Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Xuxo na TV

racismo na TV

Humorismo Racista

A televisão brasileira está cada vez mais estranha, não é mesmo? E o melhor de tudo é que o monopólio da Globo foi quebrado, mas isso não basta.

Durante 50 anos a Globo praticamente ignorou a concorrência e mamou nas tetas do governo mas, finalmente, a teta ganhou novos bezerrinhos. Antes, a Globo sabia onde buscar o dinheiro; depois, foi a vez do Sílvio Santos descobrir o mapa da mina; agora chegou a Record.

Todas essas três redes estão numa disputa pelo fim do monopólio, ironicamente, até a Globo já está reconhecendo isso. Nenhuma empresa do setor de comunicação consegue sobreviver sem o patrocínio do governo, exceto a internet, apesar das ameaças constantes de censura e espionagem. O mais curioso é que o país é tão elitizado que as empresas parecem ignorar o mercado publicitário, principalmente o mercado online.

A rede de televisão que mais investe para competir com a Globo é a Record, surpreendentemente, acabou disputando com o SBT e suas novelinhas mexicanas. O SBT, depois de repetir Chiquititas, Carrossel e Chaves durante os seus trinta e cinco anos de existência, finalmente reconheceu que é uma rede de crianças, mesmo que tenha de passar o programa do Chaves as quatro da madruga anos atrás. E por falar no madruga, os atores do programa Chaves tem aparecido na internet em estado deplorável, enquanto o programa rende milhões pelo mundo afora.

A “rede das crianças” não conseguiu, ou não quis, contratar a rainha dos baixinhos, se bem que a rainha dos baixinhos também não quer ser dos baixinhos, só rainha, o que não é fácil, mesmo num país de monarquias absolutistas como o Brasil. Temos o rei das piscinas, rainha do basquete, rei da fórmula 1, rainha da beleza – apesar de fora dos padrões brasileiros, Gisele foi reconhecida fora do país – rainha do axé, etc. A rainha do axé não vai poder estar na estréia do programa da rainha dos baixinhos, que não é dos baixinhos, pelo menos por enquanto.

Os fofoqueiros de plantão já estão falando em boicote contra o programa da Xuxa, mas a verdade é que só com ex-paquitas abandonadas já daria para realizar pelo menos uma centena de programas de entrevista. O Pelé não fez uma campanha para ajudar os campeões do mundo de futebol que estavam abandonados? Então, agora chegou a vez da Xuxa fazer uma campanha para ajudar as paquitas, afinal, não queremos ver paquitas abandonadas em casa de repouso, não é mesmo? Eu já estou realizando a campanha SOS Wikipedia, não custa nada fazer a campanha SOS Paquitas também.

Não se via uma expectativa tão grande na TV desde a estreia do Gugu, que começou bem mas esfriou com o seu estilo apelativo. O Bacci está caindo na real também e fugindo dessa armadilha.

O fato é que todas essas três redes sabem onde buscar seu dinheiro, tem uma fonte inesgotável de investimentos e, apesar da Record estar bem longe da Globo no Ranking mundial, a vigésima sétima posição não é nada mal.

A Record já tem quatro redes de tvs e só perde para a bandeirantes e rede católica de comunicação.

A Bandeirantes e a RedeTV tem de se contentar com os pequenos nichos, como o sensacionalismo dos realities policiais e o humorismo politicamente incorreto, que dá mais dor de cabeça que lucro.

O Masterchef foi uma surpresa. Eu sempre achei essa ideia de reality de culinária meio maluca, mas as pessoas gostam de realities, tanto que já são quatro nas quatro maiores redes do país, apesar do Masterchef reinar absoluto.

Fazer sucesso numa rede pequena como a Band não é fácil, o Bacci sabe do que eu estou falando. Entretanto, Milton Neves, Datena, Boechat e os narradores de futebol conseguiram essa façanha. A RedeTV precisa melhorar o salário dos apresentadores do encrenca para não perdê-los.

O humorismo politicamente incorreto está sofrendo um revés tão grande que eu me surpreendo de Darwin já não ter sido processado. O infeliz da vez foi o humorista do pânico.

O próprio humorista reconheceu a m**** que fez e ainda passou a rezar para que tudo pare por aí, já que o Rafinha Bastos está pagando até hoje o preço por uma piada que ninguém vai conseguir entender nunca.

A boa notícia é que além das cinco grandes redes de TV, o país já possui dezenas de emissoras, o ideal seria que fossem centenas. A má notícia é que nenhuma delas concentra o mínimo de audiência suficiente para afetar o elitismo das grandes.

Também não dá para pedir muito, afinal, estamos no inferno Brasil.

A internet e a baixa nos preços das TVs pagas ainda não é suficiente, mas tem sido um golpe duro nas máfias da comunicação, prova disso é que as grandes redes já pensam em abandonar a exibição de filmes em rede aberta.

By Jânio

Rafinha Bastos é politicamente incorreto

Temas mais polêmicos da internet

Vendedoras de sonhos e pesadelos

Eu acredito na mídia

 

agosto 18, 2015 - Posted by | televisão | , ,

1 Comentário »

  1. […] Xuxo na TV […]

    Curtir

    Pingback por Livro pornô evangélico de Andressa Urach « Made in Blog | agosto 28, 2015 | Responder


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: