Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Mais três instituições portuguesas passam a aceitar o Enem; total sobe para 21

pronúncia e tradução dos verbos

Educação Internacional

Mariana Tokarnia – Repórter da Agência Brasil

Três instituições de ensino superior de Portugal vão passar usar as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para a seleção e admissão de alunos brasileiros: o Instituto Universitário de Ciências da Saúde, a Escola Superior de Saúde do Vale do Ave e a Escola Superior de Saúde do Vale do Sousa. Com isso, a lista de instituições portuguesas que aceitam o exame sobe para 21.

Os acordos para uso do Enem vêm sendo firmados com instituições portuguesas de ensino superior desde 2014. O último acordo de cooperação foi assinado na quinta-feira (16) pela presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Maria Inês Fini e pela Cooperativa de Ensino Superior Politécnico e Universitário (Cespu), mantenedora das três instituições acima, localizadas na região da cidade do Porto.

O diretor da Cespu, Luis Manuel Duarte Martins da Silva, disse que atualmente, 20% das vagas nas instituições são direcionadas a estudantes estrangeiros, informou o Inep.  Para selecionar brasileiros para seus cursos de graduação, a Cespu vai usar a nota da prova de Ciências da Natureza e Suas Tecnologias. A nota do Enem será somada com a média das notas do ensino médio do candidato.

Veja a lista das instituições portuguesas que utilizam os resultados do Enem no processo seletivo:

Universidade de Coimbra; Universidade de Algarve; Instituto Politécnico de Leiria ; Instituto Politécnico de Beja; Instituto Politécnico do Porto; Instituto Politécnico de Portalegre; Instituto Politécnico do Cávado e do Ave; Instituto Politécnico de Coimbra; Universidade de Aveiro; Instituto Politécnico de Guarda; Universidade de Lisboa; Universidade do Porto; Universidade da Madeira; Instituto Politécnico de Viseu; Instituto Politécnico de Santarém; Universidade dos Açores; Universidade da Beira Interior; Universidade do Minho; e Cooperativa de Ensino Superior Politécnico e Universitário (Instituto Universitário de Ciências da Saúde, Escola Superior de Saúde do Vale do Ave e Escola Superior de Saúde do Vale do Sousa).

Edição: Augusto Queiroz

março 20, 2017 Posted by | oportunidades | , , | Deixe um comentário

Portugal aceita nota do ENEN

compartilhando conhecimentos

Globalização portuguesa

Marieta Cazarré – Correspondente da Agência Brasil

Já são 18 as universidades portuguesas que aceitam as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como forma de seleção de estudantes brasileiros para graduação. A Universidade do Minho (UMinho), com 19 mil alunos nas cidades de Braga e Guimarães, é uma das principais instituições de ensino superior de Portugal e recebe atualmente cerca de 500 estudantes brasileiros.

De acordo com Carla Martins, pró-reitora de Internacionalização da UMinho, o intercâmbio é importante e beneficia alunos, docentes, pesquisadores e até os moradores das cidades de Braga e Guimarães.

“Os estudantes brasileiros, ao vir para a Universidade do Minho, têm a oportunidade de estudar em um país que não é o seu de origem, e isso traz todas as vantagens de eles terem uma experiência de internacionalização no currículo. Há vários anos que apostamos na internacionalização, porque achamos que é muito importante para uma universidade ter no seu campi alunos de várias nacionalidades. Neste momento, temos cerca de alunos de 80 nacionalidades, o que faz com que este seja um ambiente muito cosmopolita, multicultural”, afirmou Carla, em entrevista à Agência Brasil.

As notas do Enem servem, em Portugal, para classificar os alunos brasileiros para concorrer às vagas destinadas aos estudantes internacionais. Na Universidade do Minho, por exemplo, as vagas para estrangeiros na graduação correspondem a 20% do total. A pró-reitora explica que, no sistema português, há um conjunto de provas específicas que os alunos têm que prestar e as notas do Enem substituem as desses exames.

“Por exemplo, se ele quer engenharia, tem que fazer o exame de matemática, física e química. No caso dos alunos brasileiros, como o Enem tem várias provas, o que acontece é que nós aproveitamos as provas que eles fizeram e damos ponderações diferentes para cada uma das dimensões da prova”, afirma Carla. Dessa forma, as provas feitas no Brasil são utilizadas, com parâmetros de ponderação, para efeitos de cálculo na nota da candidatura dos brasileiros para ingressar nas universidades portuguesas.

“Os estudantes brasileiros vão entrar no âmbito do Estatuto do Estudante Internacional, para o qual há vagas específicas. Eles não competem com alunos nacionais, competem com alunos de outras nacionalidades. Ao aceitar a nota do Enem, significa que os estudantes brasileiros, a partir do momento em que fazem a prova no Brasil, estão em condições de concorrer aos cursos da Universidade do Minho”, explica Carla Martins.

Desempenho acadêmico

Segundo a pró-reitora, a experiência com os alunos brasileiros, que são a maior comunidade de estrangeiros na UMinho, tem sido muito boa. Ela afirma que a adaptação dos estudantes à universidade e às cidades é muito rápida. “Eu acho que a língua é um fator que facilita. Isso faz que com os alunos cheguem e se sintam um bocadinho em casa. Quando comparamos o desempenho dos nacionais com o dos brasileiros, não vemos nada de diferente. Claro que temos muito bons alunos, alunos bons, médios… mas, em geral, estou convencida de que, se estivessem numa universidade brasileira, seu desempenho seria semelhante. São ótimas notícias”.

Saiba quais são as instituições de ensino superior portuguesas que aceitam os resultados do Enem:

Universidade de Coimbra
Universidade de Algarve
Instituto Politécnico de Leiria
Instituto Politécnico de Beja
Instituto Politécnico do Porto
Instituto Politécnico de Portalegre
Instituto Politécnico do Cávado e do Ave
Instituto Politécnico de Coimbra
Universidade de Aveiro
Instituto Politécnico de Guarda
Universidade de Lisboa
Universidade do Porto
Universidade da Madeira
Instituto Politécnico de Viseu
Instituto Politécnico de Santarém
Universidade dos Açores
Universidade da Beira Interior
Universidade do Minho

Edição: Graça Adjuto
 
 

novembro 7, 2016 Posted by | Utilidade Pública | , , | Deixe um comentário

Profissões em alta em Portugal

Profissões sem Crise

Profissões sem Crise

Engenharia da Informática – esse curso eu tenho acompanhado no mercado de trabalho, aqui no Brasil, e há momentos em que as pessoas não parecem muito animadas, mas na realidade, para quem tem o dom, é um bom curso, até porque exige muita atualização e talvez por isso sempre tem vagas.

Engenharia Química – outro curso que está em alta, tanto em Portugal, quanto no Brasil. O Brasil tem falta de profissionais em várias áreas.

Medicina – não existem médicos desempregados em nenhuma parte do mundo, até porque essa é uma profissão que, assim como informática e direito, é útil em várias áreas diferentes. O problema é o preço do curso e o tempo que um profissional precisa se dedicar aos estudos.

Direito – como eu disse, direito é uma área que pode ser muito útil, inclusive para o crime, como eu disse em alguns textos. A maioria dos políticos corruptos é advogado, nos concursos públicos também nota-se a importância dada às leis – pena que não seja sinônimo de honestidade, justiça.

Todos os processos burocráticos, contratos comerciais, relações com instituições públicas, bancárias, etc., sempre há necessidade de conhecimento especializado.

Medicina Dentária – há quinze ou vinte anos atrás, eu me lembro que não havia cursos de odontologia em Portugal, por isso o mercado se abriu para os brasileiros, o que deixou muitos barbeiros portugueses muito invocados – pelo jeito o mercado continua em alta nessa área.

Enfermagem – a quantidade de cursos de enfermagem aumentou muito nos últimos anos, aqui no Brasil, isso ocorreu devido ao crescimento econômico e, principalmente pelo aumento da expectativa de vida dos brasileiros. Em Portugal, também é um dos melhores e com emprego mais garantido.

Gestão bancária – Considerado como um curso de grande saída para o mercado de trabalho português, esse curso fecha a lista de graduações para quem não quer ficar desempregado.

Pesquisa realizada pelo Ministério da Educação de Portugal.

Profissionais em falta no mercado

Profissões do futuro

janeiro 8, 2013 Posted by | oportunidades | , , , , , , | 3 Comentários

Brasil empata com Portugal num jogo de retranca

próximo adversário

Fator Psicológico

Seleção brasileira sofre para conseguir empatar com Portugal, novos tempos no futebol.

Em entrevista coletiva, os jogadores brasileiros foram unânimes em afirmar que a retranca portuguesa foi responsável pelo zero a zero, não foi bem o que eu vi não.

O que eu vi foi Cristiano Ronaldo querendo provar que quem não faz toma, pior para nosso goleiro que sofreu para proteger o gol, e conseguiu.

Nem é preciso ser especialista em futebol, para perceber que o time do Brasil estava tocando demais a bola, coisa de quem está satisfeito com o placar de zero a zero, resultado que dava a liderança do grupo para o Brasil.

Como a seleção brasileira é experiente, começou a tocar a bola no meio de campo, simulando um ataque. Na realidade, eles estavam vendo o tempo passar.

No final, por pouco eles não perdem a partida. Teve pênalti não marcado, goleiro se atirando na frente de atacante, nem dá para dizer que o time brasileiro não lutou.

Eu também vi jogador brasileiro obstruindo passagem de atacante português, parecia jogo de basquete, mas o time estava atento.

Podemos dizer que os zagueiros jogaram bem, o goleiro, melhor ainda. Quando goleiro começa a aparecer, é porque o time está mal – Não é retranca não?

Vendo Cristiano Ronaldo, atacante de Portugal, jogar, fiquei pensando: “…e pensar que já tivemos dois Ronaldo bons assim … é, porque dá para notar que um Cristiano Ronaldo só não faz uma boa seleção portuguesa.”

É bom não se esquecer, jogamos sem o oportunista, e artilheiro, Elano, e sem Kaká, um dos melhores jogadores do mundo. De certa forma, a seleção brasileira jogou com o ataque reserva, enfrentando o maior adversário do grupo.

Para o próximo jogo, a seleção brasileira estará completa, e não será apenas um jogo classificatório, a partir de agora, quem perder está fora, portanto resta saber qual a jogado de Dunga.

No outro grupo, aquele que decidia quem enfrentaria o Brasil e Portugal, respectivamente, foi um jogo de vencedores. Assim como o jogo Brasil e Portugal decidiu o primeiro e o segundo colocado do grupo, Chile e Espanha decidiram quem seria o primeiro e o segundo colocado de seu grupo também.

Não me avisaram que a Espanha era a campeã européia, por isso eu achei que o Chile ia ganhar. A Espanha ganhou e deixou o Chile como segundo colocado, jogando justamente contra o Brasil nas oitavas de final.

Seria bom ver confrontos entre sul americanos contra europeus, mas estamos na África, a terra das zebras, aqui tudo acontece diferente. Os europeus perderão mais uma seleção, os sul americanos também.

Falando em americanos, das dezesseis seleções classificadas para as oitavas, sete seleções são americanas. Só Honduras não se classificou para as oitavas de final.

A seleção brasileira jogará contra o Chile nas oitavas, o Chile terminou em segundo de seu grupo.

O Brasil conhece muito bem a seleção chilena, portanto não haverá surpresas, pelo menos é o que nós esperamos. Esse é o lado bom, a Espanha não é muito diferente do chile, mas é uma seleção européia.

Nos outros dois jogos de hoje, há pouca coisa para se comentar. A Costa do Marfim, aproveitando a goleada de Portugal contra a Coréia do Norte, fez mais três, deixando a Coréia do Norte como a Seleção que mais sofreu gols na copa, nessa primeira fase; nem é preciso dizer que as duas foram eliminadas, não é mesmo?

Suíça e Honduras ficaram fora da copa, num jogo sem gols.

By Jânio

junho 26, 2010 Posted by | esportes | , , , , , , , , , , , | 5 Comentários

O melhor país para se trabalhar é o Brasil.

trabalho fora do brasil

trabalho fora do brasil

Eu tenho acompanhado a aventura, ou desventura, de brasileiros pelo mundo. É incrível como o brasileiro se adapta com facilidade em qualquer região ou país.

Todo brasileiro tem, teve ou terá o sonho de trabalhar fora do país, mas, pelos relatos que temos acompanhado, a vida dos brasileiros, lá fora, não é nada fácil.

Tudo o que a gente tem interesse, a gente pesquisa; tudo o que a gente pesquisa, a gente acaba acumulando muitas informações.

Encontrar os endereços de embaixadas, aqui no Brasil e lá fora, não é problema, pela internet é muito fácil. O grande problema é saber o que vai encontrar lá fora.

O pessoal do site mochileiros, não pensam duas vezes para cair na estrada; basta ter um pouco de dinheiro no bolso, um destino na cabeça e lá vão eles. Estão prontos para tudo.

Os mochileiros estão prontos para tudo, são capazes de resolver e enfrentar qualquer problema que apareça pela frente. Além disso, eles tem uma das comunidades mais animadas do Orkut.

No Dihitt, vi um relato da Nakamura, uma pessoa muito simpática, que narrou as aventuras dos descendentes brasileiros que levam uma vida dura no Japão. Além do preconceito, enfrentam jornadas de serviços, até três vezes o tempo que trabalhariam aqui.

Além de trabalharem o triplo, os brasileiros, dormem em locais pequenos, não podem gastar, e, o único sonho, é poder voltar para casa com algum dinheiro.

Não é surpresa para mim,conheci muitos brasileiros que foram para o Japão, todos conseguiram o que queriam. O único requisito é estar preparado para abandonar tudo, lazer, e só trabalhar.

Tenho amigos que foram para a Inglaterra, Estados Unidos, Portugal, etc. A história não muda muito, o sofrimento é quase sempre o mesmo.

Há países que oferecem oportunidades de crescimento maior que a média, chance de ficar rico mesmo, como Angola, que atravessa um período de transição muito grande.

O país oferece oportunidades, principalmente, nas áreas que o país carece de mão-de-obra, ou seja, técnica, especializada. Para os trabalhos mais comuns, o Governo de Angola fechou as portas, para que outros países não tirassem as oportunidades de Angola.

Mesmo assim, com toda essa restrição, as empreiteiras brasileiras, aquelas mesmo que atuam no Iraque e outros países, já estão em atividade em Angola, e costumam levar muita gente do Brasil.

Mas, como eu disse, a vida não é fácil. É aconselhável que a pessoa só viaje para países onde já tem algum amigo muito próximo, ou parentes com os quais possam contar.

Algumas pessoas que já foram preparadas para o pior, ainda assim, se surpreenderam em Angola, um país que acabara de sair de guerra civil, onde as necessidades básicas para o ser humano eram escassas.

Segundo relato dessa pessoa, ele esperava, sim, um país em dificuldade, mas quando viu a fila para comida, seus novos amigos dizendo: “Pegue o máximo que puder, cologue no bloso, por baixo da camisa, onde puder, você não sabe quando poderá comer novamente”.

Nesse momento, ele sentiu o drama; a dureza de viver em um país que está renascendo. Segundo ele, aprendeu muito, graças a sua juventude e a sua boa saúde, mas não indicaria nem para os inimigos.

Algumas pessoas, mais bem informadas, já tem uma nova filosofia sobre trabalhar fora do Brasil: “Se for para você trabalhar três vezes o que você trabalha, passar necessidades, correr riscos a saúde e a sua própria vida, melhor investir toda essa energia aqui mesmo”.

Segundo algumas pessoas que passaram pela experiência, aqui no Brasil, segundo elas, poderiam ficar ricas trabalhando como trabalham fora do Brasil. É como trabalhar em três empregos.

By Jânio

setembro 1, 2009 Posted by | oportunidades | , , , , , , , , | 16 Comentários

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: