Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Brasileirão 2017 já teve 13 técnicos demitidos em apenas 15 rodadas

semifinal libertadores

Jorge Wamburg – Repórter da Rádio Nacional

A Série A do campeonato brasileiro de futebol entra neste fim de semana na 16ª rodada, faltando ainda três para terminar o primeiro turno, e 13 técnicos já foram demitidos até esta sexta-feira: quatro deles caíram na 15ª rodada, disputada na quarta-feira (19) e quinta-feira (20) desta semana: Roger Machado, do Atlético Mineiro; Pachequinho, do Coritiba; Alexandre Gallo, do Vitória; e Doriva, do Atlético Goianiense.

Com a realização da 16ª rodada, o número de demissões de treinadores brasileiros poderá aumentar, em caso de derrota ou até mesmo empate. Os jogos programados são, neste sábado: Vitória x Chapecoense e Flamengo x Coritiba; domingo: Santos x Bahia; Fluminense x Corinthians; Sport x Palmeiras; Avaí x Cruzeiro; Atlético Mineiro x Vasco; Atlético Paranaense x Ponte Preta e Atlético Goianiense x Botafogo; segunda-feira: São Paulo x Grêmio.

O líder da Série A é o Corinthians, com 37 pontos ganhos, seguindo do Grêmio, com 31; Santos, 27; e Flamengo, com 25. Na zona de rebaixamento estão: São Paulo, 15 pontos; Avaí, 14; Vitória, 12; e Atlético Goianiense, com oito pontos ganhos.

Edição: Davi Oliveira
Agência Brasil
Anúncios

julho 22, 2017 Posted by | esportes | , , , | Deixe um comentário

Cristiano Ronaldo é o melhor de 2.016

Melhor do mundo

Bola de Ouro

O português Cristiano Ronaldo foi o grande vencedor do prêmio Bola de Ouro, pela quarta vez, anunciou a revista “France Football” nesta segunda-feira (12). Ele já havia conquistado o prêmio em 2008, enquanto estava no Manchester United, e nos anos de 2013, 2014 e 2015 pelo Real Madrid. As informações são da Agência ANSA.

“Para mim, é uma grande honra receber a minha quarta Bola de Ouro. A emoção é de como se fosse a primeira vez. É um sonho realizado, de novo. Nunca pensei ganhar quatro vezes a Bola de Ouro. Estou muito satisfeito, muito feliz de ter a oportunidade”, disse o português em um vídeo gravado para a premiação.

Ronaldo aproveitou para agradecer aos seus companheiros de Real Madrid por “ajudar a conquistar esse prêmio individual”. O craque conquistou os títulos da Liga dos Campeões da Europa, da Supercopa da Uefa pelo clube espanhol e foi o capitão da inédita conquista da seleção portuguesa na Eurocopa.

Diferentemente dos outros anos, a revista só anunciou agora o primeiro colocado e as posições a partir do sexto lugar. Os demais nomes serão revelados mais tarde. Pela primeira vez desde 2010, o tradicional prêmio da “France Football” foi entregue de maneira independente, sem a parceria da Fifa. Criada em 1956, a premiação é uma das mais importantes do mundo do futebol.

Confira os nomes divulgados até o momento: 1. Cristiano Ronaldo (Real Madrid / Portugal) 6. Gareth Bale (Real Madrid / País de Gales) 7. Riyad Mahrez (Leicester / Argélia) 8. Jamie Vardy (Leicester / Inglaterra) 9. Gianluigi Buffon (Juventus / Itália) e Pepe (Real Madrid / Portugal) – 8 pontos 11. Pierre-Emerick Aubameyang (Borussia Dortmund / Gabão) – 7 pontos

E mais, 12. Rui Patrício (Sporting / Portugal) – 6 pontos 13. Zlatan Ibrahimovic (Paris Saint-Germain / Manchester United / Suécia) – 5 pontos 14. Paul Pogba (Juventus/Manchester United / França) e Arturo Vidal (Bayern de Munique / Chile) – 4 pontos 16. Robert Lewandowski (Bayern de Munique / Polônia) – 3 pontos 17. Toni Kroos (Real Madrid / Alemanha), Luka Modric (Real Madrid / Croácia) e Dimitri Payet (West Ham / França) – 1 ponto.

Agência Brasil

dezembro 13, 2016 Posted by | esportes | , , , , , , | Deixe um comentário

Futebol masculino ganha sexta medalha de ouro brasileira

Felipe Pontes e Kelly Oliveira – Repórteres da Agência Brasil

A seleção brasileira de futebol é campeã olímpica dos Jogos Rio 2016. O ouro olímpico foi definido nos penalties, após o empate de 1 a 1. Na quinta bola chutada pela Alemanha, o goleiro Weverton defendeu, garantindo o ouro para o Brasil.

O placar do jogo não mudou nos dois tempos da prorrogação, após os 90 minutos com os dois times empatados. O Brasil abriu o placar com o gol de Neymar, aos 26 minutos de jogo, em cobrança de falta. Em comemoração, Neymar repetiu o gesto de imitar um raio do jamaicano tricampeão olímpico de atletismo, Usain Bolt, presente no estádio. Bolt vibrou com o gol de Neymar.

Meyer, da Alemanha empatou, aos 13 minutos do segundo tempo. O gol de ocorreu após uma falha da defesa brasileira, numa bola rebatida. A partir daí, as duas equipes fizeram um jogo tenso com várias chances de gols perdidas pelas duas seleções.

História de uma conquista

Foram necessários 64 anos, mas a seleção brasileira enfim chega ao ouro nos Jogos Olímpicos, numa conquista que serve de redenção para uma geração de jogadores que, pelo menos, desde a Copa do Mundo no Brasil, em 2014, vinha sendo apontada como desprovida de grandes craques, assim como a responsável pelo rebaixamento da seleção brasileira do papel de protagonista para o de coadjuvante no futebol mundial.

A seleção brasileira conquista ouro olímpico com vitória sobre a Alemanha no Maracanã. Neymar abriu o placar com um gol de falta no primeiro tempo da partida
A seleção brasileira conquista ouro olímpico com vitória sobre a Alemanha no Maracanã. Neymar abriu o placar com um gol de falta no primeiro tempo da partidaDivulgação/Confederação Brasileira de Futebol

Quis também o destino que o ouro fosse proporcionado por uma vitória sobre a Alemanha, país que derrotou o Brasil por 7 x 1 na semifinal do Mundial de 2014, no Brasil. O feito de agora passou longe de ser encarado pelos brasileiros como uma revanche para o fiasco de dois anos atrás. Um dos motivos é o de a seleção olímpica alemã ter em seu elenco somente um jogador que estava presente no Mundial, o zagueiro reserva Mathias Gunter. Mas esse foi um ingrediente a mais para incrementar o sabor de ganhar em casa um título há muito sonhado.

A perseguição ao ouro olímpico, último grande título internacional que faltava ao Brasil no futebol, ganhou contornos de obsessão nas últimas décadas, sentimento que acabou catalisado nestes Jogos Olímpicos, pelo fato do elenco jogar em casa, na primeira Olimpíada na América do Sul.

História começa em Helsinque

O Brasil estreou nos Jogos Olímpicos em 1952, em Helsinki, quando ficou em quinto lugar, após uma derrota nas quartas de final justamente para a Alemanha. Desde então foram conquistados dois bronzes, em Atlanta (1996) e Pequim (2008). As pratas foram fruto de três derrotas em finais: em Los Angeles para a França, em 1984; em Seul para a União Soviética, em 1988; e em Londres para o México, em 2012.
Foram necessárias portanto quatro finais para que os jogadores brasileiros finalmente pendurassem o ouro no pescoço, numa competição que ao longo dos anos ficou marcada pela zebra, tendo como medalhistas no passado países sem nenhuma chance em Copas do Mundo, como Bulgária, Suíça, Japão e Camarões.

O fenômeno se deve à restrição imposta pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) e pela Federação Internacional de Futebol (Fifa), que permitem a participação nos Jogos somente de atletas abaixo dos 23 anos, com três exceções para cada país. A medida serve para amenizar o protagonismo midiático do futebol sobre outros esportes e equilibrar o torneio, ao contribuir para a ausência de grandes craques.

Uma dessas zebras foi a marcante derrota dos brasileiros para a Nigéria na semifinal de 1996, em Atlanta, quando a seleção era comandada por Zagalo e tinha os astros Bebeto, Ronaldo e Rivaldo na dianteira. O Brasil marcou um gol de falta logo nos primeiros dois minutos e terminou o primeiro tempo vencendo por 3 x 1. Mas a equipe derreteu na segunda etapa, cedendo o empate no tempo regulamentar. Na prorrogação, tomou o gol de ouro. Na disputa pelo bronze, o time se recuperou, goleando Portugal por 5 x 0.

Primeria medalha

A primeira medalha pode também ser considerada uma zebra, pois surgiu quando ninguém esperava. A prata em Los Angeles (1984) foi conquistada por um time formado sem o apoio da CBF, com um elenco composto por jogadores quase que exclusivamente do clube gaúcho Internacional, incluindo Gilmar Rinaldi e Dunga, e comandado por um técnico novato, Jair Picerni. Acabaram perdendo a final por 2 x 0 para a França.

Nos Jogos seguintes, em Seul (1988), a história era outra. Treinado pelo experiente Carlos Alberto Silva, o elenco contava com astros que viriam a ser tetracampeões mundiais com a amarelinha, entre eles o goleiro Taffarel e os atacantes Bebeto e Romário. Mais uma decepção na final, com derrota de 2 x 1 para a União Soviética.

Eliminado na primeira fase em Roma (1960), Tóquio (1964) e Cidade do México (1968), o Brasil sequer se classificou para Barcelona (1992). Mas seria em Sidney (2000) que a canarinha protagonizaria talvez a maior decepção de sua trajetória olímpica, ao ser eliminada novamente por um gol de ouro, dessa vez por Camarões, na quarta de final. O fiasco custou o cargo de Vanderlei Luxemburgo como técnico, e a seleção voltaria a ficar fora de uma Olimpíada na edição seguinte, em Atenas (2004).

Jogos de Pequim e Londres

Em Pequim (2008), sob o comando de Dunga e tendo Ronaldinho Gaúcho como capitão, a seleção brasileira voltaria ao pódio, conquistando o bronze sobre a Bélgica após ter perdido a semifinal para a bicampeã olímpica Argentina. Mas seria em Londres (2012) que uma nova decepção marcaria o Brasil: depois de chegar sem dificuldades à final, o time perdeu para o México por 2 x 1.

Para chegar ao tão sonhado ouro, Neymar e companhia superaram toda a carga pesada de decepções passadas da seleção em Olimpíada e em torneios internacionais disputados no Brasil. Ao fim, eles conseguiram se recuperar de um início de campanha apático e deram finalmente ao torcedor o direito gritar “É campeão” a plenos pulmões em casa, no Maracanã.

Edição: Aécio Amado

agosto 20, 2016 Posted by | esportes | , , , , , | 1 Comentário

Futebol masculino disputa o ouro na final

Paula Laboissière – Repórter da Agência Brasil

 

2Brasil vence Honduras e vai para final do futebol masculino
Brasil vence Honduras e vai para final do futebol masculinoReuters/Leonhard Foeger/Direitos Reservados

Com placar final de 6 a 0, a seleção brasileira masculina de futebol venceu hoje (17) o time de Honduras e vai disputar a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos Rio 2016.

A partida levantou o Maracanã, com direito a gol relâmpago de Neymar, dois gols de Gabriel Jesus e um pênalti já nos acréscimos do segundo tempo. Marquinhos e Luan também pontuaram um gol cada.

A disputa pela medalha de ouro será no próximo sábado (20), às 17h30, também no Maracanã. O adversário da seleção brasileira será definido ainda hoje, na partida entre Alemanha e Nigéria.

Edição: Carolina Pimentel

agosto 17, 2016 Posted by | esportes | , , , , | Deixe um comentário

Copa 2.014 – Alemanha enfrentará Argentina

Final da Copa

Argentina e Alemanha

A Copa do Mundo está se tornando chata e previsível e nem mesmo as duas seleções mais emocionantes dessa Copa do Mundo no Brasil, Alemanha e Holanda, escaparam de suas disputas por penaltis. O jogo de hoje mostrou como o futebol ficará no futuro, ao invés de aprender a driblar como Neymar, a criançada deverá aprender as formas lícitas de golpear os adversários, golpes esses que poderiam levar tanto a uma lesão grave, como foi o caso da fratura de Neymar, como levar a morte. Eu ainda não vi jogador morrendo por contusão em campo, mas já vi muito jogador desmaiando ou tendo lesões graves.

Antigamente havia o carrinho por trás, que foi proibido, mas novas formas violentas foram desenvolvidas, afinal, estamos falando de valorização de passe de jogadores, estamos falando de milhões de dólares, estamos bem próximos de falar em bilhões. Eu sei do que eu estou falando porque eu já passei por isso.

Vai chegar o dia em que o futebol (soccer), será como o futebol americano, ou seja, o jogador com a bola terá de ser protegido por outros dois ao seu lado, com um protegendo a sua frente e, talvez, até a retaguarda. As regras terão de ser mudadas para evitar o que temos assistido, a imagem da perna do Ronaldo se quebrando é mais forte até que a imagem de Anderson silva no UFC.

Entretanto, toda essa violência, inclusive da torcida fora de campo, poderia se tornar uma forma de guerra, batalha moderna, aumentando ainda mais a audiência desse esporte. Contudo, dentro de campo, para quem quer ver o belo e velho futebol arte, com gols, ficará decepcionado. A goleada da Alemanha contra o Brasil até que foi emocionante, para a Alemanha, mas isso só aconteceu depois de uma tragédia contra Neymar.

Talvez no futuro, novas formas de jogar futebol sejam criadas, como ocorreu com o futebol de salão que eu ainda não entendi porque não está nas olimpíadas. Dizem que o esporte tem de ser praticado por muitos países/pessoas, para ser aceito nas olimpíadas, mas tem esporte na olimpíada que ninguém sabe que existe.

O futebol precisa de mais gols para ser menos violento, então, porque não diminuir a quantidade de jogadores em campo, aumentar o tamanho das traves, etc.

Sobre o jogo de hoje não dá para falar muita coisa, o jogo até que foi bom, mas faltou o melhor de tudo, o momento do gol. Se houvessem menos jogadores talvez pudéssemos ver mais gols. Foram 90 minutos de partida em tempo regulamentar e mais 30 minutos de prorrogação, para depois decidir tudo nos penaltis.

A famosa morte súbita foi abandonada, talvez porque os jogadores modernos poderiam entender a “morte súbita” literalmente, ao invés de ser a primeira equipe que faz o gol na prorrogação.

A Argentina que passou toda a Copa com um sistema de jogar com menos gols e mais marcação, empatou em 0 a 0, e venceu nos penaltis por 4 a 2. Agora a Argentina pega a Alemanha que foi um dos três times mais emocionantes da copa, ao lado da França e Holanda. Tudo leva a crer que teremos um jogo monótono sem gols e disputa de penaltis. Vamos torcer para que não.

O Brasil poderia até ser goleado mais uma vez, na disputa pelo bronze, mas eu não acredito que o técnico entre em campo sem volantes novamente. Ganhar a partida já é outra história, acho que ninguém mais respeitará o Brasil depois da derrota por 7 a 1.

SEMI-FINAL

Alemanha 7 Brasil 1

Argentina 4 Holanda 1 (nos penalti)

FINAL

Sábado 12/07 17 hrs – Disputa do terceiro lugar

Brasil x Holanda

Domingo 13/07 16 hrs – Decisão da Copa do Mundo 2.014

Alemanha x Argentina

Alemanha classificada para a Final

Seleções nas semifinais

Brasil está classificado para as semifinais

Seleções classificadas para as quartas

Ranking da FIFA

Brasil está classificado para as quartas de final

Confronto das oitavas

Brasil está classificado para as oitavas da Copa

Resultados da primeira rodada da Copa

Brasil empata com o México

Placar dos primeiros jogos da Copa

Cientistas pesquisam a derrota da Espanha para Holanda

Brasil vence Croácia por 3 a 1

julho 10, 2014 Posted by | esportes | , , , , | 2 Comentários

Copa 2.014 – Brasil está classificado para semifinal

jogo histórico

Brasil e Alemanha

Seleção brasileira de futebol conseguiu hoje uma vitória com sabor de derrota para a torcida, isso porque Neymar sofreu uma fratura e está fora da Copa. Sendo Neymar uma das principais esperanças de gol do Brasil, em caso de uma partida difícil, foi uma perda muito grande.

Há muito tempo o futebol vem perdendo o glamour dos velhos tempos, tornando-se extremamente violento e afastando pessoas bem intencionadas desse esporte. O esporte favorito de mulheres e crianças em países como os EUA, vira uma luta de UFC, em torneios como a Copa do Mundo. É possível fazer uma seleção de jogadas capazes de fazer qualquer expectador de UFC ou MMA sentir calafrios.

Entretanto, apesar de Neymar ser o artilheiro do Brasil, seu rendimento estava apenas regular. Além da tietagem, romances e assédios dos fãs, jogadores da seleção sofrem com a responsabilidade que tem numa Copa, não são raros os casos de jogadores que amarelam.

O pior de uma copa é a suspeita de que certos jogadores tenham se vendido, principalmente quando começam a chutar a bola para fora. Outro problema grave é a arbitragem, por isso, é um alívio saber que a França está fora, já que o presidente da FIFA é francês.

Outro detalhe importante dessa Copa é a falta de seleções em destaque, importantes, a esperança de atuações de grandes craques como Cristiano Ronaldo também não se confirmaram.

No próximo jogo, além de não poder contar com seu maior craque, o Brasil também perde o seu capitão Thiago Silva, suspenso por causa dos dois cartões amarelos.

A vitória contra a Colômbia foi muito importante, já que foi o primeiro jogo do Brasil contra uma equipe que classificou em primeiro lugar do grupo, além do fato de a Colômbia estar invicta e jogar muito bem. A rivalidade latino-americana em relação ao Brasil já é conhecida, mas a covardia com Neymar deixa uma mágoa com los hermanos que será difícil de apagar. Primeiro foi o Chile que acertou o jogador, Neymar praticamente não jogou no segundo tempo, agora é a vez da Colômbia, mas dessa vez foi definitivo.

Cenas como essa nunca são esquecidas, nem mesmo quando é o Brasil que é o protagonista, como aconteceu contra os EUA, quando Leonardo acertou o jogador americano com o cotovelo.

História do Jogo:

Eu sempre achei que o Hulk é meio atrapalhado para atacante e que ele tem perfil de volante, função que era de Dunga. Neymar como meia, vai bem, mas eu acho que ele também poderia jogar como centroavante. Por falar em centroavante, um jogador que eu estou achando apagado na seleção é o Fred, isso é curioso, já que centroavantes são os que mais aparecem.

Se servir de consolo, todas as seleções do Brasil que jogaram bem, perderam, enquanto aquelas que não jogaram bem, venceram.

No jogo de hoje, o Brasil começou muito bem para um jogo contra uma grande seleção como a Colômbia e, principalmente num jogo de quartas de final. A seleção fez um gol logo aos seis minutos, quando o capitão Thiago Silva aproveitou o descuido da zaga e abriu o placar.

Com um gol tão precoce, parecia goleada, mas o Brasil não se empolgou. Pelo outro lado, foi como um balde de água fria no time colombiano. Com mais uma arbitragem fraca, dessa vez de um espanhol, o primeiro tempo foi violento e terminou com o placar de 1 a 0.

No segundo tempo, nada mudou, os atacantes brasileiros não apareceram, ficaram marcados, e só aos 23 minutos a rede voltou a balançar, felizmente foi outro gol brasileiro, demonstrando que o Brasil seria o melhor time das quartas. Desta vez foi David Luiz em uma cobrança de falta, o zagueiro já vinha jogando muito bem durante toda a copa.

O pênalti de Júlio César possibilitou o único gol da Colômbia, felizmente a partida já estava no final. Infelizmente, foi aí que Neymar foi atingido nas costas, sofrendo a fratura e saindo de campo demonstrando muita dor.

Concluindo:

Se é verdade que a melhor defesa é o ataque, então, o Brasil seguiu a cartilha à risca, com dois gols de zagueiros, enquanto os atacantes estavam constantemente marcados. Com a fratura de Neymar, serão os zagueiros as nossas esperanças para a final e semifinal da copa.

Jogar contra a Alemanha sem Neymar na semifinal, não será fácil, mas também não seria fácil com Neymar. O Brasil sempre teve fama por escolher jogadores por interesses, para valorizar o passe deles, muitos craques foram vítimas desse sistema, como Ronaldinho Gaúcho, Romário e até o próprio Neymar na Copa passada. Na partida contra o Chile eu já senti que Neymar teria problemas na Copa e que ele é fraquinho para jogadas mais fortes.

Agora, vamos esquecer o futebol de arte de craques como Neymar e Cristiano Ronaldo, e torcer para que nossos zagueiros façam uma boa copa, principalmente o guerreiro David Luiz. Apesar de ainda ser uma equipe perigosa, a Alemanha não vem apresentando um bom desempenho, por outro lado, o Brasil tem muita técnica, aliás, o melhor técnico do mundo. Pelo menos isso né?

By Jânio

Seleções classificadas para as quartas

Ranking da FIFA

Brasil está classificado para as quartas de final

Confronto das oitavas

Brasil está classificado para as oitavas da Copa

Resultados da primeira rodada da Copa

Brasil empata com o México

Placar dos primeiros jogos da Copa

Cientistas pesquisam a derrota da Espanha para Holanda

Brasil vence Croácia por 3 a 1

julho 5, 2014 Posted by | esportes | , , , , , , | 5 Comentários

Os três grupos da morte da Copa do mundo

Grupos da morte

Copa do Mundo 2.014

Na costa do Sauipe, Brasil, foram escolhidas as equipes que se enfrentaram na Copa do Mundo Brasil de 2.014.

Os responsáveis pelo sorteio foram: Hurst, Mario Kempes, Cannavaro, Matthäus, Zidane, Hierro, Cafú e Ghiggia.

Os três grupos da morte

O sorteio da Copa do Mundo no Brasil teve um resultado inesperado, Afinal não é comum em um final de sorteio de Copa, formarem três “grupos da morte”.

O Grupo B abrirá o torneio com uma partida que reeditará a final da Copa da África do Sul em 2.010, entre a atual campeã, Espanha, contra o atual vice, Holanda, ambos com um nível altíssimo. Enquanto isso no Chile, seleção dirigida por Jorge Sampaoli, eleito o melhor treinador nas eliminatórias sul-americanas, em seu melhor momento. O grupo B completa com a Austrália.

O grupo D é composto por três equipes que já conseguiram a cobiçada Taça do mundo: Uruguai (2 vezes), Itália (4 vezes) e Inglaterra (campeã um vez, em 1.966). O sorteio não foi generoso com a seleção da Costa Rica que entrou nesse grupo.

No grupo G, também são esperados grandes duelos, como o que enfrentará a tricampeã Alemanha, uma das seleções favoritas para ganhar a competição, com o combinado português de Cristiano Ronaldo, que se encontra, segundo o ele próprio reconheceu, em seu nível mais alto na carreira. Vale lembrar que Portugal teve que jogar a repescagem contra a Suécia, para garantir passagem para a Copa. Foram quatro gols portugueses que tiraram do mundial a seleção de Zlatan Ibrahimovic.

O grupo G se completa com a sempre competitiva seleção de Ghana contra os Estados Unidos, cujo técnico Juergen Klinsmann levou a seleção alemã a Copa do Mundo de 2.006.

Relação completa dos clubes:

Grupo A:

Brasil
Camarões
México
Croácia

Grupo B

Espanha
Chile
Austrália
Holanda

Grupo C:

Colômbia
Costa do Marfim
Japão
Grécia

Grupo D:

Uruguai
Itália
Costa Rica
Inglaterra

Grupo E:

Suíça
Equador
Honduras
França

Grupo F:

Argentina
Nigéria
Irã
Bósnia Herzegovina

Grupo G:

Alemanha
Gana
EUA
Portugal

Grupo H:

Bélgica
Argélia
Coréia do Sul
Rússia

A Copa do Mundo FIFA Brasil 2.014 será a XX edição da competição internacional, que se celebrará no Brasil entre 12 de junho e 13 de julho do próximo ano. Será a segunda vez que este país sul-americano recebe este evento. A primeira foi a Copa do Mundo de 1.950.

Alguns dias atrás, a bola do mundial, apelidada de “Brazuca”, brilhou nos estúdios da RT. A mascote do campeonato será o Tatu.

Fonte: RT-TV

dezembro 7, 2013 Posted by | esportes | , , , , , | Deixe um comentário

Brasil empata com Portugal num jogo de retranca

próximo adversário

Fator Psicológico

Seleção brasileira sofre para conseguir empatar com Portugal, novos tempos no futebol.

Em entrevista coletiva, os jogadores brasileiros foram unânimes em afirmar que a retranca portuguesa foi responsável pelo zero a zero, não foi bem o que eu vi não.

O que eu vi foi Cristiano Ronaldo querendo provar que quem não faz toma, pior para nosso goleiro que sofreu para proteger o gol, e conseguiu.

Nem é preciso ser especialista em futebol, para perceber que o time do Brasil estava tocando demais a bola, coisa de quem está satisfeito com o placar de zero a zero, resultado que dava a liderança do grupo para o Brasil.

Como a seleção brasileira é experiente, começou a tocar a bola no meio de campo, simulando um ataque. Na realidade, eles estavam vendo o tempo passar.

No final, por pouco eles não perdem a partida. Teve pênalti não marcado, goleiro se atirando na frente de atacante, nem dá para dizer que o time brasileiro não lutou.

Eu também vi jogador brasileiro obstruindo passagem de atacante português, parecia jogo de basquete, mas o time estava atento.

Podemos dizer que os zagueiros jogaram bem, o goleiro, melhor ainda. Quando goleiro começa a aparecer, é porque o time está mal – Não é retranca não?

Vendo Cristiano Ronaldo, atacante de Portugal, jogar, fiquei pensando: “…e pensar que já tivemos dois Ronaldo bons assim … é, porque dá para notar que um Cristiano Ronaldo só não faz uma boa seleção portuguesa.”

É bom não se esquecer, jogamos sem o oportunista, e artilheiro, Elano, e sem Kaká, um dos melhores jogadores do mundo. De certa forma, a seleção brasileira jogou com o ataque reserva, enfrentando o maior adversário do grupo.

Para o próximo jogo, a seleção brasileira estará completa, e não será apenas um jogo classificatório, a partir de agora, quem perder está fora, portanto resta saber qual a jogado de Dunga.

No outro grupo, aquele que decidia quem enfrentaria o Brasil e Portugal, respectivamente, foi um jogo de vencedores. Assim como o jogo Brasil e Portugal decidiu o primeiro e o segundo colocado do grupo, Chile e Espanha decidiram quem seria o primeiro e o segundo colocado de seu grupo também.

Não me avisaram que a Espanha era a campeã européia, por isso eu achei que o Chile ia ganhar. A Espanha ganhou e deixou o Chile como segundo colocado, jogando justamente contra o Brasil nas oitavas de final.

Seria bom ver confrontos entre sul americanos contra europeus, mas estamos na África, a terra das zebras, aqui tudo acontece diferente. Os europeus perderão mais uma seleção, os sul americanos também.

Falando em americanos, das dezesseis seleções classificadas para as oitavas, sete seleções são americanas. Só Honduras não se classificou para as oitavas de final.

A seleção brasileira jogará contra o Chile nas oitavas, o Chile terminou em segundo de seu grupo.

O Brasil conhece muito bem a seleção chilena, portanto não haverá surpresas, pelo menos é o que nós esperamos. Esse é o lado bom, a Espanha não é muito diferente do chile, mas é uma seleção européia.

Nos outros dois jogos de hoje, há pouca coisa para se comentar. A Costa do Marfim, aproveitando a goleada de Portugal contra a Coréia do Norte, fez mais três, deixando a Coréia do Norte como a Seleção que mais sofreu gols na copa, nessa primeira fase; nem é preciso dizer que as duas foram eliminadas, não é mesmo?

Suíça e Honduras ficaram fora da copa, num jogo sem gols.

By Jânio

junho 26, 2010 Posted by | esportes | , , , , , , , , , , , | 5 Comentários

Fla x Cor – O duelo das maiores torcidas do Brasil

maiores torcidas

Duelo de titãs

Aproveitando o gancho do texto do jornalista Lino Tavares, padrinho do novo clássico brasileiro, o Fla X Cor, vamos publicar o resultado da pesquisa do Datafolha, sobre as maiores torcidas do Brasil.

Hoje, foi o primeiro jogo do clássico Fla x Cor, melhor para o flamengo que levou a melhor, ganhando pelo placar de 1 x 0.

Mesmo tendo um jogador expulso, já no início do jogo, o “Mengão” não se abateu e conseguiu marcar um gol, levando vantagem de um gol para a partida de volta.

Em outro jogo que criou-se grande expectativa, Santos x Atlético-MG, os meninos da vila também não tiveram o desempenho esperado, para os torcedores que queriam ver todo o ataque do Santos na seleção brasileira.

O marketing dos jogadores anda em alta, Roberto Carlos veio para o Corinthians, empolgado pela negociação de Ronaldo com o “Timão” e fechou com o time paulista. Por outro lado, Wagner Love abandonou a torcida paulista para jogar ao lado de Adriano no Flamengo, criando o império do amor e uma rivalidade, já que o Corinthians levou Ronaldo, dado como certo no Flamengo, antes de fechar com o Corinthians.

Esses dois jogos não chegaram a comprometer a festa da segunda partida, exceto pelo fato de que quem joga fora de casa, leva a pressão de jogar contra a torcida adversária.

O clássico Fla x Cor mostra o embate das duas equipes de maior torcida do Brasil, veja a lista das maiores torcidas do país:

01 – Flamengo – O flamengo perdeu dois por cento de sua torcida, mas continua em primeiro lugar com dezessete.

02 – Corinthians – Ao contrário do flamengo, o Corinthians subiu um por cento, estabelecendo empate técnico com a torcida do Flamengo, com catorze por cento.

03 – São Paulo – O São Paulo se manteve em terceiro, com oito por cento da torcida.

04 – Palmeiras – O Palmeiras ficou em quarto, com seis por cento.

05 – Vasco – Com quatro por cento, o Vasco está longe de seu arquirival Flamengo.

06 – Cruzeiro – Com três por cento, aparece em sexto.

07 – Grêmio – Também com três por cento da torcida brasileira, vem o time gaúcho.

08 – Internacional – Completando a disputa acirrada com Grêmio e o Cruzeiro, o Internacional de Porto Alegre mostra porque o Gre x Nal é o clássico mais disputado do mundo, com duas torcidas iguais, três por cento.

09 – Santos – O time da baixada santista está com dois por cento da torcida do Brasil.

10 – Atlético Mineiro – O rival do Cruzeiro jogou bem hoje, também tem dois por cento da torcida do país.

Finalizando a lista, com um por cento, estão: Botafogo, Fluminense, Bahia, Sport, Vitória, Portuguesa.

Fonte: Datafolha

Texto: By Jânio

abril 29, 2010 Posted by | esportes | , , , , , , , , , | 7 Comentários

A primeira partida de futebol de um homem

curso de futebol

Quando a  Romorena me disse que não entendia nada de futebol, eu me lembrei de uma história muito interessante.

Era mais ou menos assim:

“Essa foi a primeira e a última vez que eu assisti a um jogo de futebol, a experiência não foi muito boa para mim.

A expectativa era muito grande, entrei num lugar enorme, chamado estádio, estava lotado. Mais tarde me disseram que era final, eu não entendi – como final? – eu acabara de entrar, pagando para entrar um preço exorbitante, porque um tal de cambista me disse que não tinha mais lugar; futebol deve ser mesmo importante para ter até cambista.

A primeira vista, parecia que eu ia ver o maior espetáculo da Terra, cheguei até a comentar com alguém, ele me confirmou, esse era o maior espetáculo da Terra. Eu fiquei cheio de expectativas, cresci fechado, estudando, nunca tive tempo para me informar sobre esportes.

Procurei um lugar para mim, para meu azar, havia um grupo atrás que falava algumas palavras ofensivas, do tipo: hoje o matador vai acabar com eles, vamos acabar com sua raça.

Pensei comigo: Esse tal de futebol, deve ser parecido com tourada, só pode ser isso, vão matar o boi.

Pouco tempo depois, começaram a entrar várias pessoas, formando dois grupos, um de camisa vermelha e um de camisa branca. Logo depois entraram três homens de roupa completamente preta, imaginei que eram alguém muito importante pois todos ficaram em silêncio, cheguei a ficar preocupado.

Cantaram o hino nacional, num protocolo de dar medo, sempre sob a liderança do homem vestido de preto.

Os dois grupos se encontraram, cumprimentaram-se e foram para o centro do campo.

O homem de preto colocou o pé sobre a bola, bem no centro do campo, apitou, e um dos homens chutou a bola.

Foi aí que começou o pastelão, um homem do outro grupo foi pegar a bola, mas foi impedido, cada vez que alguém de seu grupo tentava pegar a bola, o outro grupo chutava a bola.

Estava na cara que isso ia acabar em briga; a certa altura, alguns se desentenderam, iniciaram uma briga, o homem de preto apitou alto, imediatamente, todos pararam a briga e ficaram quietos.

O homem de preto chegou a tirar um papel amarelo, do bolso da camisa, levantou para cima,  acho que ele pretendia era tirar outra coisa, porque ele logo guardou o papel amarelo no bolso, estava emocionado.

À essa altura, percebi que o homem de preto era o dono da bola, pois só ele pegava a bola com a mão, os outros só podiam encostar os pés. O primeiro que colocou a mão na bola, levou uma tremenda bronca do homem de preto.

Durante quarenta e cinco minutos, foi a mesma coisa, vinte e dois homens correndo atrás de uma bola sem poder pegar. Para alívio de todos, o sofrimento acabou, entraram todos numa porta, por onde tinham entrado.

Alguém atrás de mim disse – Vai melhorar, vamos acreditar, vai melhorar – aí, eu me animei, se ele falou que ia melhorar, é porque ia, estava eufórico.

Depois de quinze minutos, depois de todos irem ao banheiro, fizeram o lanche, todos estavam de volta ao seu lugar. Alguém disse que ia começar o segundo tempo.

Minha esperança era que acontecesse algo diferente, para minha decepção, aconteceu a mesma coisa do primeiro tempo, ficaram mais quarenta e cinco minutos correndo atrás da bola, foi demais para mim.

Depois de quarenta e cinco minutos, o homem de preto tornou a apitar, levantou os dois braços, pegou a bola e saiu correndo. Pelo menos uma coisa eu entendi, a bola era dele mesmo, e ele levou a bola para casa.

Nesse momento um grupo de homens, de camisa vermelha, começou a gritar, o grupo que estava próximo a mim não gostou muito e saiu rápido e foi embora.

Eu pensei muito em participar daquela festa bonita, mas as pessoas próximas a mim estavam com cara de poucos amigos. Pensei até em perguntar porque eles não participavam da festa, mas a tristeza era tão grande que eu preferi sair dali.

Não gostei muito do tal futebol não, mas tenho uma sugestão para eles:

Será que da próxima vez dá para comprar mais bolas, achei que com uma bola só não dá para jogar direito, afinal com um campo tão grande, vinte e dois homens, uma bola só é muito pouco, não é mesmo?

By Jânio

dezembro 8, 2009 Posted by | Piadas | , , , , , | 4 Comentários

   

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Marca Livro

A arte de criar histórias em prosa ou verso

bastet - protetora dos gatos

todos os animais merecem o céu e os gatos principalmente

Blog CIN 5018

Informatização de Unidades de Informação

The Promise Carrier

Ebrael's official website in English.

detudosobretudoblog

Este site vai aborda todos os temas voltado para as mulheres

Letícia Giacometti Ribeiro

O diário de uma estudante de Jornalismo

Caminho Alternativo

Geopolítica, atualidades e opinião

Escrita em Foto

Colunas, textos, fotografias; a vida de alguém que busca mais do que apenas viver.

%d blogueiros gostam disto: