Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Livro pornô evangélico de Andressa Urach

Livro Polêmico

Andressa Urach

Já foi o tempo em que galãs como Fábio Jr, e José Wilker tinham fama de pegar mil mulheres, hoje, quem garante que dobrou essa marca é a ex vice miss bumbum Andressa Urach. O Miss Bumbum, aliás, parecia mais um concurso bizarro para pessoas pervertidas, mas ganhou fama no país da preferência nacional e opinião pública.

Voltando no tempo, podemos relembrar de mulheres que ficaram famosas pela sua postura diante da sexualidade conservadora de sua época.

Leila Dinis – ficou famosa por exibir o barrigão de grávida nas praias. Atualmente, todas as mulheres, nacionais ou internacionais, fazem questão de fazer fotos nuas mostrando sua gravidez.

Gretchen – a rainha do rebolado fez muito sucesso na década de 70 mas, depois do sucesso, chegou a fazer um polêmico filme pornô para voltar a mídia, e deu certo, a polêmica trouxe os hits de volta às rádios e TVs.

Xuxa – seria apenas a modelo internacional mais famosa do Brasil, se não fosse namorada do Pelé – eles juram que eram apenas amigos, só não sei porque tiravam tantas fotos abraçados. O filme polêmico quase derruba a futura rainha dos baixinhos, mas ela sobreviveu para contar a história. Durante o tempo em que era patrimônio da globo, ela ficou protegida, mas quando saiu das asinhas da platinada, a casa caiu.

Roberta Close – acho que não existia uma criança ou adolescente que não tivesse ouvido falar da travesti mais famosa do Brasil, ela ganhou fama internacional. Outra travesti famosa da época, Telma Lip, não teve tanta sorte e morreu aos quarenta e poucos anos.

Mulher Melancia – a primeira, única e incomparável mulher fruta, chegou a ficar mais famosa que o grupo para o qual ela dançava. Lançou seu próprio CD, não fez tanto sucesso – mas quem estava interessado no CD?

Geisy Arruda – provocou escândalo ao entrar de micro vestido na Universidade Bandeirantes. O escândalo começou quando os alunos começaram a filmar indiscretamente e postaram na internet.

Andressa Urach – ninguém conseguiu aprontar tanto quanto Andressa Urach. Eu não acompanhei a vida dela, mas as fofocas aparecem em toda parte.

Ela já iniciou provocando polêmica ao perder o concurso Miss Bumbum e beijar a boca da terceira colocada, ficando mais famosa que a campeã. Além do suposto namoro gay, também revelou namoro de aluguel com cantor sertanejo famoso.

As revelações de sua auto-biografia foram escritas por um diretor da Record que, certamente, poderia desejar criar um produto que atenda seus interesses. A Record está dividida entre o entretenimento e a religião.

Depois de tudo o que ela revelou no livro, das duas uma, ou ela se torna super conhecida, ou segue o caminho da arrependida Leila Lopes que cometeu suicídio. Mostrar corpo faz parte do mundo dos famosos, alguns fazem até filme pornô, mas revelar a alma, isso dói muito mais.

Drogas, prostituição, incesto e muitos escândalos planejados, tem de tudo da vida dela, mas foi depois de quase morrer por complicações com implante de hidrogel e metacril nas pernas que ela abandonou tudo e se converteu.

No livro Andressa conta que foi abusada pelo avô adotivo, usou maconha, cocaína e foi obrigada a morar com o pai verdadeiro que a havia abandonado por não ser loira como os alemães.

Apesar dos abusos do avô adotivo, foi na volta com o pai que ela teria tido a primeira vez, justamente com o meio-irmão, depois de voltar da balada.

Andressa entra em detalhes sórdidos que só uma pessoa totalmente “(des)controlada” contaria. Como sua confissão já demonstra que ela não é totalmente controlável, essas histórias do livro podem ter um segundo capítulo, caso ela não suporte a pressão de ser religiosa por muito tempo.

Detalhes sórdidos envolvem overdose de drogas, inclusive antes do Miss Bumbum. Virou striper e foi nessa época que se iniciou na prostituição.

A insinuação com zoofilia seria totalmente dispensável em situações normais, mas parece que não é o caso. Dizer que o primeiro orgasmo foi através da língua de um cachorro, parece um tanto apelativo e parte de um produto que já começou a ser explorado pelos programas da Record que terá exclusividade sobre sua funcionária, ela só não deve ter calculado as consequências disso diante de uma sociedade mais conservadora, nem sempre disposta a perdoar pecadoras arrependidas.

By Jânio

Publicidade grátis com a Mulher Melancia

Xuxo na TV

A TV está podre

agosto 28, 2015 Posted by | Reflexões | , , , | Deixe um comentário

Cinema 2.015 – O livro da selva

O livro das selvas

Mogli

O Livro da Selva é um filme americano  de  aventura dirigido por Jon Favreau , escrito por Justin Marks, e produzido pela Walt Disney Pictures . É um remake do live-action 1967 filme animado de mesmo nome. O filme é estrelado Neel Sethi, Bill Murray , Ben Kingsley , Idris Elba ,Scarlett Johansson , Lupita Nyong’o ,Giancarlo Esposito , e Christopher Walken . O filme está programado para ser lançado em 15 de abril de 2016.

Esta estória já foi contada algumas vezes em animação e filme, sendo as mais conhecidas as de 1.967 e 1.994.

Ele conta a história de Mogli, um rapaz indiano criado por lobos1.

O Livro da Selva (The Jungle Book) é o título de um livro publicado em 1894, constituído de uma coleção de histórias do escritor inglês Rudyard Kipling, inicialmente publicadas em revistas de 1893 e 1894.

Curiosidade: O personagem mais famoso das histórias de aventuras, Tarzan, 1.912, já foi considerado um plágio de Mogli.

Sinopse de 1.994:

Abandonado na selva e criado por animais, Mowgli retorna para a civilização do amor para a filha de um soldado britânico. Esta decisão irá mudar radicalmente a sua vida e tornar-se a expectativa da colônia britânica na Índia. 

Elenco:

Ficha técnica:

The Jungle Book
Directed by Jon Favreau
Produced by Brigham Taylor
Written by Justin Marks
Based on The Jungle Book
by Rudyard Kipling
Starring Neel Sethi
Bill Murray
Ben Kingsley
Idris Elba
Scarlett Johansson
Lupita Nyong’o
Giancarlo Esposito
Christopher Walken
Music by John Debney
Cinematography Bill Pope
Edited by Mark Livolsi
Production
company
Distributed by Walt Disney Studios
Motion Pictures
Release dates
  • April 15, 2016
Country United States
Language English

 

Cinema 2.015

A costureira

O estagiário

Sicário

Regressão

Quarteto fantástico

Cidades de papel

Infini

Homem Formiga

A espiã que sabia demais

Terminator – Genisys

Os vingadores 2 – A era de ultron

Selfless – O homem que inventou a imortalidade

Além do Alcance

Effie Gray

Superfast

Effie Gray

Dead rising watchtower

Get Hard

A Girl like her

Insurgent

Kidnaping Freddy Heineken

Transporter legacy

The Cobbler

Jogo duplo

McFarland USA

Cinquenta tons de cinza

Child 44

True Story

Boychoir

Danny Collins

Cinderela

The coup

Song one

Ex machina

Grace de Mônaco

Blackhat

Vice

Mortdecai

 

maio 25, 2015 Posted by | Cinema | , , , , , , | 1 Comentário

O escândalo da privataria tucana

privataria

Tesoureiro PSDB

A política nunca foi um tema tão interessante quanto agora, depois da publicação do livro “Privataria Tucana”, do jornalista Amaury Ribeiro Jr.

Não, eu não tenho os detalhes dessa polêmica mas, para quem quiser ler, basta digitar “privataria+amaury” e logo recebe uma lista de publicações do buscador Google. Difícil é escolher, entre tantos artigos, pontos de vistas e estilos diferentes.

É possível encontrar entrevistas, informações sobre o livro fantasma, digo, Livro Branco, do PSDB, onde eles tentaram se defender, bem ao estilo de direita política.

O problema não é o que o povo pensa, o povo não tem a menor importância para eles, o problema é tentar convencer as lideranças políticas, aqueles que tem a funcão de passar suas verdades ao povo, divulgar suas informações.

Para quem tem curiosidade para saber como o dinheiro público é roubado, essa é uma oportunidade de ouro. Se você não tiver tempo para ler tudo, não importa, salve as matérias para ler depois.

Para sabermos o que acontece no poder, é preciso conhecermos os dois lados.

Saber o que o PT e seus aliados aprontam é fácil, tudo o que eles fazem errado é logo descoberto, difícil é saber o que o PSDB e seus aliados aprontam.

A maneira como a direita controla o sistema, sua habilidade para manter a imprensa e autoridades em silêncio, tudo isso é muito curioso.

Um personagem que chama a atenção no livro de Amaury Ribeiro Jr, é Ricardo Sérgio, tesoureiro do PSDB. É através dele que pude ficar sabendo como o primo de José Serra fazia seus negócios, inclusive com muito mais estilo que Marcos Valério, agora sim vamos aprender o que é corrupção de verdade.

O primo espanhol de José Serra, casado com a prima, tem uma facilidade em tomar empréstimos nos bancos estatais, que chega a irritar até os mais calmos. Sua facilidade se deve a ajuda do tesoureiro do PSDB, que é muito íntimo dos bancos e sistema financeiro.

A corrupção da direita é muito mais inteligente, é por isso que toda informação sobre seus crimes se encontra sob segredo da justiça.

Burguês de verdade sempre tem uma resposta na ponta da língua: “O caso está nas mãos da justiça”.

Isso sempre funcionou até agora, mas os tempos mudaram e ficou tudo maís difícil. Por exemplo, quando o jornalista Amaury Jr. foi processado, ele utilizou a exceção de verdade para se defender, e foi através desse recurso que ele teve acesso a todos os documentos supostamente protegidos pelo segredo de justiça.

Qualquer pessoa teria se limitado a se defender, mas não um jornalista como Amaury Ribeiro, e será através dele que aprenderemos mais sobre as falcatruas da política, principalmente sobre a privataria tucana.

O livro esgotou a primeira edição em algumas horas, e foi preciso se pensar em uma segunda edição, inclusive utilizando o recurso digital em PDF, que já caiu na internet.

O primeiro capítulo que eu li foi de dar nojo, e só é recomendado para quem tem estômago forte, mas vale a pena pois o livro detalha todas as operações ilícitas dos bancos e suas relações criminosas com laranjas, empresas de fachada e lavagem de dinheiro.

Perto desse livro, a Wikileaks é brincadeira de criança.

Os textos do livro podem servir de base para quem escreve sobre política, para os críticos, como registro histórico, para os próprios políticos e não perdoa nem defuntos ilustres como Antônio Carlos Magalhães.

Há citações de escândalos históricos, como o caso Banestado ou como o Banespa foi levado a falência, dando início a uma série de privatizações sem nenhum controle e com negócios provavelmente feitos diretamente de bancos da Suíça e outros infernos fiscais.

… e eu só li o primeiro capítulo.

BY Jânio

dezembro 16, 2011 Posted by | Política | , , , , , | 8 Comentários

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: