Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Quem será o grande vencedor da final da Copa da Africa do Sul

holanda vs espanha

Grande Final

…e a Holanda foi a primeira seleção classificada para a final… agora nós temos uma final real nessa Copa, pelo menos na torcida, literalmente falando.

Com a vitória da Espanha sobre a Alemanha, o que eu já não achava impossível, imaginando que nessa copa não há nenhuma seleção invencível. Pelo menos se depender do talento não, o que diferencia a Holanda das outras seleções é a atenção, a concentração, a capacidade de evitar pequenos erros.

Evitar os erros, um gol contra é o pior , é fundamental para que uma seleção consiga levar essa taça.

Aquele gol contra do Brasil, fez com que a Holanda conseguisse respirar, depois de levar o primeiro gol. O empate, com o gol contra, fez com que a Holanda voltasse a acreditar em seus planos, na sua regularidade na Copa, sem mudar sua estratégia para correr atrás de resultado.

O Uruguai fez uma grande partida contra a seleção holandesa, mas jogar atrás, no placar, não é para qualquer um. Os latinos tem problemas diante de dificuldades, devido a sua natureza passional.

Com o placar tão favorável, a Holanda só precisou administrar o placar até o final, com direito a torcida real e tudo.

Com a vitória da Espanha contra a Alemanha, apesar de que a Alemanha não estava disposta a ceder essa vaga, na final, tão facilmente, teremos um encontro de duas torcidas reais, mostrando o que sempre tememos, o Copa ainda vive na época da monarquia.

A monarquia poderia explicar a presença do “Rei Pelé” em todos os eventos futebolísticos, o problema é que o nosso “Rei” já deixou o trono há 40 anos, ninguém tem nos respeitado desde então. Estamos com um “Rei”, mas um rei sem poder, o poder ficou com a realeza.

Até agora, o plano da Holanda deu certo. Será considerado uma “zebra” se  perder essa copa, agora ela é a favorita, ser favorita não é nada bom. È por isso que a Holanda faz questão de nos lembrar o tempo todo que a Espanha é campeã européia e tem a melhor seleção de todos os tempos, isso  que é confiança.

Na semifinal entre a Alemanha e a Espanha, mais uma vez o futebol latino foi posto à prova, e os americanos deram adeus a Copa. Pelo menos dessa vez, a Copa do Mundo provou que a qualidade é mais importante que a quantidade.

Como dissemos anteriormente, o decadente futebol europeu conseguiu provar que o futebol latino-americano está ainda mais decadente. Por essas, e por outras, é que o futebol é tão emocionante, uma caixinha de surpresas.

No placar apertado de três a dois, a Holanda mostrou mais uma vez que não é brilhante, mas mostrou também que não erra; se o Juiz errou, isso não é problema holandês, a parte deles está feito.

Se você gosta de competitividade, de jogo sem favoritos, onde qualquer resultado será uma grande surpresa, não perca essa final. A campeã européia também provou que merece estar na final, que não é campeã à toa.

…mas a Holanda é um perigo, disso eu não tenho a menor dúvida, com cem por cento de aproveitamento, uma vitória seria a consagração de um time que não conheceu a derrota nessa Copa.

No caso da “favorita” Espanha, campeã européia, com a maior torcida do Brasil na final, atenção será pouco.

Considerando-se que a Holanda não saiba o que é derrota, passar o favoritismo para a Espanha é pura estratégia, essa será a sua melhor partida na Copa.

FINAL DA COPA DA AFRICA DO SUL DE 2.010:

Holanda x Espanha – Quando as realezas se encontram.

SEMI-FINAIS

Holanda 3  x 2 Uruguai

Alemanha 0  x 1 Espanha

By jânio

julho 11, 2010 Posted by | esportes | , , , , , , , , , , , , , , , , | 4 Comentários

Times classificados para as semi-finais da Copa da África do Sul

Cem por Cento

Buscando a Taça

Escrever sobre a Copa  da África do Sul, sem o Brasil,  não tem graça. Antes de falar sobre as quatro melhores seleções do mundo, alguns detalhes merecem serem analisados.

Eu acho que já passou da hora de abandonarmos o sistema de retranca e voltarmos ao velho futebol brasileiro, acreditarmos em nossos talentos. É preciso voltarmos a buscar os jogadores talentosos, aqueles que tem o dom natural, não a técnica.

Jogadores técnicos, formados em escolinhas, serão muito úteis para os campeonatos  (brasileiro, paulista, carioca, mineiro, gaúcho, etc) mas para jogar na seleção brasileira, só os melhores, aqueles com dom, craques.

Jogadores como Romário, Pelé e tantos outros jogadores talentosos que fizeram história, jogadores que tiveram seu dom reconhecido nos campinhos de periferia, comunidades de favelas, e ruas de pequenas cidades de interior.

Não basta fazer embaixadinhas e dar chapéus, como o Ronaldinho Gaúcho; nem enfeitar e dar espetáculo, como o Robinho; eu sei que esses são os melhores jogadores que nós temos, mas não basta. De hoje em diante, será preciso investigar a história de cada jogador, suas origens e comportamento, saber o que significa a copa para esse jogador.

Eu sempre fui contra jogadores Mauricinhos: Luizinhos, Paulinhos, Robertinhos, Joãozinhos. Na minha opinião, está na hora de voltamos ao Paulão, Luizão, Robertão. Os tempos de Pelé e Garrincha estão fazendo falta.

Precisamos de jogadores que se emocionem ao vestir a camisa, mas que sejam guerreiros talentosos que saibam o que a torcida brasileira está sentindo. A Copa significa muito para o Brasil, não dá para ficar enganando o povo, jogando amistosos com times de quinta categoria.

Quando eu disse: “Apesar do trauma da Argentina a Holanda pode ser pior”, eu nunca esperei que o Brasil seria a vítima. Eu até entendo que a Holanda mereça ganhar a Copa, afinal, foi a única com cem por cento de aproveitamento.

O Brasil enfrentou o time mais forte da Copa na hora errada, além de estarmos ainda nas quartas de final, éramos favoritos. Jogar uma Copa do Mundo já é muito difícil, jogar como favorito é pior porque é preciso merecer.

As quatro seleções classificadas para as semi-finais, souberam aproveitar a chance de jogar a Copa mais fácil da história, sem super craques, como eram o caso de Romário, Maradona, além de seleções como Itália e a Alemanha.

Essa seleção da Alemanha não é nem sombra da grande Alemanha tricampeã do mundo, chegou a perder para Sérvia, que nem passou pela primeira fase.

Pela atenção e por saber aproveitar as oportunidades, com jogadores regulares e bons técnicos, essas quatro equipes merecem estar nas semi-finais. O futebol apresenta regras claras e nem com a ajuda de um Juiz, é possível vencer uma super equipe, se ela estiver preparada.

É uma pena ver que o decadente futebol europeu provou que o futebol americano está ainda pior. Da América, ficou só o Uruguai, o ganhador da primeira Copa. perdida pelo Brasil em seu próprio pais, em 1950. Erros acontecem, mas é preciso aprender com eles.
SEMI-FINAIS

Holanda x Uruguai

Alemanha x Espanha

PRIMEIRA FASE

BY Jânio

julho 3, 2010 Posted by | esportes | , , , , , , , , , | 7 Comentários

Brasil vence e avança para as quartas de final

Holanda vs Brasil

Retranca vs Líberos

A hora da verdade está se aproximando para a seleção brasileira, felizmente vem em boa hora, depois de golear a equipe do Chile por três a zero.

Com o time completo, o Brasil finalmente conseguiu mostrar o seu futebol, até o novato Robinho marcou.

Como já prevíamos, a evolução técnica das equipes tornou o Brasil muito mais solto em campo, e mais produtivo também. Esse é preço que se paga por fazer amistosos só com times da “terceira divisão” e jogar com times fracos na primeira fase.

Jogando com times de péssima qualidade, a seleção ficou retraída, não sem razão, prova disso é a contusão de Elano e a expulsão de Kaká. O lado ruim dessa história, é que o Brasil vai jogar com times de melhor qualidade, às cegas; o lado bom, é que a única seleção considerada de alto nível, que o Brasil pegou, o time goleou, certamente a seleção holandesa deve saber disso.

Os pontos fracos do Brasil, todo mundo sabe, mas tem suas vantagens. Jogar na retranca é uma bela arma contra times rápidos e perigosos como o time holandês, o japonês e o time de Gana. Contra o time argentino, poderia até ser um problema – eu disse poderia – acontece que o time brasileiro não toca a bola na perto de sua própria área, toca a bola longe, no meio de campo, isso mostra a experiência do volante Dunga em retranca.

Muitos especialistas poderiam criar esquemas do tipo 4 4 2, 4 3 3, 3 4 3, ou assim por diante. A observação pode até ser válida, mas no jogo que vimos hoje, dá para ver que o Brasil, apesar de retranqueiro, gosta de fazer gol, gosta de contra ataque e jogadas de bolas paradas.

Outro detalhe, jogando em cima das regras, o time sabe que precisa de um gol, só resta saber se a retranca vem antes ou depois desse gol salvador.

Depois do surgimento do líbero, jogador que joga no campo todo, o Brasil se tornou muito mais flexível em seus esquemas táticos. Por isso eu afirmo que, seja lá qual for o jogador que ele escale, o time terá um esquema flexivo, um 4 4 2, evoluindo para um 3 5 2, e só então assumindo definitivamente o 3 4 3, tornando-se agressivo com três atacantes, o suficiente para fazer o gol.

Lembrando que o 3 4 3 é temporário, voltando ao tradicional 4 4 2. Observem nas mudanças acima o preparo do bote do dragão, essa seria a forma inteligente de atacar sem permitir contra-ataque. Era assim que eu fazia quando jogava bola, foi assim que eu fiz contra a própria seleção brasileira de sénior, chegando inclusive a marcar suas saídas de bola, em 1981, a ideia é jogar de acordo com o perfil psicológico do time adversário, em um determinado momento.

Jogar futebol não é fácil, principalmente contra um time experiente como o Brasil. O técnico Dunga parece conseguir controlar os jogadores muito bem, prova disso é que Robinho apareceu no memento certo, na hora em que era preciso fazer o gol.

Não adianta esperar respeito das outras seleções, daqui para frente serão as oito maiores equipes do mundo, o Brasil deve aproveitar a sua experiência, já que nenhuma, das atuais seleções, são superiores ao time brasileiro.

Algumas coisas poderiam acontecer no próximo jogo, contra a Holanda:

Primeiro – Difícil de acontecer. A Holanda faria um gol em cima da retranca do Brasil, o Brasil sairia para recuperar a desvantagem, levando mais um, a partir daí o jogo seria retrancado dos dois lados até o fim do jogo.

Segundo – Com uma boa marcação, o Brasil tomaria a bola da Holanda e marcaria o seu gol. A partir daí, a Holanda manteria seus jogadores de defesa “plantados”, esperando que o ataque consiga o impossível, superar a retranca brasileira. É isso o que eu acho que vai acontecer.

Terceiro – O Brasil jogaria melhor que a Holanda e faria o primeiro e segundo gols. com sua experiência, tocaria a bola com mais facilidade, simulando ataques, fazendo mais um gol sobre a equipe cansada da holanda, no final do segundo tempo.

Não há a menor possibilidade de disputas por pênaltis, em duas equipes tão diferentes, até porque tem a prorrogação, aí o jogo se definiria.

Resumindo para quem entende pouco de futebol: A Holanda só vence se o Brasil falhar em seu esquema tático, caso contrário, podem esperar sentados.

A Argentina pagou muito caro pela sua falta de experiência, nos jogos de eliminatórias para a copa, desde então algum tempo se passou, a equipe evoluiu, mas não o suficiente para vencer o Brasil.

Para a nossa sorte, apesar de obter cem por cento de aproveitamento, vencendo hoje, por dois a um, a surpreendente seleção da Eslováquia; a Holanda não jogou brilhantemente. Isso mostra uma certa inexperiência, não sabe jogar com as regras do jogo, não tem muitas estratégias; sua força consiste em seu ataque, segue a risca a filosofia futebolística: “Quem não faz, toma.”

O Brasil costuma “fazer”, apesar de alguns tropeços memoráveis: Contra a Franca, um mistério paira sobre o amarelão de Ronaldo “o fenômeno”, levando a seleção a adotar a concentração do time.

Na copa passada, o então inexperiente Kaká não teve muito aproveitamento, Ronaldinho Gaúcho não conseguiu se adaptar a tempo, o resto do time não foi suficiente para manter o time na disputa.

Os sete pecados capitais, dessa vez, podem derrubar a Argentina.

By Jânio

junho 29, 2010 Posted by | esportes | , , , , , , , , , , , , , , | 5 Comentários

Argentina e Alemanha protagonizarão o maior clássico da Copa

Argentina x Alemanha

Clássicos da Copa

O domingo foi cheio de gols na África, apesar dos erros de arbitragens, foram dois grandes espetáculos.

A Argentina está provando que merece ganhar a taça, no jogo de hoje, o time de los hermanos teve uma ajudinha do juiz para desequilibrar o começo da partida, validando o gol em que Carlito tevez estava impedido. No final do jogo, Carlito Tevez ainda foi substituído, saindo com cara de poucos amigos.

Para quem acha que Maradona não é um bom técnico, a vitória sobre a seleção do México, por três a um, mostra que Maradona é um excelente preparador de jogadores, grande líder também.

Tirando Tevez, Maradona mostrou quem é que manda, isso deixa os jogadores mais confiantes com sua autoridade frente ao time.

Quando eu vejo a movimentação do ataque e meio de campo da Argentina, o único pensamento que me vem a cabeça é: “Eu queria ter um Brasil assim.”

Sem querer dizer que a Argentina é melhor que o Brasil é claro, os jogadores brasileiros tem suas próprias características e qualidades. Ter um bom conjunto, num jogo de retranca, pode não ser melhor que um time com grandes qualidades individuais.

Além disso, é preciso considerar o tempo e o espaço. Na copa de 90, por exemplo, quando Maradona humilhou o próprio Dunga, a Argentina tinha, além de qualidades individuais, um bom conjunto.

Contra um time como aquele, era preciso atacar muito, além de evitar que a bola chegasse aos pés de Canídia, Batistuta e do próprio Maradona.

Hoje, felizmente, os tempos são outros. O time brasileiro já goleou o time da Argentina na fase de eliminatórias para a copa, por isso, talvez Argentina não esteja assim tão a vontade contra o Brasil.

Ao golear a Inglaterra, por quatro a um, a Alemanha não prova muita coisa não. Tanto a Alemanha, quanto a Inglaterra, estavam desacreditados, o único detalhe que chama a atenção é o placar, mas até nisso o juiz ajudou a Alemanha.

O jogo entre Argentina e Alemanha, pelas quartas de final, pode até decidir quem será o próximo campeão do mundo. O grande obstáculo em seus caminhos já tem cinco taças na mão, e mesmo não jogando lá essas coisas, impõe respeito.

A questão do favoritismo conta muito nessa hora, o fato de o Brasil não precisar provar nada para ninguém também faz a diferença. Basta lembrar que as melhores seleções da história, que o Brasil já formou, deram vexame.

Na copa passada, por exemplo, se dependesse de um time perfeito, a taça era do Brasil; em 78 e 82, o Brasil era considerado um conjunto perfeito, quase invencível; se dependesse de espetáculo, o Brasil teria mais de dez copas.

O tempo de brincar acabou, brincar é para o Paulistão e Brasileirão, na copa, Robinho vai ser um bom menino, vai ficar quietinho cumprindo sua obrigação. Na copa não se pode enfeitar, porque não se pode errar na frente dos maiores jogadores do mundo.

É isso que faz do Brasil um dos países mais experientes do mundo, afinal as copas de 78 e 82, sem falar a de 2006, serviram para alguma coisa.

 

by Jãnio

junho 28, 2010 Posted by | esportes | , , , , , , , , , , | 2 Comentários

Times classificados para as quartas de final começam a ser definidos

raça uruguaia

Novos Heróis

Os times que participarão das quartas de final da Copa da África do Sul começaram a ser definidos hoje, os novos heróis a escreverem seus nomes na história também, esse foi o caso de Luiz Suarez. O atacante foi decisivo contra a Coréia, ao marcar os dois gols necessários à classificação da seleção uruguaia, vencendo a equipe da Coréia do Sul por dois a um.

Parece que os jogadores uruguaios estavam certos ao dizer que escapar do jogo contra a Argentina era fundamental para avançar na copa.

Todos sabem que escolher adversários não é o mais certo, para quem deseja ser campeão do mundo, por outro lado, escolher o caminho com mais pedras é insensato. O Uruguai provou que fez a escolha certa e se classificou, mesmo sendo uma vitória sofrida.

No outro jogo, entre Gana e EUA, eu cheguei a pensar que os Sul Africanos, e todo o resto do continente da África, ficariam sem um representante para torcer. Depois de fazer um gol, provocaram um pênalti e os EUA deixaram tudo igual; foi na prorrogação que o fortíssimo time de Gana mostrou que é um dos oito times mais bem preparados para ganhar a copa do mundo.

O time de Gana empatou no primeiro tempo, em um a um, e ganhou na prorrogação por um a zero.

Essa definição de quarta de final, entre Uruguai e Gana, deverá ser uma das mais emocionantes da história das copas. De um lado estará o Uruguai, depois de quarenta anos sem participar das quartas, de outro lado, Gana, já fazendo história como o primeiro time africano a seguir rumo as finais.

Na Copa dos Pequenos, os times mais pobres venceram, mostrando que nas comunidades das favelas, nas ruas de periferia e cidades de interior, estão os craques mais bem preparados para a Copa do Mundo, que mais que um torneio é uma guerra mundial, só que muito mais inteligente que as guerras tradicionais.

É bom sempre lembrar que o Uruguai ganhou a primeira Copa do mundo, justamente em cima do Brasil, num gol que ficou para a história.

Falando em Brasil, muita gente duvida que o time consiga vencer nas quartas de final, mas o problema estará logo nas oitavas, enfrentando o time do Chile.

Duas notícias que chegam em boa hora são: O time do Brasil jogará com o seu melhor ataque, Luis Fabiano e Kaká, que mesmo não jogando tão bem, podem chamar a marcação, deixando outro craque brilhar; a seleção chilena, depois de perder para a Espanha, jogará desfalcada, o que poderá criar mais um jogo de retranca na caminhada do Brasil em direção a taça.

Eu acho que de retranca o Dunga entende, não é mesmo? – Só não vale ficar chorando depois, dizendo: “…mas foi nos pênaltis…”

Quem não ganha no tempo normal, joga a prorrogação; se não vencer na prorrogação vai para o purgatório dos pênaltis, onde saberá se conhecerá o paraíso ou…

QUARTAS DE FINAL

Uruguai 1 x Gana 1

Argentina 0  x Alemanha 4

Brasil 1  x Holanda 2

Espanha 1  x  0 Paraguai

by Jânio

junho 27, 2010 Posted by | esportes | , , , , , , , , , , , | 6 Comentários

Brasil empata com Portugal num jogo de retranca

próximo adversário

Fator Psicológico

Seleção brasileira sofre para conseguir empatar com Portugal, novos tempos no futebol.

Em entrevista coletiva, os jogadores brasileiros foram unânimes em afirmar que a retranca portuguesa foi responsável pelo zero a zero, não foi bem o que eu vi não.

O que eu vi foi Cristiano Ronaldo querendo provar que quem não faz toma, pior para nosso goleiro que sofreu para proteger o gol, e conseguiu.

Nem é preciso ser especialista em futebol, para perceber que o time do Brasil estava tocando demais a bola, coisa de quem está satisfeito com o placar de zero a zero, resultado que dava a liderança do grupo para o Brasil.

Como a seleção brasileira é experiente, começou a tocar a bola no meio de campo, simulando um ataque. Na realidade, eles estavam vendo o tempo passar.

No final, por pouco eles não perdem a partida. Teve pênalti não marcado, goleiro se atirando na frente de atacante, nem dá para dizer que o time brasileiro não lutou.

Eu também vi jogador brasileiro obstruindo passagem de atacante português, parecia jogo de basquete, mas o time estava atento.

Podemos dizer que os zagueiros jogaram bem, o goleiro, melhor ainda. Quando goleiro começa a aparecer, é porque o time está mal – Não é retranca não?

Vendo Cristiano Ronaldo, atacante de Portugal, jogar, fiquei pensando: “…e pensar que já tivemos dois Ronaldo bons assim … é, porque dá para notar que um Cristiano Ronaldo só não faz uma boa seleção portuguesa.”

É bom não se esquecer, jogamos sem o oportunista, e artilheiro, Elano, e sem Kaká, um dos melhores jogadores do mundo. De certa forma, a seleção brasileira jogou com o ataque reserva, enfrentando o maior adversário do grupo.

Para o próximo jogo, a seleção brasileira estará completa, e não será apenas um jogo classificatório, a partir de agora, quem perder está fora, portanto resta saber qual a jogado de Dunga.

No outro grupo, aquele que decidia quem enfrentaria o Brasil e Portugal, respectivamente, foi um jogo de vencedores. Assim como o jogo Brasil e Portugal decidiu o primeiro e o segundo colocado do grupo, Chile e Espanha decidiram quem seria o primeiro e o segundo colocado de seu grupo também.

Não me avisaram que a Espanha era a campeã européia, por isso eu achei que o Chile ia ganhar. A Espanha ganhou e deixou o Chile como segundo colocado, jogando justamente contra o Brasil nas oitavas de final.

Seria bom ver confrontos entre sul americanos contra europeus, mas estamos na África, a terra das zebras, aqui tudo acontece diferente. Os europeus perderão mais uma seleção, os sul americanos também.

Falando em americanos, das dezesseis seleções classificadas para as oitavas, sete seleções são americanas. Só Honduras não se classificou para as oitavas de final.

A seleção brasileira jogará contra o Chile nas oitavas, o Chile terminou em segundo de seu grupo.

O Brasil conhece muito bem a seleção chilena, portanto não haverá surpresas, pelo menos é o que nós esperamos. Esse é o lado bom, a Espanha não é muito diferente do chile, mas é uma seleção européia.

Nos outros dois jogos de hoje, há pouca coisa para se comentar. A Costa do Marfim, aproveitando a goleada de Portugal contra a Coréia do Norte, fez mais três, deixando a Coréia do Norte como a Seleção que mais sofreu gols na copa, nessa primeira fase; nem é preciso dizer que as duas foram eliminadas, não é mesmo?

Suíça e Honduras ficaram fora da copa, num jogo sem gols.

By Jânio

junho 26, 2010 Posted by | esportes | , , , , , , , , , , , | 5 Comentários

A Copa das pequenas grandes seleções

Italia perde

Drama Italiano

A Copa da África do sul vai acabar sendo conhecida como a Copa dos pequenos grandes times. Os times grandes, privilegiados como cabeças de chaves, não conseguem fazer por merecer, acabam sendo eliminados ou tendo que se enfrentar antes da final.

Hoje foi a vez da tetra-campeã Itália, segunda maior ganhadora de Copas da história do torneio, perdendo só para o Brasil. A história da Itália já vem sendo escrita desde o primeiro jogo, pegou um time com boa atuação nas últimas copas que participou, o Paraguai, em seguida empatou com a Nova Zelândia, terminando sua participação com uma derrota para a Eslováquia.

Essa deverá ser uma Copa para a Itália esquecer, a mesma coisa não podemos falar da Eslováquia que conseguiu a façanha de vencer a segunda maior seleção a ganhar copas no mundo.

Numa Copa com todos os campeões da história das Copas presentes, acabou se revelando uma grande decepção para os campeões, mostrando que nenhuma seleção será respeitada apenas por ter sido campeã.

Primeiro foi a campeã França; hoje foi a vez da Itália; como se isso não bastasse, Alemanha e Inglaterra decidem quem fica e quem sai. Poderá ser uma bi-campeã, no caso da Inglaterra, ou uma tri-campeão, no caso da Alemanha.

Qualquer que seja o resultado do jogo da Alemanha contra a Inglaterra, uma coisa já é certa, será mais um duro golpe para o seleto grupo dos cabeças de chaves.

Os cabeças de chaves são separados estrategicamente, cada um em um grupo diferente, com isso, caso os cabeças de chave ganhem todos os seus jogos até o final da copa, não se enfrentam antes das quartas. Como isso não aconteceu, Alemanha e Inglaterra serão os primeiros a vivenciar os novos tempos do futebol.

O Japão, com seus três gols de hoje, não só derrubou um mito do futebol moderno, a Dinamáquina, como obteve sua classificação em dois gols de bola parada, logo no início do jogo. Não dá nem para dizer que a Dinamarca não mereceu, depois de levar um gol de falta na entrada da área, levar o segundo implica em falta de atenção.

Por outro lado, o Japão, além de ser uma das seleções mais bem preparadas fisicamente da Copa, jogou no segundo tempo com a mesma garra do primeiro, mostrou tanta velocidade que me admirou ter mantido o pique.

A Dinamarca mostrou-se bem inferior ao time do Japão, na questão física, esse foi o motivo de cometer duas faltas perigosas na entrada da área, por isso foi eliminada.

Uma das três seleções a obter cem por cento de aproveitamento na segunda rodada, a seleção da Holanda conseguiu fechar com chave de ouro, sua participação na primeira fase. Na terceira e última rodada da primeira fase, a laranja mecânica não decepcionou e venceu o já rebaixado time de Camarões, que perdeu todos os jogos: Japão, Dinamarca e Holanda.

O jogo do Paraguai contra a Nova Zelândia não foi um grande jogo, sem nenhum gol, o Paraguai teve sorte de já estar classificado.

CAMPEÕES DO MUNDIAL

2006 – Campeão – Itália – Vice – França – Resultado – 1 x 1 – pênaltis – Sede – Alemanha

2002 – Campeão – Brasil – Vice – Alemanha – Resultado – 2 x 0 – Sede – Coreia do Sul e Japão

1998 – Campeão – França – vice – Brasil – Resultado – 3 x 0 – Sede – França

1994 – Campeão – Brasil – Vice – Italia – Resultado – 0 x 0 – pênaltis – Sede – Estados Unidos

1990 – Campeão – Alemanha Ocidental – Vice – Argentina – Resultado – 1 x 0 – Sede – Italia

1986 – Campeão – Argentina – vice – Alemanha Ocidental – Resultado – 3 x 2 – Sede – Mexico

1982 – Campeão – Italia – vice – Alemanha Ocidental – Resultado – 3 x 1 – Sede – Espanha

1978 – Campeão – Argentina – vice – Holanda – Resultado – 3 x 1 – Sede – Argentina

1974 – Campeão – Alemanha Ocidental – vice – Holanda – resultado – 2 x 1 – Sede – Alemanha Ocidental

1970 – Campeão – Brasil – vice – Italia – Resultado – 4 x 1 – Sede – Mexico

1966 – Campeão – Inglaterra – vice – Alemanha Ocidental – Resultado – 4 x 2 – Sede -Inglaterra

1962 – Campeão – Brasil – vice – Tchecoslovaquia – Resultado – 3 x 1 – – sede – Chile

1958 – Campeão – Brasil – vice – Suecia – Resultado – 5 x 2 – Sede – – Sede – Suécia

1954 – Campeão – Alemanha Ocidental – vice – Hungria – Resultado – 3 x 2 – Sede – Suiça

1950 – Campeão – Uruguai – vice – Brasil – Resultado – 2 x 1 – sede – Brasil

1938 – Campeão – Italia – vice – Hungria – Resultado – 4 x 2 – sede – França

1934 – Campeão – Italia – vice – Tchecoslovaquia – Resultado – 2 x 1 – sede – Italia

1930 – Campeão – Uruguai – vice – Argentina – Resultado – 4 x 2 – Sede – Uruguai

bY JÂNIO

junho 25, 2010 Posted by | esportes | , , , , , , , , , , , , | 5 Comentários

Decididos os primeiros confrontos das oitavas de final

argentina x grecia

Despedida da Grécia

O drama dos times de futebol, na Copa da África do Sul, começou bem antes das sonhadas oitavas de final.

É quase um mata-mata em dose dupla, com dois times se classificando e dois sendo eliminados, em cada grupo.

De todos os times eliminados até agora, o time que mais “deu o que falar” foi a equipe da França. O time cheio de estrelismo e sem liderança, começou mal o torneio, depois do desentendimento entre o técnico e um dos jogadores, o jogador foi expulso, a equipe se perdeu psicologicamente e terminou sua participação na copa da pior maneira, sendo eliminada e com o técnico se recusando a apertar a mão do técnico brasileiro da África do Sul, Carlos Alberto Parreira, campeão em 1.994.

Outro fato curioso registrado hoje, foi a disputa entre os times do México e Uruguai. Estando os dois classificados, todos pensaram que o jogo seria sem muita movimentação – Não foi o que aconteceu – as duas equipes quase se mataram em campo, tudo para escapar da temida seleção da Argentina; pelo visto, esse não é um trauma só brasileiro.

E foi no jogo da Argentina, ou em seu grupo, onde as emoções aconteceram com maior intensidade.

Enquanto a Grécia fazia um jogo heroico contra a temida seleção Argentina, a Nigéria fazia outra partida desesperada contra a Coréia do Sul.

Seguindo a velha teoria, onde no primeiro tempo sobram jogadores e faltam espaços para os craques criarem suas jogadas, no segundo tempo as jogadas surgiram, e os gols também. A argentina conseguiu fazer dois gols, nenhum de Messi, conseguindo 100 % de aproveitamento na primeira fase da Copa.

A Coréia do Sul também conseguiu se classificar, virando o jogo contra a Nigéria. Mesmo com a Nigéria empatando no final do jogo, a Coréia ficou com a vaga.

Assim, quatro seleções decidiram suas posições nas oitavas:

Argentina x México

Uruguai x Coréia do Sul

EUA x Gana

Alemanha x Inglaterra

O destaque aqui, é claro, será o jogo entre a Argentina e México. A argentina com um jogo de marcação muito dura, e o México com sua tradição de boas participações em copas, além da torcida de 190 milhões de brasileiros.

Um dos jogos mais esperados da primeira fase da copa, acabará sendo o jogo do Brasil contra Portugal, olha a ironia. Depois de uma partida medíocre no início de sua participação, Portugal conseguiu golear a equipe da Coréia do Norte, deixando a equipe brasileira ainda mais assustada.

Apesar da goleada, o time dos portugueses mostra instabilidade, com boa e má apresentações. Evidentemente que o Brasil entrará na retranca, passando a responsabilidade para as jogadas individuais dos atacantes, podendo contar ainda com a experiência de jogadores que jogam na Europa e jogadas de bola parada, como faltas, penaltis, escanteio ou até mesmo chutes de longa distância.

Fora isso, não adianta esperarmos por jogo solto, com grande movimentação. Nem mesmo depois da goleada contra a Coréia do Norte, Portugal estará disposto a arriscar contra o Brasil, pelo menos, não no primeiro tempo.

…mas futebol é uma caixinha de surpresas, esse será mais um bom teste para o “dublê” de técnico, Dunga. Sexta-feira.

Resultados dos jogos:

By Jânio

junho 23, 2010 Posted by | esportes | , , , , , , , , , , , , | 6 Comentários

Resultados dos dois primeiros dias da Copa da África do Sul

Africa do Sul

Resultados de Jogos

Muita gente não gostou da vitória simples da Argentina sobre a Nigéria por 1 x 0. Afinal de contas, para quem eles estão torcendo? – Eu fiquei muito satisfeito, não gostaria de ver a Argentina muito bem não.

Na realidade, a Argentina poderia ter feito mais, Messi brilhou, mas o goleiro da Nigéria Enyeama estragou a festa do Argentino. Enyeama, que não ama Messy, por isso não presenteou-o com o presente do dia dos namorados.

A vitória foi bom para a Argentina, já que uma vitória de 1 x 0 é igual a 2, 3, 4, 5 x 0, não faz diferença.

É claro que todo mundo gosta de ver vários gols, mas futebol é como um imenso jogo de xadrez, com 22 peças e muitas estratégias, além de alguns raros talentos. Os gols, quando saem, são sinais de oportunidades, ninguém está a fim de arriscar, principalmente em um torneio desse nível.

A Coréia do Sul criou um espetáculo melhor, valendo pela mesmo grupo da Argentina, a Coréia venceu a Grécia por 2 x 0 – Será que a Grécia esta traumatizada com a crise econômica?

Os resultados de hoje são bem mais animadores que os resultados de ontem, quando a anfitriã do mundial inaugurou o placar da copa, até os 34 minutos do segundo tempo, sentiu o gosto da vitória, mas o México mostrou a força da tradição de futebol forte e empatou a partida.

Ontem, pelo grupo da África do sul e México, a França não saiu do zero com o Uruguai.

Assim o grupo da morte, pelo menos na opinião de Parreira, técnico da África do Sul, tudo fica como estava até a segunda rodada. Diferente do grupo da Argentina, onde a Coréia e a própria Argentina ficam com a vantagem de uma vitória cada, a um passo de suas respectivas classificações.

Resultados:

GRUPO A

África do Sul 1 x 1 México

Uruguai 0 x 0 França

África do Sul 0 x 3 Uruguai

França 0 x 2 México

México 0 x 1 Uruguai

França 1 x 2 África do Sul

GRUPO B

Coréia do Sul 2 x 0 Grécia

Argentina 1 x 0 Nigégia

Argentina 4 x 1  Coréia do Sul

Grécia 2 x 1 Nigéria

Nigéria 2 x  2 Coréia do Sul

Grécia 0 x 2 Argentina

GRUPO C

Inglaterra 1 x 1 Estados Unidos

Argélia 0 x 1 Eslovênia

Eslovênia 2 x 2 Estados Unidos

Inglaterra 0 x 0 Argélia

Eslovênia 0 x 1 Inglaterra

Estados Unidos 1 x 0 Argélia

GRUPO D

Sérvia 0 x 1 Gana

Alemanha 4 x 0 Austrália

Alemanha 0 x 1 Sérvia

Gana 1 x 1  Austrália

Gana 0 x 1 Alemanha

Austrália 2 x 1 Sérvia

GRUPO E

Holanda 2 x o Dinamarca

Japão 1 x 0  Camarões

Holanda 1 x 0 Japão

Camarões 1 x 2 Dinamarca

Dinamarca 1 x 3  Japão

Camarões 1 x 2 Holanda

GRUPO F

Itália 1 x 1 Paraguai

Nova Zelândia 1 x 1 Eslováquia

Eslováquia 0 x 2 Paraguai

Itália 1 x 1 Nova Zelândia

Eslováquia 3 x 2 Itália

Paraguai 0 x  0  Nova Zelândia

GRUPO G

Costa do Marfim 0 x 0 Portugal

Brasil 2 x 1 Coréia do Norte

Brasil 3 x 1 Costa do Marfim

Portugal 7 x 0 Coréia do Norte

Portugal 0 x 0 Brasil

Coréia do Norte 0 x 3 Costa do Marfim

GRUPO H

Honduras 0 x 1 Chile

Espanha 0 x 1 Suíça

Chile 1 x 0 Suíça

Espanha 2 x 0  H0nduras

Chile 1 x  2 Espanha

Suiça 0 x 0 Honduras

OITAVAS DE fINAL

By Jânio

junho 13, 2010 Posted by | esportes | , , , , , , | 7 Comentários

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: