Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Plano de saúde passará a ter franquia

abril 19, 2018 Posted by | Política | , , | Deixe um comentário

Trump culpa radicais republicanos por fracasso de reforma da saúde

maluco e inconsequente

Presidênte Trump

Da Agência EFE

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, culpou neste domingo (26) os congressistas republicanos do ultraconservador Caucus da Liberdade pelo fracasso na aprovação da reforma no sistema de saúde do país, um projeto que foi retirado da pauta da Câmara dos Representantes na última sexta-feira (24) pela falta de apoio dentro do partido de Trump. As informações são da Agência EFE.

“Os democratas estão sorrindo em [Washington] D.C. porque o Caucus da Liberdade, com a ajuda do Club for Growth e Heritage, salvaram a Planned Parenthood e o Obamacare”, disse Trump em mensagem no Twitter.

Ele se referiu ao nome como ficou conhecida a reforma do sistema de saúde promovida pelo ex-presidente Barack Obama e que o republicano queria substituir por um projeto idealizado por congressistas de seu partido e que foi apadrinhado pela Casa Branca.

A proposta dos republicanos também retirava recursos da Planned Parenthood, a maior organização de planejamento familiar dos EUA, que recebeu várias críticas do partido durante a campanha.

O projeto de lei foi retirado na sexta-feira por não contar com apoio suficiente de congressistas do próprio Partido Republicano para ser aprovado na Câmara dos Representantes.

Em grande parte, a proposta não foi adiante devido à oposição do Caucus da Liberdade, grupo ultraconservador que conta com cerca de 30 congressistas. Sem o apoio deles, Trump não obteria os 216 votos necessários para aprovar o projeto.

O presidente do Caucus da Liberdade, Mark Meadows, afirmou hoje que o fracasso do projeto não é o fim do debate sobre a reforma da saúde. Os congressistas do grupo defendem uma proposta com menos regulações do que a defendida por Trump.

Em entrevista à emissora ABC, Meadows disse que Trump ainda será o “mais valioso jogador” no processo para desmantelar o Obamacare.

O Obamacare, uma lei elaborada para aumentar a qualidade dos planos de saúde e torná-los acessíveis à população de baixa renda, deu cobertura média a mais de 20 milhões de pessoas.

No entanto, Trump considera a lei um “desastre” e prometeu durante a campanha eleitoral “revogar e substituir” o Obamacare.

O Escritório Orçamentário do Congresso, um órgão não partidário, calcula que o projeto republicano deixaria 14 milhões de pessoas sem cobertura médica em 2018. Em uma década, outras 24 milhões de pessoas perderiam seus planos de saúde.

O CBO também estima que a proposta que ganhou o aval de Trump representaria uma economia de US$ 150 bilhões em 10 anos.

Edição: Denise Griesinger

março 26, 2017 Posted by | Internacional | , , | Deixe um comentário

Peixe frankeinstein

Peixe Transgênico

Peixe Transgênico

Caros amigos,

Os EUA estão prestes a servir a primeira carne modificada geneticamente do mundo: um salmão mutante que pode devastar as populações de salmão selvagens e ameaçar a saúde humana. Esse peixe Frankenstein pode abrir as comportas para a carne biotecnológica em todo o mundo, a menos que nos mobilizemos. Clique abaixo para se unir a 1 milhão de vozes e impedir o peixe Frankenstein:
Os EUA estão prestes a servir a primeira carne modificada geneticamente do mundo: um salmão mutante que pode devastar as populações de salmão selvagens e ameaçar a saúde humana. Mas podemos impedí-los agora antes que esse estranho peixe Frankenstein apareça em nossos pratos de comida.

O novo salmão falso cresce duas vezes mais rápido que o original, e nem mesmo os cientistas sabem os efeitos a longo prazo que ele pode causar à saúde. Ainda assim, esse alimento está prestes a ser declarado seguro para consumo, baseado em estudos pagos pelas empresas que criaram a própria criatura modificada geneticamente! Felizmente, os EUA são obrigados legalmente a considerar a opinião pública antes de tomarem uma decisão. Uma crescente coalizão de consumidores, ambientalistas e pescadores estão pedindo ao governo que abandone esse plano mal-cheiroso. Vamos urgentemente criar uma avalanche de apoio global para ajudá-los a vencer essa causa.

A consulta está acontecendo agora e temos uma chance real de manter o peixe mutante fora do cardápio. Assine para impedir a criação do peixe Frankenstein e compartilhe amplamente — quando alcançarmos 1 milhão de assinaturas, nosso clamor será enviado oficialmente à consulta pública:

Participe da campanha

A empresa que desenvolveu o peixe Frankenstein alterou o DNA do salmão para criar um peixe que pudesse crescer rapidamente durante o ano todo. Além de não conhecermos os efeitos a longo prazo para a saúde, se algumas dessas criaturas ou seus ovos chegarem ao ambiente natural, estes super salmões podem dizimar populações inteiras de salmão. Pior ainda, uma vez que eles chegarem aos supermercados, não vamos saber o que é salmão modificado geneticamente e o que é salmão verdadeiro, ou seja, não haverá como evitar o consumo!

A indústria de biotecnologia gastou centenas de milhões de dólares fazendo lobby com os governos para aprovar os alimentos vegetais modificados geneticamente. O peixe Frankenstein é a próxima galinha de ovos de ouro da indústria — e pode abrir as comportas para outros tipos de carne transgênica. Mas o governo dos EUA vai considerar a opinião pública antes de tomar sua decisão final — se conseguirmos pressioná-los e mostrar uma oposição global enorme enquanto eles menos esperam, poderemos impedir esse acordo temerário.

O peixe Frankestein está prestes a ser aprovado — vamos nos certificar de que as empresas de biotecnologia não tenham voz sobre o que comemos. Ajude a construir a petição de 1 milhão de assinaturas para impedir a criação do peixe mutante:

Página da campanha

Os membros da Avaaz já se uniram para proteger o meio ambiente e nossos sistemas alimentares de interferências perigosas. Em 2010, mais de 1 milhão de nós se uniram contra os alimentos transgênicos na Europa. Vamos nos unir mais uma vez contra o peixe Frankenstein.

Com esperança,

Jamie, Nick, Emma, Dalia, Emily, Paul, Ricken, Wen-Hua e toda a equipe da Avaaz

Apoio: Made in Blog

janeiro 22, 2013 Posted by | Utilidade Pública | , , , , , , | 5 Comentários

A era Nerd

geração x y z

Era Nerd

Da década de 60 ate a década de 80, os nerds eram como peixes fora d’água, havia muito potencial mas pouca aplicabilidade para todo esse conhecimento. Nessa época, começava a reinar a geração X, pessoas preocupadas com o bem estar do corpo e da mente, paz mundial e a contracultura.

Trinta anos depois, há pouco espaço para as pessoas fortes e saudáveis, sua saúde é mais importante para si mesmo, guerras só para pessoas estúpidas e ignorantes.

Nesses novos tempos, quem começa a reinar é a geração Y e Z. As pessoas com várias habilidades, bons reflexo, capacidade de trabalhar e pensar em grupo, além de domínio com as novas tecnologias.

Nem precisa dizer que a educação continuada faz parte desse admirável mundo novo.

Pessoas que gostam de estudar o tempo todo e com facilidade em tecnologia, nada mais nerd, não é mesmo?

Surgiu até uma nova profissão para ajudar nessa nova adaptação, o personal nerd – Seria esse sujeito antisocial, ou apenas alguém atrapalhado, tímido e sem jeito para relacionamentos.

Essa preocupação não existe mais, na geração pós-punk, todos falam o que pensam, fazem o que gostam, e formam vários pequenos grupos.

Pessoas com várias habilidades tem mais facilidade para acessar melhores financiamentos (a maior parte fica com os políticos), lidar com burocracia, morar em países estrangeiros, adaptar-se a novos costumes e situações.

Noções de psicologia, tecnologia, línguas, rede, corporativismo e muita educação continuada. Até a discriminada educação à distância ganhou seu espaço, em alguns casos é muito mais indicada.

Óculos fundo de garrafa, hoje, já pode ser considerada uma boa carta de apresentação. Apesar de não ser suficiente, o que antes parecia quase impossível, adaptar um nerd à um grupo, hoje isso é de menos, normalmente eles é quem são os líderes.

Sejam bem-vindos ao mundo dos nerds!

By Jânio

março 29, 2011 Posted by | Reflexões | , , , , , , , , , , , , , , | 2 Comentários

Faltam vacinas contra gripe influenza

Comércio da morte

A volta do descaso

Quando recebi um e-mail, dentro da Facebook, comunicando sobre a compra de um grande lote de vacinas contra o H1N1, decidi que era hora de parar de falar sobre essa doença.

No início da vacinação, comecei a desconfiar. Primeiro o grupo de risco, mulheres grávidas e bebês, idosos e doentes crônicos, sempre seguindo a velha fórmula de controlar tudo no limite.

Quando fui tomar a vacina, a mulher me perguntou se eu já tivera doença crônica, eu respondi que tivera várias, enumerei todas elas. A mulher me olhou com desconfiança e me perguntou se eu havia ficado muito mal, quase morrendo, respondi que só não morri porque fui para outra cidade e ameacei ligar para o Ministério da Saúde.

A mulher permaneceu irredutível, me explicou que eu teria que passar por uma bateria de perguntas. Descobri, da pior maneira, como uma epidemia se alastra. Primeiro há uma certa falta de respeito por parte de atendentes, submetidos à um sistema sem gerenciamento nenhum, em seguida, são as pessoas que desistem do tratamento, devido à falta de respeito a que são submetidas.

Pedi para a mulher esquecer a vacina, eu iria ver uma ficha que eu tinha no posto de saúde. Pedi para ela vir comigo, ela se recusou. Ela me disse que trabalhava só na parte de vacina; haviam três atendentes, aparentemente, estudando o manual de como atender os pacientes.

Voltei a portaria, onde o atendente olhou para mim e disse: O que o senhor quer? – eu respondi: Não quero nada, mas o senhor poderia pegar a minha ficha, por favor.

Ele pegou rapidamente a ficha, perguntei se ele poderia me dar a ficha para eu entregar para a mulher, ele disse que não, só entregaria para a enfermeira, a mulher teria que vir pegar. Eram apenas vinte metros, a distância.

Eu disse que, como a maioria dos brasileiros, já havia desistido da vacina, disse para ele deixar, aí, ele me disse para chamar um enfermeiro logo á dez metros. Eu chamei o enfermeiro meio contra a minha vontade, torcendo para ele não vir, mas ele veio, olhou a ficha de doenças crônicas e me deu um papel, autorizando a vacina.

Essa ideia de vacinar por etapas, iniciou-se logo com os primeiros casos de gripe, felizmente parece que não aumentou, por razões óbvias, há muita vacina no estoque. O motivo de não se vacinar todos de uma vez é o velho problema de infra-estrutura, não há funcionários suficientes.

Depois fiquei sabendo que não haveria vacina para todos, aqui notamos o velho problema de corte de gastos, sempre no setor errado.

No ano passado, quando começou a epidemia, também nos Estados unidos, pensei, se chegou nos Estados Unidos, poderia-se pelo menos tomar certas medidas para evitar o pior.

O problema não é a gripe H1N1, é toda a saúde em geral, a frase “esta tudo sob controle”, soa como: “Esperem sentados porque não faremos nada”.

Esse ano, nos Estados Unidos, mesmo com a vacina em fase de testes, não deu tempo de produzir vacinas suficiente para atender toda a população americana, no Brasil daria tempo. Ficaram pensando, se nos Estados Unidos Vacinaram só a metade, vacinaremos só a metade também, assim sobrará mais dinheiro em nosso caixinha.

Assim começou o jogo do empurra, onde os laboratórios não tem capacidade de atender o governo, já que a iniciativa privada e alguns municípios decidiram que todos deverão tomar a vacina. Como o tempo passa a ser um elemento importante, no combate à Gripe influenza, chegamos novamente a um impasse.

Enquanto em alguns municípios as pessoas desistiram de tomar a vacina, ninguém tem comparecido para tomar a vacina – ninguém sabe porquê – eu sei, falta de respeito; em outras cidades os prefeitos exigem que todos, sem nenhuma exceção, sejam vacinados, todos estão no grupo de risco.

Depois não adianta vir me dizer que o Ministério da Saúde está preparado para atender a todos, não só nunca esteve, como corre o risco de ver a população renegar o atendimento, como acontece no Rio de Janeiro, onde as pessoas não abrem a porta para o combate a dengue. Se quiserem entrar, tem que chamar a polícia e derrubar a porta.

Nos Estados Unidos, em situações de emergência, o Presidente se retira, quem assume é o governo Secreto. No Brasil, todos os políticos se escondem, apenas a população acredita que não haverá problemas.

Ainda há a suspeita de que muita gente vai ganhar muito dinheiro com essa doença, principalmente se a vacina não der para todos, resta saber até quando esse estoque ficará escondido.

By Jânio

abril 24, 2010 Posted by | Reflexões | , , , , , , , , , , | 2 Comentários

Os Perigos da pressão alta.

risco de pressão alta

risco de pressão alta

A  hipertensão ou pressão alta é uma das doenças mais comuns que conhecemos, cerca de vinte por cento da população adulta sofrem desse mal.

A doença não tem cura e com o tempo pode danificar o coração, rins e cérebro, por isso o controle da pressão alta é de vital importância para se ter uma vida saudável.

Pelo fato de muita gente apresentar esses sintomas, fica mais fácil controlar a doença pois se todos conhecem os sintomas, poderão se tratar e evitar que ela saia do controle.

A pressão deve ser constantemente controlada, pessoas com pressão alta devem consultar regularmente o médico, a medida visa evitar que a doença saia do controle, se isso acontece, pode ser prejudicial a nossa saúde.

Os vasos sanguineos são, em seu interior, muito frágeis, a circulação com pressão muito alta faz com que os vasos fiuqem comprometidos podendo haver, com o passar do tempo, uma ruptura.

Quando os vasos ficam endurecidos e estreitados podem entupir ou romper-se. O seu entupimento pode provocar angina ou infarto.

No cérebro pode provocar derrame, AVC, e nos rins pode provocar paralisação.

A pressão não escolhe a pessoa, todos estão sujeitos a sofrer desse mal, mas no idoso a incidência da doênça é bem maior, portanto os cuidados devem ser maiores também,

A pressão deve ser medida a cada seis meses, procure informações em um hospital ou postos de saúde sobre qual o local mais próximo de sua casa.

Entre os principais fatores de risco estão a obesidade, sedentarismo, e excesso de estresse.

A pressão alta é uma doença silenciosa  e isso a torna mais perigosa ainda, em geral não apresenta sintomas mas pode provocar dor de cabeça e tontura.

A pressão alta tem também entre seus fatores de risco a genética, doença de família, controlando a hipertensão podemos diminuir os riscos de infartos, derrames e paralisação dos rins.

Para se evitar, previnir, ou combater a pressão alta se faz necessário praticar atividades físicas regularmente, controlar o sal dos alimentos, evitar bebidas alcoólicas.

Uma pessoa pode medir a própria pressão, desde que esteja preparada para isso.

A pressão deve ser medida em ambiente tranquilo, após repouso de cinco minutos, o braço onde se fará a medição deve ficar apoiado em uma mesa, a altura do coração. As costas apoiadas em uma cadeira, os pés no chão, com a bexiga vazia.

O álcool e o fumo devem ser evitados para a prevenção de qualquer doença.

O estresse pode dificultar o controle da pressão, assim como há pacientes que apresentam pressão diferenciada em consultórios médicos, os chamados hipertensos do avental branco.

Assim como o álcool pode elevar a pressão, a atividade física pode baixá-la, além de controlar a obesidade, acúcar no sangue e colesterol.

Os remédios ajudam a manter a pressão abaixo de 13 por oito, os remédios devem ser mantidos diariamente e nos horários estipulados pelos médicos, mesmo que a pressão esteja controlada.

Pelo fato da circulação em alta pressão afetar os fasos, o seu entupimento pode causar impotencia sexual, caso isso ocorra, procure imediatamente o médico.

O sal não deve ser evitado, apenas seu excesso deve ser controlado, principalmente em pessoas sensiveis ao sal. O sal retem líquidos no corpo e o excesso do volume de líquidos faz a pressão subir.

Fontes: Ministérios da Saúde do Brasil e Cabo Verde.

By Jânio.

julho 30, 2009 Posted by | Saúde | , , , , | 19 Comentários

São Paulo passa a ser o centro da Gripe Influenza no Brasil.

influenza em São Paulo

influenza em São Paulo

O mapa da epidemia começa a se definir no Brasil, a epidemia que tinha como suposta porta de entrada os aeroportos, mostrou sua periculosidade onde o Brasil sempre foi mais frágil, nas fronteiras.

O mundo é um ambiente de aprendizados constantes, quando não há interesse, ou quando o interesse está focado para outro objetivo, egoístas e de ganância, acontece isso que estamos vendo, tudo se repetindo.

Já vimos esta história, quando houve o despreparo com o controle de entrada de gado no Brasil, provocando um prejuízo para os criadores, a carne brasileira foi boicotada no mundo inteiro. A situação só não foi pior porque o Brasil é um dos maiores produtores de alimentos do mundo.

No caso da Gripe Influenza, novamente a vigilância sanitária revelou  a debilidade da infra-estrutura no Brasil. No caso do gado, muita gente chegou a conclusão que associações de criadores, agropecuaristas, poderiam controlar esta situação, não deixando o Governo despreparado cuidar deste controle.

Outro fato que tem me chamado muito a atenção, é o fato do brasileiro estar tão acomodado, primeiro por parte do Governo, ao afirmar que tudo estava sobre controle, agora, por parte do próprio povo.

Nós temos a informação da internet, muito mais verdadeira e completa do que todas as outras mídias juntas, falta só o bom senso das pessoas.

Estou sentindo que as pessoas estão pensando a mesma coisa que o Governo, a ideia de que todo o povo tem o Governo que merece, ou seja, nossos representantes são o nosso espelho, me assusta.

Os casos da gripe, aparentemente, se estabilizaram no Rio Grande do sul, isto aconteceu também no Paraná, mas em São Paulo o número disparou e ultrapassou o número de casos do Ro Grande do Sul.

Depois que os casos se alastram, começa-se a pensar em divulgar notícias, como ninguém pode sair de casa, as escolas devem ser fechadas, depois que epidemia se espalha nem precisa mais dizer isso. Estou com um péssimo presságio de que São Paulo vai passar pela mesma situação do México.

Devido a gripe se espalhar com extrema facilidade em aglomerações, era inevitável que a região metropolitana de São Paulo fosse  se transformar no principal foco de contágio do Brasil.

A ideia de descartar o prolongamento das férias dos alunos, a meu ver foi um erro, medidas de prevenção devem ser tomadas antes e não depois, estou cansado de dizer que o Brasil prefere remediar a se prevenir.

Vamos deixar a ganância de lado e pensar como seres humanos que somos, quando emitido o alerta, vamos parar, pensar e tomar a decisão certa.

Nós tivemos todo o tempo do mundo para tomar todas as precauções, para planejar os melhores procedimentos a serem tomados.

Dá para entender que o México e os EUA não tenham tido tempo de se prevenir e planejar contra esta terrível doença, mas nós tivemos muito tempo, não há desculpa. Usar as estatística para se explicar dizendo que a gripe apresenta uma mortalidade bem menor do que a esperada é, no mínimo, desumana.

Se eu tivesse filhos nas regiões mais afetadas, eu começaria a pensar mais nisto.

Pelo que foi constatado pelos médicos as crianças são as maiores vítimas, devemos evitar viajar com nossos bebês, evitar as escolas. Se não houver outro jeito, esteja preparado, tomando as medidas de higiene, tão necessárias neste momento.

Atualização em 23 de agosto de 2009.

Atualização em 23 de agosto de 2009.

São Paulo com 179 óbitos Paraná 142, Rio Grande do Sul 93, Rio 47, Santa Catarina 11, Minas 8, Paraíba 2, Bahia 1, Pará 1, Rondônia 1, Mato Grosso do Sul 1 e Amazonas 1, além do Distrito Federal 1.

ATUALIZAÇÃO  – 29 de Agosto de 2009

https://icommercepage.wordpress.com/2009/08/29/brasil-e-o-pais-com-o-maior-caso-de-mortes-pela-gripe-influenza-a-h1n1/

By Jânio.

julho 25, 2009 Posted by | Saúde | , , , , , , | 2 Comentários

É preciso cuidar melhor de nosso coração.

lembranças do coração.

lembranças do coração.

Grande parte das mortes são consequências de doenças cardiovasculares.

O acúmulo de gordura nas paredes dos vasos sanguíneos, tem início bem cedo, com o tempo o problema tende a piorar mas, por incrível que possa parecer, os primeiros sinais só aparecem quando a doença já se apresenta em estágio avançado.

Os ataques cardíacos, infartos, angina e insuficiência cardíaca são consequências mais comuns neste tipo de problema, podendo provocar mortes fulminantes ou deixando graves sequelas.

Aterosclerose, acúmulo de gordura, ocorre devido ao modo de vida incorreto ao qual estamos habituados.

Além de nossos mau hábitos, podemos citar entre os causadores de doenças cardiovasculares a idade avançada e o fator genético.

Os principais fatores de risco de doenças cardiovasculares são:

1 – Sedentarismo – Já ficou comprovado que a falta de práticas de esportes, ou outros tipos de exercícios físicos, constitui um dos principais fatores de risco para doenças cardiovasculares.

2 – Tabagismo – O problema do tabagismo é tão grave que já foi proibido no mundo inteiro, cerca da metade dos problemas cardiovasculares decorrem do fumo, cigarros, charutos ou cachimbos.

3 – Diabetes – O controle da diabetes é muito importante. A Diabetes também faz parte das causas de doenças cardiovasculares.

4 – Obesidade – A obesidade por si só, mesmo sem outros fatores, se constitui um grande risco. Além de poder provocar a diabetes, revela a falta de exercícios físicos, maus hábitos alimentares e ainda pode provocar a Diabetes. Por tudo isso, a obesidade está diretamente associada a doenças vasculares, principalmente a obesidade abdominal.

5 – Maus hábitos Alimentares – Consumo de álcool, excesso de gorduras e sal na alimentação, são alguns elementos que devem ser evitados. A alimentação deve ser equilibrada, obedecendo a pirâmide alimentar, quanto mais colorida a alimentação, melhor. Produtos industrializados, de conserva, excesso de massa, devem ser evitados, dando preferência a frutas, verduras e legumes sadios.

6 – Stress – O stress em excesso é prejudicial, a sensação de descontrole é sinal de que está na hora de diminuir o ritmo.

Os principais sintomas de doenças cardiovasculares são: falta de ar, dor no peito, inchaço e palpitações.

Para prevenir é importante praticar atividades físicas, não fumar e controlar: peso, diabetes e colesterol, regularmente, depois dos cinquenta anos.

Sinais de alerta:

1 – Dificuldade em respirar – Acordar durante a noite com falta de ar.

2 – Angina de peito – Sensação de peso que se estende por pescoço, braço esquerdo e dorso.

3 – Alteração do ritmo cardíaco –

4 – Enfarte do Miocardio – dor prolongada no peito, inclusive em repouso, ânsiedade, vômitos.

5 – Insuficiência cardíaca – quando o coração mesmo em repouso tem dificuldade em bombear sangue para outros órgãos, provocando fadiga, debilidade, falta de ar, mesmo em repouso, distensão do abdome, pernas inchadas.

Fontes: Ministério da Saúde do Brasil e Portugal.

julho 1, 2009 Posted by | Saúde | , , , | Deixe um comentário

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: