Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

O que as notícias e informações nos dizem

entendendo as noticias

Dados da informação

Através de um curso feito no Sebrae, chamado empreendedorismo, tomei conhecimento da importância da análise de informações.

Houve uma época, não muito distante, chamada de a era da informação, nessa época, os empresários, funcionários ou pessoas comuns, eram favorecidos pelas informações. Nessa época, ao contrário do que o nome indica, foi o despertar para a importância da informação, não havia tanta facilidade no acesso a essas informações.

Isso ainda é percebido hoje, principalmente na política, se o governo anuncia investimento em uma determinada área, essa será a direção da corrida ao ouro. Há verdadeiras máfias infiltradas no governo, em busca dessas informações privilegiadas.

Em nosso pequeno mundinho, aqui embaixo, a informação tem também a sua relevância. Precisamos estar atentos e preparados para aproveitar as oportunidades que surgem a cada momento.

Os meios para a obtenção dessas informações, nos dias de hoje, são as mais variadas possíveis. Pode parecer um desperdício, gastar dois reais em um jornal, mas, para quem sabe a importância da informação, esse valor é irrisório.

Os internautas em geral, são os mais privilegiados, podem se beneficiar vinte e quatro horas do dia, trinta dias do mês, trezentos e sessenta e cinco dias do ano. No caso da internet, é preciso uma certa organização, na busca das informações.

Há informações por toda parte, só é preciso aprender a buscá-las. Não há melhor maneira de aprender a lidar com essas buscas de informações do que buscando, portanto, o sistema de busca é fundamental nessa tarefa.

Com o tempo, o internauta aprenderá a separar o conteúdo através de palavras. Algumas notícias, apesar de aparentemente sem importância, podem ser indicadores precisos, muito melhor do que as informações manipuláveis e com segundos interesses, veiculadas pela mídia.

Veja algumas notícias curiosas:

Recentemente, a Catho, maior agência de empregos do Brasil, verificou dados muito curiosos. Enquanto na região de Pernambuco faltavam pedreiros, em Curitiba faltavam profissionais de informática – Não é curioso?

Implicitamente, poderíamos dizer que há, por parte do governo, investimentos e interesse de se investir no nordeste.

Outra notícia interessante: O IBGE, em seu recrutamento periódico, encontrou dificuldades em preencher as vagas em São Paulo e no Rio Grande do Sul.

Essa notícia nos leva a crer que, apesar de as pessoas estarem descontentes com o panorama econômico de suas regiões, a realidade não é bem essa, a economia encontra-se plenamente aquecida em suas regiões.

É claro que não dá para se confundir a capital de São Paulo com o interior, aliás, no Brasil inteiro, ocorre esse fenômeno de migração para o interior, em busca de qualidade de vida e melhor infra-estrutura.

Lembrando o que já foi dito no site, a verificação do crescimento do PIB, não implica necessariamente em crescimento de empregos, é apenas um indicador favorável, principalmente ao Governo. As regiões rurais do interior de Goiás são um exemplo disso, bem diferente de regiões como o interior de Santa Catarina, por exemplo.

Em Curitiba, há profissionais de informática, mas não falam os idiomas requeridos por uma empresa que trabalha para exportação de produtos, criação de sites ou softwares. Note que um curso de inglês é bem mais barato que os cursos universitários, onde estão as falhas?

A cidade com o maior crescimento de PIB do Brasil é Macaé, cerca de trezentos por cento. Passou dos pacatos quarenta mil habitantes, para mais de duzentos mil.

Dois terços da população passaram a viver em favelas, gerando um déficit habitacional muito grande.

O déficit de emprego, no Brasil, também interessa aos grandes empresários. Só a infra-estrutura seria suficiente para sanar esse problema, caso fosse de interesse dos políticos, com isso, não haveria mais tanto desemprego.

Sem desemprego, os salários tenderiam a subir, em alguns casos, seria até necessário a importação de mão-de-obra, ou investimento na qualificação profissional, isso não interessa aos ricos.

Fora do Brasil, a história não muda muito: Angola lembra Macaé, com seu cenário pós guerra, onde falta água até para tomar banho; no Japão se trabalha três vezes mais, os brasileiros são submetidos a um sistema quase escravista, a diferença é que recebem muito bem para isso; nos Estados unidos há muita liberdade, mas não se deve confundir liberdade com irresponsabilidade, é grande o número de brasileiros encrencados com a justiça.

O melhor país para se trabalhar continua sendo o Brasil, apesar da falta de vontade de nossos governantes.

By jãnio

abril 25, 2010 Posted by | oportunidades | , , , , , , , , , , | 4 Comentários

Uma forma de melhorar a qualidade de vida

transporte alternativo

Qualidade de vida

Quando o automóvel foi inventado, haviam tantos problemas que só mesmo os aficcionados por tecnologia possuíam paciência suficiente para suportá-lo. Os conservadores torciam o nariz, dizendo ser uma invenção dispensável, nessa época a bicicleta reinava absoluta.

A febre consumista ainda era desconhecida, todas as pessoas conheciam as vantagens de se ter uma boa bicicleta. O que incomodava era o preço, dinheiro era difícil de se conseguir.

Em países asiáticos, para controlar o consumismo e mascarar os problemas de gestão pública, o uso de bicicleta, e similares, é muito incentivado pelo governo.

Cuba, um caso raríssimo de resistência ao capitalismo, ao poderio econômico dos Estados Unidos, e ao boicote covarde deste, ainda vive nesse tempo remoto.

No Brasil, parece que estão aderindo a essa moda, descobrindo as várias utilidades das bicicletas, triciclos e carros sem motor, movido a pedais. A criançada conhece os carros de pedais, não é de hoje, e adoram.

No estado do Pará, cidade de Atuá, para ser mais específico, a bicicleta já era muito popular. Essa tradição vem ganhando força com as novas tecnologias, nas bicitaxi, já é possível pedalar pela cidade assistindo a um DVD, mostrando uma realidade alternativa, quase ficção, só vendo para crer.

As bicitaxi ganharam rodas, conforto, além de serem extremamente lucrativas, é o único tipo de táxi conhecido, onde o passageiro tem que trabalhar, pedalando. Os passageiros não tem reclamado, não é para menos, afinal, as vantagens também aumentam: economia, saúde e estética estão entre essas vantagens.

Todas as pessoas conhecem os benefícios de uma boa bicicleta, principalmente em cidades pequenas, onde são muito usadas, pelos meninos, para entregar compras, estudar, comprar remédios em farmácias ou outras urgências.

Com todas as vantagens, desse meio ecologicamente correto de transporte, me admira não haver mais incentivo a esse comportamento saudável de se locomover. Uma melhora na infra-estrutura, relacionada a esse tipo de transporte, melhoraria muito a qualidade de vida nas grandes cidades, nas pequenas também.

By Jânio

janeiro 8, 2010 Posted by | curiosidades | , , , , , , , , | 5 Comentários

Onde está a felicidade?

quem é feliz?

quem é feliz?

Há quem diga que o futuro de uma pessoa é decidido antes de seu nascimento, quando uma família é bem estruturada e planeja bem sua vida, onde tudo acontece na hora certa.

Quando tudo é bem planejado, os problemas são menores, sem problemas a a pessoa é mais feliz. Parece bem simples, mas na realidade não é bem assim, é preciso amor, paz de espírito.

Não há uma regra básica para a felicidade, a única coisa que sabemos é que o amor não pode faltar. O amor a que nos referimos, aqui, não é aquele passional, carnal, de vaidades, é o amor espiritual mesmo, quando você encontra a resposta no olhar, nos gestos, nas atitudes de outras pessoas.

Por questões de sangue, genética, os filhos tendem a ser mais felizes com seus pais verdadeiros, se entendem melhor, se aceitam melhor.

Um filho que venha a nascer sem que um dos dois queira, ou que nenhum dos dois estejam esperando, pode crescer num ambiente negativo, o que será extremamente prejudicial para seu estado psicológico.

O ator Kirk Douglas, um dos maiores astros de Hollywood, quando perguntado sobre o sucesso de seus filhos, foi categórico, eles são bons, tem talento e são felizes, só não tem a sorte que eu tive, de nascer pobre.

Na visão de Douglas, o fato de ter nascido pobre propiciou-lhe muitas aprendizados, os quais ele não teria, se tivesse nascido rico.

A felicidade pode apresentar algumas sutilezas, e pode variar de pessoa para pessoa. Uma pessoa que nasce no campo,  pode ter grandes dificuldades de adaptação em uma cidade grande.

Se a pessoa nasceu na cidade, quando vai para o campo se sente  mal e infeliz. Nesse caso, o fator de adaptação ao ambiente que se vive pode ser determinante para a felicidade de uma pessoa.

A mudança de ambiente,   as pessoas, a maneira de pensar , a cultura, os valores, tudo acaba sendo um problema, alguns podem se adaptar mais facilmente, outras não.

A qualidade de vida varia muito no conceito de pessoa para pessoa, a vida no campo é bela, é como uma viagem no tempo, mas não tem a mesma estrutura, hospitais, escolas, centros de compras como nos grandes centros urbanos.

Ao contrário do que se pensa, o verdadeiro amor não nasce no coração, como a paixão, nasce no cérebro, na alma, mesmo assim é mais fácil buscar a felicidade do que entender o que é a alma, como ela se forma e de onde ela veio.

Para se ter felicidade é preciso sentir o amor, para sentir o amor é preciso encontrar seus verdadeiros valores, não os do corpo do coração, mas os da alma, do espírito. Não é exagero dizer que uma pessoa pode vencer a própria morte quando se ama.

Outro fato interessante é que a alegria não é sinônimo de felicidade, uma pessoa pode estar triste por não sentir a felicidade da outra pessoa, fazer o melhor que pode, dentro do meio em que  se vive, mesmo assim viver na tristeza.

Sociólogos, Missionários, Médicos sem fronteiras, vivem uma vida de certa forma triste, mas são felizes por fazerem o que gostam, seguiram o seu dom e conheceram bem a sua natureza.

Para ser feliz é preciso sentir, não com o coração, mas com a alma. Para ser feliz, o homem precisa buscar a sua própria natureza, os seus verdadeiros valores,  fazendo isso ele encontrará também os valores das outras pessoas e entenderá melhor a sua natureza, será feliz.

by Jânio

agosto 19, 2009 Posted by | Reflexões | , , , , , , | 4 Comentários

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: