Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Nomes – O DNA de nossas tradições e culturas

nomes e culturas

Nomes

 

O nome é um peso na vida de algumas pessoas, quase um DNA, um peso tão grande que algumas pessoas não suportariam determinados nomes.

Por esse motivo, muitos nomes não são usados em bebês. Elementos como o preconceito, discriminação, religião, mitos, tabus e vários outros motivos, fazem com que alguns nomes estejam fadados ao obscuro e as lendas.

Através dos nomes, é possível observar que em qualquer cultura, o bem e o mal estão presentes. Antes de termos uma visão preconceituosa a respeito de um costume, é preciso estudarmos a fundo em que esse costume implica.

No Irã, uma mulher que trai o marido é apedrejada até a morte, isso implica em um costume primitivo. A pergunta é o que eles pensam disso, se a mulher não tem o direito de opinar, então de fato o costume é arcaico, se por outro lado a mulher tivesse os mesmos direitos dos homens de opinar e votar, então a lei seria legítima.

Legítimo também, deveria ser o direito dessas pessoas decidirem em que pais querem morar, como é o caso de Cuba, sem a parcialidade dos EUA, naturalmente.

Na medida em que a cultura vai se globalizando, a maior parte dela também vai se extinguindo, os paises perdem a seu livre arbítrio. Tudo se perde, a música, as tradições, as línguas, etc.

Nos costumes indígenas, há nomes interessantes como: Filho do trovão, raio negro, lobo vermelho e outros nomes que nossos preconceitos, tabus e religião nos impediríam de pronunciar. Ao contrário do que mostra os filmes do velho oeste, nomes como cavalo manco, cachorro com medo, não inplica em pessoas covardes ou más, por trás de cada nome há uma história, muitas vezes só a própria pessoa conhece.

De certa forma, o nome, em culturas indígenas, conta uma parte da vida da pessoa. No oriente, esse costume ainda é preservado.

Será que no ocidente essa tradição não existe? – Fazendo uma pequena pesquisa pela internet, logo notamos uma centena de sites com significado de nomes, desde os mais tradicionais, latinos, até os mais exóticos, ou seriam tradicionais, nomes indígenas.

Durante a pesquisa dos primeiros hieroglifos da história, o nome da antiga rainha do Egito, Cleópatra, foi fundamental para que se descobrissem os significados dos primeiros hieroglifos, iniciando a tradução dessa antiga escrita. Naquele tempo a simbologia poderia ser ainda mais forte, já que cada caractere, ou letra, era uma figura diferente, sendo o “a” uma ave.

As raises de todas as culturas está nos nomes, mesmo com a extinção das línguas, os nomes prevalecem.

Quando uma jovem mãe quer dar nome aos filhos, nos dias atuais, ela procura um nome mais bonito. Um nome bonito, pode ser aquele mais bonito na aparência, mas não tem nenhum significado concreto, real.

Jesus, ao dar nome aos seus discípulos, seguiu a tradição, suas origens. Ao dar nome à Simão, por exemplo, disse algo como: Tu serás Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja.”

Se analisarmos minuciosamente as palavras de Jesus, verificaremos o significado delas, a relação delas com a personalidade e natureza de pedro, e a função de pedro na religião cristã. Não é uma questão de defeitos ou virtudes, mas da pessoa certa no lugar certo.
 
Fazendo uma pesquisa a respeito dos nomes, descobrimos que nem tudo é o que a gente pensa. Algumas vezes o nome significa exatamente o que ele é, como é o caso de “Modesto”, outras vezes muda um pouco, como o nome “Romeu”, mas há nomes que mudam completamente em relação ao esperado, esse é o caso de “Manoel”.

Entre os nomes mais tradicionais, os nomes latinos quase se misturam aos nomes hebraicos, devido a sua proximidade, no momento mais glorioso de suas histórias – ou seria nosso história? –  Assim, josé se mistura a Paulo, Pedro se mistura a joão, ou vice-versa.

Há quem diga, inclusive, que escolher um nome, baseado em sua ascendência, seja meio discriminatório.

Na realidade não são os nomes que são escolhidos, são os pre-nomes, os nomes continuam intocáveis, são de família.

Wikipedia: “O prenome, na maioria das línguas indo-europeias, é o elemento onomástico que precede o apelido de família (sobrenome) na forma de designar as pessoas. Exemplos de prenomes comuns são José, João, Carlos, Antônio, Maria, Joana, Paula etc. O prenome também é conhecido como nome de batismo ou nome de pia.
 
Em algumas culturas e idiomas (por exemplo em húngaro, vietnamita, chinês, japonês ou coreano), o apelido de família precede o prenome na ordem do nome completo, como Deng Xiaoping, sendo Deng o apelido de família e Xiaoping o prenome.” 

Assim: João Carlos da Silva, fica sendo: Nome – Silva; sobrenome – Carlos;  prenome – João.

Para efeito de organização, ou burocracia: Silva, João Carlos da.

Pensei em fazer uma lista de nomes portugueses, descobri que nem mesmo os próprios portugueses conhecem seus nomes, já que são latinos. Os nomes portugueses confundem-se com os espanhóis, italianos, franceses…

Assim, desisti de explicar e simplifiquei de vez, ou seja, fiz uma lista de nomes latinos mesmo.

Muitos nomes que achamos ser novos, criativos, podem até ser criativos, mas de novos não tem nada, como é o caso de Lavínia.

NOMES LATINOS:

Abílio, Adauto, Afrânio, Agnes, Alba, Agostinho, Albino, Amado, Amália, Amâncio, Amaro, Atílio, Benedito, Benício, Bento, Bonifácio, Caio, Calvino, Camila, Candido, Carmem, Cassiano, Cecilia, Celeste, Celia, Celina, Celso, César, Cícero, Cintia, Clara, Cláudia, Colombo, Conceição, Constância, Cornélio, Dante, Décio, Delfim, Deodato, Diva, Domingos, Donato, Dória, Dulce, Elvira, Estela, Evaristo, Fábia, Fábiana, Fabrício, fausto, Felícia, Félix, Fidel, Flávio, Floriano, Florinda, Fortunata, Francisco, Genésia, Germano, Graciana, Graco, Hilário, Honorato, Hortência, Imaculada, Inácio, Isaura, Jânio, Januario, Jovino, Jovita, Julia, Juvenal, Juvêncio, Laudelino, Laura, Laurêncio, Lavínia, Leda, Lena, Léo, Leocádia, Leôncio, Letícia, Lídia, Lígia, Líliam, Liliane, Livia, Lombardo, Lorena, Lourenço, Lourival, Lucila, Lucino, Lúcio, Lucíola, Lupércio, Mabel, Magna, Marcelino, Marcelo, Márcia, Marcial, Márco, Margarida, Marina, Màrio, Maristela, Martins, Maurício, Mauro, Mira, Modesto, Natália, Nemo, Nívea, Olinda,

Otávio, Patrício, Paulo, Pilatos, Plínio, Pompéia, Primo, Priscila, Quirino, Regina, Renata, Salústia, Saturnina, Serena, Sérgio, Severo, Sílvia, Silva, Socorro, Stela, Taciana, Tércio, Tertuliano, Tiago, Tibério, Tibúrcio, Ticiana, Urbano, Valentim, Valentino, Valéria, Vera, Vicente, Vinício, Virgínio, Virgília, vítor,

CURIOSIDADES DE NOMES:

Jânio vem do latim e não é o masculino de Jane, que vem do Hebraico. Jane e João significam a mesma coisa, apesar de possuirem gêneros diferentes.

José e João realmente são Hebraicos e estão diretamente ligados á religião, tradição e cultura hebraica.

Luis é de origem teutônica e significa guerreiro famoso.

Manuel não é português, é hebraico e significa Deus Conosco.

Moacir, é Tupi, significa aquele que faz sofrer.

Adão – Hebraico, Feito de terra.

Carlos – Teutônico, fazendeiro.

Romeu – Peregrino à Roma.

Roberto – Brilhante na glória.

Sandra – Diminutivo de Alexandra, o que resiste aos homens. No masculino tem o mesmo significado.

Veja o significado de seu nome:

http://br.guiainfantil.com/nomes-de-bebes/168-significados-e-origem/181-nomes-para-meninos-e-meninas-com-a.html

Texto: By Jânio

About these ads

janeiro 3, 2011 - Posted by | curiosidades | , , , , , , , , ,

15 Comentários »

  1. […] tabus e vários outros motivos, fazem com que alguns nomes estejam fadados ao obscuro e as lendas. Ver conteúdo completo MeneameBitacorasRedditDeliciousGoogle BuzzFacebookTwitter Tags: cultura, espanhois, latinos, […]

    Pingback por A tradição de nossas culturas através dos nomes « Link Esfera – Rede Social, Notícias e Opinião | janeiro 3, 2011 | Resposta

  2. Oi Janio,
    Gostei da sua abordagem.
    Muito oportuna, por sinal.
    Um abraço,
    Jorge Purgly

    Comentário por Jorge Purgly | janeiro 3, 2011 | Resposta

    • Olá Jorge:

      …e eu agradeço a visita e comentario de um dihittiano tão importante para a comunidade, como você.

      ABS

      Comentário por icommercepage | janeiro 8, 2011 | Resposta

  3. Realmente coisas que ficam sem explicações, esses tabus impostos por mitos e lendas em meu pensar.
    Abraços forte

    Comentário por Principe Encantado | janeiro 3, 2011 | Resposta

    • Olá amigo:

      Os tabus e lendas são um grande empecilho, mas a cultura pode sobreviver a isso.

      ABS

      Comentário por Janio | janeiro 8, 2011 | Resposta

  4. Muito legal!
    Adorei!
    Rosana

    Comentário por Rosana Almeida Lopes | janeiro 4, 2011 | Resposta

    • Olá Rosana:

      Quando alguém quiser um nome – Já sabe né? – peça-lhe que pesquise a origem dos nomes, como faziam nossos ancestrais, nosso nome é muito mais importante do que pensamos.

      ABS

      Comentário por icommercepage | janeiro 8, 2011 | Resposta

  5. Post bem curioso!

    Comentário por registro marcas | janeiro 5, 2011 | Resposta

  6. Bondade sua, Janio.
    Acabei de revistar sua página há pouco.
    A Ciência dos Nomes é uma Ciência Antiga, perdida pela humanidade.
    Alguns como você, aos poucos vão reconstruindo o quebra-cabeças.
    A diferença entre o remédio e o veneno é a dosagem. Você mostra sabedoria ao considerar isso no seu post. Parabéns.
    Um forte abraço,
    Jorge Purgly

    Comentário por Jorge Purgly | janeiro 8, 2011 | Resposta

    • Olá Jorge:

      Vou te confessar uma coisa, o meu grande sonho é criar um post relacionado à cultura indígena brasileira, mas ainda não foi possível.

      Escrever posts é muito bom, a gente aprende mais do que escreve, mas os comentários são uma caso a parte.

      ABS

      Comentário por Janio | janeiro 8, 2011 | Resposta

  7. olá qual e o nome da sua cultura

    Comentário por jorge heleno | abril 7, 2011 | Resposta

    • Olá jorge:

      São tantas as culturas as quais os latinos estão arraigados, não é mesmo?

      O meu nome é Jânio, eu sou descendente de mineiros, nascido no Paraná. Agrego a minha cultura vários costumes ocidentais e orientais, como o cristianismo, socialismo, capitalismo, democracia, e tantos outros.

      Eu ainda tenho muito o que descobrir sobre as minhas raízes.

      Muito prazer, eu sou da família Ferreira.

      ABS

      Comentário por icommercepage | abril 8, 2011 | Resposta

  8. […] uma pesquisa sobre os nomes, descobri que muita gente mudaria de nome, se soubesse seu real significado, descobri também a […]

    Pingback por Um grupo de ossos e caveiras « Made in Blog | maio 19, 2011 | Resposta

  9. […] uma pesquisa sobre os nomes, descobri que muita gente mudaria de nome, se soubesse seu real significado, descobri também a […]

    Pingback por Um grupo de ossos e caveiras « 893 | maio 22, 2011 | Resposta


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 220 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: