar de documentos para um mar de dados. Quando isso começar a acontecer de forma mais intensa, o próximo passo, num prazo de cinco a dez anos, será o desenvolvimento de programas que entendam como fazer melhor uso desses dados.

Adicionada a capacidade da semântica a um site, ele será mais eficiente. Ao se pesquisar algo, se terá respostas mais precisas. O usuário poderá fazer perguntas ao seu programa e ele será capaz de ajudá-lo de forma mais eficiente, entender mais sua necessidade. O conceito de ”rede semântica”, proposto pelo inglês Tim Berners-Lee, tem entre seus gurus Daniel Gruhl, um Ph.D. em engenharia eletrônica do MIT, é especializado em “compreensão das máquinas”, e o misterioso Nova Spivack, que não revela muito sobre si, nem o nome verdadeiro, e se autodefine como empresário da alta tecnologia.

Um mecanismo de busca como o Google permite que o usuário pesquise o conteúdo de cada página,: se indicar o nome de um ator ou de um filme, todos os dados sobre este ator ou este filme aparecerão na tela. Poderá ainda utilizar a “busca avançada” para restringir um pouco mais os resultados. Mas se este usuário não se lembrar do nome do ator ou do filme, dificilmente encontrará meios de localizá-los. A Web 3.0 organizará e agrupará essas páginas, por temas, assuntos e interesses previamente expressos pelo internauta.. Por exemplo: todos os filmes policiais, que tenham cenas de perseguição de carros, produzidos nos últimos cinco anos etc.

Algumas empresas do Vale do Silício, na Califórnia, Estados Unidos, desenvolvem trabalhos nesse sentido, destacando-se o Almaden IBM Research Center, a Metaweb e a Radar Networks (de Nova Spivack). No Brasil, centros universitários vêm desenvolvendo trabalhos pioneiros para a Web 3.0 com ênfase na língua portuguesa. Paralelamente, estão em curso inúmeros projetos académicos. E circula na comunidade da informática que em futuro próximo surgirão novidades nesse campo na Yahoo! e no Skype.

Também se entende por Web 3.0 que se tenha acesso a internet a qualquer hora e em qualquer lugar e em qualquer dispositivo, possibilitando a troca de dados entre dispositivos.

Fonte: Wikipedia

Aplicativo rastreia bilhões de IPs em 45 minutos

Nova geração de internet preocupa FBI

Física quântica vai revolucionar a internet

 

julho 12, 2015 Posted by | internet | , , , | Deixe um comentário

Anti-matéria – Ciência reversa

universo obscuro

Anti-matéria

O símbolo que se usa para descrever uma antipartícula é o mesmo símbolo da partícula normal, porém com um traço sobre o símbolo. Por exemplo, o antiproton é simbolizado como:

As reações entre matéria e antimatéria tem aplicações práticas na medicina como, por exemplo, na tomografia por emissão de pósitrons (PET).

As colisões entre matéria e antimatéria convertem toda a massa possível das partículas em energia. Esta quantidade é muito maior que a energia química ou mesmo a energia nuclear que se pode obter atualmente através de reações químicas, fissão ou mesmo fusão nuclear. A reação de 1 kg de antimatéria com 1 kg de matéria produziria 1.8×1017 J de energia (segundo a equação E=mc²). Em contraste, queimar 1 kg de petróleo produziria 4.2×107 J, e a fusão nuclear de 1 kg de hidrogênio produziria 2.6×1015 J.

A escassez de antimatéria significa que não existe uma disponibilidade imediata para ser usada como combustível. Gerar somente um antipróton é imensamente difícil e requer aceleradores de partículas, assim como imensas quantidades de energia (muito maior do que a obtida pelo aniquilamento do antipróton), devido a ineficiência do processo. Os métodos conhecidos para produzir antimatéria também produzem uma quantidade igual de matéria normal, de forma que o limite teórico do processo é a metade da energia administrada se converter em antimatéria. Inversamente, quando a antimatéria é aniquilada com a matéria ordinária, a energia emitida é o dobro da massa de antimatéria, de forma que o armazenamento de energia na forma antimatéria poderia apresentar (em teoria) uma eficiência de 100%.

Na atualidade, a produção de antimatéria é muito limitada, porém tem aumentado em progressão geométrica desde o descobrimento do primeiro antipróton em 1995. A taxa atual de produção de antimatéria é entre 1 e 10 nanogramas por ano, esperando-se um incremento substancial com as novas instalações do CERN e da Fermilab.

Considerando as partículas mais elementares que se conhecem atualmente: Lépton (Elétron, Elétron-neutrino, Múon, múon-neutrino, Tau e Tau-neutrino), Quarks (Up, Down, Charm, Strange, Top e Bottom) e Bósons (Fótons, Glúons, Bósons vetoriais mediadores e grávitons), podemos dizer que para cada uma delas, existe uma antipartícula, com massa igual porém com carga elétrica e momento magnético inverso. Elas dão origem ao antielétron (chamado também de pósitron), ao antipróton e ao antinêutron – a antimatéria, portanto.

A teoria mais aceita para a origem do universo é a do Big Bang que diz que tudo se iniciou numa grande expansão. Nos primeiros instantes o universo não era constituído por matéria, mas sim por energia sob forma de radiação. O universo então passou a expandir-se e, consequentemente, a arrefecer. Pares de partícula-antipartícula eram criados e aniquilados em grande quantidade. Com a queda de temperatura a matéria pôde começar a formar hádrons, assim como a antimatéria a formar antihádrons, pois matéria e antimatéria foram geradas em quantidades iguais. Atualmente, no entanto, parece que vivemos em um universo onde só há matéria.

Na realidade, já é estranho que o universo exista, pois, quando a matéria e a antimatéria se encontram, o processo inverso da criação ocorre, ou seja, elas anulam-se gerando apenas energia nesse processo. Seria altamente provável, portanto, que logo após terem sido criadas, partículas e antipartículas se anulassem, impedindo que corpos mais complexos como hádrons, átomos, moléculas, minerais e seres vivos pudessem formar-se. Acredita-se que esse processo de geração e aniquilação realmente ocorreu para quase toda a matéria criada durante o início da expansão do universo, mas o simples fato de existirmos indica que ao menos uma pequena fração de matéria escapou a esse extermínio precoce.

É possível que algum processo, de origem desconhecida, tenha provocado uma separação entre a matéria e a antimatéria. Neste caso existiriam regiões do universo em que a antimatéria e não a matéria seria mais abundante. Planejam-se algumas experiências no espaço para procurar essas regiões. No entanto, como até hoje não se conhece um processo capaz de gerar tal separação, a maioria dos cientistas não acredita nessa hipótese.

Por outro lado, existe a possibilidade de que a natureza trate de forma ligeiramente diferente a matéria e a antimatéria. Se isto for verdade, seria possível que uma pequena fração da matéria, inicialmente gerada, tenha sobrevivido e formado o universo conhecido hoje. Há resultados experimentais e teóricos que apontam nesta direção.

Experimentos para a produção artifical de antimatéria e seu armazenamento por períodos de tempo relativamente longos, vem sendo tentados por cientistas nos últimos anos.

Em setembro de 2010, a equipe internacional ALPHA do CERN (a qual inclui pesquisadores de diversos países, incluindo os brasileiros Cláudio Lenz Cesar e Daniel de Miranda Silveira, anunciou que conseguiu pela primeira vez capturar átomos de antimatéria. Foram aprisionados 38 átomos de antihidrogênio no “tanque de antimatéria” criado pelos cientistas, cada um deles ficando retido por mais de um décimo de segundo.1

Em junho de 2011, a mesma equipe ALPHA anunciou um novo recorde, ao aprisionar átomos de antimatéria por 1000 segundos (mais de 16 minutos e 35 segundos).

Em março de 2012, a equipe ALPHA anunciou que conseguiu pela primeira vez efetuar medições de propriedades de átomos de antimatéria.

Fonte: Wikipedia

Ambiplasma

dezembro 30, 2014 Posted by | Ciências | , , , | 1 Comentário

Vida noturna

pesadeos mortais

Pesadelos Anormais

Eu nunca tinha ouvido falar de terror noturno, e só fiquei sabendo depois de fazer outros tipos de consultas.

Primeiro eu achei que se tratasse de uma variante dos sonhos lúcidos, mas não é, nos sonhos lúcidos o portal para o despertar é muito mais claro, fácil e rápido.

Outro detalhe que distingue o terror noturno é o fato da pessoa não se lembrar de nada, o que nos leva a uma semelhança maior com os pesadelos comuns e/ou sonhos.

Obs: Os sonhos lúcidos podem ser divididos entre reais e artificiais, sendo os sonhos lúcidos reais mais comum em pessoas sensíveis, apesar de todas as pessoas passarem por isso pelo menos uma vez. No sonho lúcido artificial, ele é induzido pela química, podendo ser muito perigoso e levar a morte.

Em ambos os casos, reais e artificiais, artistas encontram inspirações para compor, idéias para escrever livros e todo tipo de criatividade possível. No caso do sonho lúcido artificial, o cérebro pode ficar mais criativo, mas também vai se destruindo até levar a pessoa a demência.

voltando ao tema de pânico noturno, ele se identifica claramente com pesadelos comuns, o que os diferencia, naturalmente é a intensidade.

Em crianças, 10% a 15%, em adolescentes, de 5% a 10%, não passando de 1% a 5% de casos nos adultos.

O que nos leva a tirar inevitáveis conclusões especulativas em relação a esses distúrbios do sono, são as semelhanças e relações entre si. Apesar de apresentarem suas distinções, apresentam muitas semelhanças também.

No caso de terror noturno, ele está ligado ao estresse e aos conflitos psicológicos. Conflitos psicológicos eu pude identificar em cada um desses temas, inclusive epilepsia.

O fato de afetar mais as crianças, o que é comum em todos esses casos, deixa claro os conflitos e as situações de desamparo.

Wikipédia: “O “terror noturno” é um severo distúrbio do sono, consistindo de ataques de terror agudo, emergindo do sono profundo após o primeiro REM (entre 15 minutos a 2 horas após começar a dormir). É acompanhado por violentos movimentos corporais, agitação extrema, gritos, gemidos, falta de ar, suor, confusão e, em alguns casos, fuga da cama ou do quarto, comportamento destrutivo e agressão dirigida a objetos ou contra eles mesmos ou outras pessoas. No momento de pânico, ferimentos, fraturas e lesões podem ocorrer caso não sejam tomadas precauções.”

Em relação aos outros temas ligados à mente, o terror noturno é o mais prejudicial, podendo coincidir com sonambulismo, provocar taquicardia e o pior de tudo, problemas pessoais e sociais, como medos, fobias, síndromes.

Caso os ataques de terror noturno sejam frequentes, o ideal é que a pessoa e a própria família procurem por tratamento médico imediatamente.

Deve-se evitar:

Ambiente hostil, algumas famílias mudam-se até de cidade;

Dormir no escuro;

Manter a regularidade do sono;

Alimentos gordurosos, carnes, café, laticínios e outros alimentos de difícil digestão devem ser evitados a noite;

No caso em que o paciente está tomando qualquer droga pré-disponente, ela deve ser suspensa gradualmente;

Psicoterapia a longo prazo frequentemente é necessária;

Algumas pessoas podem utilizar técnicas de hipnose, mas isso deve ser de livre escolha do paciente. Biofeedback também podem ajudar.

Todas as precauções citadas em sonambulismo devem ser adotadas, inclusive o fácil acesso a luz.

Fonte: Wikipedia

Textos Relacionados:

O mistério do sonambulismo

A obscura natureza da mente humana

O que uma pessoa com epilepsia sente

Epilepsia – Quando a mente tem um ataque

O despertar para a superconsciência

Texto: By Jânio

outubro 19, 2011 Posted by | Ciências | , , , , , , , , , | Deixe um comentário

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: