Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

X-47B – Assassino robótico

homem contra um robô

Máquina Assassina

Um grupo de ativistas pacifistas preparam uma campanha para evitar que se utilizem robôs autônomos em guerras, como o Pentágono já está planejando.

Robôs assassinos pairam sobre o nosso futuro se não tomarmos as medidas para proibi-los agora, adverte Jody Williams, ganhadora do Prêmio Nobel da Paz de 1.997, que apoia a campanha. “Sei que podemos detê-los antes que cheguem ao campo de batalha”, diz Williams, conhecida por seu trabalho em favor da proibição de minas terrestres.

A partir da tecnologia dos drones, máquinas como essas poderiam ser desenvolvidas em cerca de dez anos, alerta Noel Sharkey, da Universidade inglesa de Sheffield. “Não é ficção, já estamos desenvolvendo”, acrescenta este especialista em robótica e inteligência artificial que planeja lançar a campanha “Stop Killer Robots” em abril de 2.013.

“Uma ala de pesquisas do Pentágono está trabalhando no avião não tripulado, X-47B, o primeiro drone capaz de cumprir, sem auxílio de controle remoto, missões previamente programadas em seu computador de bordo. Nos EUA já estão preparando mais operadores de aeronaves, buscando jovens que sejam bons com os jogos de computador”, diz Sharkey, citado pelo “The Guardian”.

Ainda que muita gente esteja entusiasmada com esta tecnologia, já que é uma indústria bilionária, não existem legislações para responsabilizar um robô por suas ações. Os humanos pensam nas consequências que podem ter seus atos, mas “se um robô erra, quem será o responsável”, pergunta Sharkey?

A ideia é que serão essa máquinas que buscarão os alvos e decidirão se destruirão ou não, mas os robôs mais avançados até o momento, tem dificuldade até para distinguir um carro de um ser humano, portanto, terá ainda mais dificuldade para diferenciar um menino com um pirulito na mão de um adulto com uma pistola, observa o especialista. Já vimos a incompetência no uso dos aviões não tripulados, onde os operadores cometem muitos erros e não são supervisionados adequadamente, analisa ele.

Sharkey também critica o argumento de que os robots autônomos permitiriam reduzir as baixas humanas. Admite que provavelmente não morreria nenhum soldado de uma das partes do conflito, já que as armas robóticas autônomas não se cansarão, nem buscarão vinganças pela morte de seu colega. Mas as vítimas da outra parte poderia ser ainda mais numerosa, já que, como uma máquina, não sentiriam compaixão, nem medo.

Fonte: RT-TV

Robô inseto

Exoesqueleto – Super-herói real

junho 14, 2013 Posted by | Cinema | , , , , , | Deixe um comentário

O Robô do futuro

máquina de guerra

Soldado Futuro

O desarmamento é uma boa forma de promover a paz, a melhor forma sempre será a erradicação da pobreza e da fome.

A indústria bélica e o capitalismo se sustentam com a guerra, mas as perdas de vidas tem dificultado cada vez mais sua argumentação pagã.

Há um planejamento minucioso, possibilitando guerras rápidas.

Guerras rápidas evitam que os meios de comunicação dos inimigos possam articular, mostrar a sua versão do conflito.

Entre os problemas que surgem durante a guerra, o maior deles é relacionado ao próprio ponto de vista.

Como explicar que a guerra é uma boa opção, promovendo a paz, com tantas mortes e pessoas mutiladas, mesmo entre vitoriosos.

Os países que vencem uma guerra, podem causar um milhão de mortes de inimigos, mas bastam mil mortos em seu próprio exército para criar um conflito burocrático e ideológico.

A Rússia desenvolveu um robô no intuito de evitar perdas de vidas e mutilações, pelo menos no seu lado. Criaram um robô que pode ser controlado por controle remoto, parece coisa de ficção científica.

MRK-27 BT, não me perguntem o motivo desse nome, pode reduzir o número de mortes durante uma guerra.

Uma pessoa pode controlá-lo a um quilômetro de distância, através de um computador. O robô possui lançador de granadas e metralhadora com 600 balas.

Essa máquina de guerra foi desenvolvida nos laboratórios da universidade estatal de Moscou, e não é o único projeto de soldado/robô.

O robô MRK-27 BT pode elevar a plataforma de armas até dois metros de altura, movimentar-se até setenta e cinco graus, possibilitando ataques aéreos.

Junto ao robô maior, haverá um robô menor, com informações de áudio e vídeo, facilitando as ações de combate do robô maior que tem canhões capazes de abater até tanques de guerra.

Num futuro não muito distante, os especialistas em robótica russos acreditam que os soldados poderão ser substituídos pelos robôs, quando então teremos as guerras das máquinas.

Ao contrário da ficção, o homem não enfrentará as máquinas, estará no controle. As máquinas terão o duro trabalho de desarmar o inimigo que, desarmado, não terá nenhuma opção a não ser se entregar.

O desarmamento é, portanto, uma das formas de parar com as guerras, restando uma única opção para a solução dos conflitos, a erradicação da miséria e da pobreza.

A tecnologia Russa tem despertado a atenção de estrangeiros do mundo todo, principalmente porque os robôs poderão ser desenvolvidos para tarefas onde o homem teria dificuldade, como é o caso da manipulação de materiais radioativos.

A tecnologia para paz ainda precisa de incentivos dos governos,

Fonte: RT-TV

By Jânio

junho 18, 2011 Posted by | curiosidades | , , , , , | 8 Comentários

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: