Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

Quase 30% da população mais pobre comprometem metade da renda com empréstimos

leis pobres

Sem Direitos

Bruno Bocchini – Repórter da Agência Brasil

Estudo da Serasa Experian mostra que 27% da população de baixa renda, com ganhos de até R$ 2 mil, tem mais de 50% de seus rendimentos comprometidos com produtos financeiros, como cartão de crédito, empréstimo consignado, empréstimo pessoal, financiamento de automóvel, financiamento imobiliário e cheque especial.

Entre os brasileiros de alta renda, que recebem acima de R$ 10 mil, o percentual é de 13%.

Os dados foram divulgados hoje (9), no Recover Money 2017, evento que reúne, na capital paulista, economistas, especialistas, empresas do segmento financeiro e fornecedoras de serviços de recuperação. Os números levam em conta cerca de cinco milhões de consumidores que aderiram ao cadastro positivo da Serasa Experian.

“Se você pagar mais da metade do seu salário, da sua renda, apenas com produtos bancários, como você vai pagar as outras coisas? É uma situação difícil, e 27% dessas pessoas têm grande chance de não conseguir pagar isso, e entrar na lista dos inadimplentes. O ponto é tentar rapidamente regularizar, procurar uma taxa de juros mais baixa para evitar problemas futuros”, destacou Julio Guedes, diretor da Serasa Experian.

Segundo o levantamento, a maioria (69%) dos brasileiros negativados tem renda de até R$ 2 mil. Eles estão, principalmente, em débito com o banco ou cartão de crédito (39%), seguido por financeiras (13%), empresas de serviços (12%), varejo (9%), água, energia e gás (9%), e outros (18%).

“A gente acaba tendo muitas situações em que o brasileiro tem acesso ao crédito e depois não consegue pagar, porque os juros ficam muito altos, o que torna mais difícil pagar. Houve uma redução do rendimento do brasileiro e os juros não caíram na mesma proporção”, acrescentou Guedes.

Segundo os dados, cerca de 40% dos brasileiros de baixa renda têm acesso ao cartão de crédito. A proporção é de 51% para os de alta renda. No cheque especial, a porcentagem de acesso é de 12% para os de baixa renda e de 18% para os de alta. O cartão de crédito e o cheque especial são os dois principais produtos bancários utilizados tanto pelos clientes de baixa renda como pelos de alta.

Título alterado às 18h35 para corrigir informação

Edição: Maria Claudia
 
 
 

maio 10, 2017 Posted by | Política | , , | Deixe um comentário

Brasileiro teve rendimento domiciliar per capita de R$ 1.226 no ano passado

Nielmar de Oliveira – Repórter da Agência Brasil
dinheiro
     O Distrito Federal registrou o maior rendimento per capita, e o Maranhão, o menorArquiivo/Agência Brasil

O rendimento nominal mensal domiciliar per capita da população brasileira em 2016 foi R$ 1.226, na média do país. Em 2015 o rendimento foi R$ 1.113.

Calculados com base nas informações da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), os números foram encaminhados ao Tribunal de Contas da União (TCU) e servem como parâmetro para o rateio do Fundo de Participação dos Estados e do Distrito Federal (FPE).

Pelos dados divulgados, dentre as 27 unidades da federação em apenas 12 o rendimento nominal mensal domiciliar per capita da população passa de R$ 1 mil. Mais uma vez, o maior rendimento per capita foi registrado no Distrito Federal, R$ 2.351, e o menor, no Maranhão, R$ 575.

Em 2015, as mesmas 12 unidades da federação apresentaram rendimento nominal mensal per capita superior a R$ 1 mil  Como em 2016, também em 2015 o maior rendimento nominal pago foi verificado no Distrito Federal, R$ 2.254,  e o menorm no Maranhão, R$ 509.

Depois  do  Distrito  Federal, os maiores valores relativos à renda per capita foram pagos nos estados de  São  Paulo, R$ 1.723; do Rio  Grande do Sul, R$ 1.554; de Santa Catarina, R$ 1.458,; do Rio de Janeiro, R$ 1.429 mil; e do Paraná, R$ 1.398.

Segundo o IBGE, os rendimentos domiciliares são obtidos pela soma dos ganhos do trabalho e de outras fontes recebidos por cada morador no mês de referência da pesquisa. O rendimento domiciliar per capita é a divisão dos rendimentos domiciliares pelo total de moradores. Esses rendimentos são calculados para cada unidade da federação e para o Brasil, considerando sempre os valores expandidos pelo peso anual da pesquisa.

Edição: Valéria Aguiar

Comparado com o PIB, a renda per capita sempre será uma vergonha e demonstra o porquê  da desigualdade social, má distribuição de renda. Enquanto o dinheiro circulava livremente pelos paraísos fiscais e os doleiros do Banestado faziam a festa para os magnatas e burgueses brasileiros, tudo era investido fora do país e banqueiros como Daniel Dantas, considerado um dos homens mais ricos do mundo na época, circulava livremente pelo país. Depois de uma publicação internacional, citando o bilionário brasileiro, a casa caiu. A máfia política não gostou nada de saber que tinha ficado de fora. Bem diferente do escândalo do Banestado, quando todos estavam envolvidos e tudo foi arquivado.

De qualquer forma, ainda temos um dos maiores PIBs do mundo, alguns magnatas entre os homens mais  ricos do mundo e um grande risco, a mídia que sempre foi fantoche do governo, durante mais de quinhentos anos, agora poderia se tornar a chefe dos políticos, desbancando magnatas e banqueiros, o que seria o fim do Estado Brasileiro e início de uma ditadura milenar.

Comentário by Jânio

fevereiro 25, 2017 Posted by | Política | , , , | Deixe um comentário

Canadá vai dar dinheiro para a população

Projeto Social

Renda Básica

Os defensores do plano para prover seus residentes com uma pensão mensal regular dizem que a renda básica poderia quase eliminar a pobreza no Canadá.

Alguns países, como a Finlândia e os Países Baixos também planejam colocar em prática, em breve, o plano de prover seus residentes com um subsídio mensal regular, independentemente da sua situação de emprego. Atualmente o projeto está em andamento na província (estado) de Ontário, e depois irá expandir para todo o Canadá, de acordo com o website da organização nacional de renda básica do Canadá, basicincomecanadá.org, que promove a adoção desta medida.

Assim, em fevereiro, o governo de Ontário anunciou o lançamento do programa estatal para até o final deste ano, que prevê garantir aos cidadãos um suplemento com cheques mensais para cobrir parte de suas despesas: alimentação, transporte, vestuário e utilidades. Ainda se desconhece como será implementado  e quanto custará o projeto piloto. A primeira-ministra canadense Kathleen Wynne disse apenas que o projeto abrangerá as “comunidades, pesquisadores e outros interessados irão encontrar a melhor maneira de conceber e implementar o “projeto piloto de Renda Básica (Basic Income Pilot).

A ideia de substituir inúmeros benefícios do governo através do envio de um único cheque mensal para todas as famílias, independentemente da renda, vem ganhando força nos últimos anos. Os defensores da ideia dizem que a renda básica poderia quase eliminar a pobreza. Além disso, isso iria simplificar a burocracia do governo,  a renda básica também seria capaz de substituir muitos outros benefícios: assistência social, pensões de velhice, subsídios de desemprego e assim por diante.

Fonte: RT-TV

Comentário: A adesão de burgueses ao Estado Islâmico deixou bem claro um frase que eu disse anos atrás aqui no blog: “Vai chegar o dia em que estaremos num fogo cruzado e, para não morrermos, teremos de decidir de que lado iremos ficar. E nós sabemos muito bem qual o lado que paga mais.”

O Canadá não é apenas um país rico, além de tem um IDH similar aos países mais ricos, não é um país violento e não financia indústrias bélicas.

Já faz algum tempo que o governo canadense vem oferecendo financiamento para empreendedores estrangeiros. A posição geográfica do Canadá não ajuda muito, já que o país fica entre a Europa e as Américas. A Europa fica distante e é mais rica que as Américas, por outro lado, os latinos não conseguem se adaptar ao frio canadense.

A história do Canadá também é curiosa por ser o único país do mundo que fala várias línguas sem conflito, ou seja, não precisou de guerras para falar várias línguas e assimilar várias culturas.

O Canadá também precisa urgentemente aumentar sua população e os vizinhos americanos não estão dispostos a se mudar pára lá.

Comentário by Jânio

O primeiro país só de milionários

Melhores cidades para viver

Auroville – A cidade mais estranha do mundo

março 5, 2016 Posted by | Internacional | , , , | 3 Comentários

O grande segredo do Estado Islâmico

segredo terrorista

Terrorismo Comercial

Uma arqueóloga franco-libanesa revelou o principal motivo de  os terroristas do Estado Islâmico estarem eliminando da face da Terra grandes monumentos da história antiga na Síria e no Iraque.

A arqueóloga Joanne Farchakh disse ao jornal ‘The Independent’ como  os islamitas vendem estátuas e outros artefatos de importância histórica para os distribuidores internacionais . Assim, eles  ganham enormes quantias de dinheiro por estas relíquias únicas e, em seguida,  explodem os templos e edifícios antigos para esconder as evidências dos saques.

“Antiguidades de Palmyra já estão à venda em Londres. Há objetos sírios e iraquianos tomados pelo Estado Islâmico que  já estão na Europa. Já não estão na Turquia, para onde iam antes, abandonaram a Turquia há muito tempo”, explica  a arqueóloga. A subsequente destruição de monumentos históricos, continua o especialista, esconde a  ” fonte de renda ” do grupo terrorista.

O Estado Islâmico, que controla uma grande parte do território da Síria e do Iraque, tomou a antiga cidade de Palmyra, uma cidade declarada Património Mundial pela UNESCO, em maio passado, depois que as tropas governamentais se retiraram sob intensas ofensivas dos jihadistas.

No final de agosto, os terroristas decapitaram um dos principais arqueólogos da antiga cidade síria e explodiram o antigo templo de Baal Shamin, construído em 17 dC, em Palmira. Em seu avanço pelo território da Síria e do Iraque, o grupo terrorista destruiu vários vilarejos e antigos monumentos históricos.

Fonte: RT-TV

Os maiores grupos terroristas do mundo

Grupo extremista assusta até os radicais

Atividade que mais dá lucro

setembro 5, 2015 Posted by | Internacional | , , , | 3 Comentários

Países com mais portugueses

Emigração Portuguesa

Brasil Português

01) 10 países com mais emigrantes portugueses

a) França: 580.240

B) Brasil: 213.203

c) EUA: 191.802

d) Suíça: 164.691

e) Canadá: 150.390

f) Espanha: 148.789

g) Alemanha: 90.148

h) Reino Unido: 83.000

i) Venezuela: 53.477

j) Luxemburgo: 41.690

___________________

02) Países com maior fluxo de entrada de portugueses nos últimos quatro anos

a) Suíça: 44.178

b) Reino Unido: 40.660

c) Espanha: 24.841

d) Angola: 23.787

e) Alemanha: 14.458
___________________

03) Países com maior envio de remessas para Portugal

a) França: 867.606€

b) Suíça: 680.734€

c) Angola: 147.322€

d) Estados Unidos da América: 130.423€

e) Alemanha: 113.420€

f) Reino Unido: 105.314€

g) Espanha: 88.409€

h) Luxemburgo: 67.848€

i) Canadá: 40.223€

J) Bélgica: 38.081€
___________________

Remessas em 2011

Créditos (recebidas em Portugal): 2.430.491€

Débitos: (enviadas de Portugal): 585.626€

Saldo: 1.844.865€

___________________

Fonte: Online24

Países com mais brasileiros

Homens mais ricos do Brasil e Portugal

Profissões em alta em Portugal

março 5, 2013 Posted by | oportunidades | , , , , | 2 Comentários

Mais da metade dos brasileiros vive com menos de um salário

censo ibge

Crescimento Brasileiro

Analisar os dados mais importantes do IBGE, na minha opinião não é tarefa fácil. O problema é que, assim como no IBOPE e outros institutos de pesquisa, os resultados vem de uma maneira que parece que tudo está bem.

O primeiro dado, eu considerei corajoso:

Nos domicílios pesquisados, 67% viviam com renda per capta de menos de um salário mínimo (510,00) – Levando-se em conta que nas décadas anteriores, as pesquisas apresentavam o resultado por famílias na casa, ou total de dependentes/moradores dessa residência, a renda per capta, por pessoa, é um avanço.

Eu fiquei imaginando que 16 milhões de pessoas abaixo da linha de pobreza é um problema grave para o governo, também é muita coragem achar que vai zerar isso em apenas quatro anos.

Seria difícil de acreditar, já que o Brasil apresenta regiões muito diferentes, dificultando os projetos nessa área.

Em São Paulo, o estado mais rico, poderia-se até acreditar num resultado próximo a isso, mas os projetos envolveriam o Governo Federal, Estadual e Municipal, já que todos tem sua participação no poder, riquezas e responsabilidades.

Também é preciso lembrar que as pessoas não precisam só de comida, precisam de educação, saúde, transporte, etc. Na educação, a ideia de achar que o analfabetismo é o único problema a ser considerado é outro grave erro.

O número de analfabetos teria caído de 13,6% para 9,6% em dez anos, isso coincide com os 16 milhões de pessoas que vivem abaixo da linha de pobreza. Tanto um, como outro problema, poderiam ser resolvidos em parceria com ONGs, deixando o Governo com uma responsabilidade maior, resolver os outros problemas de infraestrutura.

Analfabetismo é uma vergonha para o país, mas não é o maior dos problemas, o maior problema é o semi-analfabetismo em grande número. A educação cidadã, mostrando os direitos dos cidadãos, essa seria muito bem-vinda.

A educação cidadã não é o objetivo do Governo, o verdadeiro cidadão consegue ver os problemas sociais, sabe/conhece os seus direitos.

O voto aos dezesseis anos foi uma forma que alguns políticos encontraram para se manter mais algum tempo no poder, obrigá-los a votar seria melhor ainda. O detalhe mais interessante é que o fator internet teve uma importância muito grande, já que passou a exigir uma educação mais preparada por parte dos pais, professores e sociedade em geral.

Hoje, não seria de duvidar que os jovens com menos de dezesseis anos fossem mais educados que os mais velhos, então, o problema passaria a ser educar os mais velhos. É bom que se diga que, nesse caso, estou falando de educação política, que era o objetivo do voto aos dezesseis.

No caso da educação familiar, cidadã, os mais velhos naturalmente adquirem com mais tempo e sabedoria.

Se compararmos esse governo com o anterior, aí sim teremos um crescimento. Ainda assim não é suficiente, precisamos de novas opções.

Maranhão e Piaí, redutos da família Sarney, naturalmente estão na pior situação.

Foram pesquisados cerca de 5.565 municípios, 190.755.799 pessoas.

A média de pessoas por domicílio caiu de 3,8 para 3,3 pessoas

By Jânio

maio 4, 2011 Posted by | Política | , , , , , , , | 4 Comentários

Dicas para empreendedor.

regras basicas de empreendedor

regras basicas de empreendedor

O empreendedorismo pode ser muito complicado para alguns, muito fácil para outros, uma coisa é certa, todos nós somos empreendedores e o nosso maior empreendimento é nossa vida.

Se notarmos em nosso nome, veremos que nossos antepassados vieram de longe, Europa, Ásia, África, enfim todos estavam em uma grande empreitada.

O empreendimento possui uma característica bem interessante, quanto mais velho, mais experiente, mais preparado para ser bem sucedido no empreendimento. Não há nada pré-definido, a teoria pode ajudar, mas a prática é fundamental.

Como em tudo em nossa vida a experiência conta muito, por isso, alguns empreendedores preferem ser precavidos e ter seu seguro, alguém com mais experiência e terceirizar tarefas secundárias, fazendo uso de várias tipos de assessorias.

Não há um caminho definido para o sucesso, assim como não há um caminho estipulado para o fracasso, tudo dependerá de tomadas de decisões do principal envolvido, o empreendedor.

Estudiosos afirmam que versatilidade, múltiplos conhecimentos, decisões rápidas, coragem para correr riscos calculados são fundamentais.

Apesar de todas as decisões serem estipuladas pelo empreendedor, algumas elementos devem ser observados.

! – Pesquisa de mercado – Nesta fase o empreendedor deverá identificar oportunidades, quanto maior o conhecimento sobre mercado, maior sua chance de uma escolha do ramo certo a ser seguido.

É muito bom discutir muito, conversar muito com parentes e amigos, desde que estes possuam conhecimentos na área, ou pelo menos que esta discussão seja de alguma valia.

2 – Produto a ser oferecido – Identificado o ramo, analisaremos a lei de oferta e procura, produtos a serem oferecidos, suas chances de aceitação, sua qualidade e competividade no mercado.

3 – Levantamento do capital – É errado afirmar que o dinheiro é tudo, qualquer pessoa que afirme que seu fracasso é devido a falta de dinheiro, está fadado ao fracasso em seu empreendimento.

Há inúmeras formas de captação de capital, assim como há inúmeras fontes de pesquisa, órgãos como o SEBRAE podem ser de muita ajuda. Muitas instituições estão constantemente a procura de projetos, inclusive, projetos de risco.

Há empresas com fundos destinados ao desenvolvimento sustentável, tecnologia, desenvolvimento social, político, etc.

4 – Além de patrocinadores para a captação de capital, é preciso estudar o público alvo. Alguns empreendedores chegam a trabalhar como empregados em empresas, em ramos os quais desejam empreender, mais lógico impossível, é na infância onde temos nosso maior aprendizado sobre a vida, quando fazemos tudo de graça.

5 – Planejamento Financeiro – Fundamental dentro do plano de negócio, aqui são planejadas as contas fundamentais do negócio, como: Impostos, contabilidade, água, luz, telefone, empregados, enfim tudo o que será gasto no empreendimento, gastos fixos, variáveis, esporádicos, etc.

6 – Elaborar estratégicas de Marketing – Um bom estrategista, literalmente, tem cartas na manga, quanto maior a previsão de riscos, maior deverá ser a busca de solução para estes riscos, consequentemente, maior o sucesso da empreitada.

7 – Comercializar o produto – Esta deverá ser a parte final do planejamento, e é a mais importante para se obter lucro na execução do empreendimento.

Como podemos observar, para qualquer ramo que possamos imaginar, as regras básicas serão as mesmas, com algumas pequenas mudanças que surgiram graças ao jeitinho brasileiro, mas só o jeitinho brasileiro não basta, é preciso muito planejamento.

Alguns conhecimentos tem se tornado essenciais, não só na vida do empreendedor, como também de profissionais das mais variadas áreas.

Alguns conhecimentos considerados importantes no meio em que vivemos atualmente: Administração, Recursos Humanos, informática, produção, línguas, política, Relações Públicas e liderança.

junho 11, 2009 Posted by | Empreendedorismo | , , , , , | 2 Comentários

   

Karmas e DNA.

Direitos autorais: Fernanda vaz.

Academia New Star Fitness

A fine WordPress.com site

Gramofone Lunar

Músicas, Versos e Outras Histórias

baconostropicos

Documentário "Baco nos Trópicos"

relutante

leve contraste do sentimentalismo honorário

entregue a solidão

é oque me resta falar e oque me sobra sentir

RB Solutions

Soluções em informática, comunicação e tecnologia

Bora' para Ireland

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

sarahrosalie

A topnotch WordPress.com site

Suburban Wars

"Let's go for a drive, and see the town tonight"

Made in Blog

Política, curiosidades, notícias, entretenimento, blogosfera,

%d blogueiros gostam disto: