Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Chicago, plaga de balas

Transmitido ao vivo há 19 horas

Es una urbe que puede enorgullecerse de muchas cosas, pero no de liderar el número de muertes violentas en un país que no se caracteriza justamente por lo escaso de los tiroteos. 762 personas fallecidas por heridas de bala en 2016. ¿Qué se hace para detener la violencia? En grandes ciudades, grandes problemas; pero Chicago destaca por lo excesivo y sangriento del suyo. ¿Quién se ocupa de ella y cómo? Y tal vez la pregunta más incómoda de todas: ¿por qué tanta sangre derramada?

Suscríbete para no perderte nuestros eventos en vivo: https://goo.gl/qFPG81

RT en español en vivo.

Vea nuestra señal en vivo: http://actualidad.rt.com/en_vivo

RT EN ESPAÑOL: DESDE RUSIA CON INFORMACIÓN

Anúncios

julho 23, 2017 Posted by | Espanhol | , , , | Deixe um comentário

Um em cada três brasileiros teve amigo ou parente assassinado, diz pesquisa

policia contra policia

Daniel Mello – Repórter da Agência Brasil

Um em cada três brasileiros (35%) teve amigos ou parentes assassinados, revela pesquisa do Instituto Datafolha, encomendada pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP). Segundo o estudo, divulgado hoje (8), são cerca de 50 milhões de brasileiros maiores de 16 anos que perderam uma pessoa próxima vítima de homicídio ou latrocínio (roubo seguido de morte).

O índice dos que tiveram familiares ou amigos mortos violentamente é maior entre os negros, 38%, enquanto entre os brancos é de 27%. O levantamento mostra ainda que 12% da população maior de 16 anos, cerca de 16 milhões de pessoas, tiveram alguém do circulo afetivo morto por um agente de segurança, policial ou guarda municipal. Entre os jovens, de 16 a 24 anos, esse percentual chega a 17%.

Feridos

O levantamento revela ainda que foram vítimas de ferimentos com armas de fogo 4% dos entrevistados, o que representa na projeção populacional de 5 milhões de indivíduos com mais de 16 anos. As vítimas de facas e outras armas brancas somam 8%, ou 10 milhões de pessoas. Além disso, 12% dos ouvidos disseram ter sofrido ameaças de morte.

Quase todos os que responderam a pesquisa (94%) acreditam que o índice de homicídios no Brasil é muito alto e 96% acham que todas as esferas de governo precisam se unir para reduzir a violência. Segundo o Anuário Brasileiro de Segurança Pública, que também é elaborado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, foram registradas 58.383 mortes violentas no Brasil em 2015.

Para a pesquisa divulgada hoje, foram ouvidas 2.065 pessoas em 150 municípios de 3 a 8 de abril. Procurado pela Agência Brasil, o Ministério da Justiça e Segurança Pública não comentou o estudo.

Edição: Kleber Sampaio
 

maio 9, 2017 Posted by | Política | , , | Deixe um comentário

MC Daleste é mais uma vítima da violência

vítima da violência

Cantor Assassinado

MC DaLeste não foi o primeiro cantor de Black Music a ser morto, infelizmente, também não será o último – dessa vez a tragédia foi em campinas.

Eu já falei sobre a onda de assassinatos de cantores no litoral, considerados pela polícia, crimes comuns, mas que chamou a atenção dos sociólogos e antropólogos. Eu também não me surpreendi quando um delegado comentou a morte de MC Leste: “A morte desses cantores não tem ligação entre si, podem ser por crimes passionais, brigas ou tráfico de drogas”.

O comentário preconceituoso é natural em sistemas elitizados como o nosso, mas ver a televisão divulgar esse tipo de comentário é repugnante.

Durante a última onda de assassinatos de cantores de black music, houve uma verdadeira guerra entre a polícia e os extremistas que gostavam, que eram fãs dessas músicas.

A black music é uma forma das classes marginalizadas expressarem seus sentimentos de revolta, apesar de falarem também de amor e outros temas. São essas verdades sobre os crimes e a violência que acabam atraindo a atenção de pessoas que não querem nenhum negro ou representante dessas comunidades tornando-se celebridade.

A liberdade de expressão é distorcida pelas mídias, pela elite, resultando numa verdadeira conspiração midiática contra essas comunidades.

O racismo não declarado ocorre também em outros países, como os EUA, um país no qual toda a sociedade ocidental se inspira. Esse racismo também ocorre devido a resistência em aceitar culturas afros em nosso meio.

Surgiu até uma teoria de conspiração, que nem deveria ser apenas uma teoria mas, sim, uma realidade.

Segundo essa teoria, há forças que conspiram contra negros famosos, como teria acontecido com Michael Jackson, Mike Tyson, Whitney Houston, O. J. Simpson, etc. Entretanto, na black music, no esporte ou qualquer outra atividade em que os negros se destaquem, a cultura afro continuará sempre muito influente.

Apologia – Mc DaLeste

Matar os polícia é a nossa meta
Fala pra noís quem é o poder
Mente criminosa coração bandido
Sou fruto de guerras e rebeliões
Comecei menor já no 157
Hoje meu vício é roubar, profissão perigo
Especialista formado na faculdade criminosa
Armamento pesado ataque soviético e que esse
É o bonde do mk porque quem manda aqui
É o 1 p e 2 c fala pra nois que é o poder

Se tu quer ouvir apologia eu te apresento nosso
Arsenal uma AK, pistola Glock, G3, mini-use
762 fundador parafal, a R15 a R baby, Magno Macs, fuzil
Holandês, mp5, 762 semi automática M 16 a Colt
190 Galac Torrents, Meiota e 50 especialista
Em assaltos bancários, formado na faculdade criminosa
Sub use, Aim check, Flatclonos ponto 40 tipo
Guerrilha
São Paulo SP a grande capital é toda nossa meu nome
Você quer saber pra me denunciar pros verme da d*
Quer me rastrear e toma lá, dá cá bate de frente faz sua parte
É nois que soma e nois que tá forma de expressão pra mim
Não interessa estamos embraçado na mesma missão matar os polícia
É a nossa meta se tu quer ouvir apologia eu te apresento
Nosso arsenal (ham) esse é o kit do mal

Fala pra nois quem é o poder matar os policia é a nossa meta
Fala pra nois quem é o poder

Mente criminosa coração bandido
Sou fruto de guerras e rebeliões
Comecei menor já no 157
Hoje meu vício e roubar profissão perigo
Especialista formado na faculdade criminosa
Armamento pesado ataque soviético e que esse
É o bonde do mk porque quem manda aqui
É o 1 p e 2 c fala pra nois que e o poder

Fala pra nois quem é o poder
Fala pra nois quem é o poder

Se tu quer ouvir apologia eu te apresento nosso
Arsenal uma AK, pistola Glock, G3, mini-use
762 fundador parafal, a R15 a R baby, Magno Macs, fuzil
Holandês, mp5, 762 semi automática M 16 a Colt
190 Galac Torrents, Meiota e 50 especialista
Em assaltos bancários, formado na faculdade criminosa
Sub use, Aim check, Flatclonos ponto 40 tipo
Guerrilha
São Paulo SP a grande capital é toda nossa meu nome
Você quer saber pra me denunciar pros verme da d*
Quer me rastrear e toma lá, dá cá bate de frente faz sua parte
É nois que soma e nois que tá forma de expressão pra mim
Não interessa estamos embraçado na mesma missão matar os polícia
É a nossa meta se tu quer ouvir apologia eu te apresento
Nosso arsenal (ham) esse é o kit do mal

Se tentar tu sai furado!

Vídeo clip link 01

Video clip Link 02

julho 12, 2013 Posted by | Cinema | , , , , , , , | 2 Comentários

A guerra ao narcotráfico no Rio

 

violência

Guerra do Rio

Costuma-se dizer, entre os comentaristas e sociólogos, que a guerra travada entre a polícia e o narcotráfico não é o cartão postal que a cidade do Rio gostaria de divulgar.

Não são só as notícias ruins que espalham rápido, as imagens e vídeos também.

Sérgio Cabral será conhecido, pela história, como o homem que declarou querra ao tráfico de drogas. O Governador que conseguiu unir as polícias, apesar das denúncias constantes de corrupção, relacionadas ao quadro policial do país.

A criminalidade, assim como vários outros problemas, estão diretamente ligados a gestão pública.

É cansativo repetir sempre a mesma coisa, mas o que está efetivamente sendo feito, para que outras guerras não venham a ocorrer no futuro?

O mais assustador, quando assistimos essas imagens de guerrilha urbana, é imaginar que essa violência está se espalhando por todo o país. A violência do Rio já se tornou violência das regiões metropolitanas.

Uma organização que, segundo algumas notícias vindas do Paraguai e Colômbia, ultrapassaram fronteiras.

Evidentemente que não podemos criticar o Governador que mais combate o crime nas comunidades dos morros, mas sim o sistema. Tanto em São Paulo, quanto no Rio, nota-se que a violência está muito acima dos partidos.

Será que há interesses envolvidos à essas guerras? – …à julgar pela incompetência de nossos políticos, e pelas análises notadamente parciais de nossos jornalistas, nota-se que o problema não é só político.

Eu tenho notado que  a cada medida enérgica, por parte do sistema, o povo mais pobre sempre é o primeiro a sofrer as consequências. Foi assim no primeiro congelamento do Governo Sarney, Collor, Itamar, FHC e Lula.

Sempre houveram críticas da oposição, mas sempre ficou claro que essa era a maneira mais cômoda de governar.

Os arquivos secretos do Governo são capazes de assustar até o mais perigoso bandido do mundo.

Recentemente, alertamos para a falta de controle de armas da própria polícia, um problema crônico, onde a arma é fornecida pelos policiais corruptos, e recuperada pela própria polícia, durante a prisão do marginal, voltando a se tornar mercadoria a ser comercializada.

A corrupção no Brasil pode ser medida pelo impostômetro, o maior símbolo da vergonha nacional. A conclusão é de fácil assimilação: Quanto mais impostos, mais corruptos.

Não há nenhum plano de redução de impostos, nunca houve, o que prova que a corrupção está acima dos partidos, está nas mãos dos coronéis da política e das mídias de massa,  aliados dos banqueiros e empresários, patrões dos políticos corruptos.

A saída passa pelas alternativas oferecidas pelas eleições, a pergunta que sempre fica é: Quais são as chances dos pequenos partidos, e quais as possibilidades de governabilidade?

Movimentos populares, como o Ficha Limpa, podem ser um bom começo, mas não a solução.

Quanto menos corruptos na política, menor a possibilidade de manipulação, menor a força da máfia.

Eu não participei do Ficha Limpa, simplesmente porque não acreditava  que poderia resultar em bons resultados, já que os grandes políticos, e envolvidos em esquemas de manipulação, raramente são detectados pela justiça.

Apesar disso, todos nós notamos que o Ficha Limpa funcionou, e foi apenas a ponta do iceberg, muitos políticos cairam, não pelo Ficha limpa, mas por vontade do próprio povo. Se a memória do povo era curta, com a ajuda da internet, ela se refrescou.

Tentaram inclusive criar projetos para controlar a informação na rede, além de descobrirem que é impossível esse tipo de controle, descobriram também que os internautas são muito mais informados que eles pensavam.

Essa guerra no Rio, não deverá solucionar os problemas da Cidade Maravilhosa, muito menos do país inteiro. A solução é muito mais complexa, principalmente quando falta boa vontade.

Muita gente morrerá, chegando ao ponto de os próprios traficantes  incitarem essa violência, já que normalmente é a polícia que começa o barulho.  Pode ser que a logística sofisticada, dos poderosos traficantes, já tenha detectado os benefícios dessas guerras tolas e inglórias.

Quanto menos traficante vivo, maior o lucro, já que acabar com o tráfico é praticamente impossível. O tráfico é um reflexo de nosso sistema.

Como disse o grande filósofo Geraldo Alckmin: “Durante os ataques do PCC, foi a época em que se registrou o menor índice de criminalidade em São Paulo”.

A organização do crime, ironicamente, impossibilita que todos os marginais pratiquem o crime em seu território, já que o policiamento nunca será suficiente para conter a criminalidade.

A “PPP” continuará o seu joguinho sujo pelo poder, enquanto isso, o povo assiste a tudo sem poder participar, a não ser em época de eleições.

Muitos políticos “sujos” caíram, muitos ainda haverão de cair, desde que o povo veja o lado bom de seu voto, deixando muitos políticos veteranos sem mandato.

https://icommercepage.wordpress.com/2009/10/20/violencia-do-rio-vista-de-fora/

https://icommercepage.wordpress.com/2010/09/15/a-crise-da-ppp/
By Jânio

novembro 28, 2010 Posted by | divulgação gratis | , , , , , , , , , , | 8 Comentários

Casos políciais mais comentados e polêmicos

crimes polêmicos

Assassinato de Mércia

Quando a justiça deixa de funcionar num país, as pessoas também deixam de acreditar nela.

Há um ditado popular que diz: “A ocasião faz o ladrão”. Quando as pessoas ficam indefesas, numa terra sem lei, num regime de canibalismo, onde noventa por cento da renda vai para os dez por cento mais ricos, hipoteticamente falando, fatos bizarros começam a acontecer.

As classes mais pobres vivem como crianças indefesas, diante da criminalidade. Os jovens ricos e sem nenhum escrúpulo, são os maiores beneficiados pela sociedade que protege os ricos.

Nos últimos anos, as famílias ricas  tem sentido na pele a violência gerada em seu próprio meio, em alguns casos tem sido feita a justiça.

Dizem que um bandido de classe privilegiada só será condenado, exclusivamente, quando atentar contra sua própria classe, essa é a única lei que não atinge os pobres. Assim, o bandido que mata outro bandido, será condenado, mesmo que ninguém denuncie; filhos que matam pais, ou o contrário; políticos que roubam dos próprios políticos, etc.

A cultura latina, apesar de grandes líderes populares ou revolucinários, como Simon Bolívar, San Martin, Che Guevara, não conseguem se adaptar a um sistema satisfatório de distribuição de renda. Fazer política, distribuindo cesta básica, é diferente de se criar leis que valorizem as classes operárias.

Para nossos ricos, não importam o que seus filhos façam, eles podem.

Recentemente, tem ocorrido crimes que tem origem nessa falta de noção de nossos ricos. Eles tem sido vítimas em seu próprio meio, uma realidade que começa a ser desvendada pelas novas tecnologias.

Na maioria dos casos, o dinheiro resolve o problema mas, vez por outra, uma tragédia acontece.

Os casos mais curiosos são aqueles que acontecem na instituição mais forte da sociedade, a família.

A seguir, vamos relacionar os casos que mais repercutiram na mídia:

Caso Suzane von Richthofen: Acompanhada dos irmãos Daniel e Christian Cravinhos, namorado e irmão dele, antagonizaram um dos maiores escândalos da alta sociedade brasileira, a mídia tentou inutilmente associá-los ao famoso Barão Vermelho, oficial nazista responsável por abater vários aviões aliados, na época da segunda guerra.

A velha estratégia de transformar pessoas normais e mal educadas em monstros, não deu certo, a própria família do antigo oficial negou o parentesco.

O motivo de Suzane ter planejado o assassinato de seus próprios pais, teria sido a impossibilidade de continuar o namoro, além da herança que fecharia o romance com chave de ouro.

Diz o ditado que o diabo manda cometer o pecado, mas não diz como, há até quem diga que Deus e o Diabo estão em nós mesmos. em nossa própria consciência, cabe a nós decidirmos o destino a ser traçado. Ninguém pode afirmar ao certo o que acontece, em crimes como esse, o que se sabe é que há o envolvimento e há consequências.

Tudo fica na mão do  promotor e advogado de defesa: Como os assassinos entraram, quem abriu a porta, como foi o planejamento, etc. É um caso clássico de paixão violenta, onde a falta de estrutura familiar é responsável para que essa paixão realize o que outros apenas pensam ou falam.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Suzane_von_Richthofen

Isabella de Oliveira Nardoni – Outro caso clássico de falta de estrutura familiar. A gravidez indesejada de Ana Carolina, a separação prematura, quando Isabella ainda era bebê.

O que aconteceu naquele apartamento, só a própria Isabella soube, mas levou a verdade junto com ela.

Ao contrário do caso anterior, nesse o réu não confessou, continuou uma família unida. Segundo uma opinião, no post mais comentado da história do madeinblog/icommercepage, havia uma pressão provocada pelo atrito entre o casal Nardoni e a ex-mulher.

O casal não mostrou arrependimento, isso explica a frieza com que enfrentaram o julgamento, do início ao fim.

No processo, conclui-se que Isabella teria sido jogada do sexto andar do prédio London, todo o processo foi baseado no horário do telefonema, horário registrado pela câmera, etc. A justiça dos homens se tornou a justiça das máquinas, nada mais irônico e compatível com os novos tempos, numa sociedade fria e desumana.

O casal foi sentenciado de acordo com suas idades, não se sabe se foi involuntário ou de propósito, o fato é que se tiraram uma vida, toda sua vida também ficou perdida. Ficarão na cadeia por um período igual ao que tinham vivido, antes de tirar a vida de Isabela – A pergunta continua – Quem matou? – Seria preciso um casal para matar a menina?

Segundo o processo, a menina teria sido agredida no carro, então levada para cima e sido atirada. Se a menina estava inconsciente e o pai pensou que ela estava morta, atirando-a; se a rede já havia sido cortada; se houve participação da madrasta; se foi a madrasta quem matou; nada disso nunca será exclarecido. A única certeza é que o casal não confessou e foram ambos presos, revelando-se um caso atípico: De um lado uma família que deveria viver de acordo com a lei, educada; De outro, o próprio símbolo que deveria representar a justiça na sociedade, dominada por essa classe social, a Lei.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Caso_Isabella_Nardoni

Caso Mércia – Esse caso ainda não foi solucionado, mas as semelhanças com os outros é evidente.

A mídia dificilmente deixará de acompanhar o caso escolhido para ser o reality da vez.

Mércia era sócia de seu namorado Mizael Bispo de Souza, que também era ex-policial – Todo mundo sabe que amor e negócios não combinam.

Na época do desaparecimento de Mércia, ela teria recebido um telefonema do ex-namorado, ex-sócio e ex policial, quando seu carro foi visto jogado no lago, a história ficou mais misteriosa – ou menos.

Agora, o ex-namorado é o principal acusado pela morte da advogada. Toda a polícia e a mídia ficará mobilizada para esse caso, especulando e julgando, enquanto o resto do mundo ficará esquecido.

Todos as pessoas que tiverem paciência para assistir televisão, enquanto esse caso é investigado, serão envolvidos e convidados a acompanhar esse reality até o seu fim, podendo inclusive votar pelo seu desfecho.

 http://pt.wikipedia.org/wiki/Caso_M%C3%A9rcia_Nakashima
Caso Eliza – Quis o destino que outro caso surgisse, antes mesmo que o caso Mércia fosse desvendado. Teria sido um caso comum, sem repercussão, se um dos principais envolvidos no assassinato não fosse goleiro do time de futebol do Flamengo, segundo time mais popular do Brasil, um dos maiores do mundo.

Eliza teria engravidado do goleiro, que não teria gostado nada – mais um caso de gravidez indesejada – Eliza teria, inclusive.  dado entrevista afirmando que seria morta.

Um terceiro elemento, não menos importante no caso, era o amigo de Bruno. Segundo Bruno, era seu amigo que cuidava de seus assuntos pessoais, seu mais que secretário, tendo até tatuagens de seu nome no corpo.

O caso ainda não foi desvendado, mas deverá ser o principal concorrente  do caso Mércia.

Pelo visto, tão cedo, será difícil de assistir aos telejornais.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Caso_Eliza_Samudio
Caso Daniela Perez – Esse foi um caso raríssimo, onde a novela estava em horário nobre, literalmente falando.

Daniela Perez desapareceu, sendo seu parceiro na trama, o principal acusado. Pelo visto, foi o último a ver a vítima.

Também nesse caso, a namorada do acusado estava envolvida.

Uma realidade poucas vezes visto na TV, o processo de investigação revelou que a vítima foi submetida a práticas de magia negra, tortura, seguida de morte.

A autora da novela iniciou então uma campanha, não para que ele fosse condenado, mas para que se instituísse  a lei do crime hediondo.

O réu era primário, foi tratado como qualquer condenado da justiça. A lei do crime hediondo foi discutida amplamente, mas pouco se pode fazer.

Pelo que parece, não há tanto interesse em se alterar as leis no país, se bem que as alterações só valeriam para as pessoas da alta sociedade.

Os pobres sequer tem dinheiro para contratar um advogado, ficam anos na cadeia por roubar um pacote de leite.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Caso_Daniela_Perez

Altos impostos => corrupção => desvio de verbas => falta de infra-estrutura => falta de justiça => falta de educação => alta criminalidade.

… e a história se repete

By Jânio

julho 24, 2010 Posted by | Policia | , , , , , , , , , , , , , , , | 17 Comentários

O Cartunista Glauco é assassinado

Ultima homenagem

Homenagem ao cartunista

Como disse o Príncipe: “As pessoas só ficam famosas depois de mortas”, sou forçado a crer nessa dura realidade. Pelo menos esses foram os casos da Leila Lopes e do ET, dois exemplos de artistas da classe intermediária que se tornaram manchetes nos principais jornais com suas mortes.

Dessa vez foi o chargista Glauco. Todas as pessoas que lêem jornais, pelo menos uma vez, em momentos de completa ociosidade, parou para ler as tirinha de Geraldão ou algumas outras de autoria de Glauco.

Glauco tinha um estilo irreverente que estava a altura dos maiores chargistas do mundo. Quando vejo uma charge assim, sempre me lembro do Ziraldo, do Henfil, por isso não imaginava que o Glauco fosse tão jovem ainda.

A charge transforma um artista em celebridade muito rapidamente, foi isso que aconteceu com o Glauco. Ele era de uma cidade bem próxima a minha, Jandaia do Sul, terra de outros humoristas famosos, como o apresentador Ratinho e do companheiro do ET, o Rodolfo.

A morte de Glauco, portanto, passa para as estatísticas policiais como mais um crime bárbaro, que tem se tornado comum no mundo inteiro, influenciados pelos filmes de Hollywood, onde a vida não tem muito valor.

Mesmo não sendo rico, um artista famoso passa essa imagem para os leitores; induz as pessoas com patologias psicóticas a criarem fantasias em suas cabeças doentias.

Outra notícia que me chamou a atenção, foi a notícia de que Durval Barboza, aquele do mensalão de Brasília, estaria pedindo para entrar no serviço de proteção às testemunhas, devido a novas notícias bombásticas sobre o caso Arruda, ex-governador de Brasília e que se encontra preso.

Para não dizer que eu não falei das flores, a linha de sucessão presidencial do Presidente Lula pode virar a política de ponta cabeça, caso ele se licencie para ajudar na campanha de Dilma. Acontece que a maioria dos possíveis políticos que poderiam assumir, tem compromissos na próxima eleição, é o caso do vice-presidente, entre outros.

O único político que poderia assumir seria José Sarney, já que seu mandato está longe de terminar, mas ele adiantou que não vai aceitar. Sarney já aprendeu que ser Presidente é entrar na temporada de caça, sendo a caça, é claro.

Humor de luto

vitima da violência

By Jânio

março 13, 2010 Posted by | Policia | , , , , , , , | 5 Comentários

   

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Marca Livro

A arte de criar histórias em prosa ou verso

bastet - protetora dos gatos

todos os animais merecem o céu e os gatos principalmente

Blog CIN 5018

Informatização de Unidades de Informação

The Promise Carrier

Ebrael's official website in English.

detudosobretudoblog

Este site vai aborda todos os temas voltado para as mulheres

Letícia Giacometti Ribeiro

O diário de uma estudante de Jornalismo

Caminho Alternativo

Geopolítica, atualidades e opinião

Escrita em Foto

Colunas, textos, fotografias; a vida de alguém que busca mais do que apenas viver.

%d blogueiros gostam disto: