Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Voleibol masculino ganha a sétima medalha de ouro

Olimpíadas 2.016

Olimpíadas 2.016

Carolina Gonçalves – Repórter da Agência Brasil

O Brasil venceu hoje, por 3 sets a 0, a Itália e conquistou a terceira medalha de ouro olímpica no vôlei de quadra masculino.

A Itália abriu o jogo da final com um desempenho melhor mas, em pouco tempo, ainda no final do primeiro set, o Brasil chegou finalmente ao jogo e tomou a liderança. Apesar de se manter na frente, a seleção brasileira enfrentou uma forte pressão dos adversários que levou todos os sets a serem concluídos em um verdadeiro revezamento de vantagem, ponto a ponto no placar. O equilíbrio do jogo ficou ainda mais evidente no terceiro set, quando a vantagem passou de uma equipe a outra desde os primeiros instantes levando o set a longos x minutos.

Os italianos chegaram na decisão invictos, mas buscavam primeiro ouro olímpico. Os Italianos já tinham duas pratas – uma conquistada em 1996, nos jogos de Atlanta, contra os Países Baixos, e, em 2006, quando perdeu por 3×1 sets para o Brasil.

O bronze do vôlei masculino foi para a equipe norte-americana que, na manhã de hoje, venceu a Rússia por 3 sets contra 2.

Sets

O jogo começou com o primeiro ponto da Itália que abriu a partida com uma atuação melhor do que a apresentada pela equipe brasileira. O Brasil chegou a recuperar a vantagem nos primeiro minutos, mas Ricardo Lucarelli errou o saque. Um ace de Lipe empatou o set em 6 a 6. Os italianos questionaram o ponto, que foi confirmada pelo replay.

Lipe também estourou o bloqueio, mas os italianos conseguiram retomar por mais alguns momentos. A virada definitiva do time brasileiro começou com um outro ace de Lucarreli. As duas equipes investiram nos saques. O Brasil virou 13×12, aos 15 minutos de jogo e o técnico italiano Gianlorenzo Blengini  parou o set para tentar realinhar a equipe. O Brasil abriu mais dois pontos até Zaytsev atacar e os brasileiros bloquearem provocando mais uma dúvida. Foi a vez de a seleção brasileira pedir o auxílio do replay que provou o ponto do time da casa.

Mais um ace do Brasil, de Wallace, manteve a liderança e foi Wallace que também cortou a bola, em seguida, abrindo 5 pontos de vantagem superando mais um bloqueio italiano. A Itália conseguiu reduzir a diferença e Bernardinho pediu tempo em uma parada por precaução.

Bernardinho trocou William por Evandro para reforçar os bloqueios e o jogador chegou a quadra formando, nos primeiros instantes, uma muralha ao lado de Maurício Souza bloqueando a bola do italiano Gianelli. A vantagem brasileira foi mantida sob forte pressão da seleção italiana. O set chegou ao final com placar de 25×22 para o Brasil.

Segundo set

O segundo set fechou com 28×26, em 37 minutos, depois de uma disputa de revezamento de set points que esticou os nervos das duas equipes. O Brasil foi o primeiro a chegar ao set point, mas aparentemente tomados pelo nervosismo acabaram errando e criando a oportunidade para os italianos empatarem.

A equipe brasileira que chegou ao set point antes parecia ter sido tomada pelo nervosismo e acabou deixar os italianos se aproximarem com um placar de 24×24. Um bloqueio mal sucedido deu a Itália o set point. Com um toque de Maurício Souza, o Brasil retomou a bola, mas Lucarrelli errou o saque e voltou a vantagem para os italianos que também erraram. A recuperação definitiva veio de Maurício que superou a tensão dos últimos minutos fazendo um ponto de saque.

A Itália também tinha começado com vantagem no placa, porém o segundo set foi mais equilibrado entre as duas equipes. O equilíbrio entre as duas equipes se estabeleceu definitivamente já no início do terceiro set, com o revezamento do placar a cada ponto.

Edição: Carolina Pimentel

agosto 21, 2016 Posted by | esportes | , , , , , | Deixe um comentário

Brasil consegue cinco medalhas no vôlei de praia

campanha histórica

Ouro, Prata, Bronze.

Eu sempre dizia que o time da casa sempre vence, desta vez isso quase aconteceu. Sim, porque a final foi na Holanda e os holandeses, Reinder Nummerdor e Christiaan Varenhorst, chegaram até a final e, na final, o jogo sequiu até o tie break quando, finalmente, a dupla brasileira, Bruno Schmidt e Alison Cerutti, venceu. 21-12, 14-21 e 20-22.

O Brasil ainda conseguiu o bronze com a dupla Evandro Gonçalves e Pedro Solberg que venceram a dupla americana, Theodore Brunner e Nick Lucena, em dois sets a 0, placar de 22-20 e 21-13.

Se você acha que essa é a melhor notícia, é porque ainda não lei o resto do post.

É isso mesmo, se o masculino conseguiu um grande feito com ouro e prata, as mulheres conseguiram um feito ainda melhor: Ouro, prata e bronze.

A dupla brasileira, Bárbara Seixas e Agatha Bednarczuk, fez a final com suas compatriotas Taiana Lima e Fernanda Alves.

Bárbara Seixas e Agatha Bednarczuk tornaram-se campeãs ao vencer o jogo por 2 a 0, 21-18 e 22-10.

E não parou por aí, o Brasil, com a dupla Maria Antonelli e Juliana Felisberta da Silva, também conseguiu a medalha de bronze com uma vitória de 2-1 (23-25, 21-18 e 15-9) contra as alemãs Katrin Holtwick e Ilka Semmler, completando a façanha de ouro, prata e bronze.

O Brasil sempre teve suas esperanças de boas apresentações baseadas em esportes específicos como a vela e o judô, depois chegou a natação. O vôlei de quadra chegou muito forte para esse grupo e, agora, o vôlei de praia transforma a esperança em realidade. Não conseguir medalhas de ouro com o vôlei é muito difícil, não conseguir medalhas é impossível.

Isso prova uma teoria minha: desmoralizar a reputação de um país tupiniquim através da Copa do Mundo de Futebol é fácil, difícil é desmoralizar nas Olimpíadas. Nas Olimpíadas tem atletas que não tem dinheiro nem para viajar, mas agora podem ir até de bicicleta.

By Jânio

A Olimpíada é nossa

Brasil ganha segunda medalha de ouro em Londres

Sarah Menezes ganha primeiro ouro em Londres

Voleibol feminino ganha terceiro ouro em Londres

julho 5, 2015 Posted by | esportes | , , , | Deixe um comentário

Voleibol feminino ganha terceiro ouro brasileiro

campeãs olímpicas

Medalha de Ouro

Voleibol – Essa é a boa notícia. A medalha de ouro no voleibol feminino, parecia ser a mais difícil, assim como nas últimas olimpíadas, quando o Brasil ganhou o ouro.

No primeiro set, o Brasil estava irreconhecível e foi massacrado pelo time americano que parecia imbatível. No segundo set o jogo mudou, pela primeira vez em uma olimpíada, eu vi como uma equipe forte pode se abater quando joga atrás no marcador.

O time americano sentiu a pressão a partir do segundo set e só deu Brasil até o final. José Roberto demonstrou ser um técnico capaz de fazer a diferença – foi uma vitória tática.

A mesma tática que deu a medalha de ouro para o voleibol feminino, tirou a medalha de ouro no masculino. O voleibol masculino já havia ganhado dois sets e estava com três pontos na frente dos russos, no terceiro set, e foi a mudança tática que deixou o Brasil irreconhecível, sem esboçar nenhuma reação até o final da partida.

Futebol – Apesar dos números serem contra o Brasil no futebol masculino, os mexicanos haviam ganho seis das dez partidas, eu acreditei no futebol brasileiro. Infelizmente, não basta acreditar, é preciso jogar.

Levar um gol aos vinte e oito segundos, numa partida tão equilibrada como foi Brasil e México, foi o início do fim.

A entrada do Hulk mostrou como a escamação estava errada, foi dele o único gol brasileiro da partida, tarde demais para empatar e provocar uma prorrogação do jogo.

Boxe – Esquiva Falcão não levou o ouro e parecia muito cansado, mas foi o juiz seu grande algoz. A punição do Juiz deixou o brasileiro com um ponto a menos no placar.

No último round da luta, o adversário de falcão não estava conseguindo se manter em pé, mesmo assim, ganhou a medalha de ouro por pontos.

Voleibol de praia – No voleibol de praia, os favoritos Emanuel e Alison não conseguiram forçar as bolas em cima dos adversários que venceram, provocando uma zebra inconveniente para o Brasil.

Analisando no geral, o Brasil teve uma boa participação no voleibol de praia e quadra, conseguiu quatro das seis medalhas possíveis – difícil é aguentar o gostinho dos ouros que o Brasil poderia ter ganho.

As finais foram frustrantes e mostraram um Brasil com perfil de derrotado. Das cinco finais, o Brasil só venceu uma, vinte por cento de aproveitamento, o que é muito pouco.

Considerando-se todas as categorias em que o Brasil é respeitado no mundo inteiro, inclusive ganhando mundiais e primeiros lugares de rankings, as olimpíadas passam uma impressão de clube fechado, com jogos de cartas marcadas.

Qualquer pessoa que tenha acompanhado as últimas olímpíadas, deve ter notado que a Grã-Bretanha conseguiu mais ouros que o normal. Seguindo essa lógica, o Brasil poderia conseguir pelo menos dez medalhas de ouro no Rio, em 2.016.

Devemos agradecer a Ricardo Teixeira e a Globo, pelas vaias recebidas no futebol masculino e pela péssima arbitragem que não deixaram nossos atacantes jogarem. Essa partida pode ter ajudado a detonar um pouco mais a carreira de Neymar.

Na história do futebol brasileiro, a maioria dos grandes atacantes leves, não tiveram uma carreira brilhante. Foi assim com Palhinha, Ronaldinho, Robinho, Neymar e Bebeto.

A grande vantagem de Bebeto é que ele tinha a seu lado um jogador malandro que sabia como jogar contra o Juiz, Romário.

Três medalhas de ouro mostram uma média que os organizadores de Olímpíadas reservaram para o Brasil, não é um número pequeno em relação a outros países do ranking, muito menos em relação a outras participações do Brasil.

O grande dragão agora é a China que tem ameaçado a supremacia americana nas olimpíadas. Os americanos se mantiveram no topo, graças ao atletismo.

A Jamaica é insuperável nas provas de velocidade, no atletismo, mas primeiro, segundo e terceiro, ninguém esperava. Melhor que isso, só a família olimpíca, Falcão, que conseguiu dois medalhistas em uma única olimpíada.

By Jânio

Brasil ganha segunda medalha de ouro

Sarah Menezes ganha primeiro ouro brasileiro

agosto 12, 2012 Posted by | esportes | , , , , , , , , , | 2 Comentários

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: