Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Sistemas de Links

formas de agregadores

Tipos de Links

A porta de entrada para uma informação, depois da conexão à internet, são os links. Não há nenhuma informação na internet que não passe pelos links.

Desde Xanadu, onde o filósofo Ted Nelson imaginava o acesso gratuito e aleatório as informações, o hipertexto, ocorreram muitas mudanças.

Os links são a base para a reputação de um site; os backlinks, links recebidos, são a base para avaliação do page rank, utilizado pelo buscador Google para suas pesquisas.

Devido a sua importância, muitos blogueiros, webmaster, programadores e outros profissionais, tentam burlar esse sistema virtual.

A possibilidade de manipulação forçou a equipe do buscador Google a desenvolver mecanismos para combater esse ato ilícito. Durante algum tempo, as formas de combate a manipulação foram muito rígidas, ultimamente essa rigidez tem recuado um pouco.

Plataformas como Blogger e WordPress, apresentam em sua configuração inicial as opções follow e nofollow. Essa é uma forma de decidir se o administrador do site é responsável pelos links publicados.

Se a opção nofollow for a escolhida, no ato de criação e configuração inicial de um blog, o buscador não seguirá os links dos comentários, livrando o blog de uma futura responsabilidade pelos maus vizinhos.

A grande maioria dos blogueiros segue o padrão nofollow, impossibilitando a melhoria da reputação do blog em relação aos buscadores.

Uma das alternativas para melhorar o page rank e, consequentemente, a reputação nos buscadores são os pings. Os pings, aliás, não tem outra função imediata senão aumentar o número de backlinks de um site.

Não é só o valor de um link que passa a ser relevante em um site, mas a sua reputação. Se a reputação de um site não é boa, seus links não tem valor algum, nem para os buscadores, nem para futuros patrocinadores.

Se você tem um blog antigo, artigos antigos, com muitas visitas, sem nenhuma reclamação ou denúncias, essas páginas/artigos passam a ter preferência em relação a concorrência. Esse é o motivo de bons artigos novos não terem preferência nos buscadores, demora um tempo até vencerem os antigos.

Quem participa de indexadores e agregadores, passa a construir sua reputação, podendo ser boa ou má, dependendo de como se administra ela.

Eu notei que plagiadores e programadores que copiam textos, não tem boa reputação. Plagiadores utilizam artigos para conseguir visitas, em seguida apagam o artigo, eliminando as provas do crime.

O que poderia parecer um crime perfeito, complica-se, quando a quantidade de links quebrados aumentam. Ao apagar os artigos, os programadores se esquecem do cache, e é no cache que fica resgistrado seu crime.

A justiça no mundo virtual, assim como no mundo físico, é uma balança. Cada vez que algo de bom é feito, ganha-se pontos, quando se comete uma falha perde-se pontos.

Essa justiça é tão comprometedora que algumas vezes é melhor apagar o site e criar outro, devido a má-reputação desse site.

Um bom exemplo de avaliação da reputação é a punição do spammer em comentários, quando alguém publica sua url no texto, ao invés de publicá-lo no formulário, pode ser classificado como spammer.

Quando uma pessoa é classificada como spammer, entra imediatamente na lista negra. Se essa pessoa faz um comentário, publicando a url no formulário, sai da lista negra imediatamente, deixando de ser um spammer, desde que seu comentário seja aprovado, naturalmente.

A google aprovou o sistema de pings, também aprovou o sistema de patrocínio em forma de hipertexto/hiperlinks, mas é bom tomar cuidado com a reputação dos patrocinadores.

A plataforma de blogs da WordPress tem um sistema de tags ousado, cada tag lista o conteúdo de toda a comunidade, fazendo com que todos os blogueiros estejam ligados a todos por esses links.

No caso de liks patrocinados, há uma concorrência entre Mercado Livre, Submarino, Adsense e vários outros junto as bordas do post, enquanto os hiperlinks nos textos são disputados por Hotwords e adwords. entre outros.

Buscadores inteligentes/agregadores , podem não só mostrar a reputação de um artigo (quem lincou para o artigo), como podem, eventualmente, denunciar quem copiou, basta deixar um link oculto para pegar o chupa-cabras.

Sites de ego-searching são muito úteis para ver a reputação de um determinado usuário, através de seus links. A melhor ferramenta é a Collecta, mas ferramentas para Twitter é que não faltam.

É possível escolher na configuração inicial do blog, entre abrir página em uma nova janela, ou abrir na janela atual. Abrindo página em uma nova janela, evita a rejeição, além de facilitar a navegação através das guias do navegador.

A grande vantagem de alguns agregadores é o gerenciamento de links. Essa transparência permite que os links sejam apagados logo que o post seja apagado também, mas nem todos os agregadores oferecem essa opção.

Ter vários links em um mesmo site não resulta em vários backlinks, apenas um backlink é registrado para cada ip/site. Isso mostra a importância de se registrar pelo menos um link em cada agregador da internet, através de artigos.

Se antes os links dos buscadores eram importantes, hoje os links em redes sociais também são muito importantes para a reputação de um site.

Os links internos, linkando para o conteúdo do próprio site, são muito importantes, não só para organizar o conteúdo, mas para mostrar todo o conteúdo do site, como o site map faz.

O site map mostra todo o conteúdo de um site, no caso de sites temáticos, isso é muito bom, já no caso de sites de variedades, a organização do conteúdo, através de links, não é tão simples assim, é feito manualmente através de links internos.

By Jânio

maio 18, 2011 Posted by | internet | , , , , , , , , | 3 Comentários

O que é hype?

divulgação sutil

divulgação sutil

A palavra hype não tem uma tradução para o português, mas já faz parte da evolução da internet, quando falamos em controle de qualidade.

Antes de falar em internet, é preciso dizer que, na internet, há dois períodos, antes e depois da Google. Mesmo numa área onde as mudanças ocorrem o tempo todo, como é a área de informática, mais especificamente, internet, vai demorar algum tempo antes que outra empresa ocupe o lugar da Google.

A Google chegou a reconhecer que a Twitter havia conseguido ultrapassá-los em ferramenta de tempo real, na capacidade de usuários, o grande fenômeno do momento. O problema é o lado empresa, a Google conseguiu reunir os maiores nomes da internet de todos os tempos, não faltando um dos criadores da internet, mais precisamente, do protocolo http, isso será difícil a Twitter conseguir.

O fato é que, com o controle da internet nas mãos, a Google começou a dar as cartas, controlar a qualidade, nunca viu o SEO e o Marketing de Busca com bons olhos, era preciso ter qualidade. A qualidade Google é medida através de textos, relevâncias, links de qualidade, conteúdo legal, política da boa vizinhança, quando o assunto são links.

A troca de links é difícil evitar, então passou a ser penalizado o excesso, para não inviabilizar a Dinastia Google, afinal penalizar a todos, acabaria afetando a todos seus usuários.

Em meio ao controle de qualidade da Google e as táticas dos programadores, SEOs e Marqueteiros, encontramos o Hype.

O excesso de promoção em torno de uma ideia, pessoa, produto ou serviço. Não é a toa que as agências de publicidades selecionaram 1.000 blogs para divulgar seus clientes.

Divulgar tudo em um único site seria pedir para ser penalizado pela Google e outros buscadores, como Yahoo, Msn, Altavista, etc.

O Hype pode ser conceituado como ideias criativas que surgem de tempos em tempos na internet, onde todo o controle de qualidade dos grandes buscadores é pouco para pará-los, os blogueiros, por exemplo, negam essa ditadura.

Os memes e os selos, onde os blogueiros fazem homenagem a outros blogs. pode ser considerado um hype, portanto sujeito a penalização, por isso há de se tomar cuidado com essas promoções.

Os veteranos, geralmente, criam selos para, no máximo dez blogs amigos, para serem homenageados, de preferência os melhores, assim não fica caracterizado um hype, mas não pode ser uma troca. Um site indica dez, cada um dos dez indica outros dez, não podendo repetir os anteriores, para não ficar caracterizado uma troca ou uma promoção excessiva.

Ao mesmo tempo  em que há um controle de qualidade, por parte da Google, forçou os blogueiros a aumentar a qualidade, divulgar amigos de qualidade. Foi como se os blogueiros criassem uma grande corrente do bem.

Os memes são as formas de hype mais conhecidas, os selos são a forma de meme mais conhecido e assim por diante.

O antigo icommercepage.com possuia várias ferramentas para aumento de page rank, infelizmente por falta de manutenção, o projeto se tornou inviável e tivemos que desativá-lo.

Entre as ferramentas de aumento de tráfego permitidas pelos buscadores estão: Classificados, diretórios de links, buscas,comentários de blogs, agregadores de blogs, sistemas RSS, redes sociais e os melhores de todos, os indexadores de notícias, muito confundidos com redes sociais, já que algumas redes tem indexadores, como é o caso do Dihitt e o Via6.

Há também redes que incluem agregadores, como o Blogblogs, Oyo, Technorati, etc.

Os sistemas de RSS, aliás, transformam toda a internet numa grande rede social, muito parecido com os antigos sistemas, mas com um evolução, otimização e qualidade muito grande.

Com tantos recursos, hoje, nem é preciso de táticas para driblar os buscadores, essas táticas, na verdade, são uma forma de mostrar as grandes corporações o lado democrático da internet, para que eles respeitem mais os blogueiros e internautas.

O Hype, de certa forma, é um marketing inteligente, a tal ponto que fica difícil identificá-lo como spam, onde todos aderem de livre e espontânea vontade, algumas vezes virando um verdadeiro viral, um frisson.

O Hype deriva de hiperbole ou figura de linguagem, onde há um exagero, uma metáfora.

Ex: Esse cara é sutil como um camelo.

Quando se usa o marketing para convencer uma pessoa, deixar ela ansiosa para consumir um produto.

Alguns conceitos de hype:1 – Muito excitado por algo -2 – Muito ansioso por algo.

Toda ideia criada para criar um  expectativa exagerada em torno de algo é um hype.

Os fanáticos pelos produtos Microsoft e por Bill Gates, criam texto hype quando criam texto falando dos produtos, pessoa ou empresa.

O texto hype não é muito real, ele é apaixonado, acaba na maioria das vezes exagerando, o que pode irritar algumas pessoas, provocando algumas vezes denúncias e, consequentemente, uma punição. Leia mais:

http://icommercepage.wordpress.com/2009/09/09/o-controle-de-qualidade-da-google/

https://icommercepage.wordpress.com/2009/06/29/selos-a-corrente-do-bem/

https://icommercepage.wordpress.com/2009/08/30/criando-divulgacao-gratis-com-selos-memes-e-troca-de-links/

By Jânio.

setembro 24, 2009 Posted by | divulgação gratis | , , , , , , | 5 Comentários

Classificação dos crimes digitais.

crimes digitais

crimes digitais

Ha várias modalidades de criminosos digitais, assim como há vários tipos de atividades digitais.

Como foi visto, anteriormente, noventa e cinco por cento dos ataques são provenientes de amadores e Lammers, pessoas com pouco conhecimento em atividades hackers mas que se utilizam desses programas para, na maioria das vezes, se aparecer.

Três categorias de criminosos muito comum na internet são:

Wares – visam principalmente a quebra de proteção de programas que rodam apenas em cd original. Entre seus principais alvos estão os sharewares, programas demo com prazo de validade.

Phreaker – Especialistas em telefonia, invadem centrais telefônicas, podendo assim executar ligações clandestinas, efetuando ligações internacionais, atacam servidores sem ser reconhecidos.

são formados pelas próprias  empresas telefônicas, começam a agir quando demitidos.

Lammers – Se intitulam Hackers, gostam de se aparecer, dizem que odeiam os Lammers e os novatos,cometem a maioria das invasões usando scripts encontrados na internet para invadir sistemas e se aparecer.

ATIVIDADES ILEGAIS

Os recursos utilizados pelos crackers são muitos, os principais são:

Backdoor – Quando se instalam no computador, abrem portas de acesso para que crackers operem o sistema remotamente, tendo acesso livre a informações.

Se você nunca viu um backdoor mas tem um bom anti-vírus, um bom anti-spyware, vai conhecê-lo logo, é uma praga muito comum detectado pelos programas de segurança.

Bugs – São falhas em um sistema ou software, de onde os crackers podem burlar a segurança, praticando a invasão.

Exploits – Códigos maliciosos que tiram proveito dos bugs (falhas) do software, para ter acesso aos sistema.

Hijacker – Sequestram, usam códigos que alteram a página inicial do seu navegador ou abrem pop-ups que não apareceriam normalmente em um determinado site.

Keylogger – Software que captura as teclas pressionadas no computador, enviando ao Cracker.  Podem, inclusive, capturar screenshots das janelas do aplicativo em uso.

Os keyloggers são muito parecidos com os Trojans, mas normalmente eles não destroem dados. Eles registram cada tecla pressionada, no teclado do computador, e enviam para seu dono.

Phishing – São mensagens fraudulentas que são enviadas através de e-mail ou mensagens na internet. Essas mensagens tentam passar por avisos  reais ou até mesmo páginas e serviços de grande empresas, bancos, etc.

Quando preenchidos os formulários ou informações, um trojan embutido na mensagem é o responsável por analisar tudo o que está sendo feito no micro e enviar todas essas informações ao ladrão que lhe enviou o o código.

Spam – e-mails não solicitados, geralmente contém fórmulas milagrosas para ganhar dinheiro, ou  fazer propaganda de produtos farmacêuticos. Muitos destes são também programas phishing, tentando roubar informações de usuários descuidados.

Spyware – São programas de computador que ao invés de serem úteis, acabam fazendo uma pesquisa sobre informações de usuários, como sites navegados, músicas que o usuário escuta, etc. Spywares, geralmente, vem acompanhados de hijackers.

Normalmente os Spywares e os adwares vem de softwares agrupados, como utilitário de troca de arquivos. Ambos, spyware e adware, irão rastrear os sites que você visita e o que você faz neles.

Trojan Horse – São programas que executam  algum tipo de atividades maléfica, porém, diferentemente, de vírus e worms, não se espalham automaticamente.

Vírus – Tipicamente, são todos os programas de computador que funcionam como parasitas, infectando todos os arquivos e gerando erros diversos ao sistema de usuário.

Podem chegar até o computador disfarçados de jogos, imagens ou programas, ao serem executados podem destruir informações.

Worms – São um tipo de malwares que tem como características, uma grande propagação de sistemas infectados, pois se espalham rapidamente pela rede, através de mensagens e e-mails.

Worms são vírus que permanecem na memória do computador, replicando a si mesmo. Eles podem ser enviados à outro computados através de um programa de e-mail, canal irc ( internet relay chat), destruindo dados.

Além dos vírus, dois cuidados que você deve ter com:

Passwords – Sua senha deve ser uma senha segura, de preferência com letras e números. Os veteranos usam até maiúsculas nas senhas.

Senhas simples podem ser detectadas através de scripts que utilizam dicionários para quebrar a senha.

As pragas virtuais, com dicionário embutidos, podem infectar seu computador, através de e-mail, downloads ou websites infectados.

Mensagens Instantâneas – Se alguém lhe convida, imediatamente lhe envia um  arquivo, este arquivo pode estar infectado.

Arquivos executáveis ( com extensões .exe, .cmd, .bat, ou .scr) são os mais prováveis, mesmo que seja uma foto, não aceite. Não clique em nenhuma parte.

by Jânio

julho 12, 2009 Posted by | segurança | , , , , , , , , , , | 10 Comentários

Divulgando Grátis em Blogs

Troca de visitas em blogs

Troca de visitas em blogs

Pode ser que eu tenha que escrever pelo menos um artigo relativo a divulgação grátis em blogs por semana. O problema acontece, principalmente, com os novos usuários que não conhecem como funcionam as regras da blogosfera.

Como eu disse antes. depois que se consegue atingir o topo das buscas, como aconteceu com o blog do icommercepage, aí, não tem jeito, a moçada fica louca para divulgar. Estes são apenas alguns exemplos de como divulgar sua empresa, site, blog, probutos e serviços.

Uma das melhores maneiras de se divulgar com certeza é comentando em blogs,  é a maneira onde mais se consegue visitas para nosso site.  Para se conseguir leitores, além de ser a segunda melhor forma de se conseguir visitas, são os indexa dores de notícias, só isso seria suficiente para manter uma boa quantidade de visitas em nosso site,  nem é preciso trocar link ou selos. Outras formas são: Agregadores  (blogcatalog, blogblogs, technorati, newstin, blogged) e rede de amigos pela internet afora.

Se mesmo depois de ler tudo isso, você ainda insiste em divulgar através de blog, então vou passar algumas dicas para se fazer uma divulgação grátis através de blogs.

1 – Um blog, para se comentar, em seu formulário já apresenta os locais para nome, onde não se deve inserir o site, só o nome, e-mail, onde deve-se inserir o e-mail e o site ou blog, onde deve-se inserir a url de seu blog ou site. Em nenhum outro local deve-se inserir a url de seu site ou blog.

2 – Alguns sites são especializados em se divulgar sites, não é preciso fazer spam Para se conseguir boas visitas em seu site, uma boa rede de contatos, clientes e visitas para o site. Um grande exemplo disso é o site  www.icommercepage.wordpress.com, aqui no blog não fazemos publicidade, é apenas um local de discussão e artigos, troca de informações sobre o assundo.

3 – Continuaremos escrevendo artigos sobre o tema enquanto houver usuários, iniciantes em internet, visitando o site. Já passamos por isso, por isso passaremos essas informações aos iniciantes em internet.

Espero que todos leiam essa matéria caso contrário, estaremos informando novamente, um abraço a todos.

julho 27, 2008 Posted by | divulgação gratis | , , , , , , | 8 Comentários

Publicidade grátis de Sites e Empresas

divulgação de produtos e sites

divulgação de produtos e sites

Muitos usuários da internet, depois de um desastroso início de campanha, abandonam completamente a boa postura e se aventuram pela prática deselegante do Spam.

Todos nós sabemos da grande variedade de formas de burlar os buscadores, especialmente o Google, sempre o mais visado, além do fato dos maiores buscadores, atuais, aproveitarem o banco de dados do Google para indexação de páginas.

Manipular os sistemas de busca, para os blogs, não é tão grave, pode se apagá-lo a qualquer momento, criar um novo cadastro, e começar tudo de novo, isso em caso de punição. Há também a possibilidade de se criar duas contas, onde um blog mais popular poder alavancar outro mais sério. Depois de algum tempo pode-se apagar o blog popular, antes mesmo de ser detectado sua prática desleal.

São muitas as formas de se burlar os buscadores, nenhuma delas atrai um tráfego qualificado. Não basta atrair uma quantidade infinita de usuários, a melhor forma de alavancar um site, a longo prazo, é com um bom e relevante conteúdo.

Quando se fala em bom conteúdo, pensamos logo em redes sociais. As redes sociais, como o dihitt, via6 e rec 6, linkto e o linkk, apenas para citar alguns mais conhecidos.

Não vamos cometer a estupidez de criar um artigo em forma de spam, caso isso aconteça, vamos fazer isso com inteligência. Como diz meu xará, o blogueiro Jânio “seja spammer mas não seja burro”. É preciso sempre oferecer algum conteúdo ao usuário, as redes sociais oferem essa possibilidade.

Fazer spam em comentário de blogs é algo ridículo, no próprio formulário, há espaço para sua url, o que chama o leitor para o seu site, para quê fazer propaganda, deixe que ele decida, se gostar de seu artigo e tiver tempo para visitar seu site, maravilha, se não, não há spam que o obrigue a visitá-lo. Fotos da Angelina Jolie nua não vai funcionar, ninguém mais cai nesse truque bôbo, usuários de redes sociais lêem muito e são muito bem informados e solidários.
O spam, quando é inconveniente, espelha bem o que disse um usuário do dihitt: “Ele não se contenta em pendurar a melancia no pescoço, ela tem que piscar”.

Só porque uma comunidade está na primeira página do google em expressões como “publicidade grátis” ou “divulgação grátis”, isso não implica, necessariamente, na obrigatoriedade de se fazer publicidade grátis ou divulgação grátis de maneira irresponsável, através de spam.

Quando o conteúdo de um site ou blog é relevante, basta um olhar mais detalhado para se encontrar o que se quer, ou seja, uma forma de se divulgar sem apelações.

Sempre há a possibilidade de se encontrar links ou referências para sites relacionados ao tema da comunidade. Por mais variados que sejam seus artigos, a comunidade sempre voltará ao tema a que se propõe, aliás, escrever sobre temas diversos, comentar em blogs diversos, pode atrair muitos curiosos e futuros parceiros.

Um blog, muitas vezes, tem caráter pessoal, uma apresentação do autor, expondo seus interesses e trabalhos na internet, sua ocupação, seus amigos, etc. mas, no fim das contas, sempre haverá a preocupação com a relevância do conteúdo, por mais que essa pessoa queira expor suas experiência pessoais.

São infinitas as formas de divulgação grátis de um trabalho, empresa, site ou produto, basta ter paciência para aprender a usar essas ferramentas, paciência para pesquisar, ler e se informar sobre os meios de divulgação., é preciso ter paciência, tentativas e erros, Deus sabe o tempo que eu levei até me adaptar à Web 2.0.

Aliás, Web 2.0 se transformou em estratégia fundamental, tanto no mundo real quanto no mundo virtual, prova disso é o fato dos grandes portais convidando os blogueiros, aqueles com mais visitas, para integrar o rol de seus apadrinhados, desde que esses não sejam mal acostumados e tenham noção das normas da internet.

Fóruns de discussão, diretório de links, comentários em blogs com 5 estrelas ou mais, eu até prefiro aqueles com maior quantidade de visitas, com um bom page rank no Alexa.com, gerenciadores de conteúdo, agregadores de blogs, vídeos virais, marketing de busca, marketing de guerrilha e orkut, sempre respeitando-se as comunidades, regras, normas dos sites.

Se você não tem familiaridade com o assunto, não se preocupe, estaremos apresentando aqui detalhes sobre esses meios de divulgação.  Para se fazer publicidade se faz necessária uma leitura detalhada nas FAQs dos Sistemas para um uso mais apropriado dessas ferramentas gratuitas.

Em breve estaremos tratando, de maneira mais detalhada, sobre cada uma dessas formas de divulgação e publicidade grátis, bem como ferramentas grátis de divulgação e publicidade grátis.

Caso não saiba os blogs onde comentar, digite “icommercepage” em sua busca favorita, poderá descobrir os melhores blogs nos quais em comentei, blogs de conteúdo, page rank alto, e muitas visitas diárias, resumindo, retorno garantido de visitas. No começo eu digitava “interney”, o Edney foi um dos “gurus” que me ajudou a descobrir, redes sociais importante na net.

Finalizando, vale a dica de um famoso Seo, irreverente, adepto fiel do Marketing de busca que disse, “Esqueça tudo o que ouviu sobre seo e preste atenção no topo das buscas e no que seus amigos estão fazendo e do que eles gostam, isso será fundamental para seu sucesso”.

junho 18, 2008 Posted by | divulgação gratis | , , , , , | 35 Comentários

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: