Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Casos políciais mais comentados e polêmicos

crimes polêmicos

Assassinato de Mércia

Quando a justiça deixa de funcionar num país, as pessoas também deixam de acreditar nela.

Há um ditado popular que diz: “A ocasião faz o ladrão”. Quando as pessoas ficam indefesas, numa terra sem lei, num regime de canibalismo, onde noventa por cento da renda vai para os dez por cento mais ricos, hipoteticamente falando, fatos bizarros começam a acontecer.

As classes mais pobres vivem como crianças indefesas, diante da criminalidade. Os jovens ricos e sem nenhum escrúpulo, são os maiores beneficiados pela sociedade que protege os ricos.

Nos últimos anos, as famílias ricas  tem sentido na pele a violência gerada em seu próprio meio, em alguns casos tem sido feita a justiça.

Dizem que um bandido de classe privilegiada só será condenado, exclusivamente, quando atentar contra sua própria classe, essa é a única lei que não atinge os pobres. Assim, o bandido que mata outro bandido, será condenado, mesmo que ninguém denuncie; filhos que matam pais, ou o contrário; políticos que roubam dos próprios políticos, etc.

A cultura latina, apesar de grandes líderes populares ou revolucinários, como Simon Bolívar, San Martin, Che Guevara, não conseguem se adaptar a um sistema satisfatório de distribuição de renda. Fazer política, distribuindo cesta básica, é diferente de se criar leis que valorizem as classes operárias.

Para nossos ricos, não importam o que seus filhos façam, eles podem.

Recentemente, tem ocorrido crimes que tem origem nessa falta de noção de nossos ricos. Eles tem sido vítimas em seu próprio meio, uma realidade que começa a ser desvendada pelas novas tecnologias.

Na maioria dos casos, o dinheiro resolve o problema mas, vez por outra, uma tragédia acontece.

Os casos mais curiosos são aqueles que acontecem na instituição mais forte da sociedade, a família.

A seguir, vamos relacionar os casos que mais repercutiram na mídia:

Caso Suzane von Richthofen: Acompanhada dos irmãos Daniel e Christian Cravinhos, namorado e irmão dele, antagonizaram um dos maiores escândalos da alta sociedade brasileira, a mídia tentou inutilmente associá-los ao famoso Barão Vermelho, oficial nazista responsável por abater vários aviões aliados, na época da segunda guerra.

A velha estratégia de transformar pessoas normais e mal educadas em monstros, não deu certo, a própria família do antigo oficial negou o parentesco.

O motivo de Suzane ter planejado o assassinato de seus próprios pais, teria sido a impossibilidade de continuar o namoro, além da herança que fecharia o romance com chave de ouro.

Diz o ditado que o diabo manda cometer o pecado, mas não diz como, há até quem diga que Deus e o Diabo estão em nós mesmos. em nossa própria consciência, cabe a nós decidirmos o destino a ser traçado. Ninguém pode afirmar ao certo o que acontece, em crimes como esse, o que se sabe é que há o envolvimento e há consequências.

Tudo fica na mão do  promotor e advogado de defesa: Como os assassinos entraram, quem abriu a porta, como foi o planejamento, etc. É um caso clássico de paixão violenta, onde a falta de estrutura familiar é responsável para que essa paixão realize o que outros apenas pensam ou falam.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Suzane_von_Richthofen

Isabella de Oliveira Nardoni – Outro caso clássico de falta de estrutura familiar. A gravidez indesejada de Ana Carolina, a separação prematura, quando Isabella ainda era bebê.

O que aconteceu naquele apartamento, só a própria Isabella soube, mas levou a verdade junto com ela.

Ao contrário do caso anterior, nesse o réu não confessou, continuou uma família unida. Segundo uma opinião, no post mais comentado da história do madeinblog/icommercepage, havia uma pressão provocada pelo atrito entre o casal Nardoni e a ex-mulher.

O casal não mostrou arrependimento, isso explica a frieza com que enfrentaram o julgamento, do início ao fim.

No processo, conclui-se que Isabella teria sido jogada do sexto andar do prédio London, todo o processo foi baseado no horário do telefonema, horário registrado pela câmera, etc. A justiça dos homens se tornou a justiça das máquinas, nada mais irônico e compatível com os novos tempos, numa sociedade fria e desumana.

O casal foi sentenciado de acordo com suas idades, não se sabe se foi involuntário ou de propósito, o fato é que se tiraram uma vida, toda sua vida também ficou perdida. Ficarão na cadeia por um período igual ao que tinham vivido, antes de tirar a vida de Isabela – A pergunta continua – Quem matou? – Seria preciso um casal para matar a menina?

Segundo o processo, a menina teria sido agredida no carro, então levada para cima e sido atirada. Se a menina estava inconsciente e o pai pensou que ela estava morta, atirando-a; se a rede já havia sido cortada; se houve participação da madrasta; se foi a madrasta quem matou; nada disso nunca será exclarecido. A única certeza é que o casal não confessou e foram ambos presos, revelando-se um caso atípico: De um lado uma família que deveria viver de acordo com a lei, educada; De outro, o próprio símbolo que deveria representar a justiça na sociedade, dominada por essa classe social, a Lei.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Caso_Isabella_Nardoni

Caso Mércia – Esse caso ainda não foi solucionado, mas as semelhanças com os outros é evidente.

A mídia dificilmente deixará de acompanhar o caso escolhido para ser o reality da vez.

Mércia era sócia de seu namorado Mizael Bispo de Souza, que também era ex-policial – Todo mundo sabe que amor e negócios não combinam.

Na época do desaparecimento de Mércia, ela teria recebido um telefonema do ex-namorado, ex-sócio e ex policial, quando seu carro foi visto jogado no lago, a história ficou mais misteriosa – ou menos.

Agora, o ex-namorado é o principal acusado pela morte da advogada. Toda a polícia e a mídia ficará mobilizada para esse caso, especulando e julgando, enquanto o resto do mundo ficará esquecido.

Todos as pessoas que tiverem paciência para assistir televisão, enquanto esse caso é investigado, serão envolvidos e convidados a acompanhar esse reality até o seu fim, podendo inclusive votar pelo seu desfecho.

 http://pt.wikipedia.org/wiki/Caso_M%C3%A9rcia_Nakashima
Caso Eliza – Quis o destino que outro caso surgisse, antes mesmo que o caso Mércia fosse desvendado. Teria sido um caso comum, sem repercussão, se um dos principais envolvidos no assassinato não fosse goleiro do time de futebol do Flamengo, segundo time mais popular do Brasil, um dos maiores do mundo.

Eliza teria engravidado do goleiro, que não teria gostado nada – mais um caso de gravidez indesejada – Eliza teria, inclusive.  dado entrevista afirmando que seria morta.

Um terceiro elemento, não menos importante no caso, era o amigo de Bruno. Segundo Bruno, era seu amigo que cuidava de seus assuntos pessoais, seu mais que secretário, tendo até tatuagens de seu nome no corpo.

O caso ainda não foi desvendado, mas deverá ser o principal concorrente  do caso Mércia.

Pelo visto, tão cedo, será difícil de assistir aos telejornais.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Caso_Eliza_Samudio
Caso Daniela Perez – Esse foi um caso raríssimo, onde a novela estava em horário nobre, literalmente falando.

Daniela Perez desapareceu, sendo seu parceiro na trama, o principal acusado. Pelo visto, foi o último a ver a vítima.

Também nesse caso, a namorada do acusado estava envolvida.

Uma realidade poucas vezes visto na TV, o processo de investigação revelou que a vítima foi submetida a práticas de magia negra, tortura, seguida de morte.

A autora da novela iniciou então uma campanha, não para que ele fosse condenado, mas para que se instituísse  a lei do crime hediondo.

O réu era primário, foi tratado como qualquer condenado da justiça. A lei do crime hediondo foi discutida amplamente, mas pouco se pode fazer.

Pelo que parece, não há tanto interesse em se alterar as leis no país, se bem que as alterações só valeriam para as pessoas da alta sociedade.

Os pobres sequer tem dinheiro para contratar um advogado, ficam anos na cadeia por roubar um pacote de leite.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Caso_Daniela_Perez

Altos impostos => corrupção => desvio de verbas => falta de infra-estrutura => falta de justiça => falta de educação => alta criminalidade.

… e a história se repete

By Jânio

julho 24, 2010 - Posted by | Policia | , , , , , , , , , , , , , , ,

17 Comentários »

  1. Esse texto desperta a sociedade para um velho problema das relações humanas no contexto social: o direito e a justiça. A priori, todos estamos subjugados aos mesmos direitos e aos mesmos deveres. O problema é que as desigualdades sociais criam uma forma de apliocação difenciada no que tange ao usufruto disso que se costuma chamar de estado de direito. Foi noticiado hoje que o Brasil é o terceiro país do mundo em desigualdades sociais, só ficando à frente do Haiti e da Bolívia. Logo, deve estar mais ou menos nessa posição em relação à justiça social, porque, tal como a assistência médica, a jurídica, também será mais ou menos qualificada em função do poder aquisitivo de cada indivíduo. As penas,no que tange à titulação, são iguais para todos. A aplicação delas, porém, varia ao sabor das condições econômicas de cada condenado.

    Curtir

    Comentário por jornalista Lino Tavares | julho 24, 2010 | Responder

  2. Olá Lino:

    Não podemos mudar o país, no que diz respeito aos problemas antigos que nos afetam, mas podemos melhorar. Precisamos criar comunidades, associações e instituições que não sejam controladas pelo sistema, melhor, que sejam contra esse, no que diz respeitos aos problemas citados.

    Muita gente não tem idéia do poder de um abaixo assinado, coisa que pessoas bem informadas, como é o caso de Glória Perez, conhecm muito bem.

    Não podemos nos manifestar só por nosso interesse, ou vingança, precisamos atacar as causas. É muito importante defender nosso próprio nariz, mas o que acontece é que o problema tem causas, causas genéricas que originam uma série de outros problemas.

    Achei muito boa sua colocação, sobre o fato das leis não serem aplicadas em igualdade de condições, concordo plenamente com ela.

    ABS

    Curtir

    Comentário por icommercepage | julho 24, 2010 | Responder

  3. Saudações!
    Amigo Jânio:
    Eu concordo com toda a sua explanação acerca desses acontecimentos. Agora, eu acho que as coisas estão invertidas. Primeiro, a sociedade não encontra um referencial de valores para seguir e depois, a grande maioria quando assiste as principais autoridades do país a desrespeitar os preceitos legais tendem a seguir os mesmos passos e inexiste na história da humanidade algum país que tratou de alguma sociedade que padeceu das doenças da alma, que sofreram de compulsão psicológica doentia e trataram aplicando e penalizando-os com leis elaboradas sem ouvir o povo.
    O resultar é esse e confesso que não estou surpreso!
    Parabéns por mais uma excelente matéria!
    Abraços,
    LISON.

    Curtir

    Comentário por LISON COSTA | julho 24, 2010 | Responder

  4. Olá Lison:

    Você citou várias questões que precisam ser avaliadas urgentemente. Acredito que os políticos estejam confundindo algumas coisas:

    01 – O exemplo vem de cima.

    02 – Audoridades precisam se dar ao respeito.

    03 – A lei vem do povo.

    04 – O político não deve mandar e sim obedecer.

    05 – O patrão é o povo.

    Tudo isso foi bem lembrado por você. Cobrar mais impostos para que menos pessoas paguem, isso além de injusto, é incoerente, para não dizer pouco inteligente.

    ABS

    Curtir

    Comentário por Jânio | julho 24, 2010 | Responder

  5. Amigo gostaria de deixar verdadeiramente minha opinião, no entanto mais sensato serei eu em não expô-la aqui, pois sou um tanto quanto radical em determinados assuntos, mais estou aqui prestigiando sua matéria que realmente é relevante e de um tema muito bom a ser debatido.
    Abraços forte

    Curtir

    Comentário por Principe Encantado | julho 24, 2010 | Responder

  6. Olá amigo:

    Eu entendo sua ponderação e agradeço pela força de sempre.

    Confesso para você que eu nunca fui muito moderado, paguei um preço caro.

    Um grande abraço

    Curtir

    Comentário por Janio | julho 24, 2010 | Responder

  7. Olá,

    Seu artigo me fez lembrar do tempo que eu estava na faculdade e primeiro tivemos uma aula sobre normalidade. O que é normal na sociedade. Em seguida, tivemos uma aula onde o professor explicou por que alguns crimes aparecem nos jornais e outros não. Ele disse que os crimes que aparecem na midia são os que acontecem dentro da classe média, porque não é “normal” que isso aconteça. Curioso que todos esses anos tenho observado que é mesmo isso que acontece.

    Sobre a forma do texto, vc fez uma boa abordagem de cada item. Gostei de ler.

    bjs

    Curtir

    Comentário por Leila Franca | julho 25, 2010 | Responder

  8. Olá Leila:

    Fico feliz que tenha compartilhado esse fato conosco, nem todos nós temos a oportunidade de passar por todas as experiências que todas as outras pessoas passam. Quando mencionameos um fato, esse fato tem uma grande importância, por isso pode acrescentar ou comprovar outros detalhes.

    Obrigado por sua consideração conosco.

    ABS

    Curtir

    Comentário por Jânio | julho 25, 2010 | Responder

  9. Ainda nao nasceu o homem ou a mulher que dara jeito neste pais (possiveis candidatos), acho que jesus vai voltar e o brasil vai continuar o mesmo. Agora o mais comico da legislacao brasileira é referente ao crime de eliza samudio. A policia de minas fica correndo igual troxa atras de restos motais de eliza samudio enquanto nos estados unidos o promotor de justica tem o poder de negociar com os reus a diminuicao de pena caso os acusados ajudem na elucidacao do caso ou dizer onde esta escondido o corpo. As leis do brasil sao uma comedia. Pais ainda atrasado em pleno seculo 21. Estamos longe de ser um pais ao qual o povo tem orgulho, só tem vergonha.

    Curtir

    Comentário por lyla gomes | agosto 4, 2010 | Responder

  10. Olá Lyla:

    Gostei muito de sua comparação da legislação brasileira com a legislação americana. No Brasil uma prisão implica em custos, por isso, quanto mais burocracia e obstáculos, melhor. Apolícia perde um tempo enorme com um caso que todos já sabem do resultado, enquanto dezenas de outros continuarão sem solução.

    ABS

    Curtir

    Comentário por Jânio | agosto 5, 2010 | Responder

  11. Esses advogados (toalmente)incompetentes do caso bruno
    estão copiando em gênero numero e grau o caso de DANNA DE TEFFÉ EM QUE O ADVOGADO LEOPOLDO HEITOR QUE ELE MESMO SE INTITULOU DE ADVOGADO DO DIABO (DEGOLOU MANIETOU ) E FOI INO
    CENTADO POIS ELE DEU SUMIÇO NO CORPO DE DANNA DE TEFFÉ E FOI INOCENTADO POR 3 VEZES (( JAÁ QUE ELE ADVOGAVA DE GRAÇA
    COLONOS DA MESMA CIDADE E.. ERA MUITO QUERIDO PORISSO.
    ESSE (IDIOTA DO ÉRCIO QUARESMA) ESTÁ TENTANDO TAMBEM USAR DO MESMO EXPEDIENTE DIZENDO QUE A MOÇA SUMIU POR INTERESSES
    PRÓPRIOS SÓ QUE O ADVOGADO DO DIABO DISSE NA ÉPOCA QUE ELA FOI SEQUESTRADA SENDO LEVADA PARA THECOSLOVAQUIA !!

    ÉÉÉÉÉ´!!!! ESSES ADOGADOS SEM EIRA NEM BEIRA QUANDO PEAGAM UM CASO RUMOROSO QUEREM SEUS 15 MINUTOS DE FAMA !!!!
    FOI O ADVOGADO LEOPOLDO HEITOR QUE INICIOU
    A CULTURA DE QUEM NÃO QUER PAGAR A SOCIEDADE PELO CRIME COMETIDO !!
    INDEPENDENTE DA VIDA QUE A MOÇA LEVAVA FOI ASSASSINADA
    POE ESSES MARMANJÕES QUE COVARDEMENTE NÃO QUEREM PAGAR O PRÊÇO A SOCIEDADE

    ASTA LA VISTA BABY !!!!

    Curtir

    Comentário por claudia | novembro 10, 2010 | Responder

    • Olá Cláldia:

      Obrigado pelo seu comentário.

      A justiça dos homens nem sempre alcança os verdadeiros objetivos, fica para a justiça divina dar o veredicto final.

      ABS

      Curtir

      Comentário por icommercepage | novembro 11, 2010 | Responder

  12. […] = 'none'; document.getElementById('singlemouse').style.display = ''; } Casos políciais mais comentados e polêmicosCasos políciais mais comentados e polêmicos function […]

    Curtir

    Pingback por Blues – Juliana Vieira : Born This Way Cover | YouTube Guitar | outubro 11, 2011 | Responder

  13. eu acho que todos deverio pegar pena maxima e nao viver mais na sociedade como se fosse pessoas comum

    Curtir

    Comentário por francisco meneses | junho 17, 2012 | Responder

    • Olá Francisco:

      É o que deveria acontecer, mas os causadores de tudo isso não estão dispostos a deixar de roubar o dinheiro que deveria ser investido em segurança, policiamento, penitenciárias, etc.

      Daqui dez anos eles soltam todos os que ainda não foram soltos, para liberar espaço para os novos psicopatas.

      ABS

      Curtir

      Comentário por icommercepage | junho 17, 2012 | Responder

  14. […] Crimes polêmicos que deram muito o que falar […]

    Curtir

    Pingback por Família de PMs é assassinada « Made in Blog | agosto 16, 2013 | Responder


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: