Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Zero Dark Thirty

caçada a Osama Bin Laden

Lançamentos 2.013

Zero Dark Thirty

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre

Dirigido por Kathryn Bigelow

Produzido por Kathryn Bigelow, Colin Wilson, Greg Shapiro, Ted Schipper e Megan Ellison

Escrito por Mark Boal

Estrelando:

Jessica Chastain

Jason Clarke

Joel Edgerton

Chris Pratt

James Gandolfini

Mark Strong

Edgar Ramirez

Ricky Sekhon

Jennifer Ehle

Kyle Chandler

Nina Arianda

Música – Alexandre Desplat

Cinematografia – Greig Fraser

Edição – William Goldenberg e Dylan Tichenor

Estúdio – Annapurna Pictures

Distribuição – Columbia Pictures

Data de lançamento(s) – 19 dezembro de 2012

País – United States

Linguagem – Inglês

Zero Dark Thirty é um filme americano com previsão de lançamento para o próximo mês de dezembro, 2012. Filme americano de ação e suspense, descrito como “a história da maior caçada humana da história, ao homem mais perigoso do mundo”. O filme é sobre as Forças de Operações Especiais com missão para capturar ou matar Osama bin Laden. O filme é dirigido e co-produzido por Kathryn Bigelow, com roteiro de Mark Boal e Solibakke Martin, ambos associados com “The Hurt Locker”, outro thriller de ação militar que ganhou o Oscar de Melhor Filme e outros cinco Oscars em 2009. É estrelado por Jessica Chastain, Jason Clarke, Joel Edgerton, Chris Pratt, James Gandolfini, Edgar Ramirez e Mark Strong.

Resumo: Após os ataques de 11 de setembro, uma década de caçada ao líder da al-Qaeda, Osama bin Laden, começara. Uma equipe de elite da inteligência e agentes militares, trabalhando em segredo em todo o planeta, dedicando-se a um único objetivo: encontrar e eliminar bin Laden.

Elenco

Jessica Chastain – agente da CIA

Jason Clarke – agente da CIA

Joel Edgerton – membro da SEAL Team Six

Chris Pratt – um membro da SEAL Team Six

Taylor Kinney – membro da SEAL Team Six

Callan Mulvey – membro da SEAL Team Six

Nash Edgerton – membro da SEAL Team Six

James Gandolfini, Leon Panetta, Scott Adkins e

Mark Strong – agente da CIA

Edgar Ramirez, Jennifer Ehle e

Ricky Sekhon como o líder terrorista Osama Bin Laden

Kyle Chandler – estrategista de elite da CIA no Paquistão

Stephen Dillane, Nina Arianda – Produção

Títulos

O título pensado para o filme era “Por Deus e pelo País”. O título de “Zero Dark Thirty” foi oficialmente confirmado no final do teaser/trailer do filme. Bigelow explicou a EW que “é um termo militar Para – 30 minutos após a meia-noite – e refere-se também à escuridão e sigilo da missão durante uma década inteira, muito tempo”.

Argumento: Bigelow e Boal tinham inicialmente pensado em criar um roteiro de filme centrado em torno do cerco de 2001 em Tora Bora, onde acreditava-se que Bin Laden estivesse escondido. Os dois estavam prestes a começar a filmar quando surgiram notícias de que Bin Laden havia sido morto. Eles imediatamente engavetaram o projeto em que estavam trabalhando e redirecionaram seu foco, essencialmente, começando do zero. “Mas muito do trabalho de casa que eu já havia feito para o primeiro script, além de um monte de contatos que fiz, já estavam bem encaminhados”, Boal observou durante uma entrevista à Entertainment Weekly. Ele acrescentou: “Os anos passados, falando com militares e operadores de inteligência, envolvidos na luta contra o terrorismo, foram úteis para ambos os projetos. Algumas informações que eu tinha desenvolvido a partir de terceiros, durante muito tempo, continuaram sendo úteis para esta nova versão”.

As filmagens

Partes do filme ocorreram em Chandigarh, Índia. Algumas regiões de Chandigarh foram transformadas em cenário para Lahore e Abbottabad, no Paquistão, onde Osama bin Laden foi encontrado e morto, em maio de 2011. O filme pretendia expressar manifestações anti-Osama bin Laden e anti-Paquistão, como eles se opuseram a locais do Paquistão, sendo retratados em terras indígenas.

Música

Alexandre Desplat foi contratado para compor a trilha do filme.

Marketing

Promoção

Electronic Arts vai promover “Zero Dark Thirty” em seu vídeo game “Medal of Honor Warfighter”, oferecendo mapas para download, de locais retratados no filme. Os mapas adicionais para o jogo serão disponibilizados em 19 de Dezembro, de modo a coincidir com o lançamento do filme. Electronic Arts vai doar US $ 1 para organizações sem fins lucrativos que apoiam veteranos para cada “map pack Zero_Dark_Thirty” vendido.

Datas de Lançamento:

Argentina – 20 de dezembro de 2012

Alemanha – 10 jan 2013

Islândia – 11 de janeiro de 2013

Bélgica – 23 de janeiro de 2013

Finlândia – 25 de janeiro de 2013

Holanda – 24 de janeiro de 2013

França – 23 de janeiro de 2013

Reino Unido – 25 de janeiro de 2013

EUA – 19 de dezembro de 2012

Noruega – 8 de fevereiro de 2013

controvérsia política

Mesmo antes que uma única cena fosse filmada para o filme, já surgiam controvérsias político-partidária. Os opositores do governo Obama acusaram Zero Dark Thirty de ter sido agendado para ser lançado em outubro, pouco antes da eleição presidencial, em novembro, de modo que seria como apoiar a reeleição de Barack Obama, lembrando ao público quem deu a ordem para iniciar o ataque que chegaria a Osama Bin Laden. A Sony negou que a política estivesse relacionada à programação do lançamento do filme, afirmando que a data de lançamento inicial havia sido escolhida porque era a melhor, disponível para um thriller de ação. O roteirista do filme acrescentou: “o presidente não é retratado no filme. A distribuidora Columbia Pictures, sensível a percepções críticas, considerou uma nova data para o lançamento do filme, atrasando para o início de 2013. A data de lançamento havia sido marcada para 19 de dezembro de 2012, bem depois da eleição, evitando qualquer suposto conflito político.

Diversas fontes também acusaram o governo Obama de fornecer informações privilegiadas a Bigelow. Tudo isso, somado a acusação de vazamento de outras informações à mídia, causou polêmicas e assunto para a convenção nacional do partido republicano, que afirmam que Obama “tem tolerado a divulgação dos detalhes da operação para matar o líder da Al-Qaeda”. O congressista republicano Peter T. King pediu que a CIA e o Departamento de Defesa investiguem se informações confidenciais foram divulgadas inadequadamente. Ambos os departamentos disseram que iriam investigar. Um exame dos documentos não mostraram nenhuma evidência que as informações sigilosas tenham vazado para os cineastas e os registros da CIA não demonstraram qualquer envolvimento da Casa Branca. Os cineastas têm negado as afirmações de que teriam tido acesso a detalhes sigilosos sobre a morte de Osama bin Laden. Um porta-voz da CIA confirmou que a agência manteve sua meta “um retrato fiel dos homens e mulheres da CIA, a sua missão vital e o compromisso com o serviço público que os define. E que a proteção de acções nacionais de segurança é uma parte integrante da nossa missão “. A CIA ainda tranquilizou os republicanos que “a proteção de ações de segurança nacional – incluindo a preservação de nossa capacidade de conduzir operações de contraterrorismo eficazes – é o fator decisivo na determinação de como a CIA se envolve com cineastas e mídia como um todo “.

Agentes ex-operações especiais da CIA e oficiais liderados por republicanos e que se autodenominam OPSEC, mobilizaram-se, iniciando uma campanha de mídia em agosto, alegando “que a Casa Branca de Obama divulgou detalhes confidenciais do ataque para um filme de Hollywood”, uma afirmação que não foi provada. OPSEC produziu um vídeo atacando Obama, chamando as divulgações de desonrosas e que eles pretendem divulgar. No vídeo, membros OPSEC fazem afirmações de que o governo vazou informações consideráveis sobre o ataque para ganho político e que Obama levou o crédito pelo trabalho dos outros. Um ex-SEAL, destaque no vídeo, exige que Obama “pare com vazamentos de informações para o inimigo. “Analista de segurança da CNN, Peter Bergen, publicou uma análise crítica destas afirmações. Bergen, autor de Man Hunt: The Search Decenal de Bin Laden a partir de 9/11 a Abottabad, afirmou que as alegações feitas no vídeo foram exageradas e bobas. Bergen afirmou que Obama e sua equipe de segurança nacional fizeram todos os esforços para manter a operação sobre Bin Laden em segredo. Politifact examinou as alegações do vídeo OPSEC e encontrou-os na maior parte falsas, observando que “o vídeo é muito enganador” quando tenta retratar o sucesso de Obama, reivindicando e revelando sensíveis detalhes operacionais para as elites de Hollywood. As imagens de Obama com as pessoas de Hollywood no vídeo eram, na verdade, de um evento de triagem realizada um ano antes da morte de Bin Laden. O New York Times informou que partes do vídeo foram seletivamente editado para mostrar Obama dando o seu anúncio sobre a morte de Bin Laden, sem creditar as forças especiais e o pessoal de inteligência, a fim de retratá-lo “como um fanfarrão que leva os créditos” para as realizações dos outros.

Outros soldados de operações especiais, como o Exército dos Estados Unidos, Forças Especiais, major Fernando Lujan e o almirante Bill McRaven (chefe do Comando de Operações especiais dos Estados Unidos ), têm sido críticos sobre o envolvimento de militares e agentes da CIA “em uma campanha política, com Lujan dizendo que essa atividade é vergonhosa e “uma violação de tudo o que foi ensinado e, ao contrário do que deveríamos estar fazendo”.

Fonte: Wikipedia

Trailer

novembro 23, 2012 Posted by | Cinema | , , , , | Deixe um comentário

Evil Dead

evil dead remake

Evil Dead

The Evil Dead é uma série de filmes americanos de terror, uma franquia criada por Sam Raimi. Os filmes giram em torno de uma maldição, e é um texto da Suméria que provoca essa maldição em um grupo de habitantes de uma região arborizada no Tennesee. O protagonista, Ashley J. “Ash” Williams, interpretado por Bruce Campbell, é o único personagem deixado vivo até o final da série. A série original inclui The Evil Dead (1981), Evil Dead II (1987), e Army of Darkness (1992). A franquia, desde então, expandiu-se para outros formatos, como vídeo games e histórias em quadrinhos. Um musical em Toronto, em 2003, a partir de material contendo todos os três filmes, e um remake do primeiro filme está atualmente em desenvolvimento e com lançamento previsto para 2013.

Em janeiro de 1979 Bruce Campbell abandonou a faculdade e tinha deixado o emprego como motorista de táxi. Sam Raimi tinha ido estudar literatura na Universidade Estadual de Michigan, Robert Tapert estava terminando a sua licenciatura de economia.

Embora dando os toques finais em “É assassinato”! Tapert sugeriu fazer um filme de longa-metragem para Raimi. Raimi sentiu que seria impossível e jamais poderia retirar o financiamento. Campbell não se importou, afirmando que “eu sempre poderia voltar para casa.”

Tapert foi, temendo tornar-se um especialista em pesca e vida selvagem, enquanto Raimi tinha medo de ter de voltar a trabalhar na loja de seu pai. Estas foram as razões práticas que convenceram os três a fazer um filme de longa-metragem.

Os três eram fãs do gênero comédia, embora tenham decidido não fazer um filme especificamente nesse gênero.

Para fazer um filme de terror, eles se inspiraram principalmente em filmes de baixo orçamento. Inspirado pelas cenas de assassinatos de um desses filmes, Raimi fez um curta metragem que agradou os três.

A pesquisa foi feita a partir de filmes de horror de baixo orçamento, exibidos em drive-in e teatros.

“Entre os muitos filmes que assisti, estavam “dois filmes de dois dólares”, permitindo-lhes a oportunidade de documentar o comportamento do que se tornaria o seu público-alvo. Campbell declarou, “a mensagem era muito clara: Mantenha o ritmo rápido e furioso, e uma vez que o horror comece, nunca contenha-se “quanto mais sangrento, melhor”, essa tornou-se nossa primeira diretriz “, Vários filmes foram analisados por eles, entre estes, eles incluem “a Vingança das Cheerleaders.

A idéia de fazer um “protótipo” foi encomendado, para provar não só para si, mas também a potenciais investidores que eles eram capazes de fazer um filme de terror de longa metragem. No mesmo ano, no Estado de Michigan, Raimi estava estudando HP Lovecraft e ficou mais impressionado com o Necronomicon, ou simplesmente O Livro dos Mortos.

A partir desses conceitos complexos, ele criou uma história curta, onde um grupo de quatro amigos, sem querer, cavam um cemitério indígena e liberam espíritos e demônios terríveis.

Na primavera de 1979, as filmagens Dentro da floresta começaram, durante um fim de semana, três dias e um orçamento de US $ 1.600.

Esse primeiro filme serviu como um protótipo, impressionou os cineastas.

Como uma estratégia de marketing, uma triagem foi organizada em sua antiga escola secundária, com uma resposta satisfatória.

Financiamento

As filmagens foram encomendadas para o verão de 1979, em Michigan. A fim de organizar o orçamento, Sam Raimi, Robert Tapert e Bruce Campbell, compraram alguns materiais de “como fazer um filme independente”.

O orçamento foi originalmente estipulado em 150.000 dólares, usando uma câmera Super 8. No entanto, devido a dificuldades técnicas, foi decidido mudar para o formato 16 milímetros.

Como eles queriam filmar o projeto no estilo dos filmes de baixo orçamento da época, em 1970 e, uma vez que eles tinham pouca experiência na indústria do cinema, os três sentiram que deveriam comprar ternos e pastas, como forma de convencer os investidores de que eles “tinham todas as respostas.” Um homem chamado Andy Grainger, que era amigo de Tapert e proprietário de uma série de salas de cinema, foi o primeiro investidor. Ele afirmou: “Amigos, não importa o que façam, só mantenham o sangue correndo.” Como um tributo a ele, há uma cena no filme, onde zumbis de filmes antigos são retornados para a vida e é “projetado” sangue correndo pela tela.

Mais importante ainda, foi o fato de Grainger ter fornecido o nome de um distribuidor em New York City que poderia tornar a distribuição possível. A empresa era a Levitt-Pickman Films, que recentemente ficou famosa por um filme estrelado pelo jovem Chevy Chase.

Os cineastas tomaram um trem com US $ 40 cada um, como eles sabiam que nenhum de seus carros poderia fazer uma viagem de ida e volta inteira. Uma das antigas namoradas Campbell, chamada Andrea, permitiu-lhes ficar em seu apartamento.

Campbell dormia com ela, enquanto Raimi e Tapert ficaram na sala de estar. Andrea fez um gato dormir no rosto de Raimi, mesmo sem acordá-lo. Raimi, que é alérgico a gatos, ficou com os olhos inchados.

The Evil Dead (1981)

Lançado em 1981, este é o primeiro filme da série.

Ele apresenta na série o protagonista, Ash, a história do Livro dos Mortos e tudo o que ela apresenta.

Evil Dead II

Lançado em 1987, este filme mostra histórias de horror das relações de Ash com o Necronomicon, Ex-Mortis e os demônios.

Army of Darkness

Lançado em 1992, este era o último filme da franquia, até agora, leva Ash de volta no tempo, para a Inglaterra de 1300 AD. O filme tem atributos de terror, mas é baseada principalmente na palhaçada e ação.

Outros filmes

Evil Dead (2013 filme)

A produção havia sido confirmada como um remake do primeiro filme da série, The Evil Dead. Será produzido por Bruce Campbell e Sam Raimi, mas não inclui o personagem principal, Ash. Também foi divulgado que o filme seria sobre um grupo de adolescentes que vão para aquela floresta encontrar o livro, e as semelhanças com o original terminam aí.

No entanto, em agosto de 2007, Bruce Campbell revelou em uma entrevista de rádio que o remake proposto foi “indo para lugar nenhum” e “fracassou”, devido à reação dos fãs, extremamente negativa.

Mais recentemente, os rumores têm sugerido que uma re-escrita de um script está sendo revisto e Bruce Campbell sugeriu que, num verdadeiro estilo de filmes de Sam Raimi, que faria uma participação especial, brincando, sugerindo que seria um remake e o fantasma Knowby iria ser substituído por Ash fantasmagórico.

Em julho de 2008, Raimi afirmou que pretendia trabalhar, com seu irmão Ivan, no desenvolvimento de uma sequência, e não um remake, e Campbell ainda dizia que o remake Evil Dead já não era mais possível.

Em abril de 2011, Bruce Campbell fez uma entrevista à AskMeAnything em Reddit.com, dizendo que “Newsflash:.. Estamos refazendo Evil Dead. O script é incrível e eu serei um dos produtores e, eventualmente, interpretarei”.

Ele acrescentou “Com toda a sinceridade, todos nós adoraríamos fazer outro filme Evil Dead. Quando isso vai acontecer? Quem pode dizer?

Estamos todos trabalhando em outras produções agora. Nós não estamos tentando nos esquivar das perguntas de ninguém, vocês tem a minha palavra”.

Em 13 de julho de 2011, foi anunciado oficialmente, através de um comunicado de imprensa, que a Ghost House Pictures estaria produzindo o remake de The Evil Dead, com Diablo Cody no processo de revisão do roteiro e Fede Alvarez escolhido como o diretor. Ator Shiloh Fernandez é relatado escalado como o principal papel de Davi.

A Disgusting informou que Lily Collins está no papel de Mia, que é uma versão feminina de Ash, mas em 24 de janeiro de 2012, Collins saiu do papel.

Em 03 de fevereiro de 2012, foi anunciado que a atriz Jane Levy, estrela da televisão, série Suburgatory, estaria substituindo Collins no papel principal, como Mia.

Lou Taylor Pucci, Elizabeth Blackmore e Jessica Lucas se juntaram ao elenco para o filme de terror.

Em 1 de agosto de 2012, foi anunciado que em honra do remake lançado em 2013, The Evil Dead, está chegando ao evento o maior do mundo do Halloween, Knott Berry Farm “s” Haunt Halloween “em Buena Park, CA, também conhecida como assustadora Fazenda Knott.

Knott tem uma grande trilha que vai dentro e ao redor de uma grande montanha, onde o filme será criado para os hóspedes experimentar o terror em primeira mão.

Sequências não oficiais

Na Itália, The Evil Dead foi lançado sob o título La Casa (“A Casa”) e Evil Dead II tornou-se La Casa II. Estes foram seguidos por três filmes independentes: Umberto Lenzi ‘s La Casa 3 (aka Ghosthouse), ( 1988 ), Fabrizio Laurenti ‘s La Casa 4 (Witchery aka), ( 1988 ) e Claudio Fragasso ‘s La Casa 5 ( 1990 ).

Isto é semelhante ao que aconteceu em George A. Romero ‘s Living Dead série que começou com Zombi 2. House II: The Second Story (1987) e O Show de Horror (1989) foram renomeados La Casa 6 e 7, respectivamente La Casa em seus lançamentos italianos.

Uma empresa que tentou iniciar uma nova linha de filmes da série, em 2004, anunciou em Maio 2012, um filme Evil Dead 4, que não tem nada a ver com os filmes originais.

Devido a isso, Sam Raimi processou essa produtora, na tentativa de impedi-los de fazer o referido filme, devido ao seu próprio plano para um dia produzirem um filme próprio.

Em agosto de 2012, EUA, juiz Dale Fischer entrou em um julgamento à revelia que processava a produtora por Imagens usando os nomes Evil Dead:

Sequências indiretas

Bruce Campbell dirigiu e atuou em um filme intitulado My Name Is Bruce. Ele não continua a história de Army of Darkness, mas é um retrato ficctício de Bruce vivendo a sua vida quotidiana em que ele é erroneamente acredita ser tão heróico como o personagem Ash e é contratado para lutar contra um antigo espírito. O filme foi lançado a um número limitado de cinemas em 26 de outubro de 2008 e foi lançado em DVD e Blu-ray Disc em 10 de fevereiro de 2009.

A nova versão do primeiro filme da franquia Uma Noite Alucinante tem produção da Ghost House Pictures de Raimi. Fede Alvarez, o uruguaio que realizou o curta Ataque de Pánico! em 2009 e, ainda naquele ano, foi convidado por Raimi para fazer um longa, dirige. Rob Tapert, que produziu o original, e Bruce Campbell, o Ash da franquia original, também assinam como produtores.

A protagonista é Mia (Jane Levy), uma viciada em drogas que procura se reabilitar – e os sintomas de sua desintoxicação se misturam com os eventos estranhos que ela passa a presenciar no local. Lou Taylor Pucci (Impulsividade), Shiloh Fernandez,(A Garota da Capa Vermelha), Jessica Lucas (da nova versão de Melrose Place) e a novata Elizabeth Blackmore também estão no elenco. Um resumo mais detalhado vazou em dezembro.

Assista o Trailer

Fonte: Wikipedia

Tradução: By Jânio

novembro 11, 2012 Posted by | Música. | , , , , , , | Deixe um comentário

After Earth – Com Will Smith

filme de Will Smith

Filmes da Sony

After Earth

Dirigido por M. Night Shyamalan

Produzido por James Lassiter, Caleeb Pinkett, Will Smith

Roteiro de Stephen Gaghan, Gary Whitta

História de Gary Whitta

Estrelando: Will Smith, Jaden Smith, Isabelle Fuhrman, Zoë Kravitz, Kristofer Hivju, Sophie Okonedo, Lincoln Lewis

Música de James Newton Howard

Edição de Steven Rosenblum

Estúdio: Overbrook Entertainment

Distribuído por Columbia Pictures

Data de lançamento – 5 de junho de 2013

07 de junho de 2013 (Estados Unidos)

País – United States

Lingua – Inglês

After Earth (originalmente conhecido como 1000 AE) é um filme de ficção científica, um thriller dirigido por M. Night Shyamalan, estrelado por Will Smith e Jaden Smith. O filme será distribuído pela Columbia Pictures.

Mil anos após os eventos cataclísmicos que forçaram a fuga da humanidade da Terra, Nova Prime torna-se o novo lar da humanidade. Enquanto isso o lendário general Cypher Raige (Will Smith) retorna de uma longa missão para sua família que estava distante, disposto a ser um pai para seu filho de 13 anos de idade, Kitai (Jaden Smith). Entretanto, um asteróide que a ameaça a terra, deixa Cypher em uma situação de risco de morte, seu filho, Kitai, que sempre quis ser como ele, finalmente tem sua chance.

Will Smith como Cypher Raige

Jaden Smith como Kitai Raige

Isabelle Fuhrman como Rayna

Kristofer Hivju como chefe de securidade

Gabriel Casta como Ranger

Lincoln Lewis como Bo

Zoe Kravitz

Sophie Okonedo

David Denman

Produção

A fotografia de After Earth começou em fevereiro de 2012. O roteiro foi escrito originalmente por Gary Whitta, reescrito por Shyamalan e, finalmente, finalizado por Stephen Gaghan, no final de 2011. Grande parte das filmagens aconteceu em Costa Rica; Humboldt County, na Califórnia, e Aston, Pensilvânia. Uma imagem do personagem de Jaden no traje foi divulgada em 15 de fevereiro de 2012. As filmagens de After Earth foram feitas com uma câmera Sony’s F65, em janeiro de 2012.

Veja o trailer

Fonte das informações

Tradução e adaptação: by Jânio

novembro 10, 2012 Posted by | Música. | , , , , , , | 1 Comentário

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: