Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Nomes – O DNA de nossas tradições e culturas

nomes e culturas

Nomes

O nome é um peso na vida de algumas pessoas, quase um DNA, um peso tão grande que algumas pessoas não suportariam determinados nomes.

Por esse motivo, muitos nomes não são usados em bebês. Elementos como o preconceito, discriminação, religião, mitos, tabus e vários outros motivos, fazem com que alguns nomes estejam fadados ao obscuro e as lendas.

Através dos nomes, é possível observar que em qualquer cultura, o bem e o mal estão presentes. Antes de termos uma visão preconceituosa a respeito de um costume, é preciso estudarmos a fundo em que esse costume implica.

No Irã, uma mulher que trai o marido é apedrejada até a morte, isso implica em um costume primitivo. A pergunta é o que eles pensam disso, se a mulher não tem o direito de opinar, então de fato o costume é arcaico, se por outro lado a mulher tivesse os mesmos direitos dos homens de opinar e votar, então a lei seria legítima.

Legítimo também, deveria ser o direito dessas pessoas decidirem em que pais querem morar, como é o caso de Cuba, sem a parcialidade dos EUA, naturalmente.

Na medida em que a cultura vai se globalizando, a maior parte dela também vai se extinguindo, os países perdem a seu livre arbítrio. Tudo se perde, a música, as tradições, as línguas, etc.

Nos costumes indígenas, há nomes interessantes como: Filho do trovão, raio negro, lobo vermelho e outros nomes que nossos preconceitos, tabus e religião nos impediriam de pronunciar. Ao contrário do que mostra os filmes do velho oeste, nomes como cavalo manco, cachorro com medo, não implica em pessoas covardes ou más, por trás de cada nome há uma história, muitas vezes só a própria pessoa conhece.

De certa forma, o nome, em culturas indígenas, conta uma parte da vida da pessoa. No oriente, esse costume ainda é preservado.

Será que no ocidente essa tradição não existe? – Fazendo uma pequena pesquisa pela internet, logo notamos uma centena de sites com significado de nomes, desde os mais tradicionais, latinos, até os mais exóticos, ou seriam tradicionais, nomes indígenas.

Durante a pesquisa dos primeiros hieroglifos da história, o nome da antiga rainha do Egito, Cleópatra, foi fundamental para que se descobrissem os significados dos primeiros hieroglifos, iniciando a tradução dessa antiga escrita. Naquele tempo a simbologia poderia ser ainda mais forte, já que cada caractere, ou letra, era uma figura diferente, sendo o “a” uma ave.

As raízes de todas as culturas está nos nomes, mesmo com a extinção das línguas, os nomes prevalecem.

Quando uma jovem mãe quer dar nome aos filhos, nos dias atuais, ela procura um nome mais bonito. Um nome bonito, pode ser aquele mais bonito na aparência, mas não tem nenhum significado concreto, real.

Jesus, ao dar nome aos seus discípulos, seguiu a tradição, suas origens. Ao dar nome à Simão, por exemplo, disse algo como: Tu serás Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja.”

Se analisarmos minuciosamente as palavras de Jesus, verificaremos o significado delas, a relação delas com a personalidade e natureza de pedro, e a função de pedro na religião cristã. Não é uma questão de defeitos ou virtudes, mas da pessoa certa no lugar certo.

Fazendo uma pesquisa a respeito dos nomes, descobrimos que nem tudo é o que a gente pensa. Algumas vezes o nome significa exatamente o que ele é, como é o caso de “Modesto”, outras vezes muda um pouco, como o nome “Romeu”, mas há nomes que mudam completamente em relação ao esperado, esse é o caso de “Manoel”.

Entre os nomes mais tradicionais, os nomes latinos quase se misturam aos nomes hebraicos, devido a sua proximidade, no momento mais glorioso de suas histórias – ou seria nosso história? –  Assim, josé se mistura a Paulo, Pedro se mistura a joão, ou vice-versa.

Há quem diga, inclusive, que escolher um nome, baseado em sua ascendência, seja meio discriminatório.

Na realidade não são os nomes que são escolhidos, são os pre-nomes, os nomes continuam intocáveis, são de família.

Wikipedia: “O prenome, na maioria das línguas indo-europeias, é o elemento onomástico que precede o apelido de família (sobrenome) na forma de designar as pessoas. Exemplos de prenomes comuns são José, João, Carlos, Antônio, Maria, Joana, Paula etc. O prenome também é conhecido como nome de batismo ou nome de pia.

Em algumas culturas e idiomas (por exemplo em húngaro, vietnamita, chinês, japonês ou coreano), o apelido de família precede o prenome na ordem do nome completo, como Deng Xiaoping, sendo Deng o apelido de família e Xiaoping o prenome.” 

Assim: João Carlos da Silva, fica sendo: Nome – Silva; sobrenome – Carlos;  prenome – João.

Para efeito de organização, ou burocracia: Silva, João Carlos da.

Pensei em fazer uma lista de nomes portugueses, descobri que nem mesmo os próprios portugueses conhecem seus nomes, já que são latinos. Os nomes portugueses confundem-se com os espanhóis, italianos, franceses…

Assim, desisti de explicar e simplifiquei de vez, ou seja, fiz uma lista de nomes latinos mesmo.

Muitos nomes que achamos ser novos, criativos, podem até ser criativos, mas de novos não tem nada, como é o caso de Lavínia.

NOMES LATINOS:

Abílio, Adauto, Afrânio, Agnes, Alba, Agostinho, Albino, Amado, Amália, Amâncio, Amaro, Atílio, Benedito, Benício, Bento, Bonifácio, Caio, Calvino, Camila, Candido, Carmem, Cassiano, Cecilia, Celeste, Celia, Celina, Celso, César, Cícero, Cintia, Clara, Cláudia, Colombo, Conceição, Constância, Cornélio, Dante, Décio, Delfim, Deodato, Diva, Domingos, Donato, Dória, Dulce, Elvira, Estela, Evaristo, Fábia, Fábiana, Fabrício, fausto, Felícia, Félix, Fidel, Flávio, Floriano, Florinda, Fortunata, Francisco, Genésia, Germano, Graciana, Graco, Hilário, Honorato, Hortência, Imaculada, Inácio, Isaura, Jânio, Januario, Jovino, Jovita, Julia, Juvenal, Juvêncio, Laudelino, Laura, Laurêncio, Lavínia, Leda, Lena, Léo, Leocádia, Leôncio, Letícia, Lídia, Lígia, Líliam, Liliane, Livia, Lombardo, Lorena, Lourenço, Lourival, Lucila, Lucino, Lúcio, Lucíola, Lupércio, Mabel, Magna, Marcelino, Marcelo, Márcia, Marcial, Márco, Margarida, Marina, Màrio, Maristela, Martins, Maurício, Mauro, Mira, Modesto, Natália, Nemo, Nívea, Olinda,

Otávio, Patrício, Paulo, Pilatos, Plínio, Pompéia, Primo, Priscila, Quirino, Regina, Renata, Salústia, Saturnina, Serena, Sérgio, Severo, Sílvia, Silva, Socorro, Stela, Taciana, Tércio, Tertuliano, Tiago, Tibério, Tibúrcio, Ticiana, Urbano, Valentim, Valentino, Valéria, Vera, Vicente, Vinício, Virgínio, Virgília, vítor,

CURIOSIDADES DE NOMES:

Jânio vem do latim e não é o masculino de Jane, que vem do Hebraico. Jane e João significam a mesma coisa, apesar de possuir em gêneros diferentes.

José e João realmente são Hebraicos e estão diretamente ligados á religião, tradição e cultura hebraica.

Luis é de origem teutônica e significa guerreiro famoso.

Manuel não é português, é hebraico e significa Deus Conosco.

Moacir, é Tupi, significa aquele que faz sofrer.

Adão – Hebraico, Feito de terra.

Carlos – Teutônico, fazendeiro.

Romeu – Peregrino à Roma.

Roberto – Brilhante na glória.

Sandra – Diminutivo de Alexandra, o que resiste aos homens. No masculino tem o mesmo significado.

Veja o significado de seu nome:

http://br.guiainfantil.com/nomes-de-bebes/168-significados-e-origem/181-nomes-para-meninos-e-meninas-com-a.html

Texto: By Jânio

janeiro 3, 2011 Posted by | curiosidades | , , , , , , , , , | 15 Comentários

A escrita cuneiforme

antigas escritas

Escrita Cuneiforme

ATUALIZANDO: Recentemente, publicamos um texto com o título de “A primeira forma de escrita”, nele podem ser encontradas algumas informações sobre como foi o início da escrita no mundo, pelo menos na visão dos arqueólogos.

Quanto as datas, eu não considero precisas as técnicas utilizadas pelos arqueólogos, mas elas são úteis, todo estudo precisa partir de um ponto.

Segundo os arqueólogos, as escritas mais antigas são:

A sofisticada escrita da China, onde podemos verificar uma das formas gráficas de comunicação mais interessantes de todos os tempos. Por ser um país tradicional, a china não só preserva suas antigas culturas, como pode nos dar pistas sobre nossas origens e/ou nossas culturas, o ideograma é o melhor exemplo disso.

Segundo as técnicas dos arqueólogos, a escrita chinesa surgiu por volta de 2.000 anos antes de Cristo, mas como eu disse, será difícil mudar essa data, ou verificar uma nova.

Os hieroglifos, ou hieróglifos, são, ao lado da escrita cuneiforme, as formas de escrita mais antigas do mundo. No caso dos hieroglifos, foram descobertos no Egito e, como já dissemos, publicados em outro post.

Segundo os arqueólogos, os hieroglifos datam de 2.500 anos antes de Cristo, não podendo ter ultrapassado os 3.000 anos antes de Cristo, sendo assim, esse será um dos primeiros artigos que será atualizado, nem por isso descartaremos o conteúdo do outro post, considerado bastante relevante, já que boa parte dele refere-se à própria escrita cuneiforme.

Vamos então conhecer a escrita cuneiforme, segundo os arqueólogos, a escrita mais antiga do mundo, datando de 3.500, anos antes de Cristo.

A escrita cuneiforme, pelo que consta, surgiu no sul do Iraque, antiga Suméria. Foi nessa região que se verificou os primeiros registros da história, em cidades como Ur e Uruk.

O povo sumério apresenta características de uma grande civilização, com início e desenvolvimento, respectivamente.

No início, a escrita cuneiforme, que recebe esse nome por ser escrita com a ajuda de cunhas, era representada por formas do mundo, pictogramas ou pictografias,  com o passar dos anos, essas formas foram simplificando.

No Egito, os hieroglifos também apresentam essas características em seu desenvolvimento. No início, a escrita egípcia apresentava formas da natureza, um exemplo disso, foi a ave, que mais tarde deu origem a letra “A”, mostrando a proximidade da língua escrita á lingua falada, assim como sua fluência natural.

Curiosamente, a pedagogia se utiliza de cartilhas até hoje, como ferramenta de aprendizado. O mesmo não acontece no aprendizado de línguas estrangeiras, onde considera-se que os “adultos” tenham mais facilidade de aprendizado sem a necessidade dessas técnicas.

A simplificação da escrita é verificada também no Egito, onde haviam duas formas de escritas: Uma culta, extremamente complexa, e outra simplificada, utilizada pelo povo. Isso pode ser verificado na China também, onde o ideograma caracteriza-se com uma forma culta, sofisticada, enquanto o mandarim e outras línguas regionais tornaram-se línguas do povo.

Apesar das leis serem expostas em praça pública, raríssimas pessoas entendiam o que estava escrito, como era o caso da Babilônia.

Essa escrita passou, com o tempo, a ser mais simples e abstratas.

WIKIPEDIA: “Os primeiros pictogramas eram gravados em tabuletas de argila, em sequências verticais de escrita com um estilete feito de cana que gravava traços verticais, horizontais e oblíquos. Até então duas novidades tornaram o processo mais rápido e fácil: as pessoas começaram a escrever em sequências horizontais (rotacionando os pictogramas no processo), e um novo estilete em cunha inclinada passou a ser usado para empurrar o barro, enquanto produzia sinais em forma de cunha. Ajustando a posição relativa da tabuleta ao estilete, o escritor poderia usar uma única ferramenta para fazer uma grande variedade de signos.

Tabuletas cuneiformes podiam ser tostadas em fornos para prover um registro permanente; ou as tabuletas poderiam ser reaproveitadas se não fosse preciso manter os registros por longo tempo. Muitas das tabuletas achadas por arqueólogos foram preservadas porque foram tostadas durante os ataques incendiários de exércitos inimigos, contra os edifícios no qual as tabuletas eram mantidas.

A escrita cuneiforme foi adotada subsequentemente pelos acadianos, babilônicos, elamitas, hititas e assírios e adaptada para escrever em seus próprios idiomas; foi extensamente usada na Mesopotâmia durante aproximadamente 3 mil anos, apesar da natureza silábica do manuscrito (como foi estabelecido pelos sumérios) não ser intuitiva aos falantes de idiomas semíticos. Antes da descoberta da civilização Suméria, o uso da escrita cuneiforme apesar das dificuldades levou muitos estudiosos a suspeitar da existência de uma civilização precursora à babilônica. A sua invenção ficou a dever-se às necessidades de administração dos palácios e dos templos (cobrança de impostos, registro de cabeças de gado, medidas de cereal, etc.).

O registro mais antigo até agora encontrado data do século XIV a.C. e está escrito em símbolos cuneiformes da língua acadiana. O pedaço de barro escrito foi achado em Jerusalém por arqueólogos israelenses.”

Leia mais:

http://migre.me/1ppTc

http://pt.wikipedia.org/wiki/Escrita_cuneiforme

By Jânio

setembro 26, 2010 Posted by | curiosidades | , , , , , , , , , , , , , | 19 Comentários

Como foi o início da WordPress

Da b2evolution a WordPress

O Gerenciador de conteúdos, especialmente para criação de weblogs, WordPress, é, ao lado do Blogspot, uma das melhores ferramentas para criação de sites do mundo.

Há quem prefira o Blogspot, da Google,  por permitir edição de templates e ser totalmente gratuito.

Para as pessoas que preferem o WordPress, principalmente os templates prontos, como é o meu caso, criei o icommercepage em poucos minutos, com alguns cliques.

O WordPress é um sistema em código aberto, distribuído em GNU, participando de seu desenvolvimento, vários autores. Quem vê o WordPress, hoje, nem imagina pelo que ele já tenha passado por dificuldades.

A organização não governamental WordPress surgiu a partir de um projeto chamado b2evolution, escrito por Michel Valdrighi, com banco de dados em MySQL e linguagem PHP. Valdrighi continua sendo consultor da WordPress até hoje.

O projeto WordPress surgiu em 2,003, sendo seus fundadores, Mat Mullenweg e Mike little, a partir do b2evolution. Em 2.004, quando sua concorrente mudou a licença de seus códigos, a WordPress cresceu exponencialmente, com a migração dos usuários da concorrente para seus sistemas.

Além dos criadores do projeto WordPress, do criador do b2evolution, se juntaram a esses três, Ryan Boren, no gerenciamento do projeto. Além deles, outros autores do WordPress são:

Dougal Campbell

Mark Jaquith

Alex King

Donncha O’Caoimh

O WordPress ainda recebe apoio da automattic, onde trabalham a maioria dos membros da comunidade e da própria b2evolution que ainda continua com desenvolvimento próprio, por Michel Valdrighi.

Na wordpress.com, os blogs são facilmente criados com poucos cliques e é gratuita, enquanto na wordpress.org, os usuários baixam os programa, criam seu próprio site off-line, pagando a hospedagem.

A WordPress é um bom exemplo de trabalho colaborativo, de gente que ama o que faz.  O WordPress.com é indicado para qualquer pessoa, mesmo que seja leigo, os problemas de segurança foram totalmente sanados.

Ter um blog gratuito no WordPress.com, significa ter ao seu dispor 3 giga de espaço em disco, os melhores engenheiros de rede do mundo, sem falar em sua usabilidade.

Veja suas vantagens (Wikipedia):

* Gera XML, XHTML, e CSS em conformidade com os padrões W3C
* Gerenciamento de ligações integrado
* Estrutura de permalink amigável aos mecanismos de busca
* Suporte extensivo a plug-ins
* Categorias aninhadas e múltiplas categorias para artigos
* TrackBack e Pingback
* Filtros tipográficos para formatação e estilização de texto corretas
* Páginas estáticas
* Múltiplos autores
* Suporte a tags (desde a versão 2.3)

Por todas essas vantagens, o wordpress é indicado para para leigos em programação, ou pessoas que  queiram trabalhar apenas com conteúdo, sem se preocupar com a programação, manutenção e hospedagem.

Ainda é indicado para estudantes de SEO e SEM, publicitários, profissionais de marketing, executivos e internautas em geral, sem nenhum conhecimento avançado.

www.wordpress.com

Principal fonte: Wikipedia.

By Jânio

novembro 15, 2009 Posted by | blogosfera | , , , , , , , | 18 Comentários

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: