Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Atendimento ao cliente

focando o cliente

Objetivo da Empresa

Todos os gerentes de grandes empresas enfrentam um dilema, quando o assunto é delegar tarefas.

Como diria um funcionário que trabalhava comigo: “Se você apresentar um currículo além de sua função, perderá o emprego e ainda assustará o seu possível chefe.”

Eu sempre achei que era exagero da parte dele, mas não era. Os diretores mais experientes sabem quando tem um concorrente à altura.

Por isso, é melhor sempre cumprir a sua obrigação, nada mais que isso, a não ser que você tenha certeza que estão procurando um novo gerente.

O gerente, por sua vez, fica sempre na dúvida sobre qual funcionário pegará a sua vaga. Isso poderá ocorrer, caso o salário pago pela empresa seja inferior ao valor de mercado, o novo gerente será escolhido na própria firma.

Um diretor precavido sempre distribuirá todas as tarefas, de modo que só ele saiba o suficiente para dirigir aquele setor.

Ocorre um problema quando um diretor não prepara um funcionário de maneira adequada, como ocorre em muitas empresas.

Contratam pessoas inexperientes, pela metade do preço, sem se importar com as consequências.

Caso a empresa não tenha concorrentes, isso não fará muita diferença, caso contrário, perderá sua competitividade.

Outro dia, eu recebi um pedido para preencher um formulário, descrevendo como fora o atendimento recebido por mim. Para mim, seria melhor se o funcionário fosse melhor treinado ou a empresa mais organizada.

Naturalmente, eu tomei todo o cuidado para não comprometer o início de carreira da jovem, mesmo assim, não deixei de falar o que eu pensava da empresa.

Quando a empresa perguntava se eu estava satisfeito, eu respondia que não.

O que fazer para melhorar? – Melhorar a organização e preparação dos funcionários, além de um marketing satisfatório.

Como seria a empresa ideal? – Uma empresa onde o cliente fique satisfeito.

Na verdade, isso faz parte do básico em administração e empreendedorismo, uma empresa constituída não deveria cometer erros primários.

Algumas empresas contratam pessoas para serem seus próprios clientes, verificando eventuais falhas, sem que seus funcionários saibam, naturalmente. Normalmente, isso só é feito para corrigir pequenas falhas de gerenciamento.

Quando o cliente não vem em primeiro lugar, a empresa só precisará de um bom concorrente para falir, e isso não é bom para o consumidor, afinal, nós precisamos de competitividade. Até a própria empresa precisa de concorrentes, para se preocupar mais em melhorar o atendimento.

Eu me lembro de dois casos em que eu telefonei para o 0800, e a ligação caiu na própria agência. No primeiro caso, eu fiquei pensando para que serviria aquele número, seria para bater papo com o gerente?

No segundo caso, eu queria reclamar do diretor, a ligação foi atendida pelo próprio diretor, deixando-me numa situação constrangedora.

A internet melhorou esse serviço. Hoje, podemos falar direto com a matriz, direto com a central, mesmo assim, aquelas empresas continuam com deficiências no atendimento pelo telefone.

Alguns encarregados não admitem que precisam de auxiliares, o resultado de seu trabalho acaba ficando comprometido. Nesse caso, o computador transformou muita coisa também.

A automatização faz com que algumas indústrias funcionem com apenas meia dúzia de funcionários, isso porque suas funções não puderam ser automatizadas.

Muitos funcionários, aparentemente incompetentes, podem se tornar eficazes em outros setores ou funções, basta estar atento.

Diretores e/ou empresários que querem decidir tudo, podem comprometer o objetivo principal da empresa.

Vale sempre relembrar: Tarefas que possam ser terceirizadas, devem ser terceirizadas.

By Jânio

julho 10, 2011 Posted by | Empreendedorismo | , , , , , , | 3 Comentários

Os maiores erros da Google

falhas da Google

Desde que criaram o buscador Google, Larry e Sergey passaram por muitas mudanças em suas vidas; ao fundarem a Google inc, a Google atraiu capital e começaram as grandes aquisições.

Os maiores e melhores serviços da Google, em minha modesta opinião são os webservices comprados de terceiros: Orkut, Youtube e Blogspot. São eles que tem mais usuários, são os mais procurados.

Apesar da Google ter criado o buscador perfeito, um sistema de busca que revolucionou esse tipo de serviço na internet, depois disso sofreram alguns fracassos.

Veja os maiores fracassos da Google segundo a PCworld de 23 de maio de 2008.

Google Acelerator – Deveria aumentar a velocidade de navegação na Web.

Google Answers – Cobrava para se obter respostas por este sistema. Provando que nem tudo o que fez sucesso na Yahoo, fez na google.

Google Videos – O sistema não era de todo ruim, mas o Youtube fazia tanto sucesso que a Google foi obrigada a comprar o concorrente.

Google x – Talvez até pelo nome, essa página de busca, redesenhada, lembrava a interface do DOC do Mac.

Uma das grandes vantagens da Google é o fato de os blogueiros do mundo inteiro, adeptos da democracia do buscador da Google, serem seus principais divulgadores. Basta que a Google faça um gesto de mudança ou criação, para que todo o mundo se volte para ela.

O Orkut por exemplo, estava totalmente esquecido, ofuscado pelos dois gigantes emergentes, o segundo sistema a ser considerado perfeito da Twitter e a nova queridinha da internet a Facebook. O crescimento vertiginoso da Twitter forçou a Facebook a se mexer, o Orkut, quem diria, saiu do anonimato e fez uma mudança geral.

A idéia de só aceitar usuários por convites, já usado no início, pode ser uma estratégia furada. Eu, particularmente, acredito que se era para criar uma mudança geral, deveriam ter mudado tudo, começando pelo nome.

Essa ideia de convite, passa a sensação de que vai começar tudo de novo. Além disso, alguns elementos que não combinam com WEB 2.0 são: Cadastro longo, comunidade fechada, site pago.

É preciso estar atento para as ferramentas do Facebook, para saber onde o Orkut parou e o Facebook começou.

Hoje, todo mundo tem algum tipo de página, blog ou microblog, ferramentas de RSS são fundamentais, eu já escrevi sobre isso, sites sem essas funcionalidades, não tem a menor chance no mercado.

Um blog dá independência ao internauta, nele, somos donos de nosso próprio nariz. É, em alguns casos, melhor do que ter um site.

Um Bookmark, dentro de uma rede, é um luxo só; a Facebook se dá ao luxo de integrar várias ferramentas, fica meio complicado, difícil de navegar, mas a “incubadora” é perfeita, além de opcional.

By Jânio

novembro 7, 2009 Posted by | google | , , , , , , , | 15 Comentários

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: